Category Archives: CARNAVAL 2013

BAÚ DO CARNAVAL – Reveja bons momentos do BLOCO DAS BONECAS 2013

O túnel do tempo para em fevereiro de 2013 para trazer um pouco de um dos mais tradicionais blocos carnavalescos de Codó – O BLOCO DAS BONECAS. Relembre bons momentos desta turma que já se prepara para manter a tradição ano que vem.

Defesa de Zito e Guilherme leva ‘baque’ na tentativa de afastar juiz que cassou prefeito e vice

A tentativa de tirar o juiz Pedro Guimarães Junior do julgamento dos processos que pedem a cassação de Zito Rolim e Guilherme Archer sofreu um ‘baque’ na tarde de ontem (6). O juiz federal Nelson Loureiro dos Santos negou provimento imediato, como queriam os advogados, ao Mandado de Segurança, com pedido de liminar.

Dr. Nelson Loureiro achou melhor ouvir primeiro o juiz eleitoral de Codó, cujo afastamento está sendo pedido por Zito e Guilherme, para só depois se manifestar a respeito.

“Considerando o conteúdo da petição inicial e o teor da matéria controvertida, hei por bem colher as informações da Autoridade impetrada para somente depois, melhor posicionado acerca dos fatos, apreciar o pedido urgente”, escreveu o juiz do Tribunal Regional Eleitoral

Com isso, prefeito e vice, ainda no cargo,  permanecem com diplomas cassados, votos anulados e inelegíveis por 8 anos (sentença que ainda não foi atacada pela defesa com recurso próprio, portanto permanece em Codó).

Dr. Pedro Guimarães Junior, que entra hoje de férias, continua juiz do caso.

SEM CARREATA: Ricardo Torres explica que nada que busque mudar sentença de cassação subiu para o TRE

Arquivo - Zito em caminhada

Arquivo – Zito em caminhada

Por telefone o ex-procurador-geral do município, Ricardo Torres, atualmente secretário de Governo, concedeu uma entrevista explicando a atual situação do processo de cassação de Zito e Guilherme Archer.

Argumentou que nada existe em nível de Tribunal Regional Eleitoral que tenha o objetivo de mudar a decisão do juiz Pedro Guimarães Junior que cassou os diplomas, anulou os 23.075 votos da dupla e ainda os tornou inelegíveis por 8 anos. Absolutamente nada, frisou bem o advogado.

Sob esta ótica disse que qualquer oba,oba, ainda que tenha partido de eleitores e da mídia do governo, não passa de mera suposição sem fundamento. Não existe razão para preparar carreata alguma.

“Não existe recurso para o Tribunal porque está tramitando ainda em Codó, são recursos para o próprio juiz da causa, não tem liminar, não tem nada disso que possa alterar a sentença do juiz. Não estamos  aguardando nada disso pra hoje, para amanhã, nem pra logo não. Está havendo esta tramitação em Codó pra depois o recurso ser dirigido ao Tribunal, aí começa toda a tramitação do recurso no TRE”, afirmou

E OS RECEBIMENTOS NO TRE

Questionamos sobre o recebimento pelo Tribunal Regional Eleitoral na tarde ontem (às 14h e às 15h) do mandado de segurança com pedido de liminar. Torres explicou que eles não atacam diretamente a sentença de cassação, apenas procedimentos do juiz Pedro Guimarães Junior no julgamento do seu pedido de afastamento dos processos (SUSPEIÇÃO).

O recurso só vem (pra São Luís) depois dos embargos de declaração serem julgados, depois vem o recurso e aí é que a coisa vem para o Tribunal, esse Mandado de Segurança, diz respeito à questões processuais”

O SENHOR SABE À QUE SE DESTINA ESTE MANDADO DE SEGURANÇA? É a questão da suspeição, o processamento da suspeição só isso. A forma em que foi processada a exceção de suspeição, só isso. Não tem a intenção de mudar a decisão do juiz, não, aí tudo é através do recurso” respondeu

SEM PRESSA

Citando exemplo de Francisco Nagib e Zé Francisco que registraram uma AÇÃO CAUTELAR no Tribunal Regional Eleitoral, depois de interpor o RECURSO INOMINADO contra a decisão de Pedro Guimarães Junior, que também os tornou inelegíveis por 8 anos, Ricardo Torres disse que Zito e Guilherme não precisam de tanta pressa uma vez que não foram retirados dos cargos de prefeito e vice.

Neste contexto, o único recurso manejado pela defesa até agora teria sido um Embargo de Declaração (impetrado pedindo que o juiz Pedro Junior esclareça pontos de sua decisão obscuros, contraditórios ou omissos), tudo em nível de Codó. O Mandado de Segurança de chegou à São Luís seria a respeito disso também.

No caso do Zito esse recurso ainda nem existe porque este recurso que existe é um embargos de declaração ainda visando esclarecer pontos da sentença, como o prefeito continua no cargo, normalmente, não existe nenhuma urgência que justifique ele entrar com uma cautelar no Tribunal, até porque não tem nem recurso pra você atribuir efeito suspensivo à ele”, explicou

SÓ NA EXPERIÊNCIA

Os advogados de Rolim e Guilherme estão usando de suas experiências para, utilizando a própria legislação, ganhar tempo. Na hora em que dão entrada num EMBARGO DE DECLARAÇÃO suspendem, automaticamente, o prazo para o recurso a ser usado contra a sentença de cassação e, nessa onda, o tempo vai passando sem muito sufoco.

Agora se o juiz perceber que os fundamentos são frágeis e o recurso tem o objetivo de suspender prazos e empurrar a coisa com a barriga, rejeita os embargos e o prazo do recurso volta a fluir normalmente botando a moçada da defesa pra trabalhar.

FRITANDO OS OVOS

Em todo caso, saber que nada foi impetrado para reformar a sentença de Dr. Pedro é mais do que um Banho de água gelada na moçada que já preparava o foguetório e a festa a partir do km 17 hoje às 16h. Nada, segundo o próprio advogado, pra se comemorar, nem tão pouco para se desesperar.

Mas o suspense, claro, continua.

TRE-MA recebe Mandado de Segurança da defesa de Zito e Guilherme contra cassação

Pelo que consta de pesquisa aberta no site do Tribunal Regional Eleitoral, enviada ao blog por um leitor (codinome Clarck Kent) dificilmente haverá a carreata amanhã em Codó, a não ser que tenhamos a celeridade da Justiça Eleitoral ligada no máximo de seu compromisso, o que, de todo, não é impossível, apesar de muito raro no Brasil.

É que todos os recursos impetrados pela defesa de Zito e Guilherme Archer foram recebidos na tarde de hoje, terça-feira, 5 de março de 2013.

  • Um Mandado de Segurança, que busca garantir direito líquido e certo do  prefeito e do vice, com pedido de Liminar foi recebido pelo T.R.E hoje às 14h21.

 A Liminar é usada quando os advogados tentam justificar a urgência ao juiz em atender o pedido mostrando que  Zito e Guilherme, neste caso, estão usando fundamentos legítimos e verdadeiros e, se não forem atendidos nos seus intentos,   sofrerão danos de difícil reparação.

CONTRA AFASTAMENTO DO JUIZ

A medida que ataca a decisão do juiz Pedro Guimarães Junior que repudiou a alegação da defesa de Zito de que ele deveria ser afastado dos julgamentos também foi recebida na tarde desta terça-feira (5) pelo Tribunal, às 15h47. Nesta, a defesa deseja suspender os efeitos da decisão, ou seja, quer que o TRE mantenha o juiz SUSPEITO, afastado.

Abaixo o relatório online do recebimento, enviado por um leitor do blogdoacelio com referidos horários e o nome do juiz desembargador que fará a relatoria.

PROCESSO: MS Nº 1615 – Mandado de Segurança UF: MA
TRE
Nº ÚNICO: 1615.2013.610.0000
MUNICÍPIO: SÃO LUÍS – MA N.° Origem:
PROTOCOLO: 71762013 – 05/03/2013 14:21
IMPETRANTE(S): JOSÉ ROLIM FILHO
IMPETRANTE(S): GUILHERME CEPPAS ARCHER
ADVOGADO: DR. DANIEL DE FARIA JERONIMO LEITE
ADVOGADO: DR. VANDERLEY RAMOS DOS SANTOS
ADVOGADO: DR. JOÃO DA SILVA SANTIAGO FILHO
ADVOGADO: DR. ALTEREDO DE JESUS NERES FERREIRA
ADVOGADO: RUBENS RIBEIRO SOUSA

IMPETRADO(S): ATO DO JUÍZO DA 7ª ZONA ELEITORAL – CODÓ
LITISCONSORTE PASSIVO: MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL
LITISCONSORTE PASSIVO: COLIGAÇÃO “UNIÃO POR CODÓ”
LITISCONSORTE PASSIVO: COLIGAÇÃO “A VONTADE DO POVO”
RELATOR(A): JUIZ NELSON LOUREIRO DOS SANTOS

ASSUNTO: MANDADO DE SEGURANÇA – PEDIDO DE LIMINAR – AIJES 251-92, 250-10, 247-55 (SENTENÇAS PROFERIDAS) E AIJES 253-62, 254-47 E 257-2 (DECISÕES INTERLOCUTÓRIAS) EM TRAMITE NA 7ª ZONA DE CODO.

OPOSIÇÃO DE EXCEÇÃO DE SUSPEIÇÃO 4-77. – PEDIDO DE EFEITO SUSPENSIVO

LOCALIZAÇÃO: GM – 3-GM – DR. NELSON LOUREIRO
FASE ATUAL: 05/03/2013 15:47-Recebido

ANTECIPADA: Correligionários de Zito preparam grande carreata para esta quarta-feira

Foi anunciado hoje pela manhã na rádio Mirante AM de Codó, no programa A Voz do Povo, apresentado pelo radialista Daniel Sousa, que uma grande festa aguarda o retorno de São Luís do prefeito Zito Rolim, cassado na semana passada pelo juiz eleitoral, Pedro Guimarães Junior, por usar indevidamente a TV Codó a seu favor em pleno período de campanha.images

Uma grande carreata, com ‘motocada’ e muito foguete,  está sendo preparada, na surdina, para recepcionar Zito que, segundo espalhou-se na cidade, já chegará com uma decisão favorável do Tribunal Regional Eleitoral, ou seja, uma nova decisão reformando a sentença de primeira instância.

A recepção está sendo trabalhada para amanhã, às 16h, no KM 17, de onde o prefeito e seus correligionários partirão entrando na cidade em grande estilo.

Esse povo tá sabendo de alguma coisa, será que já sabem qual vai ser o resultado do julgamento de 2º grau?

Hum, hum… eu hein!

Ontem foi dia de nova eleição em 9 municípios brasileiros – veja os motivos

As eleições em nove cidades brasileiras se iniciaram por volta das 8h. Ao todo mais de 410 mil eleitores escolhem no domingo (3/3) os prefeitos e vice-prefeitos das cidade de Eugênio de Castro (RS), Novo Hamburgo (RS), Sidrolândia (MS), Camamu (BA), Balneário Rincão (SC), Campo Erê (SC), Criciúma (SC), Tangará (SC) e Bonito (MS).

Segundo os tribunais regionais eleitorais dos estados, os pleitos ocorreram com tranquilidade, apesar da ausência de mesários em algumas cidades, da ocorrência de defeitos em urnas e do registro de casos isolados de boca de urna.

Cerca de 35% dos mesários de Novo Hamburgo (RS), que correspondem a 550 pessoas, não compareceram às zonas. A Justiça Eleitoral da cidade teve de convocar voluntários inscritos como suplentes para ocupar algumas dessas vagas. As substituições porém não foram suficientes: as zonas eleitorais, que deveriam funcionar com quatro mesários, funcionam com três ou mesmo dois. Alguns dos mesários foram acusados de boca de urna. Com isso, a Justiça Eleitoral expediu quatro mandados de prisão.

Em Criciúma (SC) houve a substituição de uma urna devido a problemas com o teclado. Em Camamu (BA) foi feita a substituição de uma urna e realizadas duas prisões, uma por boca de urna e uma por transporte irregular de eleitores.

CIDADES COMANDADAS PELA CÂMARA

As nove cidades ficaram  comandadas pelos presidentes das respectivas Câmaras de Vereadores. As eleições de outubro foram anuladas porque os candidatos com mais de 50% dos votos válidos tiveram os registros de candidaturas rejeitados pela Justiça Eleitoral, em julgamento posterior ao pleito.

VEJA OS MOTIVOS

No Rio Grande do Sul, Tarcísio Zimmermann (PT), candidato vencedor em Novo Hamburgo, teve o registro de candidatura cassado devido a condenação sofrida pelo político em 2004, pela participação irregular em um evento de inauguração de um Centro de Atenção Socioeducativo. A decisão ainda estava em vigor no momento do registro de sua candidatura. Agora, concorrem à prefeitura da cidade, José Luiz Lauermann (PT) e Paulo Roberto Kopschina (PMDB).

Em Eugênio de Castro (RS), em primeira instância, os registros da chapa composta por Roberto Bruinsma (PP) e Jaime Dionir Zweigle (PP) – candidatos a prefeito e vice respectivamente – e do do suplente de vereador Ronaldo Mendes Teixeira (PP) foram cassados. Os três políticos também ficaram inelegíveis por oito anos. Bruinsma recebeu, ainda, multa de 50 mil em Unidade Fiscal de Referência (Ufir), e Teixeira, multa de R$ 25 mil. Concorrem ao cargo Horst Daltro Steglich (PSDB) e Sirlei Maria Reginaldo (PP).

Em Mato Grosso do Sul, na cidade de Bonito, o primeiro colocado nas eleições, Geraldo Marques (PDT), teve o registro de candidatura cassado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Na cidade, concorrem Leonel Lemos de Souza Brito (PTdoB), conhecido como Leleco, e Odilson Soares (PSDB).

Já na cidade de Sidrolância (MS), os candidatos a prefeito são Ari Basso (PSDB) e Acelino Cristaldo (PMDB). Enelvo Felini (PSDB), prefeito eleito de Sidrolândia teve o registro cassado por ter aplicado índices inferiores aos 60%, determinados em lei do Fundef (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério).

Na Bahia, as eleições acontecem apenas na cidade de Camamu. De acordo com o TSE, dos cinco candidatos que concorreram nas eleições majoritárias em outubro de 2012, quatro tiveram as candidaturas negadas. Desses, três desistiram de entrar com recurso no TSE e um, Zequinha da Mata, que concorria pelo PP, renunciou um dia antes do pleito, lançando como substituta a irmã Emiliana de Zequinha da Mata (PP). Emiliana volta a concorrer hoje. Como concorrentes, Chico Vasconcelos (PMDB), Luiz Oliveira da Luz (PRB), Noélia Maria Nascimento da Silva (PRP) , Francisco Vasconcelos (PMDB) e Deroakson Mattos Rosa (PHS).

Em Santa Catarina, na cidade de Balneário Rincão, concorrem Décio Góes (PT) e Jairo Custódio (PMDB). Góes venceu a eleição para prefeito em outubro passado, mas seus votos não foram computados por ele ter sido enquadrado na Lei da Ficha Limpa (Lei Complementar nº 135/2010). Como a punição de oito anos sem direitos políticos, prevista na lei, terminou no dia 31 de dezembro de 2012, Góes se inscreveu para concorrer nesta nova eleição de domingo.

Em Campo Erê (SC), Odilson Vicente de Lima (PR) também teve o registro indeferido com base na Lei da Ficha Limpa. Os candidatos a prefeito são Itamar Andreatta (PSD) e Rudimar Borcioni (PT). Na cidade catarinense de Criciúma, Clésio Salvaro (PSDB) foi considerado inelegível pelo TSE com base na Lei da Ficha Limpa. Concorrem Fábio André Brezola (PT), Américo Ricardo de Faria (DEM), Cíntia dos Santos (PSTU), Márcio Burigo (PP) e Rodrigo Maciel (PCB).

Em Tangará (SC), o prefeito reeleito, Robens Rech (PMDB), teve o pedido de registro de candidatura negado pelo TSE. São candidatos desta vez Euclides Cruz (PSD) e Girlene Borsói (PMDB).

Agência Brasil/edição blogdoacelio

PV emite nota sobre cassação e garante que ZITO vai lutar para continuar no cargo

Zito garante que vai lutar

Zito garante que vai lutar

Sobre a notícia de decisão judicial indicando a realização de novas eleições para Prefeito e Vice em Codó-MA, temos a esclarecer o seguinte:

1º) Inicialmente, reafirmamos nossa confiança na Justiça Eleitoral Brasileira e temos a certeza de que prevalecerá a vontade do Povo de Codó, sempre soberano na escolha de seus representantes;

2º) Assim, o Prefeito de Codó, Zito Rolim (PV), recorrerá ao Tribunal Regional Eleitoral – TRE contra a decisão do ilustre juiz eleitoral da 7ª Zona, Dr. Pedro Guimarães Júnior, conforme a lei lhe permite, na busca de decisão que ampare a vontade majoritária do Povo Codoense, em que pese o enorme respeito à pessoa do eminente magistrado local;

3º) Esclarecemos que o próprio juiz eleitoral garantiu a Zito Rolim o direito de recorrer no exercício pleno do cargo de Prefeito, já que uma das chapas adversárias nas eleições, composta pelo empresário Francisco Nagib e pelo médico José Francisco, também teve sua votação anulada por outra sentença judicial, igualmente sujeita a recurso junto ao TRE;

4º) Finalmente, na certeza de que venceu as eleições municipais de 2012 legitimamente, o Prefeito Zito Rolim lutará até o último recurso para permanecer exercendo o mandato concedido pelo voto livre e soberano do eleitor codoense; e travará mais essa luta com a humildade, a dignidade e a perseverança que vêm marcando sua trajetória pessoal, familiar e política no Município de Codó.

            Grato, desde já, pela reprodução desta nota de esclarecimento.

Codó-MA, em 28 de fevereiro de 2013.

Ricardo Araújo Torres

1º Vice-Presidente do PV de Codó

       Representante da Coligação Majoritária CODÓ NO RUMO CERTO

(PV-PMDB-PSDC-PT do B-PTN-PHS)

Justiça cassa diploma de Zito e Guilherme, anula votos e os torna inelegíveis por 8 anos

Sentença do Juiz

Sentença do Juiz

O prefeito Zito Rolim (PV) e seu vice, Guilherme Archer (PMDB),   tiveram cassados seus diplomas,  anulados todos os votos que receberam  em outubro de 2012 e ficaram inelegíveis pelos próximos oito anos.

É o que determina a  sentença do juiz eleitoral, Pedro Guimarães Junior, que acaba de ser publicada no Fórum Eleitoral de Codó.

Não está relacionada ao caso dos vídeos de compra de votos. Esta sentença diz respeito à uma Investigação Judicial Eleitoral impetrada pelo Ministério Público acusando José Rolim Filho e Guilherme Ceppas Archer de USO INDEVIDO DE MEIOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL,  no caso a TV Codó que é pública, ora controlada pela prefeitura.

Também foram sentenciados os apresentadores Jonas Bastos Martins Lopes Filho, Osvaldo Pereira da Silva Filho (Maozinha) e Antonio Leandro Sousa Paiva (Leandro de Sá).

“Alega a representante (Dra. Linda Luz) que o primeiro repsentado, candidato a prefeito desta cidade, estando em plena campanha eleitoral, conforme faz prova documentação anexa, juntamente com os demais representados (Guilherme, Jonas, Osvaldo e Leandro), vem utilizando a TV Codó Canal 13, autorizatária municipal de serviço público, de forma abusiva para beneficiar o mencionado candidato”, relata a sentença explicando a motivação do Ministério Público Eleitoral

A SENTENÇA

Por conta de tudo que o Ministério Público apresentou de provas contra os cinco acusados os juiz Pedro Guimarães Junior decidiu CASSAR O DIPLOMA DE Zito e Guilherme, ANULAR todos os 23.075 votos que tiveram em outubro e ainda os tornar inelegíveis pelos próximos oito anos.

Julgo procedente a presente INVESTIGAÇÃO JUDICIAL ELEITORAL para, nos termos do art. 22, inciso XIV, da lei 64/90,  CASSAR OS DIPLOMAS DE PREFEITO E DE VICE PREFEITO,  expedidos, respectivamente, em favor de José Rolim Filho e Guilherme Ceppas Archer e, via de consequência, ANULAR OS VOTOS DADOS AOS MESMOS no presente pleito,  além de declarar a INELEGIBILIDADE destes  e dos demais representados Jonas Bastos Martins Lopes Filho, Osvaldo Pereira Filho e Antonio Leandro Sousa Paiva  para as eleições a se realizarem nos 8 anos subsequentes à eleição de 2012”, escreveu o juiz

QUEM ASSUME?

Ninguém assume por enquanto. Pedro Guimarães Junior não determinou a entrada, imediata,  de Biné Figueiredo e Hildemberg Oliveira, porque  numa outra ação, também publicada hoje (traremos detalhes logo,logo) os então candidatos Francisco Nagib e Zé Francisco também tiveram todos os seus votos anulados.

Nesta situação, o cabível é uma nova eleição.

Da sentença de Pedro Guimarães Junior cabe recurso ao Tribunal Regional Eleitoral.

DENGUE: LIRAa indica 487 municípios em alerta

Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) mostra que, em janeiro deste ano, 267 municípios brasileiros estavam em situação de risco para dengue; 487 em situação de alerta e 238 em situação satisfatória. A pesquisa, que serve para identificar onde estão concentrados os focos de reprodução do mosquito transmissor da dengue, foi realizada em 983 municípios. No mesmo período do ano passado, 765 cidades fizeram o levantamento, sendo que 146 foram consideradas em risco; 384 em alerta e 235 em situação satisfatória.

Por região, a maior concentração das larvas do mosquito em reservatórios de água ocorreu no Nordeste, com 76,2%. Por outro lado, foi na Região Sudeste onde se concentraram os maiores focos em depósitos domiciliares, com 63,6%.

Quanto às capitais, o LIRAa deste ano apontou situação de risco em Palmas (TO) e Porto Velho (RO); de alerta em Belém (PA); Manaus (AM); Rio Branco (AC); Aracaju (SE); Fortaleza (CE); Maceió (AL); Recife (PE); Salvador (BA); São Luís (MA); Belo Horizonte (MG); Rio de Janeiro (RJ); Brasília (DF); Campo Grande (MS) e Goiânia (GO). Já Boa Vista (RR); João Pessoa (JP) e Teresina (PI) apresentaram índice satisfatório.

“O levantamento deve servir para alertar os estados e os municípios. Os gestores locais devem combinar as ações nas casas das pessoas, seja na coleta do lixo ou na limpeza das caixas d´água. Devemos agir para evitar mais óbitos e casos graves”, afirmou o secretário de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa.

 Criadouros por região em 2013

Região

Abastecimento de água

Depósitos domiciliares

Lixo

Norte

26,8%

27,2%

46,1%

Nordeste

76,2%

18,7%

5,1%

Sudeste

4,9%

63,6%

31,5%

Centro-Oeste

17,7%

38,9%

43,4%

Sul

12,6%

43,4%

44%

 CAMPANHA -  Com o slogan “Dengue é fácil combater, só não pode esquecer”, a campanha desde ano incentiva a população a praticar medidas simples de prevenção contra o mosquito Aedes aegypti. A campanha também alerta sobre os sinais e sintomas da doença e quais as principais medidas que devem ser adotadas, em caso de suspeita. A campanha é dirigida à população em geral, gestores, lideranças comunitárias, movimentos sociais, entre outros.

Ascom/MS

 

Ribinha Muniz, ícone da cultura codoense, se despede do carnaval

Seis décadas atuando no carnaval, cinco títulos de campeão do carnaval codoense pela Escola Unidos de São Sebastião e uma grande história para contar.DSC_1749

José Ribamar Muniz, carinhosamente conhecido como Ribinha Muniz, é um verdadeiro ícone da cultura codoense e um paladino do carnaval no município. Dono de um currículo invejável e uma vida dedicada à cultura e ao carnaval, seu Ribinha recebeu no último domingo uma série de homenagens de amigos, convidados e a prefeitura municipal de Codó, em uma feijoada realizada no clube que leva o seu nome.

Ainda durante o 5° Carnaval da Nossa Gente, Seu Ribinha havia anunciado sua despedida do carnaval por motivos de saúde, devido a idade avançada. No almoço de domingo ele se emocionou ao falar no assunto e relembrou momentos importantes de sua longa história no mundo do samba. Cercado da família e de amigos falou do amor ao carnaval e sua escola do coração, a Unidos de São Sebastião. “Comecei a brincar e atuar em carnaval em 1953, na época do carnaval de clubes, passei pelo tempo das formações dos blocos organizados que começaram a sair para as ruas. Sou do tempo da formação dos blocos organizados de batuque lento. A Unidos de São Sebastião já foi fundada como Bloco em 1996 ”, disse.

Ribinha já havia sido homenageado na festa de entrega da premiação do 5° Carnaval da Nossa Gente, realizada no Centro de Cultura, e que contou com a animação do Bloco Cassetetes e Vassourinhas. O Bloco é uma espécie de lava pratos do carnaval da Nossa Gente, promovido pela prefeitura de Codó e composto por funcionários e prestadores de serviço que trabalharam na segurança e na limpeza durante o período momesco. Na oportunidade, o presidente da Unidos de São Sebastião recebeu a premiação em dinheiro pelo título de Bi-campeões do carnaval codoense. O título de 2013 veio para coroar o encerramento de uma carreira irretocável.

“Desde nossa fundação em 1998, nossa escola evoluiu muito. Em 2013 conseguimos o Bi-campeonato com o samba enredo O Imaginário Codoense, baseado no livro do escritor João Batista Machado. A idéia foi do Telvane e o samba composto por Amaral Junior. O sucesso de nossa escola deve-se ao trabalho incansável de nossa equipe. Sou cercado de pessoas competentes, que asseguram o trabalho com o interesse de conquistar o título”, relatou Ribinha. O presidente fez questão de ressaltar a importância de trabalhadores e componentes da escola, como o carnavalesco e estilista Aquiles Barbosa, a diretora Luzinete, o artesão Miligran e o coreografo Telvane, corpo técnico que garante os bons resultados. Participações de outras cidades, regiões e até de outros estados também impulsionam a rápida ascensão da Unidos de São Sebastião.

Muito emocionado e com lágrimas nos olhos, Seu Ribinha disse que sua saída do comando da escola é providencial e importante.

“Eu não tenho mais condições, mas fico tranqüilo pois tenho um grupo de pessoas que tem competência suficiente para continuar o trabalho em nossa escola. Temos elementos fortes como o Elias e o Sarney que darão conta do recado e vão levar a frente a escola. Tenho certeza que eles não vão deixar o padrão cair”, desabafou o presidente. Para os componentes da diretoria da escola, a saída de seu Ribinha é apenas parcial. “Devido a idade avançada ele irá se afastar apenas do serviço mais pesado, mas continuará coordenando tudo, como nosso eterno presidente de honra” explicou Luzinete, tesoureira da escola.

“Quero deixar o meu grande abraço, o meu adeus aos colegas de trabalho, a população que vê viu brincar nas ruas e na avenida durante todo esse tempo. Não me sinto mais em plenas condições de continuar, mas tenho uma seleção de colaboradores que continuarão fazendo a São Sebastião brilhar. Nós somos a única escola do carnaval codoense que participou de todos os carnavais. Estamos trazendo gente nova e gente boa como o nosso Mestre de Bateria, Roberto Franklin e o segundo Mestre Sala, Diamparo. Quero agradecer o carinho de todos os amigos aqui presentes, aos diretores das outras escolas de samba que irão continuar a tradição de nosso carnaval, ao Secretário, Dr. Ricardo Torres, por essa reunião maravilha, e ao nosso prefeito Zito Rolim e a Primeira Dama, Eliene Rolim pelo grande apoio de sempre”, se despediu Ribinha Muniz.

Raphael Fernandes

Assessoria de Comunicação – Governo Municipal de Codó