Rádio Eldorado AM completa 36 anos de serviços prestados à sociedade codoense

Num ano em que o Brasil ( e o mundo) se encantavam com INDIANA JONES no cinema (em Os Caçadores da Arca Perdida), no ano em que, além de Fuscão Preto, de Almir Rogério, estourou nas emissoras de rádio  mais 5 sucessos:

  • (Pega na Mentira (Erasmo Carlos)
    Homem com H (Ney Matogrosso)
    Banho de Espuma (Rita Lee)
    Bem-Te-Vi (Renato Terra)
    Festa do Interior (Gal Costa)

No ano em que a SONY lançou a MAVICA, a primeira máquina fotográfica digital (que dispensava o velho filme), quando Xuxa namorou Pelé e naquele ano apareceu em 47 capas de revista até estrear um programa infantil na TV Manchete, Codó também vivia sua revolução, afinal era 1981.

Especificamente em 14/11/1981 foi ao ar, pela primeira vez, o sinal de radiodifusão da Eldorado AM, emissora do então deputado estadual, Sebastião Murad, um marco na nossa história.

A partir de então, os codoenses podiam mandar cartas e pedir músicas em seus programas preferidos, ouvir notícias locais e descobrir talentos até então escondidos na falta de oportunidade e não foram poucos os que emergiram à frente de um microfone.

Grandes nomes se firmaram na profissão de radialista, muitos, destes, inesquecíveis comunicadores (Djalma Siqueira, Ivan Moreira, Luís Carlos de Sousa ‘O GAÚCHO’, Joel Ricardo, Amaro Cordeiro com seu Bordão ‘Beleza Marizan’ e outros).

Robson Maia ( o dedo duro), Jéferson Freitas, Jorge Luís e Jeroan Almada firmaram-se no radio-jornalismo, assim como Jonas Filho e Veridiano Sousa que também deixaram suas contribuições na pioneira.

Wellington Campos (hoje em Timbiras), J. Júnior (com sua voz sempre FM), Geraldo Sanches (com seu AM no FM) Walney Filho, Eduardo Muniz pioneiro no Reggae com Silva Junior (atualmente comunicando no Pará), Rejane Sousa, Silvestre Neres, Jair Ribeiro, Walter Silva, Chapéu de Couro (in memoriam), Max Márcio, Amaral Junior (hoje FCFM) trilharam pelos programas musicais.

Há de se dizer que  foi a década de Marizan Sousa nos botões magnéticos da máquina do som nome que só sedia espaço para igual competência em forma de profissional – Raimundo Alves.

Coutinho Sousa, Serginho Rodrigues, Nonato Menezes, Fernando Santos, José Carlos Costa, Gilson Rodrigues (hoje na Mirante AM de São Luís), Paulo Silva, Júlio César Rodrigues (em saudosa lembrança) tornaram-se exímios cronistas esportivos.

Acélio Trindade, que começou apresentando o CAFÉ DA MANHÃ – programa de 7h às 8h da manhã que só tocava músicas do rei Roberto Carlos – em 1993 por meio de Silvestre Néres, conheceu a TV em 1997 (na ASCOM do governo de Ricardo Archer), depois seguiu carreira na TV Mirante onde até hoje encontra-se praticando o jornalismo das afiliadas Globo.

Ao longo dos anos o quadro foi se renovando e abrindo novas oportunidades para nomes como Francisco Lemos (O enigmático e criativo  Nissan Panchevisk),  Bruno Leal Maia com seu brega romântico, Daniel Sousa e Osvaldo Filho com seus estilos polêmicos, Pedrinho Filho e Edinaldo Silva (que gratas revelações esportivas), Bruno Caique (na sonoplastia com Raimundo Filho), Chapeuzinho no Forró, Gogó de Ouro e tantos outros não menos importantes nesta história de mais de 3 décadas e meia.

Alguns já nasceram radialistas de tão talentosos que são ou foram, outros foram formados pela Universidade do Rádio Codoense, que todos conhecemos como RÁDIO ELDORADO AM, hoje completando 36 anos de serviços prestados à sociedade da região dos Cocais, Leste do Estado do Maranhão.

Merecem igual lembrança diretores que emprestaram um pouco do seu talento administrativo como Luís Carlos Gaúcho, Amaro Cordeiro, Duarte do Vale, Mana Murad, Dona Dadá, Jonas Filho, Ayala Mota, Jerônimo Filho que revolucionou.

Aos colegas que atualmente sustentam o brazão poderoso da Pioneira do Vale do Itapecuru os nossos parabéns pelos 36 anos no ar.

Vocês são a história viva do rádio no Maranhão.

 

7 Responses to Rádio Eldorado AM completa 36 anos de serviços prestados à sociedade codoense

  1. R. Filho disse:

    Meus parabéns para essa maravilhosa emissora de radio em nossa cidade!!!
    Que venham mais “PARABÉNS” nos anos que hão por vir!!!

  2. Professor Marcos disse:

    Como um apaixonado pela comunicação, e mais especificamente pelo rádio, desde de criança acompanho a programação da rádio ELDORADO DE CODÓ, e aproveito a oportunidade para parabenizar a mesma pelos seus 36 anos de fundação, rádio esta onde bem no início dos anos 90, fiz minha primeira fala ao vivo num programa de rádio ao visitar os estúdios da mesma num programa apresentado por Eduardo Muniz. Pra mim na época isto representou a realização de um sonho! Parabéns aos codoenses por este importante meio de comunicação que tanto contribuiu e contribui para o desenvolvimento deste município, fazendo parte de sua história!

  3. Felicidade disse:

    Programação voltada pra falar da vida alheia, aí e fraca.

  4. Gerson disse:

    como ja dizia um amigo meu já falecido
    tudo que dá de errado dá na eldorado

    radio merda pura;

  5. paulo disse:

    Pareça foi ontem

  6. Gerson disse:

    quero saber se a camara não vai providenciar uma pesquisa cartorial nas escrituras do silva .

  7. Wânia Cordeiro disse:

    Orgulho de ser filha do Amaro Cordeiro, já falecido. Mas, que foi diretor e levou muitas alegrias aos ouvintes codoenses.
    Saudades de visitar meu Pai nas dependências da rádio quando eu era apenas uma criança falando ao microfone: Geraldo, que horas?
    Parabéns!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *