Pastor Max organiza reunião e propõe novo Projeto de Lei para consumidores

O vereador Pastor Max convidou representantes de instituições financeiras e do PROCON de Codó para reunião na Câmara Municipal. O encontro foi para discutir as demandas da população em relação ao atendimento em bancos, correios e lotéricas e propor um projeto de lei que organizasse e fiscalizasse com maior eficácia o atendimento ao público.

Junto com o vereador Pastor Max, estavam presentes na reunião os vereadores Rodrigo Figueiredo, Valdeck Frota e Cleane, a representante da sociedade civil organizada, direito da mulher e dos idosos, Alicemar de Jesus, representantes do PROCON e representantes do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Banco do Nordeste, Correios e casas lotéricas de Codó.

O que se observa é que no período de pico de atendimento acontece uma demora excessiva, o que gera muito transtorno e desconforto aos clientes. A idéia é termos uma Lei que nos dê condições para que o órgão fiscalizador PROCON tivesses maiores condições de fiscalizar as instituições que prestam serviços financeiros a população, no sentido de melhorar o tempo de atendimento, as condições físicas para a espera do atendimento, a humanização do ambiente e uma melhor atenção aos consumidores”, explicou o vereador Pastor Max.

A reunião, que já estava na agenda de trabalhos do parlamentar, foi considerada bem proveitosa por representantes da sociedade civil.

Muito produtiva a reunião, pois foi aberto um diálogo para tirarmos as dúvidas e com muita informação, para que possamos proporcionar um melhor atendimento aos usuários dos serviços financeiros. Os consumidores merecem ser respeitados em seus direitos e receberem um atendimento mais humano e justo”, comentou Alicemar de Jesus.

Para o representante do PROCON, o Advogado Rômulo, as idéias serão usadas para um novo projeto em prol dos consumidores de Codó.

Momento muito importante, pois conseguimos nos reunir com representante de entidades de classes interessadas para um debate harmônico, com a intenção de construir uma lei embasada nas necessidades dos consumidores e que seja cumprida, que seja efetivamente colocada no dia a dia das pessoas, levando um atendimento mais célere para os consumidores”.

Novo Projeto para consumidores

O vereador Pastou Max explicou que o próximo passo é analisar a legislação atual e unificar todas as demandas do consumidor em um novo Projeto de Lei. “Iremos enxugar o que já ficou ultrapassado, rever e atualizar os pontos mais críticos, e unificar todas as demandas em um novo Projeto de Lei, contemplando tudo que já foi discutido de 1997 pra cá em relação atendimento em instituições que prestam serviços financeiros. Codó está crescendo e precisa adequar os serviços de suas instituições as necessidades do consumidor. Atingimos nosso objetivo neste primeiro momento e nossa pauta continua na elaboração deste novo projeto para melhorias da qualidade de vida da população codoense”.

Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *