ARROCHO EM 2019: Agente Ferreira revela que motoristas de transporte escolar trabalharam irregularmente em Codó

O agente de trânsito Antonio Ferreira em entrevista concedida ontem, 8, ao blogdoacelio, informou que nenhum motorista de transporte escolar que atua na Secretaria Municipal responsável por esta área em Codó, ou que dirigiu ano passado, tem habilitação com autorização para transportar alunos.

Transporte escolar 2019

Explicando sobre o assunto disse:

“Ele (motorista) tem que portar uma habilitação da categoria D e nesta carteira tem que constar um curso de transporte escolar feito por instituição credenciada junto aos órgãos de trânsito, no caso o DETRAN aqui do Maranhão, infelizmente os gestores não observaram isso na contratação e vão ter que fazer nova contratação ou vão ter que providenciar esse curso para o futuro, caso contrário não poderão conduzir o transporte destinado ao transporte de alunos aqui no município de Codó”, afirmou

AGENTES NÃO VÃO SE INTIMIDAR

Antonio Ferreira garantiu que este ano a fiscalização será rígida contra motoristas de ônibus ou vans escolares que dirigem sem ter o referido curso e garantiu que os agentes não se intimidarão na hora de fazer cumprir a lei federal em Codó.

“É possível, nós temos aí mais de 30 dias pra o início das aulas. Se os gestores começarem a realizar as movimentações necessárias da pra se fazer com tempo suficiente para quando começar as aulas não terem nenhum tipo de problema com a fiscalização e a fiscalização não vai se intimidar, não vai parar por conta disso, nós temos o apoio do Ministério Público, então nós vamos realizar o que a lei 9.513 está pedindo, em relação ao transporte de escolares”

O GOVERNO FALOU

Nós ouvimos o assessor técnico do DMTRANS, tenenete Sales Evangelista. Ele informou que no momento Codó, enquanto ente federado (Poder Público)  não tem como oferecer este curso aos motoristas de transporte escolar, mas que com a instalação da AUTOESCOLA MUNICIPAL DO TRÂNSITO, prevista para até junho, isso será possível.

Tenente Sales também frisou que nada impede que as autoescolas locais montem uma turma com esta finalidade pois possuem autorização para tanto.

5 Responses to ARROCHO EM 2019: Agente Ferreira revela que motoristas de transporte escolar trabalharam irregularmente em Codó

  1. JUNIOR disse:

    A lei é para ser cumprida e pronto, já que é lei e desde 1997 a categoria é no mínimo a ‘ D ‘
    Agora esta obrigação existe há muitos anos e também o agente de trânsito é concursado há muitos anos, mas nunca cumpriu a lei.
    Seria omissão deste agente que é servidor público?
    Porque ele nunca fiscalizou esta irregularidade ?
    Querer mídia agora, quando a lei é bem antiga, é no mínimo bem interessante.

  2. Observador disse:

    Mp fiscaliza todas as vituras desse pessoal e o interesse e principalmente o interesse desse rapaz tao preocupado com o trânsito.

  3. Antonio Carlos Santiago disse:

    Esse “Guardas” não fazem nada, estão querendo pressionar para obterem proveitos próprios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *