Entre duas vitórias e três cidades, Alberto Barros se pergunta – com quem vou ficar?

Ele sempre foi polêmico, um crítico assumido de opinião forte ao velho estilo que ele mesmo taxa de ‘sem papa na lingua’. Se você não gosta dele, é melhor desligar o rádio ou sair da frente da TV, pois ele vai conseguir te irritar.

Se você gosta, segure o controle, no mínimo, ele vai te fazer refletir sobre assuntos que estão no nosso cotidiano. Este sujeito é Alberto Barros, amado e odiado (até por mim, que me considero amigo dele).

Betinho, como é também chamado pelos mais ‘chegados’, vive uma das melhores fases de sua carreira profissional. Incansável, trabalha de sol a sol e é um dos homens que mais andam ou dirigem, de segunda a sexta-feira, no estado do Maranhão.

Todo dia ele faz o percurso Codó – Bacabal – Coroatá – Codó. São cerca de 500 kms/dia, em sua pick-up preta, para fazer programa de rádio, ao vivo, na FCFM, depois outro de TV na região do médio-mearim e no retorno para a região dos Cocais fazer um pit-stop na vizinha cidade de Coroatá, onde também é apresentador de televisão, antes de poder ver a família na princesa do Itapecuru (já no final da tarde).

OS ELEITOS O QUEREM

Apostou alto na produção de campanhas eleitorais e acabou colhendo bons resultados.

Alberto fez campanha para dois prefeitos eleitos, o de Bacabal e Tereza Murad, de Coroatá. Ambos o querem por perto a partir de 1º de janeiro, principalmente, quando as vacas começarão a ficar mais gordas,  e ele vive o dilema – com quem vou ficar?

O auto-questionamento é pertinente, já que o percurso diário que hoje enfrenta castiga qualquer ser humano, ainda mais quando já se está acima do 40, como é o caso do nosso polêmico  batalhador.

“Ainda não sei com quem vou ficar”, afirmou

Quando de nossa rápida conversa perguntei se ele estava rico com tanto trabalho. Seu peculiar sorriso antecedeu a sempre rápida resposta que lhe salta os lábios – “ainda não, mas eu to bem”, garantiu

Quem trabalha honestamente, merece. Alberto é, antes de tudo, um cara que sabe trabalhar e merece o sucesso que obteve.

FESTA – CARVALHO Mercadão está aberto. Você gostou?

Os codoenses tiveram presença marcante na inauguração do Carvalho Mercadão de Codó. Foi um dia 11 de outubro intenso, banda tocando ao vivo, farto café da manhã, lojas abertas e o fim de um grande mistério que nós, codoenses da gema, formamos ao longo da construção – como seria o Carvalho?

Estive no período da tarde com minha esposa e filha. Elas não pararam de pedir e eu tive que achar um tempo para isso, claro (quase não consegui almoçar de tanto ouví-las).

Gostei, amplo, cheio de opções e fiquei muito feliz com o nível do atendimento feito por codoenses (treinados). Ouvi diversos – boa tarde senhor, em que posso ajudar? Diferente do tradicional E AÍ QUERIDO? ou Oh! MEU AMOR que cê vai levar hoje?

Educação profissional, evoluímos (Valeu Carvalho).

A lotação que vi, até no período da tarde, fez-me crêr que os codoenses estavam precisando de algo da monta do Carvalho Mercadão.

Como nem tudo é perfeito, já ouvi pessoas dizerem que esperavam mais em tamanho. Cada um com sua opinião e devemos respeitar. Para mim ficou perfeito.

Mas e você, ficou satisfeito?

TJ do MA nega habeas corpus a acusados da morte de Décio Sá

Décio Sá

Nesta quinta-feira (11/10), em decisão unânime, a 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) negou o pedido de habeas corpus para os empresários denunciados pela morte do jornalista Décio Sá, informou o G1.

Segundo o Ministério Público Estadual, existem indícios suficientes para apontar Gláucio Alencar Pontes Carvalho e José de Alencar Miranda Carvalho como mandantes do assassinato do jornalista, morto a tiros na noite de 23 de abril deste ano, no bar Estrela do Mar, localizado na Avenida Litorânea, em São Luís (MA).
De acordo com o desembargador Raimundo Nonato de Souza, relator do processo, “a decisão que decretou a prisão preventiva dos denunciados está firmada em requisitos e pressupostos constantes do Código de Processo Penal, além de elementos concretos”. O relator concluiu que a manutenção da prisão não apresentou nenhum tipo de afronta à Constituição Federal.
De acordo com o G1, a defesa dos acusados sustentou que os dois foram presos de forma contrária à lei e que “houve falta de fundamentação no decreto de prisão preventiva, assinado pela juíza Ariane Castro Pinheiro.” Também foi alegado que “a medida não poderia ser usada pelo poder público como instrumento de punição antecipada” e que “não ficou demonstrada a necessidade da prisão”. Mediante esses fatos, os representantes dos acusados pediram a revogação do decreto, negada pelo TJ-MA.
FONTE: Portal Imprensa/Uol

Profeta do Piauí acredita que o mundo vai acabar no dia das crianças

Yala Sena/Direto de Teresina

O profeta do Piauí

O fim do mundo está previsto para as 16h desta sexta-feira, dia 12 de outubro, feriado nacional. É o que está pregando um “profeta” de Teresina (PI) que abriga mais de 100 pessoas na vila Parque Universitário, zona leste da capital piauiense. Ele orientou as pessoas a saírem do emprego, se desfazerem dos seus bens e tirar os filhos da escola. A Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente e o Conselho Tutelar acionaram a Justiça temendo “suicídio coletivo”.

Os seguidores do “profeta” se concentram em duas casas no Parque Universitário, numa das áreas mais pobres da cidade, e batizaram o local de “barca”. Hoje, véspera do feriado, os seguidores fazem orações e permanecem no local aguardando o fim do mundo.

O “profeta” Luis Pereira dos Santos, 43 anos, ex-zelador e ex-católico, diz que há quatro anos recebeu mensagem de um anjo avisando que o mundo iria acabar no dia 12 de outubro. Segundo ele, de lá pra cá, se desfez do carro, moto, bens e tem acolhido em sua residência moradores de rua, prostitutas, traficantes e criminosos.

“Recebi a mensagem de ser pastor de ovelhas perdidas. Sou advogado de Cristo. A partir de amanhã seguirão de noites de trevas, pois a besta sairá do abismo e o mundo vai se acabar”, disse Luis Santos.

No mês passado, ele foi detido pela Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescentes acusado de proibir as crianças de irem para a escola. Dos 113 seguidores do profeta, 19 são crianças.

Ele argumenta que o fim do mundo está previsto nas “escrituras” e que Jesus enviou anjos aos quatro cantos para salvar pessoas. Luis Santos disse que não teme a polícia e que até Jesus foi perseguido na terra. “As pessoas me chamam de louco, até minha mulher me abandonou, mas tenho certeza que vai ter choro e ranger de dentes e os bons vão sumir’, afirmou.

Suicídio coletivo
O temor da polícia é de que o profeta distribua algum tipo de veneno para os seguidores. Questionado, ele nega e disse que não haverá suicídio coletivo. “Eu tiro é as pessoas da morte, e como vou dar a morte para elas?”, indaga Luis Santos.

O conselheiro tutelar José Welton Melo Soares, que coordena a região leste e sudeste, informou que o profeta está respondendo por crime de abandono intelectual e aliciamento de menores. “Recebemos também denúncia de casamento entre adolescentes e estamos investigando”, disse o conselheiro.

A juíza da 1ª vara da Infância e da Adolescência, Maria Luíza de Moura Mello e Freitas, determinou nesta quinta-feira a retirada das 19 crianças e adolescentes que estão vivendo na residência do “profeta”. O pedido foi protocolado pela delegada de proteção a Criança e do Adolescente, Andrea Magalhães.

A juíza Maria Luiza disse que a busca e apreensão é para assegurar que nada aconteça com as crianças. “Recebemos informações de que o suicídio coletivo ou assassinato pode acontecer usando uma sopa que alimenta os seguidores”, disse a juíza.

Maria Luiza disse que a liminar não atinge as pessoas maiores de idade, já que elas estão lá por livre e espontânea vontade. A polícia está reunida para definir a retirada das crianças e o local onde serão encaminhadas.

Reportagem mostra como escolher o brinquedo certo para sua criança

Veja esta reportagem da TV Justiça sobre como comprar o brinquedo correto para o dia das crianças.

