Juízes eleitorais concedem entrevista coletiva sobre o segundo turno

Os juízes eleitorais – Dra. Gisele Ribeiro Rondon (da 7ª Zona) e Dr. Rogério Pellegrini Tognon Rondon (da 69ª zona) – concederam no início da noite de ontem (23) uma entrevista coletiva aos jornalistas da TV Mirante, TV Codó, TV Cidade e FCTV.

Dr. Rogério e Dra. Gisele

Dr. Rogério e Dra. Gisele

Diversos assuntos foram tratados pelos repórteres, todos respondidos pelos magistrados. Abaixo a transcrição das respostas com seus principais subtemas:

QUEM PODERÁ  VOTAR DOMINGO?

Dra. Gisele – “Na verdade aquele eleitor que tá impedido de ir às urnas é aquele eleitor que deixou de votar em 3 eleições seguidas, portanto se ele não votou no primeiro turno ele poderá e deverá votar no segundo turno”

ABSTENÇÃO MAIOR (Expectativa dos juízes)

Dra. Gisele – Com certeza, as vezes o interesse do eleitor é mais voltado para a eleição municipal e nós já tivemos uma grande abstenção no primeiro turno candidatos a deputado estadual, federal, governo estadual, então agora no segundo turno quando se trata de uma eleição para presidente da República essa abstenção deve até ser maior, o que preocupa a Justiça Eleitoral.

Dr. Rogério – Na zona 69, nós tivemos uma baita de uma abstenção, acredito que não seja diferente agora.

EQUIPES CONVOCADAS/ESTRUTURA MANTIDA

Imprensa de Codó na coletiva

Imprensa de Codó na coletiva

Dr. Rogério – “Estão todos convocados (mesários), o mesmo processo, a mesma equipe, a gente vai tá fazendo transporte. Com relação à transporte de eleitores eu vou autorizar o mesmo sistema. Os ônibus que estão registrados, que foram registrados no primeiro turno eu vou autorizar novamente, tudo vai ser mantido.

HORÁRIO DE VERÃO OU LOCAL?

Dr. Rogério – “Não, usaremos o  horário mesmo daqui, horário local.

Dra. Gisele – “O eleitor pode se dirigir às urnas até às 17h, horário local, ou seja, horário de Codó”

VOTAR PRÓXIMO DE CASA (Próxima eleição)

Dra. Gisele – “Na verdade essa é uma preocupação da Justiça Eleitoral, facilite para o eleitor para que ele vote mais próximo de sua casa, que ele não tenha esse trabalho (da distância). Então quando este trabalho abrir, porque permanece fechado até as eleições, esse eleitor deve procurar o cartório eleitoral e daí pedir, solicitar transferência para um colégio que seja mais próximo de sua residência.

MAIS SEÇÕES NA ZONA RURAL ( Necessidade?)

Dr. Rogério – “As seções foram adaptadas à nova realidade e não estamos vendo necessidade, por enquanto, desse acréscimo, mas toda vez que a gente olhar que tá difícil a locomoção entre as localidades a gente vai fazer com que chegue, um acesso mais fácil à essas pessoas.

SEGURANÇA PARA DOMINGO (dia 25)

Dra. Gisele – “Com certeza, o mesmo policiamento, a mesma segurança que nós tivemos no primeiro turno, será mantida no segundo turno”

QUE O ELEITOR COMPAREÇA NO DOMINGO (PEDIDO)

Dra. Gisele – É importante que você eleitor saia de casa e exerça a sua cidadania através do voto. Eleja o candidato de sua preferência e vá dá esse voto de confiança. Na verdade, a Justiça Eleitoral aguarda a sua presença nas urnas, é importante para a Justiça Eleitoral.

Dr. Rogério – “O horário vai ser mantido, horário normal das 8h às 17h e estamos esperando com toda equipe, com toda estrutura do eleitoral em condições de realizar esse trabalho da melhor forma possível e não vai ter nenhuma dificuldade para que ele (eleitor) exerça seu direito de cidadania”.

VÍDEO – Zito, Francisco Nagib, Chiquinho do Saae e o PT se unem em caminhada pró-Dilma

Numa caminhada convocada pelo prefeito da cidade, Zito Rolim, com largada da praça da Igreja de São Francisco e chegada no Corredor da Folia, muita gente compareceu a pé, de moto e de carro para fortalecer a campanha da presidenta Dilma Rousseff em Codó.

O PT de Magno e Jeziel da Sucam, ganhou o reforço do Raimundo Monteiro na caminhada. O PR veio representado por seu presidente municipal, empresário Francisco Nagib que andou lado a lado com todos, o PV esteve presente com o presidente da Câmara, vereador Chiquinho do Saae, e com o próprio prefeito Zito.

Também marcaram presença nomes conhecidos da nossa política como Darlan ( da família Paz), seu Procópio (família tradicional da Trizidela), o secretário do Meio Ambiente, Ferdinando Rocha, e seu secretário-adjunto, professor Jacinto Junior.

Muitos fizeram buzinaço com suas motocicletas, outros sacudiram suas bandeiras em cima de carros por ruas e avenidas.

JOÃO DOS PLÁSTICOS CONTRA TODOS

Dilma estava precisando de uma sacudida. Até então, apenas Aécio estava aparecendo graças à força política de João dos Plásticos, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas, que até gravou áudio para carros de som pedindo votos para o candidato do PSDB mineiro.

PT, PP e PCdoB fazem campanha para o 13 no centro de Codó

Representantes de três partidos (PP com Paulinho Baião, PT com Magno e Jeziel e Raimundinho, e PCdoB com Pedro Belo e Baixote da Barra do Saco) estiveram na manhã de ontem (23) fazendo campanha no centro de Codó para a presidente Dilma Rousseff.

Diretório Municipal foi à campo por Dilma

Diretório Municipal foi à campo por Dilma

“A gente não foge da luta, estamos aqui pela nossa presidenta”, destacou o presidente do diretório municipal, Magno Maciel.

PP e PCdoB unidos pelo 13

PP e PCdoB unidos pelo 13

Eles desceram a rua Afonso Pena entregando material de campanha e depois encerraram suas atividades na praça Ferreira Bayma onde acontecia um evento do Conselho Municipal da Alimentação Escolar.

Zito visita obras do novo residencial e diz que sorteio será realizado até o fim de novembro

Zito e representantes do Banco do Brasil

Zito e representantes do Banco do Brasil

O prefeito de Codó, Zito Rolim e agentes da Superintendência do Banco do Brasil de São Luis realizaram visita às obras das mil unidades habitacionais do Programa Minha Casa, Minha Vida em Codó, que ficam localizadas no Bairro São Pedro.

Junto ao prefeito e aos agentes estavam o gerente da agência do Banco do Brasil em Codó, Rogério Morais, e o Secretário Municipal de Infraestrutura e urbanismo, Márcio Esmero.

Foto panorâmica/Nilton Messias/Residencial São Pedro

Foto panorâmica/Nilton Messias/Residencial São Pedro

O prefeito percorreu vários quarteirões do novo residencial da cidade e mostrou aos agentes as ruas, avenidas e residências que irão contribuir para diminuir o déficit habitacional no município, o que sempre foi uma prioridade no governo de Zito Rolim. Cada unidade habitacional irá contar com 6 cômodos: dois quartos, sala, cozinha, um amplo banheiro e área de serviço.

De acordo com o secretário Márcio Esmero, o terceiro residencial da cidade irá conter muitas melhorias e evoluções em relação aos primeiros.

Sempre podemos melhorar o que já funciona bem. O prefeito Zito luta para conseguir implementar o programa Minha Casa Minha vida e ajudar na redução do déficit habitacional. Com o novo residencial já chegaremos a três mil residências entregues aos codoenses. E já estamos viabilizando outras mil e quinhentas casas. Isso tudo reflete a preocupação e o trabalho do prefeito para que consigamos levar mais lares aos codoenses”.

Durante a visita, o prefeito Zito e agentes do BB ficaram muito satisfeitos com o andamento das obras, a qualidade do acabamento e as novidades do novo empreendimento.

É muito satisfatório estar aqui, junto com a superintendência do Banco do Brasil, que á a financiadora deste novo residencial, e poder constatar bem de perto o sucesso da execução destas mil casas que serão o lar de muitos codoenses. Já estamos finalizando as obras dessas novas residências, que receberam melhorias como o tamanho da área construída, aumentada em 8 metros quadrados, aquecimento por meio de energia solar, banheiro mais amplo. Tudo para que os codoenses tenham mais conforto em seus novos lares”.

Com mais de 90% das obras concluídas, as moradias do noivo Residencial do Bairro São Pedro já estão em fase de acabamento e a previsão do sorteio é para até o fim de novembro.

Raphael Fernandes – Ascom/Prefeitura Municipal de Codó

Reitor do IF Sertão-PE, Ivaldo José da Silva, visita Facape com intuito de firmar parcerias e levar modelo da faculdade para o Maranhão

Reitor do IF Sertão em visita oficial

Reitor do IF Sertão em visita oficial

A Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape) poderá servir de modelo para a implantação de uma autarquia no município de Codó, no Maranhão.

A ideia é do reitor pro tempore do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE), Ivaldo José da Silva.

Ele visitou a faculdade esta semana e, numa conversa com o presidente Rinaldo Remígio, falou sobre parcerias e ideias envolvendo as Instituições de Ensino Superior (IES) do Vale do São Francisco.

Segundo o reitor, o modelo de estrutura e gestão da Facape chamou a atenção dos gestores públicos maranhenses. “A ideia é levar essa experiência exitosa da Facape para o município de Codó, no Maranhão. Eu já estive com o prefeito e toda sua equipe, e houve um sinal muito forte de que eles têm interesse de reproduzir essa experiência. Agradeço ao companheiro Rinaldo por nos ajudar a tornar realidade esse sonho dos moradores de Codó. O modelo é tão exitoso que outros municípios deveriam colher essa experiência e reproduzir”, comentou.

Em relação às parcerias, os gestores conversaram sobre a possibilidade de ampliar os cursos de pós-graduação lato e stricto sensu na região. Isso poderá ser feito através do intercâmbio de professores entre as instituições, inclusive com a participação da Univasf (Universidade Federal do Vale do São Francisco), que já está firmando um convênio para que os docentes da universidade possam dar aulas nos cursos de especialização da Facape, e vice-versa.

“Aqui a gente reproduz a fala do nosso parceiro Julianeli Tolentino, reitor da Univasf, numa junção de forças para capacitar ainda mais nosso corpo docente. Nós, do IF Sertão-PE, também deveremos participar desse trio fortalecendo o campo da pós-graduação na região”, ressaltou.

Por Monyk Arcanjo/via Larrisa Lins

Prefeitura de Codó promove reunião regional para Políticas de Promoção da Igualdade Racial

Reunião - foto de Nilton Messias

Reunião – foto de Nilton Messias

Foi realizada durante esta terça-feira (21) a Reunião Regional para Implementação da Política de Igualdade Racial no município de Codó. O encontro aconteceu no salão nobre da prefeitura municipal e contou com as presenças da Secretária Adjunta do Estado de Igualdade Racial, Benigna Regina, o Secretário Municipal de Cultura e Igualdade Racial, Augusto Serra, além secretários e coordenadores da igualdade racial de toda a região.

O encontro faz parte do plano de ações do projeto executado pela Seir em parceria com a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir). Além dos representantes de Codó, participaram da reunião gestores da PIR dos municípios de Timom, Parnarama, Matões, Caxias, Timbiras, Peritoró, Aldeias Altas, São João do Soter e Bacabal.

Durante a atividade os gestores municipais da Igualdade Racial serão capacitados sobre temáticas variadas referentes à política de promoção da igualdade racial. Dentre os temas a serem abordados estão “A Política de Promoção da Igualdade Racial e o Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial”, “Estatuto da Igualdade Racial”, “O Papel do Gestor na Execução de Políticas Públicas”, “Ciclo Orçamentário na Gestão Pública”, “Participação, Controle Social e Políticas Publicas” e “Desenvolvimento infantil e Políticas Públicas”.

De acordo com a Secretária Adjunta Estadual de Igualdade Racial, Benigna Regina, o encontro facilita o acesso dos gestores ao projeto e a aproximação entre os municípios. “Isso é importante em âmbito regional. Está fase corresponde à segunda etapa do Projeto de Projeto de Fortalecimento da Política de Promoção da Igualdade Racial. Ao todo serão realizadas seis reuniões com a participação de 72 municípios. Já realizamos em São Luís, em Pinheiro, Matões do Norte. Hoje e amanhã estamos em Codó e depois em Chapadinha e Cururupu”, explicou.

Para o Secretário Municipal de Igualdade Racial, Augusto Serra, a iniciativa servirá para capacitar melhor e instrumentalizar gestores públicos municipais para atuarem de forma qualificada na implementação de políticas publicas em relação a igualdade racial. “Esse é o melhor instrumento para fazer com essas políticas públicas cheguem até as pessoas. Capacitar os gestores, trocar informações, criar novas habilidades, planejar e renovar as ações de forma transversal, incluindo outras secretarias”, finalizou.

Raphael Fernandes – Ascom/Prefeitura Municipal de Codó

Caminhada “Aécio Presidente” reúne centenas de pessoas na capital

As ruas do centro da cidade foram tomadas pela onda azul da mudança na tarde desta quarta-feira (22). A quatro dias do segundo turno da eleição presidencial, lideranças partidárias, sociedade civil, representantes de entidades de classe e militâncias participaram de uma caminhada em apoio à candidatura de Aécio Neves (PSDB) que teve início na Praça João Lisboa e terminou na Praça Deodoro.

É AÉCIO 45

É AÉCIO 45

A atividade arrastou centenas de pessoas, colorindo de verde, amarelo, azul e branco o centro comercial mais movimentado da capital. A caminhada “Aécio Presidente”, como ficou conhecido o evento, foi uma tendência adotada pela direção do partido no Maranhão em consonância com todo o Nordeste. Também na quarta-feira, nas cidades de Maceió, Teresina, Recife e Fortaleza aconteceram mobilizações populares com a mesma intenção de dar notoriedade e adesão às propostas tucanas.

Para o presidente e o vice-presidente do PSDB/MA – os deputados federais Carlos Brandão e Pinto da Itamaraty, respectivamente -, que têm motivado diversas ações pró Aécio Neves no estado, em parceria com as direções e representantes dos partidos aliados, a caminhada “Aécio Presidente” foi um sucesso.

“Para nós, é um desafio e um prazer estamparmos a campanha de nosso presidente nas ruas de São Luís. Manteremos as nossas atividades de mobilização até o fim deste segundo turno, intensificando-as cada vez mais. A nossa luta continua firme e com o apoio da população”, resumiu o entusiasmo, Carlos Brandão.

Ao final do percurso, em frente à Biblioteca Benedito Leite, todas as lideranças políticas presentes entoaram o hino nacional, acompanhados por um coro formado pelos participantes da caminhada.

Além dos presidentes do PSDB/MA, estiveram na caminhada a deputada estadual Gardênia Castelo (PSDB); o deputado federal eleito João Castelo (PSDB); o deputado estadual reeleito Neto Evangelista (PSDB); o vereador José Joaquim (PSDB); Dr. Gutemberg, que concorreu ao cargo de deputado estadual pelo PSDB; a deputada federal eleita Eliziane Gama (PPS); o senador eleito Roberto Rocha (PSB) e o seu segundo suplente, Paulo Matos (PPS).

Por Arlindo Salazar – Sem Marina 40, sou Dilma 13

Desde a concepção do Partido dos Trabalhadores em fins dos anos 70 e início dos anos 80 coincidindo com o meu desperta adolescente para a importância da política no cotidiano da vida, apoiei os ideais daquele jovem partido. Na frente um trabalhador barbudo imigrante do nordeste brasileiro ladeado por figuras expressivas como Apolônio de Carvalho, Mário Pedrosa, Antonio Candido e Sérgio Buarque de Holanda.

Os sonhos daqueles homens se coadunavam com o sonho de minha geração: um Brasil livre da ditadura militar; a luta pelas eleições diretas para presidente; um Brasil que reconhecesse o seu trabalhador, que valorizasse os negros e os índios; um Brasil que preservasse o meio ambiente, que fizesse a reforma agrária; um Brasil de brasilidade brasileira onde eu pudesse me sentir parte dele.

O PT cresceu e com ele os nossos sonhos. Finalmente chegamos ao poder com o homem nordestino barbudo, eu me senti parte daquele sonho. O Lula na Presidência era a certeza de que cada trabalhador estava lá com ele.

O PT se afastou de seus princípios e não fez as reformas que o Brasil precisa: reforma agrária, reforma política e reforma tributária. Acredito que o PT precisa se reinventar outra vez.

Apesar das falhas que o governo cometeu e ainda comete e vai continuar a cometer, como diria o próprio Lula, nunca na história desde país o homem mais simples teve e continua a ter tanta atenção de um Governo.

Quero assim justificar e conclamar o voto a DILMA 13, não pelos erros cometidos, mas pelos acertos desde governo. Aumentou o investimento na educação, criou o REUNI, O PROUNI, O PRONATEC, distribui renda através de programas sociais como o PROJOVEM TRABALHADOR,    BOLSA FAMILIA, MINHA CASA MINHA VIDA, LUZ PARA TODOS, SEGURO SAFRA. Criou as UNIVERSIDADE ABERTAS DO BRASIL, AMPLIOU OS INSTITUTOS FEDERAIS DE EDUCAÇÃO, Criou O PROGRAMA CIENCIAS SEM FRONTEIRAS, AS UPAS, PRONAF, PROGRAMA JOVEM APRENDIZ, PROGRAMA CRAK É POSSÍVEL VENCER, EDUCA MAIS BRASIL, MAIS EDUCAÇÃO e tantos outros programas sociais que auxiliam a população a se desenvolver e a ter uma melhor condição de vida.

No primeiro turno das eleições votei Marina 40, por entender que o país precisa de uma mudança, por não concordar com os desvios de conduta de figuras ilustres do PT, mas em nenhum momento deixei de reconhecer os avanços do Brasil com o Governo dos Trabalhadores.

No segundo turno voto DILMA 13 porque entendo que AÉCIO não é a mudança que o Brasil necessita. O PSDB esteve durante 10 anos à frente do Governo e, apesar de reconhecer que a sua participação foi importante para o País, não consigo, nestes dias que se avizinham à eleição, ver no PSDB alternativa de mudança segura que tanto necessitamos.

Sem Marina 40 sou DILMA 13. Sou Dilma pelos 56 milhões de pessoas que deixaram a extrema pobreza, sou DILMA 13 porque acredito que dentro do Partido dos Trabalhadores ainda há um quadro valoroso de pessoas que realmente se importam com este país. Sou Dilma 13 porque acredito que o Brasil continuará acertando. Sou Dilma 13, apesar dos Sarney, dos Lobos, do Genuíno, do José Dirceu, Sou Dilma 13.

Sou Dilma 13, não por oportunismo, por modismo ou conveniência. Sou Dilma 13 conscientemente de que sem Marina 40 o melhor caminho ainda é Dilma 13.

Por  Arlindo Salazar, Contador-UFMA, Especialista em Gestão Pública Municipal-UEMA, Especialista em Didática Universitária -FAMA e Analista Tributário da Receita Federal do Brasil.

BACABAL – 10 Comunidades Quilombolas são contempladas com cestas de alimentos

A distribuição de alimentos que iniciou esta semana nas regiões quilombolas de Bacabal corresponde a quarta etapa de doações efetuadas pela CONAB Companhia Nacional de Abastecimento.

São ao todo18 toneladas de produtos de primeira necessidade que neste primeiro momento 6. 952 pessoas serão beneficiadas em 10 comunidades: Centro do Adelino, Piratininga, Guaraciaba, Sincorá, Catucá, Campo Redondo, São Sebastião dos Pretos, Bom Principio 2 , Santo Antonio e Santa Maria.

A distribuição das cestas Básicas só foi possível graças a parceria com o Governo Municipal que legalizou todas as comunidades que desde 2009 estavam impossibilitadas de receber tais benefícios devido ao descaso do governo anterior junto às comunidades.

As Secretarias de Desenvolvimento, Emprego e Renda e a Secretaria de Assistência Social foram as responsáveis pelo mapeamento  e elaboração de cadastros junto aos contemplados do Bolso Família  público alvo do programa.

Cada uma das Cestas de Alimentos que começaram a ser entregues nesta terça-feira, pesa 19kg e contem: Arroz, Feijão, Farinha, Macarrão, Óleo, Café, Açúcar e outros itens.

ABANDONO – Lavradores de 7 comunidades ocupam Prefeitura de Codó

Lavradores  de 7 comunidades ocuparam ontem (22), à tarde, as dependências da Prefeitura de Codó para cobrar melhorias urgentes. Participaram representantes de Mata Virgem, Cipoal dos Pretos, Santa Maria dos Moreiras, Bom Jesus, Mocorongo, Livramento e Boa Esperança.

Manifestantes dançam dentro da Prefeitura

Manifestantes dançam dentro da Prefeitura

Algumas destacam seus problemas:

  • MATA VIRGEM – desde 2013 tem alunos estudando num salão de festa. Apesar das promessas a escola da comunidade está caindo aos pedaços e nunca foi reformada.
  • CIPOAL DOS PRETOS – O prefeito prometeu construir um poço artesiano e nunca cumpriu. Os lavradores também reivindicam a reforma de 4kms de estrada ligando São José à Cipoal.

Sobre a construção dessa estrada o secretário de Cultura e Igualdade Racial, Augusto Serra, único a aparecer para conversar com os manifestantes garantiu que o secretário de Infraestrutura, Márcio Esmero, disse que, como existem máquinas na região, a reforma entre São José e Cipoal já está autorizada.

  • MOCORONGO – A caixa d´’agua está rachando e caindo.
  • SANTA MARIA DOS MOREIRAS E BOM JESUS – também reclamam de falta de caixa d’água (base precisa de reparos, pode desabar) e pedem reforma da estrada até o Barracão.
  • BOA ESPERANÇA E LIVRAMENTO – Tem na pauta reclamação de falta de iluminação pública. Todos recebem cobranças na conta de luz e não usufruem do benefícios.

Também consta entre as reivindicações a melhoria da estrada que liga Barracão até Soledade. Há provas de que existe um convênio de quase R$ 1 milhão  para esta obra.

Prof. Mário Sérgio, Pedro e Augusto Serra

Prof. Mário Sérgio, Pedro e Augusto Serra

“Ano passado foi assinado um convênio entre Estado e Prefeitura no valor mais ou menos de R$ 789.000,00 para melhoria dessa estrada. Nos nossos cálculos chega a mais ou menos R$ 19.000, 00 por quilômetro. Iniciou a obra no passado, parou por causa da chuva, março reunimos com o prefeito ele informou que tinha parado a obra por causa das chuvas, retomaria agora logo após as chuvas. Agosto voltamos a reunir com eles porque nada aconteceu e ele disse que não tinha dinheiro na conta. Logo após o pessoal ir pra casa as máquinas começaram a trabalhar e não tá arrumando a estrada do Barracão até a Soledade a contento, eles tão dando assim uma melhorada em alguns pontos e a gente quer discutir com o prefeito –  o recurso entrou ou não entrou na conta?”¸ esclareceu o professor Mário Sérgio Moreira de Queiroz

O prefeito Zito Rolim não apareceu para ouvir as comunidades. Todos os governistas que estiveram no local disseram que não conseguiram contatá-lo pelo telefone. Esta também foi a justificativa de Augusto Serra.

O vereador Pedro Belo, que acompanhava os manifestantes, também tentou contato por telefone com Zito, no meio dos quilombolas, mas não foi atendido.

REUNIÃO

Augusto disse que tentaria marcar uma reunião entre manifestantes e Zito para esta quinta-feira (22) pela manhã.

“Vamos colocar na mesa dele esta pauta para ouvir dele o que vai ser feito”, concluiu o professor