Programa Alfabetiza Codó realiza sua 5ª formação continuada para professores da rede pública municipal

Entre os dias 7 e 8 de novembro aconteceu a 5ª Formação de Professores do Programa Alfabetiza Codó. Professores da rede pública municipal de ensino, do 1º e º2 anos, da sede e zona rural de Codó, receberam materiais estruturados de alfabetização e a respectiva formação continuada para a aplicação do material. A capacitação, que aconteceu na sede da UEMA e envolveu cerca de duzentos professores, é uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação (SEMECT) e a Editora Aprender.

Hoje estamos passando aos nossos professores o material estruturado e vamos trabalhar como melhor utilizá-los. Iremos recolher junto aos professores dados de alunos leitores pré-silábicos, fluentes leitores de palavras e textos, para saber quais habilidades devem ser trabalhadas com eles. É um projeto muito bem sucedido em vários municípios do nordeste, que rendeu ótimos resultados e que estamos aplicando aqui em Codó”, disse a Professora Elidan Figueiredo, da Editora Aprender.

Projetos para o ensino fundamental I

De acordo com o Coordenador do Centro de Formação de Professores da SEMECTI, Cícero Barros Feitosa Filho, o programa Alfabetiza Codó tem como meta alfabetizar todas as crianças de até sete anos de idade, por meio da utilização de material adequado e professores capacitados e com a devida formação. “Estamos em nossa última formação de 2018, com professores de 1º e 2º anos. Essa parceira com a Editora Aprender visa à formação de nossos professores para correta utilização do material estruturado e a conseqüente alfabetização adequada e na idade certa de nossos alunos”.

O coordenador Cícero ainda informou que o convênio com a Editora Aprender inclui projetos para formação de professores do 1º ao 5º ano. “É um pacote completo, onde temos o Alfabetiza Codó, para alunos do 1º e 2º anos, projeto para Produção de Textos, com alunos do 3º ao 5º ano, e para alunos do 4º ano, que além da produção de texto, tem projeto para trabalhar as questões da Prova Brasil. Todo esse trabalho possui uma supervisão que avalia o rendimento dos alunos, visando um melhor aproveitamento a cada etapa do ensino”, explicou.

Responsabilidade de todos

Para Jandira Machado, supervisora escolar, responsável pela coordenação do 1º ao 5º ano em Codó, a palavra de ordem para o ensino moderno é a corresponsabilidade. “A tematização da prática é o conteúdo que deve ser trabalhado com os alunos por meio do aperfeiçoamento profissional de nossos professores. E durante o processo de aprendizagem, a palavra de ordem é corresponsabilizar, dividindo a responsabilidade com gestores, educadores e pais. Esse esforço conjunto nos trará os resultados tão esperados”.

Ascom – PMC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *