Category Archives: Imprensa

Alternativa FM à Cabo completa 16 anos de atividade no comércio de Codó

Franck Miller está na Alternativa FM desde 2001

Franck Miller está na Alternativa FM desde 2001

A rádio ALTERNATIVA FM  À CABO completou no dia 27 de novembro de 2016, exatamente 16 anos em atividade.

Trata-se de um sistema de som instalado em postes nas principais ruas do comércio codoense que foi criado pelo empresário Nonatinho da Ultra Som, que é de Caxias.

O repórter Jair Ribeiro, que já foi funcionário da Alternativa, entrevistou Franck Miller, atual locutor e operador sobre esta passagem festiva.

A história de Miller tem estreita ligação com a da Alternativa. O comunicador relembrou a trajetória da rádio desde o tempo em que foi dirigida pelo também radialista Maxuel Vieira (do lendário Mirante Sucesso) e, posteriormente, pelo DJ Laévio (da Ultra Som), que tornou-se o proprietário no início da década 2000.

“Em 1998, se não tiver enganado, era do Maxuel (Vieira), Maxuel que tava comandando, na diretoria e o chefe, o presidente, era o Nonatinho, mas o Maxuel que comandava. Nesse tempo aí eu lembro de Jair Ribeiro, Franklin Mastroianne, Max Márcio, Cristina da Azaração, não sei se teve outros mais. Bom, aí ficou um período de dois anos, fechou, encerrou a atividade com Maxuel, aí quando foi por volta de 2000, 2001 por aí assim, ela começou novamente essa temporada com Nonatinho no comando e aí o Laévio era, simplesmente, um funcionário, passando uns dois anos Nonatinho resolveu passar de vez pro Laévio, Laévio recebeu, Laévio me convidou  e aí eu vim pra cá e estou aqui até hoje”, lembrou Miller

O radialista, que também é um dos produtores de comerciais e vinhetas mais requisitados da região, destacou que está na Alternativa FM à Cabo desde 2001 e que sente-se feliz em fazer parte desta história.

“Quando  eu cheguei ela já estava em atividade, comecei em 2001, e hoje estamos já com estes anos de  serviço prestado e quero dizer o seguinte: é um prazer sempre estar por aqui sempre levando  a boa informação do comércio, dos eventos”, disse

Sérgio Róchel e Bruno Leal Maia vão estrear na Eldorado AM nesta segunda-feira

A rádio Eldorado AM vai dá mais uma mexida em sua programação diária e trará ao rádio dois novos profissionais.

Bruno Leal  Maia, Jair e Sérgio Róchel

Bruno Leal Maia, Jair e Sérgio Róchel

Pela manhã, no horário que era do PÂNICO, apresentado por JJP, de 8h às 10h, vai estrear o repórter Sérgio Róchel (com passagens pela TV Palmeira do Norte/FCTV/TV Cidade).

O programa será bem variado, uma espécie de revista eletrônica com interação com os ouvintes.

À tarde quem vai substituir Cícero Aguiar, o Passarinho (também conhecido como Corninho do Brega, como gostava de ser tratado no ar), será o radialista BRUNO LEAL MAIA.

Bruno iniciou no rádio, na própria Eldorado, na da década de 1990, depois afastou-se da comunicação e o programa, do gênero musical Brega, que começará às 15h, logo após o COISAS DO POVO, marcará seu retorno à radiodifusão.

Os dois anunciaram ontem, 16, os novos programas em entrevista a Jair Ribeiro.

Todos estrearão nesta segunda-feira, 19 de setembro.

Blog do Acélio atinge a marca de mais de 6 milhões de visitas

Estamos aqui hoje apenas para lembrarmos que alcançamos a marca de 6 milhões de visitas ao nosso blog que foi criado em 30 de janeiro de 2011. Desde então, líder nas pesquisas de opinião sobre fonte de informação e seus números de acessos únicos (aquele acesso que não se repete durante o dia vindo de um único computador, tablet ou celular) falam por si.

Imagem do contador de visitas que fica à sua direita

Imagem do contador de visitas que fica à sua direita, ontem às 23h57

Somos gratos por sua companhia diária. Agradecemos a você que nos ver cotidianamente também fora do Maranhão e, como mostram nossos registros internos, até fora do país.

Obrigado também aos mais de 8 mil amigos e seguidores de nossa página no facebook, aos mil que nos seguem pelo twiiter.

Nossa dedicação vale muito a pena.

 

IMPRENSA: Diretor Cícero de Sousa fala sobre planejamento estratégico de 2016

A Rádio Web Blogdoacelio entrevistou o diretor do Sistema FC de Comunicação, Cícero de Sousa. O assunto foi sua programação planejada para o ano inteiro começando sempre na época do carnaval com Camarote do Fala Codó,  Aniversário da cidade com matérias especiais (mês de abril), Homenagem ao Dia Internacional da Mulher (mês de março) e agora em junho o Arraial do Fala Codó, principal produto da emissora.

Diretor Cícero com profissionais do Fala Codó

Diretor Cícero com profissionais do Fala Codó

-Nós teremos dois dias na semana, terça e sexta, aonde o Arraial do Fala Codó, quadro dentro do programa, apresentado pelo Stênio e pelo Gerlan, com roupas características, onde nós teremos apresentação de quadrilha, bumba-meu-boi, comidas típicas, vai ter o festival do forró onde o casal que melhor dançar, vai receber um prêmio e com matérias especiais – explica

O planejamento já prever novos quadros como o  FALA CODÓ NAS FÉRIAS (julho), depois o foco será o Dia das Crianças também com a participação dos palhaços ALEGRIA & ENCANTO (em outubro).

FEEDBACK POPULAR

Cícero de Sousa também falou do feedback que vem recebendo da população codoense por causa do espírito inovador do sistema de comunicação que dirige. Agradeceu à toda a sua equipe e reconheceu a importância do trabalho de todos na conquista de bons resultados no ranking da audiência local.

-A gente fica muito satisfeito, a gente compartilha isso com a equipe porque comunicação é resultado de equipe, não é de uma pessoa só, todos estão envolvidos e nos causa satisfação (…) e a gente fica contente porque a grande maioria da população assiste a nossa programação, é uma TV voltada para a família -, afirmou

OUÇA CÍCERO DE SOUSA PELA RÁDIO WEB BLOGDOACELIO

Francisco Lemos estreia o ‘COISAS DO POVO’ na Eldorado AM

Estreou bem ontem, 26, na rádio Eldorado AM o radialista Francisco Lemos (Nissan Panchevisk/Xuxu Michan) no horário das 13h às 15h.

Francisco Lemos agora está na Eldorado AM no 'Coisas do Povo'

Francisco Lemos agora está na Eldorado AM no ‘Coisas do Povo’

Lemos estava, já há algum tempo,  na rádio Mirante AM, pela manhã, após Silvestre Néres e antes de Geraldo Sanches (do  tradicional Jornal da Mirante). Foi convidado para ser o novo comandante do horário que foi por vários anos de César Santos que, como me informou, deve ir para o mesmo horário de Lemos na Mirante (ele já recebeu  o convite da direção da emissora).

Pachevisk desenvolve estilo jornalístico em seus programas e tem por característica saber dividi-lo em quadros interessantes que vão desde o humor (quando reproduz trechos de A HORA DO MUÇÃO) à reportagens produzidas por agências nacionais que disponibilizam áudio para radifonia. Também apresenta quadros sobre saúde e Direito.

Mudou de emissora, mas manteve sua marca ‘COISAS DO POVO’. Explicando aos seus novos ouvintes ontem, 26, a origem do nome do programa que carrega consigo disse que tudo é ‘coisa do povo’ e citou exemplos. Com a chegada de Francisco Lemos, que já foi da Pioneira do Vale do Itapecuru no ano de 1996,  o quadro da Eldorado voltou a ficar completo.

Exposição fotográfica de Cândido Sousa é elogiada pela sociedade codoense

Na praça Ferreira Bayma, centro,  o presente e o passado estiveram bem  representados numa exposição fotográfica que chamou a atenção de muitos codoenses. A professora Maria das Dores de Deus Nascimento viu o antigo cinema e como era a primeira  estação do trem, automaticamente lhe vieram  emocionantes lembranças.

Cidadão aprecia fotografias na Ferreira Bayma

Cidadão aprecia fotografias na Ferreira Bayma

“Eu vim vender água nessa estação para o pessoal que passava (…) quem não era aquele Cine São Luís ou Cine Olinda, muito movimento, quem tinha dinheiro pra entrar, quem não tinha ficava só ali rodando”, lembrou

Aos 81 anos de idade, a imagem do  extinto VIVEIRO levou os pensamentos de seu Manoel  José Lopes Cabral à um tempo em que as pessoas apreciavam animais criados numa praça.

 “Eu lembrei do passado, como era Codó antigamente, tinha trem, ônibus não tinha (…) Isso, antigamente, botava os animais aí dentro, pato, tinha….E AS PESSOAS IAM VISITAR? Ia, lá na igreja de São Sebastião”, respondeu

ACERVO DE CÂNDIDO SOUSA

Todo o material exposto faz parte do acervo fotográfico do historiador  Cândido Sousa. E exposição foi feita com o apoio da Prefeitura de Codó e contou com o empenho pessoal do prefeito Zito Rolim.  Aconteceu em alusão aos 120 anos da cidade. Foi emocionante e até  surpreendente para visitantes como o  professor Clemilton Freitas Galvão.

“Eu que sou codoense muitas dessas fotos eu nunca tinha visto, então vendo essa exposição em praça pública (…) é inenarrável, muito bem elaborada, o fotógrafo, com certeza, caprichou nessas fotos aí, um profissional competente”, disse

Cidadãos admirados

Cidadãos contentes com o que viram

O documentarista Cândido Sousa explicou sobre do que tratou a exposição e o fez também para alguns dos visitantes.

“Aqui as gente conta um pouco dos editais, das publicações, de quando Codó passou de Vila à cidade, as primeiras embarcações aqui de Codó, as primeiras locomotivas, algumas construções, algumas praças, enfim eu acho que aqui conta um pouco da história fotográfica da história de Codó”, disse

O trabalho e a ideia, que também estiveram esta semana na escola René Bayma,  foram  elogiados pela sociedade codoense.

“ Ele fez uma coisa que está dentro da fotografia que é eternizar momentos, quando você tira uma fotografia você está eternizando momentos e foi o que ele fez aqui”, elogiou Clemilton Filho, cinegrafista e fotógrafo

O expositor considera que seu objetivo foi alcançado, fazer com que as pessoas tenham as melhores recordações possíveis e consigam dar utilidade ao que o tempo já levou.

 “Eu espero que de alguma forma sirva pra curiosos, estudantes, pesquisadores também que quiserem tirar foto, ilustrar os seus trabalhos de escolas”, encerrou Cândido Sousa

A estreia do programa CODÓ LIVRE

Apresentador André Araújo

Apresentador André Araújo

No último fim de semana, sábado (16), a TV Palmeira do Norte estreou mais um produto de sua grade de programação local. O programa Codó Livre foi ao ar levando em sua bancada o apresentador e mediador Andreh Araújo, o vereador Leonel Filho e o Prefeito de Codó, Zito Rolim, como convidado especial. A direção da TV escolheu o prefeito para participar do programa de lançamento em virtude da temática: o aniversário de emancipação política do município e a história de seus gestores ao longo dos anos.

O programa, que sempre contará com um convidado especial para entrevistas e participação nos debates, foi dividido em três blocos. O conteúdo foi uma homenagem a Codó e aos prefeitos que ajudaram a construir sua história. “Fizemos uma grande homenagem à cidade, um programa festivo e positivo e enaltecer a história desses 120 anos. O prefeito fez uma retrospectiva dos gestores que passaram por Codó, como Reinaldo Zaidan, José Anselmo, e os mais recentes como Zé Inácio, Biné Figueiredo, Ricardo Archer e também um balanço de seus próprios oito anos a frente de nosso município”.

O Codó livre também prestou uma singela homenagem ao ex-Prefeito e Deputado Federal, Dr. Antônio Joaquim. “Achei mais do que justa fazer uma homenagem a meu pai. Uma pessoa que contribuiu para a história de nossa cidade e seu crescimento, tanto como médico, quanto prefeito e deputado federal. Ele é uma pessoa querida de nossa população pela sua contribuição a nossa cidade e seu jeito amigo com todos”.

O primeiro convidado

O programa de estreia falou sobre história, seus personagens e também sobre política. Foram pontuadas algumas obras e feitos importantes da gestão do atual prefeito, como o programa Minha Casa Minha Vida, grande obras de infraestrutura, como o programa Codó Trafegável e a ponte sobre o Rio Codozinho, investimentos na educação e saúde. No entanto, mesmo sem estar na pauta do programa, Andreh Araújo tocou no assunto do acidente automobilístico do prefeito Zito em uma ponte de estrada vicinal na zona rural. O gestor explicou que as obras já estavam em andamento, tanto naquela ponte, quanto em outras, e que se esquecera que os trabalhos já tinham iniciado. A vinda de uma faculdade particular para Codó e a regionalização do SAMU também foram assuntos abordados pela mesa.

Leonel, André e Zito

Leonel, André e Zito

Zito Também ponderou com a mesa que, apesar de tudo que foi realizado nos últimos oito anos, muito ainda precisa ser feito, pois Codó cresce, sua população também, e as demandas do município não param. A direção da TV teria programado a participação do prefeito em apenas um bloco de programa, mas Zito Rolim se envolveu tanto com a temática abordada no Codó Livre que acabou participando de dois blocos, tendo apenas que se ausentar no terceiro, em função da entrega de comendas na sede da prefeitura.

Sucesso nas ruas

De acordo com o diretor Andreh Araújo e o vereador Leonel Filho, a resposta popular a estreia do programa foi imediata e muito positiva. “Recebemos muitos elogios e incentivos nas redes sociais, pelo telefone e nas ruas. Ficamos surpresos com a grande audiência e aceitação popular. Essa reação positiva das pessoas demostrou, além da grande audiência do Codó Livre e sua aceitação logo na estreia, a atenção que tivemos da população. As pessoas nos davam parabéns e nos incentivavam a continuar, levar convidados, e abordar temas interessantes e polêmicos”, disse Andreh.

Direção da TV agradece audiência

O Diretor da TV Palmeira do Norte, Andreh Araújo, agradeceu a toda a equipe de profissionais da Band envolvida em mais uma estreia da programação local e a volumosa resposta dos telespectadores codoenses a estreia do Codó Livre.

Estou muito feliz. Primeiro por estar lançando com muito sucesso mais um produto de nossa programação local, um programa de entrevistas que as pessoas ansiavam para Codó. Também me sinto realizado por colocar em prática tudo que aprendi na Escola de Interpretação do diretor Wolf Maia, uma das instituições mais respeitadas do país, onde pude estudar tudo sobre interpretação, artes cênicas e apresentação de TV, que fazia parte do conteúdo do curso. Isso me levou a fazer novelas, musicais e agora posso atuar apresentando um programa de entrevistas em minha TV. Devo tudo isso a mais pais, e quero agradecer a educação dada por eles e as oportunidades que tive, tanto fora do país, quanto no Brasil, e assim me preparar para as oportunidades que chegam. A informação e o conhecimento dignificam o homem e isso é um bem que ninguém pode tirar. Obrigado a todos”.

Ascom

Ramyria Santiago é recebida por Valéria Macêdo em São Luís

Valéria Macêdo recebe Ramyria Santiago

Valéria Macêdo recebe Ramyria Santiago

A jornalista e blogueira Ramyria Santiago anunciou recentemente sua pré-candidatura a vereadora, mas não pretende esperar o resultado das urnas para ir atrás de benefícios para a comunidade codoense não.

Na semana passada Ramyria foi a São Luís e esteve reunida com a deputada Valéria Macedo, em seu gabinete na Assembleia Legislativa, e trouxe boas novas como resposta a sua aproximação com a parlamentar maranhense.

De acordo com informações repassadas à Redação do Correio Codoense pela própria jornalista, foram várias solicitações feitas pessoalmente à deputada dentre as quais estão:

  • Ampliação e reforma da UEMA;
  • Poços artesianos para zona rural;
  • Estradas vicinais;
  • Convênios para compra de medicamentos;
  • Ambulâncias e viaturas de segurança;
  • Quadra poliesportiva (Bairro Santo Antônio);
  • Escola de ensino médio (Bairro Santo Antônio)

Segundo Ramyria, a primeira resposta foi muito positiva e a boa notícia é para a comunidade do Bairro Santo Antônio. A deputada, conforme ao que fora repassado ao Blog, teria se comprometido a destinar emenda parlamentar para a construção de uma escola de ensino médio para o bairro.

Ramyria informou ainda que esta semana mesmo se reunirá com o prefeito Zito Rolim para solicitar do município um levantamento técnico do bairro Santo Antônio para que os dados sejam encaminhados à deputada Valéria Macedo.

Ramyria contou-nos que estará retornando para a capital maranhense no mês que vem para sentar novamente com a deputada e já fazer uma avaliação do que poderá ser destinado para o município de Codó por meio de emenda de Valéria Macedo. O encontro teve ainda a presença do sócio fundador da OAB/MA, Marco Aurélio Gonzaga

Por Francisco Oliveira/blogcorreiocodoense

FALA CODÓ inova e leva para sua audiência a história do município de Codó

Quem acompanhou a semana que antecedeu o aniversário do município e é telespectador da FCTV percebeu que a direção do telejornal da emissora investiu na história da cidade para informar a sua audiência e, claro, mantê-la ainda mais fiel.

FALA CODÓ inova revelando a história do município

FALA CODÓ inova revelando a história do município

A mudança pôde ser sentida a partir do studio de onde Edmilson Filho apresenta o programa. O diretor Cícero de Sousa mandou confeccionar um painel cheio de fotografias históricas e depois acrescentou fotos atuais da cidade. Quando então ficou pronto, Edmilson entre uma matéria e outra apresentava uma foto e falava sobre ela.

A emissora também produziu vídeos explicativos sobre muitos importantes recortes   históricos do município com a participação dos repórteres Sérgio Réchel e Ellen Quintanilha.

No dia que antecedeu o feriado de 16 de abril, o diretor Cícero de Sousa e equipe festejaram a data, a iniciativa e a audiência do FALA CODÓ com um bolo simbólico no studio do programa.

Por causa da necessidade de conhecermos a nossa própria história a iniciativa foi bastante elogiada pelos codoenses.

TV Palmeira do Norte comemora um ano de sucesso do Programa do Povo

Jornalista Veridiano Sousa

Jornalista Veridiano Sousa

A TV Palmeira do Norte está com motivos de sobra para comemorar. Em pouco mais de um ano, a filiada da Band em Codó investiu em melhorias técnicas, equipamentos e material humano para alcançar seu lugar de destaque na mídia codoense.

O resultado? A mais completa e variada grade de programação local dentre as TVs da região, que conta com uma revista eletrônica, novela e telejornal. E a direção diz que ainda vem mais por ai.

O Programa do Povo

Um dos destaques da grade de programação da Palmeira do Norte é o Programa do Povo, uma revista eletrônica de variedades e notícias, que está completando um ano de crescente audiência e grande aceitação popular.

Equipe da TV Band  em Codó

Equipe da TV Band em Codó

De acordo com o diretor da TV Palmeira do Norte, Andreh Araújo, o sucesso do programa surpreendeu a todos, desde a sua estreia em 2015.

É muito gratificante poder olhar, após um ano de trabalho e dedicação, o resultado positivo da aposta que fizemos. Quero parabenizar ao apresentador Veridiano Sousa, primeiro pelo seu aniversário neste domingo e pelo trabalho e o sucesso a frente do programa. Queríamos um modelo bem diversificado, popular, que servisse de instrumento de utilidade pública e fosse solidário com nossa população. O sucesso de audiência e a resposta das pessoas nas ruas é o resultado disso tudo”, explicou Andreh.

Comemoração em dose tripla

A frente do Programa do Povo há um ano, o apresentador tem no mínimo três motivos para comemorar. Além de celebrar com a direção e equipe o primeiro aniversário do Programa do Povo, Veridiano Sousa completou aniversário no último domingo e em 2016 sacramenta seus vinte anos na comunicação em terras codoenses. “Quero agradecer muito ao povo desta cidade, que me recebeu com muito carinho sempre. Quero agradecer ao Diretor da TV, Andreh Araújo, por acreditar no projeto, abrir o espaço e entrar de cabeça nesse trabalho. Hoje já tenho o título de cidadão codoense e quero poder retribuir. Essa hora vai chegar”, diz Veri.

Sucesso Continua

Veridiano ainda comentou que o segredo do sucesso do Programa do Povo é sua linha editorial aberta e popular e sua linguagem simples, direta e honesta com o povo de Codó. “O Programa do Povo mescla informação, notícias policiais, quadros de humor, faixa de utilidade pública, momentos de solidariedade e da palavra de Deus e, sobretudo, a comunicação respeitosa com o telespectador. Quero agradecer a grande audiência e o carinho das pessoas e das crianças nas ruas, o que mostra que entramos na casa de nossos irmãos com toda dignidade e pedindo a devida licença”, finalizou.

Ascom