V Conferência Municipal de Assistência Social é realizada em Timbiras

Conferência Timbiras

Com o tema os avanços na consolidação do sistema único de assistência social – SUAS – com a valorização dos trabalhadores e a qualificação da gestão dos serviços, programas, projetos e benefícios a conferência aconteceu na creche Gardênia Ribeiro Gonçalves ao lado da prefeitura, das oito às dezenove horas. Nesta quarta feira 03/08/2011.

A palestrante Crisales Fonseca Araújo( graduada em serviço social pela UFMA, e pós graduada com especialização em políticas sociais fez uma exposição sobre os avanços e desafios na consolidação do sistema único de assistência social – SUAS no município de Timbiras, na estruturação da gestão do trabalho, na qualificação dos serviços assistenciais, na participação e controle social e na erradicação da pobreza.

Em seguida realizaram debates e discussão sobre o tema envolvendo a participação de todos com idéias, criticas e sugestões.

Depois formaram quatro grupos de trabalho para discutir os seguintes temas:

Grupu I – Estratégias para a estruturação da gestão do trabalho no SUAS;

Grupo II – Reordenamento e qualificação dos serviços socioassistenciais;

Grupo III – Fortalecimento da participação e controle social;

Grupo IV – A centralidade do SUAS na erradicação da extrema pobreza no Brasil.

Depois, apresentação, discussões e aprovação dos grupos de trabalho. Em seguida fizeram a eleição dos delegados para a IX conferência estadual de assistência social.

Segundo a secretaria de assistencia social Ana Gabriela, a conferência foi um momento muito importante para o municipio, compareceu um grande numero de pessoas, e através disto foi possivel avaliar bem os serviços oferevidos a população e discutir bem as propostas e sugestões que serão levadas a conferência estadual

Francisco Nagib faz esclarecimentos sobre show de Patatí Patatá

Francisco Nagib

O empresário Francisco Nagib usou hoje (4), espaço no programa Fala Codó para prestar um rápido esclarecimento à comunidade codoense sobre o show da Companhia de Palhaços Patati Patatá.

Ele explicou que, devido à muitos estarem associando a apresentação de Patati Patatá em Codó à sua imagem, esclarece que a realização é de uma outra empresa, a Anchieta Produções, e não de Francisco Nagib ou de qualquer outra empresa do grupo FC Oliveira.

O que ele fez foi apenas alugar o espaço da FC Show para a Anchieta.

“Quero dizer que o show que vai acontecer no domingo não é da FC Show, do grupo de comunicação FC Oliveira, não é de Francisco Nagib, esse show é show independente que está sendo realizado por uma empresa chamada Anchieta Produções, ela que tá promovendo esse show e a FC Show está apenas cedendo seu espaço”, garantiu

DISTRIBUIÇÃO DE INGRESSOS

Sobre a distribuição de ingressos do show para 50 crianças, cujo sorteio será feito nesta sexta-feira, 5, a partir do meio dia no programa Fala Codó (FCTV), explicou que foi um acordo com a Anchieta Produções.

“Dentro do contrato do aluguel eu pedi ao amigo Anchieta que me desse 50 ingressos para que eu pudesse levar as crianças carentes de Codó para o show do Patati Patatá”, justificou Nagib

Confira a relação dos candidatos sorteados para análise do programa Minha Casa Minha Vida

Minha Casa Minha VidaLista Geral dos Sorteados para Análise do Programa MInha Casa Minha Vida

CATEGORIA DE DEFICIENTES FÍSICOS
CATEGORIA DE PESSOAS IDOSAS
CATEGORIA DE DESABRIGADOS
100 CASAS ÁREA DE RISCO
GERAL 75% 3 A 5 CRITÉRIOS
GERAL 25% 3 CRITÉRIOS
SUPLENCIA

Fonte www.codo.ma.gov.br

Roseana sorteia casa e garante construção da ponte do Codozinho

Sorteio casas Codó

O evento começou com a visita da governadora Roseana Sarney ao residencial de mil casas construído com recursos do governo Federal, da ordem de 36,6 milhões de reais. Na praça Palmério Cantanhêde, boa parte das mais das 11 mil pessoas que se inscreveram para o sorteio, realizado pela Caixa Econômica Federal, estava presente quando a comitiva subiu ao palco.

O primeiro nome a ser chamado, pela própria governadora, foi o de Idêner da Silva Torres. O motorista de um dos carros oficiais da Prefeitura, se enquadra no perfil de renda exigido pelo programa, mas não tinha condições de comprar uma casa. Como foi o primeiro nome, ganhou uma totalmente mobiliada.

Idêner Torres

“Nunca imagine que fosse ser sorteado, to muito feliz…eu moro de aluguel, eu não tinha casa por isso que eu me inscrevi, tava na expectativa e nunca imaginei que seria o sorteado”, disse emocionado

QUANTO VOU PAGAR?

O superintende da Caixa Econômica no Maranhão, Valdemilson Almeida Nascimento, explicou que os sorteados serão procurados pela Prefeitura de Codó que fará o trabalho de ir até cada um para pegar a documentação necessária e enviá-la ao banco.

Quem está entre os mil que ganharam a casa, vai pagar apenas uma pequena parte do valor do imóvel (de R$ 50,00 à R$ 160,00, depende da renda), porque o restante é assumido pelo governo.

“A família que ganha até R$ 500,00 por mês, por exemplo, vai pagar BR$ 50,00 por mês durante 10 anos, isso significa o quê? Num cálculo bem simples – o imóvel custa R$ 37.000,00, a família vai pagar R$ 50,00 ela vai pagar R$ 6.000,00 durante 10 anos, o governo federal assume o restante”, explicou o superintendente

PONTE DO CODOZINHO

Roseana em Codó

Políticos locais, lavradores e a imprensa aproveitaram a presença da governadora Roseana Sarney no município para cobrar a construção da ponte sobre o rio Codozinho levada pela enchente de 2009. Desde então, milhares de agricultores que dependiam dela estão prejudicados.

Ela explicou ao blogdoacelio que o Estado fará um convênio com a Prefeitura para que o problema seja resolvido.

“Nós vamos fazer agora o mais rápido possível o convênio com a Prefeitura, com o município de Codó, para a construção dessa ponte”, disse Roseana

Zito Rolim também falou de sua satisfação ao ouvir da governadora a solução do problema.

Vamos fazer agora de concreto para que fique logo definitivo. Então essa notícia foi excelente, porque toda a comunidade codoense hoje presenciou, ouviu da governadora que vai ser dada início a construção”, ressaltou Rolim

Saae resolve problema d’água de 144 famílias de Bacabinha

Paulinho Maclaren

Numa reunião na noite de terça-feira, 2, na Bacabinha, a direção do Saae, moradores e a presidência da Associação chegaram à um acordo para acabar com a falta d’água na comunidade, que se arrastava desde novembro do ano passado.

A bomba do poço estava com defeito e os moradores têm uma dívida enorme junto a Cemar. Ouvido pelo blogdoacelio, Paulinho Maclaren, diretor da autarquia, afirmou que desde ontem, 3, o Saae assumiu o sistema de distribuição da Bacabinha.

Com isto, vieram todos os problemas, inclusive o débito dos moradores com a Concessionária de Energia que o Serviço Autônomo de Água e Esgoto vai negociar, como fez desde a época de Pauly Maran. Aliás a dívida negociada por Maran, na época, já era de mais R$ 700.000,00. Haverá um acréscimo sobre este montante com o caso Bacabinha.

“A autarquia Saae também tem esta política voltada para o homem do campo, então mesmo não tendo uma despesa relevante que pudesse cobrir todas as despesas, as necessidades do pólo e também do Saae a gente assumiu este desafio em prol do homem do campo (…) assumimos o desafio, vamos negociar com a Cemar, como nós estamos negociando até hoje, então nós vamos fazer esta mesma coisa lá’, garantiu Paulinho

SOLUCIONADO

A bomba já foi consertada, segundo o diretor. A partir de agora todos serão cadastrados e receberão contas individuais em suas residências. Para não prejudicar ainda mais o orçamento da autarquia, Maclaren pediu que todos pagassem, rigorosamente, em dia.

“A pessoa vai receber seu talão e pagar nas lotéricas e tem que tá em dia com o Saae, deixei isso bem claro”, disse

A ação do Saae vai beneficiar 144 famílias que vivem em Bacabinha. Segundo o diretor, a iniciativa foi acompanhada de perto e aprovada por Chiquinho do Saae, que esteve na reunião, e pelo prefeito Zito Rolim que teria manifestado satisfação com a solução encontrada.

Crise no PT codoense chega à Justiça

Fonte ligada ao petista, Jacinto Junior, atual secretário municipal de Educação do Município de Codó, revelou ao blogdoacelio que ele já protocolou no Fórum desta Comarca uma ação contra outro petista da gema, Geziel da Sucam, futuro candidato a presidente do Diretório Local.

Na ação, Jacinto questiona a acusação que lhe teria sido feita pelo companheiro, em um canal de TV, de que ele teria se apropriado indevidamente (apropriação indébita) de R$ 2.080,00.

O valor corresponde às anuidades do PT no ano de 2009, quando Jacinto atuava como tesoureiro do partido.

ARMADO PARA DEFESA

A fonte garante que Jacinto tem a prova da prestação de contas e ainda guarda o exato valor do dinheiro, para o momento certo do litígio judicial. Ele também tem a gravação onde seu companheiro faz as acusações.

Pelo que informaram, Gesiel ainda não foi citado, ou seja, a juíza ainda não despachou mandando comunica-lo de que é parte ré num processo aberto contra ele (isso é ser citado).

O caso pode ter desdobramento dentro da eleição do PT que ocorrerá este mês. Uma vez citado, a Executiva Estadual Petista poderá impedir Gesiel de concorrer ao cargo pelo que foi informado ao blog.

E ainda há quem insista em dizer que o PT de Codó não está RACHADO.

Agenda de Roseana inclui lançamento de obra da ponte do Codozinho

Segundo a assessoria do governo, Roseana Sarney chegará de avião, por volta das 9h, e vai direto para o residencial Zito (Programa Minha Casa, Minha Vida) onde, além de percorrer o conjunto habitacional vai visitar pessoalmente a casa totalmente mobiliada, que será a primeira a ser sorteada.

Ao sair do residencial, Roseana e Zito Rolim vão para a praça Palmério Cantanhêde, onde participará do sorteio de mil casas.

PONTE DO CODOZINHO

Depois de participar do sorteio, vai se dirigir à Prefeitura onde, com Zito Rolim e com o secretário estadual de Infraestrutura, Max Barros, lançará a obra de construção da ponte sobre o rio Codozinho, levada pela enchente de maio de 2009.

Já estão confirmadas as presenças de Luís Fernando, secretário-chefe da Casa Civil, do secretário de Cidades e Desenvolvimento Urbano, Pedro Fernandes, do Superintendente da Caixa Econômica no Maranhão, Valdemilson Almeida Nascimento, além de Max Barros. Roseana deve voltar à São Luís no início da tarde.

As casas a serem entregues nesta quinta-feira, representam um investimento do Governo Federal da ordem de R$ 36,6 milhões

Desentendimento entre taxista e agente de trânsito vai parar na delegacia

Hélio X Walter

O taxista, cantor, radialista e compositor, Walter Silva, denunciou na tarde desta quarta-feira, 3, à imprensa, que estava sendo perseguido pelo agente de trânsito, Hélio Pereira.

Tudo começou na última segunda-feira, às 15h, próximo ao Banco do Brasil. Ele estava dentro do veículo quando o agente aproximou-se e o alertou de que seu estacionamento estava errado, pedindo em seguida a carteira e a documentação do veículo. Walter o atendeu.

“Ele chegou muito grosseiro pedindo que eu tirasse o carro, entendeu? Eu tirei, pedi a ele que eu ia demorar um pouco, não ia ficar ali, eu ia tirar o carro e ele já veio num outro tom de voz pediu o documento do veículo, a minha habilitação. Dei o documento à ele, tudo certo, tudo ok, ele me devolveu e eu sai do local”, disse Walter

DESENTENDIMENTO

Após receber sua documentação, Walter saiu e retornou ao local para perguntar ao agente de trânsito se ele tinha multado seu veículo.

“Sem nenhum grosseria. Eu disse a ele porque é o seguinte o município não pode multar ninguém nesse período agora e ele disse que não tinha multado, mas como eu voltei para tomar satisfação ele ía multa o veículo, entendeu? Que que eu disse pra ele que se ele multasse ele ia arcar com as consequências, que consequências são essas – eu vou procurar os meus direitos (…) não se trata de uma ameaça, jamais vou ameaçar alguém”, esclareceu o taxista

Walter Silva informou ao blog que desde então nunca mais deixou de ser procurado por uma viatura do DMTRANS cheia de agentes, entre os quais, Hélio Pereira. Mesmo tendo ouvido do chefe do trânsito Carrias, o que chama de ‘perseguição’ não sessou.

“De lá pra cá os guardas de trânsito não tem mais o que fazer, o tempo todo atrás de mim como se eu fosse um bandido, um matador de gente, um ladrão perigoso, eu sou um cidadão codoense, eu moro é em Codó tenho que ser respeitado e respeito as pessoas também”, disse

VERSÃO DE HÉLIO/ QUEIXA NA DELEGACIA

Hélio Pereira foi ouvido pela repórter Cléa Araújo. À ela disse que se sentiu ameaçado e, por isso, registrou queixa contra o taxista na delegacia. Segundo Hélio, Walter não teria apenas dito que ele iria arcar com as consequências se o multasse.

“Ele retirou o veículo do local, em seguida voltou a pé e perguntou se eu tinha notificado e eu disse que não. Aí ele mencionou que se eu tivesse notificado eu iria arcar com as consequências porque ele sabia onde eu morava e sabia que eu era daqui de Codó. Eu fui até a delegacia, registrei a ocorrência”, afirmou

Walter reclamou-se de ter sido abordado pela viatura da DMTRANS e sofrido constrangimento em local de trabalho. Disse que Hélio retirou dois passageiros de dentro de seu veículo, apreendeu sua carteira e a documentação do carro que usa para sobreviver.

“Tirou os passageiros de dentro do veículo, eu já tava de saída, pegou minha habilitação, documento do carro e levou, pediu que eu acompanhasse ele até o Pelotão, não acompanhei fui direto pra Secretaria conversar com o superior deles lá”, revelou irritado

Hélio Pereira disse que encontrou irregularidades no veículo, por isso fez o procedimento normal para tais casos.

“e hoje no meu serviço diário verifiquei que ele estava com seu veículo, solicitei a documentação, o veículo não estava devidamente licenciado, estava sem a placa dianteira e sem o parachoque. Foi feito todo o procedimento, as infrações foram feitas e o veículo foi encaminhado para ser tomado as devidas providências”, disse

O caso deve ir parar na Justiça porque ambos estão se sentindo lesados em seus direitos e ainda não chegaram à um entendimento.

Jacinto Junior fala sobre denúncia no Limoeiro

Jacinto Junior

Procurado pelo blogdoacelio para falar sobre a denúncia do Sindsserm na escola do Limoeiro, o secretário de educação, professor Jacinto Junior, lembrou da herança que recebeu do governo de Biné Figueiredo.

Jacinto taxou de situação caótica o que recebera de seu antecessor. O que Zito faz hoje é mudar uma triste realidade herdada.

“E volto a dizer, nós recebemos da gestão anterior uma situação extremamente caótica, não apenas na zona urbana quanto na zona rural, a depredação completa das unidades escolares. Encontramos escolas que estavam abandonadas por mais de 8 anos que foram revitalizadas”, disse

DEMORA

Depois afirmou que, apesar do ritmo imposto pelo Governo de Nossa Gente, a política de reforma é demorada.

“É necessário que nós esclareçamos que esta política de reformas é demorada e que o Zito tem dado demonstração peculiar de que tem dado atenção especial à educação de nosso município, certamente, chegará o momento daquela escola ser reformada, conforme as adequações necessárias para atender o padrão de qualidade social aos educandos desta região”, afirmou

TRANQUILIZOU

Ao final voltou a tranquilizar a comunidade escolar de Limoeiro, à 30 kms da cidade, região da Colônia, garantindo que a reforma já está no cronograma da secretaria de Infraestrutura.

”então certamente, a comunidade de Limoeiro pode ficar tranquila que está no cronograma de obras da Secretaria de Infraestrutura para ser feita a reforma que eu sei que a comunidade espera ansiosamente e vai ter seu momento para que nós possamos efetivamente materializar esta reforma”, concluiu

Sindsserm denuncia que escola do Limoeiro está desabando

Paredes rachadasTexto e fotos aqui publicadas foram enviadas pela direção do Sindsserm ao blogdoacelio, após visita à Limoeiro.Desde o início da administração de Zito Rolim, os cofres da prefeitura de Codó já receberam somente do Fundeb 40 – fonte de onde provêm os recursos para reforma e construção de escolas – R$ 42.028.460,00 (quarenta e dois milhões, vinte e oito mil, quatro centos e sessenta reais). No entanto, quando observamos a realidade de muitas das nossas escolas não conseguimos enxergar a aplicação destes recursos. Um exemplo da situação de sucateamento e abandono de muitas das unidades de ensino da rede municipal é a escola da localidade Limoeiro, na zona rural da cidade. A escola Antônio Figueiredo Salazar, onde funcionam quatro turmas, não possui condições de funcionamento, pois apresenta grandes rachaduras na sua estrutura física.Quadro Negro no chão

A visita da direção do SINDSSERM á referida escola constatou que a mesma ameaça a vida de dezenas de crianças que nela estudam, pois há risco de desabamento. A pintura da escola ainda com as cores do governo anterior denuncia que a mesma parece não ter sido recebido qualquer reparo na gestão do governo Zito. Os moradores da localidade informaram que o poder público há tempos promete fazer a reforma da escola, mas até o momento nenhuma ação foi feita. Também concordamos que os governos anteriores nada fizeram pela nossa educação, mas é inadmissível passar toda a gestão imputando a culpa pelo sucateamento de boa parte das nossas escolas aos gestores passados. As crianças nada têm a ver com isso.

Escola do Limoeiro

Será que governo não poderia destinar uma parcela dos três milhões e meio, recentemente usurpado dos professores, para a reforma da escola Antônio Figueiredo Salazar? O caso da escola do Limoeiro e de várias outras, localizadas, sobretudo, na zona rural, só pode ser o resultado de duas coisas: corrupção ou falta de planejamento na atual administração pública. Uma vez que o governo se nega a não disponibilizar sua prestação de contas para a população, a direção do SINDSSERM está inclinada a aceitar as duas hipóteses.

O mínimo que se espera de um governo planejado e transparente é a participação popular nas decisões relativas aos problemas sociais que devem ser atacados pelas políticas públicas. Temos absoluta certeza que se o poder público tivesse realizado alguma audiência pública para consultar os moradores da zona rural, eles teriam reivindicado prioridade á reforma da escola do Limoeiro. Um governo democrático e transparente discutiria e apresentaria para a população um planejamento das unidades de ensino que seriam construídas e/ou reformadas em determinado exercício financeiro. O governo Zito, ao contrário, age de forma patrimonialista, como se não devesse satisfação ao povo. Senão, vejamos: recentemente foi orientado pelo Ministério Público Estadual a construir seu Portal da Transparência. Também recentemente foi condenado a pagar multa diária de R$ 500,00 reais por não ter disponibilizado sua prestação de contas para a população (as contas públicas de 2009 até hoje também não foram apresentadas). No mês passado, o governo tentou ainda burlar a legislação ao enviar seu Projeto de LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) ao legislativo sem ter realizado o chamado Orçamento Participativo, através de audiências públicas nos bairros.

Banheiro da escola

Diante destes fatos lamentáveis, o SINDSSERM denunciará imediatamente o sucateamento da escola pública municipal Antônio Figueiredo Salazar ao Ministério Público para que este tome as providências cabíveis, como também exigirá do poder público municipal um cronograma com as unidades de ensino que serão construídas e/ou reformadas ainda este ano.

Atenciosamente,

A Direção do SINDSSERM