Category Archives: Peritoró

Polícia prende em Peritoró suspeito de pistolagem da cidade de Bacabal

Uma operação conjunta das polícias Militar e Civil de Peritoró prendeu hoje pela manhã CARLIELTON PEREIRA TUDES, vulgo Elton, que, conforme noticiou a polícia, é suspeito de vários homicídios encomendados no município de Bacabal.

Ele tinha um mandado de prisão em aberto, expedido pela Justiça, em razão da morte de Álisson Johny Nascimento de Morais, ocorrido no dia 27 de junho de 2016.

Elton entre policiais de Peritoró

Sempre que ocorria fatos dos quais era o principal suspeito, Elton sumia. Foi a Polícia Civil  quem descobriu seu mais recente paradeiro no povoado São Beneditos dos Barros, zona rural de Peritoró. Ele não reagiu e com ele fora aprendido uma escopeta calibre 12 totalmente municiada.

Carlielton será recambiado para Bacabal onde ficará á disposição da Justiça.

Caravana Governo de Todos beneficia população de Peritoró

Durante a nona edição da Caravana Governo de Todos, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) garantiu serviços prioritários à população de Peritoró. Ontem, sexta-feira (23), a ação ofertou atendimentos na Carreta da Mamografia, atualização da carteira de vacinação, além de disponibilizar orientação nutricional e saúde bucal, testagem rápida e aferição de pressão arterial. 

Segundo a secretária-adjunta de Assistência à Saúde da SES, Teófila Monteiro, os serviços ofertados asseguraram acesso a exames não ofertados no município. “A Caravana viabiliza o atendimento que a população precisa, mas não encontra com facilidade no interior do estado, como a mamografia. O nosso objetivo aqui vai além da oferta de exames, promovemos a conscientização de que o hábito de uma vida saudável é fundamental a prevenção de doenças”, assegurou.

A Carreta da Mamografia realizou mais de 80 exames, entre preventivos e diagnóstico por imagem, por meio do mamógrafo. A unidade móvel garantiu atendimento a dona de casa Marinete Silva, de 49 anos. “O último exame de mamografia que realizei foi em 2009 porque tive que sair da cidade para procurar consulta. Se a carreta não estivesse em Peritoró acho que nunca conseguiria realizar o exame”, contou.

Mãe e filha, Carmelina Silva e Roseni Macedo, resolveram não perder a oportunidade de realizar exames na Carreta. “Eu tenho 55 anos, a minha mãe, 75. A gente faz parte do grupo de risco e se não cuidar em realizar exames todo ano, talvez uma de nós já não estivesse aqui. Temos problemas na família e nunca deixamos de nos cuidar”, revelou.

Os exames da Carreta da Mamografia serão entregues no prédio sede da Secretaria de Saúde de Peritoró, em 30 dias.

Na sala de imunização foram oferecidas as vacinas contra Hepatite, Influenza, Tétano, Febre Amarela, Tríplice Viral, Tetra Viral, Pentavalente, Meningite, HPV e Pneumonia. Mais preocupadas com a saúde que os homens, as mulheres também dominaram o atendimento na sala. “Tentei trazer meu filho e marido, mas não quiseram. Eu não posso deixar passar a oportunidade de cuidar da minha saúde”, disse a professora Tânia Guimarães.

Pela primeira vez, as estudantes Juliana Sousa, Clarice Silva e Joana Moura receberam dicas de escovação e cuidados com a higiene. “Eu nunca pensei que tinha tanto a aprender sobre escovar os dentes. Pensei que era só passar escova e creme dental. Agora eu sei como cuidar dos meus dentes”, relatou Joana.

O prefeito Josias elogiou a ação desenvolvida pelo Governo do Estado. “A gente agradece ao governador Flávio Dino por nos proporcionar este momento. A população percebe que existe uma atenção voltada ao povo de Peritoró. A Caravana é mais um benefício que o Governo nos concede”, disse.

Assim como os serviços de saúde, a Caravana inaugurou uma nova escola, ofereceu ações de cidadania, atividades recreativas e de lazer. O momento reuniu os secretários de Estado, Rodrigo Lago (Transparência), Felipe Camarão (Educação), Laurinda Pinto (Mulher), Teófila Monteiro (SES), e o prefeito Josias, de Peritoró, junto com os secretários do município.

Reunião
Os secretários de Estado estiveram reunidos com o prefeito de Peritoró e representantes do município, durante a Caravana Governo de Todos, para ouvirem as demandas emergenciais da cidade. O encontro faz parte da programação da Caravana para que os benefícios sejam estendidos para além do evento.

Expansão da assistência no Hospital Geral de Peritoró
O Hospital Geral de Peritoró também aumentou o número de atendimentos nas especialidades de ortopedia, clínica médica, pediatria, cirúrgica (avaliação), além de exames de ultrassonografia. Nesta sexta-feira (23), a unidade realizou mais de 250 de atendimentos durante a Caravana.

SECAP

Governo entrega duas Escolas Dignas e realiza sonho de comunidades de Peritoró

“É a realização de um sonho”. A frase usada pela professora Narcisa Correa tem sido a tônica em todas as entregues de Escolas Dignas nas cidades maranhenses. E, nesta segunda-feira (19), não foi diferente nos povoados Bacuri e Santa Maria, em Peritoró. O governador Flávio Dino inaugurou mais duas escolas em substituição de estruturas de palha e barro, completamente inadequadas ao ensino, e deu mais um passo no maior programa educacional da história do Maranhão.

Flávio Dino em Peritoró

A professora Narcisa utilizava um barracão de palha ao lado da sua casa para ensinar todas as crianças do ensino fundamental do povoado Bacuri. Ela falou com emoção da luta que sempre teve que travar para lecionar em local inadequado. Mas essa realidade mudou com a construção do Unidade de Ensino Municipal Juarez Nunes, a Escola Digna que vai atender 62 famílias da localidade que fica distante 7km da sede de Peritoró.

“Estou sentindo muita alegria, por estar recebendo essa escola bem equipada, com coisas boas para os alunos. Queria agradecer o governador Flávio Dino por ter construído essa escola e garantir um futuro melhor. Nós juntos vamos fazer a diferença. Agora vai ser tudo diferente. Eu ouvia falar que ia acontecer e sempre tive a esperança de ter uma escola digna para os nosso alunos”, disse emocionada a professora Narcisa.

Povoado Santa Maria
Com alegria, festa, emoção e uma salva do mais autêntico tambor de crioula. Nesse clima de puro contentamento e receptividade o governador Flávio Dino foi recebido pela comunidade Quilombola de Santa Maria, a 17 km da sede de  Peritoró,  para a inauguração da Escola Municipal Gonçalves Dias, mais uma das Escolas Dignas construídas pelo governo do Maranhão.

A comunidade,  onde vivem 19 famílias, há muito tempo esperava por uma escola de alvenaria que oferecesse condições mínimas para que seus filhos pudessem estudar. “A gente esperava muito por uma escola melhor, porque a que a gente tinha era improvisado na casa de Zé Mário. Mas, não esperava que fosse tão bonita e boa, bem do lado da minha casa. É uma maravilha”, disse Eliane Leite Ferreira, lavradora e mãe de duas filhas matriculadas na escola.

Fotos: Gilson Teixeira/Secap e Lauro Vasconcelos/Seduc

O lavrador Rafael Salazar Almeida e a esposa Francisca Pereira dos Santos, fizeram questão de estar presentes com filhos Rafaele (6 anos), Renan, (3 anos) e Ryanna Vitoria (2) para acompanhar a solenidade de entrega da escola, onde os dois mais velhos já estão matriculados. “Quando eu vi os primeiros tijolos chegando, eu disse: agora  é  certeza! e vai ser concluída! E agora eu ‘tô’ aqui, vendo com os meus próprios olhos. Nós estamos muito felizes, porque as nossas crianças vão ter onde estudar, pertinho de casa”, disse Rafael Salazar.

“Esse é um sonho realizado, a inauguração dessa escola. Eu tenho 21 anos, fiz o primeiro ano na antiga escola. E desde então via a nossa comunidade lutando por uma escola de verdade. Hoje, eu agradeço muito ao governador Flavio Dino por ter tornado esse sonho realidade”, pontuou Francisca.

Para seu Zé Mario, líder comunitário, o momento é de pura felicidade e de agradecimento. “Hoje eu estou vivendo um momento muito feliz da minha vida por estar realizando um sonho. A gente passou 50 anos dormindo, esperando porque muitos que passaram lá não fizeram nada. E foi só Flavio Dino entrar no governo e a gente está aqui, recebendo uma escola digna onde vai poder estudar todas as crianças, nso dó dessa comunidade. Muito obrigada governador”, enfatizou José Mário Soares, líder comunitário de Santa Maria.

Dignidade para os alunos maranhenses

Com investimento de R$ 388.595,87 cada,  as duas escolas possuem duas salas de aula, secretaria, 04 banheiros e uma cantina completamente equipada para atender os alunos. Além disso, ela é totalmente mobiliada e com condições dignas para um processo efetivo de ensino e aprendizagem. Com as unidades escolares, as comunidades também receberam um poço artesiano cada, que vão ajudar no abastecimento de água das casas.

O Padre Josias Lima, prefeito de Peritoró, destacou a importância da parceria do Governo pela melhoria da educação no Maranhão. “Esse programa Escola Digna, que o governador está implantando no estado, é uma benção. Está tirando muitas crianças da escola de palha e dando mais dignidade, mais condições de aprendizagem para nossas crianças. Isso é cidadania, é progresso, é saúde,  é dignidade. Obrigada governador!”, pontuou o prefeito.

O governador Flávio Dino destacou que a educação é o único caminho para reduzir as desigualdades sociais. “A educação é o único meio de abrir portas em meio a toda essa desigualdade social. Todo mundo sabe disso, mas, difícil é fazer. Entra governo, sai governo, todo mundo sabe quais são as prioridades, mas, falta paciência. Porque na educação os resultados não são imediatos. O investimento que estamos  fazendo nestes meninos e meninos só irão aparecer daqui há dez ou 15 anos. Mas, é preciso fazer hoje para ter uma resposta amanhã”, sublinhou o governador.

por  Rafael Arrais e Maria Regina/Seduc

PERITORÓ – População de Livramento continua na ‘taca’ da CAEMA

Com  várias contas de água na mão, o lavrador Adinaldo Pereira de Oliveira,  morador de Livramento, zona rural de Peritoró,  protestou.“Não tem água, essa aqui olha bem aqui o valor, R$ 41,90, essa aqui eu não pago e não pago mesmo porque não tem água”, disse

O povoado é grande e por onde andamos encontramos reclamação. Dona Francinete do Nascimento Silva vinha da lavagem de roupa no poço de uma vizinha.

Moradoras voltaram à ERA DO BALDE

 “é ruim demais, lá casa eu tenho meus filhos to pra morrer arrebentada de carregar água…é peso na coluna em todo lugar e eu que sou operada posso nem carregar peso”

Desde fevereiro, quando a CAEMA deixou de fornecer água, são poços como este que estão salvando a população, mas quem tem um no quintal já começa a pensar duas vezes.

“Já tá cismando de num querer arrumar porque o poço tá baixando…A CHUVA ACABOU, NÉ…acabou, quando tinha chuva o poço aumentava água, mas só tirando, tem que diminuir, com certeza”, explicou o lavrador Pedro Cordeiro da Silva

SEM EXPLICAÇÃO

Pela segunda vez fomos atrás de explicações. Como fizemos da primeira vez, voltamos ao escritório da CAEMA,  encontramos o portão aberto, entramos. Mais uma não havia ninguém para nos atender e dar alguma explicação a respeito deste problema. Nos dirigimos então ao poço que, por causa do defeito numa bomba,  deixou de jorrar. Os moradores contaram que após a primeira reportagem a Companhia enviou esta máquina pra o local, mas nunca funcionou.

“Todo dia eles fala que vem, fala que vem e nada de aparecer…TÁ AÍ HÁ QUANTO TEMPO? Tá com uns 15 dias, uns 15 a 20 dias…NADA? nada, nada, não temos nada, nada”, disse o comerciante Luna Nunes complementado por Jonas do Nascimento Lima “ Diz que é pra sugar uma bomba que caiu há mais de 90 dias, e taí parada…NEM ISSO FIZERAM? Nem isso, só vem hoje, vem amanhã, vem hoje, vem amanha e ninguém nunca chega”.

Livramento tá sem água nas torneiras desde fevereiro

O fim das chuvas na região acabou com as chances de armazenamento na casa de Lauana Valéria Carneiro Sampaio.

 “Aqui   é os baldes na biqueira, é caixa na biqueira pra poder a água da chuva  vir e a gente poder banhar e lavar alguma roupa(…)AGORA A CHUVA ACABOU? A chuva acabou e a água também acabou”, disse

Por falta de água potável as crianças também já estão sofrendo com doenças. Foi o que denunciou Francisca de Sousa.

 “Tão adoecendo, diarreia, ameba, muita ameba, to com minhas crianças no postinho de vez em quando a falta de uma água tratada porque aqui é água dos poço e água do poço aqui não tem tratamento nenhum”

PERITORÓ – Moradores de Livramento entram no 4º mês sem água da CAEMA

Hoje os moradores do distrito de Livramento, zona rural de PERITORÓ, enviaram o vídeo abaixo para provar que continuam sem água potável fornecida pela CAEMA, isso pelo 4º mês seguido. A Companhia continua sem resolver o problema.

Há 4 anos prédio da delegacia de Peritoró continua sem previsão de conclusão

O prédio da Delegacia de Polícia Civil de Peritoró foi iniciado em 2013 e à época o prazo de entrega também era de 120 dias, no máximo. Quase 4 anos depois a obra continua inacabada, só tem paredes erguidas, nada mais.

Em nossa segunda visita ao local, ao longo destes anos de espera da população, encontramos o pedreiro EDIVALDO da Conceição.

Na segunda etapa do serviço ele chegou a ser o encarregado da obra, mas agora mostra apenas um documento com o nome da empresa  responsável pela construção provando horas trabalhadas, se reclamando de falta de pagamento e da falta de contato com a direção.

 “O telefone que eu tinha deles não tá funcionando…O QUE O SENHOR QUERIA DELES ERA VER O PAGAMENTO DO SENHOR E DOS OPERÁRIOS? Isso, isso, …MAIS OU MENOS QUANTAS PESSOAS? 6 pessoas…E A  DÍVIDA DÁ UNS R$ 5.000,00? Daí pra mais…E NADA, NENHUM CONTATO? Não, nunca mais eles me ligaram, como eu to falando perdi o contato com eles e aí to sem contato com eles”, disse

Na delegacia improvisada nós obtivemos a informação de que há um atraso no pagamento do aluguel de mais de um ano, por conta disso a proprietária do prédio já notificou o Estado extrajudicialmente.

Ainda não se sabe se o problema vai evoluir para o rompimento definitivo do contrato, mas a população aqui de Peritoró já pensa na possibilidade de ficar, mais uma vez, sem delegacia funcionando.

É um prédio sem estrutura de carceragem mas que tem servido para a parte administrativa da Polícia Judiciária e para o atendimento ao público.

É justamente isso que preocupa dona Raimunda Vital Gomes, as pessoas precisam de Polícia Civil em Peritoró, do contrário, lembrou ela,  terão que ir para Coroatá.

 “funcionando serve…E SE ACABAR? Aí fica ruim…POR QUÊ? Porque aí não vai ter delegado e vai ser uma coisa muito horrível aqui dentro de Peritoró, aliás pra nós todos (…) tem que ficar o delegado”, disse a lavradora

A conclusão do prédio que já se arrasta desde 2013 tornou-se ainda mais urgente na opinião do lavrador de Peritoró Raimundo Nonato de Andrade.

“Nós depende muito da delegacia, do delegado né e a situação aqui pra nós não tá muito boa, principalmente por causa da segurança (…) a esperança é pra ser concluída, em primeiro lugar porque nós depende dela…FICAR SEM DELEGACIA? Aí não pode, é crítico a situação”, afirmou

VÍDEO – Polícia Civil desvenda crime bárbaro contra Carlinhos em PERITORÓ

A Polícia de Peritoró cumpriu  mandados de prisão temporária contra Gilailson Cardoso da Cruz, o Gila (de 29 anos), considerado o líder do grupo, Janael Oliveira dos Santos (34 anos) e contra José Railson  dos Santos da Silva, de 20 anos.

 De acordo com o delegado  de Peritoró, Fábio Cordeiro,  eles são suspeitos de terem amarrado, torturado e esfaqueado até a morte Carlos Sales de Lima, o Carlinhos. Tudo isso por causa de envolvimento com drogas.

Conta a autoridade policial que  a vítima teria furtado maconha de Gilaílson, suspeito de comandar o tráfico de drogas em Peritoró. Depois de ameaças feitas por José Railson, que chegaram a ser registradas na delegacia por Carlinhos, elas foram cumpridas.

“A vítima ficou entorpecido (com bebida alcóolica manipulada) e eles conseguiram amarrar, judiar e matar o Carlinhos acreditamos que na noite de quarta ou de quinta-feira, mas o corpo só foi encontrado no sábado pela manhã…HOUVE TORTURA? Os sinais que nós encontramos no corpo dizem que sim, que ele foi torturado até a morte”

Uma mulher, identificada como Joseane Nunes Araújo, de 30 anos de idade, também está presa temporariamente por ordem judicial.

A Polícia Civil quer saber se foi, realmente, ela quem atraiu a vítima para o local do assassinato – as margens da MA-020, entre Peritoró e Coroatá, onde o corpo foi encontrado ainda amarrado, mas já em avançado estado de decomposição.

“Os três nós não temos a menor dúvida sobre autoria neste caso, com relação à mulher ainda temos algumas dúvidas que pendem sobre ela, fato é que ela já tem duas suspeitas de homicídio no município de Bacabal e isso é o que faz a gente acreditar, seriamente, que ela esteja envolvida neste caso, as informação são que ela que atraiu a vítima pro local do crime, ela nega. Essa é a única dúvida que nós temos, masd que foi esse grupo que assassinou o Carlinhos nós não temos dúvida nenhuma”, disse o delegado

PERITORÓ – O que disse o gerente do Banco do Brasil sobre o funcionamento da agência

O gerente do Banco do BRASIL em Peritoró, Acyr Pereira,  disse que recebeu autorização para que a agência volte a funcionar, mas isso não será de imediato.

Uma data mais exata só poderá ser dada depois do dia 27 de março quando a engenharia de segurança da instituição bancária virá à cidade fazer uma averiguação técnica de necessidade. ACOMPANHE PARTE DO DISCURSO.

Coronel Jurandir fala em audiência sobre segurança em PERITORÓ

O tenente-coronel Jurandir de Sousa Braga participou da audiência pública hoje, 17, pela  manhã, que cobrava o retorno do funcionamento da agência do Banco do Brasil, com problemas desde dezembro do ano passado.

Pediu a colaboração da gerência para poder auxiliar reforçando em dias de maior movimentação financeira, uma vez que reforço permanente não é possível agora porque isso demandaria mais gastos para o Estado. ACOMPANHE.

Prefeito de Peritoró fala sobre falta do BANCO DO BRASIL

Prefeito de PERITORÓ, pe. Jozias, concedeu entrevista hoje, 17, pela manhã, ao blogdoacelio. Participava de uma audiência pública que cobrou o retorno do funcionamento do Banco do Brasil na cidade, sem atendimento desde dezembro do ano passado quando passou por um assalto que danificou seu cofre.