Category Archives: Coroatá

Moradores de Coroatá e região serão beneficiados com 500 bolsas de estudo

Diante de um país financeiramente abalado, ingressar ou permanecer no ensino superior tornou-se um desafio ainda maior e, muitos brasileiros vêm adiando a busca pelo diploma, pois as mensalidades inteiras tendem pesar ainda mais no orçamento.

A fim de minimizar as desigualdades sociais, o programa Mais Bolsas proporciona a milhares de pessoas o acesso à educação de qualidade mediante a concessão de bolsas de estudo, com descontos de até 50% nos níveis Superior e Básico.

Os moradores de Coroatá – MA e região podem concorrer a uma das 500  bolsas que estão disponíveis para o segundo semestre de 2017. Da variedade de cursos ofertados na cidade há vagas para MBA em  Finanças Corporativas, Música, Gestão de Comércio Exterior e muitos outros que podem ser conferidos no site oficial do programa.

Para José Araújo, gerente do Mais bolsas, muitas pessoas encontram nos estudos uma forma de driblar a crise e crescer no mercado de trabalho, mas como o lado financeiro de muitos se encontra instável, o Mais Bolsas é uma ponte para facilitar a realização desse sonho.

Os interessados podem se inscrever gratuitamente no site maisbolsas.com.br, escolher a cidade, modalidade e o curso de interesse. Mais informações podem ser obtidas por meio do SAC, CHAT, redes sociais ou central de atendimento, nos telefones 4007-2209, para capitais e regiões metropolitanas, ou 0800 002 5854, para as demais localidades.

Por Jéssica Silva

Codó e Coroatá vão receber a CARAVANA EMPRESARIAL

Os municípios de Codó e Coroatá serão os próximos destinos da Caravana para o Desenvolvimento Empresarial do Maranhão, nos dias 08, 09 e 10 de agosto. O evento é uma iniciativa do Governo do Estado para o fortalecimento do empreendedorismo local, por meio de um balcão de serviços à disposição dos pequenos empresários, incluindo o programa Juros Zero.

Em dois meses do seu lançamento, o ‘Juros Zero’ já gerou R$ 2 milhões referentes a mais de 100 operações de crédito para empresários de todas as regiões do estado. O Programa garante a devolução integral dos juros sobre financiamentos feitos por empresários até o limite de R$ 20 mil. A operação é feita pelo Banco do Brasil, parceiro do programa.

Com o serviço disponível na Caravana, o empreendedor poderá ter ajuda para formar capital de giro, sem precisar arcar com os juros advindos do financiamento, que serão pagos pelo Governo do Estado para aqueles que mantiverem as prestações em dia. Além disso, possibilita o investimento em estoque e colabora no pagamento salarial dos funcionários em dia, como explica o Secretário de Estado de Governo, Antônio Nunes: “Com o programa, a oferta de bens e serviços pela empresa fica menos onerosa e os preços desses bens e serviços poderão baixar. Vamos aquecer a demanda por serviços”.

Além de Codó e Coroatá, a Caravana Empresarial atenderá comerciantes e microempreendedores de mais três municípios: Timbiras, Alto Alegre do Maranhão e Peritoró.

Ações
Os beneficiários poderão participar gratuitamente das ações que incluem consulta de processos; esclarecimento sobre licenciamento ambiental; abertura, alteração e baixa de empresas; emissão de DARF; orientações sobre os benefícios da formalização; formação do Microempreendedor Individual; e oficinas com focos em micro e pequenas empresas.

Como aderir ao ‘Juros Zero’
Os interessados em participar do Juros Zero devem possuir empresas de pequeno porte com faturamento anual de até 3,6 milhões. O proprietário de micro e pequena empresa pode solicitar financiamento de até R$ 20 mil em qualquer agência do Banco do Brasil, munido de documentação comprobatória.

Quem pagar o financiamento em dia receberá do governo logo em seguida o valor integral referente aos juros da operação de crédito. Caso o interessado não possua conta corrente de pessoa jurídica, basta requerê-la junto à instituição bancária.

SERVIÇO

CODÓ 
DIA 08
18h30 – Solenidade de abertura da 10ª edição da Caravana para o Desenvolvimento Empresarial em Codó.
Local: Auditório da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) – Av. Dr. José Anselmo, 2008, São Benedito.

DIA 09
8h – Início das atividades da Caravana, no auditório da UFMA.
Local: Av. da Bandeira, s/n, Centro.

DIA 10
8h – Início das atividades da Caravana, no Complexo Educacional.

Coroatá e mais duas cidades têm 244 botijões de gás apreendidos pelo PROCON

Após diálogo com todos os fornecedores de gás do Estado, o Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Maranhão (Procon/MA) fiscalizou, nesta última sexta-feira (21), todas as revendedoras dos municípios de Rosário, Itapecuru-Mirim e Coroatá para combater a revenda clandestina de gás, bem como coibir preços abusivos aos consumidores.

A operação Com Todo Gás, em convênio com a Agência Nacional de Petróleo (ANP), Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, apreendeu 244 botijões do produto, por irregularidades quanto ao armazenamento, padrões de segurança inadequados e ausência de licença da ANP.

De acordo com presidente do Procon/MA e do Viva, Duarte Júnior, a venda clandestina de GLP coloca em risco não só a vida de quem está comercializando, mas de todas as pessoas que estão na área de risco. A ação é resultado de inúmeras denúncias realizadas pelos consumidores do interior do Estado. Segundo as denúncias, revendedoras de mais de 10 municípios podem estar incorrendo na prática de exigir vantagem manifestamente abusiva, que ocorre quando o fornecedor eleva o preço do produto sem justa causa. Os consumidores reclamam de preços que chegaram a atingir até R$ 70,00.

Em Rosário, os fiscais do órgão apreenderam 12 botijões no Comercial JR, na Rua Dr. Câmara Lima. Já em Itapecuru-Mirim, um dos municípios que o Procon mais recebe denúncias de consumidores quanto ao preço praticado na cidade, foram apreendidos 166 botijões na Suprigás, localizada na Rua Prof. Antonio Olívio Rodrigues, que foi totalmente interditada.

No município de Coroatá, em uma residência, situada na Rua Combate, Palmeira Torta, 11 botijões foram apreendidos. Em outra residência, na Rua Maracangalha, Centro, mais 55 botijões foram apreendidos. Totalizando 66 botijões na cidade.

“Nosso objetivo é diferenciar o bom do mau empresário, orientando os primeiros e combatendo as irregularidades praticadas pelos últimos, a fim de garantir um serviço com segurança, qualidade e preços justos em todo o Estado”, disse Duarte Júnior.

Os botijões foram encaminhados para o Depositário Fiel, uma revenda autorizada, onde permanecerão à disposição da Justiça. O proprietário da revenda clandestina tem 30 dias para se regularizar, sendo que esse prazo pode ser renovado por 2 vezes, totalizando 90 dias. Somente após regularização, o fornecedor poderá reaver os produtos apreendidos.

Em junho, o presidente do Procon/MA participou de um diálogo com os revendedores de gás do Estado, em Bacabal, quando  garantiu que iria intensificar as fiscalizações para impedir que os consumidores tivessem seus direitos violados.

“Quem é legal, não teme. Por isso, procuramos essa parceria com o Procon para dar tranqüilidade aos nossos clientes”, comentou Davi Oliveira Silva, revendedor em Coroatá, que, na época do diálogo, elogiou a iniciativa do debate. “Nós reconhecemos a importância dessas fiscalizações ao consumidor, para que ele não seja lesado, mas, também, para que acabe com a revenda clandestina, que é o que a gente espera que aconteça”, acrescentou Denílson Lobo, revendedor de Chapadinha.

FONTE: PROCON/MA, por Madson Fernandes

Polícia de Coroatá volta a prender empresário flagrado com armas e cartões de aposentados

A Polícia Civil de Coroatá prendeu na manhã deste domingo (04) o empresário Francisco Reis Lima, conhecido na cidade como Chico do Bena, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva.

O empresário já havia sido preso em flagrante no dia 24 de maio pelos crimes de posse irregular de arma de fogo e munição e por retenção de cartões magnéticos de idosos encontrados em sua farmácia. Chico do Bena pagou fiança de 25 salários mínimos e foi colocado em liberdade.

Após a prisão, a polícia ouviu cerca de 50 pessoas que tiveram seus cartões retidos, as quais afirmaram que o empresário emprestava dinheiro a juros exorbitantes e os cartões ficavam para garantir o pagamento das dívidas, caracterizando agiotagem.

Em poder dos depoimentos, a polícia civil solicitou a prisão preventiva de Chico do Bena a fim de garantir a ordem pública.

Nesta segunda-feira (5), o delegado Cláudio Mendes concederá entrevista coletiva à imprensa para explicar os detalhes da prisão de Chico do Bena.

Texto da Polícia/ publicado via whatsApp

COROATÁ – Empresário é preso com 150 cartões de idosos

A Polícia Civil de Coroatá na manhã de hoje (24.05.2017), em cumprimento a Mandado de Busca e Apreensão, efetuou a prisão em flagrante delito de FRANCISCO REIS LIMA, conhecido por “CHICO DO BENA”, pois em sua farmácia, localizada no Centro de Coroatá, foram encontrados cerca de 150  cartões de magnético de idosos com suas senhas, além de um revólver calibre 38, uma espingarda calibre 36 e 21 munições de calibre 38.

Fotos enviadas pela PC/Coroatá

O mesmo foi autuado pelo Crime de Retenção de Cartão magnético de idosos e posse irregular de arma de fogo. “CHICO BENA” vinha sendo investigado há aproximadamente dois meses, tendo em vista inúmeras denuncias de idosos contra o mesmo.

Na operação também foi preso GILSON CORDEIRO, segurança do CHICO DO BENA, pois o mesmo portava uma arma de fogo ilegal.

Texto e fotos – Polícia Civil de Coroatá

Capitão Ricardo Carvalho comandará 24º Batalhão sediado em Coroatá

O secretário de Estado da Segurança Pública (SSP), Jefferson Portela, esteve em Coroatá nesta sexta-feira (19) para dar posse ao novo comandante do 24° Batalhão da Polícia Militar no município. Reassume o comando o capitão Ricardo, que já foi comandante do batalhão.

Capitão Ricardo de Carvalho novo comandante do Batalhão

“O governador incorporou 3 mil policiais no quadro da Polícia Militar. Os investimentos continuam. O governo está dando a resposta à sociedade. Para Coroatá virá mais policiais para fortalecer a tropa”, destacou o secretário Jefferson Portela ao enumerar os investimento do governo do Estado na Segurança Pública.

O secretário, durante a solenidade, também falou sobre a obra da delegacia, cuja reforma está andamento. “Coroatá terá um delegacia de qualidade, tanto na questão do prédio físico, quanto no aprimoramento do funcionamento”, afirmou.

ASCOM/Estado

COROATÁ – Preso com R$ 143.000,00 e muitas armas diz que tudo era pra “caçar passarinhos”

A polícia chegou à casa de Roberto Lacerda Parga Santos, de 43 anos,  depois de um mês de investigação e não errou o dia quando decidiu prendê-lo, sábado.

Encontraram em seu poder 14 espingardas, uma delas do tipo escopeta calibre 12. Havia dois revólveres 38 com numeração raspada, além de 262 munições dos mais diversos calibres de armas de fogo.

Mesmo diante de tudo isso, o delegado de Coroatá, Claudio Mendes disse que o preso deu a seguinte explicação.

“Ele diz que essas armas era pra caçar passarinhos, afora uma espingarda calibre 12 se acertar um passarinho ele não vai pegar  nunca esse passarinho porque vai desaparecer, é uma arma letal e revólver também não se caça passarinho”

Lacerda `era de minhas economias`

Na casa uma das coisas que mais chamaram a atenção dos policiais foi uma mochila que continha nada menos que R$ 143.000,00.

Ao delegado,   o preso disse que todo este dinheiro provém de suas economias, mas Cláudio Mendes entende que, mais uma vez, a explicação não condiz com a realidade financeira de Lacerda, como é mais conhecido em Coroatá.

“Ele trabalha numa financiadora aqui e proprietário desse bar e, pelo que ele ganha nos rendimentos dele, não há possibilidade de ter essa quantidade de dinheiro em casa, então esse inquérito policial vai chegar à origem desse dinheiro, de ele é proveniente”

COROATÁ – Amigos interditam rua com fogo em protesto contra morte de jovem

Amigos e familiares do jovem Leandro Machado que foi morto por um disparo de arma de fogo na madrugada de sábado para domingo (5), no centro de Coroatá, fecharam a rua onde fica a casa do rapaz, em protesto pela morte do mesmo.

Foto do Coroatá On Line

Populares relataram ao Coroatá Online que há pessoas armadas no local.

Os moradores estão em pânico deste a madrugada quando ocorreu o crime. Segundo informações que chegaram até a nossa redação, amigos do “Miúdo”, como era conhecido a vítima, tentaram matar uma garota, acusando-a de ter participação no assassinato.

A jovem teria “armado a casa”, uma gíria usada quando alguém é levado para ser morto. A informação não foi confirmada pela polícia.

PM de Coroatá esteve na rua da confusão

Até o momento ninguém foi preso.

FONTE: Coroataonline.com.br

CRUELDADE: Caso de criança de Coroatá que precisa de UTI continua sem resposta das autoridades

O caso da criança Maria Vitória da Silva Salazar tem comovido muitos corações  Maranhão afora, menos os das autoridades de saúde que deveriam ser os primeiros a serem tocados pela tristes história de luta pela vida desta menina.

Ela nasceu com uma grave doença do coração e desde então luta para não morrer. Está, desde que nasceu em 31 de outubro de 2016 internada no Macrorregional de Coroatá, mas precisando urgentemente ser transferida para uma UTI em São Luís, o problema é que nunca surge uma vaga.

O caso já foi parar na JUSTIÇA. O competente advogado codoense, Dr. Hômulo Buzar, conseguiu, por meio de uma ação, a ordem judicial para a internação da garota, mas nem mesmo isso ajudou. Vitória continua em Coroatá até o fechamento desta reportagem.

Segue abaixo os dados que estão circulando nas redes sociais mobilizando pessoas do povo, advogados e jornalistas em torno deste sofrimento:

………………………………………………………..

Maria Vitória da Silva Salazar – Data de nascimento: 31/10/2016

Nome dos pais: Suane Lopes da Silva e Jocilvan da Silva Salazar

Cardiopatia Congênita: CIA, CIV e Estenone Pulmonar.

Maria Vitória encontra-se internada, desde seu nascimento, na UTI Neo Pediátrica do Hospital Macrorregional de Coroatá/MA. Ela necessita, URGENTEMENTE, ser transferida para o Hospital Infantil Dr. Juvêncio Mattos ou outro que disponha de suporte cardiopediátrico e realize cirurgia cardíaca pediátrica

50º LUGAR no Maranhão: Codó é a cara da pobreza

Com a colaboração do timbirense Flávio Almeida pudemos avaliar, ainda que superficialmente, a posição de Codó em relação à tudo que produz, o chamado PRODUTO INTERNO BRUTO.

De Acordo com o Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (IMESC), nós codoenses, ocupamos a cadeira de número 50, numa fila que tem 217 (número de municípios no Maranhão).

É de chorar, somos a sexta maior população (já chegamos a ser a quarta, aí despencamos), consequentemente isso nos deixa na posição de 6º maior município do Maranhão e em vez de sermos igualmente, ou equivalentemente, ricos, figuramos na fileira dos 50 menos pobres, o que é uma lasqueira quase incompreensível.

Acho que é por isso que tudo com maior porte que é instalado aqui QUEBRA ou fecha as portas, vai embora (Concessionárias de carro, restaurantes, grandes lojas de departamento, etc…).

Nossa economia vive aos frangalhos e  gira em torno dos empregos da prefeitura e dos lojistas (graças a Deus que ainda tem isso). A indústria nunca passou de 3 no município (FC, NASSAU, FIGUEIREDO).

A pecuária nunca atingiu 100.000 cabeças de gado (quando chega aos 90 mil, cai para 80 de novo e morre aí mesmo).

A agricultura É A DO TOCO (sem mecanização e só para comer no resto do ano). Somado à isso temos grande número de desempregados, grande número de analfabetos (mais 38% da população, segundo o IBGE) e uma juventude em idade produtiva  viciada em internet da turma do ‘NEM NEM’ (Nem estuda, nem trabalha e tem raiva de quem faz isso).

VEJA OS NÚMEROS QUE MOSTRAM O QUANTO SOMOS GRANDE, PORÉM IGUALMENTE POBRES:

Tabela 8 – Ranking do PIB per capita a preço de mercado corrente, população, e área dos municípios. Ano de 2014 (IMESC)

MUNICIPIO POSIÇÃO PIB per

capita (R$)

POPULAÇÃO ÁREA m2
Tasso Fragoso 97.387 8.219 4.383
Sto. Ant. Lopes 58.210 14.270 771
Sambaíba 33.450 5.546 2.479
Codó 50º 7.802 119.962 4.361
Chapadinha 58º 7.335 76.972 3.247
Afonso Cunha 119º 5.807 6.277 371
Coroatá 139º 5.524 63.497 2.264
Timbiras 213º 4.158 28.442 1.487
Penalva 214º 4.135 36.899 769
Satubinha 215º 4.134 13.231 442
Cajapió 216º 3.875 10.876 909
Nina Rodrigues 217º 3.808 13.746 573

O PIB é o total dos bens e serviços produzidos pelas unidades produtoras residentes sendo, portanto, a soma dos valores adicionados pelos diversos setores acrescidos dos Impostos, líquidos de subsídios, sobre produtos não incluídos na valoração da produção.

Por outro lado, o PIB é igual à soma dos consumos finais de bens e serviços valorados a preço de mercado sendo, também, igual à soma das rendas primárias. Pode, portanto, ser expresso por três óticas:

  1. a) do lado da produção – o PIB é igual ao valor da produção menos o consumo intermediário mais os impostos, líquidos de subsídios, sobre produtos não incluídos no valor da produção;
  2. b) do lado da demanda – o PIB é igual à despesa de consumo final mais a formação bruta de capital fixo mais a variação de estoques mais as exportações de bens e serviços menos as importações de bens e serviços;
  3. c) do lado da renda – o PIB é igual à remuneração dos empregados mais o total dos impostos, líquidos de subsídios, sobre a produção e a importação mais o rendimento misto bruto mais o excedente operacional bruto.

Tabela enviada por Flavio Almeida

http://imesc.ma.gov.br/portal/Post/view/29/118