Secretário defende transparência e fala de falta de dinheiro na Prefeitura de Timbiras

O vídeo foi gravado quando da participação de André Lucena, secretário de Articulação Política, na assembleia de professores realizada na semana passada. Ele foi escalado pelo governo municipal para defender a administração do médico Antonio Borba e ouvir as reclamações apresentadas pela categoria. Fez isso de maneira bem profissional.

Usou com cuidado as palavras quando respondia e em nenhum momento alterou a voz diante das críticas. Manteve o discurso da falta de dinheiro e da transparência aplicada pelo prefeito, algo que estava sob questionamento severo dos professores na reunião uma vez que não tiveram acesso à folha de pagamento da Educação em 2017.

“Daquele dia em diante, que ele  foi eleito, Dr. Antonio Borba, ele é prefeito de todos sem perseguição, sem retaliações à ninguém e de forma bem honesta e transparente a gente tenta mostrar como recebemos o município, as dificuldades que o município enfrenta, coisas históricas que temos aqui no município e estamos tentando mostrar a todos a boa vontade do gestor, agora aquela questão coisas que não têm solução no momento não tem como solucionar sem o recurso, sem o dinheiro”, disse

VEJA O VÍDEO COMPLETO

5 Responses to Secretário defende transparência e fala de falta de dinheiro na Prefeitura de Timbiras

  1. Chica chichica disse:

    Tenho uma pergunta que não quer calar, onde foram parar as escovas de dentes de quase 10,00 reais? Quais os tipos de ações o município fez que usaram escovas de dentes?
    E as diárias GOOORDAS
    E o pior de tudo, entrou com ação contra o blogueiro que públicou a matéria. E aí ainda tem dúvidas de quais fins estão tendo os repasses passados ao município?

  2. Fabiana disse:

    O prefeito dos escândalos!

  3. Aluno disse:

    A categoria em maior número em Timbiras são os Professores aí o cunhado do prefeito vai lá e diz que está tudo em dia os salários e fala de transparência. O cunhado do prefeito só esqueceu que estava falando com pessoas esclarecidas e acima de tudo funcionários do município e que não receberam os pagamentos de 1/3 das férias do ano de 2017. Hoje são 11 de janeiro de 2018 cunhado do prefeito ou seja está ATRASADO o pagamento…

    E se a prefeitura junto com o prefeito, tivessem prezo pelas leis trabalhistas, pagariam em dobro o 1/3 de férias por terem atrasado mais do que a lei permite.

  4. flavix disse:

    O QUE MAIS ME INDIGNA É A CARA-DE-PAU DOS GESTORES. QUAL TRANSPARÊNCIA? FALTA DE DINHEIRO!!!
    ESSES RECURSO SÃO TRANSFERIDOS PELO GOV. FEDERAL PONTUALMENTE E DEVERIAM SE DESTINAR AO PAGAMENTO DA EDUCAÇÃO DE MODO GERAL.
    É SÓ CONSULTAR AS PÁGINAS DA INTERNET E VCS. SABERÃO QTO FOI REPASSADO. AGORA QTO FOI GASTO ISSO O POBRE CIDADÃO NÃO TEM CONHECIMENTO.

  5. flavix disse:

    Não acredito em uma Educação de qualidade, quando se tem uma Gestão indigesta, que não valoriza, não respeita, não reconhece, não dialoga, nem cuida, tampouco incentiva os professores.

    É lamentável, notório e prepotente o repúdio que nossa gestora e alguns de seus vassalos demonstram para com a categoria!

    Como sadomasoquistas, parece que sentem prazer, tesão ou alguma coisa inexplicável, ao verem a categoria docente lutar enfadonhamente por seus direitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *