Zito resolverá problema sanitário de 200 famílías codoenses

Márcio Esmero

O governo Cuidando da Nossa Gente vai resolver o problema de 200 famílias no que tange à falta de saneamento básico. Isso se dará por meio da distribuição dos chamados kits sanitários, todos no bairro Codó Novo.

Em entrevista do blog do Acélio, o secretário de infraestrutura, engenheiro Márcio Esmero, explicou sobre o que compõe estes kits.

“É um programa da Prefeitura de Codó juntamente com a Fundação Nacional de Saúde onde indica a questão de melhorias sanitárias domiciliares. Cada unidade compõe-se de um banheiro, vaso sanitário, pia de lavar as mãos, chuveiro juntamente com o esgotamento sanitário que são a fossa e o sumidor, além disso esse kit é composto de uma caixa d’água de 310 litros para abastecimento desse kit sanitário”, afirmou

Os recursos da ordem de R$ 841 mil, segundo Esmero, já estão garantidos, mas para que sejam liberados o município terá que apresentar um projeto justificando a aplicação. Codó tem até o dia 30 de novembro de 2011 para apresentá-lo, prazo que o secretário garantiu que cumprirá.

“Ela já tá com a dotação orçamentária aprovada e a Funasa nos pediu o projeto técnico e nós estamos fazendo todo o trabalho de engenharia para a fiscalização da Funasa vir, aprovar os dados e aprovar a execução”, frisou Esmero

Peritoró – Secretário desmente vereador e diz que DENASUS está fiscalizando Agamenon e Pe. Josias

Prefeitura de Peritoró

O blog do Acélio conversou, por telefone, com o secretário de saúde do município de Peritoró, Josivaldo Veras. Ele explicou que a equipe do Denasus, que ora audita a prefeitura, faz sorteio para definir que município a receberá.

“É uma prática comum do Ministério que sorteia alguns municípios, já que ele não pode auditar todo mundo, ele sorteia alguns municípios pra fazer, pra que seja feito uma auditoria. Eu cheguei de Brasília, estive á conversando com o Denasus, com o chefe lá, o Adalberto, que disse – secretário não se preocupe é um trabalho de rotina”, disse informando sobre o que ocorrerá caso seja encontrada alguma irregularidade.

“O que vai ser feito depois é um Termo de Ajustamento de Conduta Sanitária, como é chamado se for constatada alguma irregularidade. Todo município a gente erra, as vezes no intuito de acertar você acaba errando”, afirmou

NADA DE VEREADOR

Josivaldo fez questão de frisar que não há dedo de vereador algum na chegada do Denasus à Peritoró, até porque, explicou, dois governos estão sendo fiscalizados – o de Agamenon (de 2009 até os dias atuais) e o de Pe. Josias ( de 2006 à 2008).

Segundo Veras, não há lógica na afirmação do vereador Constantino Santos Neves de ser o responsável pela fiscalização do Ministério, por meio de suas denúncias, porque ele jamais chamaria uma equipe para fiscalizar as ações do ex-prefeito Josias, do qual ainda é aliado político.

“Não se trata de denúncia de vereadores, eles estão me pedindo documento do que foi comprado na farmácia básica de 2006, e eu já disse – olha eu não sei o que foi comprado em 2006, nós vamos ter que justificar? Eu não tenho essa documentação. Eu falei com a ex-secretária (da gestão Pe. Josias) que disse Josivaldo eu tenho parte dessa documentação e posso até mandar, se não tiver nós vamos justificar pra eles” justificou

ENCRENCADO

O secretário municipal também revelou que Pe. Josias ficará encrencado com o Ministério da Saúde caso não apresente toda a documentação do que fez com os recursos federais entre 2006 e 2008. Pior, na opinião de Josivaldo, é que nada foi deixado e esta afirmação está respaldada pela atual administração que a registrou no Ministério Público Estadual assim que Agamenon Milhomem assumiu.

“Tá sendo auditado o Josias também que é do grupo dele, tá sendo auditado é todo mundo. Não temos documentação porque infelizmente não foi deixado pra gente, nós não encontramos e isso aqui respaldou a gente porque nós registramos no Ministério Público, quando o Agamenon recebeu a Prefeitura, nós registramos no Ministério Público que não foi encontrada nenhuma documentação aqui e o Ministério Público estava aqui, entrou junto com ele (prefeito) e viu que não tinha documentação nenhuma’, concluiu

Prefeitura de Timbiras define data de abertura da Prainha de Verão

O governo municipal de Timbiras já está preparando uma grande festa para a abertura da PRAINHA DE VERÃO, uma das maiores atrações turísticas da cidade depois que o período chuvoso se vai.

De acordo com a assessoria de comunicação da Prefeitura a abertura está marcada para o dia 24 de julho. As barracas com aquele tira-gosto caprichado e muita cerveja gelada, como requer todo bom verão com local para banho, estarão prontas e disponíveis aos visitantes a partir das 14h.

A atração musical, já contratada pela organização da Prainha de Verão ( que já foi dos Amores) será a banda codoense Piseirão do Forró. O banho, para quem ainda não conhece, acontece no rio Itapecuru e a atração só termina no mês de novembro.

Nova lei de prisões põe homem que matou dois codoenses em liberdade

Antonio Francisco Ferreira, de 37 anos, vulgo GALO, foi detido pela polícia no bar da Moça, bairro Codó Novo, na noite de terça-feira, 12, após denúncia anônima.

Com ele o delegado regional encontrou um revólver calibre 38, totalmente, municiado. Apesar de, com este caso, ele completar o segundo flagrante por porte ilegal de arma de fogo, a nova lei de prisões o deixa longe das grades. Bastará que a autoridade que preside o inquérito determine o valor de uma fiança e que Galo a pague, como explicou ao blog o regional Rômulo Vasconcelos.

“Como essa nova lei diz que todo crime até quatro anos de reclusão ou prisão simples, detenção, a autoridade policial tem que fazer o arbitramento da fiança, eu vou ter que arbitrar essa fiança de 1 a 100 salários mínimos, vou adaptar ao caso dele concreto, porque é uma questão subjetiva da autoridade policial e ele vai responder esta bronca em liberdade”, justificou

CONFESSO DE 2 MORTES

Mais curioso ainda é o fato de que quem vai responder processo por porte ilegal em liberdade é o mesmo cidadão que confessou ter assassinado, recentemente, duas pessoas no município de Codó. Negão, em frente ao Posto Alencar, e Ismaelzinho, no lixão. Este último porque teria furtado galos de briga dele.

“O negão tinha uma rixa com ele, tinha furado ele e ele encontru o negão e fez isso com o negão. Com relação á Ismaelzinho, Ismaelzinho roubou os galos de briga dele e quando ele foi cobrar o Ismaelzinho zombou da cara dele, ele aproveitou, a vítima puxou uma faca pra ele, ele sacou do revólver dele e efetuou três disparos no Ismaelzinho que veio à óbito no local”, disse o delegado

Se servir de consolo, Rômulo Vasconcelos nos garantiu que vai pedir a prisão preventiva de Antonio Francisco Ferreira. Só então, se não desaparecer de vez até a decretação da Justiça, Galo cantará num poleiro com grades de ferro.

“Mas nós vamos representar pela prisão preventiva dos dois homicídios, mas ele é réu confesso, já confessou a autoria desses dois homicídios”, garantiu Rômulo

Estudantes do anexo da Camilo Figueiredo completam 100 dias sem aula, denuncia Virgínia

Virgínia Trindade

Esta informação foi colhida numa entrevista do blog do Acélio quando da paralisação dos professores por causa da sobra do Fundeb. Na gravação, entre outras coisas, a vice-presidente do Sindsserm, professora Virgínia Trindade, denuncia que o anexo da escola Camilo Figueiredo, na Trizidela, está sem aula desde o início do ano letivo.

“Até hoje tenho conhecimento de que o anexo da escola Camilo Figueiredo está sem aula, até nesse período de junho. Então o governo diz a todo momento que nós é que estamos prejudicando e ele?”, questionou

METADE DO ANO PERDIDO

Fazendo as contas, a vice-presidente chegou a conclusão de que já são 100 dias parados, metade do que exige o Ministério da Educação para um ano letivo.

“Fevereiro, março, abril, maio, junho, final de junho, hoje são 29 de junho, cinco meses, somando 20 dias letivos por cada mês nós temos, só aí nós temos 100 dias sem aulas. Então o prefeito mostra a cada momento que não tem interesse de ajudar essas crianças a realizarem um sonho”, afirmou Virgínia

A RAZÃO

A razão constatada pelo Sindicato seria falta de professor para fazer o anexo funcionar. Ainda de acordo com a sindicalista, na zona rural de Codó outros alunos e escolas enfrentam o mesmo problema, ou seja, o ano letivo 2011 nunca começou.

“Além dessa escola nós temos conhecimento de outras escolas da zona rural que não estão funcionando por falta de professores e aí quem é que tá realmente prejudicando a população de Codó?”, perguntou fazendo alusão a acusação do governo, nos dias de embate, de que o movimento estava prejudicando os estudantes.

Reginaldo Carvalho garante que quase 200 empregos com carteira assinada serão dos codoenses

Reginaldo Carvalho

O blog do Acélio esteve, recentemente, com o empresário, Reginaldo Carvalho. Na ocasião aproveitamos para entrevistá-lo sobre seu empreendimento em Codó. Sem precisar a data, Carvalho disse que está se mobilizando para iniciar a obra, ao lado da TV Palmeira do Norte (Av. 1º de maio), o mais rápido possível.

“Já estamos nos preparando para iniciar a obra aqui na cidade, vai ser um investimento relevante aqui pra cidade onde vamos trazer melhores alimentos, melhores produtos e mais conforto para o povo de Codó em termos de supermercado, portanto estamos nos preparando e o mais rápido possível estaremos aqui montando nossa estrutura e gerando emprego a partir da construção”, disse ao blog

EMPREGO PARA CODÓ

O empresário, responsável hoje por mais de 6 mil empregos diretos no Piauí e no Maranhão, com sua rede de supermercado, garantiu que usará mão de obra local na construção do prédio. E depois, todos os empregados, atendendo ao pedido de um amigo, também serão de Codó.

Quase 200 vagas, com carteira assinada, serão abertas para manter o empreendimento funcionando, após a inauguração.

“Para o início, logo na obra, por volta de 250 operários, nós vamos estar empregando pessoas aqui da cidade e depois no funcionamento por volta de 170 funcionários nós vamos precisar para o funcionamento dessa loja”, afirmou

SHOPPING OU SUPERMERCADO?

Como surgiu um boato na cidade dando conta de que a intenção do empresário era construir um Shopping Center em nossa cidade, perguntamos a ele se a informação tinha procedência. Em resposta, a verdade que veio das palavras do arrojado empreendedor – teremos um SUPERmercado.

“Na verdade, o terreno que nós conseguimos aqui não vai dá pra fazer um shopping nem um mini-shopping, mas vai ser uma loja confortável, com bastante estacionamento, uma loja a altura do povo de Codó (…) o que há de mais avançado nós vamos ter aqui nesta cidade”, disse

Denúncia de vereador leva auditoria do Ministério da Saúde à Peritoró

Agamenon Milhomem

De acordo com informações do vereador Constantino dos Santos Neves, já está em Peritoró, desde segunda-feira, 11, uma equipe de auditores do Ministério da Saúde.

A visita, surpresa, seria resultado das denúncias do vereador, realizadas em maio deste ano, ao Ministério Público Estadual e ao Governo Federal, por meio de suas ouvidorias.

O parlamentar não soube informar quanto tempo os auditores do MS ficarão na cidade, afirmando apenas que, em pouco tempo, já teriam feito muita coisa ou descoberto.

“Tão fazendo uma verdadeira devassa nos gastos do município. Isso é fruto do nosso trabalho de denúncia”, garantiu

Entramos em contato com o assessor de comunicação da prefeitura , Clemilton Trovão, que prometeu uma posição oficial nesta quarta-feira. Trovão não confirmou a presença dos auditores no município. Segundo o assessor, nem o prefeito Agamenon está na cidade, mas prometeu averiguar.

Verônica Beleza e Ferdinando representam Codó em evento da Governo do Estado

Verônica, Pedro e Ferdinando

Aconteceu na cidade de Caxias, no auditório do hotel Alecrim, uma das oficinas de diagnóstico que acontecerão nas cinco Mesorregiões do Maranhão, que abordarão temas como: Desenvolvimento Sócio-econômico, Questão Fundiária, Necessidades Habitacionais e Desenvolvimento Institucional.

Tais atividades têm sido propostas pela Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano- SECID, comandada pelo deputado e secretário Pedro Fernandes, que tem como objetivo elaborar o Plano Estadual de Habitação de Interesse Social (PEHIS).

O PEHIS é o conjunto de propostas que incluem princípios, diretrizes, objetivos, metas par um período determinado e, instrumentos de ação e intervenção para o setor habitacional de interesse social da unidade da federação-Estado do Maranhão.

Segundo dados de 2010 apresentados, Codó apresenta um déficit de 22.000 unidades Habitacionais e ainda algumas Inadequações que precisam ser melhoradas

Os técnicos do município de Codó (Ferdinando Rocha e a Professora Verônica Beleza), que estiveram presentes nesta reunião, destacaram algumas problemáticas das 44 cidades que representam o Leste maranhense como: Inadimplência, burocratização dos processos, falta de envolvimento dos grupos sociais na política de habitação.

Eles aproveitaram a ocasião para também divulgar algumas ações de governo relacionadas á habitações e infra- estrutura. “A nossa torcida é que os índices melhorem”, encerrou Ferndinando

(…) NO VENTILADOR: Presidente diz que Figueiredo usou dinheiro público para pagar advogado

Dizendo que ainda não recebeu a prestação de contas do mês de janeiro, João de Deus Sousa Bomfim fez uma revelação que não agradou muito ao ex-presidente Figueiredo Junior, ainda em litígio judicial pelo comando da Casa.

De acordo com o atual e interino presidente, saiu da Câmara o dinheiro para pagar a defesa de Figueiredo no quente da disputa, no início do ano.

“Tem um pagamento, vereador Leonel, de R$ 8.000,00 pago ao Dr. Daniel Leite. Tem, tá aqui o documento eu posso passar aos senhores de R$ 8.000,00 pago ao advogado”, afirmou

João relembrou o discurso do colega, na época, e ironizou.

“Eu lembro, pena que o vereador Figueiredo saiu e eu queria dizer isso com ele aqui, eu lembro bem do discurso dele quando ele dizia que era nós, os golias, conta o Davi e ele era o Davi, mas nós não usamos 1 centavo de dinheiro público para pagamento de advogado”, sustentou

Outros documentos devem vir a tona, muito em breve, prometeu João.

“Com certeza esse documento vai tá lá dizendo que é um outra coisa, mas ninguém é idiota de não saber que o Dr. Daniel Leite, Advogados Associados, é advogado da parte, então esses R$ 8.000,00 sairam dos cofres da Câmara e tem mais coisa que vai ser apresentado na hora em que os documentos forem entregues”, ressaltou

Começa a funcionar hoje a LAN HOUSE CIDADÃ

Com a economia que tem feito nos recursos da Câmara, João de Deus, o presidente, já começa a investir. A partir desta terça-feira, 12, começa a funcionar a LAN HOUSE CIDADÃ.

Segundo explicou, a finalidade é, por meio de dois computadores conectados à internet, no prédio da Casa, oferecer acesso à rede mundial de computadores de forma gratuita aos alunos carentes de Codó.

“Para que os alunos dessa região ou de todo o Codó que não teem recursos para bancar uma lan house fazer pesquisa de escola podendo utilizar o computador por 1 hora. Nesse primeiro momento, vereador Zaidan, são dois computadores, então nós vamos poder atender 10 alunos por dia”, esclareceu

Fazendo as contas, a Câmara terá um custo de quase R$ 5.000,00 com a iniciativa de caráter social.

“E nós vamos permitir que o aluno imprima até 10 folhas, ou seja, 100 folhas, ou seja, eu tive também numa lan house e a impressão de uma folha colorida custa R$ 2,00. Então se fosse pagar a hora de R$ 2,00, dez alunos daria R$ 20,00 (…) Nós vamos funcionar de segunda à sexta-feira, então nós vamos ter em média mensal 22 dias que dá uma despesa de R$ 4.840,00”, afirmou mostrando as contas aos colegas de parlamento

João de Deus Sousa Bomfim deixou claro que a intenção é apenas ajudar os estudantes, jamais concorrer com qualquer lan house da cidade. Uma boa iniciativa para começar a limpar, de verdade, a ralada imagem do parlamento municipal codoense.

“A Câmara de Codó não quer e nem vai concorrer com nenhuma lan house, não é essa a intenção. A intenção é dar ao aluno que não pode pagar a lan house ter a condição de fazer a sua pesquisa escolar, imprimir seu trabalho e organizar dessa maneira”, concluiu