INFIDELIDADE: A pessoa que TRAI tem direito a receber pensão? veja a resposta do STJ

O ato de trair, de ser infiel com seu companheiro (no caso de União Estável, amigado) ou com seu esposo ou esposa (no casamento) é um ato indigno, que causa sofrer e dano à reputação do traído, deixando-lhe uma mácula no meio social onde vive.

Com este pensamento, o Superior Tribunal de Justiça decidiu que uma pessoal INFIEL não tem direito a receber ‘pensão alimentícia’ daquele que se manteve íntegro até o final da relação.

VEJA DETALHES DESTA DECISÃO DO STJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *