Category Archives: Geral

Chiquinho Oliveira entrega motocicletas do 11º Show de Prêmios

11º Show de Prêmios FC

O empresário Francisco Carlos de Oliveira fez a entrega dos prêmios a quatro, dos cinco ganhadores, na tarde desta segunda-feira (02), no prédio da FC Motos. O Show de Prêmios foi realizado no sábado (31), ao vivo pela FCtv – canal 3.

Rosane recebe a moto

Confira abaixo, nome, endereço e descrição do prêmio que cada um recebeu.

1º YBR 125 FACTOR K – Delícia de Menezes da Cruz, rua da Veneza, N. 1944, bairro São Pedro, Codó

2º YBR 125 FACTOR E – Wadison Cardoso da Silva, Trav. Rio de Janeiro, n. 162, bairro São Francisco, Codó

3º CRYPTON ED – Rosane Araújo de Sousa, rua Renato Archer, 1296, bairro Santa Terezinha, Codó.

Delícia recebe as chaves

4º XTZ K – Wermeson da Silva Santos, rua Walter Zaidan, 141, Santo Antonio, Codó

5º XTZ E – Washington Costa Coêlho, Av. 1º de Maio, 3318, São Sebastião, Codó

Dos ganhadores relacionados na lista, somente Wadison Cardoso da Silva, contemplado com o 2° prêmio, não recebeu ainda a moto, uma YBR – 125, da Yamaha. Wadison está viajando, mas assim que retornar pode comparecer na FC Motos para receber o prêmio, ou poderá encaminhar procuração em nome de um familiar.

Fonte: portalfc.com

Notícia Boa: Réveillon de Codó foi com pouco acidente e sem mortes no trânsito

A virada do ano contrariou as expectativas do codoense acostumado a ver grande número de acidentes por causa da mistura de álcool e condução, principalmente, de motocicletas nas ruas da cidade

Dados do SAMU mostram os atendimentos que foram feitos no último dia de 2011 e no primeiro dia do novo ano, incluindo ferimentos feitos por armas brancas e de fogo e acidentes de trânsito.

SAMU ATENDIMENTO

Nos dois dias o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência atendeu à 40 ocorrências. Destas,

  • 4 apenas foram por ferimento resultante de arma branca.
  • 6 casos foram de acidentes de Trânsito, três em cada dia, nenhuma morte.

POPULAÇÃO GOSTOU

Nas ruas a população achou positivo o resultado, o vendedor, Francisco das Chagas Silva, gostou e comemora com certa alegria o resultado do réveillon.

Bom demais, acho que o pessoa bebeu menos, né, acho que é porque o dinheiro tinha acabado no Natal né”, disse sorrindo

Mas há também aqueles que agem de forma mais exigente, na opinião do motorista Sebastião Gomes o número de acidentes deveria ter sido zero, algo, perfeitamente, possível, se mais pessoas se conscientizassem de algo muito importante quando o assunto é trânsito.

“Deveria ter sido zero, não deveria ter acontecido nenhum acidente…porque álcool com direção não combina, as pessoas tem que se conscientizar e procurar não dirigir alcoolizado”, argumentou

Agerp Cocais garante assistência técnica à beneficiados com sementes de Roseana

Feliciano Marques

O Chefe do Escritório Regional da AGERP Cocais, Feliciano Marques, foi entrevistado pelo blogdoacelio quando da entrega de 97 toneladas de sementes selecionadas de arroz e milho para agricultores de Codó, Timbiras, Coroatá, Peritoró, Alto Alegre do Maranhão e São Mateus.

As sementes foram enviadas pela governadora Roseana Sarney.

“São 97.000 quilos que vão ser distribuídos nos municípios que pertencem a nossa regional através das secretarias de agricultura e outras entidades vão receber também que são sindicatos, associações, comunidades quilombolas também vão ser beneficiadas. O objetivo do governo do Estado é chegar mais rápido ao agricultor, onde eles possam, de maneira, cultivar essa cultura que é do milho e do arroz e tenham resultado positivo”, disse Feliciano

Sobre assistência técnica, o chefe do escritório regional garantiu que os agricultores dos seis municípios terão o acompanhamento dos técnicos e agrônomos da Agerp.

“Depois dessa entregue o agricultor, se houver necessidade, nos procure, se tiver dificuldade em plantar que eu acredito que não tenha, mas a gente vai dar esse acompanhamento, que a s vezes aparece pragas, procure os técnicos a Agerp que a gente vai até o agricultor pra resolver esse caso das pragas ou até ensinar de uma maneira que tenha uma produção maior. Os técnicos da Agerp vão dá todo acompanhamento”, garantiu

Alto Alegre do MA pode ganhar mais 5 patrulhas mecanizadas em 2012

José Patrício Oliveira

O agrônomo, José Patrício Oliveira, é o chefe do escritório da Agerp de Alto Alegre do Maranhão. O homem que cultiva o sonho de mecanizar a agricultura do município que ele considera, entre outras coisas, bem localizado e promissor.

“É um município bem localizado, eu costumo dizer que ele fica entre duas capitais, de dois Estados, Teresina e São Luís, e é promissor o município, pela agricultura, que nossa principal cultura é o arroz, mas nós estamos intensificando outras culturas, abrindo novos horizontes para nosso agricultor trazendo cursos através do Senar de agricultura, olericultura, de operadores de tratores”, disse ao blogdoacelio

MECANIZAÇÃO DA AGRICULTURA

De acordo com José Patrício, Alto Alegre do Maranhão possui 32 associações de produtores rurais. O que é produzido tem venda garantida por causa de programas de governo que absorvem esta produção, a exemplo do Programa Nacional de Alimentação Escolar, e outros que incentivam os agricultores como o Programa Nacional da Agricultura Familiar, o Mais Alimentos e o Agroecológico.

Agora ele quer o máximo de patrulhas agrícolas mecanizadas, a exemplo da que já existe no povoado Morro do Angico, onde moram 72 famílias, todas já produzindo. Mais cinco comunidades vivem a expectativa de ganharem suas patrulhas agora em 2012: Mangueira, Triângulo do Sete, Caxuxa, Altamira, Baixinha e Centro dos Novatos.

“Já está em estudo, já está em andamento e nós esperamos que o NEP nos atenda, por quê? Porque é nosso sonho de mecanizar todo o nosso município porque nós não temos mais espaço para a roça no toco, então nós temos que mecanizar e fazer a correção do solo”, afirmou Patrício

Confira o nome dos ganhadores do 11º Show de Prêmios FC Oliveira

Chiquinho Oliveira e Rosane

Confira o nome dos ganhadores do 11º Show de Prêmios FC Oliveira:

1º YBR 125 FACTOR K – Delícia de Menezes da Cruz, rua da Veneza, N. 1944, bairro São Pedro, Codó

2º YBR 125 FACTOR E – Wadison Cardoso da Silva, Trav. Rio de Janeiro, n. 162, bairro São Francisco, Codó

3º CRYPTON ED – Rosane Araújo de Sousa, rua Renato Archer, 1296, bairro Santa Terezinha, Codó.

4º XTZ K – Wermeson da Silva Santos, rua Walter Zaidan, 141, Santo Antonio, Codó

5º XTZ E – Washington Costa Coêlho, Av. 1º de Maio, 3318, São Sebastião, Codó

Programação da Virada: Codoenses vão comemorar o réveillon com muito forró

Quem está se preparando para comemorar o réveillon fora de casa e com muita gente por perto em Codó já pode preparar a roupa de sua escolha, os familiares que o acompanharão e os amigos, claro. Para estes, duas grandes atrações estão sendo preparadas.

A primeira delas acontecerá no Corredor da Folia. A Prefeitura contratou duas atrações para a virada do ano – Banda Xamego Quente e Forrozão Tropikália.

De acordo com informações da assessoria de comunicação, a festa começa a partir das 21h, com Xamego Quente. À 00H, haverá a apresentação de um coral da cidade, a saudação do prefeito Zito Rolim desejando um feliz ano novo e em seguida a queima de fogos que deve durar, segundo o assessor Marcelo Coêlho, entre 10 a 15 minutos.

FRUTA NA AABB

Os fãs da banda Fruta Nativa poderão curtir a virada do ano ao som da mais copiada com Paixão, Vinil, Mel, Mary, Adean e companhia. De acordo com a assessoria da Banda, a festa está prevista para começar às 22h.

Félix, o empresário, garante 5 horas de forró com parada apenas para a famosa contagem regressiva para a chegada do ano novo. É possível que os fãs também possam conhecer um pouco do repertório preparado para o carnaval de 2012 – um pouco do Fruta Elétrico.

Vale a pena. Escolha a sua festa e brinque na paz.

Feliz 2012 pra todo mundo.

MEGA DA VIRADA: Saiba como investir os 170 milhões que você pode ganhar neste sábado

Mega da Virada

Começar 2012 com a “difícil” tarefa de decidir como investir os milhões ganhos na Mega da Virada pode ser um fardo pesado demais. Para ajudar um eventual apostador que leve sozinho o prêmio previsto em R$ 170 milhões, o G1 consultou analistas de mercado para orientar o sortudo a tentar garantir uma aposentadoria tranquila. Aposentadoria dos netos, claro, porque a dele já está bem encaminhada.

“A primeira coisa que a pessoa precisa fazer é imediatamente colocar na poupança, não pode perder um segundo. Depois, senta com calma, respira e aí começa a pensar exatamente o que vai fazer com ele”, diz o analista internacional Jason Vieira, da Cruzeiro do Sul Corretora. “Só nesse período vai ter R$ 1 milhão a mais [em um mês].”

O sorteio da Mega da Virada será realizado às 20h de sábado (31), com transmissão ao vivo pela tevê. As apostas podem ser feitas até as 14h (horário de Brasília) do dia do sorteio, segundo a Caixa Econômica Federal.

1. Consultores indicam viagem para planejar futuro e se acostumar com condição de milionário

Prepare a sua mente
De cara, o ganhador pode lançar mão de um recurso que está na moda – tirar um período sabático. “Dá para viver um ano inteiro sem fazer nada, só curtindo bem a vida e pensando em como trabalhar esse dinheiro”, diz Vieira.

Um “retiro” para se isolar por uns dias e adaptar a mente à nova condição milionária também é recomendação do educador financeiro Antonio De Julio, da Moneyfit.

“Pegaria eu, minha esposa, uns R$ 30 mil, e faria uma viagem para um lugar bem isolado. Ia me preparar para aceitar esse dinheiro. Iria para um lugar com bem pouca gente, sem movimento, para aceitar que eu sou milionário. Ia preparar minha mente para não fazer besteira”, aconselha De Julio.

2. Investir parte do prêmio na poupança é básico: R$ 50 milhões renderiam R$ 250 mil por mês

Escolha aplicações
Mas, como vida de milionário também não é assim tão fácil, vai chegar a hora de o feliz ganhador da Mega da Virada decidir o que fazer com o dinheiro.

“Não pode começar a gastar como um emir da Arábia, porque ele ganha isso por mês com petróleo”, brinca Vieira. “Eu faria três coisas com esse dinheiro: primeiro seria colocar R$ 100 milhões no DPGE [Depósito a Prazo com Garantia Especial] – uma modalidade de renda fixa do governo que rende um pouco mais do que a média e tem nível grande de garantia pelo FGC [Fundo Garantidor de Créditos]”.

Para garantir a “subsistência”, Vieira colocaria R$ 50 milhões na poupança. “Se considerar que rende, em média, 0,5%, isso equivale a R$ 250 mil por mês.” Portanto, esses R$ 250 mil seriam usados para os gastos diários.

3. Títulos da dívida pública ou fundo de renda fixa podem concentrar maior parte do valor

Dos R$ 20 milhões restantes, R$ 10 milhões cobririam os gastos com eventuais necessidades de consumo imediato – como a compra de imóvel e carro – e para ajudar a família. “Os R$ 10 milhões restantes seriam destinados a algum tipo de investimento mais agressivo, como fundo de renda variável ou bolsa de valores. Com isso, a pessoa não precisaria mais se preocupar”, diz Vieira, da Cruzeiro do Sul.

O rendimento dos R$ 100 milhões investidos lá atrás, no DPGE, seria continuamente reinvestido. “Vai virando uma montanha de dinheiro que dá para garantir o futuro da família”, fala Vieira.

O analista diz que é bem difícil dilapidar uma fortuna deste tamanho, mas não chega a ser uma missão impossível. “Dá para se deslumbrar, é perigoso. Pode parecer besteira, mas 170 milhões demoram mais, mas a pessoa consegue perder isso.”

4. Especialistas dizem que investimento em ações deve ser cauteloso e em empresas sólidas

Já Antonio de Julio, da Moneyfit, dividiria o montante assim: R$ 51 milhões na poupança, o que renderia uma “mesada” de R$ 306 mil; R$ 120 milhões em títulos da dívida pública “de prazos longos”, recomenda; e R$ 17 milhões em um fundo imobiliário. “O importante é colocar o dinheiro em aplicações que você entenda, ou seja possível aprender, e que se sinta bem.”

Nada de ações? “Com um padrão de vida tão alto, não teria por que eu precisar recorrer ao risco. Colocaria em ações o que sobrasse da minha ‘mesada’ mensal, dos rendimentos das outras aplicações”, diz. “Faria uma estratégia de colocar esse dinheiro em ações todo mês.”

Divirta-se
O consultor financeiro Carlos Daniel Coradi, da EFC Engenheiros Financeiros & Consultores, também indica que o sortudo deve aproveitar para “curtir uma parte” da bolada em um primeiro momento. “Eu acho bom aproveitar os momentos de felicidade e por o pé na jaca. Eu gosto muito de viajar. É uma oportunidade de pegar um pedaço pequeno desse dinheiro e dar uma volta na Europa, para quem não conhece, ir para os Estados Unidos…”, opina.

Coradi sugere diversificar os investimentos da seguinte forma: aplicar um terço na poupança – que apesar do baixo rendimento, não tem incidência de Imposto de Renda, um terço em títulos do tesouro direto, que são bastante seguros, e o terço restante em uma carteira de ações.

5. Ouro e imóveis estão com preços elevados e por isso é preciso avaliar se é oportuno investir, alertam.

“Pode-se fazer uma carteira de ações com empresas sólidas, como Vale, Petrobras, Banco do Brasil. Cinco empresas são suficientes, para reduzir o risco de perdas”, disse. “Evidentemente que a bolsa está passando por um momento ruim, com quase 20% de queda em 2011 (…). Mas estudos mostram que temos que comprar quando as ações estão em baixa”, afirmou, explicando que a tendência é acontecer uma futura valorização.

O consultor não recomenda investir dinheiro na compra de imóveis. “O mercado de imóveis está extremamente aquecido (…). É um momento ruim para a pessoa comprar”, lembrando que outro item que subiu muito em 2011 foi o ouro. “A regra geral é não comprar as coisas que estão no pico do preço, é o caso de ouro e imóveis”, disse.

O especialista lembra, ainda, que investir em imóveis requer preocupações e gastos com manutenção e condomínio, além de a remuneração do aluguel não ser tão alta.

Outra dica de Coradi para o futuro milionário é procurar um especialista para ajudar o que fazer com o dinheiro – ainda mais se a pessoa não tiver muita experiência com investimentos de alto valor. “Isso se chama administração de fortunas. Os bancos em geral têm um departamento disso (…). A pessoa deve buscar conselhos para não torrar todo o dinheiro”, indica.

Fonte: G1

DISPUTA MACABRA: Morreram mais crianças no governo de Biné ou de Zito?

A idéia de comparar o número de mortes foi do prefeito Zito Rolim, ontem, 29, em entrevista concedida à TV Codó, onde até Jonas Filho chorou após ouvir da telespectadora ‘Nilde’ um singelo pedido “Jonas fique aqui, não vá para Bacabal”.

Lágrimas a parte, assunto que depois repercutiremos com mais detalhes, voltemos à disputa macabra, fúnebre, dos governos de Biné e Zito no tocante à crianças que nascem e depois morrem sob os cuidados da saúde pública oferecida por eles.

Zito não foi perguntado sobre este assunto, mas fez questão de pedir mais um tempinho ao apresentador só para relatar o número de bebês mortos na era Biné e os morridos em dois anos de seu governo.

O prefeito foi claro ao afirmar que estava fazendo o comparativo em resposta a provocação de Biné. O ex-prefeito teria dito, na última quarta-feira em sua TV, que tem morrido gente pra ‘dedel’ na atualidade por falta de uma saúde de qualidade.

MORTOS NA ERA BINÉ

Veja os números com percentuais divulgados pelo prefeito, lendo o relatório no programa. Primeiro, claro, no governo de Figueiredo:

Em 2005 – morreram 104 bebês ( com percentual de 37.87% para cada mil nascidos vivos)

2006 – 1.228 nascidos vivos, 72 crianças morreram ( 58,63% para cada mil nascidos vivos)

2007 – 1.730 partos, 93 morreram ( 52.75% por mil nascidos vivos)

2008 – 2.220 partos, 87 crianças morreram (39.13% por mil)

MORTOS NA ERA ZITO

Para mostrar que no seu governo menos gente tem morrido sob os cuidados da saúde pública, Zito arrancou os dados de 2009 e 2010, que assim ficaram:

2009 – 2.134 nascidos vivos, 80 bebês morreram,( 36.63% por mil nascidos vivos)

2010 2.431 partos, morreram 81 (33% por mil nascidos vivos)

Fechando seu entendimento, o prefeito falou.

“Isso aqui são dados que estão no Ministério da Saúde, então a nossa maternidade funciona e funciona muito bem (…) por isso que eu digo, nós temos que acompanhar os canais sérios, que mostram a realidade do nosso município”, afirmou

ESCLARECIMENTO

A forma lida por Zido, mal orientado antes da entrevista, o levou à uma erro. Todos os percentuais, neste caso, são lidos com um ZERO VÍRGULA alguma coisa na frente. Exemplo: em 2010 o percentual é de 0,33% para cada grupo de mil nascidos vivos porque, obviamente, 81 mortes num universo de 2.431 nascidos com vida não corresponde à 33%.

Mas em todo caso, nos dois governos, convenhamos, muitos codoenses perderam a chance de crescer, constituir família e morrer já na terceira idade. Disputa macabra essa, hein!?

Poderia ser quem construiu mais maternidades, quem colocou mais especialistas na área de obstetrícia para atender a população ou qualquer outra coisa, menos morte.

Representante do FUNDEB emite Nota de Repúdio contra governo Zito

Antonio Celso Moreira

Datada de 29 de dezembro de 2011, a nota de repúdio foi deixada nos meios de comunicação da cidade e está assinada por Antonio Celso Moreira, que identifica-se como representante dos professores no Conselho do Fundeb Codó.

O professor inicia a nota esclarecendo o que significa a palavra repúdio.

“Repúdio é o termo que utilizamos a princípio pra expressar a revolta de centenas e centenas de professores da rede municipal de ensino de Codó, em relação ao atual governo Cuidando de Nossa Gente (da gente dele), uma vez que a população, cujo deveria ser prioridade, não está inserida nos planos desta gestão”, escreveu.

A parte seguinte fala sobre a transparência no governo de Zito Rolim e sobre os 3 milhões de reais que refere-se à sobra do Fundeb de 2010.

