EMPREGO – 40 vagas de trabalho esperando por você

Embora o país ainda esteja enfrentando uma crise, é possível identificar que algumas áreas do segmento começam a reagir ao momento de crise e já demonstram sinais de melhora. Exemplo disso é a abertura de 40 novas oportunidades de trabalho na cidade de São Luis,capital do Maranhã, onde a Master House Manutenções e Reformas mantém uma unidade em operação.

As vagas de trabalho são para profissionais de diversos níveis e a remuneração varia entre R$ 1.215 a R$ 2.227.

As oportunidades são para o segmento da construção civil, como: eletricista, pedreiro, servente, encanador, pintor, jardineiro, gesseiro, ajudante geral, oficial de manutenção, serralheiro e encarrego de obras. Para concorrer a uma delas, é preciso ter experiência mínima comprovada de dois anos na área que o profissional se candidatar. Além da remuneração – que varia entre R$ 1.215 a R$ 2.227, dependendo do cargo –, a empresa também oferece alguns benefícios, como vale-transporte, vale-refeição e seguro de vida.

Para concorrer a uma das vagas, os interessados devem encaminhar o currículo detalhado ao departamento de Recursos Humanos da empresa pelo endereço eletrônico rh@masterhousesolucoes.com.br, informando no assunto a região de interesse para trabalhar.

Por Fernando Valensoela/Assessor de Imprensa

AGENDA: Flávio Dino vistoria e entrega obras e anuncia novos investimentos em Codó e Buriti

A população dos municípios de Codó e Buriti serão contempladas com obras do Governo do Estado nas áreas de educação, infraestrutura, assistência social e saúde. Em agenda nesta quarta-feira, 26, o governador Flávio Dino assina ordens de serviços, entrega materiais para estudantes e para famílias agricultoras, inaugura e vistoria obras nas cidades. O programa ‘Mais Asfalto’, uma das importantes ações da gestão, retoma o cronograma de ações intensificadas nos interiores.

Melhorias para a educação de Buriti com a entrega de novo prédio do Centro de Ensino Maria Luiza Novaes Viana – Anexo IV, a partir das 9h30. A unidade da rede estadual foi alvo de reforma em toda a estrutura e será entregue completamente revitalizada em solenidade na sede, povoado Novo Oriente. São seis salas de aula, secretaria, sala de professores, laboratório de informática, sala para biblioteca, entre outros espaços, e tem capacidade para atender até 650 alunos, em três turnos de funcionamento.

A construção da escola foi iniciada em 2008, mas nunca foi concluída. “O governador Flávio Dino fez os investimentos para finalmente concluir e entregar esta escola à população, mostrando o compromisso do seu governo com a qualidade do ensino para os estudantes maranhenses”, enfatizou o secretário de Estado de Educação (Seduc), Felipe Camarão.

O recurso para as obras foi da ordem de R$ 1,2 milhões. Na ocasião, serão distribuídos mais de 2,2 mil uniformes para estudantes de três escolas da rede estadual. Ainda no povoado, o governador assina ordens de serviço para início de obras do programa ‘Mais Asfalto’.

“O ‘Mais Asfalto’ foi ampliado pelo governador Flávio Dino e vai alcançar mais municípios do interior do Estado com o recapeamento e asfalto de ruas e avenidas, garantindo mobilidade urbana para a população”, informa o secretário de Estado de Infraestrutura (Sinfra), Clayton Noleto. O gestor pontua a importância do programa para o desenvolvimento das regiões. “Mobilidade é acesso e crescimento. A qualidade das vias impacta diretamente no crescimento das cidades e dos negócios e sabendo disso, o governador intensificou o programa”, reforça o titular da Sinfra. A agenda em Buriti encerra com visita a obras do ‘Mais Asfalto’, na Praça Felinto Farias, Centro, às 10h30.

EM CODÓ

Prosseguindo a agenda, em Codó, o governador Flávio Dino visita o andamento dos serviços do Parque Ambiental, às 14h. Em seguida, entrega ruas asfaltadas pelas ações do ‘Mais Asfalto’, que revitalizou vias nas proximidades do Mercado central da cidade. Flávio Dino vistoria, ainda, os serviços do Hospital Geral Municipal Dr. Marcolino Jr e da Maternidade Municipal, em solenidade na Travessa Rio de Janeiro, bairro São Francisco, às 14h40. A comunidade estudantil de sete escolas da rede estadual vai ser beneficiada com a entrega de 9,4 mil uniformes, em cerimônia na Praça São Sebastião, às 15 horas.

Ainda em Codó, as famílias produtoras rurais recebem kits do projeto ‘Quintais Produtivos’, sendo de irrigação para a Associação do Movimento Interestadual das Quebradeiras (MIQCB), contendo bomba, tubos, micro aspersores, filtro de disco, válvula de sucção, mangote, braçadeira, chave magnética; e de insumos para duas outras associações, contendo 21 ferramentas agrícolas. “Esse projeto possibilita ao agricultor familiar um importante apoio para melhorar suas culturas oferecendo estrutura para produzir o ano inteiro em área próxima à sua residência”, destaca o secretário de Estado de Agricultura Familiar (SAF), Adelmo Soares.

Na área da assistência social, um importante equipamento para famílias em vulnerabilidade vai ser todo reformado. O governador Flávio Dino assina convênio para ações de melhorias do Restaurante Popular, que terá a capacidade de atendimento ampliada passando a servir mil refeições – 400 a mais. “Os restaurantes populares são uma política essencial no conjunto de programas da pasta e estava fechado. Ou seja, um espaço importante para as populações que necessitam e que nunca havia funcionado. Agora, o governador torna possível reformar e entregar o restaurante à população”, enfatizou o secretário de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes), Neto Evangelista.

Ainda na agenda de governo em Codó assinatura de ordem de serviço para obras no Parque Ambiental; da Praça São Sebastião; e para instalação de Sistemas de Abastecimento de Água com a construção de poços nos povoados Montevidéu e Sabiazal beneficiando cerca de 303 famílias. Na ocasião, o governador entrega certificado da Lei de Incentivo para representante da empresa maranhense FC Oliveira, que produz artigos de limpeza e que tem sede em Codó.

Codó adere mais uma vez ao SELO UNICEF Município aprovado

Esta semana o prefeito de Codó, Francisco Nagib, assinou o Termo de Adesão do Selo UNICEF/Município Aprovado, edição 2017/2020. O ato aconteceu no gabinete do prefeito, onde se fizeram presentes também secretários municipais, o presidente do conselho municipal de direitos da criança e adolescente, Sebastião Celso e representes da sociedade civil organizada.

Selo Unicef 2017

Na ocasião foram apresentados os representantes do Selo em Codó, como o articulador do Selo UNICEF, Manoel Júnior e Valcy Júnior, o mobilizador de adolescentes e Jovens. Na reunião foram colocados os desafios e estratégias que o governo terá para melhorar os indicadores sociais nas áreas da saúde, educação, proteção e participação social de crianças e adolescentes no município de Codó.

Codó já foi reconhecida quatro vezes pelo Fundo das Nações Unidas como a uma das cidades que mais reduziu as desigualdades socais, garantindo direitos às crianças e adolescência. Nesta 5ª adesão, o prefeito Francisco Nagib espera avançou muito mais.

Estamos fazendo a adesão, com o objetivo de alcançarmos a aprovação pela quinta vez, pois iremos continuar trabalhando pela diminuição de indicadores negativos. Para isso existe o Selo Unicef e aqueles que formam a rede de parceiros que o desenvolve, para sempre estarmos na luta  pela diminuição da mortalidade infantil e condições de vulnerabilidade de nossas crianças e nossas jovens. E nossas vitórias virão com muito trabalho, sobretudo educativo”, disse o prefeito.

Ascom – PMC

ASSISTA: Escola ‘lascada’ do Amparo espera construção desde 2014

Desde março de 2014, quando escolas da região da Trizidela apareceram   em rede nacional por meio do programa FANTÁSTICO por causa de suas precariedades, os  pais e os 24 alunos da Nossa Senhora do Amparo mantém a esperança de vê-la de alvenaria, mas , 3 anos depois, nada mudou.

A casinha apertada de taipa cedida por um morador continua a mesma, por fora e por dentro.

Nós estivemos sentados à mesa  do que se pode chamar de uma grande professora por todo o esforço que ela precisa empreender para lecionar numa escola como a do povoado Amparo. Para você ter uma noção numa parte ela lecionar 1º, 2º e 3º ano e como se isso não bastasse ela precisa ir para outra parte da pequena escola para lecionar à mais duas turmas (tem mais dois quadros pendurados na parede de barro, talo de babaçu e cipó).  Na segunda parte estudam 4º e 5 º ano do ensino fundamental.

As crianças ainda usam o mato em vez de um  banheiro,      nem filtro de barro para beber água existe no local. Seu Adão Inácio Lima se mostrou indignado com a situação dos filhos da comunidade que leva o mesmo nome da escola (Amparo).

“Aqui não tem  nada como vocês tão vendo…CADÊ O BEBEDOURO? Bebedouro não tem, os menino vão beber nas casas…ENERGIA ELETROCA? Energia pior, como vocês tão vendo aqui…BANHEIRO? banheiro pior, eles mijam é no mato risco de uma lacraia morder as crianças e complicar mais ainda, colégio feio, nunca teve um colégio aqui, é só uma tapera”

O QUE DIZEM AS CRIANÇAS?

Os relatos das crianças continuam chocantes, como o de Ana Vitória Sousa Santos, do 4º ano.

“Porque não tem banheiro, a gente vai mijar no mato  e a gente não tem coisa pra beber água…NEM PRA BEBER NÃO TEM? Não…COMO FAZEM? Ir lá na nossas casas e beber água”

Os moradores revelaram que o novo governo pediu prazo até dezembro para melhorar a escola do Amparo. Nem todo mundo acredita mais, no entanto ainda vemos esperança.

 “Essas escola era pra ser bem organizadinha, não importava ser grande, pequenininha, mas bonitinha”, disse o lavrador Manoel Gomes da Silva

Com telha, feita de cimento, tijolo e outras coisas também, banheiro, onde beber água”, completou Ana Vitória.

A PALAVRA DO GOVERNO MUNICIPAL

A assessora técnica da Secretaria de Educação de Codó, professora Maria do Carmo Pires, informou que o município aguarda a verba de um convênio assinado com o governo do Estado para construir uma escola regional que ficará localizada no povoado  SÃO LOURENÇO, região da Trizidela.

Quando a escola de São Lourenço for construída, os alunos de Amparo (mostrados na reportagem) e os do povoado Carnaúba ( da escola São José) serão remanejados para a nova  escola contando com estrutura de transporte escolar.

Não há prazo para que isso ocorra porque o município, segundo ela, depende de um posicionamento do Estado.

RISCO TOTAL – Depois de 9 diagnósticos positivos prefeitura começa a usar fumacê contra Chikungunya em Codó

No dia 4 de julho fizemos uma reportagem mostrando o drama dos moradores das ruas Tomé de Sousa e Manoel Januário, ambas do bairro São Sebastião. Todos se reclamavam de sintomas que desconfiavam ser da febre Chikungunya.

Ao retornarmos ainda encontramos gente se lamentando, como seu Raimundo Silva.

 “ Né bom não, né b om não, dói demais o corpo da pessoa, dói de demais (…) fraqueza grande, anemia”, disse o aposentado

Os efeitos da doença são prolongados. Seu Evídio Pinheiro,  quase um mês depois do período mais crítico da doença quando passou duas semanas da UPA para o Hospital Geral Municipal (HGM) ainda fala de dor  nas articulações.

Ele ainda teme voltar a ser picado novamente pelo Aedes Aegypti, mosquito que transmite a doença.

 “fica o sintoma nas mãos, nos pés, cabeça, a junta tudo doi…O SENHOR CONTINUA SENTINDO? Ainda sinto a dor ainda nas juntas…TÁ NA HORA DE FAZER UM TRABALHO DURO CONTRA ESSE MOSQUITO AQUI NA ÁREA? Tem que ter, se não tiver vai ficar continuando adoecendo todo mundo”, respondeu o lavrador que já está acima dos 50 anos de idade.

DEU POSITIVO

Momento da chegada dos fumacês(foto de Roberval)

O número de reclamações acabou chamando a atenção das autoridades de saúde e uma das primeiras atitudes foi coletar sangue para exames em um laboratório especializado. O resultado acabou de chegar.

