Category Archives: Polícia

PERIGO – Subcomandante da PM fala sobre furto e roubo de motos na cidade de Codó

O blogdoacelio entrevistou o subcomandante da Nona Companhia Independente, capitão Ricardo de Carvalho, sobre roubo e furto de motos. Ele criticou a forma como os codoenses deixam motocicletas quando vão fazer algo como se divertir em festas por exemplo. Foi uma espécie de alerta já que a PM identificou até flanelinhas furtando dentro de Codó.

“O cidadão estaciona o veículo dele sem as devidas cautelas, quando ele volta no local que ele foi resolver algum problema tipo porta de festa quando ele vai se divertir ou ao banco, ou á feira, quando ele volta não encontra mais o veículo dele. Nós já identificamos aqui em Codó que inclusive os flanelinhas estavam fazendo este intercâmbio aí com o roubo de moto, já conduzimos flanelinhas pra delegacia”, criticou

RECUPERADAS

O trabalho de recuperação é intenso. Do início do ano até agora 22 motos foram recuperadas pela Polícia Militar, três delas só na semana passada. De acordo com o capitão, o município tem recebido muitas motos roubadas e furtadas em outros Estados e até no Distrito Federal.

“Nós intensificamos as rondas, nós perguntamos para as vítimas as características aí a gente vai ver, realmente, quem cometeu o delito, aí nós fazemos nossas incursões, aí o cidadão muitas vezes já sabendo que a polícia está atrás muitas vezes abandona a moto”

“Nós estamos também recuperando esses veículos, não só de Codó, mas também de outras cidades, de outros Estados. Já tivemos motos recuperadas aqui dentro de Codó que foram furtadas em Brasília, em operações de trânsito dentro da cidade de Codó foram recuperadas, e também do Estado do Piauí e das cidades circunvizinhas também”, concluiu

SEM QUADRILHA

Para Ricardo de Carvalho não há uma quadrilha atuando neste furtos dentro de Codó, são casos isolados e com reincidência de alguns bandidos já presos.

“São casos isolados, não existe assim uma quadrilha – não, são quatro a cinco pessoas que  estão fazendo isso aqui. Não, não foi identificado isso na cidade de Codó, quando a gente ver as características são outras, entendeu? Muitas das vezes o cidadão pega a moto pra questão de diversão, adolescentes furtam a moto depois abandona, mas quadrilha não’, fechou

MAIS DE 800 REGISTROS – VÍDEO mostra momento de mais um grave acidente na Av. Augusto Teixeira

Ontem (11) por volta do meio dia um grave acidente foi registrado na Av. Augusto Teixeira, próximo à Cobel – cruzamento com a rua Senador Archer (ou Renato).

O motorista de um Fiat Uno, adesivado com características de carro de representação comercial, contou à PM que subiu, normalmente, a avenida quando fora surpreendido pelo cidadão Raimundo Nonato da Silva, de 57 anos, que entrou de uma vez.

VIDEO FEITO NO MOMENTO

‘Se eu não tivesse tirado o máximo que pude eu teria pego ele de frente e aí seria bem pior”, relatou no momento o representante comercial

Raimundo ficou gravemente ferido, teve fratura exposta numa das pernas e sangrava muito na cabeça. Pedaços de sangue coagulado (coalhado)  se formaram no asfalto quente rapidamente enquanto o homem era atendido por uma equipe de paramédicos do SAMU.

A vítima foi levada às pressas para o Hospital Geral Municipal e até onde acompanhamos estava fora de risco de morte, mas, certamente, ficará com sérias sequelas.

De janeiro à agosto, o HGM já registrou cerca de 812 acidentes de trânsito em Codó.

PSOL denuncia prisão de lavrador que precisa ser investigada pelo Comando da PM de Codó

Comunidade de Livramento após liberdade do lavrador

Comunidade de Livramento após liberdade do lavrador

Rafael Araújo da Silva, além de atual presidente do SINDSSERM, é um dos principais militantes do PSOL no município de Codó.

Foi usando a sigla do partido que em sem blog lutasocialista.blogspot.com denunciou o que tachou de ‘fato próprio do período da ditadura” ao referir-se ao caso do lavrador, Francisco das Chagas Ferreira, morador do povoado Livramento.

Relata o militante que, no sábado (31), o lavrador estava em sua casa, com a família, quando chegaram até ele 3 policiais militares acompanhado de um gerente de fazenda. Chamado para fora da residência (para evitar o crime de invasão de domicílio) o agricultor  teria, então, recebido voz de prisão, sem qualquer mandado judicial (o que é obrigatório para casos fora de flagrante delito).

De acordo com Rafael Araújo, que acompanhou o cidadão e o ouviu pessoalmente, a acusação  que justificou o ato, que merece reparação inclusive moral, seria apenas de ‘ser líder dos pescadores que estavam no açude” (mais a frente é explicado que o açude em questão fica na mesma comunidade – LIVRAMENTO-, ora em litígio no INCRA já que a área é habitada por posseiros há mais de 50 anos).

MUITO ALÉM DA PRISÃO

Os PMs não se contentaram apenas em deter, sem ordem da Justiça,  o lavrador na frente da esposa e dos filhos menores, algemaram o sujeito e o teriam trazido  no carro do gerente da Fazenda (o que é gravíssimo e o comando da Nona Companhia precisa investigar tal denúncia para não sair conivente)

A pergunta é muito simples – agora se prende pessoas assim, fora do flagrante, sem ordem da Justiça e ainda se traz para a cidade no carro de gerente de Fazenda? Isso é polícia do Estado ou particular?

ALGEMA ILEGAL

Outra coisa a se observar no caso da prisão desse lavrador. O uso de algemas tem limite dado pelo próprio Supremo Tribunal Federal. De acordo com a Súmula Vinculante nº 11 – Só é permitida no Brasil em três ocasiões:

1 – RESISTÊNCIA DO PRESO (Pelo que narrou o militante do PSOL, o sujeito, alheio aos seus direitos, ainda fez o favor aos PMs de sair de dentro de sua casa para receber voz de prisão)

2 – FUNDADO RECEIO DE FUGA (muito improvável que um lavrador que tenha acabado de sair de um açude, suspeito  de pescar, queira fugir de três homens armados e de um gerente zangado).

3 – PERIGO À INTEGRIDADE FÍSICA DO PRESO OU À DE OUTRA PESSOA (Não vamos nem comentar essa possibilidade – seu Francisco ia se bater ou bater em alguém numa situação dessas?).

Fora dessas situações, o uso da algema pode configurar crime de abuso de autoridade.

COMO TERMINOU?

Os lavradores se mobilizaram rapidamente e logo formaram um bom número na frente da Delegacia Regional de Codó. O caso iniciou-se por volta das 11h lá em Livramento (região do Barracão) e terminou por volta das 14h quando, segundo Rafael Araújo, a delegada Maria Tecla Cunha, de plantão, liberou o lavrador, Francisco das Chagas Ferreira.

No ato da liberação, quem o acompanhava teria ouvido que o lavrador ‘foi convidado apenas para prestar esclarecimentos sobre o ocorrido”.

A justificativa, se foi mesmo esta, foi horrível, mas a delegada, com sua experiência, agiu corretamente, pois não achou motivos para indiciar seu Francisco e mantê-lo preso, o que nestas circunstâncias, não tenha dúvida, seria uma prisão, completamente, ilegal a ser relaxada pelas vias judiciais.

AO COMANDO

Volto então a me reportar ao Comando da PM de Codó. Vamos ver o que anda acontecendo com certos militares para que não tenhamos outra grande mancha nessa cidade sobre a briosa Polícia Militar que ainda nem se limpou da merda feita no caso do carroceiro Mauro Mariano Santana, morto numa operação desastrosa no dia 26 de abril no bairro São Sebastião.

A qualquer hora, com este tipo de serviço policial prendendo gente a contento de gerente de fazenda e transportando em carro particular,  teremos outra grande manchete no Maranhão.

DOM PEDRO – Depois de ver o pai Edilson Peixoto assassinado filho vereador se diz ameaçado de morte

O ex-deputado, Edilson Peixoto, foi morto dia 25 de julho com cerca de 9 tiros, a maioria no peito. Cinco dias depois, a polícia civil prendeu Valdete Gomes de Freitas sob suspeita de ser um dos mandantes do crime. O outro seria o irmão dele, Antonio Gomes de Freitas, O Tonho Diogo.

 “Nós pedimos a prisão temporária de diversas pessoas inclusive os irmãos Antonio Diogo e Valdete, um deles foi preso, o Valdete, o Antonio Diogo continua ainda foragido”, explicou o delegado regional de Presidente Dutra,  Paulo Franco.

A LIGAÇÃO 

Valdete e Antonio são irmãos do ex-vereador Diogo Freitas, que teve a orelha levada por seus assassinos dias antes da morte do ex-deputado (12 de julho). No andar da investigação,  a Polícia Civil achou uma conexão entre os dois casos.

 De acordo com o delegado regional, Paulo Franco, que também acompanha o caso de perto, a família de Diogo Freitas, que até agora em nada colaborou com a investigação da polícia, teria feito declarações comprometedoras. Depois delas, crimes de pistolagem teriam voltado a ocorrer  em Dom Pedro, um dele, na opinião da polícia, teria tirado a vida do ex-deputado.

  “Foi Veiculado pela própria família do Valdete que qualquer pessoa que ele sonhasse que estivesse envolvido com este crime seria também executado, eles citaram o nome de diversas famílias que, supostamente poderiam estar envolvidas e uma delas era a do deputado Peixoto”, explicou Paulo Franco

VEREADOR AMEAÇADO

Como três suspeitos de envolvimento ainda estão soltos, entre os quais, os dois supostos executores, quem diz estar sob ameaça de morte constante agora é o filho de Edilson Peixoto, o vereador de Dom Pedro, Farys Miguel.

“Por onde eles passam dizem que já deixaram, inclusive, pistoleiro pago pra me matar por conta deu ter denunciado este fato aqui no município….O  VEREADOR TEME PELA PROPRIA VIDA? Eu, com certeza até porque são pessoas que vivem disso, é um grupo de extermínio, há 20 anos eles agem no Maranhão e eu acredito que dezenas de vidas já foram tiradas por este povo”, disse Miguel

RECOMPENSA

O delegado já pediu a prisão preventiva de todos e agora o Disque Denúncia está oferecendo até uma recompensa de R$ 10.000 para quem fornecer  alguma pista do paradeiro do irmão de Valdete – Antonio Gomes  de Freitas (Tonho Diogo), do homem que pilotava a moto no dia do assassinato de Peixoto – conhecido como Vandin e do executor dos disparos  – José Domingos Sousa, o Galego.

 “A pessoa vai divulgar, isso tudo vai ficar registrado  e ela jamais vai ser identificada, nem pela própria polícia, então nós temos a certeza que com isso nós vamos ter bons resultados”, encerrou Paulo Franco

MAIS  INFORMAÇÃO

Valdete Gomes de Freitas está preso em São Lúis, os demais estão foragidos. O vereador Farys Miguel só sai de casa acompanhado de seguranças particulares, fortemente armados,  temendo seu assassinato.

O delegado confirmou a informação de que Valdete e seu irmão Antonio podiam estar no comando de um grupo de extermínio que atua na região central do Maranhão  há anos, Tal grupo tem como principal executor (pistoleiro) GALEGO (também chamado de  Macarrão) homem com mais de 30 assassinatos já contabilizados pela polícia.

Veja como vai ficar o 16º Batalhão de Polícia Militar a ser construído em Codó

O processo de construção do prédio que abrigará o 16º Batalhão de Polícia Militar de Codó está avançando. Abaixo imagens que mostram como ele ficará após sua conclusão.

Visão frontal do 16º Batalhão/Codó

Visão frontal do 16º Batalhão/Codó

De acordo com o comandante da 9ª Companhia, major Jairo Xavier, um batalhador pela obra, haverá até uma área de convivência com telessala de informática.

“Segue a perspectiva do 16º Batalhão de Polícia Militar em Codó-MA. Como o projeto já tem algum tempo, ainda consta como 9ª Cia PM, porém, foi adequado e sua estrutura destina-se ao Batalhão, contando inclusive com uma área de convivência para a comunidade com telessala de informática para 20 alunos”

“O engenheiro e o topógrafo fizeram os levantamentos da área no domingo 25/08, agora a Prefeitura faz a terraplanagem na sua contrapartida e o Estado inicia a construção”, informou o major ao blog

Batalhão

Batalhão

E tem mais, o comandante planeja ainda criar a chamada TRANSITOLÂNDIA, cuja finalidade será a abaixo explicada por Jairo Xavier.

“Planejo ainda, se possível e continuar no Comando, construir a “TRANSITOLÂNDIA”, que é uma cidade em miniatura com todos os elementos do trânsito destinada às aulas para as Escolas do ensino fundamental, contribuindo assim com a formação dos futuros condutores, ou seja, CIDADÂOS”, finalizou

Recompensa de R$ 10.000 por informações que levem a envolvidos no assassinato de Edilson Peixoto

O Disque Denúncia oferece recompensa de R$ 10 mil para quem fornecer alguma informação que leve ao paradeiro de três acusados de estarem envolvidos no assassinato do ex-deputado Estadual, Edilson Peixoto,  em Dom Pedro-MA. Os três procurados são conhecidos como “Tonho Diogo”, “Vandim” e “Galego” ou Macarrão”.

Procurados

Procurados

O crime que chocou a população local ocorreu no dia 25 de julho, por volta das 07h30 da manhã, quando o carro em que o ex-deputado estava foi abordado e ele foi alvejado com nove tiros na cabeça e no pescoço.

As informações deverão ser repassadas à Central de Atendimento do Dique Denúncia, que funciona 24h, pelos telefones 3223 5800 (capital) e 0300 313 58009 (interior). O anonimato do denunciante é garantido.

Já começou treinamento de investigadores, escrivães e delegados sobre o SIGO na regional de Codó

Ontem (14) pela manhã, a delegada-geral de Polícia Civil do Maranhão, Maria Cristina Menezes, esteve no auditório Nagib Buzar, da Associação Comercial, apresentando o SIGO – Sistema Integrado de Gestão Operacional.

“Todo o trabalho poderá ser feito através do S.I.G.O, investigações complexas podem ser realizadas, todas as informações de todos os órgãos da Secretaria de Segurança estarão incluídos no S.I.G.O”, disse

O Sistema permitirá que todos os delegados, escrivães e investigadores saibam, on line, tudo que qualquer deles acabou de fazer, oficialmente, em qualquer parte do Maranhão já interligada.

“Seus objetivos operacionais são: os procedimentos oficiais integrados, formação única que vai impedir que cada regional, que cada delegacia esteja alheia ao que ocorre em todas as demais. Essa informação única trará o que é sonho de todos nós que é a unidade da Polícia Civil (…) porque teremos conhecimento único, informação única em todos os setores onde pudermos trabalhar”, explicou Dra. Cristina

CONVÊNIOS

Para o banco de dados também serão levadas informações que dispões órgãos como o  Instituto de Identificação, o DETRAN-MA,  a Câmara de Dirigentes Lojistas, o Tribunal de Justiça e Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária e até do Tribunal Regional Eleitoral.

“Os dados existentes nesses órgãos serão interligados ao S.I.G.O (…) não haverá mais necessidade de qualquer consulta externa a respeito de todos os presos, de todos aqueles que têm identificação civil (…) e nós faremos também convênios com a Junta Comercial do Estado do Maranhão e o Tribunal Regional Eleitoral, será o banco de dados mais atualizado do Brasil em breve”, afirmou a delegada-geral

ONDE JÁ EXISTE

Há cinco anos o SIGO existe em São Luís (embora servindo apenas para registro de ocorrência) , mas também já funciona em  Balsas, Imperatriz e em Açailândia. Nesta fase, está sendo implantado nas regionais de Codó, Caxias e Timon.

A próximas serão as delegacias centrais de Pinheiro, Santa Inês e Bacabal. O trabalho segue  até que todo o Estado esteja coberto pela Sistema integrado de Gestão Operacional.

TREINAMENTO

Durante uma semana, sob o comanda de delegada Edilúcia e dos investigadores  Paulo, Jéferson e Nilton as equipes das delegacias de Codó (Rômulo Vasconcelos, Zilmar Santana e Maria Tecla) , Timbiras, Peritoró (delegado Batista Matos)  e Coroatá (delegado Reno Cavalcante) estarão em treinamento para aprenderem a trabalhar com o novo sistema.

FIM de semana tranquilo no meio policial

Fim de semana tranquilo em Codó. Na delegacia hoje  (12) pela manhã, o delegado de plantão, Dr. Zilmar Santana, apresentou à imprensa o resumo das ocorrências.

Teve prisão por pequena quantidade de maconha, a apreensão de uma arma de fogo de fabricação caseira (garrucha) e dois casos de Maria da Penha (agressão contra mulher dentro do âmbito familiar), e só.

“Tivemos aí a prisão de alguns indivíduos com uma pequena quantidade de maconha, no total de quatro indivíduos, um deles também se encontrava com uma garrucha, além dessa ocorrência dois casos envolvendo agressão no interior da própria residência com os demais familiares e um flagrante de um indivíduo que furtou uma televisão  numa loja de eletrodomésticos ali no centro da cidade que foi flagrado pelos próprios funcionários e perseguido pela Polícia Militar”, destacou Zilmar Santana

Relatório da PM mostra incidência de roubo e recuperação de motos em Codó e região

Relatório da Nona Companhia Independente, sediada em Codó, que abrange mais três cidades (Timbiras, Coroatá e Peritoró) mostra o número de roubos e furtos de motos e também o número daquelas que foram recuperadas pela Polícia Militar.

De acordo com a estatística da Companhia, comandada por major Xavier e capitão Ricardo, de janeiro à julho de 2013, foram  14 motocicletas roubadas ou furtadas.

Neste mesmo período,  22 motos foram  recuperadas.

“Pode ser motos roubadas de Coroatá, Timbiras e Peritoró que as vezes são recuperadas aqui, como também de motocicletas que são roubadas aqui e as vezes recuperadas noutras cidades”, explicou soldado Bezerra, que cuida da estatística do Comando.

A PM tem feito um trabalho importante no combate ao roubo e, pelos números, mais ainda na recuperação destas motocicletas.

VÍDEO – leitor registra momento da prisão de homem que tentou levar uma TV da Casa Sampaio

Populares registraram o momento em que um homem, identificado apenas pelo primeiro nome – JÉRFERSON – foi preso por policiais militares da Nona Companhia Independente ontem (10) por voltas das 10h40 da manhã no centro comercial de Codó.

O detido entrou na Casa Sampaio pegou uma televisão (das finas, pequena e de tela plana) e um secador de cabelos e saiu correndo. Os funcionários da loja o avistaram e saíram correndo atrás, mais à frente Jérferson largou a televisão, mas já era tarde porque a polícia também entrou em ação conseguindo detê-lo.

Preso, foi levado à 4ª delegacia regional de Codó onde será indiciado por furto.