“A falta de transparência na administração do prefeito José Rolim Filho (Zito Rolim) com aplicação do dinheiro público, já se tornou a marca registrada. Para ratificar esta afirmação, temos como mais uma prova os três milhões e meio de reais que a Prefeitura de Codó recebeu no mês de abril do corrente ano, como diferença referente ao ano de 2010 e aproximadamente dois milhões deste valor recebido seria destinado no pagamento dos profissionais do magistério deste município”, disse

DINHEIRO DESAPARECEU

Com a ajuda do que o professor chamou de “vereadores do prefeito” Zito, diz a nota, teria feito desaparecer esta verba.

“O prefeito Zito conseguiu fazer com que esse dinheiro desaparecesse da noite para o dia, juntamente com os outros 40% (quarenta por cento) do montante e os sonhos de milhares de crianças codoenses que almejam escolas com melhores estruturas, bem equipadas para proporcionar-lhe maiores condições de aprendizagem. Este episódio vai entrar para história do município”, escreveu

CONTRADIÇÃO DO PREFEITO

O parágrafo seguinte trata de contradição do prefeito. Segundo Antonio Celso, enquanto Zito afirma estar investindo na educação, a realidade de muitos é outra.

“Com argumentos contraditórios, o prefeito afirma está investindo e valorizando a educação. Porém no outro extremo, ainda presenciamos uma triste realidade educacional em Codó, dezenas de escolas de taipa, caindo sobre educadores e alunos, crianças tendo que ficar de joelhos para conseguir escrever no caderno sobre os bancos, por falta de carteiras, professores tendo que pagar ou mesmo preparar a merenda escolar nos raros dias que chega até as escolas, caso exclusivo da zona rural de Codó”, diz Celso

CONTRA RADIALISTAS DE ZITO

A nota também traz repúdio contra o posicionamento dos radialistas que trabalham para o governo cuidando de nossa gente, na opinião do professor, pagos para denegrir a imagem dos professores.

Ao final, garante que a luta em 2012 serão ainda mais intensa do que foi em 2011.

“E para aumentar mais ainda nossa indignação o atual gestor resolveu contratar locutores e radialistas, se é que podemos denomina-los assim, para tentar atingir a moral, a integridade e até mesmo tentar expor levianamente a vida pessoal dos docentes que exercem sua cidadania, reivindicando seus direitos. Mas não iremos recuar, pois combater governos nefastos como este é uma questão de honra para nós. Em 2012, a luta será mais intensa, porque esta batalha só está no seu início. Nos aguardem

Antonio Celso Moreira, representante dos professores no Conselho do Fundeb-Codó 29/12/2011

Zito pede e Roseana manda mais de 90 toneladas de sementes para a regional Codó

Prefeito Zito Rolim

O prefeito Zito Rolim conseguiu aumentar o número de toneladas de sementes de milho e arroz que estão sendo distribuídas em Codó, Timbiras, Coroatá, Peritoró, Alto Alegre do Maranhão e São Mateus.

Entrevistado pelo blogdoacelio, Rolim confirmou a informação ontem, 29. Ele teria pedido diretamente à governadora, Roseana Sarney, que o atendeu.

“Nós sentimos a necessidade de que houvesse um aumento na distribuição dessas sementes selecionadas. Fizemos carga, havia necessidade desse aumento e a governadora entendeu e sensibilizada com isso atendeu nossa solicitação e houve um aumento significativo na quantidade de sementes a serem distribuídas aqui no município de Codó e nos municípios vizinhos”, afirmou

sementes para regional Codó

Os agricultores dos seis municípios já estão recebendo em suas associações mais de 90 toneladas de sementes. Só em Codó, segundo o secretário de Agricultura, José Cordeiro de Oliveira, as sementes aumentaram em torno de 400% em relação ao enviado por Roseana, via Agerp, ano passado.

Cerca de 90 associações serão beneficiadas e demais agricultores de forma individual.