Category Archives: Saúde

Prefeitura pede novo prazo para concluir reforma do matadouro

Vistoria

O prazo de 60 dias do Termo de Ajustamento de Conduta assinado pela Prefeitura termina esta semana, por isso a presença dos promotores de Justiça no matadouro público, na última terça-feira, para ver a quantas andam as obras de reforma.

O governo comprometeu-se a colocar cerâmica até nas paredes, melhorar o tratamento antes e depois do abate do bovino, além de construir uma área de decantação para evitar que fezes e sangue desçam direto para o rio, como ocorria, antes do vídeo postado na internet que chocou a população.

ANDAMENTO

De acordo com as secretarias que foram responsabilizadas pelo Ministério Público Estadual, 70% dos serviços já estão prontos, mas no prazo atual tudo que o Ministério pediu não poderá ser cumprido.

Por isso, sustentou o secretário de Agricultura e Abastecimento, José Cordeiro de Oliveira, será feito um pedido de prorrogação de prazo, por mais 30 dias.

O promotor, Gilberto Câmara, que está a frente do caso, revelou ao blog do Acélio, que não fará objeção devido ao que presenciou na vistoria.

reforma

“o fato é que nós estamos presenciando uma considerável melhora em relação ás condições que estavam aqui no abate do gado. Muito embora não seja o ideal, mas já se avançou muito e com o término desse reforma os avanços serão maiores até que se retire desse local, aqui nas proximidades do rio, e leve para um local apropriado”, disse Câmara

MATADOURO NOVO

Além do término da reforma, o Ministério Público voltou a pressionar o governo para agilizar o projeto de retirada do matadouro desta área residencial próximo ao Itapecurú. A secretaria de Infraestrutura garantiu que tudo está sendo feito para fechar um convênio com o governo do Estado.

“Ela (governadora) foi bem franca com ele em atender os seus esforços e brevemente estaremos fechando o convênio par a construção do matadouro”, concluiu Márcio Esmero

Prefeitura vai processar sites e blogs que denunciaram falsa dívida do HGM

Chegou à redação do blog do Acélio a pouco uma Nota de Esclarecimento, assinada pelo assessor de comunicação do município, Alberto Barros. O jornalista justifica que o Hospital Geral Municipal, alvo recente de reportagens publicadas na internet, está em pleno funcionamento e que em momento algum teve as atividades paralisadas.

A denúncia reproduzida pelos colegas dizia que a adminsitração do HGM está há 10 meses sem pagar a conta de energia para a Cemar, por conta disso, chamava a atenção para um possível apagão.

Mostrando o contrário o assessor também enviou cópias das duas últimas contas de energia do hospital devidamente pagas, segundo o próprio todas as demais estão em dia.

“Que o compromisso junto a Cemar estão sendo honrados rigorosamente e dia, conforme cópias das duas últimas faturas de energia elétrica: Janeiro e Fevereiro de 2011, portanto não havendo nenhuim débito em atraso”, frisa Barros

A Nota também afirma que é intenção do governo municipal processar os sites e blogs que publicaram a reportagem, ao seu dizer, mentirosa e caluniosa.

“E que através de sua sua Assessoria Jurídica acionará junto aos órgãos competentes os responsáveis pela publicação mentirosa e caluiniosa, provocando pânico na população e denegrindo a imagem do Hospital HGM e, consequentemente, da administração pública”, encerra Alberto

Posto de Registro de Nascimento não funciona na Mamãe Neyde

Desde o ano passado quando o posto de registro civil que funcionava no Hospital Geral Municipal foi transferido para a maternidade Mamãe Neyde, nunca mais uma criança nascida nestes locais foi registrada horas depois do nascimento.

O posto foi criado para facilitar a vida, sobretudo, dos bebês filhos de pais que residem na zona rural, onde o hábito de não fazer o registro de nascimento do recém-nascido é maior. Em Codó, as autoridades afirmam que ainda é grande o número de pessoas que não existem oficialmente para o Estado.

Nesta condição nem criança, nem adulto tem acesso à programas sociais como o Bolsa Família, aposentadorias e, pior que isso, acesso à escola.

Maternidade explica

O blog do Acélio fez contato com o diretor da Maternidade Mamãe Neyde, Messias Neves. Ele informou que o posto não funcionou porque precisa de autorização formal do judiciário local e de material para emitir os registros.

Messias garantiu que até o fim do primeiro semestre de 2011, o local funcionará como acontecia no HGM. Por enquanto, os codoenses só registram no Cartório do 3º Ofício, na rua 28 de julho, próximo ao Banco do Nordeste. A central de registro, antes no Fórum, foi transferida para o cartório citado.

Zito criará ouvidoria local do SUS

Codó poderá ter uma Ouvidoria do SUS destinada a atender reclamações, registrar elogios e sugestões só de assuntos locais.

O anúncio foi feito no programa A Voz do Povo, apresentado pelo radialista Daniel Sousa, pelo coordenador do Cartão SUS, Jéferson Abreu. Segundo ele, está nos planos do governo de Zito Rolim instalar um Call Center ( centro de atendimento telefônico) e deixar a disposição da população um telefone gratuito.

“Vai ter uma urna e nós vamos ver se colocamos um call center e um telefone gratuito, justamente para aquelas pessoas que não querem se identificar”, disse Jéferson

O coordenador não revelou a data em que a ouvidoria local começará a funcionar.

GUERRA – Começa hoje nebulização contra o mosquito da dengue

Francisco Leonardo

Está previsto para esta segunda-feira, 14, o início do trabalho de nebulização de todos os bairros de Codó. O inseticida pulverizado é contra o mosquito que transmite a dengue.

De acordo com Francisco Santos Leonardo, assessor de endemias do município, dois carros nebulizadores serão utilizados e onde o veículo não tiver acesso o planejamento garante que o serviço não pára.

“vamos trabalhar com dois carros bomba leve aclopada, mais uma costal que dois homens é que vão usar onde o carro não terá acesso. De modo que a gente deseja nebulizar 100% da zona urbana de Codó”, garantiu Leonardo

Além da zona urbana a atividade também será levada à zona rural. Na lista de povoados a serem visitados estão Cajazeiras e Km 17.

“Principalmente em Cajazeiras porque o fluxo de pessoas Caxias/Cajazeiras ou Cajazeiras/Caxias cidade que está em situação de alerta. Lá em Caxias são 15 casos de dengue registrados e o LIRAa deles fechou com mais de 3% de infestação predial”, explicou

De acordo com o assessor, Codó não tem casos de dengue registrados e o levantamento de infestação predial ficou abaixo de 1% (0,8% exatamente).

“Sem lixeiro, centro da cidade tá um lixo” reclama população

No centro comercial, por onde passam milhares de pessoas todos os dias, há muito lixo, quem trafega por na área, como o aposentado Pedro Rodrigues de Assis, reclama. Só é assim na opinião dele porque falta algo que uma cidade do por te Codó já deveria ter.

Porque o certo era em cada esquina ter uma lixeira pra você jogar até ponta de cigarro deve ter o lugar pra você jogar…O SENHOR ENCONTRA ISSO EM CODÓ? Não”, responeu

COLETA para LOJISTAS

Lixo dos lojistas

Na porta das lojas caixas e sacos são usados para conter o lixo e aguardar a coleta. Até contra esta há reclamação, como nos revelou esta comerciária, Maria de Fátima Araújo.

O incômodo é muito grande porque quando você pega o lixo você não tem lugar pra botar, geralmente a gente recolhe no finalzinho da tarde, coloca na porta da rua, mas o carro do lixo só passa uma vez por semana”, reclamou

A falta de opção deixa um centro comercial sujo – sacos plásticos, copos descartáveis, papelão pelas calçadas. Quando chove tudo isso se junta o resultado é péssimo segundo o chaveiro Edinando Viana da Silva

“Rapaz, imagina quando chove, junta tudo aí, bagunça tudo, o lixo desce entra nos lugares ali, precisa ver no mercado quando enche de água, só se tu ver”, denunciou

SEM HÁBITO

Só existe uma praça, a Naby Salem, com cestos – dois pra ser mais exato. Eles enchem rápido e o hábito de jogar tudo no chão já se fez mais forte. Encontramos papel, embalagens de biscoito, copos com resto de comida.

Papel higiênico, copo descartável tudo eles jogam aí, papel, casca de banana, as vezes saem do restaurante popular e jogam casca de banana bem aqui no meio da praça”, afirmou o vendedor Láercio Silva

EXEMPLOS BONS

A espera de coleta

No meio de tanto lixo, dois bons exemplos de atitude. Dona Maria das Dores Soares Filha, lavradora, usa sacolinhas para levar o lixo que produz na rua para casa.

“Quando eu ando com minhas crianças eu ando com uma sacola…pra não sujar a cidade porque menino você sabe quando ver uma coisinha quer comer”, disse

Seu José da Silva vende picolé e para colaborar com a limpeza da cidade usa um cestinho no próprio carro que empurra pela cidade.

“porque eu acho feio se jogar no chão, ta sujando a rua. Se a pessoa tiver cuidado dá menos trabalho para o pessoal”, frisou

PREFEITURA

O secretário de Patrimônio Público, Manoel Ximenes, nos informou que entrará em contato com o prefeito para falar sobre esta necessidade. Logo terá algo a dizer sobre a instalação de cestos para recolhimento de lixo no centro comercial de Codó.

Codó realizará cirurgias de remoção da Catarata a partir de março

Codó fará cirurgias de Catarata a partir de março. A afirmação foi feita pelo secretário municipal de saúde, o medico Cláudio Paz, de primeira mão no programa do radialista Daniel Sousa.

De acordo com o secretário, já na próxima semana as pessoas que sintam problemas na visão poderão se dirigir ao PAM para passarem pela chamada triagem (quando se descobre que doença a pessoa tem e se é caso de operação).

A intenção do governo é que as cirurgias, realizadas pelo oftalmologista Francisco Magalhães, já comecem na primeira semana de março, como frisamos no início.

“Essa boa notícia que nós já estamos liberados para fazer esta cirurgia aqui em Codó, com o nosso oftalmologista, Dr. Francisco Magalhães, onde a partir da próxima semana, as pessoas possam se dirigir ao PAM para que possam fazer a triagem e na primeira semana de março a gente já possa estar operando”, disse Paz.