Category Archives: Saúde

Fumacê continua combatendo a dengue no centro da cidade

O trabalho de combate à dengue no centro de Codó continua com a utilização do carro fumacê que nebuliza inseticida contra a fase alada do mosquito transmissor da doença. Na tarde desta terça-feira (29) o fumacê estava na Av. 1º de Maio, próximo à estação ferroviária em plena atividade.

Codoenses denunciam que médicos não estão atendendo por causa de atraso de salário

Uma ouvinte do programa Cidade Notícias (FCFM) participou na manhã de hoje (29), via telefone, para fazer uma reclamação pertinente, considero.

Disse que está com uma parente, entre 8 a 11 dias, internada no Hospital Geral Municipal a espera de uma cirurgia. Ocorre que, segundo a denunciante, esta nunca foi realizada porque o médico responsável estaria com seu salário atrasado. Ninguém disse à ela quando a cirurgia será realizada.

“Acho que quando ela morrer porque do jeito que está”, disse indignada a mulher ao telefone

“NÃO PROCEDE”

O blog fez contato com o diretor do hospital, Raimundo Lisboa, sobre este assunto. Pediu para que retornássemos a ligação uma hora depois para que ele tivesse tempo de descobrir quem era o médico. Assim fizemos.

No retorno, Lisboa garantiu que não existe médico-cirurgião com salário atrasado no HGM e que todas as cirurgias estão sendo realizadas normalmente, cada uma  a seu tempo.

“Tô saindo do centro cirúrgico o médico está lá operando normalmente, acho que deve ter sido algum falatório…TEM MÉDICO AÍ COM SALÁRIO ATRASADO? Não, não, os salários estão em dia, aqui do hospital não, talvez de outro setor, aqui não”, disse Lisboa

NO BARRACÃO

Coincidência ou não, no interior do município de Codó, os lavradores que dependem de atendimento médico no posto da localidade BARRACÃO, região que leva à Sentada e à Santo Antonio dos Pretos, estão ouvindo, desde dezembro do ano passado, justificativa de ausência médica parecida.

Quem procura atendimento houve apenas dos vigias e zeladores (que moram  no povoado) que o médico só fará atendimento quando receber o salário atrasado. Auxiliares e enfermagem e enfermeiras também desapareceram do Barracão.

Com a palavra a Secretaria de Saúde.

Médico deve prestar todo esclarecimento de procedimentos para evitar condenação por danos

“O médico que deixa de informar o paciente acerca dos riscos da cirurgia incorre em negligência e responde civilmente pelos danos resultantes da operação.” Esse é o entendimento do STJ em uma ação de dano moral utitlizada pelo advogado Fabricio Angerami Poli, especialista em Direito do Consumidor do Marques e Bergstein Advogados Associados*, para explicar a importância do profissional da saúde em explicar ao paciente todas as possibilidades de intercorrências do procedimento que deve ser feito.

“Quando o médico explica ao paciente o que pode acontecer durante e após uma cirurgia, por exemplo, a responsabilidade passa a ser do paciente, que estava ciente dos riscos e ainda assim consentiu com o procedimento”, orienta explicando ser muito comum ouvir falar sobre erro médico e sobre a responsabilidade do profissional da área de saúde quando algum procedimento não tem o resultado esperado.

“O dever de informação é pouco difundido, tanto entre pacientes quanto entre os profissionais da área de saúde, hositais e clínicas”, salienta. Isso significa que se houver intercorrência quando o médico informa ao paciente todas as possibilidades positivas e negativas do procedimento em questão, a responsabilidade passa a ser do paciente e não há dano moral. De acordo com o advogado Fabricio Angerami Poli,

“esse entendimento vem ganhando força, ou seja, mesmo que o dano seja encarado como intercorrência normal daquele procedimento, o médico pode ser responsabilizado pela falta do dever de informação acerca dos riscos ao paciente”.

Além da decisão do STJ, o TJ-SP já está seguindo o mesmo entendimento. Teve uma decisão da Corte paulista em que foi realizada uma cirurgia plástica que resultou em processo infeccioso e cicatrização inadequada. O advogado salientou que o réu não provou ter prestado todos os esclarecimentos e orientações para a autora, por isso foi condenado ao ressarcimento da quantia paga pla cirurgia.

Secretaria de Saúde fará reunir para discutir combate à dengue em Codó

No dia 30 de janeiro a Secretaria Municipal de Saúde realizará reunião técnica para a implantação do Grupo de Trabalho Intersetorial (GTI) de Gestão do Plano Municipal de Prevenção e Controle de Epidemias de Dengue.

A Secretaria tem controlado a população do mosquito transmissor da Dengue, o Aedes Aegypti, por meio de trabalho intensivo das vigilâncias entomológica e epidemiológica. No entanto, é necessária a participação de outros aparelhos municipais para a implantação de serviços públicos no combate ao mosquito da Dengue como:

  • Distribuição de água permanente 24h nos domicílios
  • Proteção dos depósitos coletores de água para afazeres domésticos
  • Limpeza urbana e destinos adequados dos resíduos sólidos (potencial criadouro dr vetores)
  • Ações educativas domiciliares e de massa para controle da doença

No ano de 2012, a Secretaria Municipal de Saúde criou o Plano de Contingência para Enfrentamento de Epidemias de Dengue, que será reeditado em 2013 e contempla instituir o GTI. O encontro, ministrado por técnicos da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, acontecerá no Salão Nobre da Prefeitura de Codó, no dia 30 de janeiro, às 10h00.

Asscom – Prefeitura Municipal de Codó – Governo Cuidando da Nossa Gente

Homens também podem ter câncer de mama

O dia mundial do câncer é celebrado todo dia 4 de fevereiro em muitos países no mundo todo, essa data foi sugerida por iniciativa da União Internacional para o Controle do Câncer (UICC), que visa evitar milhões de mortes a cada ano, por meio do aumento da consciência e da educação sobre a doença. O câncer é a principal causa de morte, provocou 7,6 milhões de mortes em 2008, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA). Apesar disso, estima-se que um terço dessas mortes poderiam ter sido evitadas com a detecção precoce, com a prevenção e com os tratamentos existentes.

O câncer pode surgir em qualquer parte do corpo, entretanto alguns órgãos são mais afetados do que outros. Entre os mais prejudicados estão o pulmão e a mama, porém cada órgão pode ser alvo de tipos diferentes de tumor, sendo eles mais ou menos agressivos. O câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais frequente no mundo, é também o mais comum entre as mulheres, correspondendo a 22% dos novos casos a cada ano. Segundo dados do INCA, o câncer de mama totalizou 12.852 mortes no ano de 2010.

Ao contrário do que se pensa o câncer de mama também afeta os homens, apesar de ser mais raro entre o sexo masculino. Dados provenientes do INCA apontam que a proporção entre homens e mulheres é de 1 caso masculino, para cada 100 casos femininos da doença.  Em relação à faixa etária em que essa doença se manifesta nos homens, geralmente é entre os 50 e os 60 anos que o câncer de mama masculino começa a aparecer.

Diferente de muitos casos de câncer mamário feminino, a doença é detectada na maioria das vezes em um estágio mais avançado nos homens. O principal motivo dessa demora no diagnóstico, segundo especialistas, é o preconceito por essa doença ter as mulheres como alvo na grande maioria das vezes, e a falta de conscientização sobre a importância dos exames de rotina. Entre as principais causas dessa doença nos homens, estão as alterações genéticas, hormonais, alimentação rica em gorduras e excesso de álcool ingerido, além disso, o uso de anabolizantes ou de hormônios também são fatores importantes para o desenvolvimento dessa doença.

O tratamento do câncer de mama no homem, assim como na mulher, depende do estágio em que o paciente se encontra, depois do autoexame e da mamografia, é efetuada a cirurgia para retirada da mama e, quando necessário, complementa-se com quimioterapia ou radioterapia.

No sexo feminino é possível realizar a reconstrução da mama, que pode ser feita com retalhos de tecidos e implante de prótese mamária. Nos homens essa reconstrução também é possível, afirma Dr. Alderson Luiz Pachecho, cirurgião plástico. “No homem, devido à sua anatomia torácica, não há necessidade de reconstrução do volume e as técnicas têm como objetivo o melhor resultado estético da região peitoral, o adequado posicionamento das cicatrizes finais e o fechamento da ferida cirúrgica”, explica o especialista.

Dr. Pacheco comenta que de maneira geral os homens procuram realizar a cirurgia de exerese da galdula mamária ou ginecomastia, justamente pelo resultado estético da região e pela reconstituição da anatomia local, o que causa consequentemente a reabilitação física e social do paciente.

É importante ressaltar que independente do sexo as pessoas devem se autoexaminar para que possam identificar alguma irregularidade na mama, além disso, a prática de exercícios físicos juntamente a uma alimentação balanceada são os maiores aliados na prevenção dessa doença.

Grupo Alcóolicos Anônimos de Codó completa 27 anos de existência salvando vidas

O grupo de Alcoólicos Anônimos de Codó completou 27 anos de existência no município. A irmandade, como é chamada pelos frequentadores, já salvou dezenas de pessoas da morte causada pela ingestão descontrolada do álcool.

A estatística dos membros mais velhos é de  que exista em torno de 250 pessoas que se libertaram, completamente, do vício com a ajuda do A.A.

“Nós temos uns 250 companheiros que hoje, apesar de não frequentar, mas estão bem, conseguiram uma vida melhor, conseguiram se afastar do alcoolismo e hoje eles estão bem”, disse um entrevistado à TV Palmeira do Norte

NARCÓTICOS ANÔNIMOS

O grupo tem planos para implantar um Narcóticos Anônimos na cidade direcionado, exclusivamente, à recuperação de pessoas envolvidas com o uso de drogas.

“Vemos em Codó hoje tantos jovens no mundo do álcool, na droga, não temos aqui um grupo de narcóticos anônimos, mas futuramente nós implantar um grupo de narcóticos anônimos em Codó”, afirmou

O Alcóolicos Anônimos continua se reunindo próximo à igreja Matriz na quarta-feira e no sábado, das  8h à 9h da noite.

Dr. Dualibe diz que Zito na área da saúde é NOTA 20

Dr. Duailibe

Dr. Duailibe

Em entrevista recente ao radialista Daniel Sousa, da rádio Mirante AM, o ortopedista mais famoso da região dos Cocais, Francisco Duailibe, entre outros assuntos, deu notas para o governo de Zito Rolim na área da saúde.

Começou dizendo que a nota do Governo Cuidando de Nossa Gente, só dentro de Codó porque ‘nosso povo é exigente’ não é dez não, mas é nove, explicando o por quê.

“Eu não posso dá um 10 para o Zito, porque nós temos dificuldade, mas 9 eu dou. Muitas vezes o recurso atrasa, muitas vezes não é repassado, então eu dou 9 sem ter medo”, afirmou

 É NOTA 20

Dr. Duailibe se empolgou e foi além. Quando comparou Codó com outros municípios disse que Zito na saúde é NOTA 20 e não dez, pois tem muitos lugares que estão mandando até dedo inchado (usou o termo falange inchada) para hospitais do estado como o de Presidente Dutra.

“Agora com relação as outras prefeituras, meu amigo, é 20, a nota dele né 10 não, porque tem prefeitura aí que não tá fazendo nem parto, tem prefeitura aí que não tá fazendo uma sutura, um dedo quebrado tá indo para Peritoró, tá indo para Coroatá, tá indo para Presidente Dutra, sobrecarregando o serviço do estado onde poderia ter sido resolvido, simplesmente, numa prefeitura”, frisou o médico

Na mesma entrevista, Francisco Duailibe, que é chefe da ortopedia no HGM e diretor-clínico da UPA, disse abertamente que só viu dois prefeitos fazendo saúde em Codó – Zito e Ricardo Archer.

Carro fumacê na cidade indica que precisamos de ajuda extrema contra a dengue em Codó

Já saiu um novo levantamento de infestação predial do mosquito da dengue em Codó. Os dados ainda não foram divulgados, mas parece que a situação não é tão confortável quanto às demais, constatadas em 2012, quando ficávamos sempre abaixo de 1%.

Nebulização no centro de Codó contra a dengue

Nebulização no centro de Codó contra a dengue

Esta semana presenciei o carro fumacê, da Assessoria de Endemias, fazendo a nebulização de um inseticida contra o Aedes aegypti em pleno centro da cidade, à tarde.

SITUAÇÃO DE ALTO RISCO?

Chama a atenção em razão de que, segundo as autoridades no assunto, o fumacê só utilizado como medida extrema. Leia o que um site especializado em saúde fala sobre  este assunto:

“O fumacê não é aplicado indiscriminadamente, sendo utilizado somente quando existe a transmissão da doença em surtos ou epidemias. Desse modo, a nebulização pode ser considerada um recurso extremo, porque é utilizada num momento de alta transmissão, quando as ações preventivas de combate à dengue falharam ou não foram adotadas.

Algumas vezes, os mosquitos e larvas desenvolvem resistência aos produtos. Sempre que isso é detectado, o produto é imediatamente substituído por outro”, descreveu o site

É óbvio que pode não ser o caso, afinal, nada foi divulgado ainda pela Secretaria de Saúde, mas as autoridades precisam esclarecer se estamos ou não em situação de alto risco, afinal ninguém mais além da própria população, bem informada, pode mudar isso.

ENTREVISTA: Cláudio Paz fala sobre mudanças em 2013 e da retirada de medicamentos dos postos

Dr. Cláudio e Zito

Dr. Cláudio e Zito

Em visita as obras de reforma e ampliação do HGM, o Secretário Municipal de Saúde, Dr. Cláudio Paz, falou sobre as mudanças e transformações na pasta para 2013. Sobre as obras do Hospital Geral Municipal, o secretário explicou que a construção de 24 leitos de enfermaria e dois apartamentos individuais levará muito mais conforto aos pacientes e estará a disposição para a obstetrícia e maternidade.

“Haverá uma mudança muito significativa na organização do HGM, com a reforma e ampliação do Centro Cirúrgico, Sala de Parto, Berçário. A ortopedia terá recepção própria. A nova central de marcação do ambulatório terá área climatizada, onde pacientes aguardarão as consultas com muito mais conforto. Trocaremos o piso e os azulejos, condenado pela vigilância sanitária e que não foram trocados em administrações passadas. O novo revestimento das paredes irá evita o acumulo de bactérias e será de fácil manutenção e higienização. Será um novo HGM”. Observou Dr. Paz.

O Secretário ainda pediu a compreensão da população durante o período das obras de reforma e ampliação e explicou que a administração está trabalhando para evitar ou amenizar pequenos transtornos.

“As obras serão realizadas por etapas, reformando, modernizando ou ampliando cada setor, pois o hospital não pode e não vai parar. Acreditamos que no máximo até maio ou junho possamos concluir toda a obra, reformando e reformulando toda a estrutura e organização do hospital”.

Uma modificação importante para o HGM será a construção de uma nova entrada para a urgência e emergência, adaptada a altura das novas ambulâncias. Mesmo não estando dentro dos recursos da emenda parlamentar da obra, a reforma da urgência e emergência será feita com recursos próprios da prefeitura. A recuperação, restauração e pintura de toda a mobília e melhoria dos equipamentos estão incluídas no projeto.

O Secretário Municipal de Saúde observou que o plano diretor para as obras do Novo HGM é apenas uma das ações que estarão em conformidade com o que prometera o prefeito Zito Rolim em seu discurso de posse. Para o segundo mandato, o chefe do executivo municipal preconizou que os esforços e investimentos para a saúde serão triplicados.

Mesmo com as obras, o HGM continua realizando em média de 8 a 10 cirurgias e 10 a 12 partos por dia. Dois médicos no pronto socorro, um cirurgião, um anestesista, um ortopedista e um clínico fazem a rotina do hospital, totalizando cinco médicos a cada escala de plantão, além dos médicos que fazem consultas.

Novos postos de saúde e logística para medicamentos

Durante o primeiro mandato do prefeito Zito Rolim, a secretaria de saúde objetivou ampliar a cobertura dos serviços de saúde em todo município. Foi iniciado um plano ambicioso para a construção de novos postos de saúde na cidade e zona rural, além da ampliação das unidades existentes. Foram iniciadas as obras de postos no Codó Novo, Sabiazal, Bairro Santo Antonio, Vila Fomento, Trizidela, Cibrazem, Bairro São Pedro, Santana Velha e Lagoa da Onça, além da ampliação das unidades de saúde do Povoado Alegre, Conjunto Vereda e localidade Boa Vista do Procópio. Dr. Claudio Paz explicou que, apesar do Ministério da Saúde ter repassado apenas  10% dos recursos em algumas unidades de saúde, a prefeitura continua executando as obras para cumprir com os prazos de entrega em 2013.

“Recebemos o convite para participarmos entre os dias 31 de janeiro e 1° de fevereiro do Encontro Nacional de Secretários, promovido pelo Ministério da Saúde, que estará disponibilizando uma sala de atendimentos onde os secretários poderão estar levando suas demandas e relatando sobre as obras que estão com os repasses atrasados. Por exemplo, temos o posto de saúde da lagoa da Onça, onde recebemos 10% do repasse e estamos com mais de 70% da obra concluída”, disse. O Secretário lembrou sobre a modernização do SAMU e a aquisição de mais duas ambulâncias, somando um total de 9 ambulâncias e mais  duas motos de primeiros socorros.

Sobre a nova política de controle e distribuição de medicamentos, o Secretário de Saúde explicou que a decisão de tirar remédios das Unidades Básicas e levar para a futura Farmácia Central ajudará no controle e melhor aproveitamento desses produtos. Dr. Paz alerta que o controle mais rígido da entrada e saída dos medicamentos evita o desperdício e a ausência de remédios nas prateleiras.

 “Nós temos um limite para compra. Estando os medicamentos em um local centralizado, iremos poder fazer um levantamento melhor do controle de estoque. Os remédios chegarão a nosso almoxarifado na CIBRAZEM e serão levados para futura Farmácia Básica Central. A mudança será apenas na cidade, onde as pessoas já se deslocam normalmente para comprar o medicamento e resolver outras coisas no centro da cidade. As pessoas irão se deslocar para garantir gratuitamente o remédio disponibilizado pela prefeitura. Em cidades maiores funciona assim. A distribuição de medicamentos nos postos de saúde da zona rural continuará sendo realizada da mesma forma, no próprio local. O nosso objetivo não foi complicar a vida da população e sim controlar melhor o medicamento para o acesso a todos os codoenses”. Salientou o Secretário.

Raphael Fernandes

Assessoria Comunicação Governo Municipal de Codó

Secretário deixa 17 postos de saúde sem remédios e causa indignação nos bairros

A Secretaria de Saúde tomou uma de suas medidas mais impopulares na última segunda-feira (14). Resolveu tirar toda a medicação gratuita que era distribuída nos postos de saúde para entrega-las apenas num único local – a sede do programa Farmácia Básica, que fica na Secretaria de Assistência Social.

Para idosos que precisam de remédios contra pressão alta e diabetes, os mais procurados,  moradores do Codó Novo, por exemplo, a distância é maior do que 4kms.

Sem dinheiro para mototáxi ou a ajuda de um parente mais jovem ouvimos no posto do bairro que muitos ficarão sem acesso à medicação que é de uso contínuo. Por lá só ficaram remédios contra hanseníase.

GOVERNO NÃO EXPLICA NADA

17 postos estão sem remédios desde segunda-feira (14). Situação é pior naqueles poucos da Zona Rural, a distância até o centro da cidade ficou, significativamente, maior para estes cidadãos. Terão que gastar dinheiro para tentar receber remédio de graça.

Fomos até a Farmácia Básica, que continuava com prateleiras, praticamente, vazias, para ouvir do coordenador Walber o motivo da mudança, uma vez que ele, segundo os agentes comunitários de saúde, foi quem comandou a reunião onde todos ficaram sabendo da transferência.

Ele disse que só o secretário Cláudio Paz explicaria, pois a ordem havia partido dele. Ligamos para o secretário, mas não fomos atendidos.

A medida está na contramão da facilitação de acesso à medicação gratuita. O Governo Federal orienta que o cidadão deve ficar o mais perto possível do completo atendimento ( que equivale à consulta médica MAIS entrega de remédios).

Em Codó, acabaram de fazer o inverso.