Category Archives: Geral

Confira a lista com os 30 aprovados para a nova turma do JOVEM APRENDIZ FC Oliveira SENAI

Confira a lista com o nome dos aprovados para a nova turma de JOVENS APRENDIZES realizado pela FC OLIVEIRA em parceria com o SENAI.

RELAÇÃO DOS APROVADOS
JOVEM APRENDIZ 2017
SEQ NOME
1 ANDERSON NASCIMENTO SILVA
2 ANDRÉ RUAN OLIVEIRA DO VALE
3 CARLOS EDUARDO COELHO MELO
4 CRISVALTER BAIMA SILVA
5 DALILA MACHADO ARAÚJO
6 ELIZONILDO FERREIRA DOS REIS
7 ERIELSON SANTOS ARAÚJO
8 FAYANNE STEFFANE OLIVEIRA DOS SANTOS
9 FERNANDO DE CASSIO DE JESUS
10 FRANCISCO MAX DE OLIVEIRA
11 FRANCISCO RODRIGO S. AZEVEDO
12 ISAAQUE ITALO CRUZ SILVEIRA
13 IVANILSON PAIVA DIAS
14 JARDISUEL SILVA COSTA
15 JOÃO LUCAS DOS SANTOS OLIVEIRA
16 JOSÉ GABRIEL SANTOS DA SILVA
17 JOSÉ RIBAMAR DA SILVA
18 KAREN VICTÓRIA DE SOUZA SILVA
19 LUIS EDUARDO SOUZA SILVA
20 MACIEL FELIPE DE SOUSA MUNIZ
21 MARCOS VINICIUS GUIMARAES DE SOUZA
22 MATEUS OLIVEIRA DA SILVA MOREIRA
23 MONALIZA MUNIZ DA CONCEIÇÃO FERREIRA
24 OZIEL LIMA DA SILVA
25 RENILSON BRITO COSTA
26 RODINELISON COSTA PINTO
27 SÉRGIO EYNER SANTOS FERREIRA
28 VINICIUS OLIVEIRA MARTINS
29 WALISON DAVID DA SILVA ARAUJO
30 WILLAMES SOUSA PAIXÃO
OBS. OS APROVADOS DEVERÃO COMPARECER NA FC OLIVEIRA NO DIA 11/09/2017  ÁS 08:00H

Prefeito Ricardo Torres reinagura escola no Vereda

Com quase nove meses de administração o governo Mais Avanço, Mais Conquistas entrega mais uma unidade de ensino da rede pública municipal. Na manhã da quarta-feira (06) o prefeito em exercício, Ricardo Torres, fez a entrega da CMEI Eudix Costa Carneiro, localizada no Conjunto Vereda, no Bairro São Francisco. Participaram da solenidade de reinauguração e visita, vereadores, secretários de governo, entre eles o Secretário de Educação Paulo Buzar, Diretor do SAAE, Evimar Costa, professores e comunidade local.

Foto de Nilton Messias

Prefeito Ricardo Torres no dia da reinauguração

A escola ganhou pintura nova e melhorias na estrutura física, além de novos equipamentos, que tem como objetivo melhorar o ensino e oferecer mais conforto aos estudantes. “A Prefeitura de Codó vem fazendo um trabalho muito importante na recuperação de todas as unidades de ensino de nosso município. Estamos buscando ter um ambiente que atenda às necessidades dos alunos, o que é indispensável para que eles tenham mais conforto e consequentemente mais condições de aprendizado”, afirmou o secretário de educação, Paulo Buzar.

O Prefeito em exercício, Ricardo Torres falou da alegria em participar do momento importante para a vida dos alunos e funcionários.

Estamos entregando mais uma Unidade de ensino reformada para a população codoense, sabemos da importância que a CMEI Eudix Costa Carneiro tem para todos da região, haja vista que existe ela atende as crianças da região do Vereda e também da Babilônia. Hoje nós estamos entregando a escola reformada, mas já existe um planejamento para ampliar essa unidade de ensino, objetivando ter mais espaço e oferecer ainda mais conforto aos alunos. O Prefeito Francisco Nagib não tem medido esforços para buscar mais recursos e realizar mais um sonho para os moradores do Vereda“,finalizou.

Ascom PMC

NO ADMINISTRATIVO – Vaga de emprego aberta na BRANCO & Oliveira Advogados Associados

Não perca esta oportunidade de emprego na empresa BRANCO & OLIVEIRA ADVOGADOS ASSOCIADOS.

Escola Adventista mostra em desfile sua campanha QUEBRANDO O SILÊNCIO

A escola Adventista deu ontem, 07, um show à parte no desfile cívido organizado pela Secretaria Municipal de Educação. Foi a única que veio  com um tema fora do pré-determinado e deixou uma mensagem muito importante à todos.

Atualmente a Adventista, tanto escola quanto igreja, está desenvolvendo uma campanha chamada QUEBRANDO O SILÊNCIO que visa alertar a sociedade a respeito da violência contra a mulher. Nós entrevistamos a jovem Fabiana Carvalho da Silva que falou a respeito desta campanha.

“Sofrem abusos sexuais e muitas vezes esse silêncio não é quebrado, essas pessoas que sofrem esse tipo de abuso elas não têm como falar, elas se sentem envergonhadas e muitas vezes elas escondem então a gente tá trabalhando esse projeto QEUBRANDO O SILÊNCIO para que as pessoas elas se conscientizem”, disse

ASSISTA

Desfile em Codó destaca os biomas brasileiros

O desfile em Codó colocou nas ruas mais de 15 mil estudantes de escolas municipais, estaduais e particulares. O tema central foi BIOMAS BRASILEIROS. “O tema do ano passado também foi um tema próximo e saldar a natureza e ver tanto desmatamento que há hoje, interessante a gente tocar nesses temas, reviver esses temas”, comentou o professor Valdemir Guimarães SousaEstudante Alice Lima, destaque na escola São Francisco (foto)

As escolas que vieram da zona rural trouxeram para avenida um pouco da flora  da região, um exemplo disso foi o que fez o polo de Santana Velha, como nos explicou a professora Valdinéria Moreira da Silva.

 “Aqui a gente tá trazendo o Tucum, tá trazendo o Jatobá, Axixá porque muitas pessoas não conhecem e existe lá na comunidade”, afirmou

Muitas destacaram a Amazônia e alguns dos animais brasileiros na lista de extinção. Aliado à isso os alunos trouxeram também conhecimento à respeito.

 “Porque são os mais importante e estão em extinção…É PRECISO PRESERVAR? É…PORQUÊ? porque senão, já estão em extinção, se não preservar fica pior”, reforçou a estudante Máira Rafaele

As escolas capricharam no visual e em suas fanfarras e quem veio prestigiar elogiou.

Cláudia Sousa – professora “É de extrema importância porque isso representa um ato cívico no nosso país”, destacou a professora Cláudia Sousa que acompanhava uma filha. Ela foi complementada pela aposentada Maria José Santos de SOusa, que assistiu ao desfile de hora sentada na porta de casa na Avenida Augusto Teixeira junto à amigas e familiares.

 “Com certeza, porque é obrigação, é o dia da Pátria…TEM QUE RESPEITAR? Tem que respeitar”, respondeu

Justiça aperta município para resolver problema do lixão

Uma sentença proferida pelo juiz Raphael Serra Amorim, titular da Comarca de Humberto de Campos, determina que o Município de Santo Amaro (termo judiciário), na obrigação de fazer, promova plano de gestão integrada e proceda à definição e aplicação da destinação final ambientalmente adequada aos resíduos sólidos. De acordo com o magistrado o município tem seis meses para colocar em prática o determinado pela Justiça.

Na referida ação, o Ministério Público alega que o Município de Santo Amaro faz o depósito de resíduos sólidos em lixões, abstendo-se de realizar uma destinação e disposição final ambientalmente adequadas. Quando citado, o requerido contestou o seguinte: “O problema não é de exclusividade do Município de Santo Amaro, o qual não possui meios financeiros, econômicos, geográficos, técnicos e políticos para resolver a questão de forma isolada (…) Atribuir ao ente municipal toda a carga de responsabilidade pela destinação de resíduos é penalizar desarrazoadamente apenas um dos obrigados na política nacional de resíduos sólidos (…) O Senado Federal já teria aprovado a prorrogação do prazo para extinção dos lixões”.

Veja como entendeu o juiz: “Na medida em que define deveres aos entes federados, a Lei 6.938 (que dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação), de 1981, elenca diversos princípios e objetivos a serem observados (artigos 2 e 4)”. E segue: “A política nacional de meio ambiente tem por objetivo a preservação, melhoria e recuperação da qualidade ambiental propícia à vida, visando assegurar no país condições de desenvolvimento socioeconômico, aos interesses da segurança nacional e à proteção da dignidade da vida humana”.

Baseando-se nessa lei, o Judiciário entende que todos os entes federados encontram-se obrigados a cumprir os termos legais. “Trata-se de competências direcionadas a cada um daqueles entes (Governo Federal, Estados, Distrito Federal, Municípios e particulares), as quais, ainda assim, ao fim e ao cabo encontra-se relacionadas em virtude da necessidade de se garantir proteção ao meio ambiente”, relata a sentença, citando também a Constituição Federal de 1988. Após as devidas considerações, o magistrado entendeu que o pleito do MP é procedente e que a alegação da ausência de condições favoráveis no aspecto geográfico, técnico, financeiro e político não deve prosperar. Sobre isso, aforma que “o Município deveria ter juntado aos autos documentos sobre essa contestação, o que não ocorreu e, não fazendo isso, incorreu numa contestação deficiente”.

E finaliza: “Por fim, reafirmando a imperatividade da adoção de medidas por parte do Município de Santo Amaro tendentes a conferir uma adequada disposição aos resíduos sólidos, nos termos do artigo 19 da Lei 12.305/2010, o qual diz que a existência de um plano municipal de gestão integrada de resíduos sólidos não exime o Município ou o Distrito Federal do licenciamento ambiental de aterros sanitários e de outras infraestruturas e instalações operacionais integrantes do serviço público de limpeza urbana e de manejo de resíduos sólidos pelo órgão competente do Sistema Nacional do Meio Ambiente, SISNAMA”.

O magistrado conclui a sentença observando que, caso descumpra o determinado pelas Justiça, fica estipulada a multa de R$ 20.000,00 (vinte mil reais) mensais. Para mais detalhes, a sentença está logo abaixo, em Arquivos Publicados.

Michael Mesquita

Assessoria de Comunicação

TJMA – Banco do Brasil deve pagar indenização e adequar condições de agência

Os desembargadores da 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), em sessão nesta terça-feira (5), mantiveram sentença da 4ª Vara Cível da Comarca de Timon – de autoria do juiz Rogério Monteles da Costa, que estava respondendo pela unidade – , que condenou o Banco do Brasil às obrigações de disponibilizar aos usuários da agência local, no prazo de 30 dias, pessoal em número suficiente e necessário para prestar atendimento nos caixas; disponibilizar no mínimo 20 assentos com encosto para atendimento de idosos, gestantes, deficientes e pessoas com crianças de colo.

Na decisão, as obrigações incluem ainda o respeito aos prazos de atendimento nos caixas de 15 minutos em dias normais e 25 minutos em vésperas ou pós feriados prolongados – bem como dias de pagamento de servidores públicos; e em relação à acessibilidade, eliminar todos os obstáculos, escadas e rampas que dificultem o acesso de idosos, gestantes, deficientes e pessoas com crianças de colo ao local para efetuarem as transações diretamente nos caixas.

De acordo com a decisão, o BB deve também proceder à adaptação da porta giratória para favorecer o fluxo de pessoas na entrada e saída da agência, a fim de evitar a aglomeração, com registro do horário de entrada e saída dos usuários; colocar divisórias entre a bateria de caixas e demais áreas comuns da agência, garantindo a privacidade dos clientes; cumprir determinações do Corpo de Bombeiros e da Vigilância Sanitária, para instalação de sistema de combate a incêndios, iluminação e sinalizações de emergência e de rampa de acessibilidade aos banheiros.

O Banco do Brasil ainda foi condenado ao pagamento de indenização por danos morais coletivos, no valor de R$ 400 mil.

AÇÃO – A sentença se deu em ação civil pública proposta pelo Ministério Público Estadual (MPMA), que constatou irregularidades nas condições da agência bancária, como o descumprimento de leis municipais que disciplinam o tempo de espera pelos usuários e outras situações que estariam expondo-os a desconforto e insegurança.

A defesa do Banco do Brasil recorreu, pedindo a reforma da sentença por entender que teria se baseado em leis municipais que seriam inconstitucionais por limitarem o tempo de atendimento aos usuários. Alegou ainda, entre outros, que diversos pontos da sentença já teriam sido cumpridos pelo Banco do Brasil, e pediu a redução do valor da indenização.

O desembargador Marcelo Carvalho, relator do recurso, elencou diversos julgados, doutrinas e legislações que limitam o tempo de espera dos usuários em filas de banco, e ressaltou a competência dos municípios para legislar sobre interesse local, conforme determina a Constituição Federal.

O magistrado rejeitou as preliminares levantadas pelo Banco do Brasil, observando, entre outros, que o Ministério Público é o órgão legítimo a defender o estado democrático de direito, tendo atuado no caso para assegurar o respeito aos direitos dos consumidores da cidade de Timon, que há muitos anos sofrem com os problemas da agência bancária. “O Ministério Público busca garantir proteção, acessibilidade e segurança ao usuário, o que já é determinado na Constituição Federal de 1988”, disse no voto, mantendo a sentença de 1º Grau.

O voto do relator foi acompanhado pelas desembargadoras Nelma Sarney (presidente) e Ângela Salazar (substituta).

Processo em 2º Grau nº 14014/2017 – Timon

Nesta sexta e sábado tem o último FESTIVAL DE CAMA MESA E BANHO PARAÍBA

Nesta SEXTA e SÁBADO, dias 8 e 9 de setembro, o último FESTIVAL DE CAMA, MESA E BANHO 2017. São apenas 2 dias com uma mega, ultra liquidação em travesseiros e super preços baixos em jogos de cama, lençóis, capas para sofá, toalhas de banho e de rosto.

  • CAPAS PARA SOFÁ a partir de R$ 58,80
  • JOGOS DE CAMA a partir de R$ 42,90
  • LENÇOL CASAL a partir de R$ 22,30
  • TOALHAS DE BANHO a partir de R$ 9,60
  • TRAVESSEIROS a partir de R$ 11,50

Na compra á vista você ainda tem 15% de desconto, tudo em até 10 vezes  sem juros nos cartões. último FESTIVAL DE CAMA, MESA E BANHO.

Moradores protestam contra poeira e falta de asfalto na Av. Pantanal

Os moradores da Avenida Pantanal, área extensa que pega trechos dos bairros São Vicente Palotti e Vila Camilo, na Trizidela, fizeram um protesto contra a poeira que tem adoecido pessoas naquela região urbana.

Protesto na Av. Pantanal

Para demonstrar toda a indignação possível, interditaram a via pública com bastante entulho e depois atearam fogo.

Até agora a prefeitura ainda não se manifestou sobre asfalto para a Avenida Pantanal e os moradores seguem indignados com a administração MAIS AVANÇO, MAIS CONQUISTAS.

Presidente critica ausência de Francisco Nagib no desfile de 7 de setembro

Em texto distribuído via whatsApp o presidente do SINTSSERM, professor Marcos, criticou o fato de que o prefeito Francisco Nagib não estará em Codó para presenciar o desfile das escolas como historicamente acontece.

O prefeito está de viagem para o exterior por 10 dias e será substituído pelo prefeito interino Ricardo Torres.

“Fico aqui imaginando o esforço, dedicação e o empenho por parte das escolas que em meio a tamanha crise irão desfilar no 7 de setembro, enquanto temos um gestor que se quer vai estar presente na cidade para prestigiar a apresentação do trabalho desenvolvido durante esses dias por professores, alunos, diretores e pais de alunos codoenses!”, escreveu

Ao final da nota, torce para que tudo aconteça sem atrasos para que o castigo do sol não torne tudo ainda mais difícil.

“Esperamos ao menos que tudo transcorra sem atrasos para que não sejamos expostos a tamanho sol quente, algo tão contestado por muitos devido a escolha do horário, mas que não foi revisto pela organização!”, afrimou