Category Archives: Geral

FOGO E PONTAPÉ – Moradores protestam contra alagamentos após obra do governo do Estado em Codó

O Parque Ambiental é uma obra do Governo do Estado, orçada em mais de 7 milhões de reais,  iniciada em cima do que antes era uma grande lagoa, agora toda vez que chove até a principal avenida da Trizidela tem ficado alagada como já mostramos aqui no blog em vídeos enviados à nossa redação. Em  chuva recente até um jacaré foi filmado andando na Cristóvão Colombo, ele, certamente,  perdeu a morada na Lagoa.

Moradores Unidos

Por conta dos problemas ocasionados pela obra os moradores interditaram  hoje pela manhã, 19 de fevereiro, a avenida  para protestar.

 ‘Na minha casa, rua do Bacuri, tá cheia d’água, alagada, tá cheio de lama e em tempo dele tá ajeitando isso aqui, gastando dinheiro de besta, ele tava era ajeitando as ruas e dando emprego pros pessoal”, reclamou a dona de casa Ana Paula Fernandes Muniz.

Pneus foram colocados no meio da pista impedindo a passagem durante toda a manhã, depois jogaram gasolina e atearam fogo. Uma nuvem negra se formou chamando a atenção de longe no bairro. O momento  ficou mais tenso quando alguns moradores também resolveram derrubar os tapumes da obra a chutes e pedradas.

Depois  fizeram outro amontoado no meio da avenida com o material que cercava a obra.

Fogo na Trizidela

“A gente tá querendo que ele resolva o problema, NINGUÉM QUER CRIAR PROBLEMA queremos que resolva o problema nosso, entendeu? Então tem muita gente dormindo dentro d’água (…) faça a obra mais resolva o problema nosso”, disse o mototaxista Francisco Sousa Silva Filho

“Porque se botando uns tubos pode ser que dá alguma solução pro nosso povo…TEM QUE TER UMA SOLUÇÃO? Tem que ter uma solução, vamos continuar até o final da história”, completou o lavrador Raimundo Cunha.

A guarda Municipal e a Polícia Militar estiveram no local, conversaram com os manifestantes e fizeram cessar a depredação da obra. Pediram que fosse pacífica.

Durante o protesto ninguém representando o obra estadual apareceu para conversar com os manifestantes que pretendem voltar a fazer novos protestos, inclusive proibindo a continuidade da obra

“Nosso plano é esse, é entrar na obra, primeiramente estamos aqui pra sermos ouvidos se não formos ouvidos aí nós vamos parar a obra, nós moradores vamos parar a obra…PORQUE ESTA DECISÃO? Porque nós estamos sendo prejudicados”, garantiu o cidadão Hernandes da Silva e Silva

Horácio Maciel diz que denunciou Expedito e denunciará qualquer um tendo provas

O blogdoacelio entrevistou o ex-vereador, atualmente funcionário público municipal, Horácio Barbosa Maciel Filho, autor da denúncia contra o presidente da Câmara, Expedito Carneiro, que recebeu no final de semana passado ordem judicial que manda Expedito ler a denúncia amanha, terça-feira,20, em plenário,sob pena de ser multado em R$ 40.000,00 caso não o faça.

Horácio lamentou o fato de ter que representar o presidente no Ministério Público e até levar o caso ao conhecimento da JUSTIÇA.

“Eu me sinto triste, Acélio, porque você liga o rádio, televisão, os meios de comunicação e você ver só denúncias dos nossos políticos. Isso pra nós codoenses é vergonhoso saber que Codó também tá envolvido neste tipo de coisa”, assegurou

CRÍTICAS À COMUNICAÇÃO

Ele também lamentou o fato de vir sendo criticado pela mídia por ter tomado esta atitude e justificou, mais uma vez, sua atitude, inclusive reafirmando que fez a denúncia contra o presidente da Câmara levantando supostas fraudes em processos licitatórios e fará contra qualquer Poder desde que esteja munido de provas.

“Falam todo dia de denúncia de corrupção e quando nós denunciamos tem radialista, blogueiro que diz que você tá vendido, tá comprado, quer dizer, a denúncia taí pra todo mundo fazer, tá lá no portal da transparência qualquer um de nós pode fazer, nós cidadão, cidadã nós que pagamos nossos impostos, nós é que pagamos os políticos desse país, por que não fazer a denúncia, se tiver outras denúncias e eu tiver prova eu irei denunciar, tanto do Executivo, do Legislativo

DECISÃO A SER CUMPRIDA AMANHÃ

Horácio levou à Justiça o fato de que protocolou  na Câmara, no dia  06/02/2018, uma denúncia alegando diversas supostas irregularidades, inclusive graves fraudes em processos licitatórios, quando pediu o processamento da denúncia na Casa Legislativa.

A denúncia pede abertura de processo de cassação de mandato do vereador mas ela, como manda o regimento, não foi lida na sessão ordinária, o que daria início ao rito processual administrativo dentro da própria Câmara, culminando com um imediato afastamento de Carneiro.

Haveria de ser lida por força do que consta do art. 5º do Decreto-lei 201/67, inciso II, que diz:

“De posse da denúncia, o Presidente da Câmara, na primeira sessão, determinará sua leitura e consultará sobre o recebimento. Decidido pelo recebimento, pelo voto da maioria dos presentes, na mesma sessão será constituída a Comissão Processante, com 3 vereadores sorteados entre os desimpedidos, os quais, elegerão, desde logo, o presidente e o relator”.

Esta recusa de leitura em plenário foi o motivo principal do MANDADO DE SEGURANÇA e foi sobre isso que decidiu o novo  juiz da comarca de Codó, Dr. Carlos Eduardo de Arruda Mont’Alverne, titular da 2ª Vara , respondendo pela 1ª.

A DECISÃO

O magistrado considerou que Expedito descumpriu o rito de abertura, uma vez que a denúncia, realmente, não foi lida na primeira sessão “merecendo credibilidade a argumentação do impetrante”.

Adiante o Dr. Mont’alverne descreve sobre a necessidade de se apurar a denúncia em nome do princípio da legalidade que, na Administração Pública, é inflexível.

“Se há necessidade de apuração de irregularidades, é salutar que isso seja levado à efeito, sobretudo para a preservação da MORALIDADE”, escreveu o juiz

Baseado na prova de que a leitura não fora feita como manda o decreto o magistrado determinou a leitura para o dia 20 de fevereiro de 2018, próxima terça-feira, em sessão ordinária.

Se Expedito não fizer a leitura ou tentar impedi-la pagará uma multa de R$ 40.000,00.

“Ante o Exposto, DEFIRO o pedido liminar para determinar que seja realizada na sessão ordinária de 20/02/2018 a leitura da Denúncia apresentada  à Câmara de Vereadores em 06/02/2018, não podendo o impetrado (Expedito) impedir ou obstar o ato, sob pena de multa de R$ 40.000,00”, diz a decisão

EMPRÉSTIMO: Prefeito pede autorização da Câmara para implantar projeto de Energia Solar em prédios públicos

Está na Câmara, pela segunda vez, a mensagem 03/2018, de autoria do Poder Executivo, pedindo autorização dos vereadores para que o município de Codó contraia um empréstimo, de valor não revelado, junto ao BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Social, utilizando como agente financeiro o Banco do Nordeste que executará um projeto denominado PROGRAMA DE GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA A PARTIR DE ENERGIA SOLAR.

O intuito do governo de Francisco Nagib é aproveitar uma linha de crédito do BNDES que visa a modernização das administrações públicas municipais e a redução do gasto público, neste caso referente aos gastos advindos do consumo de energia elétrica pelos prédios públicos.

Se for autorizado o empréstimo e o BNDES concedê-lo, o governo municipal quer implantar UMA USINA DE GERAÇÃO DE ENERGIA SOLAR com capacidade de 4,9 MWp, diz a mensagem enviada aos parlamentares, ‘CAPAZ DE ABASTECER TODOS OS ESTABELECIMENTOS DO  EXECUTIVO MUNICIPAL”.

A mensagem também fala em reduzir ‘A MENOS DE 10% DO VALOR GASTO ATUALMENTE EM ENERGIA ELÉTRICA PELO PODER EXECUTIVO MUNICIPAL, reduzindo as faturas de consumo de energia elétrica de todos os prédios e logradouros públicos municipais a patamares próximos do custo de disponibilidade para cada faixa de consumo dos estabelecimentos municipais beneficiados pela autogeração”.

Em síntese, a expectativa é de reduzir a conta de energia em 90%.

E NA CÂMARA?

Em entrevista ao blogdoacelio, o vereador Leonel Filho falou sobre de quanto será o valor do empréstimo a ser contraído pelo município.

Disse que a prefeitura não informa em sua mensagem ao legislativo sobre valores, mas entende que após a aprovação da Câmara será feito um estudo de viabilidade, a partir deste levantamento se terá, com exatidão, quanto, realmente, custará o projeto de energia solar para Codó.

“QUANTO VAI CUSTAR ESSE PROJETO? A principal pergunta aqui é essa. Assim que for aprovado pela Câmara vai ser formulado esse projeto junto ao BNDES, a prerrogativa é autorização do Poder Legislativo. Vai ser feito um levantamento do município de Codó, um levantamento pra saber quantos Quilowatts o município precisa pra essa geração de energia e em cima desse levantamento vai ser instalado o PARQUE DE ENERGIA SOLAR EM CODÓ”

DÁ DANDO ‘BODE’

Leonel disse que os vereadores da base aliada do governo estão enfrentando dificuldade para aprovar o projeto que já teve dois pedidos de urgência.

Expedido e Pedro Santos estariam postergando a ida do pedido a plenário.

“O presidente devolveu, os vereadores não aceitaram esta devolução, mas foi devolvida, este projeto já tinha até sido votada a urgência, mas o presidente devolveu e agora o presidente reenviou à esta casa  com pedido de urgência porque ele tem que elaborar este projeto (…) era pra ter chegar a nossa sala na sexta-feira, não retornou por causa do vereador Pedro Santos ter pedido vista de dois dias,48h, ele não devolveu à comissão competente, a gente não sabe se ele pediu alguma diligência, a comissão hoje se reuniu, está reunida neste momento, pra tratar e deliberar para que na próxima semana, no máximo, ele seja votado nesta casa sem mais delongas porque a gente ver que aqui na Câmara tá havendo uma dificuldade de aprovar um projeto desse que só vem a beneficiar o município de Codó”, explicou

LEIA O PEDIDO À CÂMARA

Comissão da OAB pede à UEMA curso de Direito para Codó

A ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL, Subseção Codó, entregou oficialmente ao magnífico reitor da Universidade Estadual do Maranhão,  Gustavo Costa, uma solicitação.

Momento em que OAB entrega documento de solicitação

Trata-se da implantação de um curso de DIREITO na cidade de Codó, o que acabaria por beneficiar toda a região dos Cocais.

Entrevistado pelo radialista Jair Ribeiro, o reitor elogiou a iniciativa da subseção, na pessoa de seu presidente e dos advogados que o acompanharam, e deu prazo de até 6 meses para dar o resultado do estudo de viabilidade do referido curso.

 “E me comprometi de fazer as negociações necessárias com o nosso mantenedor de modo que a gente possa assegurar as condições necessárias  objetivas que são importantes para o funcionamento de um curso com essa importância, especialmente no que diz respeito à concurso público para professores e o alinhamento com o nosso projeto institucional”

“Criar uma comissão de profissionais, eu vou convidar a OAB também que vai examinar o projeto, examinar as condições, vai negociar junto com o Poder Legislativo para criação dessas vagas e depois é tramitação nos órgãos superiores da UEMA, GERALMENTE é um projeto que leva de 4 a 6 meses a tramitação”, concluiu

Para o presidente da OAB/Codó, José Mendes, a Ordem está cumprido com seu papel institucional de promover melhorias para a população codoenses, sobretudo, neste caso, a parte mais carente que almeja vencer estudando.

“A instituição em si, ela tá fazendo a parte dela. Nós estamos buscando melhorias pra sociedade, nós estamos aqui trabalhando sem partidarismos, a nosso objetivo aqui é cumprir o nosso papel pedir um curso de qualidade pra UEM, trazer um curso de qualidade pra população mais humilde e ter o acesso pras pessoas que não têm condições de pagar uma faculdade particular”, disse o presidente

A diretor da UEMA em Codó, professora Doutora Deuzimar Serra, também deu seu parecer a respeito do pedido.

 “Já é uma demanda, já é um anseio da comunidade. Há muito tempo nas reuniões, nos eventos que nós temos aqui da comunidade acadêmica já é um anseio, uma reivindicação da comunidade não só daqui de Codó como da região para que a gente possa tá trazendo o curso de Direito para o CESC/UEMA, então a gente só tem a agradecer a todos vocês que vieram participar conosco e vamos agora na luta, de preparar um bom projeto (…) e aprovar junto ao Conselho Universitário”

O decano da subseção, Dr. Barreto Roma,  saiu confiante da reunião que aconteceu por ocasião de uma visita do magnífico reitor ao município na tarde do último sábado.

“E nós saímos daqui esperançosos de que teremos êxito, de que os nossos anseios serão exitosos e que vamos conseguir isso pra Codó porque não é questão de ordem pessoal é questão para todos porque você sabe que o curso de Direito é curso bem procurado, é um curso que todos almejam e hoje viemos aqui buscar forças para que possamos realizar isso no nosso município com os demais que nos cercam”

Para Dr. Machado, ex-presidente da OAB, foi louvável o pontapé inicial da solicitação.

“Tem uma grande jornada para que isso venha a ser efetivado, mas pelo menos o pontapé inicial já foi dado graças a iniciativa do nosso presidente, Dr. José Mendes, e à OAB de Codó que sempre está à frente desses movimentos para uma melhor prestação de serviços à comunidade codoense, estão todos de parabéns”

Dr. Mendes, também ex-presidente, destacou a importância de expandir  o nível de cursos superiores nesta região.

“E fazemos isso com o dever cumprido de saber que estamos fazendo isso não só para a sociedade de Codó como a de toda a região no sentido de expandir o Ensino Superior no município. É uma demanda reprimida de centenas e centenas de estudantes que estudam em cidades do Brasil Teresina, São Luís e Caxias, é uma massa muito grande de estudantes”

Comando se manifesta sobre militar bêbado que se recusou a teste de bafômetro

O comandante da Polícia Militar do Maranhão, coronel Frederico Pereira, e o comandante do Batalhão de Polícia Militar Rodoviária (BPRV), tenente coronel Carlos Augusto Magalhães declararam, em entrevista nesta semana a um programa de rádio, que estão sendo tomadas as medidas cabíveis sobre caso envolvendo um policial militar que se recusou ser submetido a uma abordagem da BPRV por estar sob efeito de álcool enquanto dirigia neste carnaval.

“Se não é lícito a um cidadão que não seja autoridade pública descumprir uma lei, imagine uma autoridade policial”, comentou coronel Frederico Pereira. “Nós não coadunamos com nenhum desvio de conduta. Se um policial do Batalhão Rodoviário destratou alguém, cometeu uma infração, seja ela administrativa ou criminal, vai responder por isso”, afirmou.

Segundo coronel Pereira, o procedimento padrão da Polícia Militar é acolher as denúncias feitas oficialmente à corporação sobre casos de policias que descumprem a lei ou destratam o cidadão no exercício da função, para responsabilização legal.

De acordo com o tenente coronel Carlos Augusto Magalhães, é papel da BPRV auxiliar o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) nas blitzen da Lei Seca, para retirar motoristas alcoolizados do trânsito e, assim evitar acidentes e preservar vidas.

“O posicionamento da PM do Maranhão é pela legalidade”, disse o comandante do BPRV, afirmando que a denúncia será investigada com transparência e isonomia. “Não acreditamos nesse corporativismo negativo de acobertar a falha de um companheiro, seja ele qual for. A gente acredita que a Lei tem que ser aplicada”, reforçou.

“Toda a nossa tropa é direcionada a tratar o cidadão com educação”, completou Magalhães, citando exemplo de denúncia recente de agente suspeito de cometer excessos em uma abordagem policial.

De acordo com o tenente coronel, todos os envolvidos na situação já foram ouvidos pela equipe de assessoria jurídica do Comando Geral da Polícia Militar, e foi instaurada uma sindicância para solucionar o caso.

Fonte: Secap
Texto: Carolina Mello

PROTESTO: Moradores da Trizidela pretendem paralisar obra do Parque Ambiental nesta segunda-feira

Depois de tantos alagamentos ocasionados, na opinião dos moradores do entorno da obra do Governo do Estado, pelo mau  planejamento do intitulado Parque Ambiental, inclusive com exposição de Jacaré andando em plena avenida, os prejudicados tomarão uma atitude.

Até os jacarés estão sem sossêgo

Já é certo que nesta segunda-feira, 19, haverá um grande protesto na Trizidela e a intenção é fazer parar todo e qualquer serviço no parque ambiental até que uma autoridade responsável, a exemplo do governador Flávio Dino ou do secretário de Estado do Meio Ambiente, Marcelo Coelho,  apareça para ver de perto a situação das casas prejudicadas e das ruas para, assim, tomar uma urgente providência.

Foi a forma drástica que os moradores acharam de chamar a atenção das autoridades já que toda chuva tem havido problemas na Av. Cristóvão Colombo e na Padre Joaquim Dourado, principalmente, cujas residências ficam de fundo para a obra. Os prejudicados dizem que não há vazão, a tubulação planejada é minúscula para o volume de água que a lagoa conseguia armazenar, agora toda esta quantidade busca saídas que, infelizmente, incluem as casas do entorno.

A paralisação está prevista para começar às 6h30 da manhã, sem hora pra terminar.

PRF recupera carro roubado em Teresina conduzido por um codoense

Na tarde de sexta-feira (16), por volta das 14h10, a equipe de Policiais Rodoviários Federais suspeitou do veículo Hyundai/HB20S de placas aparentes OUA-9725/PI que havia acabado de passar pelo Posto PRF de Caxias/MA.

De imediato a equipe decidiu abordar e saiu em acompanhamento tático até conseguir abordar o veículo no km 519 da BR 316, próximo ao Povoado Tapera Grande. O veículo era conduzido por um mototaxista de 40 anos, que não possuía Carteira Nacional de Habilitação – CNH e também não apresentou qualquer documentação referente ao veículo.

Serrinha em Foto enviada pela PRF

Após uma consulta do veículo mais detalhada foi constatado que o veículo estava com a placa clonada e que a placa verdadeira era OUA-4715/PI pertencente a um outro Hyundai/HB20S roubado no dia 07/02/2018 na cidade de Teresina/PI conforme BO nº 562/2018 da POLINTER.

O detido Ademir Barbosa Souza, o Serrinha, informou que adquiriu o carro na Feira do Verdão em Teresina. O veículo foi adquirido através de uma troca por um GM/Prisma ano 2009, que não se lembra a placa, e teria voltado a quantia de R$ 8.000,00 (oito mil reais) em espécie.

 Informou também que vieram de Codó/MA hoje pela manhã, por volta das 05h30, para Caxias/MA para resolver um assunto referente à documentação de uma motocicleta Honda/NXR Bross que compraram de uma pessoa em Caxias. Que haviam resolvido e estavam de retorno para Codó.

Em pesquisas aos sistemas e informações do próprio conduzindo foi informado que ele já tem várias passagens pela polícia, inclusive pelo mesmo crime. Diante dos fatos foi dada voz de prisão para o motorista e levado para o plantão da Delegacia de Polícia Civil de Caxias.

A proprietária do veículo foi informada sobre a recuperação do Hyundai/HB20S e ficou super feliz. Informou que o veículo não possuía seguro e que no dia 07/02/2018 estava chegando em sua residência, no Bairro Morada do Sol em Teresina/PI, quando um veículo a fechou e desceu um dos ocupantes com uma arma de fogo anunciando o roubo, levando além do veículo vários pertences pessoais.

FONTE:PRF (texto e fotos)

TRIZIDELA- Veja como voltou a ficar a avenida do Jacaré na chuva de sábado

Mais vídeos chegaram à redação do blogdoacelio mostrando o sofrer dos moradores da Cristóvão Colombo, próximo a obra do governo do Estado.

Ontem, sábado, 17 de fevereiro, veja como ficou, novamente a avenida onde um Jacaré foi visto.

ASSISTA AGORA – Sem lagoa JACARÉ é visto andando em avenida da Trizidela

Ontem,16, foi mais umdia de chuvas fortes no período da noite e quando ocorre já dissemos aqui que os moradores do entorno da obra intitulada PARQUE AMBIENTAL têm reclamado de situações antes não registradas.

Além de vídeos de alagamento da Av. Cristóvão Colombo, os moradores também enviaram ao blogdoacelio uma imagem inusitada.

Depois que a água baixou foi possível ver um JACARÉ andando livremente pela avenida, próximo ao posto FC, como se estivesse perdido, sem sua lagoa. VEJA O VÍDEO.


Isso se chama impacto ambiental.

O que diz o governo Nagib sobre ‘demissão’ de profissionais da área de comunicação

Os jornalistas Leandro de Sá e Marcos Silva publicaram em seus blogs ontem, 16, à noite, uma notícia dando conta da demissão de quatro profissionais que integram a comunicação do atual prefeito de Codó, Francisco Nagib.

Seriam eles, Vicente Maranhão (fotógrafo), Ellen Quintanilha (repórter), Gabriel Marley radialista e locutor cerimonialista, além de Totonho Araújo organizador de eventos.

Totonho não respondeu

Primeiro procurei ouvir cada um deles.

Vicente Maranhão confirmou a saída. Disse que a alegação para a exoneração de 4 pessoas seria o fim de uma licitação, sem maiores detalhes sobre a referida licitação e sobre como isso os afetou diretamente.

Fotógrafo Vicente Maranhão confirma demissão

Gabriel Marley disse que a notícia de demissão não procede, trata-se de um remanejamento e que ele, por exemplo, sairá da Comunicação da Prefeitura  para integrar o quadro da TV Codó.

Gabriel Marley vai para TV Codó

Totonho não respondeu à nossas perguntas, nem Ellen Quintanilha.

Ellen Quintanilha

O GOVERNO, O QUE DIZ?

Para ouvir representantes do governo MAIS AVANÇO, MAIS CONQUISTAS fiz contato com três pessoas – com o prefeito Francisco Nagib, com  Michel Marques e com Cícero de Sousa.

Apenas Cícero de Sousa falou sobre o assunto, sem aprofundamento da questão escreveu:

“o atual governo ver a necessidade de reorganizar a assessoria de comunicação. Tudo no sentido de dar mais agilidade e eficiência. Relação com as redes sociais, com blogs , TVs e rádio passará ter mais dinamismo. Também , o governo entende que é  necessário uma integração maior entre assessoria de comunicação e secretarias”, afirmou

SÓ FÉRIAS

Também destacou que o tema ‘DEMISSÃO’ não foi tratado “Foi tratado férias de dias para a reorganização, ação normal de planejamento onde o governo busca resultados”.

Na reunião teria havido análises do que vem sendo feito.

Os trabalhos de Raphael Fernandes, responsável pelos textos que chegam à mídia eletrônica (internet) e as produções de Mauricinho foram bem avaliadas.

Publicitário carioca Raphael Fernandes – Trabalho agrada ao governo

Haverá também, a partir da reorganização já em andamento, uma concentração maior de poder de decisão nas mãos de Michel Marques, atual diretor da TV Codó.