Category Archives: Geral

Sindicato divulga agenda de luta pelos precatórios para esta semana em Codó

AGENDA DA SEMANA NA LUTA EM DEFESA DE NOSSA PARTE NO RECURSO DOS PRECATÓRIOS:

  • Terça-feira 19/06 às 18:00hs, participaremos(todos nós) da sessão ordinária na câmara de vereadores;
  • Quinta-feira 21/06 às 16:00hs, mais uma reunião na prefeitura desta vez priorizando às assessorias jurídicas de ambas as partes;
  • Sexta-feira, 22/06 às 17:30hs, assembléia extraordinária no sindicato para avaliação da reunião do dia 21 e deliberação das próximas estratégias de luta;

Obs: lembrando que estamos nos articulando junto à demais sindicatos do Maranhão, no sentido de fazermos uma grande mobilização na capital em defesa de nosso direito nos precatórios e pretendemos levar o maior número possível de sindicalistas, já vão se preparando companheiros(as).

Presidente Marcos Antonio

Confira estas ofertas do aniversário PARAÍBA 60 ANOS

Durante o aniversário PARAÍBA, que já começou, a loja vai sortear R$ 1 milhão e meio em prêmios e todo dia tem produtos com preços de aniversário. CONFIRA.

  • TV de LED Toshiba a partir de R$ 749,00 à vista
  • Refrigerador Eletrolux a partir de R$ 1.189,00

 

SEMA realiza trabalho de monitoramento para combate às queimadas

SEMA realiza trabalho de monitoramento para combate às queimadas

 A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA) realiza etapa de conclusão do Relatório de Monitoramento dos Focos de Incêndio e Queimadas dentro da extensão do Parque Estadual do Mirador, que é uma importante área de conservação brasileira, com área total de 437.845 hectares.

Para o responsável do Laboratório de Geoprocessamento da SEMA (LABGEO), Adauto Pestana, o trabalho realizado através de análises técnicas serve para a identificação dos possíveis focos de queimadas. “Através deste trabalho, é possível constatar as áreas afetadas pelas queimadas dentro da Unidade de Conservação, a partir desta análise, que serão definidas estratégias de prevenção, reflorestamento e recuperação das mesmas,” disse .

“A partir das imagens de satélite, conseguimos identificar o que denominamos “cicatriz” de queimadas. O Instituto de Pesquisas Espaciais (INPE) realiza um trabalho que é a identificação desses pontos em tempo real, o que nos auxilia no reconhecimento das manchas que se trata da área exata, extensão territorial e propriedades afetadas”, acrescentou Adauto.

Equipes da SEMA estão em campo realizando a verificação dos focos para o desenvolvimento de soluções e operações no combate a queimadas na região do Parque do Mirador. Ressaltando que cada imagem de satélite cobre boa parte do estado, aproximadamente 180 km de área.  O trabalho técnico inclui a utilização de dados referentes à ocorrência pontual de queimadas (disponibilizadas pelo SIG Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE através do portal  http://www.inpe.br/queimadas/portal), vista a este locais (por meio de navegação teleguiada por GNSS), bem como registro fotográfico.

A partir dos comparativos são mensuradas as áreas efetivamente queimadas, bem como as áreas regeneradas e/ou em regeneração neste interstício em comparativo com o mesmo período do ano passado, permitindo ainda armazenar as informações para comparativos futuros.

Veja se você foi um dos ganhadores da 58ª extração do CODÓ FELIZ

1º PRÊMIO – R$ 1.500,00 (HUM MIL E QUINHENTOS REAIS)

NOME: FÁBIO SANTOS E ZUMIRA VÓ

Nº DA CARTELA: 18861-19

ENDEREÇO: RUA SANTA CLARA

BAIRRO: SÃO VICENTE PALOTTI

CIDADE: CODÓ – MA

VENDEDOR: MÔNICA

 

2º PRÊMIO – R$ 1.500,00 (HUM MIL E QUINHENTOS REAIS)

NOME: OZEIAS SANTANA CARVALHO

Nº DA CARTELA: 17019-49

ENDEREÇO: RUA ANTÔNIO ALEXANDRE Nº 1286

BAIRRO: SÃO BENEDITO

CIDADE: CODÓ – MA

VENDEDOR: BANCA DA NILA

 

3º PRÊMIO – R$ 1.500,00 (HUM MIL E QUINHENTOS REAIS)

NOME: MARIANA SILVA ALMEIDA

Nº DA CARTELA: 04207-20

ENDEREÇO: RUA DA UNIÃO Nº 248

BAIRRO: CODÓ NOVO

CIDADE: CODÓ – MA

VENDEDOR: CORDEIRO

 

4º PRÊMIO – R$ 1.500,00 (HUM MIL E QUINHENTOS REAIS)

NOME: ANTÔNIO SILVA CRUZ

Nº DA CARTELA: 19515-44

ENDEREÇO: POVOADO LAGOA DA CITY

BAIRRO: ZONA RURAL

CIDADE: CODÓ – MA

VENDEDOR: FRANCISCO

 

 

5º PRÊMIO – R$ 14.000,00 (QUATORZE MIL REAIS)

PRIMEIRO GANHADOR

NOME: SELMA GOMES E LUÍS OTÁVIO

Nº DA CARTELA: 14815-61

ENDEREÇO: RUA CANAÃ Nº 404

BAIRRO: SÃO VICENTE PALOTTI

CIDADE: CODÓ – MA

VENDEDOR: LUCIANA SILVA

 

SEGUNDO GANHADOR

NOME: DEUSIMAR TOMÁSIA E MANOEL DOS REIS

Nº DA CARTELA: 24004-40

ENDEREÇO: RUA CANAÃ Nº 384

BAIRRO: SÃO VICENTE PALOTTI

CIDADE: CODÓ – MA

VENDEDOR: EDVAN OLIVEIRA

DEPOIMENTO: Delegada da Mulher dá detalhes sobre o que teria motivado o assassinato de ‘Bia’

Já está no presídio regional de Codó, Francisco Pereira da Silva, de 34 anos, assassino confesso de Concilma Muniz Sousa, sua ex-companheira mais conhecida como BIA, considerado o vigésimo primeiro feminicídio ocorrido no Maranhão este ano. Aqui o assassinato à facadas, na porta de um bar, ocorreu no dia 10 de junho.

Francisco  foi à  delegacia acompanhado de um advogado e entregou-se ao delegado regional Zilmar SANTANA. Ele ainda será ouvido pela delegada da Mulher, que preside o inquérito, Maria Tecla Cunha, mas no ato da prisão ele adiantou alguns fatos que teriam relação com a motivação do crime.

Contou a delegada que ele teria adiantado que no dia do crime teria feito diversas ligações para a vítima que não o atendia, enciumado a encontrou num bar e começou uma discussão.

 “Que o autor fala da ofendida é que, certamente haveria, segundo os próprios relatos do autor, que haveria o envolvimento com uma terceira pessoa e daí surgiu as cobranças de ciúmes, que não justifica o fato de ter tirado a vida da ofendida, daí, por conta disso discutiram e ele se diz transtornado e desferiu as facadas, disse também que não recorda quantas a vítima chegou a ser atingida”

ESCONDIDO NO MATO

Contou à polícia que antes de se entregar ficou escondido no mato, que havia brigas constantes mas só a agrediu fisicamente uma única vez no dia em que também foi agredido. Francisco já estava com prisão preventiva decretada pela Justiça e agora ficará esperando julgamento

 já foi decretado, ele agora está sob a custódia do Poder Judiciário, foi decretada prisão preventiva e ele agora tá à disposição, o inquérito vai ser concluído, ouvido, certamente, mais algumas pessoas como testemunhas e certamente ele agora será ouvido, será citado e ouvido pelo judiciário”, disse a autoridade policial

Justiça proibe Francisco Nagib de usar 60% dos R$ 26,5 milhões dos precatórios do Fundef

O SIMPROESEMMA (Sindicato do Trabalhadores em Educação Básica das Redes Públicas ESTADUAL e Municipal do Estado do Maranhão), ajuizou ação contra o município de Codó.

No processo de número 0800705-77.2018.8.10.0034 o SIMPROESEMMA pediu três coisas à Justiça:

  • Destinação integral dos valores incontroversos referentes ao precatório à área da educação municipal;
  • A DESTINAÇÃO DE RECURSOS a conta específica do FUNDEB;
  • Destinação de pelo menos 60% dos valores incontroversos para pagamento dos professores.

Em sede de liminar (pedido antecipado) pediu que fosse feito um bloqueio de 60% dos R$ 26,5 milhões que já estão na conta da prefeitura para garantir o pagamento dos professores.

A DECISÃO

Imagem divulgada via whatsApp à qual tivemos acesso

O juiz Francisco Ferreira de Lima, titular na Comarca de Coroatá, mas, atualmente, respondendo pela  Vara da Fazenda Pública de Codó (que trata de problemas com a Prefeitura/Câmara e Estado), concedeu a liminar, ou seja, autorizou o bloqueio dos 60% em decisão datada de 14/06/2018.

O magistrado destacou que ao ordenar que o município não gaste 60% do recurso do precatório não está inviabilizando os serviços e disse que está seguindo uma decisão anterior à dele que consta do processo de número 0800403-48.2018.8.10.0034.

“Oportuno registrar que a decisão liminar  nos autos do processo nº 0800403-48.2018.8.10.0034, que aqui também será adotada, de forma alguma inviabiliza o exercício da atividade administrativa pelo ente municipal, pois os valores recebidos por precatórios têm caráter excepcional  e extraordinário não integrando a receita regular do município”, escreveu o julgador

Na sequência ordenou que o município ‘se abstenha de utilizar verba equivalente a 60% do valor do precatório sob pena de multa equivalente ao valor utilizado indevidamente”.

QUANTO FICA?

Com isso o prefeito Francisco Nagib fica impedido de usar exatamente R$ 15.900.000,00 dos 26,5 milhões que estão na prefeitura.

Mas ainda tem sob seu comando R$ 10.600.000,00 para aplicar conforme o plano que vem sendo questionado pelos professores.

Vale ressaltar que nenhuma destas duas ações foram ajuizadas pelo SINTSERM Codó.

Lavradores dão pressão em empreiteiro porque reforma da MA-026 continua parada

Para que o governo do Estado reformasse a MA-026  os agricultores da região já chegaram até a interditar a BR-316 no ano de 2014 quando a luta ficou mais acirrada.

Só recentemente a licitação foi concluída e a vencedora foi a empresa CONSTRUSERVICE – Empreendimentos e Construções Ltda foi a vencedora após uma disputa com a Construtora Sucesso.

Eduardo Costa – dono da Construservice

A placa de serviço  indicando que a obra custará R$ 28.751.307,81 apareceu no KM 17, máquinas chegaram a ser vistas no trecho entre KM 17 e Triângulo alargando a estrada, mas não passou disso.

As máquinas  foram para a rodovia na mesma semana em que Codó aniversaria, 16 de abril. Na sexta-feira daquela semana já tinha político tirando foto na MA ao lado delas.

Fizeram algum serviço e desapareceram. Isso gerou uma série de dúvidas na cabeça dos moradores de mais de 20 comunidades que vivem às margens da MA-026, trecho KM 17, zona rural de Codó, à Triângulo, zona rural de Dom Pedro.

Lavradores da MA-026

A líder comunitária Francisca das Chagas Silva Gonzaga, a Chaguinha como é mais conhecida, uma lutadora pela causa, nos falou destas dúvidas

Por que que a obra não começou, se ia ser arrancado o asfalto? Como que ia fazer, quanto que era…NINGUÉM SABIA DE NADA? Ninguém sabia de nada, só ouvir era um desencontro de informação, então a gente precisava ter propriedade do que tava acontecendo pra poder responder”, explicou

A PRESSÃO

Para ouvir de quem ganhou a licitação todas as respostas possíveis, o comitê de acompanhamento da obra formado por 22 agricultores (titulares e suplentes) da região afetada pelo descaso provocaram uma reunião realizada no povoado Santa Rita do Moisés, na manhã do último sábado, dia 16 de junho, portanto um mês depois da promessa de Flávio Dino em Codó de que a obra seria, imediatamente, iniciada.

O empresário Eduardo Costa, um dos donos da Construservice, explicou-se dizendo que por baixo a estrada ainda está úmida o que foi descoberto após testes próprios para este fim e isso prejudicaria o serviço se ele já tivesse em andamento, vai esperar secar completamente e começar o trabalho no início de julho.

“Já começamos iniciar a arrancar o asfalto que tinha, o asfalto antigo, a gente já tá fazendo a parte das sondagens, das perfurações, pra ver realmente, o material como está, topografia também, então depois disso tudo feito a gente, realmente, de fato a gente vai alavancar a obra com maior rapidez”, afirmou em entrevista

Os moradores ouviram desconfiados e foram claros na contra resposta. Seu Tôta (Antonio Torquato da Silva), deixou evidente que uma nova interdição vai acontecer na BR-316 se o empresário não cumprir com o que disse.

Se não começar em julho nós estamos pronto pra briga…INTERDIÇÃO…tem que começar aqui nós somos mais de 500 famílias nessa região, então ou começa ou nós vamos interditar tudo de novo”, afirmou

Domingos Maranguape, representante do Barracão também foi no mesmo tom.

 “Tava demorando não, tá demorando (…)  AGORA A PRESSÃO ELA NÃO DIMINUI, SE NÃO COMEÇAR… Nós vamos pra frente, nós vamos pro governo, nós vamos pra BR (316) nós vamos pra frente, tá entendendo? Nós queremos é a solução”, disse

COMITê VIGILANTE

Garantiram que o Comitê continuará vigilante e, nas palavras de Chaguinha, ele está ativo não apenas para fiscalizar a obra milionária da MA-026 que continua a esperar.

“Nós montamos um comitê de acompanhamento desta MA e que fique sabendo também que este comitê está ativo só pra MA (026) e sim pra todos os assuntos relacionados à zona rural”

ASSISTA: Veja como dono da Construservice justificou a falta de serviços na MA-026

Após ouvir a reclamação das comunidades de lavradores que vivem ao longo da MA-026, entre o KM 17 (Codó) e Triângulo (zona rural de Dom Pedro) o empresário Eduardo Costa, dono da Construservice se pronunciou intercalado por novas perguntas.

VEJA como ele justificou a obra não iniciada na forma como já desejava as comunidades, ou seja, com asfalto sendo colocado na estrada que continua em péssimas condições.ASSISTA

Crescendo em valores pessoais FC Oliveira atrai atenção de universitários da UEMA e da FAI

O empresário Francisco Carlos de Oliveira recebeu no último sábado, 16, estudantes de uma faculdade particular de Caxias e de um pública que funciona em Codó.

Foram alunos da FAI (Faculdade do Vale do Itapecuru, Caxias) e da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA, polo Codó), todos de cursos de administração. Eles conheceram a indústria e tiveram momentos de conversa com o industrial sobre gestão de grandes negócios.

CRESCENDO EM VALORES PESSOAIS

Em entrevista ao blogdoacelio, Chiquinho Oliveira falou de sua satisfação em receber os universitários explicando por que a FC Oliveira atrai a atenção de quem cursa administração.

“O grupo FC OLIVIERA vem, com muita responsabilidade, crescendo, não crescendo, vamos dizer, em faturamento, mas crescendo em valores pessoais, na valorização dos nossos colaboradores. O grupo FC Oliveira pra ter esse crescimento teve também que preparar o crescimento e a capacitação de todos os seus colaboradores, então hoje a FC Oliviera é reconhecida como uma empresa organizada, como uma empresa que tem o melhor sistema de informática (…) Esse conjunto de crescimento da empresa faz por onde despertar, nesses alunos, o interesse de saber por que FC Oliveira, por que FC Oliveira?”

SATISFAÇÃO

Afirmou ser uma satisfação para ele e seus colaboradores receberem os estudantes.

“Pra nós que fazemos o grupo FC Oliveira nós ficamos muito satisfeitos, isso mostra pra sociedade, isso mostra também para os nossos funcionários que nós estamos no rumo certo, que nós estamos fazendo a coisa correta ao ponto de estudantes que tão estudando, que tão se preparando tenha a vontade de querer saber como é que é o sistema, como funciona a FC Oliveira”, frisou

FC OLIVEIRA EM NÚMEROS

Ao final da entrevista o industrial revelou um pouco do que é hoje a FC OLIVEIRA em números graças à uma eficiente gestão.

Afinal de contas, são mais de 400 veículos, afinal de contas são mais de 2.000 colaboradores, afinal de contas é um faturamento chegando a R$ 40 milhões, pra que tudo isso aconteça é preciso ter uma coisa chamada gestão e isso, graças a Deus, a gente tem trabalhado pra que isso aconteça”, afirmou

No Codó Novo polícia apreende carro com registro de roubo

HISTÓRICO: Durante rondas  de rotina, a equipe do Esquadrão Águia, Abordou em atitude suspeita, o condutor de um veículo identificado como Ademir Barbosa. O mesmo estava conduzindo um veículo HB20, de placa PIG-7218.

Ao consultar as características do veículo no sistema INFOSEG, a guarnição constatou que o veiculo possuía restrição de  roubo e a verdadeira placa seria PII-7200.

O conduzido foi levado para a delegacia junto com o veículo para que sejam tomadas as devidas providências.

ASSCOM 17º BPM