Category Archives: Polícia

PM de Timon já recuperou 40 veículos e apreendeu 12 armas em 2016

A Polícia Militar do Maranhão, através do 11º BPM, em suas ações de combate à criminalidade, realizou até o dia 20 de janeiro do corrente ano a recuperação de 40 veículos e a apreensão de 12 armas de fogo entre revólveres e pistolas, fato que atesta a ação diuturna da PM no combate a criminalidade.

O 11º BPM continua com suas ações preventivas focando sempre na diminuição dos índices de criminalidades efetuando prisões de indivíduos armados e combatendo ilícitos na cidade de Timon, nos primeiros dias do ano já foram feitas 105 conducões à central de flagrantes da cidade.

Quartel do 11º BPM, em Timon-MA, 20 de janeiro de 2016

PM recupera mais uma moto no Morro do Chocolate

Hoje por volta das 13h53min uma guarnição da PM esteve no famoso morro do Chocolate após denúncia de que um assaltante de motos estaria naquela área.

Moto recuperada às 13h de hoje

Moto recuperada às 13h de hoje

Ao chegar ao local, os PMs encontraram uma motocicleta BROS vermelha, segundo o policial Pessoa, roubada no último sábado.

Policiais que recuperaram a motocicleta

Policiais que recuperaram a motocicleta

O bandido conseguiu fugir. A motocicleta foi levada para a 4ª delegacia regional de Codó onde deverá ser entregue ao seu, real, proprietário.

Família de dona Audalice Carvalho planeja oferecer recompensa por ajuda na elucidação do crime

Polícia continua devendo elucidação do assassinato de Audalice Oliveira Carvalho

Polícia continua devendo elucidação do assassinato de Audalice Oliveira Carvalho

A empresária Audalice Oliveira Carvalho, de 79 anos de idade, morreu dia 15 de dezembro, nove dias depois de ter sido espancada brutalmente por assaltantes dentro de sua própria casa no início da Av. Santos Dumont.

Ela teve 3 costelas quebradas e ainda sofreu fraturas no maxilar. Alguns órgãos internos e os olhos também foram prejudicados.

 Encontramos um dos filhos dela na semana passada, o advogado Ribamar Carvalho, na delegacia em busca de respostas da polícia sobre este crime.

A informação mais nova que o advogado recebeu é que a polícia está tentando ver o que câmeras de segurança da região conseguiram gravar. Muitas já foram vistas, mas  nada foi encontrado, só resta uma que estava instalada na descida da rua Rio Grande do Norte.

“Só que essas câmeras elas gravam e em 15 dias apagam e já teria apagado o dia 6, mas aí ele (delegado) mandou para o ICRIM PARA QUE tentasse resgatar esses dados, essas imagens”, explicou-nos o filho

RECOMPENSA

A família agora planeja oferecer uma recompensa de até R$ 1.000,00 para quem aparecer com alguma informação importante que leve, realmente,  à identificação dos criminosos.

 “Com certeza, a família está pensando, sei lá como é que a gente poderia fazer pra, pra oferta uma quantia, um valor de até R$ 1.000,00 pra ver se alguém que traga uma informação que nos leve à uma coisa concreta, para tentar elucidar esse crime”, garantiu o advogado filho da vítima. OUÇA A ENTREVISTA

Polícia Civil fecha bingo em Timon

A Polícia Civil do Maranhão, por meio da Delegacia Regional de Timon, estourou na tarde desta terça-feira (29), por volta das 16h, um bingo clandestino que funcionava na Avenida Presidente Médici no município de Timon.

Segundo o delegado, Antônio Valente, no local foram encontrados e apreendidos, cerca de 80 computadores, televisores, milhares de cartelas, documentos com anotações, boleira para sortear as bolas numeradas, além de uma quantia de R$ 1.540.

Ainda de acordo com o delegado Valente, o estabelecimento não estava funcionando no horário que a polícia chegou, mas foram encontrados pela polícia, funcionários e trabalhadores que estavam construindo uma parede no local.

Durante a operação seis pessoas foram conduzidas a delegacia para prestar esclarecimentos e em seguida foram liberadas.

PM de Codó apreende revólver e prende portador com 22 munições

Neste domingo, durante uma blitz realizada próximo à Base Comunitária do Borborema, policiais do 17º BPM, efetuaram a prisão de Gilvan Araújo Silva, 30 anos, por estar portando ilegalmente um revólver Cal 38 e 22 munições.

Foto feita pela PM

Foto feita pela PM

Também se encontravam mais 3 pessoas que foram conduzidas juntamente com um Kadete de Placa KDB 9811, cor preta, e R$ 1775,00 (mil e setecentos e setenta e cinco reais) à 4ª Delegacia Regional de Codó para as providências cabíveis.

Texto e foto – PM de Codó

Justiça determina transferência de prefeito de Anajatuba para Pedrinhas

Por decisão do Tribunal Regional Federal da 1º região, em Brasília, o prefeito de Anajatuba, Hélder Aragão, terá que deixar a prisão especial no comando do Corpo de Bombeiros em São Luís e voltar para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Hélder Aragão vai para Pedrinhas

Hélder Aragão vai para Pedrinhas

Hélder Aragão foi preso pela Polícia Federal no mês passado por desvio de recursos públicos. Ele havia recebido o direito de prisão especial por decisão do desembargador Jamil Gedeon, do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA). O desembargador entendeu que, por ser advogado, o prefeito deveria cumprir a prisão preventiva no Comando do Corpo de Bombeiros, em São Luís.

A Secretaria Estadual de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap) informou que ainda não recebeu a ordem judicial, mas que assim que for notificada vai fazer a transferência do prefeito de Anajatuba para o Complexo de Pedrinhas.

Esquema
O desvio de dinheiro público estimado em R$15 milhões no município de Anajatuba foi o primeiro caso de destaque no quadro ‘Cadê o dinheiro que estava aqui?’, do ‘Fantástico’, da TV Globo, em novembro de 2014.

A reportagem mostrou que quatro empresas contratadas pela prefeitura do município – de 25,2 mil habitantes segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – receberam juntas R$ 9 milhões. O dinheiro foi desviado, e quem descobriu a falcatrua foi o vice-prefeito, Sydnei Costa Pereira.

Operação Attalea
As investigações começaram em 2014 e apuram esquema que se instalou no município de Anajatuba. Uma organização criminosa destinada a desviar recursos públicos e lavar os valores oriundos do crime por meio da contratação direcionada de “empresas de fachada” que sequer possuíam sede física, estrutura, equipamentos ou funcionários para realizar os serviços contratados.

As fraudes aos procedimentos licitatórios e o pagamento de valores só eram possíveis mediante a corrupção de membros da Comissão Permanente de Licitação da prefeitura, de secretários municipais e do prefeito. A Polícia Federal também investiga fraudes no Educacenso (banco de dados do Ministério da Educação e Cultura), com a utilização do cadastro do Programa Bolsa Família, na tentativa de aumentar o número de alunos “matriculados” nas escolas e, consequentemente, os repasses do FUNDEB e do FNDE ao município.

G1 MA

Alta cúpula da Polícia Civil do MA foi toda modificada

Mudanças na cúpula da Polícia Civil

Mudanças na cúpula da Polícia Civil

O Governo do Estado promoveu mudanças na cúpula da Polícia Civil. As mudanças foram anunciadas na terça-feira (3) pelo delegado geral da Polícia Civil do Maranhão, Augusto Barros, que explicou que o objetivo das mudanças é busca pelo aprimoramento, bem como a eficiência dos delegados.

As alterações começam pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), que passa a ser coordenada pelo delegado Tiago Bardal que já vinha desenvolvendo um excelente trabalho à frente da Superintendência de Investigações ao Narcotráfico (SENARC).

Ainda de acordo com o delgado geral, a principal meta é otimizar os trabalhos realizados pelo delegado Tiago Bardal em todos os departamentos.

Para o Secretário de Segurança Pública Jefferson Portela, essas alterações são de natureza organizacional, que tendem a uma movimentação de acordo com o olhar dos novos dirigentes para a área.

“É apenas um fortalecimento com a experiência dos que já foram dirigentes e continuam sendo, mas em lugares diferentes. Não é uma mudança essencial, mas uma forma de fortalecimento da ação policial”, garantiu o secretário.

