Category Archives: Saúde

BOA NOTÍCIA: Governo Federal já autorizou mas codoenses iniciaram a semana sem reajustes nos remédios

Quanto mais a idade avança, mais alto é o gasto com remédios em Codó.  Seu Clemente Lopes revelou que, as vezes, é preciso investir até 50% de sua aposentadoria para manter a saúde sem maiores complicações.

é pra pressão, derrame que eu tenho derrame também…ENTÃO O SENHOR GASTA MUITO? Gasto “, respondeu

Quando há um reajuste, como o autorizado pelo governo dia 31 de março, a reclamação é geral. A boa notícia é que o consumidor codoense iniciou a semana sem susto no balcão.

SEM REAJUSTE EM CODÓ

O reajuste ainda não ocorreu  em Codó porque as farmácias daqui se baseiam na lista que vem com o nome do medicamento e o preço. Elas são  produzidas pelos fabricantes que, depois, enviam para cada cidade.  A nova lista  ainda não chegou à Codó.

Não há dia certo pra chegar, pode ser até hoje (terça-feira) avisou a balconista , Maria de Jesus Rodrigues, que lembra o inevitável.

 “A partir do momento que o caderno chega aí vai ser reajustado, mas enquanto isso não”, frisou

Muita gente  aproveitou a segunda-feira (1º)  já prevendo um aumento nos gastos em torno de 6%, conforme autorizado pelo governo federal.

eu compro pra hipertensão, compro pra diabetes e outros mais (…) Eu tô achando muito bom não, porque o dinheiro é pouco e aí quanto mais aumenta fica ruim pra gente”, reclamou-se o aposentado Deusdete Silva

 “Tá aumentando mais, medicamento  que é a coisa mais importante pra saúde da pessoa, ele devera fazer era baixar mais um pouquinho, né não? Aumentar não, rapaz tem muita gente que precisa, num sabe? Muita mesmo e o pior é que precisa e não tem a condição”, criticou a lavradora Raimunda Mendes dos Santos

Sindicato vai discutir PCCS dos servidores do SUS em Codó

O SINDSSERM vai realizar na próxima terça-feira, 9, às 18h, em sua sede na rua Tiradentes, 1934, São Pedro,  uma Assembleia Geral para apresentar e votar um Plano de Carreira, Cargos e Salários dos trabalhadores do Sistema único de Saúde em Codó.

De acordo com o presidente, Rafael Araújo, o sindicato já disponibilizou uma cópia da proposta em cada local de trabalho e na Assembleia todos poderão se expressar a respeito até que se tenha o modelo aprovado pela maioria.

“Na ocasião os trabalhadores do SUS terão oportunidade de conhecer e modificar a proposta de PCCS elaborada pela direção do SINDSSERM”, garantiu o presidente em sua página na internet

Segundo professora Rafael, atualmente os servidores da área de saúde não possuem um plano próprio o que gera uma série de perdas para a categoria.

Sem 192 SAMU de Codó disponibiliza números alternativos para manter atendimento

O SAMU de Codó está com problemas na linha 192 desde a noite de ontem (28). Quem liga não consegue atendimento porque o telefone sequer chama na central.

A direção está divulgando três números que poderão ser acionados até que o problema seja resolvido pela operadora que mantém o 192. (Sem previsão de retorno, apesar das tentativas)

O cidadão pode ligar:

OI – 99 8800 – 1618

TIM – 99 8224 – 4855

CLARO – 99 8417 – 51 56

Secretaria informa sobre contratação de médicos para o Distrito de Cajazeiras

Em razão da indicação Nº 30/2013 do Poder Legislativo, de autoria dos vereadores Pedro Belo, Domingos Reis e Chaguinha da Câmara, onde solicitaram a contratação de médico e odontólogo para o Distrito Cajazeiras, a Secretaria Municipal de Saúde de Codó informa que: em atenção a indicação dos vereadores, a contratação dos profissionais já estava programada para o segundo trimestre de 2013.

Informamos abaixo o nome dos profissionais, bem como os dias em que os mesmos atenderão em suas respectivas áreas de atuação aquela comunidade e região.

         Nome do Profissional                         Ocupação                                        Atendimento
José Luis Sousa III Odontólogo Segunda-Feira a Quarta-Feira
Antônio Mário Graga Enfermeiro Segunda-Feira a Quarta-Feira
Flávio Ximenes Médico Segunda-Feira
Pedro Melo Médico Quarta-Feira a Sexta-feira
     

Larissa Barros Nascimento – Secretária Adjunta Municipal de Saúde

Ascom/Prefeitura Municipal de Codó 

Prefeito assina convênio para criação de centro de assistência à pessoas com o vírus HIV

Foto: Nilton Messias

Foto: Nilton Messias

O prefeito de Codó Zito Rolim assinou nesta quinta-feira (21) o convênio que criará uma sede para a Casa de Apoio Nossa Senhora da Natividade, associação de apoio aos portadores de HIV no município de Codó. Com a criação do convênio, assinado pelo Secretário Municipal de Saúde, Dr. Cláudio Paz, pela presidente da Associação, Maria Zenilde Salazar e pelo prefeito Zito Rolim, a Associação Nossa Senhora da Natividade ganhará uma sede própria e um recurso trimestral para possibilitar o seu pleno funcionamento.

O investimento beneficiará os portadores de HIV/AIDS do município de Codó que necessitam de assistência e um local para acolhimento temporário. Para a presidente da Associação Nossa Senhora da Natividade, Zenilde Salazar, o prefeito Zito Rolim fez virar realidade em sonho de 17 anos.

“Nossa associação vem esperando por esse momento há 17 anos. Estamos há muito tempo lutando para podermos ter um local onde possamos acolher os portadores de HIV, principalmente da zona rural e para dar assistência as pessoas que mais precisam. Hoje é um dia especial para nós, pois a Associação Nossa Senhora da Natividade irá ganhar uma sede e recursos para que possamos existir de fato e de direito. Não tenho palavras para agradecer ao Prefeito Zito Rolim e nosso Secretário de Saúde, Dr. Cláudio paz, por podermos realizar esse sonho”, declarou.

A associação Casa Nossa Senhora da Natividade de Codó será a segunda instituição a dar apoio exclusivo a portadores do vírus HIV em todo o estado do Maranhão. Para o Secretário Municipal de Saúde, Dr. Cláudio Paz, assinatura do convênio significa mais um grande passo para os serviços de saúde e assistência social de Codó.

“A casa de apoio é um projeto da prefeitura municipal e do governo federal, que a cada três meses, por meio do Ministério da Saúde, fará o repasse de recursos para a administração da nova unidade de assistência aos portadores de HIV. A prefeitura vai, juntamente com a presidente da associação, escolher o local para sede, alugar um imóvel adequado, disponibilizar vigilante, funcionários para a manutenção da casa e disponibilizar profissionais de saúde como enfermeiros, assistentes sociais, fisioterapeutas, psicólogos, além de garantir o transporte”, explicou o secretário.

O Prefeito de Codó, Zito Rolim, explicou que um dos principais objetivos da Casa de Apoio Nossa Senhora da Natividade é dar toda a assistência e suporte para pessoas portadoras de HIV que precisem se deslocar da zona rural para a sede do município.

“As pessoas que moram na zona rural, que venham fazer exames na cidade e não possuam parentes em Codó vão poder contar com este local de acolhimento e apoio. Um abrigo temporário com toda a estrutura. Nossos irmãos codoenses do interior que tiverem que vir a cidade, ou mesmo ir a Teresina, serão acolhidos com segurança, conforto, carinho e solidariedade por profissionais especializados no cuidado a esses pacientes. É muito importante poder realizar esse sonho de 17 anos e ajudar aos cidadãos portadores de HIV, que a partir de agora poderão contar com uma estrutura especialmente planejada para atende-los”, declarou o prefeito.

Associação Nossa Senhora da Natividade oferecerá alimentação (café da manhã, almoço e janta), hospedagem e higiene pessoal a cidadãos de localidades distantes do município que precisem passar mais de um dia na cidade ou realizar viagens a Teresina para fazer exames ou procedimentos médicos. A Associação Nossa Senhora da Natividade espera contar com a sensibilidade e o apoio de empresários codoenses, que quiserem fazer doações para ajudar na montagem da sede.

Raphael Fernandes

Assessoria de Comunicação – Governo Municipal de Codó

Secretário Cláudio Paz faz um panorama das transformações na saúde de Codó

Cláudio PAZ e Zito Rolim

Cláudio PAZ e Zito Rolim

Em entrevista em seu gabinete, o Secretário Municipal de Saúde, Dr. Cláudio Paz fez uma retrospectiva e falou sobre novos projetos e as transformações pelas quais passará a saúde de Codó. Entusiasmado com a quantidade de boas notícias, Dr. Cláudio Paz fez questão de enumerar os avanços conquistados em sua pasta no primeiro mandato da administração do prefeito Zito Rolim e destacou o que ainda está por vir.

SAMU

O Secretário começou pelo setor de urgência, emergência e serviços paramédicos, no qual a administração Zito Rolim transformou o SAMU de Codó, levando-o a categoria de melhor unidade em todo o estado. “Em 2009 encontramos o SAMU sucateado, sem profissionais e ambulâncias. Por meio de muito trabalho conseguimos reformular os serviços do SAMU e sua frota de veículos. Saímos de uma situação de caos do SAMU para levá-lo ao posto de melhor do Maranhão”, recordou. Hoje, a unidade do SAMU em Codó conta com 9 veículos de atendimento: 05 ambulâncias, 02 Rilux equipadas e duas motos de atendimento emergencial.

Unidades Básicas de Saúde

Cláudio Paz em atividade

Cláudio Paz em atividade

Dr. Cláudio Paz fez um “raio X” de tudo que estava sendo realizado nas unidades básicas de saúde do município, zonas urbana e rural. De acordo com o secretário, por meio de convênio, o município conseguiu implantar um programa de modernização e ampliação das UBS. “Estamos construindo dez unidades básicas de saúde em Codó, sendo três na zona rural e (Santana Velha, Palmeira do Norte e Sabiazal) e sete na cidade (Codó Novo, Santo Antonio, Nova Jerusalém, São Pedro, Vila Fomento, Trizidela, Av Santos Dumont). A administração Zito Rolim ainda está reformando e ampliando o posto do povoado Alegre (Zona Rural) e Conjunto Vereda (sede). Também temos projetos de ampliação de mais postos como Cajazeiras, Km 17, Barracão, e unidades do Borborema, Codó Novo, CAM e do São Francisco. Todas serão reformadas e ampliadas no programa de melhorias e ambiência de nossas unidades básicas de saúde”, enumerou.

NASF em Codó

O NASF é uma estratégia inovadora que tem por objetivo apoiar, ampliar, aperfeiçoar a atenção e a gestão da saúde na Atenção Básica/Saúde da Família. Dr. Cláudio falou sobre a implantação do programa em Codó, com equipes munidas de conhecimento técnico e habilidades relacionadas para atender a Saúde da Família, incluindo ações intersetoriais e interdisciplinares, promovendo a prevenção, reabilitação da saúde e cura, além de humanização de serviços nas áreas de fisioterapia, nutrição, assistência social, psicologia e terapia ocupacional.

Reforma do HGM

O Secretário deixou claro, que a magnitude das obras de reforma e ampliação do HGM é inédita no município e que, apesar da obra, o atendimento continua servindo a volumosa demanda. Os atendimentos no HGM chegam a 10 mil no pronto socorro, 30 mil procedimentos, entre aplicação de medicação, curativos, sutura e drenagem. “Mesmo com a reforma estamos fazendo mais de 200 cirurgias por mês, 270 partos e mais de 100 internações. O apoio do prefeito Zito Rolim é total e já declarou 2013 como o Ano da Saúde, que na verdade será apenas o primeiro passo para o quatro anos de trablho. Agradeço muito o empenho de nosso prefeito, que mesmo contando com recursos federais, coloca nossa contra partida de 15% (padrão) para 24%”, explicou o secretário.

Academias da Saúde

Com unidades na Trizidela e São Francisco, a Academia da Saúde será uma boa novidade aos pacientes com diabetes e hipertensão. Codó foi contemplada para receber a construção dessas unidades, que serão academias da saúde para comunidade junto com UBS e NASF, com atividades físicas e acompanhamento médico. A nova proposta de unidade de saúde irá tratar da questão da obesidade e redução das complicações por falta de controle dos pacientes com diabetes e hipertensão. O objetivo é que o paciente diminua o excesso de medicamentos, aumentando a pratica de exercícios e nutrição adequada.

Raphael Fernandes

Assessoria de Comunicação Governo Municipal de Codó 

Rodrigo Figueiredo diz que fiscalização em cima da saúde de Codó está só começando

Comissão de fiscalização da saúde

Comissão de fiscalização da saúde

Na manhã da última terça feira, (19), uma comissão formada por vereadores foi realizar a primeira de uma série de visitas de vistoria e fiscalização em todas as unidades de saúde administradas pelo município de Codó. A Comissão Parlamentar foi constituída na 3ª sessão ordinária da Câmara Municipal de Codó, por meio do requerimento número 01/13, de autoria do Vereador Rodrigo Figueiredo (PDT), que foi aprovado por unanimidade no plenário.

No entanto, para alguns vereadores a demora na autorização da visita ajudou a direção do Hospital Geral Municipal a ganhar tempo para ajeitar setores do hospital e colocá-los em condições de receber os edis. Mesmo assim, quando os parlamentares se dirigiram à área de nutrição do hospital encontraram comida com prazo de validade vencida no estoque.

Os vereadores da comissão fizeram o registro fotográfico para comprovar a existência de um alimento cuja validade vencera dia 28 de fevereiro de 2013 e não aceitaram a as explicações e justificativas dos funcionários para o fato constrangedor. O vereador Pedro Belo declarou que a situação é inadmissível e que vai notificar o CONSEA, já que é membro estadual do Conselho, sobre a presença de alimento sem validade na cozinha do HGM.

Para o Vereador Rodrigo Figueiredo, responsável pela instituição da comissão, o fato prova que a constante vigilância é mais do que necessária para a proteção dos pacientes e da população de Codó.

“Quando fiz o requerimento, tinha a certeza que encontraríamos irregularidades no hospital. Uma de minhas atribuições como vereador deste município é fiscalizar as atividades do poder executivo e cobrar pelo bem estar do povo de Codó. Essa é minha função. Afirmo que a falta de cuidados com nossos doentes e nossos pacientes de Codó é uma falta de respeito. É um direito básico que tem que ser fornecido com qualidade sem ressalvas”, desabafou o parlamentar.

Rodrigo declarou que a constatação do mau uso do HGM é só o começo dos trabalhos de fiscalização dos serviços médicos em Codó, e que a comissão permanecerá vigilante em prol da saúde e do bem estar dos munícipes em todas as unidades, tanto do perímetro urbano, quanto da zona rural.

Assessoria de Comunicação Social e Relações Públicas – Vereador Rodrigo Figueiredo   

GRAVE – Vereador encontra alimento com validade vencida na cozinha do HGM

A coisa para o lado do Hospital Geral Municipal não anda em sua melhor maré. Ontem (19) os vereadores foram vistoria-lo e, claro, como tinham avisado encontraram funcionários pra todo lado, cama arrumadinha e tudo mais.

Mas quando os parlamentares se dirigiram à cozinha tiveram uma ingrata surpresa. O curioso Pedro Belo (PCdoB), segundo publicação do blog Correio Codoense que acompanhou a visita, encontrou comida com prazo de validade vencida no estoque.

Um registro em fotografia prova a existência de um alimento cuja validade venceu no dia 28 de fevereiro de 2013.

Alimento encontrado na cozinha do HGM

Alimento encontrado na cozinha do HGM

Para explicar o flagrante constrangedor, segundo o colega Francisco Oliveira que registrou tudo, teria surgido, rapidamente, algumas versões, dentre as quais a de que o alimento vencido estava ali porque ‘alguém o esqueceu’ e que jamais seria servido aos pacientes.

O vereador que flagrou o desrespeito à saúde no maior centro de saúde de Codó adiantou que denunciará o caso ao Conselho Nacional de Segurança Alimentar – CONSEA –  do qual é conselheiro estadual, além, claro, de leva-lo ao conhecimento do grande público por meio de suas ações na Câmara Municipal.

Pedro Belo acha alimento vencido no HGM

Pedro Belo acha alimento vencido no HGM

Não pude acompanhar a visita em razão de que estava para Coroatá, mas acredito que se não fosse este episódio da cozinha com alimentos vencidos na prateleira o relatório dela seria um mar de rosas, afinal quem abriria as portas de sua casa para seus vizinhos faladores sem antes deixa-la um brinco?

Vereadores vão visitar HGM e postos nesta terça-feira

Os vereadores vão visitar o Hospital Geral Municipal nesta terça-feira (19). A informação foi confirmada há pouco na sessão ordinária pelo vereador Chaguinha da Câmara.

De acordo com o parlamentar, a comissão sairá do prédio do Poder Legislativo em direção ao HGM e, posteriormente, aos postos de saúde dos bairros, exatamente, às 9h da manhã. O parlamentar convidou a imprensa para acompanhar a visita.

De acordo com Chaguinha, a indicação que resultou na visita é de autoria do vereador Rodrigo Figueiredo (PDT).

PROCISSÃO DE AMBULÂNCIAS: Políticos brigam pela viúva e deixam Codó com referência ZERO na área da saúde

Olhai por nós codoenses meu Cristo Redentor

Olhai por nós codoenses meu Cristo Redentor

Codó entrou numa crise de representação política histórica. Não que não tenhamos à quem recorrer, somos bem servidos. Temos:

  • Deputado estadual Camilo Figueiredo
  • Deputado estadual César Pires
  • Suplente de deputado federal Ricardinho Archer
  • Prefeito Zito Rolim (aliado do governo do Estado)
  • Expedito Carneiro e Leonel Filho do lado do secretário de Saúde, Ricardo Murad
  • Cláudio Paz, Maria Paz parentes da deputada Graça Paz e do agora governista Clodomir Paz
  • Muitos paraquedistas e Todos os demais políticos da cidade (Chiquinho Oliveira, Ricardo Archer, Francisco Nagib, Biné Figueiredo, Zé Inácio, Zé Francisco e outros) do lado do cabo.

Mas ainda assim, tudo, na área de saúde está acontecendo ao redor de Codó, a sexta maior cidade do Maranhão (atrás apenas de São Luís, Imperatriz, Timon, Caxias e, agora, São José de Ribamar).

Na solenidade de um ano da UPA, uma coisa chamou a atenção do blog.

Criou-se uma central de leitos (que encaminha pacientes com lugar garantido para ficar), mas Codó, com o nosso Hospital Geral Municipal, não está entre  nenhuma das cidades preparadas para receber estas pessoas.

PRA ONDE VAI A TURMA DE CODÓ

Incrivelmente, nós perdemos espaço, senhores, para PERITORÓ, COROATÁ, ALTO ALEGRE DO MARANHÃO e TIMBIRAS.

Segundo foi explicado na solenidade:

  • Se quebrar um osso – a referência é o Hospital Geral de Peritoró
  • Se o problema for obstetrícia (nascer menino, mulher gestante) – encaminha-se para o Hospital Geral de Alto Alegre do Maranhão
  • Se for caso de gravidade intermediária – encaminha-se para o Hospital Geral de Timbiras
  • Se for grave – manda-se o paciente para o macrorregional de COROATÁ

Aqui, a missão é normalizar a urgência, e, por meio da central de leitos, confirmar a internação na cidade vizinha.

O HGM não é referência pra ninguém, segundo decidiu a cúpula da saúde e, como ninguém, dentre nossos poderosos políticos, disse nada FICOU POR ISSO MESMO.

Vamos agora só acompanhar a procissão de ambulâncias para cidades que precisam juntar sua população inteira para ultrapassar, em quantidade,  a de Codó.

Mas, fazer o quê? Os homens só querem saber de brigar pelo diabo da viúva. Dá nisso.