Category Archives: Saúde

Codó terá que vacinar 34 mil pessoas contra a gripe

Começou hoje, 17, a vacinação contra a gripe no município de Codó que terá que vacinar algo em torno de 34 mil pessoas entre crianças, idosos, gestantes   e até professores da rede pública e privada.

De acordo com a enfermeira Karen Cruz a cidade já está abastecida com as primeiras 7 mil doses enviadas pela Secretaria de Saúde do Estado.

Francisco Nagib faz nova visita surpresa ao HGM

Nomeada na última semana pelo prefeito Francisco Nagib como a nova diretora do Hospital Municipal, Ester Moura que tem uma vasta experiência em direção hospitalar. Ela esteve com o prefeito, vereadores e o secretário de desenvolvimento urbano e rural no HGM.

Foto de Nilton Messias

Estamos muito confiantes nesta administração e na condução das obras do HGM. Já temos bons profissionais no atendimento a população no pronto socorro e em breve teremos todas as demandas internas atendidas.

Com os dois milhões de reais, oriundos de emenda parlamentar do senador Roberto Rocha, o prefeito Francisco Nagib, após as reformas, vai equipar o HGM, melhorando a estrutura de um dos maiores hospitais da região.

Não tenho dúvidas que a população ficará muito satisfeita com tudo que vamos realizar no HGM. Será uma unidade de referência e que atenderá os codoenses e população da região de forma humana, adequada, capacitada, com instalações modernas, profissionais competentes e equipamentos novos”. Finalizou o prefeito.

 Ascom – PMC

Santo Antonio dos Lopes tem saúde elogiada pela população

Em Santo Antônio dos Lopes a gestão cidade de todos, está trabalhando em prol de uma saúde cada vez melhor para a população. Um exemplo disso, é o hospital do município, a Unidade Mista Dr. Zerbini, com atendimento 24 horas a quem precisa. São feitas em média 300 consultas por semana com Clinico geral, atendimento de urgência e emergência, partos e um cirurgião competente cuidando apenas das cirurgias.

Médico em atendimento

A diretora da unidade, Cristiane da Costa, ressaltou o trabalho que vem sendo feito pelo secretário e o apoio dado pelo prefeito Bigú Oliveira.

“Nós temos um secretário trabalhador e um prefeito que não mede esforços para que a saúde atinja o maior grau de satisfação possível, por   isso, estamos colocando o maior número de profissionais a disposição do povo, com qualidade e acesso fácil a todos os nossos serviços, inclusive, as diversas especialidades como; cirurgião geral, Cardiologista, Dermatologista, Pediatria, Ginecologia, Ortopedia, Gastrologia, Urologia, Bucomaxilofacial e todos os exames necessários”, afirmou a Diretora

Além de todos os serviços acima citados, o hospital ainda oferece aos pacientes e acompanhantes, refeições diárias com cardápio sob orientação nutricional, proporcionando o melhor bem estar aos usuários dos serviços.

Com todas as mudanças para melhor, a unidade já conquistou a confiança e o respeito da população. Como explica o senhor Daniel Carvalho, que levou a esposa ao referido hospital para dar à luz a uma linda criança.

“Estou muito feliz com o atendimento e a competência dos profissionais, fomos muito bem acolhidos e posso afirmar, o parto da minha esposa foi um sucesso” disse o pai

ASCOM

Após várias denúncias prefeito Francisco Nagib troca diretor do HGM

O prefeito Francisco Nagib (PDT) demitiu na manhã desta quarta-feira (29), o diretor do Hospital Geral Municipal (HGM), Messias Neves. Nagib esteve esta semana no HGM e constatou vários problemas dentro da unidade e anunciou que tomaria medidas urgentes para mudar a situação atual do Hospital que virou alvo nos últimos dias de denúncias, inclusive de negligência.

Messias quando da visita do prefeito na segunda-feira

Em uma semana, duas mulheres morreram e três crianças, sendo que uma das mulheres que entraram em óbito estava gravida de gêmeos. As crianças também morreram.

Foi a primeira substituição feita pelo gestor nos três meses de governo. E não vai parar por aí. Haverá novas substituições no HGM ainda esta semana, segundo informou o prefeito ao Blog na manhã desta quarta-feira.

Messias Neves não ficou sem emprego.

Nagib o encaminhou para o setor de média e alta complexidade e ficará na Secretaria de Saúde onde vai dá suporte ao HGM e Samu. Por enquanto só na área de média complexidade, já que o Hospital passará a atender alta complexidade somente quando for implantada a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Para o cargo de diretor do HGM, Nagib contratou a ex-gestora do Hospital Geral de Peritoró, atualmente responde por uma unidade hospitalar em São Luís/MA. A nova diretora do HGM se chama Ester e assumirá o cargo ainda nesta quarta-feira. As próximas alterações no hospital, serão divulgadas até o fim de semana.