Das 15 amostras enviadas, 9 retornaram com diagnóstico positivo da doença Chikungunya

Por conta dos resultados a Assessoria de Endemias do município pediu socorro à regional de saúde e vai apelar  para uma medida considerada extrema, quando o assunto é combate ao Aedes, a borrifação de inseticida por meio de carros-fumacê que chegaram ontem no final da manhã.

A situação foi considerada grave porque além da confirmação da Chikungunya  no bairro São Sebastião sintomas parecidos começam a ser alvo de reclamação noutras partes da cidade.  Segundo o assessor,  José Maria Carvalho Macêdo, 3 carros farão a nebulização durante, no mínimo, 15 dias.

 “Já foi solicitado os carros-fumacê, tá vindo pra cidade de Codó pra fazer o trabalho de nebulização de 3 ciclos, de 5 em 5 dias…ISSO POR ONDE, TODA A CIDADE, VAI PRA ZONA RURAL? Vai ser feito em toda a cidade de Codó, esses três ciclos, e na zona rural vai ser feito Cajazeiras, KM 17 e  Villa Nassau”

Realizada Marcha em defesa da vida dos policiais militares de Codó

Foi realizada ontem, 24, uma caminhada pelas ruas de Codó em favor da vida dos policiais militares.

Os participantes saíram de frente da sede do 17º Batalhão. Participaram o subcomandante, major Hudson Carneiro, e outros militares a exemplo de sargento Denilson que recentemente foi atingido por uma bala de raspão na cabeça e por muito pouco não foi assassinado quando estava trabalhando na captura de um suspeito de roubo de motos.

Famíliares de policiais e estudantes completaram o quadro de participantes.

FIQUE MAIS BONITA: MODA FEMININA no aniversário Paraíba

SABE aquele look que vai te deixar ainda mais fashion? o Paraíba tem,aproveite já as ofertas. Tem blusas femininas a partir de R$ 39,00.

Shorts Jeans a partir de R$ 75,00. Sandálias a partir de R$ 45,00 e tem o sorteio de 5 carros zero km,mais R$ 500.000,00 em prêmios.

Aniversário Paraíba – é pra toda a família.

VÍDEO – Francisco Nagib destaca reforma da praça de São Sebastião e detalha visita do governador a Codó

O prefeito Francisco Nagib fez a pouco uma visita à praça Palmério Cantanhêde (também chamada de praça de São Sebastião/praça do Viveiro). Em entrevista ao blogdoacelio falou sobre a reforma que será realizada por meio de uma parceria entre a empresa FC OLIVEIRA e o governo do Estado. A empresa fará um aporte financeiro a ser descontado em benefícios  fiscais, por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, da ordem de mais de R$ 1 milhão.

A obra deve gerar cerca de 100 empregos diretos e muitos outros indiretos.

“A empresa patrocinadora desse projeto é a empresa FC Oliveira, uma empresa codoense que está se colocando à disposição de viabilizar este recurso financeiro para que o Estado do Maranhão e possa, futuramente, ser ressarcido através de incentivos fiscais. Essa lei de incentivo, o grupo FC Oliveira se colocou a disposição para desembolsar acima de R$ 1 milhão, essa praça vai ser totalmente transformada e acreditamos que num prazo de 7 meses poder entregar ela, ainda este ano. Nosso objetivo é, se possível, ainda este ano entregar à sociedade codoense”, diz o prefeito

A VISITA DE FLÁVIO DINO

Francisco Nagib também detalhou sobre como vai ser a visita, quarta-feira do governador FLÁVIO DINO. O chefe do Executivo estadual vai cumprir agenda em Codó a partir das 13h quando vai à Lagoa da Trizidela anunciar a obra do Parque Ambiental.

Depois será levado à algumas obras do governo municipal como a reforma do HGM, em andamento,  visitar ruas do MAIS ASFALTO e às 15 horas subirá num palaque montado na praça Palmério Cantanhêde para falar de sua reforma em parceria com a FC Oliveira. Possivelmente, a ExpoCodó vai ficar de fora da agenda oficial do governador como antes previa-se.

 

Coroatá e mais duas cidades têm 244 botijões de gás apreendidos pelo PROCON

Após diálogo com todos os fornecedores de gás do Estado, o Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Maranhão (Procon/MA) fiscalizou, nesta última sexta-feira (21), todas as revendedoras dos municípios de Rosário, Itapecuru-Mirim e Coroatá para combater a revenda clandestina de gás, bem como coibir preços abusivos aos consumidores.

A operação Com Todo Gás, em convênio com a Agência Nacional de Petróleo (ANP), Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, apreendeu 244 botijões do produto, por irregularidades quanto ao armazenamento, padrões de segurança inadequados e ausência de licença da ANP.

De acordo com presidente do Procon/MA e do Viva, Duarte Júnior, a venda clandestina de GLP coloca em risco não só a vida de quem está comercializando, mas de todas as pessoas que estão na área de risco. A ação é resultado de inúmeras denúncias realizadas pelos consumidores do interior do Estado. Segundo as denúncias, revendedoras de mais de 10 municípios podem estar incorrendo na prática de exigir vantagem manifestamente abusiva, que ocorre quando o fornecedor eleva o preço do produto sem justa causa. Os consumidores reclamam de preços que chegaram a atingir até R$ 70,00.

Em Rosário, os fiscais do órgão apreenderam 12 botijões no Comercial JR, na Rua Dr. Câmara Lima. Já em Itapecuru-Mirim, um dos municípios que o Procon mais recebe denúncias de consumidores quanto ao preço praticado na cidade, foram apreendidos 166 botijões na Suprigás, localizada na Rua Prof. Antonio Olívio Rodrigues, que foi totalmente interditada.

No município de Coroatá, em uma residência, situada na Rua Combate, Palmeira Torta, 11 botijões foram apreendidos. Em outra residência, na Rua Maracangalha, Centro, mais 55 botijões foram apreendidos. Totalizando 66 botijões na cidade.

“Nosso objetivo é diferenciar o bom do mau empresário, orientando os primeiros e combatendo as irregularidades praticadas pelos últimos, a fim de garantir um serviço com segurança, qualidade e preços justos em todo o Estado”, disse Duarte Júnior.

Os botijões foram encaminhados para o Depositário Fiel, uma revenda autorizada, onde permanecerão à disposição da Justiça. O proprietário da revenda clandestina tem 30 dias para se regularizar, sendo que esse prazo pode ser renovado por 2 vezes, totalizando 90 dias. Somente após regularização, o fornecedor poderá reaver os produtos apreendidos.

Em junho, o presidente do Procon/MA participou de um diálogo com os revendedores de gás do Estado, em Bacabal, quando  garantiu que iria intensificar as fiscalizações para impedir que os consumidores tivessem seus direitos violados.

“Quem é legal, não teme. Por isso, procuramos essa parceria com o Procon para dar tranqüilidade aos nossos clientes”, comentou Davi Oliveira Silva, revendedor em Coroatá, que, na época do diálogo, elogiou a iniciativa do debate. “Nós reconhecemos a importância dessas fiscalizações ao consumidor, para que ele não seja lesado, mas, também, para que acabe com a revenda clandestina, que é o que a gente espera que aconteça”, acrescentou Denílson Lobo, revendedor de Chapadinha.

FONTE: PROCON/MA, por Madson Fernandes

Governo Federal envia mais um micro-ônibus escolar para alunos codoenses

A prefeitura de Codó adquiriu mais um ônibus para reforçar sua frota de transporte escolar. Em parceira com o governo federal, por meio do Programa Caminho da Escola e do Plano de Ações Articuladas (PAR) a Secretaria Municipal de Educação foi contemplada com o novo veículo, especialmente adaptado para atender alunos da zona rural.

O prefeito Nagib conseguiu mais este bem para nossas crianças, por meio da parceria com o governo federal e o trabalho diligente e do planejamento da equipe da educação. Nossa zona rural é muito extensa e nossas crianças e jovens precisam de veículos novos, modernos, confortáveis e adaptadas ao campo”, explicou o vereador Pastor Max.

Para o prefeito Nagib, a aquisição é mais um passo para a construção de uma educação de qualidade em Codó.

Mais um registro de um grande avanço e uma grande conquista na aérea educacional de nosso município. Este ônibus irá ajudar a reforçar nossa frota, que hoje cumpre 57 rotas, levando mais conforto pra nossos estudantes, principalmente da zona rural. É o inicio de um grande desenvolvimento para nossa cidade. Nós acreditamos na mudança de nossa cidade e nosso país através de investimentos numa boa educação”.

Ascom – PMC