O Delegado Geral transferiu André Gossain para a direção do Departamento de Operações Táticas Especiais com o objetivo de aproveitar suas experiências na criação das Operações Especiais no Estado. O (DOTE) é subordinado a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), e tem como objetivo desenvolver técnicas aprimoradas para situações de alta complexidade, bem como preparar e aperfeiçoar a performance dos policiais diante das circunstâncias atípicas inerentes aos riscos da profissão.

Assume agora a Superintendência Estadual de Repressão ao Narcótico (Senarc), o delegado Carlos Alessandro, que compunha o Departamento de Combate ao Crime Organizado da SEIC. A missão dada pelo Delegado Geral é desenvolver o bom trabalho que já vinha sendo realizado pelo delegado Tiago.

Houve também uma mudança no âmbito da estrutura da Delegacia Geral. De acordo ainda com Augusto Barros, o delegado Lawrence Melo Pereira assume a Superintendência de Combate a Corrupção, (SECOR) e assumindo o cargo de delegado adjunto da DG, foi nomeada a delegada Adriana Amarante, que era Superintendente da Policia Civil da Capital, (SPCC).

Para a Superintendência da Policia Civil na Capital, Augusto Barros escolheu o delegado Armando que estava trabalhando no setor de inteligência do Sistema de Segurança Pública.

Ex-prefeito de Arari é detido em operação da Polícia Civil

O ex-prefeito de Arari, José Antônio Nunes Aguiar, conhecido pelo apelido de ​Mindubim, foi detido hoje em operação da Superintendência de Combate à Corrupção (Seccor) da Polícia Civil do Maranhão, após o cumprimento de três mandados de busca e apreeensão, dois executados em Vitória do Mearim e um na capital São Luís. A ação é desdobramento das investigações relacionadas às centenas de cheques administrativos de prefeituras, assinados por prefeitos e ex-prefeitos, encontrados com o agiota Gláucio Alencar, preso como mandante do assassinato do jornalista Décio Sá, cujo blog denunciava a rede de corrupção que desviou milhões de reais dos cofres de diversos municípios maranhenses.

Segundo o superintendente da Seccor, delegado Lawrence Melo Pereira, entre os cheques apreendidos havia vários de emissão da Prefeitra de Arari de 2005 e 2006, quando Nunes Aguiar comandou  a administração municipal, com valores que variam de R$ 12 mil a R$ 102 mil, além de cheques em branco.

O ex-prefeito está sendo interrogado neste momento. Sua assinatura foi coletada para possibilitar a realização de exame grafotécnico. Documentos, pendrives e HDs completam a colheita que vai subsidiar a apuração. Face a sua condição de advogado, todo o processo contra Nunes Aguiar teve acompanhamento de representante da OAB.

Embora a investigação criminal original, que apurou o assassinato de Décio Sá, remonte a 2012, as operações de combate à corrupção e ao desvio de verbas públicas decorrentes “somente ganharam celeridade após a posse do governador Flávio Dino, em 2015, que deu carta branca à Polícia”, destaca o superintendente Lawrence Pereira.

A operação de hoje teve a coordenação dos delegados Roberto Fortes e Leonardo Bastian, da Comissão de Combate à Agiotagem da Seccor. Além da ação que resultou na detenção de Nunes Aguiar, já foi promovido levantamento patrimonial do investigado, já que também é objetivo essencial o ressarcimento aos cofres públicos dos recursos desviados.

Outras etapas da operação continuam em todo o estado. O superintendente Lawrence comemora e faz questão de frisar: “o combate à corrupção é bandeira do governador”.

Secom

Câmeras da PM já estão monitorando Cracolândia e entorno da ponte da Trizidela

A PM abriu esta semana, de maneira efetiva,  uma base comunitária permanente próximo à ponte que liga o bairro Santo Antonio à Trizidela. Durante 24h haverá policiais no chamado posto Borborema, para o alívio de quem trabalha na área, como seu Paulo Henrique da Silva.

Policial faz monitoramento

Policial faz monitoramento

Há 10 anos, ele que vende melancia, verduras e legumes,  conta que sofria com a insegurança do lugar, desde que começou a movimentação policial a coisa mudou.

 “Pra cá melhorou muito porque aqui tinha muito malando, aqui à noite debaixo dessa rodoviária era cheio…O QUE ELES FAZIAM? Fumava…USANDO DROGA? Usando droga…E AGORA? Agora ninguém ver mais, sumiram…E É BOM PARA O CIDADÃO, PARA O SENHOR QUE TRABALHA AQUI? Rapaz, é bom pra nós todos”, disse

A base também possibilitou a instalação do primeiro sistema de vídeo monitoramento de Codó.

Uma câmera de alta resolução, instalada em um dos postes da ponte,  já está  fazendo giros que conseguem fornecer visualização dos dois lados da ponte com possibilidade de identificação de  suspeitos. Seu Wilson Nascimento, motorista,  entende que isso traz mais segurança para a área na medida em que facilita o trabalho da PM.

 Ajuda, ajuda muito bem porque eles procuram pela placa, pelo carro, pela cor do carro e aí vai ajudar a polícia…ESTANDO GRAVADO, FICA MELHOR? Fica melhor”, respondeu

NA CRACOLÂNDIA

 Inicialmente apenas dois pontos serão monitorados. O segundo fica na  área que ficou conhecida como CRACOLÂNDIA, no mercado central próximo ao troca-troca.

Equipamentos já instalados e funcionando

Equipamentos já instalados e funcionando

A base comunitária da PM que estava no local, e esteve por um bom tempo, já foi retirada. A ideia é substituir a vigilância por ela proporcionada pela da  câmera  de longo alcance.

Os policiais não estão mais  na Cracolândia, mas a simples presença do aparelho filmador, segundo dona Gessy Barbosa, não deixou traficantes e ladrões voltarem a incomodar quem vive na área.

 “Antes de acontecer, da PM ENTRAR pra prestar serviço aqui pra nós, segurança aqui pra nós, a coisa aqui era horrível, a gente não podia nem denunciar que a gente se prejudicava…E AGORA ELES TÃO VENDO TUDO? E agora eles tão vendo tudo, meu filho…FICOU BOM? Beleza pura”, afirmou a aposentada bastante contente

A ideia também animou seu Raimundo  dos Santos que vive de um pequeno box de bebidas no local.

 “Se deixasse, chegava até os portão levava, como já aconteceu (…) Agora tá vendo tudo, tá tudo e ficou melhor…O SENHOR GOSTOU? Gostei porque quem não deve não teme e ele fazendo melhor que isso ainda é melhor”, disse o pequeno comerciante

Prefeito entrega posto policial do Borborema ao comandante Jurandir

Posto policial Borborema (foto de Sena Freitas)

Posto policial Borborema (foto de Sena Freitas)

Depois de um ‘pega’ entre o tenente-coronel Jurandir de Sousa Braga e o prefeito Zito Rolim, em audiência pública, dia 4 de setembro, na Câmara Municipal, finalmente o posto policial do Borborema, cuja reforma ocorrera em fevereiro, foi entregue ontem, 11, à tarde ao comando do 17º BPM.

Equipamento para vídeomonitoramento

Equipamento para vídeomonitoramento

O repórter Sena Freitas, atualmente de férias da FCTV, esteve no local e nos enviou entrevistas do comandante e do próprio prefeito a respeito.

MONITORAMENTO POR CÂMERAS

Jurandir Braga informou que no local vai funcionar a central de monitoramento por câmeras que serão instaladas na área da Cracolândia e outra na região do pé da ponte da Trizidela.

Tudo funcionando a partir deste sábado, 12.

“Vamos atender não só dois bairros, mas também essa entrada importante de Codó nessa parceria com a prefeitura de Codó, através do prefeito Zito, essa é uma aspiração antiga da gente que estamos concretizando hoje, não só com policiamento, mas também com monitoramente que a partir de amanhã (neste sábado, 12) as câmeras já estão funcionando e a central de monitoramento é aqui na base comunitária do Borborema”

Zito, Jurandir e Chiquinho

Zito, Jurandir e Chiquinho

“Nós teremos policiais aqui 24h. Policiais na viatura e teremos sempre um policial aqui dentro olhando pro monitor, nós temos aqui duas câmeras uma no troca-troca, conhecida como Cracolândia, vai ter um monitoramento 24h e uma outra câmera aqui na ponte pra gente ter o controle de acesso, identificação de pessoas que entram e saem da cidade”, disse o coronel ao jornalista Sena Freitas.