Veja os projetos de lei que serão votados hoje na Câmara

Existem quatro projetos de lei para serem analisados na sessão da Câmara desta segunda-feira, 19.

O primeiro deles (N° 25/2011, de 23 de novembro de 2011), trata de reconhecer utilidade pública municipal à Associação dos Fotógrafos de Codó (AFPC). Este é de autoria dos vereadores Pedro Belo, Hildemberg Oliveira e Domingos Reis.

O segundo (Nº 26/2011, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2011), também pede o reconhecimento DE Utilidade pública para outra associação – a Associação Missionária do Maranhão (AMIM). O projeto de lei também é assinado por Belo, Hildemberg e Dominguinhos.

O terceiro, atribui à praça construída na rua 3 Maria, no bairro São Sebastião, Codó, o nome de “MARIA ALICE DA SILVA CRUZ. Este projeto é de autoria do vereador, Francisco de Assis PAIVA Brito, o Chiquinho do Saae.

O quarto, (Nº 02/2012, de 6 de março de 2012), estabelece normas para a pintura das edificações e ou logradouros pertencentes ao município de Codó . Este é de iniciativa do vereador presidente da Casa, Figueiredo Junior, mas também é assinado por Hildemberg, Pedro Belo, Domingos Reis e Chiquinho do Saae.

A sessão começa, tradicionalmente, ás 18h, e tem transmissão, ao vivo, feita pela Rádio Mirante AM de Codó

Blog divulgará nesta terça-feira nova pesquisa sobre audiência na TV e na internet

Imagem da Web

Vem aí a mais recente pesquisa de opinião pública realizada pela ESCUTEC no município de Codó sobre audiência nos meios de comunicação da cidade.

Quem é o apresentador, com seu respectivo programa de TV, mais assistido? E na internet que é o mais visitado. Pelo que já informaram ao blog, desta vez tomaram o cuidado de dividir o que vem a ser um blog do que é um site, cada um com sua audiência na rede mundial de computadores.

Já nos disseram também que esta pesquisa não incluiu os programas de jornalismo no rádio codoense.

Prometeram nos entregar os novos números até o final da tarde, ocorrendo isso, estes já poderão ser analisados por nossos leitores, e pelos companheiros da imprensa, a partir das primeiras horas da manhã desta terça-feira, 20.

CONTRA o CRACK – Francisco Nagib pede à governadora instalação de CAPS AD em Codó

Roseana e Francsico Nagib

O empresário, Francisco Nagib, aproveitou a estada da governadora Roseana Sarney na residência da Família Oliveira, onde despachou com políticos aliados, entre eles cerca de seis prefeitos da região, para fazer-lhe um pedido, que ele mesmo chamou de “especial”.

Primeiro falou de sua satisfação em receber a governadora, mais uma vez, na sua residência, dizendo:

“Governadora Roseana é um prazer recebê-la mais uma vez em nossa residência.
Aqui estão nossos amigos, lideranças religiosas (pastores, padres e representantes de umbanda), comerciantes, empresários, médicos, gerentes de banco, delegados. Convidei todos para um grande almoço com a presença de toda sua comitiva”.

O PEDIDO

Depois fez o pedido. Nagib destacou que está a frente de uma campanha de conscientização contra o crack no município de Codó, quando desde que começou tem ido até de casa em casa, sobretudo, na periferia a cidade, onde o problema é maior, no intuito de ajudar as famílias que enfrentam o problema.

Um dos objetivos maiores é evitar que o maior de jovens, possível, tenha sua primeira experiência com o crack, que tem avassalador poder de viciar.

A campanha em si, esclareceu Nagib aos presentes, é centrada na conscientização, mas é preciso tratar aqueles que já estão prejudicados pelo vício, neste contexto entra o trabalho do CAPS AD – Centro de Atenção Psicossocial, Álcool e Drogas – que Codó ainda não possui. A instalação de um destes centros no município foi o pedido feito por Francisco Nagib à governadora e ao secretário de saúde do Estado, Ricardo Murad.

“E na presença de todos, quero fazer um pedido especial. Codó precisa urgentemente de um Caps AD, para cuidar dos drogados, dos nossos dependentes químicos e estou falando isso porque estamos em uma campanha de conscientização contra as drogas em especial contra o Crack”, pediu

PELAS PESSOAS

Francisco, sem seguida, frisou que tem feito a parte dele, juntamente com sua equipe de trabalho na campanha, e, muitas vezes, até além do que deveria pois parte disso seria de responsabilidade do Poder Público Municipal.

Clima descontraído/foto:Raphael Fernandes

“Estamos fazendo nossa parte e estou me vendo na obrigação de fazer a parte do município que é tratar dos dependentes químicos”, concluiu

SAIBA MAIS SOBRE O CAPS AD

Saiba mais sobre CAPS AD, com informações do site guiadedireitos.org, colhidas pelo blogdoacelio:

O CAPSad é um serviço especializado em saúde mental que atende pessoas com problemas decorrentes do uso ou abuso de álcool e outras drogas em diferentes níveis de cuidado: intensivo (diariamente), semi-intensivo (de duas a três vezes por semana) e não-intensivo (até três vezes por mês).

É um serviço ambulatorial territorializado que integra uma rede de atenção em substituição à “internação psiquiátrica”, e que tem como princípio a reinserção social. Realiza ações de assistência (medicação, terapias, oficinas terapêuticas, atenção familiar), de prevenção e capacitação de profissionais para lidar com os dependentes.

O serviço do CAPS é a porta de entrada do paciente dependente de álcool e drogas no Sistema Único de Saúde. É importante ressaltar que apenas são atendidos os pacientes que buscam ajuda, já que o tratamento é aberto, isto é, não há internação ou qualquer outro procedimento contra a vontade do dependente.

“Não sairei do Ministério enquanto não retirar da escuridão todos os maranhenses”, afirma Lobão

O ministro de Minas e Energia, senador licenciado Edison Lobão, fez um dos mais eloqüentes discursos quando da inauguração da UPA na semana passada. Disse que é seu objetivo não sair do Ministério enquanto não retirar da escuridão (leia-se viver a luz de lamparina) todos os maranhenses.

“Eu tenho dito, frequentemente, que não sairei do Ministério (Minas e Energia) enquanto não retirar da escuridão todos os maranhenses”, afirmou

PARA CODÓ

Lobão citou exemplos de cidades maranhenses onde seu objetivo já foi alcançado. Entre estes estaria Lima Campos, na região central do Maranhão, e Timon, na região dos Cocais. O mesmo plano o ministro teria para Codó.

“Lá em Lima Campos, está aqui o prefeito, não tem mais nenhum maranhense sem energia elétrica na sua casa, assim é também Timon e estamos caminhando para que em Codó, fazer a mesma coisa”, disse

MAIS DE 2 MILHÕES

O ministro lembrou dos números. Segundo ele, mais de 2 milhões de maranhenses já foram beneficiados com o programa Luz para Todos, executado pelo Governo Federal.

“Nós já pusemos energia elétrica na casa de 2 milhões de maranhenses, dois milhões de maranhenses, nunca se fez um projeto tão amplo para o povo diretamente quanto este projeto que é o luz para todos”, afirmou

vídeo no www.youtube.com/blogdoacelio

Edison Lobão finalizou dizendo que o Brasil, em matéria de ajudar aos pobres, está dando aula ao mundo.

“Meus amigos, o Brasil é modelo nesta matéria. Eu, recentemente, fui nomeado como assessor do presidente da ONU – Organização das Nações Unidas – para efeito da universalização da energia elétrica. É que nosso país está dando aula em matéria de ajuda ao povo pobre e que mais necessita”, finalizou

MISTÉRIO POLÍTICO: O que Biné, Lobão, Chiquinho, Camilo e Roseana tanto conversaram?

A imprensa maior não divulgou, mas o encontro aconteceu porque, entre outras razões de certeza, o blog teve contato com testemunhas oculares, já que não pôde estar no local.

Todos afirmaram que Biné, o anfitrião, Roseana Sarney, o ministro Edison Lobão, Camilo Figueiredo e o empresário Chiquinho Oliveira, estiveram, sim senhor, trancados num dos cômodos da residência do ex-prefeito Benedito Francisco da Silveira Figueiredo conversando, sem interrupção e hiper reservadamente, por cerca de meia hora.

Ah! Os microfones do blogdoacelio por lá numa hora dessas, hein! Pense num estrago.

Vou ficar só na vontade também, como nossos leitores, mas o que teria mesmo sido conversado nesta reunião a sete chaves?

RELEMBRE E ESPECULE

Recentemente, a pedido de Roseana, Chiquinho Oliveira entregou o comando do PSD à Camilo num acordo que trouxe de volta o deputado estadual a sua base de apoio na Assembleia Legislativa do Estado.

Ventilou-se aos sete ventos de que tratava-se de uma possível união entre Chiquinho e Biné, o que acabou não se concretizando. Mas agora o fogo das especulações reacendeU por causa desta reunião.

É Francisco Nagib na cabeça de chapa (pré-candidato a prefeito) e Biné de vice? É o contrário? Ou seria a união de Camilo e Nagib para outubro?

Onde ficaria Zito Rolim no meio deste fogo pesado?

Sei lá. Vou parar por aqui, viajo pra caramba, mas prometo dá uma mexidinha neste baú daqui há alguns dias. Alguma coisa tem que sair deste encontro e nossos leitores precisam saber. Não é verdade?

DR. MÁRIO BRAGA – A nova ordem política da região dos Cocais

Mário Braga cai na graça de Roseana e Murad

A inauguração da UPA em Codó trouxe esperança á população do município, inovação da mesma, alegria nos corações e um certo alívio na ansiedade para aqueles que necessitam de atendimento de qualidade.

Entretanto, a inauguração da UPA não foi, e nunca será, um momento só técnico, mas, oportunamente, político também.

CIUMEIRA

O médico codoense, Dr. Mário Braga, gerou surpresa e até mesmo uma pequena ciumeira perante seus pares presentes no evento. Humilde, observador, carismático, tecnicamente qualificado (inclusive foi anunciado por Ricardo Murad como especialista em UTI) e de pronunciamento fácil, diante do público, desbancou autoridades municipais já conhecidas e ditas influentes.

O jovem médico demonstrou, naturalmente, força política, adquiriu respeito e admiração do secretário de saúde do Estado, Ricardo Murad, e da governadora Roseana Sarney. Tinha trânsito livre entre os mesmos, esteve sempre na melhor posição.

Dr. Mário transitou com a governadora de forma diplomática, equilibrada e sólida, deixando alguns em estado de êxtase e, obviamente, também de raiva por parte de outros que se consideravam fortes, mas não provaram.

Desta forma, o jovem médico mostrou prestígio e força política.

MAS O PTC NÃO É DA OPOSIÇÃO?

Mas, curiosamente, Dr. Mário, é presidente do PTC – Partido Trabalhista Cristão – que, em nível de Estado, é partido de oposição . Diante desta dualidade, ele foi questionado sobre alguns pontos no complexo tabuleiro político que o mesmo se envolveu ou envolveram-no.

Perguntou-se:

DR. MÁRIO COMO O SENHOR SE SENTE JUNTO DA GOVERNADORA JÁ QUE O SENHOR É DA BASE DE OPOSIÇÃO AO GOVERNO DO ESTADO?

“Sou de um partido de oposição ao Governo do Estado, sou presidente do partido e continuaremos a luta em prol dos menos favorecidos, dos mais humildes e dos mais carentes. Em relação à governadora, Roseana Sarney, tenho observado sua preocupação em várias frente dos Estado, em especial à saúde do nosso povo. O governo do Estado tem trabalhado sim, trabalho estendido também para a região dos Cocais. Reconheço o trabalho, entretanto não sou irresponsável político. Precisa-se fazer oposição com responsabilidade, o que é correto apóia-se, é o que eu estou fazendo, o que é errado corrige-se. Como presidente do PTC, médico e cidadão tenho que contribuir positivamente”

Ao final filosofou, usando falas de Fernando Pessoa.

“Segundo Fernando Pessoa, que foi um poeta e escritor português, ele dizia – valeu a pena, tudo valeu a pena se a alma não é pequena, por tanto pra mim valeu a pena pois eu não tenho a alma pequena”, concluiu

Fantástico mostra como é feita fraude em licitações de saúde pública

Imagens TV Glogo

“O mercado pratica 10%. É o normal, é o praxe. Aí tem uma negociação melhorzinha e faz pra 15%”. A frase acima mostra como funciona um esquema para fraudar licitações de saúde pública, feito entre empresas fornecedoras e funcionários públicos. A reportagem do Fantástico esteve por dois meses no setor de compras do hospital de pediatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro e flagrou como é feita a fraude.

Veja a ínterga da reportagem de Eduardo Faustini e André Luiz Azevedo

A lei brasileira prevê que empresas disputem mesmo licitações feitas em regime emergencial. Ou seja, qualquer empresa que queira fornecer um produto ou serviço para um hospital público precisa apresentar um orçamento e concorrer com outras.

No esquema flagrado pelo Fantástico, as fornecedoras se unem para fraudar a disputa. A que quer ganhar paga uma porcentagem do total do contrato para as demais — que entram na concorrência com orçamentos mais altos. Entram para perder.

“Eu faço isso direto. Tem concorrência que eu nem sei que estou participando,” comenta Renata Cavas, gerente da Rufolo Serviços Técnicos e Construções, empresa chamada para a licitação de contratação de mão de obra para jardinagem, limpeza, vigilância e outros serviços que ganharia R$ 5.200.000 se a licitação tivesse existido.

Três das empresas envolvidas são investigadas pelo Ministério Público por diferentes irregularidades. E, mesmo assim, receberam juntas R$ 500 milhões só em contratos feitos com verbas públicas.

A Toesa Service, uma locadora de veículos, foi convidada para a licitação de aluguel de quatro ambulâncias. “Cinco. Cinco por cento. Quanto você quer?”, pergunta de imediato o gerente Cassiano Lima. Falando em um código em que a palavra “camisas” se refere à porcentagem desviada, ele aumenta a propina. “Dez camisa [sic], então? Dez camisa?”.

David Gomes, presidente do conselho da Toesa, garante que o golpe é seguro e, o pagamento, é realizado em dinheiro ou até mesmo em caixas de uísque e vinho. A Toesa ganharia R$ 1.680 milhão pelo contrato. “Eu vou colocar o meu custo, você vai falar assim: ‘Bota tantos por cento’. A margem, hoje em dia, fica entre 15 e 20”, explicam Carlos Alberto Silva e Carlos Sarres, diretor e gerente da Locanty Soluções e Qualidade, convidada para a licitação de coleta de lixo hospitalar. “Nós temos hoje, aproximadamente, três mil clientes nessa área de coleta”, afirmam.

Para esconder a fraude da fiscalização, o dinheiro do suborno é espalhado por vários itens da proposta vencedora.

O dono da Rufolo diz à reportagem, que está acostumado a fraudar licitações, e a gerente Renata comenta que o fraude nas licitações é “ética de mercado”. “No mercado, a gente vive nisso. Eu falo contigo que eu trago as pessoas corretas. Eu não quero vigarista, não quero nunca”.

Veja o site do Fantástico

FONTE: G1

Professores continuarão de greve e fazem convocação pra ato público nesta segunda-feira

Hoje, 18, um carro de som circulou pela cidade a serviço do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Codó anunciando duas coisas.

Primeiro, que o professores da rede pública municipal, ao contrário do que farão os demais no resto do país, continuarão de greve lutando pelas mesmas causas que acabaram motivando a deflagração da greve em Codó – piso salarial nacional respeitado e redução da carga horária de 25 horas em sala de aula.

De forma mais detalhada e escrita pelo próprio presidente do Sindsserm, professor Rafael da Silva Araújo, assim estão definidas as reivindicações.

“As reivindicações da categoria são duas, ambas resguardadas e amparadas pela Lei do Piso. São elas: 1) ampliação da jornada de trabalho extraclasse para 1/3, pois atualmente os professores de Codó têm direito a apenas 1/5; 2) pagamento do piso salarial nacional, o que só aconteceria caso o reajuste salarial fosse de 10%. Nos termos da Lei Federal 11.738/08 ficaria: “Na composição da jornada de trabalho, observar-se-á o limite máximo de 2/3 (dois terços) da carga horária para o desempenho das atividades de interação com os educandos” (§4º, art. 2º); O piso salarial profissional nacional do magistério público da educação básica será atualizado, anualmente, no mês de janeiro, a partir do ano de 2009” (art. 5º)’, descreveu completando:

“Acerca do piso salarial dos profissionais do magistério faz-se necessário contraditar a informação de que o poder público atualmente cumpre com o mesmo. O piso salarial da categoria, em 2012, foi fixado em R$ 1.451,00 para uma jornada de 40h, para professores com formação em nível médio (magistério). Isso significa que no caso de Codó, com jornada de 25h semanais, o piso salarial deveria ser R$ 906,00. No entanto, atualmente o município paga a estes profissionais o valor de R$ 886,00. Felizmente, o poder público já reconheceu seu erro e resolveu pagar o piso salarial”, conclui

ATO PÚBLICO

Segundo, o anúncio convocava pais, alunos e professores a estarem a partir das 7h da manhã na praça do Viveiro (Palmério Cantanhêde/ no largo de São Sebastião) para participarem de mais um ato público.

REPERCUSSÃO: Roseana teria demonstrado infelicidade na casa de Biné com vaia na UPA

O blogdoacelio já teve contato com diversas pessoas que estiveram acompanhando Roseana Sarney e sua comitiva na casa do ex-prefeito, Biné Figueiredo, pra onde teria ido após o fatídico episódio na inauguração da UPA/Codó. Todos foram unânimes em afirmar que a excelentíssima senhora governadora ficou chateada com o grupinho que ensaiou uma vaia às autoridades ali presentes, no momento convidadas dela.

‘Foi deselegante e fora do contexto’, teria comentado Roseana com os mais próximos.

O argumento dos arquitetos da proeza magistralmente irracional agora tentam, depois que foram repreendidos, inclusive na hora por Roseana, emplacar o argumento de que teria sido ‘o povo’.

Ledo engano, além de muito fraca a argumentação (como não poderia deixar de ser). Colocar a culpa no povo, para tentar se safar da vergonha que acabou sendo o ato, é chamar o povo de Codó de mal educado e isso nós sabemos que ele não é.

Mais uma fora, da turma dos ‘maluquinhos’ sem controle que mais atrapalham do que ajudam o governo Cuidando de Nossa Gente. Tá na hora de isolar essa turma, afinal ta chegando a eleição e vossa excelência vai precisar de gente inteligente, não de ignorantes com iniciativa.

Confira as manchetes de amanhã do www.fontedenoticias.com.br

Confira algumas das principais manchetes do mais novo site de notícias do Brasil (www.fontedenoticias.com.br)

PREJUÍZO – Mais de 8 mil famílias codoenses perdem benefício da baixa renda na conta de energia

ELEIÇÕES 2012 – Políticos movimentam porta do Fórum Eleitoral ajudando eleitores da zona rural

PANE – Semáforos defeituosos causam transtornos no centro de Codó

ECONOMIA – Consumidores enfrentam escassez de produtos no Mercado Central codoense

JUSTIÇA – Vereador deve pagar indenização por danos morais ao chamar carnavalesco de “travecão”

MEIO AMBIENTE – Tratamento adequado do lixo pode render US$ 10 bilhões/ano ao Brasil.

Os detalhes de tudo isso e muito mais, amanhã no www.fontedenoticias.com.br