Vereador perdoa ‘Carimbó’ de Edmilson Filho

Em entrevista inspirada ontem (16) ao radialista, Daniel Sousa, o vereador Leonel Filho foi provocado pelo apresentador para se posicionar sobre Edmilson Filho, da TV Palmeira do Norte.

Daniel lembrou do Carimbó dançado por Pé de Queijo em alusão à uma suposta viagem que Leonel teria feito ao estado do Pará e perguntou se o reeleito queria falar algo a respeito.

Leonel foi enfático, disse que não, não tinha nada a falar sobre Edmilson, mas acabou soltando as seguintes palavras.

“Gente assim, a resposta fica com o povo. Eu acho que tem que agradecer porqeu fez uma política muito boa pra gente, mostrou aí nas urnas a votação”, disse

Depois completou.

“Eu vou te falar uma coisa, a perseguição, a maldade não vence o bem. Se você vai com maldade em cima de uma colega seu, não vence”, concluiu

CAMPEONATO CODOENSE: Em noite inspirada de Kléber Pereira Sport Jr vence Ressaca

Em jogo para 221 pagantes,  com renda de R$ 1.205,00, jogaram ontem (16) no René Bayma, Sport Junior e Ressaca. O Leão levou a melhor com Kléber Pereira, Jean Maranhense e companhia.

Para o campeão e já classificado para as semifinais SPORT  JR marcaram: Jean Maranhense, Kléber Pereira (2 gols) e Ulisses (classificação assegurada)

Para o RESSACA – Cuxinha, Tony e Lancermam. Placar final 4 X 3.

Jean Maranhense falou à equipe da rádio Eldorado AM, que fez a cobertura com Ednaldo Silva, Paulo Silva, Pedrinho Filho e Adalberto Miranda.

“É um campeonato difícil cada equipe tem só quatro jogos e graças à Deus nós fomos agraciados com estas 3 vitórias, tá de parabéns o Kléber Pereira que tá nos ajudando muito, todos os jogadores, o Ulisses que entrou, fez uma excelente estréia. Esperamos que na próxima partida a gente faz uma boa partida e quem sabe se classificar aí com 12 pontos”, disse

KLÉBER ARTILHEIRO

Com os dois gols de ontem, o atacante Kléber Pereira assumiu a liderança isolada do campeonato codoense 2012. Ele tem 4 gols já marcados.

“Graças a Deus onde eu vou sou uma pessoa querida pela humildade, pela simplicidade que eu sou, nunca quis pisar em ninguém, por isso que Deus sempre me abençoou, a mim e a minha família também, acho que temos que continuar a trabalhar (…) Jean me fez o convite, fazia tempo, fazia 17 anos que eu não vinha aqui, então a gente tem que aceitar estes convites que gosta, que guarda no coração”, contou

Próxima sexta-feira, o campeonato segue com Fabril e Juventude.

Câmara conclui votação do PNE e aprova 10% do PIB para a educação

A Câmara concluiu nesta terça-feira a votação do novo Plano Nacional de Educação (PNE – PL 8035/10), que destina 10% do Produto Interno Bruto (PIB) do País para políticas de educação. A proposta segue agora para o Senado. A conclusão da votação ocorreu com a aprovação da redação final do projeto pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. A proposta, que tramitava de forma conclusiva, foi aprovada por uma comissão especial no dia 26 de junho.

O índice de 10% vinha sendo reivindicado por deputados da oposição e parte da base aliada do governo, além de representantes de entidades da sociedade civil. Hoje, União, Estados e municípios aplicam juntos cerca de 5% do PIB na área. Na proposta original do Executivo, a previsão era de investimento de 7% do PIB em educação. O índice foi sendo ampliado gradualmente pelo relator, deputado Angelo Vanhoni (PT-PR), que chegou a sugerir a aplicação de 8% em seu último relatório.

Um acordo entre governo e oposição, no entanto, garantiu o apoio do relator aos 10%. Pelo texto aprovado, o governo se compromete a investir pelo menos 7% do PIB na área nos primeiros cinco anos de vigência do plano e 10% ao final de dez anos.

Professores
Outro destaque do novo PNE foi a antecipação da meta de equiparação do salário dos professores ao rendimento dos profissionais de escolaridade equivalente. O relatório de Vanhoni previa o cumprimento dessa meta até o final da vigência do plano. Um destaque aprovado, por sua vez, estabelece a equiparação até o final do sexto ano do PNE.

A comissão especial aprovou ainda o prazo de um ano após a sanção do PNE para a aprovação da Lei de Responsabilidade Educacional. O projeto, que já está em tramitação na Câmara (7420/06), estabelece responsabilidades de gestores públicos na melhoria da qualidade do ensino. Ambos os destaques aprovados receberam o apoio de Vanhoni.

Agência Câmara de Notícias

‘COMPANHEIRÃO” não quer saber de presidência da Câmara

Possa ser que mude depois, viu companheirão, mas seu amigo aqui não quer saber de presidência de Câmara agora não“. Com esta frase o vereador, Leonel Filho, segundo mais votado para voltar ao poder pelos próximos 4 anos na Câmara de Vereadores de Codó, encerrou as especulações sobre sua candidatura à presidência do Poder Legislativo. Tema que já está pegando fogo nos bastidores.

Disse que não seria louco de sair de uma grande batalha (que foi sua reeleição) para entrar noutra, e se mudar de ideia, eu Acélio, serei o primeiro a saber.

Apesar de chateado com o termo ‘instável’ usado no post anterior, Leonel foi simpático ao telefone, o que é de sua peculiaridade. “Não entendi, viu companheirão, aquele negócio que você escreveu, como é mesmo o nome? INSTÁVEL..isso, acho que sou o vereador de posição mais definida no Codó, nada de instável não. Fui quem mais defendeu o governo Zito”, defendeu-se Leonel.

Tá explicado ‘companheirão’, minhas desculpas pelo termo, é que as vezes eu sou muito instável. Ah! PARABÉNS pela entrevista ao radialista Daniel Sousa, hoje pela manhã, foi ótima. Amanhã os detalhes aqui no blog.

“Vale mais ter um bom nome do que muitas riquezas”, escreve pastor Max sobre assumir Secretaria

A postagem sobre Pastor Max e a Secretaria de Educação mobilizou a política que tinha dado uma trégua após a eleição. Arlindo Salazar se manifestou contrário à qualquer toque dos tentáculos poderosos de Jacinto Junior e disse que a eleição de Max  foi fruto de um projeto, muito bem trabalhado, ao longo de três anos – “da escolha certa de bons nomes”, me disse ontem, um tanto irritado com meu comentário.

A postagem também fez se manifestar o próprio vereador eleito pelo PTdoB. Suas palavras, na íntegra, podem ser lidas abaixo:

“Gostaria de acalmar nossos eleitores e a população em geral e, dizer, que em momento alguma passou pela nossa mente o desejo de ocupar outra pasta que não fosse o cargo que o povo de Codó me outorgou. O que existe são muitas especulações para confundir o nosso eleitorado.

Peço a vocês, mas uma vez, que não deixem de acreditar em nós e muito menos se deixar enganar. Se quiserem saber de alguma decisão ou informação que diz respeito ao Pastor Max, me procure que sempre estarei disposto a lhe atender. Já conversei várias vezes com o Prefeito Zito e em nenhum momento foi cogitado tal afirmação.

Na verdade eu ratifico as palavras do companheiro Arlindo Salazar e complemento dizendo que a nossa campanha foi uma prova de que o poder da amizade e das boas sementes que você planta ao longo de sua vida é maior do que o poder do dinheiro e das grandes estruturas. A nossa vitória foi uma demonstração de que a população de Codó deseja ver a boa política sendo feita com homens de bem que tenham o temor de Deus e o respeito pelo povo.

Confesso a todos que algumas vezes pensei se os nossos ideais venceriam diante de tantas falcatruas, mentiras e sujeiras.

Entretanto, o apoio dos amigos me fez continuar acreditando; o sonho e o desejo de mudança da nossa população me fez continuar sonhado e lutando.

Assim vencemos: com uma campanha modesta, com menos recursos e holofotes, mas com uma mensagem singela e verdadeira. Não precisei de grandes estruturas. Quem fala por mim é meu trabalho e minha história de vida.
Meu maior patrimônio é a confiança e o respeito dos amigos codoenses que adquiri ao longo da minha vida e da qual sempre buscarei ser digno.
Por tudo isso, considero esse propósito maior do que eu, não como um mero projeto individual, mas de um povo que deseja que a luz se estabeleça na câmara municipal e de que nossa cidade seja uma Codó com mais amor e mais oportunidades.

Quero encerrar citando Provérbios 22:1: “Vale mais ter um bom nome do que muitas riquezas”.

Abraço amigo

Pr. Max

Guarda e bombeiros resgatam corpo de lavrador que morreu limpando poço na zona rural de Codó

A Guarda Municipal recebeu um chamado do SAMU dizendo que um homem tinha caido num poço no povoado São Joaquim, a 16 km da sede do município de Codó.

Poço de 14 metros/foto GMC

Chegando lá foi constatado que o mesmo já estava morto por falta de oxigênio,  pois o poço tinha a profundidade de aproximadamente 14 metros.

A vitima era o lavrador, Francisco Ferreira Filho, de 26 anos, que morava e trabalhava numa fazenda no povoado e iria limpar o poço.

Assim a Guarda Municipal fez contato com o 5° Grupamento de Bombeiros Militar de Caxias na pessoa do Ten Malheiros. Este  logo enviou uma equipe para fazer a retirada do corpo de dentro do poço. A equipe comandada pelo Ten Furtado também composta por  cabo Lauro (bombeiro que desceu no poço) e pelo Soldado Amorim, que tiveram o auxilio da Guarda Municipal comandada pelo CMT José Fernandes, Gm Welligtton, Gm Wennder, GM Ronaldo.

Através dos equipamentos apropriados para resgate  os bombeiros e guardas conseguiram retirar o corpo do homem sem maiores problemas,  posteriomente a GM prestou todo apoio social a familia da vitima.

880 VOTOS – PSOL de Codó emite Nota de Agradecimento aos eleitores

Prof. Celso, 880 votos

O Partido Socialismo e Liberdade – PSOL – vem a público externar seu agradecimento pelos 880 votos confiados ao partido nas eleições municipais.

O PSOL agradece aos eleitores que compreenderam a necessidade de a classe trabalhadora se organizar autonomamente para disputar e assumir o poder político em nosso município.
Diante de um cenário em que a política virou negócio e as eleições tornaram-se comércio (vide as campanhas milionárias de Nagib, Zito e Biné), as candidaturas do PSOL foram as únicas que apresentaram um programa socialista e comprometido com as demandas e necessidades da população economicamente desfavorecida.
O PSOL ratifica aqui o seu compromisso de continuar presente e atuante na luta dos trabalhadores por melhores condições de vida e dignidade. A semente foi plantada e doravante a classe trabalhadora codoense possui uma ferramenta de luta social e eleitoral para enfrentar e combater os representantes da burguesia e do latifúndio em nosso município.
Na Luta Sempre!
PSOL-CODÓ

PERIGO: Casa do Fotógrafo é arrombada pela quarta vez no centro de Codó

Os lojistas da cidade de Codó continua sofrendo com os arrombamentos. Dia 13 de outubro, pela quarta vez, a Casa do Fotógrafo, na rua Afonso Pena, seria furtada.

Quarto arrombamento na Casa do Fotógrafo

De acordo com seu proprietário, o fotógrafo Nilton Messias, que faz as fotos oficiais do governo Zito Rolim, o buraco chegou a ser aberto, mas os ladrões fugiram depois que ouviram o alarme soar, medida tomada após o terceiro arrombamento.

Ao blog o fotógrafo e empresário escreveu:

“Pela quarta vez a casa do fotografo seria roubada. Depois de roubada mês passado nos botamos alarme e com isso o ladrão correu deixando o buraco. A foto mostra o tamanho do prejuízo que seria o roubo. Até quando vamos suportar isso? Nilton Messias”, questionou

O Comando da PM de Codó já nos disse uma vez que segurança interna de loja é obrigação do proprietário.

Pastor Max e a Secretaria Municipal de Educação

Pastor Max

Pastor Max (Max Tony de Oliveira Sousa) teria recusado a oferta de comandar a Secretaria Municipal de Educação. A notícia foi dada pelo jornalista Alberto Barros em seu programa matinal de rádio, muito embora sob a ênfase de que ainda não ouviu o novo vereador, apesar das tentativas.

Segundo o noticioso, Max teria recusado usando o argumento de que ‘seus irmãos o teriam eleito para ser vereador e não secretário”.

Caso assim seja, plausível foi a decisão.

Essa troca rápida de função após a eleição é, na minha opinião, um desrespeito ao eleitor. Ninguém vota em fulano ou sicrano para vê-lo, no dia seguinte, abandonar o cargo para o qual fora eleito. Voto é uma espécie de outorga, ou seja – eu estou depositando minha confiança em ti e quero ver o que você vai fazer naquele cargo.

É simples.

OS TENTÁCULOS PODEROSOS DE JACINTO

Quando o político faz este tipo de manobra, mostra que estava querendo se beneficiar por meio do poder que recebeu do povo. Quero acreditar que não seja o caso de Pastor Max, que, aliás, nem tem tal necessidade.

Se você não sabe, a secretaria de educação, por meio do secretário Jacinto Junior, esteve com Max nesta campanha. O petista, atual secretário, é um estrategista nato e, acredite, a eleição do pastor não foi apenas resultado da força de sua  igreja. Ela tem muito dos toques mágicos de Jacinto.

Em síntese, a secretaria continua com ele, a menos que Max seja uma grande decepção.

Zé Francisco condena reeleição e diz que grupo continuará unido pelo bem de Codó

Nagib e Zé Francisco continuarão juntos

O ex-candidato a vice na chapa de Francisco Nagib, o médico Zé Francisco, esteve hoje no programa Cidade Notícias, apresentado por Alberto Barros na FCFM.

Depois de agradecer a votação que a dupla obteve, o petista tratou de outros assuntos relevantes como reeleição. Firmou seu entendimento de que o ato de reconduzir um prefeito para um segundo mandato é ‘maléfico’ para o  município.

REELEIÇÃO

“Eu sempre fui contra a reeleição, a nível municipal ela é muito maléfica porque o prefeito fica muito refém dos vereadores (…) eu espero que o prefeito venha a desempenhar seu papel da melhor maneira possível, espero que todas as obras iniciadas sejam concluídas em tempo hábil”, disse

Em seguida lembrou da mais recente reeleição direta que foi a do ex-prefeito Ricardo Archer e afirmou.

“Eu não quero que Codó pare como parou na reeleição passada”, frisou.

ENFRAQUECIMENTO

Zé Francisco também falou sobre renovação política. Segundo o ex-candidato, a renovação que atingiu mais de 50% da Câmara Municipal é prova deste desejo dos codoenses por inovar. No futuro, ele e Francisco Nagib, por representarem isso, serão os únicos remanescentes de 2012 no cenário local.

“O POVO DE Codó está cansado desses velhos nomes (…) são várias pessoas que estão inovando a política de Codó e com certeza, daqui há quatro ano, novos nomes vão continuar surgindo (…) dos que disputaram este ano só vão permanecer Francisco Nagib e Zé Francisco”, destacou

VAI DÁ PRA FAZER

Lembrado  pelo apresentador de que muitos disseram que suas propostas  de campanha eram inexequíveis, o médico do PT obtemperou afirmando que todas elas são possíveis, basta vontade política.

Todo codoense quer um hospital infantil, isso é sonho? Não, isso é realidade, Caxias tem, Coroatá tem, por que Codó não tem? Nossos projetos foram os melhores, sem atacar ninguém, mostrando onde o Codó tava errado e onde ele precisava melhorar”, afirmou

O GRUPO CONTINUA

Perguntado sobre se a união do grupo PT/PR vai continuar, Zé Francisco respondeu dizendo que este foi feito não apenas com intuito de disputar uma eleição, mas de continuar unido até que o projeto de governo seja posto em prática na Prefeitura.

“Nós fizemos um grupo com ideal de ver um Codó melhor, nós vamos andar juntos para que nós possamos chegar ao poder e governar juntos com aqueles que acreditaram na gente”, concluiu