“Eu acho que foi desnecessária aquela manifestação”, afirma diretor de Cultura sobre juninas na porta do prefeito

O diretor de Cultura e Juventude, Augusto Serra, esteve agora pela manhã no programa Cidade Notícias, apresentado pelo jornalista Alberto Barros, na FCFM. Falou do que considera novidades no arraial promovido pela prefeitura de Codó que começará dia 5 de julho. Entre as novidades destacou a distribuição de barracas para instituições sem fins lucrativos, apresentação sobre tablado e a premiação para  competições entre quadrilhas  juninas caipiras e estilizadas da ordem de R$ 4.500,00.

Lembrou da moto doada pelo prefeito que teria rendido, com uma rifa, a quantia de R$ 20.900,00. Augusto disse que aguarda também dinheiro vindo do Governo do Estado, mas não é certeza que virá. ”

“Até agora nós não temos ainda a certeza de que irá vir este recurso (…) o que há é um projeto que foi protocolado, que está na SECTUR, né, numa perspectiva de vir o recuso de lá pra se fazer o São João, caso venha tudo bem, caso não venha vai ser mesmo com recurso do município”, garantiu

“Eu entendo que sim, quando a mensagem foi passada para os grupos, foi passada no sentido de que eles buscassem o diálogo,  que naquele primeiro momento não seria possível atendê-los, mas que eles procurassem dialogar, conversar que nós iríamos estar trabalhando, como temos trabalhado, temos   reunido diversas vezes com esses grupos, temos buscado entendimento, temos procurado conversar com o prefeito no sentido de estar resolvendo os problemas e tem sido resolvido, então eu acho que foi desnecessária aquela manifestação”, afirmou Augusto

O diretor defendeu que os grupos sejam  bancados, quando viajam, pelo município que os recebe e criticou a dependência das juninas de Codó quanto ao incentivo custeado com dinheiro público.

“Se fosse para o governo bancar brincadeiras nós teríamos brincadeiras municipalizadas feitas com estrutura da prefeitura, isso não existe. São grupos particulares  que são importantes para a cultura e que são incentivados pelo município, mas já diz o nome – incentivo – a gente dá uma contribuição no sentido deles prepararem seu figurino, no sentido deles se organizarem e, quando possível, até de viajarem para essas apresentações”, afirmou

OUÇA A ENTREVISTA COMPLETA

9 Responses to “Eu acho que foi desnecessária aquela manifestação”, afirma diretor de Cultura sobre juninas na porta do prefeito

  1. 007 disse:

    Para manter o cargo tem que do prefeito

  2. josé wilson disse:

    Admiro muito o trabalho do jornalista Acélio mas da forma que foi divulgado a primeira impressão é que o prefeito nao tá nem ai para a cultura ! reportagem tendenciosa! num primeiro momento nenhuma divulgação sobre a moto e as rifas!

    Qual seu verdadeiro interesse seu repórter??

  3. raimundo nonato disse:

    a imprensa faz o papel do senso critico….

    Augusto Serra para manter o cargo tem que defender!!

  4. Celso disse:

    O Augusto está sendo obrigado a falar em favor do prefeito. Este prefeito que acabou com a Sec.Cultura .

  5. Zé Pinguelo disse:

    PARADA GAY NÃO RAPÁ, QUE É MESMO O BICHO NESSA HISTÓRIA AI? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  6. Carlos Henrique disse:

    Prefeito da proxima vez pegue este dinheiro e invista o jovem empreendedor, em projetos para que o jovem tenha seu próprio negocio, o resultado sera mais satisfatório, tem de acabar com esta farra com dinheiro público, eu no seu lugar, uma manifestação desta era como se estivesse ouvindo a quinta sinfonia de Bettovem, pois nosso município tem necessidade mais urgente.

  7. Davi disse:

    Concordo com a atitude do prefeito! Ele ajudou da maneira correta, é melhor investir estes 85.000,00 na educação e na saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *