Category Archives: Coroatá

CASO FRANCKNILTON: Falta de delegado em Coroatá atrapalha investigação de desaparecimento de jovem de 27 anos

Uma família moradora da Vila Vavá, rua do Cajueirinho,  cidade de Coroatá, está vivendo um drama. O filho, Francknilton Ribeiro Mourão Mendes,  de 27 anos, saiu na noite do dia 1º de dezembro, por volta de 8h da noite,  e desapareceu.

O pai, Francisco, entrevistado pelo jornalista Antonio Silva, do programa COROATÁ NA TV, afirmou que pelo comportamento de Francknilton é impossível que ele fique tanto tempo sem comunicação sem que algum motivo grave lhe impeça.

Disse que já iniciou uma investigação por conta própria e que está tendo dificuldades porque Coroatá não tem delegado titular respondendo atualmente na delegacia da cidade.

Qualquer informação ZAP 98112-9995. Veja a matéria com o jornalista Antonio Silva, de Coroatá.

FISCALIZAÇÃO: Vigilância Sanitária de Coroatá realiza operação Natal e Ano-novo

Pela segunda semana consecutiva fiscais da Vigilância Sanitária de Coroatá estão visitando mercearias e supermercados na chamada Operação Nata e Ano-novo.

O objetivo principal é fiscalizar produtos desta época nas prateleiras, mas eles acabam estendendo um pouco mais conforme nos explicou o fiscal sanitário Jorge Antonio Conceição Lopes.

 “Sempre a gente procura o máximo é olhar a validade dos produtos saber se tá mesmo em dia, em termos de limpeza e higiene, como vai colocar os produtos na prateleira em termos de organização pra separar o lado de limpeza com protudos, de alimentos, isso que a gente procura mais (…) agora no Natal sempre a gente procura mais é dá uma olhada mais na validade dos produtos tipo Panetone”, disse

Consumidores como a professora Eva Gomes  entendem que a presença da fiscalização no comércio traz segurança.

 “Com certeza, chegar num ambiente e ver tudo limpo, tudo dentro da validade certa é bem mais provável que seja sadio pra gente porque eu mesma já comprei alimento vencido, que não observei, quando cheguei em casa o alimento tava vencido…A VIGILÂNCIA PASSANDO PRIMEIRO? Com certeza não vai ter alimento vencido nas prateleiras”, afirmou a educadora.

A maioria dos empresários também considera relevante a fiscalização.

 “Rapaz é muito bom porque tem muita gente que vende as coisas já passadas aí olhando fica melhor, verificando fica melhor”, destacou o empresário supermercadista Aldo  Flôr

Esta fiscalização  só no bairro Trizidela já visitou mais de 35 estabelecimentos e deve se estender ao restante  da cidade de Coroatá.

O diretor da Vigilância Sanitária do município,Hálisson Wanderley, explicou que eles também buscam proteger a saúde pública com esta operação, por isso até mesmo pequenos comércios da periferia de Coroatá serão fiscalizados.

“Isso é uma operação que vai se estender tanto na Trizidela quanto no centro e nas periferias para que as pessoas, de forma geral, possam comprar um produto de qualidade, que esteja inspecionado pela Vigilância Sanitária”, garantiu

COROATÁ: Jornalista Leandro de Sá arrenda Sistema Cidade de Comunicação e conquista confiança do público

O Sistema Cidade de Comunicação é composto por rádio FM e TV. A TV Cidade é uma das primeiras emissoras no interior do Maranhão a implantar o sinal digital e conta com uma estrutura de ponta e com equipamentos modernos.

Atualmente a televisão conta com dois programas diários, o carro chefe da casa é o Conexão Cidade que vai ao ar de meio dia as 13h20 de segunda a sexta com o apresentador  Leandro de Sá. O programa tem os moldes de Cidade Alerta apresentado na Record Nacional.

Das 18h às 19h tem o Elphoria, apresentado por Alef Iago, o programa mostra matérias jornalísticas, humor e entretenimento.

A rádio Geração Jovem FM tem uma programação dinâmica e inteligente e leva ao ar programas musicais e jornalísticos  deixando o ouvinte bem antenado nos acontecimentos da região.

O Sistema Cidade de Comunicação, antes comandado por Ricardo Murad, agora está sob o comando do jovem apresentador de TV e blogueiro, Leandro de Sá.

Leandro de Sá, é graduado em Pedagogia,  pós-graduado em Marketing e já tem uma longa experiência passando por emissoras do Maranhão e Piauí como a rede Meio Norte de Teresina.

Já há alguns meses em Coroatá, Leandro de Sá, ganhou a confiança dos moradores com seu jeito sério e dinâmico de trabalhar e agora tem nas mãos um sistema poderoso de comunicação e uma responsabilidade triplicada, onde tem não somente sobre seus ombros a responsabilidade de administrar empresarialmente  o sistema, mas também de liderar pessoas de sua equipe.

O Sistema antes visto com olhares mais relacionados à política praticada por  Ricardo Murad já está sendo  vista com a imparcialidade que todo veículo necessita para conquistar a credibilidade de telespectadores e ouvintes.

Parabéns ao meu amigo pela iniciativa, que sejas abençoado neste novo desafio.

COROATÁ – Ministério Público questiona descumprimento da Lei de Inclusão da Pessoa com Deficiência

O Ministério Público do Maranhão ajuizou Ação Civil Pública com pedido de tutela de urgência, em 5 de outubro, contra o Município de Coroatá, por descumprir a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Lei nº 13.146/2015). A manifestação é assinada pelo promotor de justiça Luís Samarone Batalha Carvalho.

A Promotoria de Justiça requereu ao Poder Judiciário que condene a Prefeitura de Coroatá a fazer levantamentos e elaborar os relatórios circunstanciados sobre o cumprimento dos prazos estabelecidos na Lei nº 10.048/2000 e Lei nº 10.098/2015 que tratam, respectivamente, sobre atendimento prioritário e acessibilidade.

Desde 2016 o Município de Coroatá deveria ter elaborado os documentos e enviá-los ao Ministério Público, mas nada foi feito. Diante da omissão, o MPMA encaminhou Recomendação solicitando os relatórios e, mais uma vez, não obteve retorno do Executivo municipal.

“O prejuízo às pessoas com deficiência é evidente, porque sem relatório não se sabe o que não está de acordo com as regras de acessibilidade e atendimento prioritário nem o que os órgãos públicos estão a providenciar”, afirmou, na ACP, Luís Samarone Carvalho.

Os relatórios devem conter as seguintes modalidades de acessibilidade: arquitetônica, comunicacional, serviços, educacional e digital.

Em relação à parte arquitetônica, devem ser informados os prédios, vias, praças, parques, jardins, espaços públicos, banheiros, calçadas e unidades habitacionais acessíveis. Na área de comunicação, precisam ser informados se existem livros em braille, sinalização tátil e sinalização sonora nos semáforos.

O Ministério Público quer averiguar, ainda, se existe apoio escolar para estudantes com necessidades educacionais especiais, professores capacitados em Libras, material acessível, salas multifuncionais e projetos pedagógicos. Essas informações precisam ser enviadas nos relatórios da área educacional.

No mesmo sentido, o relatório da área digital, sob a responsabilidade do Município de Coroatá, precisa demonstrar se os sites e portais têm recursos de acessibilidade, janelas de Libras, ledores de tela, navegador textual e com voz, ampliador de tela, dentre outros recursos.

PEDIDOS

O MPMA pediu à Justiça que condene o Município de Coroatá a fornecer os relatórios discriminados da seguinte forma: secretarias municipais e entidades vinculadas (escolas, hospitais, postos de saúde, ginásios, estádios, abrigos, praças, pólos de lazer etc); autarquias; empresas públicas; entidades subvencionadas que prestam serviços públicos (hospitais filantrópicos); fundações; agências reguladoras; instituições financeiras, no prazo máximo de 120 dias, sob pena de pagamento de multa no valor de R$ 2 mil, por dia de atraso.

Também foi pedida a condenação do Poder Executivo em demonstrar as rubricas orçamentárias da Lei Orgânica da Assistência Social (Loas), por unidade administrativa, destinadas à inclusão e acessibilidade em geral, no prazo máximo de 60 dias, sob pena de pagamento de multa no valor de R$ 2 mil, por dia de atraso. Caso não tenha sido feito, condená-lo a incluir nas próximas Loas as rubricas orçamentárias, sob pena de pagamento de mesma multa.

Redação: Johelton Gomes (CCOM-MPMA)

COROATÁ | Dois acusados de homicídio são condenados em Júri Popular

A 2ª Vara de Coroatá realizou nesta segunda-feira (2) uma sessão do Tribunal do Júri na comarca, tendo como réus Francisco Bezerra da Silva e Maycon Guimarães Melo, acusados de homicídio praticado contra a vítima Edmilson Clemente Alves da Conceição. Os réus foram considerados culpados pelo Conselho de Sentença e Francisco Bezerra recebeu a pena de 12 anos de reclusão. Já o réu Maycon Guimarães recebeu a pena de 14 anos de prisão, ambas a serem cumpridas inicialmente em regime fechado.

O juiz Francisco Ferreira de Lima, auxiliar da Comarca da Ilha, foi designado para presidir a sessão do Tribunal do Júri, realizada no Fórum de Coroatá, onde atuou até o mês de setembro. De acordo com o inquérito da polícia, o crime ocorreu em 19 de junho de 2017, na Rua Benjamin Constant, na Beira-Rio.

A denúncia relatou que os dois homens teriam assassinado Edmilson por espancamento e tijoladas, caracterizando como homicídio qualificado, praticado por meio cruel. Após o fato, uma testemunha relatou à polícia que horas depois do crime, o acusado Francisco Bezerra teria chegado em um bar no Bairro Cohab vestindo roupas manchadas de sangue.

Francisco Bezerra teria ficado nervoso quando perguntado se ele era o autor de um crime praticado contra um idoso naquela manhã. Ele disse que estava vindo do mercado, daí as manchas de sangue na sua roupa.

A testemunha desconfiou e, então, informou aos policiais sobre o ocorrido. Ato contínuo, a polícia foi até o bar e lá encontrou Francisco Bezerra que, após ser interrogado, assumiu a autoria do crime, afirmando que teve a ajuda de Maycon Guimarães. Maycon, inclusive, também confessou à polícia ter participado da morte de Edmilson.

Testemunhas afirmaram ter visto os dois acusados na companhia da vítima, algumas horas antes do crime, juntos em uma festa. Conforme a sentença, os dois homens estão presos.

Assessoria de Comunicação/ Corregedoria Geral da Justiça do Maranhão

Mulher é flagrada com 28 papelotes de maconha na vagina para entrega em presídio de Coroatá

A Polícia Civil do Maranhão, através da Delegacia de Coroatá, com o apoio do setor de inteligência da Unidade Prisional de Coroatá, após representação da autoridade policial titular da delegacia de Coroatá Eduardo Luís, deu cumprimento à decisão judicial que autorizou realização de Busca Pessoal em 5 mulheres que iriam visitar familiares no presídio, em razão de informações de que tais mulheres estavam levando drogas para o interior do presídio nos momentos de visitas.

As quatros suspeitas foram conduzidas ao Hospital, onde foram submetidas a exames de imagem e constatou-se a presença de 28 porções de substâncias, assemelhadas a maconha nas genitália de SILVÂNIA DA CUNHA DOS SANTOS.

 Após a constatação da droga, a suspeita foi conduzida à Delegacia local, onde está sendo autuada por Tráfico de Drogas pelo delegado plantonista Gilvan Lucas.

FONTE: ASCOM Polícia Civil/Coroatá

COROATÁ – Projeto Ler, Escrever e Pensar é lançado no município

O Ministério Público do Maranhão fez o lançamento, na manhã da última sexta-feira, 24, o projeto “Ler, escrever e pensar: conscientizar para transformar “, na quadra da Academia Pública de Coroatá. O evento reuniu autoridades, gestores, professores e estudantes.

O projeto tem como objetivo principal despertar a consciência crítica de alunos das redes públicas de ensino, por meio da leitura, tendo como foco o combate à corrupção. Em Coroatá, participam do projeto, em 2018, estudantes do ensino médio.

Do MPMA, estiveram presentes as promotoras de justiça Maria José Lopes Corrêa (idealizadora do projeto); o titular da 2ª Promotoria de Justiça de Coroatá, Luís Samarone Batalha Carvalho; e o diretor da Secretaria para Assuntos Institucionais (Secinst), Marco Antonio Santos Amorim, que representou o procurador-geral de justiça, Luiz Gonzaga Martins Coelho.

Na abertura do evento, o diretor da Secinst proferiu uma palestra sobre a corrupção e suas consequências. “A escola é o melhor ambiente para debater esse tema, já que é na escola que estamos formando a nova geração de cidadãos brasileiros”, disse Marco Antônio Amorim. “Precisamos de uma mudança efetiva em nosso comportamento. São pequenas atitudes cotidianas que farão a diferença na vida em sociedade”, finalizou.

Este ano, o livro adotado pelo projeto é “Ética e vergonha na cara”, de Mário Sérgio Cortella e Clóvis de Barros Filho. Os alunos participantes da campanha devem ler o livro e escrever uma redação inspirada na obra. Após a leitura, os estudantes têm prazo de um mês para entregar os textos para o concurso de redação.

As três melhores redações serão premiadas, respectivamente, com um smartphone, um tablet e um notebook. Os prêmios serão concedidos pela Secretaria de Estado da Educação, parceira do “Ler, escrever e pensar”.

Durante a solenidade, a promotora de justiça Maria José Lopes Corrêa ressaltou a importância das parcerias institucionais para a execução do projeto e explicou os detalhes e as fases do “Ler, escrever e pensar”. Uma das etapas iniciais do programa é a apresentação de palestras e a realização de debates, nas salas de aula, sobre as consequências negativas da corrupção e as formas de combatê-la.

Também acompanharam a solenidade o presidente da Câmara Municipal de Coroatá, vereador Josean Veras; o superintendente de Ensino do Município de Coroatá, Henrique Augusto Araujo da Silva.

Redação: CCOM-MPMA

Roseana e Ricardo Murad anunciam que abrirão campanha 2018 em Coroatá

Num vídeo publicado via whatsApp a pré-candidata Roseana Sarney e o ex-secretário estadual de saúde, Ricardo Murad, anunciam que abrirão campanha em Coroatá.

“Quero avisá-los também que nós resolvemos fazer o comício de abertura aí em Coroatá porque nós precisamos de pessoas entusiastas, de pessoas que participem da nossa campanha para nos dá força e passar energia dessas pessoas por isso nós vamos iniciar a nossa campanha aí em Coroatá”, diz Roseana

Os dois não falam em datas.

Vigilância Sanitária de Coroatá fiscaliza frutarias combatendo a bactéria Salmonella

Técnicos da Vigilância Sanitária de Coroatá estão inspecionados frutarias hortifrúti. Você pensa que SALMONELLA vem apenas de ovos e aves? saiba que grande parte dos surtos alimentares causados por esta bactéria tem origem no consumo de frutas e verduras consumidos crus, sem lavar.

Cuidado com os hortifrutis comprados já fracionados.  Verifique se foram previamente higienizados antes do corte.

Hortifruti – Medidas de higiene e de conservação previnem a contaminação dos alimentos por microorganismos que podem afetar a sua qualidade e causar danos à saúde do consumidor. Colabore com a vigilância sanitária para proteção da sua saúde.

Observe se as instalações, os funcionários e os alimentos estão adequados.

  • Área limpa, sem presença de insetos (moscas, baratas), roedores (ratos) ou de animais.
  • Bancadas de exposição dos alimentos, balanças, cestas e carrinhos de compras em boas

condições de conservação e de higiene.

  • Lavatório para as mãos dos clientes provido de sabão líquido e toalha descartável.
  • Funcionários com uniforme limpo.
  • Caixas com frutas, legumes e verduras não colocadas diretamente sobre o piso.
  • Alimentos não estocados sobre jornal ou papelão.

Atenção:

  • Escolha frutas, legumes e verduras sem partes podres, amassadas, manchas, rachaduras, furos, sujidades e insetos.

Secretária de Saúde

VigilânciaSanitáriaCoroatáPresenteDiaDiaCoroataenses

ASCOM – CoroatáParaBemTodos

COMEÇA DIA 23 – Confira as atrações musicais do SÃO JOÃO DE COROATÁ

O grande São João de Coroatá vai começar dia 23 de junho e só termina dia 1º de julho com grandes atrações musicais, confira abaixo.