Ponte do São José que caiu em novembro do ano passado continua arrebentando lavradores

O riacho São José sobe seu volume de água  quando a chuva é  forte e todos aqueles que precisam da estrada que ele corta têm que  enfrentar os transtornos, inclusive  os carros a serviço da Prefeitura de Codó, como presenciamos na manhã do dia 19 de abril.

Mas quem, realmente, pena neste período são os lavradores que  se deslocam dos povoados onde moram para a cidade ou vice-versa. Crianças, só no colo dos pais por dentro do aguaceiro. É preciso coragem para não perder  a moto.

Existia a ponte que em razão do peso do tráfego não suportou e desabou ano passado. À época a prefeitura disse que ela seria construída na mesma semana, mas foi apenas mais uma promessa.

A ponte desabou dia 22 de novembro de 2016. Seu Artur  Almeida lembra da promessa de reforma.

 “Com certeza se fizesse essa ponte era uma boa coisa, mas entra prefeito e sai prefeito, não é fácil….AGORA, ME LEMBRO, ERA PRA SER NA MESMA SEMANA? Era pra ser na mesma semana, mas é difícil”, respondeu o lavrador

Como não aconteceu, em dias de chuva o temor de ter o motor da motocicleta perdido por causa da água  passa a fazer parte da travessia. Quando da manhã desta reportagem seu Ademir da Silva, arriscou.

 “Arrisquei porque eu tenho que passar então o único objetivo era esse arriscar passar mesmo…COM MEDO? Com medo dela encher d’água e era um grande perigo pra mim porque ia gastar dinheiro sem a mínima necessidade porque eles podiam fazer este serviço”

PREJUÍZO PARA QUEM PRODUZ

Para quem  vende produtos na cidade, como seu José Francisco Mendes Paiva, mais conhecido como Dedé,  que trabalha com vassouras,  há vezes em que é preciso voltar com o prejuízo no bolso. Ele precisa da ponte.

“precisa, porque como é que a gente vem do interior pra cá, chega aqui tá cheio é preciso volta de novo…E AÍ FICA COM PREJUÍZO? Prejuízo”, disse

Diante da dura realidade de quem precisa da estrada todos os dias, resta só a indignação dos lavradores.

“É vergonhosa porque você bem tanto dinheiro   que tá entrando nessa prefeitura e aí as condições dessa estrada aqui  ninguém resolve (…) muita comunidade meu amigo, aqui passa muita coisa nessa estrada aqui,  é dia e noite, todo mundo sabe disso  e a  maioria desse pessoal rico tem sítio pra cá e fica numa dificuldade dessa quebrando carro, mola e aí como é que faz?”, questionou, bravo, seu Raimundo Gomes

DESCUIDANDO NA NOSSA GENTE

O governo MAIS AVANÇOS, MAIS CONQUISTAS  ainda não se manifestou a respeito de mais esta lasqueira deixada pelo governo DESCUIDANDO DA NOSSA GENTE.

One Response to Ponte do São José que caiu em novembro do ano passado continua arrebentando lavradores

  1. dr.cascagrossa disse:

    Por favor, alguém deve avisar pro Zito!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *