Category Archives: Saúde

Secretaria realiza Conferencia Municipal de Saúde de Codó

Começou na segunda-feira (13) a 8ª Conferencia Municipal de Saúde de Codó. Com o tema: Saúde Pública de Qualidade para Cuidar Bem das Pessoas – Direito do Povo Brasileiro, o evento irá acontecer entre os dias 13 e 15 de julho e tem por objetivo elaborar o planejamento e ações para os próximos anos. Na solenidade de abertura estavam presentes o Secretário Municipal de Saúde, Ricardo Torres, o Prefeito de Codó, Zito Rolim, secretários de governo, representante do poder legislativos, coordenadores da saúde municipal, entre outras autoridades.

Foto de Nilton Messias

Foto de Nilton Messias

A mesa de hora foi composta pelo Prefeito Zito Rolim, o Secretário de Saúde, Ricardo Torres, a gestora da Escola Estevam Ângelo, Maria Alves, o representante do poder legislativo e presidente da comissão de saúde da câmara, vereador Pastor Max Tony, o representante da Secretaria de Estado da Saúde, Ribamar oliveira, o gestor da Saúde de Codó, Professor Gildásio Moura, o Coordenador da Conferência Eliel lima, e a Coordenadora Ana Selma.

Em suas palavras iniciais o prefeito Zito Rolim declarou aberta a 8ª Conferencia Municipal de Saúde de Codó. “Quero cumprimentar toda a mesa, em nome de todos os presentes. Pra nós é motivo de muita satisfação, pois entendemos que fica claro a preocupação e o desejo de todos os senhores em fazer a cada dia uma saúde melhor para todos os cidadãos. Sabemos que, apesar das dificuldades, a saúde tem avançado, mas ainda temos muito a fazer. Temos procurado aplicar de forma adequada todos os recursos, e unidos com o governo do Estado e Federal iremos continuar trabalhando para levar o melhor atendimento, principalmente aos que mais precisam. E nesta oportunidade declaro aberta a 8ª Conferencia Municipal de Saúde de Codó”.

Após a execução dos hinos nacional e do município de Codó, ao som da banda Euterpe, os convidados assistiram a um vídeo que mostrou toda a estrutura da saúde no município de na Regional de Codó, que inclui os municípios de Coroatá, Timbiras, Peritoró, Alto Alegre e São Mateus. Na produção é mostrado a estrutura da saúde na regional, bem como o número de leitos a disposição para a instalação de um curso de graduação em Medicina na cidade de Codó

Na ocasião também foi feita a leitura do Regimento Interno e da Programação da Conferência, e logo após, formada uma mesa redonda para Avaliação da Situação da saúde de Codó e discutir sobre a assistência, o financiamento, avanços e desafios técnicos. O público era formado em sua maioria por médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, agente de saúde, atendentes, auxiliar de enfermagem, gestores de unidades de saúde, fisioterapeutas, entre outros profissionais.

O Secretário Municipal de Saúde, Ricardo Torres, fez uma singela homenagem ao representante do Ministério da Saúde, Professor Gildásio Moura e falou sobre as conquistas já alcançadas e as perspectivas pela saúde de Codó. “O professor Gildásio é um profissional que dedica a vida a um Sistema que serve a todos dos precisam. o Sistema Único Saúde, que é gratuito e universal. Muito Obrigado. Os melhores projetos para a saúde pública no Brasil nasceram das conferencias municipais. Isso reforça a máxima que diz que ninguém mora no estado ou na união, todos moramos em municípios. Portanto, é na conferencia municipal que temos a oportunidade de estarmos próximo às pessoas e saber o que é preciso ser feito. É aqui que surgem as ideias capazes de proporcionar grandes mudanças para a saúde”, disse o secretário.

Programação

Para os dias 14 e 15 estão previsto na programação mesas de debates com os conferencistas: Gildásio Santos Moura – Área de Articulação Institucional/Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde/com os temas Direito a Saúde, Garantia de Acesso e Atenção de Qualidade; Keoma Celestino Dourado – Defensor Público DPE Maranhão/com o tema Participação e Controle Social; Domingos Santos – Presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde no Maranhão (COSEMS-MA)/Gestão do SUS e Modelos de Atençao a Saúde.

Ascom – Prefeitura Municipal de Codó

Coordenação de Vigilância em Saúde recebe três veículos para o combate a dengue

Esta semana a Secretaria Municipal de Educação ganhou mais um bom reforço no combate a dengue.

Karen Cruz faz entrega aos agentes

Karen Cruz faz entrega aos agentes

A Prefeitura de Codó, por meio da Secretaria de Saúde, fez a entrega de Motos para o Programa do Controle da Dengue. As motos serão utilizadas na supervisão, inspeção e controle da Dengue, nas zonas urbana e rural do nosso município.

O secretário de saúde do município Ricardo Torres, juntamente com a coordenadora de vigilância em saúde, Karen Cruz, fez a entrega das motos para os supervisores do programa, que fiscalizarão os agentes de endemias e o combate a Dengue.

Ascom

Vereador Leonel Filho tece críticas ao governo do Estado nas áreas da segurança, saúde e ao corte do Viva Luz

Leonel Filho

Leonel Filho

A demora do atual Governo do Estado em resolver os problemas mais urgentes do Maranhão foi a tônica do discurso do vereador Leonel Filho (PTN).

O líder do governo na câmara iniciou suas palavras lamentando o atual quadro da segurança pública, destacando o fato de os deputados governistas terem pedido a presença da Força Nacional e os inúmeros casos de violência ocorridos em todo o Estado. O edil comentou sobre a impotência do Governo do Estado perante o crescente número de assassinatos brutais e crimes hediondos, citando casos na capital São Luís e no interior do Maranhão, como o assassinato do vigia do Instituto Maná de Codó.

São crimes que destroem as famílias de nosso Estado, de maneira muito agressiva. Ninguém pode imaginar os momentos que aquele rapaz passou. Espero que o governo faça alguma coisa, pois as famílias estão acuadas”.

Morte tratada como número estatístico

Leonel expressou toda sua indignação sobre o comentário do governador do estado, que tratou do caso do assassinato da jovem de 23 anos, ocorrido na capital São Luís, como números estatísticos.

Então quer dizer que a vida de uma jovem é apenas dado estatístico. Então vida humana está resumida a números estatísticos. Acho que o governador se referiu ao caso de forma muito fria e teceu uma expressão muito infeliz e equivocada. Acredito que a família dessa jovem que morreu não deva estar nada satisfeita”, lamentou.

164 mil famílias de baixa renda sem Viva Luz

O vereador também criticou com veemência a atitude do atual Governo do Estado, ao cortar de forma repentina parte do programa Viva Luz, prejudicando mais de 164 mil famílias de baixa renda no Maranhão.

Milhares de pessoas perderam a isenção da conta de energia elétrica com a extinção do programa criado pela governadora Roseana Sarney. São pais de família que precisam e são de baixa renda, que passam dificuldade. Com a extinção do programa pelo governo Flávio Dino, essas famílias vão ter que pagar a conta e sentir ainda mais o peso no já precário orçamento”.

Falta de leitos e demissões na saúde

Leonel Filho também abordou dois problemas que começaram a ocorrer na saúde do Estado e a refletir no município de Codó. A primeira situação complicada é a problemática da falta de leitos para o remanejamento de pacientes.

A Central de Leitos é um sistema de regulação de pacientes que necessitam de procedimentos de alta complexidade, criado pelo governo do Estado. Por meio dele, a Secretaria Estadual de Saúde acha uma vaga em Presidente Dutra, Coroatá ou mesmo em São Luís e encaminha paciente. Agora os pacientes em Codó estão tendo que esperar até 60 dias pela transferência. Outro problema comentado pelo edil foi a demissão dos funcionários da UPA pelo governo do Estado e a falta de pagamento de seus direitos trabalhistas.

“Não queremos só apontar os problemas, mas queremos colaborar na busca de soluções. Antes não tínhamos essa espera toda por leitos. Acho também que o governo do estado, ao invés de demitir profissionais qualificados e competentes, sem pagar seus direitos, deveria criar mais um hospital regional, oportunizando novos postos de trabalho e mais leitos para os pacientes de Codó e região. O curioso é que Codó estava na lista para receber mais investimentos e agora não esta mais. Por que os recursos não chegam mais”

Avanços na educação de Codó

O parlamentar encerrou seu discurso dando bastante destaque aos recentes avanços na educação do município, como a inauguração de mais uma nova unidade infantil na localidade Lagoa do Costa, na zona rural, o acompanhamento das ações do Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio (PNEM) e a visita de representantes do MEC e Ministério da Saúde, para avaliação da estrutura da regional de saúde para possível vinda do curso de graduação em medicina no município de Codó.

Quero parabenizar ao empenho do Prefeito Zito e do Secretário de Saúde, Ricardo Torres, que mesmo em tão conturbado período por qual passa nosso país e nosso estado, têm conquistado tantos avanços para Codó”.

Ascom

Funcionários da saúde recebem certificado do SENAC

Noventa funcionário da saúde que atuam no município de Codó receberam certificado de capacitação e qualidade de atendimento do SENAC a cerimônia aconteceu no Auditório da Estação.

Os cursos foram oferecidos pela Prefeitura Municipal de Codó, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com o Sistema Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). Participaram da cerimônia o Secretário Municipal de saúde, Ricardo Torres, que representou o prefeito de Codó, Zito Rolim, além de funcionários da administração municipal.

Foto - Nilton Messias

Foto – Nilton Messias

Ricardo Torres destacou a importância da capacitação para a vida profissional e lembrou que o atendimento na saúde ganhará muito, com esses noventa profissionais que adquiriram mais conhecimento e se dedicaram para melhor servir o público.

“Nesse momento estamos celebrando a formação e capacitação desses servidores que, cada vez mais, buscam seu aperfeiçoamento profissional e isso irá refletir no padrão de atendimento em nossas unidades médicas”, disse.

Em Codó, a prefeitura conta com o apoio e a experiência do Senac em promover capacitação e qualificação profissional com a oferta de cursos de diversas modalidades. Com esta iniciativa, a Prefeitura insere o município no cenário das grandes cidades que investem em mais inovação e tecnologia.

Ascom

Secretaria de Saúde informa sobre o dia “D” da Campanha Nacional de Vacinação Contra Grip

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Coordenação de Vigilância em Saúde, informa que o primeiro lote da vacina contra influenza (gripe) já foi encerrado.

O Ministério da Saúde só havia disponibilizado 5.200 doses, atendendo apenas 17% do público alvo. Para continuar atendendo a demanda e realizar a vacinação no dia 9 de maio, o dia “D” da campanha, a Coordenação de Vigilância em Saúde estará recebendo hoje  (8) mais um lote de vacinas.

Portanto, as pessoas que não encontrarem a vacina nas Unidades Básicas de Saúde nas próximas horas, pedimos que tenham paciência e aguardem o reabastecimento dos postos, que será realizado nesta sexta-feira, dia 8, a tarde.

Mais uma vez lembramos a população de Codó para o dia 9 de maio, Dia “D”. Dia da mobilização social para a Campanha Nacional de Vacinação Contra Gripe.

Ascom/ Prefeitura Municipal de Codó

A promessa de Marcos Pachêco e o drama dos pacientes com câncer na regional de Codó

Pachêco promete tratamento contra o câncer para Caxias

Pachêco promete tratamento contra o câncer para Caxias

Na passagem do secretário de Estado da Saúde, Dr. Marcos Pachêco, por Codó um assunto foi inevitável – o tratamento de pacientes com câncer na regional que engloba Codó, Timbiras, Coroatá, Peritoró, Alto Alegre do Maranhão e São Mateus.

Ouvindo os secretários destes municípios descobrimos que há uma divisão em relação à oferta deste tratamento pelo vizinho Estado do Piauí, para onde prefere ir a maioria dos pacientes.

De acordo com o secretário Ricardo Torres, Codó, por exemplo, tem hoje 27 pessoas, que ainda são recebidas  para tratamento em Teresina.

A LUTA DE PERITORÓ

Situação diferente vive quem é de Peritoró. Lá existem 7 em lutando contra o câncer e nenhum deles é aceito no Piauí.

A secretária do município, Antonia Mesquita, explicou que só é possível atendimento no PI se o maranhense conseguir provar residência em Teresina, do contrário é reenviado à Peritoró.

“A partir do momento que eles se identificam como do Maranhão eles devolvem e dizem assim – procure a Secretaria Municipal de Saúde do seu município. O paciente vem e aí inicia a nossa angústia de procurar leito pra esse paciente”, explicou a secretária

Nós ouvimos o secretário estadual sobre o problema. Disse que o contato com a medicina do Piauí está sendo reestabelecido, mas a prioridade agora é criar atendimento contra o câncer em Caxias para que toda esta região seja atendida.

“Isso  foi bem encaminhado, nós estamos trabalhando na reabertura da porta de Teresina, só que a entrada desse paciente tem que ser pela via da regulação não pode ser demanda pessoal, ele tem que entrar pela via da regulação. Nós já reabrimos e estamos trabalhando para montar um sistema de quimioterapia em Caxias para que o maranhense que precisar de quimioterapia não precise ir pra Teresina, pra ser tratado em Caxias e, num futuro bem próximo, se Deus quiser, nós vamos trabalhar para criar um sistema de radioterapia em Caxias’, prometeu

 

UPA de Codó realiza cerca de 10 mil atendimentos no mês de março

Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Codó localizada no bairro Codó Novo atendeu cerca de dez mil pacientes, somente no mês de março. De acordo com a direção do hospital, o número de atendimentos teve um grande aumento, em razão do período do ano (chuvas e umidade) e de uma virose, ainda não identificada, que está levando as pessoas a procurarem serviços médicos.

Área de espera na UPA de Codó

Área de espera na UPA de Codó

Tivemos um grande aumento devido a virose e aos casos de atendimentos por doenças sazonais, como gripe, alergias, devido ao clima mais úmido. Como a UPA é uma unidade médica de referência, não deixamos de atender e acolher ninguém. Mas precisamos dar preferência as urgências e emergências”, informou o diretor do hospital, Antonio Braúna.

O diretor ainda explicou que, pelo fato do aumento da demanda, cujos números passaram de duzentos para quinhentos atendimentos por dia, o tempo médio de espera passou de meia hora para uma hora e meia. “Queremos atender bem a todos, mas pedimos um pouco de paciência as pessoas e que elas também entendam que alguns casos precisam ter preferência, de acordo com a gravidade, pois somos uma unidade de saúde de urgência e emergência”.

No mês de março, a UPA teve um acréscimo de cerca de três mil pacientes atendidos em relação ao ano passado, levando a unidade a operar no limite de sua capacidade. Foram 9.818 acolhimentos em março de 2015, comparados aos 6.943 atendimentos no mesmo período de 2014.

A direção da UPA de Codó informa que continuará trabalhando para garantir a satisfação dos usuários, e que a população procure a unidade. Todos os pacientes que chegam a UPA passam por uma triagem e são encaminhados para procedimentos de acordo com o grau de urgência. São atendidas, em média, 200 pessoas por dia. A UPA fica aberta 24 horas por dia, todos os dias da semana.

Ascom/UPA

MUDANÇAS POSITIVAS – Braúna já subiu de 9 para 20 o número de médicos na UPA Codó

Antonio Braúna, confirmado diretor da UPA Codó

Antonio Braúna, confirmado diretor da UPA Codó

A UPA Codó está desde o início de janeiro desse ano com uma administração renovada, quem está a frente da atual gestão é o Administrador e professor universitário Antônio Braúna, cuja nomeação oficial foi publicada ontem (27) no Diário Oficial do Estado, um administrador de mão cheia que desde o início de sua gestão não tem medido esforços para melhorar cada vez mais o atendimento ao público.

Antônio Braúna fez questão de renovar e aumentar o número de médicos existentes na Unidade de Pronto Atendimento, visando um atendimento de qualidade, onde todos os codoenses independentemente de grupos políticos possam vir a ser tratados de maneira respeitosa e acima de tudo igualitária.

O novo diretor da UPA aumentou consideravelmente o número de médicos que eram 9 para um montante de 20 médicos, o que deu a Unidade de Pronto Atendimento mais eficiência e eficácia nos procedimentos clínicos realizados, bem como nos atendimentos que passaram a ser feitos com maior rapidez, proporcionando um maior conforto e comodidade aos populares que procuram a referida Unidade de saúde.

As mudanças são visíveis aos olhos da população que já passa a elogiar o novo modelo administrativo adotado em menos de um mês e que já surtiu efeitos magníficos, onde as pessoas são atendidas eventualmente mais rápido podendo voltar para os seus respectivos núcleos familiares em tempo hábil.

Para o Diretor Administrativo Antônio Braúna, fazer mudanças e inovações que venham a beneficiar a população codoense é mais que uma obrigação, é uma questão de respeito e de amor pelo que fazemos e acima de tudo pelas pessoas que são os grandes responsáveis por estarmos aqui.

Antônio Braúna disse ainda que o trabalho está apenas começando e que a população codoense ainda terá ao seu inteiro dispor um vasto leque de inovações estruturais que melhorarão faraonicamente a saúde de todos, estamos aqui para fazer o bem sem olhar a quem e a nossa missão é zelar pela saúde de toda a população que é o nosso maior patrimônio.Trabalhamos com Deus no coração e é por intermédio dele  que nos energizamos para renovar as nossas ações e lutar por uma saúde mais dinâmica e melhor.

Por blog do Walison

Diretor afirma que SAMU de Codó será regionalizado

O diretor do SAMU, Dr. Digeorgio Martins, em entrevista ao Programa do Povo, apresentado por Veridiano Sousa, anunciou a regionalização do Serviço de Atendimento Móvel que hoje atende somente Codó.

Segundo o médico, até a cidade de Chapadinha, sem citar quais as demais, ficará sob o controle codoense.

“O SAMU passará a  ser regional, porque hoje ele é municipal, apenas dando cobertura para o próprio município, e que nela regionalização ele dará cobertura também ao município de Chapadinha, que terá uma base descentralizada, que terá ambulância avançada (USA), e Unidade de Suporte Básico (USB)”, disse

MUDANÇAS EM CODÓ

Digeórgio também afirmou que o número de ambulâncias será aumentado para o atendimento da população codoense, serão 4 básicas e duas avançadas por dia.

“Para que possamos dá cobertura a nível de zona urbana ele passara a ter 4 USB (Unidade de Suporte Básico) e 2 USA (Unidade de Suporte Avançado), no caso hoje ele funciona com duas USB e uma USA na zona urbana, e uma Unidade de SUPORTE Básico no Km 17 e outra na Boa Vista do Procópio, essas duas mantidas com recursos próprios da Prefeitura de Codó”, concluiu

Além de Boa Vista do Procópio e Km 17, Cajazeiras também terá sua Unidade de Suporte Básico.

Não foi informado quando essas mudanças, realmente, serão efetivadas.

 

 

Secretaria promoverá Curso Introdutório para Profissionais da Estratégia de Saúde da Família

Durante os dias 19 a 23 e 26 a 30 de janeiro de 2015 a Secretaria Municipal de Saúde estará realizando Curso Introdutório para Profissionais da Estratégia de Saúde da Família (ESF), no Campus da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) de Codó.Curso

O curso tem por objetivo sensibilizar e informar os profissionais para a estratégia, ampliando a visão dos mesmos a respeito do modelo assistencial de forma a contribuir com as mudanças das práticas cotidianas e na melhoria da qualidade de vida da população.

Ascom/Prefeitura Municipal de Codó