Poder Judiciário realiza evento para crianças e consegue roupa para abrigo de Codó

Crianças da escola pública municipal Reinaldo Zaidan, da Vila Fomento,  foram convidadas para conhecer um pouco o poder Judiciário. Conversaram com os juízes da comarca Dr. Ailton Carvalho e Dr. Holídice Barros,  e até assistiram à um filme infantil num cinema improvisado no Salão do Júri do Fórum.

Roupas conseguidas por servidores do judiciário em Codó

Roupas conseguidas por servidores do judiciário em Codó

A diretora da escola, professora Cecília Maria Serr, achou interessante a proposta.

“É Novidade vir na promotoria porque eles não conheciam, falar com o juiz, com o promotor, então eles se sentiram muito bem (…) estar perto da Justiça seria muito bom para as crianças porque eles iriam aprender desde cedo o que a Justiça promove par ao povo brasileiro”

Na segunda parte do evento, realizado em alusão ao mês das crianças, outubro, o juiz da Infância e Juventude, Ailton Gutemberg Carvalho,  entregou ao Serviço de Acolhimento do município roupas e agasalhos que foram conseguidos por servidores do judiciário.

Dois deles foram até presenteados por se empenharem mais. Ivanilson Viana, por exemplo, arrecadou 25 peças de roupas.

 “Fui na luta, fui atrás, nos vizinhos, na família mesmo até consegui (…) acho que vai ser muito bem aproveitadas, aquelas criancinhas, acho que valeu a pena”, explicou o zelador

Mobilizadora entregou prêmios aos destaques da arrecadação

Mobilizadora entregou prêmios aos destaques da arrecadação

Já dona Maria do  Nascimento, também da zeladoria do Fórum,  foi além disso, só ela  conseguiu 56 roupas.

 “convidei outras pessoas, teve muitas pessoas que me ajudou, principalmente minhas vizinhas, me ajudaram bastante, graças a Deus deu certo (…) to muito feliz, graças a Deus”, frisou

Dr. Ailton agradeceu o empenho de todos.

 “Eu vejo como um gesto de cidadania, de carinho e de afeto ao próximo, que necessita de nossa ajuda porque se não houve, realmente, um engajamento desses servidores não seria possível realizar”, sentenciou o magistrado

O abrigo municipal para onde as doações irão recebe crianças enviadas pelo juizado da Infância em situação de risco social – abandono, violência sexual, maus-tratos. A assistente social, Maria José Sampaio,  agradeceu ao gesto dos servidores.

“Nós, enquanto Poder Público, nós temos essa parceria muito forte  Com o judiciário por conta das tramitações de processos que o Serviço de Acolhimento acompanha, então nós temos apenas agradecer essa belíssima iniciativa que o abrigo está disposto a acolher que são de forma bastante espontânea para que venha aprimorar nossos serviços prestados”, disse a competente assistente social

One Response to Poder Judiciário realiza evento para crianças e consegue roupa para abrigo de Codó

  1. marly disse:

    preciso de uma ajuda urgente pois a lei maria da penha me desamparou 31 anos de casada me ajude marlyreisal@gmail.com não sei oque faço nãoposso nem pegar meu processo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *