Ex-vereador dá nota 1 para a atual Câmara Municipal

O ex-vereador por quatro mandatos (3 diretos e 1 por suplência), Léo Araújo, também secretário de Esportes do governo de Ricardo Archer, concedeu entrevista nesta quarta, 13, ao radialista, Eliel Lima, no Espaço do Cidadão.

Quando o assunto chegou na Câmara, Eliel perguntou – que nota o senhor daria ao legislativo atual? Léo Araújo, indagou em resposta “pode dá zero”? Depois sorriu e melhorou a nota – “Dou nota 1 por tudo que está acontecendo. Nada contra nenhum vereador, mas pelo que vem acontecendo”, aliviou

PRÉ-CANDIDATO À CANDIDATO

Na crista da onda onde todos estão declarando suas pré-candidaturas nos meios de comunicação, Lima não hesitou – você será candidato? Perguntou. Léo, primeiro, desconversou.

“Eu digo aqui à você, ao povo que está nos ouvindo, não estamos fora da política posso ser candidato ou não. Sendo candidato vamos logo direto, não sendo vamos estar militando ajudando algum candidato à prefeito, então um vereador”, afirmou

Mas, depois, não resistiu a oportunidade de deixar na cabeça dos ouvintes a dúvida.

“Se nós formos candidatos nós vamos vir aqui e avisar pra você que somos candidatos, mas vamos dizer que somos pré-candidato à candidato desta próxima eleição ou a prefeito, ou a vice ou a vereador”, garantiu Léo

Alunos do IFMA dão aula de Meio Ambiente na Estevam Ângelo

Palestrantes

Alunos do curso de Meio Ambiente do Instituto Federal do Maranhão estiveram na manhã desta quarta-feira na Escola Estevam Ângelo de Sousa. Levaram novidades sobre o assunto. Lays Luani Santos Tavares, no tema aquecimento global, fez relatos sobre a fotossíntese artificial, atualmente, desenvolvida na Austrália.

consiste é um método que captura todo o dióxido de carbono e os poluentes que são lançados na atmosfera, retém nas suas folhas que são de plástico e transforma em alimentos como o açúcar e o amido, como as plantas fazem. Este processo pode ser utilizado em rodovias, aeroportos e também nas centrais de carvões mais antigas”, explicou a estudante

LEGISLAÇÃO

Atentos

Nayara Taiane da Silva tratou da legislação ambiental internacional, incluindo até o protocolo de Kyoto. Explicou que a intenção é munir os participantes de informações para que estes possam defender a biodiversidade e fazer denúncias quando algo estiver errado.

“explicar pra eles sobre biodiversidade que é todas as espécies que existem em nosso planeta para eles ficarem a par do assunto e não saírem, aleatório fazendo denúncias sem saber do que eles estão falando”, disse

SOCIEDADE EM AÇÃO

Os estudantes também deixaram plantada na mente da plateia a ideia de que é preciso organizar-se, enquanto sociedade civil, para fazer algo de importante em prol do planeta. Foi o que afirmou o jovem de Dom Pedro, Ricardo Bruno de Sousa Feitosa.

Aí sim a sociedade civil vai poder estar participando diretamente cobrando do governo e do Estado medidas e atitudes que venham a melhorar o meio ambiente, questão de saneamento, urbanização que não deixam de ser necessidades ambientais”, destacou

AVALIAÇÃO

Viviane Sousa, estudante da Estevam, achou a aula diferente e empolgante.

“é muito importante porque o que eles aprenderam estão passando pra gente e é muito divertido porque eles mostram vídeos, eles falam sobre o aquecimento, gostei”

Raniele Moraes, que também formou a plateia do Estevam, guardou os ensinamentos que pretende reproduzir em seu meio. Agora para ela todos nós podemos fazer algo para ajudar o planeta.

Servidores do Fórum de Codó aderem à paralização nacional

Reivindicando

Os servidores da Justiça Estadual, lotados no Fórum de Codó, aderiram à paralização nacional da categoria que ocorre durante toda esta quarta-feira, 13.

Uma das reivindicações diz respeito à criminalização do assédio moral. A delegada sindical do Sindijus, na região, Raimunda Pimentel dos Santos, explicou ao blogdoacelio que casos são frequentes não apenas no Maranhão.

“É um movimento que está acontecendo no país inteiro e que acontecem diversos casos onde os servidores são assediados moralmente, inclusive é grande o índice de servidores que são afastados por problemas como depressão, afora aqueles que pedem exoneração do cargo devido à esse fato”, disse a delegada

A paralização também foi para chamar a atenção do Tribunal de Justiça do Maranhão sobre a gratificação de 20% sobre o vencimento, com o direito de trabalhar 7h ininterruptas. De acordo com a técnica judiciária, Gilvanete Azevedo, o servidor maranhense tem direito ao adicional, mas somente trabalhando 8h por dia.

“A resolução do Tribunal estabeleceu aos servidores que nós não teremos esta faculdade de escolher nós teremos que aderia, com este benefício de 20%, contudo apenas às 8h. O que o sindicato busca é que esta carga horária seja reajustada pra 7h, tal qual na Justiça Federal”, esclareceu

PEC 190/2007

Outra reivindicação que levou à paralisação, talvez a principal delas, é a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição 190, de 2007. Ela fala de um estatuto único para servidores federais e estaduais. Para quem trabalha na Estadual a aprovação significaria equiparação salarial.

“Só o fato de unificar já traria grandes benefícios, afinal de contas a disparidade entre os servidores estaduais já é muito grande, que dirá da Justiça Federal também, os servidores da Justiça Federal exercem as mesmas funções que a gente, até nós trabalhamos mais do que eles, por conta da demanda processual que é maior”, destacou o técnico judiciário, Fábio Ximenes Barros

ESSENCIAIS MANTIDOS

Os servidores mantiveram os chamados serviços essenciais aqui do Fórum, entre os quais cumprimento de liminar, de alvará de soltura e audiências de réus presos.

A paralisação foi dividida por turno e mais de 20 auxiliares, técnicos judiciários e oficiais de justiça aderiram à manifestação.

Retorno de Cristina Archer causa guerra fria dentro do Instituto Histórico

Está rolando uma verdadeira guerra fria (silenciosa) dentro do Instituto mais badalado do momento, o Instituto Histórico e Geográfico do Codó.

O motivo é o possível retorno de uma sócio-fundadora famosa chamada Cristina Archer, isso mesmo, nossa ex-secretária de trabalho e desenvolvimento social e ex-deputada estadual, aposentada politicamente pelo ex-marido.

A cadeira de sócia-fundadora ninguém tira, a briga interna seria pela cadeira de membro efetivo atualmente ocupada pelo excelente professor Wolney. Rola dentro do IHGC que Cristina está voltando do Rio de Janeiro e quer seu honroso lugar.

Em sua defesa já saíram nomes que andam enfraquecidos dentro do Instituto, como o da pedagoga Rosalva Kômora e outros. A retomada de lugar está difícil porque a ala dominante do IHGC é, declaradamente, contrária ao desejo da ex-deputada e de seus aliados.

Para se ter uma idéia do poderio de fogo da nova direção, até Jacinto Junior, secretário de educação, já foi guilhotinado em recente tentativa de torná-lo membro efetivo.

A nova diretoria, que será empossada dia 16, às 4h da tarde, na Ananias Murad, entende que tem muita gente querendo voltar em função da repercussão hoje obtida pelo Instituto, até então morto e sem atitudes que apareciam para a sociedade.

Se Cristina Archer retornar do Rio, poderemos ver quem vencerá a guerra fria do IHGC.

Lavradores vão acampar nesta sexta-feira na porta da Prefeitura

Nota da Rede de Defesa confirma protesto gingatesco para 15 de abril e diz que se não ouvirem Zito Rolim lavradores vão acampar na Prefeitura. Leia abaixo:

A Rede de Defesa dos Direitos da Cidadania do Vale Itapecuru, movimento social e popular que luta em defesa da garantia dos direitos sociais assegurados na Constituição, realizará nesta sexta feira, dia 15, dois Atos Públicos. O primeiro iniciará às 8:00h da manhã na “ponte” do Rio Codozinho (Estrada da Colônia). Às margens do rio, dezenas de trabalhadores rurais entregarão aos promotores de justiça uma representação solicitando a intervenção do Ministério Público no caso da ponte, pois há dois anos, Zito e Roseana prometem reconstruir a mesma, levada pelas águas do rio em 2009. Em seguida, a cidadania marchará até a sede da prefeitura para exigir do prefeito um esclarecimento sobre o atraso no início da obra. De lá, só sairão após conversarem com o mesmo e receberem uma resposta satisfatória. Os trabalhadores vêm preparados para acampar, caso não conversem no mesmo dia com o prefeito. A chegada à sede da prefeitura está prevista para as 10h da manhã.

PRESTAÇÃO DE CONTAS

Outro motivo do Ato Público é a cobrança da prestação de contas do prefeito e do presidente da Câmara. Segundo a Constituição, a Lei de Responsabilidade Fiscal e a Instrução Normativa TRE/MA Nº 009/2005 “o Prefeito, além do cumprimento do disposto no caput do artigo anterior, deverá disponibilizar, a partir de 15 de abril de cada ano, uma via da prestação de contas ao respectivo Poder Legislativo e, outra, ao órgão técnico responsável pela sua elaboração, para consulta e apreciação pelos cidadãos e instituições da sociedade, conforme determina o art. 49 da Lei Complementar nº 101, de 4 de maio de 2000 (Lei de Responsabilidade Fiscal)”. (Instrução Normativa TRE/MA Nº 009/2005, artigo 4º). Portanto, caso a população não encontre a cópia da prestação de contas do prefeito e do presidente da Câmara na sede do Poder Legislativo, a Rede de Defesa da Cidadania representará os mesmos junto ao Ministério Público, por crime de falsidade ideológica e improbidade administrativa.

A CIDADANIA CODOENSE ESTÁ CONVIDADA

Cidadão é aquele que participa da vida pública do seu município, que se preocupa com o bem comum. Nesse sentido, o Ato Público que será promovido pela Rede de Defesa da Cidadania, apesar de algumas infundadas tentativas de descaracterização, vai além da luta pela efetivação dos direitos sociais constitucionais. Também cumpre o papel pedagógico de formação da consciência cidadã, ou seja, de que a coisa pública diz respeito mais a nós do que aos gestores públicos. Por isso, participe! Exerça sua cidadania.

Atenciosamente,

Coordenação da Rede de Defesa dos Direitos da Cidadania

Jornalismo eficaz – Vídeo do Icocais resulta em reforma completa do Matadouro de Codó

visita antes da reinauguração

O prefeito Zito Rolim participou ontem, 12, no início da noite, da primeira matança de bovinos do Matadouro Público Municipal pós-reforma. Foi um ato simbólico para mostrar às autoridades presentes que a coisa mudou, e diante do que tínhamos, realmente, mudou.

Os animais são içados (suspensos), nada acontece no piso como mostrava o vídeo postado no icocais, que agora é cerâmica pura, inclusive nas paredes. O curral passou por mudanças e uma das principais medidas tomadas foi a criação de um tanque de decantação.

Com ele o sangue e demais dejetos da matança, que iam direto para o rio Itapecuru, agora vão para a lagoa de tratamento do Saae, depois para as águas caudalosas do maior do Maranhão.

“Vamos entregar uma obra de qualidade, uma obra que vai beneficiar muito a questão de saúde pública, a vigilância sanitária e a população codoense que usufrui da carne”, disse Esmero

O governo promete angariar recursos para a construção de um novo matadouro, nas proximidades do açude Binezão, bairro São Francisco. Porém o apressados podem se preparar para relaxar um pouco, não será tão fácil e rápido assim e com a reforma do velho, então, os esforços correrão na velocidade de uma tartaruga. Não nos enganemos.

PARABÉNS ICOCAIS

O blogdoacelio parabeniza o portal de notícias icocais.com.br. Foi dele que veio o vídeo mostrando a situação horrível em que os bovinos que, nós comemos, eram abatidos. As cenas chocaram o promotor de Justiça, Gilberto Câmara, que agiu com rigor chamando o governo para suas responsabilidades e estabelecendo prazos.

Parabéns à Gilberto Câmara que soube fazer valer sua missão enquanto membro do Ministério Público Estadual e, claro, ao prefeito Zito Rolim por ter, administrativamente, acatado as recomendações do ministério.

Já é possível comer carne bovina em Codó sem lembrar do vídeo na internet.

Candidatos podem estar tentando comprar voto em escolas de Codó

Em conversa recente com professora Virgínia, do Sindsserm, o blogdoacelio teve conhecimento que o Sindicato já está investigando denúncias de que possíveis candidatos estão ofertando coisas para alunos, entre estas até material escolar.

A finalidade é, obviamente, influir na vontade daqueles que podem dar rumo ao resultado da eleição. Uma vez constatando a veracidade das denúncias o Sindsserm tomará as providências cabíveis, inclusive, junto ao Ministério Público.

EXEMPLO DO CT

O processo eletivo, apesar de hiper democrático, é perigoso por causa, principalmente, desses vícios que o permeiam. Além dessa má influência advinda dos candidatos, a eleição pode sofrer a interferência disfarçada do governo, basta lembrar o que ocorre na eleição do Conselho Tutelar.

Quem já acompanhou o processo pode até negar, mas é visível a ação dos governos para eleger candidatos que comungam com seus interesses.

Quem garante que desta vez algo do tipo não irá ocorrer?

É bom não descuidar

Definido: Minha Casa, Minha Vida vai ter o nome do prefeito de Codó

Zito Rolim

O conjunto habitacional construído com recursos do governo federal por trás do terminal rodoviário de Codó, numa área mais conhecida como Sabiazal, por causa da localidade mais próxima, agora já tem nome definido.

Por unanimidade entre os presentes, com exceção de Figueiredo Junior, que ausentou-se, o projeto de lei, de autoria de vereadores da base governista, foi aprovado.

Por conta disso, as mil casas construídas estarão, oficialmente, a partir de agora, dentro de uma área chamada de Residencial Zito Rolim.

O nome segue uma tendência local. Basta lembrar as dezenas de Vila Biné, Eliane, Ricardo, Vila Cristina Archer, Vila Hildemberg, Vila Camilo. Agora, residencial Zito.

É justo?

Caxias – Decreto pode estar maquiando carência de médicos no município

Fonte: blog da jornalista Anele de Paula

O Governo dos Coutinho agora inventou mais uma novidade, a de que a população é obrigada a aceitar a prescrição de medicamentos feita por enfermeiros que trabalham na rede municipal de saúde.

É que conforme decreto baixado por HC os enfermeiros, são os únicos integrantes do Programa Saúde da Família obrigados a cumprir uma carga-horaria semanal de 30 horas semanais e é esse profissional que a população está encontrando nos Postos de Saúde quando busca atendimento.

É certo que o Ministério da Saúde preconiza que está seria também uma das funções dos enfermeiros que atuam no PSF, mas o que não foi esclarecido é que estes profissionais só podem prescrever, e transcrever, os medicamentos que fazem parte da farmácia básica, ou seja, os remédios que são doados a população no ato dos atendimentos.

O que se sabe, e o que a Secretaria Municipal de Saúde não quer assumir é que muitos profissionais dessa área estão indo além de suas atribuições e esta inventa uma desculpa qualquer, para que a população pare de reclamar sobre os escândalos contínuos da saúde em Caxias.

Enfermeiro não é médico, mas uma função complementa a outra. Na atenção básica eles têm um papel primordial no cuidado com a população. O que a Prefeitura não deve é usar estes profissionais para maquiar a carência de médicos no município.

Nilsênia requer edição de revista em quadrinhos contra as drogas

Vereadora Nilsênia

A vereadora Nilsênia Gomes conseguiu o apoio de seus colegas de parlamento em torno de uma indicação, no mínimo, inovadora para os padrões de Codó.

Foi aprovada na noite de ontem, 11, na Câmara Municipal, indicação da parlamentar pedindo ao senhor prefeito Zito Rolim que mande editar uma revista em quadrinhos sobre drogas. Em sua justificativa, Nilsênia disse que a intenção é orientar crianças, adolescentes e até os adultos sobre os perigos deste mal que cresce dentro de nossa cidade.

“Além de estar educando contra as drogas, estaríamos, com a edição desta revista em quadrinhos, incentivando todos à leitura”, disse Nilsênia

A vereadora agradeceu o apoio dos colegas e fechou afirmando que acredita numa educação transformadora.

“Sou daquelas que acredita que só a educação transforma, por isso tenho fé que verei este sonho concretizado com a ajuda do Executivo Municipal e de nosso prefeito Zito”, concluiu