Prefeitura Codó toma medidas preventivas e providências em relação a possíveis alagamentos

Devido às fortes chuvas, o Rio Itapecuru em Codó está com nível de água bem elevado: 7 metros e 33 centímetros. Esse fato deixou as autoridades em sinal de alerta máximo para uma possível enchente atingindo as moradias próximas. Três ruas que ficam perto do Rio no Bairro Santo Antonio já foram mapeadas como áreas de risco e doze moradores já foram alertados a deixarem suas casas.  A indicação da Defesa Civil e do corpo de bombeiros é que saiam de suas moradias e mudem temporariamente para casas de parentes ou para abrigos, que já foram disponibilizados pela prefeitura da cidade.

 Diante do sinal de alerta máximo do nível de água do Rio Itapecuru, o prefeito Francisco Nagib, acompanhado do secretário de governo João dos Plásticos, esteve em áreas margeadas pelo rio, que já invadiu alguns quintais de casas. Na oportunidade, o gestor municipal tranquilizou as famílias quanto ao amparo do poder público para os que precisarem sair de suas casas temporariamente, reforçando também o monitoramento a todo instante da Defesa Civil e da 15º Companhia Independente do Corpo Bombeiros.

Estamos com a Defesa Civil, o Corpo de Bombeiros, realizando a vistoria e fazendo o monitoramento constante do nível do Rio Itapecuru. Preventivamente já estamos montando todas as nossas estratégias para garantir a segurança das famílias que residem em áreas de risco.  Estamos em estado de alerta, podendo chegar a estado de emergência. Por isso estamos tomando todas as providências para proteger o cidadão e nossa população, incluindo a entrega de uma embarcação para a nossa defesa civil, em caso de necessidade, bem como a disponibilidade de abrigos, como fazemos em períodos de cheias”, explicou o prefeito Nagib

As equipes que monitoram o Itapecuru em Codó estão em contado constante com outras cidades banhadas pelo rio e também seus afluentes. Pelo alerta máximo emitido pelas autoridades, o governo solicita e orienta aos ribeirinhos e moradores próximos ao Itapecuru que tomem algumas providências para caso de emergência, conforme alertou o Capitão Belo, da 15º Companhia Independente do Corpo de Bombeiros.

Estamos fazendo o monitoramento do Rio Itapecurpu, que ultrapassou o nível de alerta, que é 6,80 e o mapeamento das áreas já afetadas. Estamos catalogando as famílias e conversando com as pessoas que residem nas margens do rio. E se por acaso acontecer mais uma chuva forte e prolongada iremos fazer as mudanças preventivas nas áreas de maior risco”, informou o comandante.

Ascom – PMC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *