Category Archives: Polícia

Assaltantes do posto Pré-Sal em Timbiras não retornarão à Presidente Dutra

Com Wilker Freitas Soares policiais civis da regional saíram ontem (9)  tentando encontrar  um computador também roubado de um posto de combustível na cidade de  Timbiras (Pré-Sal).

Wilker confessou participação

Wilker confessou participação

A diligência foi bem sucedida.  Além de apreender o revólver, CALIBRE 38,  usado no crime,   a Polícia Militar timbirense  conseguiu recuperar R$ 410,00 dos R$ 1.200,00 levados por dois assaltantes.

Um outro suspeito também foi presos pelos PMs.  Chama-se Franceilton Moreira Lima. De acordo com o delegado regional, Rômulo Vasconcelos,  os dois são fugitivos da cadeia de Presidente Dutra. O regional afirmou em entrevista á TV MIRANTE que os dois fugiram na tarde de domingo (8) e na madrugada de segunda-feira (9) já cometeram  o assalto em Timbiras onde foram presos comemorando num bar.

 “Levaram R$ 1.200, 00, uma arma do vigia lá do posto, uma arma calibre 20 e 7um notebook pensando que tava as imagens, mas as imagens estavam noutra central. Nós conseguimos captar as imagens deles e em diligência lá ontem à noite a Polícia conseguiu prender esses dois elementos, trouxeram um terceiro elemento que não tem nada a ver tava junto com eles, mas tava só bebendo”, disse

Por causa do assalto em Timbiras, que foi filmado por câmeras de segurança, eles não retornarão imediatamente para a prisão de Presidente Dutra.

“A gente vai informar ao juiz de Presidente Dutra que eles estão presos em Codó, mas eles vão permanecer inicialmente aqui em Codó porque  vão ter que responder esse processo de Timbiras”, concluiu o delegado

ROLEZINHO – Jovens codoenses fazem turismo para roubar motos em cidades vizinhas

Alan da Luz Pinto, de 21 anos de idade, e um adolescente de 17, contaram à polícia  que foram a passeio à cidade de COELHO Neto, mas, por lá, acabaram fazendo algo incomum para quem faz este tipo de viagem intermunicipal.

Os dois aproveitaram o passeio para tomar de assalto uma  motocicleta (pop 100 vermelha sem placa) atacando a vítima, em Coelho Neto, usando uma faca. Depois trouxeram o produto do roubo para Codó utilizando estradas vicinais entre os dois municípios.

 “Foram presos com a moto do crime, tá sendo feito o procedimento contra eles, um é maior ou outro é menor de idade, usaram arma branca pra tomar essa moto de assalto  vítima já foi informada tá vindo aqui em Codó pra receber sua moto”, disse o delegado

CONHECIDOS E DESCONHECIDOS

A prática, de acordo com o delegado regional, tem se tornado cada vez mais comum e não tem nada a ver com simples passeio.

 “Na verdade eles vão pra outras cidades porque aqui eles são conhecidos, então facilmente são identificados então vão pra Coelho Neto, pra Coroatá, Timbiras fazer esse tipo de crime”, afirmou Vasconcelos

Alan acabou indiciado pelo crime de roubo e o adolescente pode ter sua internação pedida pela autoridade policial já que usou de violência e grave ameaça na hora do assalto em Coelho Neto.

Mapa da Violência 2014: Brasil registra recorde na taxa de homicídios desde 1980

O Mapa da Violência 2014, realizado pelo Centro Brasileiro de Estudos Latino-Americanos e pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais, aponta que em 2012 foi registrado no Brasil o maior número absoluto de homicídios desde 1980.

Segundo o levantamento que será lançado nas próximas semanas, 56.337 pessoas foram assassinadas naquele ano, um acréscimo de 7,9% frente a 2011. A taxa de homicídios, que leva em conta o crescimento da população, também aumentou 7%, totalizando 29 vítimas fatais para cada 100 mil habitantes.

As estatísticas referentes a homicídios em 2012, ano mais recente com dados contabilizados, são recordes dentro da série histórica do Sistema de Informações de Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, que tem como fonte os atestados de óbito emitidos em todo o País e no qual o Mapa da Violência é baseado. 

Para o presidente da Associação Nacional da Indústria de Armas e Munições (Aniam), Salesio Nuhs, o País está imerso em uma grave crise de insegurança pública. “O estudo comprova que a política de segurança atualmente adotada e iniciativas do governo federal, tais como Estatuto do Desarmamento e campanhas de desarmamento, não foram capazes de reduzir os índices de criminalidade no País. Ao contrário, chegaram agora à sua maior taxa, já que apenas visam desarmar o cidadão de bem”, afirma.

Em decorrência das campanhas de entrega voluntária previstas no Estatuto do Desarmamento, mais de seiscentas mil armas de fogo foram retiradas de circulação no Brasil, porém não desarmaram o crime organizado e, ainda, contribuíram para o aumento da ilegalidade.

De acordo com dados do Sistema Nacional de Armas (SINARM), controlado pela Policia Federal, atualmente, mais de oito milhões de armas adquiridas legalmente encontram-se irregulares. Em 2010 havia cerca de nove milhões de armas de fogo com registro ativo. Já em 2014, o número caiu drasticamente para cerca de 600 mil.

O aumento vertiginoso no número de armas irregulares é resultado do burocrático processo para renovar o registro. O Estatuto do Desarmamento, estabelece que a renovação deve ser feita a cada três anos e, após este período, o cidadão que estiver com o registro vencido ficará irregular, mesmo tendo adquirido a arma obedecendo a todos os pré-requisitos.  

Esta situação alimenta o comércio ilegal, pois munições legais, em lojas especializadas, cadastradas, controladas e fiscalizadas pelo Exército Brasileiro e Polícia Federal, só podem ser adquiridas se a arma tiver registro ativo e, como milhões não o têm, seus proprietários buscam outras formas para adquirir o produto.

Segundo o representante da indústria de armas e munições, “é preciso admitir que o problema dos homicídios são as atividades criminosas e combate-las com vigor por meio de melhorias nos processos de investigação, no combate a ilegalidade em nossas fronteiras terrestres e aquáticas e no julgamento e condenação dos criminosos. Também é fundamental trabalhar no sentido da legalização das armas, pois o registro estimula a posse responsável”, ressalta.

O aumento na taxa de homicídios também coloca em xeque o discurso de que a culpa da violência é da pobreza, uma vez que ocorre em uma época de forte crescimento de renda no país, com o surgimento da “nova classe média”.

Para o especialista em segurança pública e presidente da ONG Movimento Viva Brasil, Bene Barbosa, a causa principal da violência homicida é a impunidade. “No Brasil, menos de 8% dos crimes de morte são elucidados e é aí que são necessários esforços do poder público. De nada adianta restringir armas para o cidadão comum, que somente as usa para se defender, quando o forte tráfico ilegal de armas e as mortes que ele alimenta não são punidas. É um erro grave, no qual vem se insistindo há mais de uma década, trazendo como resultado um número cada vez maior de homicídios”.

Por Mariana Nascimento

DECORO: Vereador de Timbiras é preso após mandar a polícia ‘tomar no cú”

Vereador Nenzim Barros

Vereador Nenzim Barros

Ouvimos o Sargento Carlos Alberto Fortes que comandou a operação na madrugada do último sábado (24) quando ele, pessoalmente, foi acionado para dar fim à uma briga violenta que resultou em pelo menos  4 feridos com garrafadas, no Open Bar.

 “Por volta de 1h20 da manhã (sábado) estava acontecendo uma festa com Fruta Nativa no Open Bar e aí houve uma briga interna com garrafada e a coisa degringolou tanto que teve que acabar a festa”, revelou ao blogdoacelio

Depois de acalmar os ânimos e encerrar a festa, a Polícia Militar teve a ideia de ir para o centro da cidade no intuito de evitar depredações e brigas de facão, que, geralmente, ocorrem nas madrugadas pós-festa.

XINGAMENTO

Foi quando Sargento Fortes e  os cabos Félix e Filho, com o soldado Rômulo, se depararam com um grupo ao qual pertencia o vereador, NENZIM Barros. Embriagado, o parlamentar teria proferido a frase de baixo calão contra a guarnição em alto e bom som.

Depois seus companheiros confessaram que teria sido mesmo Nenzim e pediram para que Sargento Fortes  perdoasse o desacato, mas não foram atendidos dado a gravidade do fato, sobretudo, por está vindo de uma autoridade constituída pelo povo de Timbiras.

“Agora nós  vamos para o centro da cidade porque o pessoal pode querer depredar, quando eu vou subindo que eu passo em frente à Roseana Sarney  a gente percebe um grupo de pessoas próximo, quando a gente passa de frente a gente ver um do grupo, com a camisa clara, levanta-se e aí diz – ê polícia vai tomar no cú, até então a gente não sabia que era o vereador (…) aí eu interpelei ele, aí começou aquele…completamente embriagado, bêbado, bêbado”

“Conduzi ele dentro do veículo ao quartel, cheguei lá dei ciência da gravidade do fato e dei voz de prisão pra ele por desacato e agressão verbal ao servidor em exercício regular da profissão, um servidor público”, disse Fortes.

ESTADO ETÍLICO

Na hora de conduzir o parlamentar para uma cadeia em Codó, uma vez que Timbiras está sem celas, ele, bêbado, teria recusado-se a ir no banco da viatura. Pediu para ir na mala e foi atendido.

“Na saída, eu tentei colocar ele no banco trazeiro do veículo, mas ele tava tão alterado e bêbado, não alterado no sentido de botar força ou coisa parecida,  certo?, dizia – NÃO, EU QUERO IR É NA MALA, EU QUERO IR É NA MALA, EU QUERO IR É NA MALA. Pediu por 3 vezes, Tem certeza rapaz? TENHO, TENHO, EU QUERO IR É NA MALA. Pois seja feita a sua vontade”, contou Sgto. Fortes.

LIBERADO

A delegada de Plantão era Maria Tecla Cunha aos cuidados de quem o vereador de Timbiras fora entregue. O parlamentar dormiu na prisão codoense e foi liberado na manhã do sábado.

PUNIÇÕES

Pelo artigo 331 do Código Penal desacatar funcionário público no exercício de sua função ( e Polícia estava trabalhando)  é crime passível de  punição  com  cadeia que varia  de 6 meses à 2 anos de prisão.

Como é crime de menor potencial ofensivo, geralmente termina em pena alternativa como a famosa prestação de serviço comunitário ou nas tradicionais cestas-básicas para entidades filantrópicas.

Em todo caso, o vereador também pode sofrer sanções da própria Câmara Municipal de Timbiras uma vez que MANDAR A POLÍCIA TOMAR NO CÚ, bêbado, não é nem um pouquinho DECOROSO.

Se isso vai ocorrer não sei e acho pouco provável, nestes órgãos reina o corporativismo. Mas o caso é , no mínimo, de um grande pedido público de desculpas, pelo menos, direcionado aos seus eleitores.

Preso um dos três suspeito de arrombar e furtar a lotérica de seu Riba

O delegado Rômulo Vasconcelos, revelou ontem (7), em primeira mão ao repórter Sena Freitas, a prisão de um dos 3 assaltantes que, na semana passada,  arrombaram e furtaram quantia não revelada dentro de um pesado cofre da lotérica de seu Riba, que fica no centro de Codó, na rua Marques Rodrigues, após abrir um buraco na parede de madrugada.

O suspeito foi identificado apenas pelo primeiro nome – ALDENOR – velho conhecido do meio policial como arrombador de lotéricas. Ele foi preso numa operação conjunta da Polícia Civil de Timon e a Polícia Federal da capital do Piauí – Teresina.

“O nome dele é ALDENOR ele é conhecido pela polícia como arrombador de lotéricas, ele tá preso lá, a gente tá na captura dos outros dois, acreditamos que vamos prender os três. O grande lance é recuperar parte do dinheiro que foi levado, a quantia era expressiva, e a gente vai tentar recuperar esse dinheiro dessa vítima”, disse o delegado regional de Codó

Rômulo Vasconcelos disse que vai até  o local onde Aldenor está preso para interroga-lo sobre o crime cometido em Codó. Ainda restam dois bandidos soltos, mas o regional está confiante na prisão deles.

“Eram três homens fortes, o cofre era muito pesado, mas eles conseguiram coloca-lo no carro de apoio, pela informação esse cofre só é arrombado mediante explosivo. Eles estavam com a camisa encobrindo o rosto, mas fora deu pra gente pegar as imagens deles, deixaram impressão digital, fizeram um levantamento aí mais de mês pra fazer o arrombamento dessa lotérica”, concluiu

Autoridades se reunem para tratar de segurança pública dentro de Codó

Reunião sobre Segurança

Reunião sobre Segurança

Na tarde de ontem,  terça-feira (06) o Prefeito Zito Rolim esteve em reunião com autoridades dos órgãos de segurança, secretários de governo e representante do poder legislativo para tratarem da segurança pública em Codó. Foram discutidos vários aspectos das rotinas sociais, o comportamento da população e a segurança no trânsito e nos bairros.

Estiveram presentes o Tenente-coronel da Policia Militar, Jairo Xavier, o Delegado da 4ª Delegacia regional de Codó, Dr. Rômulo Vasconcelos, secretários e vereadores. Várias idéias foram discutidas para a contenção da marginalidade e do envolvimento de menores em crimes no município.

De acordo com o Delegado Rômulo Vasconcelos, a Regional de Codó receberá um grande reforço do governo do Estado do Maranhão, com a chegada de mais 4 viaturas e duas motocicletas para ajudarem no combate ao crime.

O problema do crack e o envolvimento do grande número de menores em crimes está fazendo com que a sociedade fique apreensiva e cobre uma resposta das polícias e órgãos de segurança”, colocou o delegado.

Para o prefeito Zito Rolim, o constante encontro dos órgãos de segurança e autoridades municipais é salutar para manutenção de idéias e ações que enfrentem o problema do tráfico de drogas e da criminalidade.

 “Assim como em todo o país o crack está se tornando um grande problema em nosso município. Para planejar ações e discutir estratégias que coíbam o crescimento da criminalidade é que nos unimos nessa oportunidade e dar uma resposta a altura ao crime e proteger nossa população”, finalizou o prefeito.

Ascom/Prefeitura Municipal de Codó    

Comandante Jairo Xavier é promovido à tenente-coronel da PM

Coronel Jairo Xavier

Coronel Jairo Xavier

O comandante da Nona Companhia Independente Jairo Xavier da Rocha receberá promoção nesta sexta-feira, em solenidade oficial no Comando Geral da PM, em São Luís. Xavier deixará a patente de major para assumir a de TENENTE CORONEL. A merecida promoção, já que dedica-se diuturnamente à servir à sociedade com o seu dever de militar treinado e capaz, foi comemorada por em comunicado enviado aos amigos.

Escreveu o mais novo TENENTE CORONEL, diga-se de passagem, o primeiro a ser promovido exercendo suas funções dentro do município de Codó:

“Muito emocionado, comunico a todos, que este vosso amigo foi surpreendido com a promoção ao posto de Tenente Coronel PM. Agradeço à Deus, que me concedeu a dádiva de viver este momento.

Agradeço também, à toda a minha família, que comigo lutou, sofreu e venceu, são a minha base de sustentação, junto à “Fé em Deus”, embora  da minha maneira, mas sempre inabalada. Agradeço enfim, aos que acreditaram na minha capacidade de trabalho pela PMMA, reconhecendo-me profissionalmente, e aos amigos leais que jamais duvidaram da minha pessoa.

Resta agora, o compromisso de honrar essa confiança, dedicando-me ainda mais ao  trabalho, lealdade e respeito à sociedade maranhense e à nossa Polícia Militar do Maranhão. Prometo continuar procurando evoluir, para que possa me tornar uma pessoa melhor em todos os aspectos. Admitir os erros, corrigi-los e avançar nos acertos. E vamos ao trabalho, pois o tempo urge, e uma nova missão me aguarda. BRASIL !!!!!!

Um grande abraço a todos.
Jairo Xavier da Rocha – Ten Cel PMMA”

BURITICUPU: Mulher pula muro para vender crack e é presa dentro da delegacia

Tentou vender crack dentro da delegacia

Tentou vender crack dentro da delegacia

Um fato no mínimo inusitado foi registrado no domingo de páscoa (20), em Buriticupu. Tudo parecia tranqüilo, quando o investigador Heloy e o escrivão Ronald Abdala, juntamente com o Carcereiro Luís Balbino ao inspecionarem o pátio da Delegacia se depararam com uma mulher identificada como Thamires Sousa Pacheco (22), tentando colocar seis (6) pedras de uma substancia Conhecida como “Crack”para dentro da cadeia.

Thamires, uma velha conhecida da policia foi conduzida até a parte interna da Delegacia, ao ser submetida a uma revista foi encontrado com a mesma, além das seis (6) cabeças de Crack, uma cédula de R$ 10,00 (dez reais).
Ao ser interrogada pela autoridade policial, a mulher confessou que a droga seria entregue para um preso da sela 02, conhecido pela alcunha de “Índio”.  Thamires foi autuada pelo Delegado Menezes por tráfico de droga. A mesma se encontra presa a disposição da justiça.
Segundo os policiais daquela delegacia, o fato dos muros serem baixos até de mais, facilita a entrada e saída de invasores, embora haja circuito interno de câmera.
Texto e foto Polícia de Buriticupu

SEGURANÇA: Delegacia Regional de Codó ganhará 4 novos delegados

Arquivo: Rômulo Vasconcelos em coletiva à imprensa

Arquivo: Rômulo Vasconcelos em coletiva à imprensa

A 4ª Delegacia Regional de Codó vai ganhar 4 novos delegados de polícia civil. A informação é do delegado Rômulo Vasconcelos que coordena as quatro cidades sob sua jurisdição – Codó, Timbiras, Coroatá e Peritoró.

Em entrevista ao blogdoacelio disse que será um delegado novo, aprovado no último  concurso público realizado pelo Governo do Estado, para cada cidade. Eles devem chegar no início de maio.

“Timbiras vai ganhar um delegado titular provavelmente no início do mês de maio, dessa última turma que se formou, vai vir um delegado pra Timbiras, vai vir um delegado pra Peritoró, um delegado pra Codó, um delegado pra Coroatá. Então essa é uma notícia boa, 4 delegados pra nossa regional, estamos precisando desse efetivo”, disse

EM TIMBIRAS

Sobre Timbiras reforçou que, além de um delegado titular, os timbirenses também terão investigadores e um escrivão de polícia concursados.

“Já tem dois investigadores de polícia civil lotados em Timbiras e um escrivão de polícia. Conseguimos também todo material de expediente pra estrutura do novo prédio”, afirmou

PM de Caxias apreende cocaína, bala de 38 e mais de R$ 2.000,00 na zona rural

Por volta de 10h de quarta-feira,  09/04,  a Polícia Militar recebeu informações de que no povoado Descanso, zona rural de Caxias, havia cerca de três homens efetuando disparos de arma de fogo.

Foto PM de Caxias

Foto PM de Caxias

A equipe do Grupo de Operações Especiais do 2º BPM foi deslocada para o local, mas  com a aproximação da viatura dois homens correram e um deles, identificado como AURIOMAR DA CONCEIÇÃO, vulgo “Nenenzão ou Alex”, 23 anos de idade, residente naquele povoado, foi detido pelos policiais militares.

No local foi encontrado um veículo VW Gol, cor prata, placa MXE-4352, pertencente a Auriomar. Os PMs fizeram uma revista no interior do veículo e acabaram encontrando 10 (dez) trouxas de cocaína; 06 (seis) cartuchos de calibre 38, intactos, além da quantia de R$ 2.020,00 (dois mil e vinte reais).

Aurimar foi apresentado no 1º DP, juntamente com a droga, o veículo e o dinheiro, para que fossem tomadas as providências legais cabíveis.

Texto e fotos PM de Caxias