Por Francisco Oliveira/correiocodoense

Mais 3 mortes envolvendo denúncias contra o HGM marcam início do governo MAIS AVANÇOS, MAIS CONQUISTAS

O caso da morte da dona de casa  Ednalva Alves da Silva Cunha ocorrida ontem, terça-feira, 21, no Hospital Geral Municipal de Codó voltou a ser o foco  do noticiário local por ser a segunda só na gestão MAIS AVANÇOS, MAIS CONQUISTAS (a primeira foi de seu Cariman) e dado a forma comovente como os familiares   denunciaram à imprensa e porque, desta vez, 3 pessoas morreram de uma única vez – a mãe e os dois filhos, ainda na barriga, gêmeos.

Em entrevista à jornalista Manuela Carvalho, da TV Cidade, o marido e pai das crianças mortas, Raimundo Cunha, criticou o hospital por  não ter feito cesariana na sua esposa um dia antes quando ela esteve no HGM e teria sido mandada pra casa.

Na noite seguinte, a mulher jantou e depois começou a passar mal. Quando chegou ao hospital, veio à óbito.

“Meu irmão tem um carro mas é ruim de sair da garagem, aí ligou pra SAMU e nada da Samu chegar, aí eu fui pegar o carro quando volto ela já vinha  gritando pedindo socorro…A BOLSA ESTOUROU? Com certeza porque espumou muito, ela chegou espumando….MAS ELA CHEGOU COM VIDA AQUI NO HOSPITAL? chegou (…) FOI ATENDIDA, O MÉDICO NÃO DISSE NADA AÍ? Não, falou não (…) QUAL O SENTIMENTO AGORA DO SENHOR DE PERDER SUA ESPOSA E SEUS FILHOS? Eu tenho uma filha que é apegada com ela demais e agora…FORA OS GÊMEOS QUE ELA TAVA ESPERANDO ELA TINHA QUANTOS FILHOS? dois casal, duas mulher e dois menino”, respondeu à jornalista

Noutro trecho da entrevista exibida no programa Balança Codó, apresentado pelo jornalista Jeroan Almada, ele diz que a cesariana deveria ter sido realizada no dia anterior à morte.

“Era pra ter tirado esses menino ontem (20)…O SENHOR VEIO ONTEM, ELA FOI ATENDIDA MAS MANDARAM PRA CASA? mandaram pra casa…ISSO É UM ABSURDO? Com certeza”.

INDIGNAÇÃO

A repórter também entrevistou vizinhos que estavam no Morgue do HGM olhando o corpo  ainda com as duas crianças na barriga.

“Ontem (20/03) ela tava no hospital, então o pessoal tava vendo que ontem mesmo era pra ter feito o parto dela mesmo ontem (21) cesariana, entendeu, que ela não podia ter o parto normal…O SENHOR É O AMIGO DELA? eu sou vizinho dela…TÁ REVOLTADO? eu tô revoltado com isso, tá entendendo, porque não pode acontecer um negócio desse, entendeu? todo mundo tá triste por causa disso aí, muitas mães morrendo por falta de médico aqui em Codó, aqui em Codó a medicina de  Codó tá péssima, não tem medicina que presta, então o governo tem que botar médico dentro do hospital porque a gente que é pobre que sofre com isso”, disse um  vizinho indignado.

A PALAVRA DA SECRETÁRIA DE SAÚDE

Em NOTA emitida à imprensa a secretária de Saúde, enfermeira Aurilívia Carolline Lima Barros, diz que o SAMU foi chamado às 21h05min. Uma ambulância foi ao local, mas ao chegar a família já havia levado Ednalva ao hospital.

Diz o HGM atestou a entrada da mulher às 21h10min e afirma que ela já chegou MORTA.

“O Hospital Geral Municipal atestou a entrada da paciente às 21h10min, já em óbito, gestante de gêmeos, com sinais vitais ausentes, batimento fetal cardíaco ausente, com tentativa de reanimação pela equipe médica e auxiliares do hospital sem sucesso”, escreveu a secretária na nota

Aurilívia Barros diz ao final que determinou a investigação do óbito de Ednalva Cunha.

Nota enviada pela Prefeitura sobre o caso

Moradores do Morro da Televisão denunciam falta de agente comunitário de saúde

O Blogdoacelio esteve ontem, 21, no Morro da Televisão e ouviu dos moradores a reclamação sobre a falta de um agente comunitário de saúde.

Dona Rita, por exemplo, disse que há 15 anos não há visitas nesta comunidade. Há pessoas, sobretudo idosas, doente com quem conversamos, todas pedindo ajuda à Secretaria de Saúde.

Sobre isso a enfermeira Gleiciane Vieira, atualmente na direção deste tipo de serviço (Atenção básica à família) informou que o morro não está no mapa de visitas dos agentes comunitários desde que o trabalho deles foi instituído.

(Pelo que ficou subentendido é que se houve visitas, como alegam os moradores, ainda no governo de Ricardo Archer, foi por pura cortesia, boa vontade  e profissionalismo da agente que subia o morro à época – dona Célida, que está de parabéns).

Disse que o governo Mais Avanços, Mais Conquistas está fazendo um levantamento de necessidades para fomentar a realização de um seletivo. Havendo este novo seletivo, a comunidade do Morro da Televisão será beneficiada com um agente comunitário de saúde.

ASSISTA AO VÍDEO feito na Travessa João Lisboa.

Senador Roberto Rocha garante R$ 2.000.000,00 para equipar HGM de Codó

Na tarde de ontem,  sexta-feira (17) o prefeito de Codó, Francisco Nagib, e autoridades municipais receberam o Senador Roberto Rocha (PSB). O encontro aconteceu no Salão Nobre da Prefeitura Municipal de Codó e também contou com a presença do vice-prefeito Ricardo Torres, do ex-prefeito Zito Rolim, além de secretários de governo e vereadores.

Araújo Neto, Francisco Nagib e Senador Roberto Rocha

Roberto Rocha entregou ao prefeito a ordem de depósito bancário no valor de R$ 2.000.000,00 (dois milhões de reais), resultado de emenda do próprio senador, aprovado pelo governo federal. O valor foi repassado ao município de Codó e será aplicado na compra de novos equipamentos para o Hospital Geral Municipal (HGM).

Projeto para Abatedouro

Na oportunidade, o Secretário Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Araújo Neto, entregou ao Senador Roberto Rocha a planta do projeto para o novo abatedouro de Codó.

No Salão Nobre da Prefeitura de Codó

Esse recurso virá através do Ministério da Agricultura, por emenda do Senador. Com o recurso poderemos construir um novo abatedouro, com modernas instalações e plenas condições para abastecer nosso município de forma adequada, segura e de acordo com as normas da vigilância. Tenho certeza que é um projeto de prioridade para nossa cidade”.

Ascom – PMC

FAMEM ingressará na Justiça cobrando da União aumento do teto da saúde

A Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM) ingressará na Justiça Federal cobrando da União o aumento dos repasses aos municípios para custeio dos serviços da saúde de média e alta complexidade.

A informação foi confirmada nesta segunda-feira (13) pelo presidente da entidade municipalista, prefeito Cleomar Tema (Tuntum), durante a abertura do seminário “A Codevasf e os Municípios”, evento realizado no auditório do complexo de comunicação da Assembleia Legislativa e que reuniu, além de dezenas de prefeitos e prefeitas, representantes dos mais variados segmentos da classe política maranhense, dentre eles senadores, deputados estaduais e federais.

De acordo com Tema, o objetivo da Federação, através da ação judicial, é fazer com que o governo federal eleve o valor do repasse igualando-o, pelo menos, à média nacional, que é de R$ 194 por habitante.

Atualmente, o Maranhão é o penúltimo estado da federação no que diz respeito ao recebimento de recursos per capita – R$ 137 por habitante.

Há possibilidade de que na peça jurídica a entidade também cobre, em benefício dos municípios, o ressarcimento das perdas dos repasses referentes aos últimos cinco anos.

No mês passado, Cleomar Tema coordenou uma caravana formada por mais de 90 prefeitos que esteve em Brasília reunida com a bancada federal maranhense tratando do assunto. Na oportunidade, os gestores garantiram o apoio político de todos os deputados federais e senadores do estado; do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM – RJ); e do ministro da Saúde, Ricardo Barros.

“Paralelo ao trabalho político, que é de suma importância, também iremos reivindicar o direito [aumento dos repasses] dos municípios maranhenses por meio da Justiça”, garantiu Tema.

O posicionamento firme de Cleomar Tema em favor do municipalismo no Maranhão foi bastante elogiado pelos participantes do seminário.

Para o deputado federal José Reinaldo Tavares, hoje a FAMEM possui um gestor que trabalha para defender os interesses das cidades e de seus gestores.

Avaliação semelhante fez o também deputado federal e coordenador da bancada maranhense em Brasília, Juscelino Filho.

“O presidente Tema vem executando um grande trabalho no que diz respeito a fortalecer a FAMEM e beneficiar, de fato, os municípios de nosso estado”.

Seminário – O seminário foi promovido pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba e tratou sobre a alocação de emendas parlamentares para a Codevasf no orçamento geral da União. A programação abordou também temas relacionados ao Siconv, prestação de contas e licitação.

Também participaram do evento a presidente da Companhia, Kênia Marcelino; o senador Roberto Rocha, os deputados federais Waldir Maranhão, Hildo Rocha e Zé Carlos; além de deputados estaduais e prefeitos de diversas regiões.

ASSCOM FAMEM

Atividade no centro de Codó lembrou o DIA MUNDIAL DO RIM

Foi realizado na praça Ferreira Bayma, centro,  na manhã desta quinta-feira, 9, um evento em alusão ao DIA MUNDIAL DO RIM. A iniciativa é da Sociedade Brasileira de Nefrologia com o apoio da NEFROCLÍNICA de Codó e da Secretaria de Saúde do município.

Abaixo um vídeo com a enfermeira especialista em Nefrologia, Nicole Oliveira, dando outros detalhes.

Codoense que morreu por falta de condições do HGM completaria 60 anos neste sábado

Francisco Cariman, morreu no HGM sem o atendimento necessário

O eletromecânico, Francisco Cariman, que morreu vítima de problemas cardíacos no HGM na manhã do dia 26 de fevereiro, domingo, completaria 60 anos de idade, neste sábado, segundo nos informou a família com quem estivemos na manhã desta sexta-feira, 3.

A morte do adventista, respeitado e conhecido na cidade, tomou grande repercussão depois que sua filha, Suelky Lilyan Cariman, enfermeira especializada em urgência e emergência, atualmente trabahando em Teresina -PI  (cuja entrevista divulgaremos noutra reportagem especial sobre este episódio lamentável) divulgou em sua página no facebook a falta de preparo no HOSPITAL GERAL MUNICIPAL onde seu genitor faleceu.

Abaixo, está o relato publicado por Suelky nas redes sociais:

“Eu não quero aqui fazer escândalo, muito menos gerar uma polêmica em torno do último acontecimento que feriu meu coração. Minha intenção é evitar que mais pessoas passem pelo que passei, por falta de estrutura na saúde em Codó. Sou enfermeira, codoense e como tal tinha vontade de trabalhar em minha terra, mas domingo passado essa vontade se tornou em revolta. Votei no atual prefeito, apoiei e fui às ruas comemorar sua vitória, mas agora quero reivindicar o cumprimento das promessas feitas em palanques.

Carnaval não é prioridade, asfalto não é prioridade, SAÚDE É PRIORIDADE! Meu pai sofreu uma parada cardíaca, não tivemos tempo de aguardar o Samu com toda sua demora, o levamos para o HGM. Como enfermeira e especialista em urgência, sei do protocolo a ser seguido, mas infelizmente não tínhamos recursos para realizar uma RCP eficaz. No hospital inteiro só tinha um Tubo endotraqueal para fazer uma entubação e estava sendo usado em outro paciente, as medicações não foram feitas corretamente, inclusive por falta delas, na urgência não tinha um desfibrilador e após o óbito eu só pedi um eletrocardiograma para diagnosticar o óbito do meu pai e fui informada que o mesmo estava trancado na sala do diretor do hospital e só funcionava durante a semana.

Quer dizer que as urgências param nos finais de semana? Não quero aqui falar de nenhum funcionário, pq as pessoas até tem boa vontade de trabalhar, mas não tem recursos o que torna nosso trabalho praticamente vão. Prefeito, até quando isso? Até quando essa desvalorização com a saúde e os profissionais? Sei que são apenas 2 meses de governo, mas vc teve apenas 2 meses e conseguiu planejar um carnaval onde metade da população se diverte enganada, esquecendo que existem coisas que valem a pena ser investido.

Se fosse seu pai, o senhor Chiquinho que precisasse de um atendimento de urgência em Codó? Iria pegar seu helicóptero e levá-lo para o Sirio Libanês, ou confiaria na saúde do município que vc administra? Não permita que isso aconteça com outros pais de família, com pessoas que são os pilares de casa, com pessoas que confiaram em vc! Hoje eu já não quero mais trabalhar aqui, não com essa falta de estrutura, não num lugar onde meus conhecimentos se tornam inválidos, não onde vc entra sem esperança de sair vivo. Meu pai infelizmente não voltará, mas podemos evitar que esse caos atinja muitas famílias!