LIGAÇÃO PERIGOSA: Mais de 46% das ligações para o SAMU de Codó ainda são trotes

Trata-se de um serviço essencial à população mas ainda tem muita gente que insiste em atrapalhar o funcionamento do SAMU de Codó fazendo telefonemas falsos.

SAMU CODÓ vítima dos trotes

Os números chamam a atenção. No mês passado, por exemplo, o SAMU recebeu 1.651 chamadas de emergência, destas 770 foram trotes, ou seja, mais de 46% dos telefonemas recebidos.

Os horários de pico estão relacionados com chegada e saída das escolas, mas este médico explica que não são apenas as crianças que usam o 192 sem qualquer necessidade.

Muitos adultos fazem isso com uma segurança enganadora que leva, muitas vezes, ao deslocamento de ambulâncias para bairros onde não existem pacientes em estado de emergência.

 “O conselho é que a gente tenha mais consciência nesse aspecto, né, de pensar que quando a gente faz isso a gente tá prejudicando a população e prejudicando quem, realmente, precisa, então, assim, eu peço que não façam mais isso, os pais orientem seus filhos para que não usem o 192 para trotes e que adultos também, a gente nem precisaria tá dando esse conselho pra adulto, mas também não façam isso porque prejudica nosso trabalho e a população em geral”, explicou o médico Carlos Eduardo Benvindo Neto

O diretor do Serviço Móvel de Urgência, Messias Neves,  explicou que já está trabalhando em parceria com a polícia para ir atrás de  donos de números de telefones que mais ligam passando trotes e, além disso colocará em prática o projeto SAMUZINHO NA ESCOLA.

 “e orientar  também como fazer esses primeiros socorros e dentro da escola a conscientização sobre a importância desses trotes, o que eles podem causar, podem ocasionar, conscientizar aquela criança também que, a qualquer hora, pode ser um familiar, pode ser uma pessoa conhecida a precisar do SAMU e a gente pode estar sendo vítima desses trotes”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *