VÍDEO – Direto da Tenda Espírita Iemanjá informações novas sobre a saúde de Bita do Barão

Neste vídeo gravado na manhã desta quinta-feira, por volta das 6h40min da manhã, em frente à tenda Espírita de Umbanda Rainha Iemanjá, falamos sobre o estado de saúde de mestre Bita do Barão e sobre a intenção da família de acabar com os boatos que falam, inclusive, da morte do umbandista. VEJA

Boletim médico oficial sai hoje e Janaína desmente boatos de trazer mestre Bita para desligar aparelhos em casa

Janaína Nonato de Sousa, filha, fez contato por telefone com a redação do blogdoacelio ontem à noite, às 21h30min, para nos informar que na manhã desta quinta-feira, 18, o Hospital São Paulo emitirá um Boletim Médico oficial informando sobre o estado, real, de saúde de mestre Bita do Barão.

Mestre Bita e sua filha Janaína Nonato de Sousa

Destacou que o próprio hospital tomou a iniciativa, com o apoio da família, porque estão espalhando muitos boatos a respeito.

‘Porque tá saindo muito boato, tão dizendo que a gente tá tirando, pra tirar aparelho pra levar  morrer em casa, então tá saindo muita coisa assim, até porque também compromete muito o hospital, então eles vão fazer um junta médica e vão dá um boletim médico”

“Muito melhor sair da própria boca dos médicos, sair diretamente deles do que eu falar”, concluiu

O Boletim pode sair a partir das 8h da manhã.

MORRER EM CASA?

Janaína criticou os boatos que dão conta de que a família está tirando mestre Bita do Barão do hospital para que ele venha morrer em Codó, na sua residência.

Na verdade, disse ela, não é nada disso.

Ele estará sim sendo trazido para Codó, assim que tiver condições físicas para isso, mas aqui permanecerá sob cuidados médicos com uma estrutura montada especialmente para sua recuperação em casa.

“Nós estamos levando pra casa mas lá ele vai ter todos os cuidados que são necessários”, garantiu

Alunos da região do CIT NOVO HORIZONTE estão sem estudar até hoje por problemas na estradas

Nós estivemos ontem pela manhã na escola onde   crianças e  adolescentes de CORUJÃO, zona rural de Codó, estudaram por décadas. Hoje dizem que mesmo em condições bem precárias não ficavam sem aulas por causa  de problemas envolvendo transporte escolar porque ficava perto de todos, era só sair de de casa e ir pra perto da professora.

Mas elas foram retiradas  e o prédio voltou a ser apenas o local de reunião dos pais que vivem no povoado.

 Corujão é uma das 9 comunidades do Projeto de Assentamento CIT Novo Horizonte. Assim como os alunos daqui, os de todas as outras comunidades foram remanejados para uma única escola – a que fica localizada no povoado Lagoa da CIT. Só que muitos estão enfrentando dificuldades para chegar a nova escola.


SEM ESTRADA, SEM AULA

O ano levito em Codó começou atrasado, dia 11 de março. Mesmo assim, Maria Raelma Alves da Silva,  mãe de 5 filhos, garante que suas crianças nunca conseguiram assistir aulas até hoje. O transporte que apareceu na região ficou impedido de rodar entre os povoados.

 “A estrada, a estrada não presta…DIZ QUE TEM UM CARRO LÁ QUE NÃO PODE VIR? Nem vem, desde que entrou não saiu mais, né, atolou mesmo e a estrada pra lá tá ruim mesmo, com o inverno tá pior ainda”, confirmou a mãe

As chuvas trouxeram atoleiros e em muitos pontos riachos cortam as estradas, impedindo a passagem de veículos mais pesados como micro-ônibus.

 “É a estrada que tá muito ruim, cheia de lama, aí o carro não dá pra ir, pra Lagoa, pra escola…PRA VOCÊS ISSO É RUIM? Bastante, porque nós quer aprender mais pra frente ser alguma coisa na vida…E SEM A ESCOLA? Não vai pra frente”, respondeu Marcos Ivanilson da Silva, aluno do 7º ano.

SÓ PROMESSAS

Francisca Maria Pereira que preside uma das associações da área prejudicada diz que os lavradores já ouviram promessas.

 “A pessoa responsável por esta infraestrutura falou que assim que desse um pouco de sol, eles iriam lá, iriam consertar para que esse ônibus pudesse entrar com essas crianças…AGORA COM ESTA HISTÓRIA DE SOL E CHUVA, POSSIVELMENTE NÃO SERÁ AGORA? Não será agora, então, assim, o que a gente quer é que as pessoas responsáveis possam vir e arrumem a escola para que as crianças possam ir a escola”

Ir à escola é tudo que dezenas de alunos da região continuam desejando.

 “Eu queria que estivesse tendo aula pra gente ir pra escola”, disse Edilson da Silva Santos

SINTSERM repudia atraso no pagamento de vigias e zeladores de Codó

Em plena SEMANA SANTA, vigias e zeladores contratados ainda não receberam seus vencimentos referentes ao mês de março de 2019.

Senhor prefeito agilize o pagamento desses servidores, não permita que os mesmos venham passar toda a semana santa sem ter em mãos seu SALÁRIO.

Esperamos que o senhor juntamente com sua equipe e empresa terceirizada possa se sensibilizar no sentido de resolver esta problemática o quanto antes.

São pais e mães de família que necessitam proporcionar um momento dígno de ceia com seus familiares mantendo viva as tradições em determinadas religiões e acima de tudo a atenção, respeito, valorização e garantia do direito desses profissionais.

A diretoria

Por Carlos Magno – O FASCÍNIO DA LEITURA

Caros leitores, vocês hão de entender porque escolhi adentrar e comentar um assunto tão simples, mas ao mesmo tempo fascinante.

Escritor e notário Carlos Magno

Acompanhe-me neste roteiro de hoje, na qual vou falar um pouco mais sobre a importância da leitura em nosso dia a dia e no quanto ela nos ajuda a alcançar novos patamares, tanto na vida pessoal, quanto na vida profissional.

O próximo dia 23 de abril comemora-se o dia mundial do livro. No Dia Mundial do Livro também é celebrado o Dia dos Direitos de Autor. A Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) criou a data do “Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor” para encorajar as pessoas, especialmente os jovens, a descobrirem os prazeres da leitura, e conhecerem a enorme contribuição dos autores de livros através dos séculos.

Uma tradição catalã ligada aos livros já existia no dia 23 de abril, e parece ter influenciado a escolha da Unesco. Na tradição catalã, no dia de São Jorge (23 de abril), é costume dar uma rosa para quem comprar um livro. Trocar flores por livros já se tornou tradição em outros países também.

No dia 12 de outubro comemora-se o dia nacional da leitura. Estas duas datas tem um significado muito importante para o incentivo a leitura. Alguns eventos estão programados para essas datas em algumas cidades brasileiras através de suas Secretarias, tanto de Cultura quanto de Educação. Seria muito interessante que as Secretarias ligadas ao assunto, de nossa cidade, promovessem um evento, como estimulo aos nossos jovens a leitura, tendo em vista que aqui, a população não encontra qualquer motivação que impulsione ou direcione o cidadão nos caminhos da leitura, pelo simples fato de que nesta cidade, de porte médio – pois temos uma população estimada em mais ou menos 130 mil habitantes – não possui, sequer, uma banca de revistas ou jornais, ou uma livraria, que é o caminho natural do leitor.

Alguns dirão: – “Hoje existe a internet”. Que bom, é uma ajuda e tanto. Leio bastante na internet, mas o prazer de manusear o livro físico é incomparável.  A leitura do livro físico, quando ele é bom, na maioria das vezes, para quem é aficionado, é tão exultante que, sem exagerar, pode chegar ao encantamento. Para quem é habitual na leitura sabe, que além desta, saborear o manuseio do livro faz parte de um ritual.

Seja por prazer, seja para estudar ou para se informar, a prática da leitura aprimora o vocabulário e dinamiza o raciocínio e a interpretação. Um ato de rande importância para a aprendizagem do ser humano, a leitura, além de favorecer o aprendizado de conteúdos específicos, aprimora a escrita. A leitura tem uma grande importância para nossa vida profissional e pessoal. Lendo, você aprende o mais básico do conhecimento até o complexo mundo da burocracia e da história, e se descortina para a vida.

Encontrar um tempo para ler é um processo que permite a expansão de si mesmo, criando a abertura para infinitas possibilidades e trilhando o caminho para o despertar do potencial pleno. Um leitor assíduo tem mais chance de absorver mais conhecimento, incentivando a sua própria evolução pessoal e profissional, do que aquele que não tem interesse em se desenvolver através desta, que é uma das formas mais eficientes de agregar valor à sua atuação, bem como à sua performance, dentro e fora do trabalho.

A minha intenção, digo sempre, é aprender e compartilhar com os leitores. Eu entendo, sem querer ser piegas, que este é um canal de aprendizado e porque não dizer, de estudo. Ao longo desses anos, com a generosidade e a complacência do Dr. Acélio Trindade, em seu blog, tenho escrito artigos sobre vários assuntos. A leitura me proporcionou o autoconhecimento, tanto no meu cotidiano quanto na minha vida profissional.

Com a permissão dos leitores, vou aproveitar o ensejo para expor em breve narrativa, como nasceu em mim a paixão pela leitura e em consequência, por escrever. Uma das coisas que sempre me perguntam é como se iniciou esse fascínio pela leitura, diga-se de passagem, uma coisa muito rara hoje em dia.

Meu pai, era bancário concursado do Banco do Brasil, um homem com escolaridade que hoje se denomina ensino médio, que na época denominava-se curso cientifico, com frequência assídua em cursos para prestar vestibular de medicina, quando passou no concurso do Banco do Brasil, era um autodidata. Lia muito e escrevia muito bem. É tanto que chegou a publicar durante alguns anos um Jornal de nome A Tribuna, que circulava quinzenalmente. A minha mãe também tinha o curso médio, que naquela época denominava-se de normalista. Meu encanto pela leitura surgiu com os gibis, ainda na idade infanto-juvenil, que aliás, eram muito bem escritos, e que hoje não existem mais.

Então, morando numa casa de pais escolarizados, via diariamente meu pai lendo, pois comprava sempre, livros, jornais e revistas, logo, livros não eram estranhos ao nosso cotidiano, e me foi despertando a curiosidade da leitura, para aprender e saber o que continha naquelas publicações. Começando por gibis aos poucos peguei gosto pelos livros. Tenho um débito muito grande com o grupo Abril, dos Civita, cujas publicações foram decisivas em momentos da minha vida.

Dentre muitas publicações daquela editora, eu lia tudo, desde Pato Donald a uma enciclopédia chamada Conhecer, dividida em fascículos quinzenais. Revistas do Zorro, Tarzan, Rock Lane, O Fantasma, etc., até chegar a publicações mais recentes. Lia, do meu pai, os livros Os irmãos Karamazov, El Cid, Dom Quixote entre outras obras.

Livro, leitor digital, gibis, jornais ou revistas, não importa em qual ferramenta, somente o simples ato da leitura é uma das oportunidades mais democráticas e acessíveis de desenvolvimento pessoal e profissional. É por meio dela que a pessoa se desliga do mundo real, quebra as fronteiras da imaginação e descobre novos universos sem sequer sair do lugar.

Fiz essa narrativa muito peculiar, no artigo, exatamente com o intuito de mostrar e de exemplificar que existem maneiras do cidadão ou cidadã, se iniciar no caminho do hábito da leitura.

No meio dessa saraivada de notícias políticas e de insegurança, na mídia tradicional, deveríamos parar para ler e assimilar um pouco, seja um livro, uma revista ou um jornal,  assuntos dos mais variados, pois assim, adquiriremos conhecimento. Não importa de como se deve começar esse hábito, tão salutar como primordial, na vida de cada um.

Vai aqui uma sugestão: ao invés de assistir uma novela ou até mesmo um jornal televisivo que, aqui pra nós, só tem notícias ruins, procure um bom livro que, com certeza, é tão ou mais importante que muitos outros assuntos que se vê na grande mídia diariamente.

Lendo alguns livros sobre psicologia, que dizem respeito ao comportamento humano, assunto sobre o qual escrevi alguns tópicos há uns dias passados, e que me fascina, de diversos autores consagrados como David Zimerman, autor de “Fundamentos Psicanalíticos”, Judith Beck autora de “Terapia Cognitiva Comportamental” e até mesmo Sigmund Freud de “Psicologia das Massas”, se tem uma visão muito mais ampla, senão completa, do que é capaz o ser humano.

Muitas vezes, sentimos curiosidade em saber que ideias e sentimentos a experiência da leitura provoca no leitor. Utilizando-se das reflexões de alguns grandes leitores, como Montagne, Borges, Proust e Saint Beuve, é de se fazer considerações sobre a leitura como caminho da sabedoria, fonte de felicidade, forma de despertar o espírito para a reflexão, espaço de liberdade e imaginação.

A experiência da leitura é a nossa aventura, a história romanesca em que penetramos pelo simples ato de abrir um livro. Algo do encanto da descoberta infantil permanece sempre nessa experiência.

Os livros que cativam nossa atenção para o mundo das letras são também formas de despertar nosso espírito para a reflexão. Guardam em si todo o fascínio, mas também a chispa que faz disparar o pensamento.  Leia.

Carlos Magno da Veiga Goncalves – notário

Turma recursal de Caxias aumenta para R$ 5 mil indenização que CEMAR deve pagar a consumidor com nome no SPC

A Turma Recursal Cível e Criminal com sede na Comarca de Caxias, em sessão de julgamento, majorou para R$ 5 mil reais, uma condenação por danos morais contra a Companhia Energética do Maranhão – CEMAR pela inscrição indevida de uma consumidora, nos cadastros restritivos de crédito (SPC/SERASA). O Acórdão do processo, de relatoria do magistrado Anderson Sobral de Azevedo, segue assinado pelos juízes Paulo Roberto de Menezes e José Elismar Marques, membros da turma.

Consta nos autos, que a autora, para abastecer seu comércio, tentou efetuar compras em uma cervejaria, mas foi surpreendida com a informação de que seu nome estaria negativado. Ao saber do motivo, a consumidora teria se deslocado à CEMAR, com o comprovante de pagamento da fatura assinalada na restrição, uma conta de energia devidamente quitada no valor de R$ 131,04 reais. “Contudo, a recorrida não retirou seu nome dos órgãos de proteção ao crédito”, alegou a autora no processo.
Notificada, a CEMAR, conforme descrito no processo, alegou que não havia prova demonstrada de que a inscrição fora feita pela empresa contestante, portanto não haveria dano moral a ser indenizado.

Na 1ª Instância, o pedido da autora foi julgado procedente para condenar a concessionária ao pagamento de R$ 3 mil reais pelos danos morais sofridos. Em recurso apresentado à turma, a cliente requereu a modificação da sentença para R$ 10 mil reais. Para a Turma Recursal, o dano de fato foi devidamente comprovado, tendo a concessionária realizado os apontamentos do nome da autora no SPC/SERASA, restando à mesma o ônus probatório e o dever de comprovar a legalidade da negativação. “Assim, compulsando os autos verifico dos documentos acostados nos autos vejo que a inscrição fora indevida”, frisa o juiz relator.

RESPONSABILIDADE CIVIL – Segundo entendimento apresentado pelos juízes no Acórdão, a fornecedora de serviços responde, independentemente de culpa, pela reparação de danos causados aos consumidores e a terceiros, a eles equiparados, segundo os artigos 14 e 17 do Código de Defesa e Proteção ao Consumidor/CDC. “Não tem relevância a demonstração do prejuízo à honra do ofendido, posto que pacificou o STJ, o entendimento de que a responsabilização do agente causador do dano moral opera-se por força do simples fato da violação. O dano moral, que independe de comprovação em juízo, por ser presumido em razão dos atos praticados (dano in re ipsa), está presente quando há o abalo psicológico com a cobrança indevida, que se traduz na inscrição de cadastro de proteção ao crédito”, embasou.

Assessoria de Comunicação
Corregedoria Geral da Justiça do Maranhão

Filha de Mestre Bita atualiza leitores do blogdoacelio sobre estado de saúde do umbandista

Hoje às 16h35min, nós conseguimos contato com Janaina Nonato de Sousa, diretora social da Tenda Espírita de Umbanda Rainha e Iemanja e filha de mestre Bita do Barão.

Mestre Bita do Barão e Janaina de Sousa nas ruas de Codó

Perguntei qual o estado de saúde do umbandista mais famoso do Maranhão e ela respondeu dizendo que é grave e irreversível. Como havíamos anunciado aqui no blog, é intenção da família trazê-lo pra Codó nesta quinta-feira, 18.

Vão aguardar apenas a estabilização da saúde dele para que possa suportar a viagem Teresina/Codó. Veja o que a filha escreveu.

“Ele estava na uti desde domingo foram feitos todos procedimentos que não maltratassem ele e a última tentativa era entubar , mas os médicos disseram que a chance era mínima . O rim não está funcionando, o celebro comprometido e a pressão só caindo.

Então estamos esperando se estabilizar pra amanhã levar ate codo em uma uti móvel.

Mas ele está respirando por oxigênio”

Mestre Bita do Barão está internado no hospital São Paulo, UTI, em Teresina.

Campanha de vacinação contra a gripe já começou em Santo Antônio dos Lopes

A Prefeitura de Santo Antônio dos Lopes por meio da secretaria Municipal de Saúde iniciou a campanha de vacinação contra a gripe influenza na quarta – feira 10.

A Campanha vai se estender até 31 de maio e durante todo esse período as Unidades Básicas de Saúde da sede e zona rural do Município, estarão vacinando crianças de seis meses a menor de seis anos, gestantes, Puérperas, trabalhadores de saúde, idosos com mais de 60 anos, professores, portadores de doenças crônicas (respiratória, cardíaca, renal, hepática, neurológicas e diabéticas). 

De acordo com o secretario Municipal de Saúde, Orny Lima, para se vacinar, é preciso levar o cartão de vacinas para a unidade de saúde, principalmente crianças para que o cartão vacinal seja atualizado.

A recomendação é de que as pessoas procurem a unidade de saúde mais próxima de casa para se vacinar. “Nós estamos orientando que o público possa levar o cartão de vacina das crianças porque aproveitamos o ensejo e fazemos atualização do cartão. É muito importante que a população se conscientize para a vacinação, visto que, o vírus da Influenza pode acarretar em outras doenças, por isso, a importância da vacina”, ressaltou o secretario.

A campanha já vacinou mais de mil pessoas na zona rural do município e agora o foco será também nas unidades básicas de saúde da sede, que irão disponibilizar varias equipes para atender a população com a vacina contra a gripe.

Secretaria Municipal de Saúde

Prefeitura de Santo Antônio dos Lopes – Cidade de Todos

 

Família planeja trazer mestre Bita do Barão para Codó amanhã

Muitos leitores estão nos cobrando informações a respeito da saúde de mestre Bita do Barão, por isso esta pequena nota atualizada agora à tarde de acordo com o que conseguimos checar junto à pessoas mais próximas.

Mestre Bita do Barão

Wilson Nonato de Sousa, mundialmente conhecido como Bita do Barão (Barão de Guaré é o nome de seu guia espiritual), umbandista, está neste momento internado no hospital São Paulo, na capital do Piauí, Teresina.

Seu estado de saúde é considerado gravíssimo e irreversível.

Há algum tempo ele vinha apresentando sintomas de Mal de  Alzheimer.

Nas últimas 3 semanas isso agravou-se de tal maneira que o fez perder, praticamente, 90% de sua memória.

Foi então que a filha, Janaína Nonato de Sousa, passou a procurar ajuda médica nos grandes centros especializados passando por São Luís, Teresina e até por São Paulo.

Há informação, dentro deste período do agravamento da Alzheimer, de que  ele sofreu um Acidente Vascular Cerebral o que o deixou ainda mais debilitado.

NOTÍCIA DE HOJE

Hoje a notícia é de que sua vida está sendo mantida por aparelhos e há um plano da família de trazê-lo para Codó amanhã,18, numa ambulância de suporte avançado do SAMU (Semi UTI) para que só aqui possa falecer, na terra onde nasceu e onde também trabalha sua umbanda desde 1954.

Mestre Bita do Barão de Guaré é fundador do terceiro terreiro aberto em Codó (A Tenda Espírita de Umbanda Rainha Iemanjá) depois do 1º de Eusébio Jansen, em Santo Antonio dos Pretos, e do 2º de Maria Piaui,  na Av. 1º de Maio.

O prefeito Francisco Nagib confirmou ao blog o envio da ambulância de suporte avançado para atender ao desejo da família de Bita do Barão.

Estamos acompanhando os fatos. Novas informações a qualquer momento.

CAOS – Depois de Codó e de Maranhãozinho alunos de Peritoró protestam contra falta de professores

Alunos do Centro de Ensino Engenheiro Roberto Cunha, da rede estadual, localizado no povoado LIVRAMENTO, às margens da BR-316, na zona rural de Peritoró, fizeram ontem, 16, à tarde um protesto contra a falta de professores, assim como os de Codó que também já foram pras ruas e os de Maranhãozinho que já interditaram a BR-316 dias 15 e 16 de abril pelo mesmo motivo.

“Estamos sem professores desde fevereiro, quando as aulas começaram antes do carnaval e até hoje nada de professor”,  diz o primeiro aluno a falar no vídeo

A garota que fala a seguir revela a finalidade do protesto feito pacificamente, com faixas e cartazes na porta da escola.

“A gente resolveu tomar essa atitude em busca de resposta do governo, do secretário de Educação, ou da Secretaria, porque a gente tá precisando de professores, a gente quer um futuro próspero pela frente”

O vídeo é encerrado com todos gritando palavras de ordem ‘QUEREMOS PROFESSOR’.