Por Kléber Santos – TUDO OUTRA VEZ

Enfim, as eleições acabaram. O grande palco de encenação foi desfeito, os atores interpretaram seus belíssimos papéis, fecharam-se as cortinas. Tragédia e comédia foram expostas, mas estes dois gêneros teatrais têm uma alegoria repetitiva na política. O Oscar  para prefeito já era previsto. Para vereadores, nem tanto.

É a última vez que afirmo: nossa política é degradante, e o meu pessimismo sobre ela condensa o meu caráter. A maneira que a nossa política foi explorada é digna de um prêmio framboesa de ouro, dessa forma todos ganhariam.

Escrevo isso porque é reprodutivo e aborrecido acompanhar a política e suas notícias. No final, a mesmice toma conta de tudo. Candidatos a vereadores que faziam campanhas oposicionistas, após eleitos, passam para o lado governista. Iaí, você não sabe, nobre leitor? O mensalinho codoense está criado. Sim, é dessa forma que se conduz a política. Atire a primeira pedra quem pensa o contrário!

Tudo como dantes no quartel de Abrantes. Menos mal que tenhamos pouca ou nenhuma novidade, com a sempiterna repetição do mesmo. A mediocridade da política toma conta de todos os políticos.

Sempre que leio Nietzsche (filósofo Alemão 1844-1900), admiro sua visão sobre a  ideia do “eterno retorno”: a circularidade do tempo, o acontecimento do mesmo, sua repetitividade. Tudo isso se manifesta nesse breve interregno de governo e quando as novidades vierem serão devastadoras, disso não tenhamos dúvida.

Somos um gado urbano sempre manifestando nosso temperamento de rebanho. Aceitamos com muita naturalidade esse jogo do fisiologismo conferenciando sempre a mesma coisa. Sai vereador, entra vereador e nenhuma plataforma de ideias é exposta. Não conhecemos uma só proposta, uma só defesa em benefício da cidade de Codó, mais especificamente de sua população. As nossas mazelas sociais continuam sempre postas, ou melhor, multiplicam-se.

Nunca sairemos dessa lama porque somos a célula central desse corpo. Nessas eleições observei o quanto nós deificamos os políticos e analisei o quanto isso nos faz mal. Eu sei, as pessoas possuem a liberdade de votar em quem elas querem, eu tenho a liberdade de lamentar. Assim é a democracia.

A redenção para os nossos problemas, nobre leitor, não está no âmbito social ou político, mas no moral. E nessa política de pão e circo jamais deixaremos de ser os palhaços. Nada de novo, tudo outra vez. Quem viver, verá!

 (Kleber Santos)

Francisco Nagib agradece votação e diz que não tentará cassar Zito na Justiça

Ele foi o mais jovem candidato a prefeito de Codó, por consequência o menos experiente, o que apresentou, realmente, propostas inovadoras no horário eleitoral e, ao meu ver, aquele que mais se fortaleceu nesta campanha.

Estamos falando de Francisco Nagib, 28 anos de idade e uma vida inteira pela frente para ocupar cargos políticos que vão da chefia do executivo municipal àqueles que estão disponíveis nas duas casas do Congresso Nacional. Mostrou simpatia, cresceu nas palavras, nos gestos, aprendeu, na prática, como a política acontece neste município, muitas vezes, primitivo.

Os 7.574 votos alcançados podem não representar o volume de campanha que o povo viu nas ruas, mas é a prova maior de que Nagib tem potencial e que representará a renovação tão almejada por boa parte da população, que só tem sido ‘triscada’ no campo do poder legislativo.

QUE ZITO SIGA EM PAZ

Ontem e hoje, mostrou amadurecimento e foi ao sistema de comunicação sob seu comando para, entre outras coisas, agradecer pela votação que teve. Foi um ato de respeito aos seus eleitores baseado na lógica de que ‘ele não perdeu nada’, na verdade só ganhou – literalmente, Francisco, agora, é um nome forte para ser prefeito desta cidade.

Mas o que mais chamou a atenção no depoimento de agradecimento de Nagib foi a afirmação de que deixará Zito completar seus próximos quatro anos de mandato sem tentar cassá-lo na Justiça utilizando-se do argumento de suspeita de  compra de voto.

“Que Zito faça um bom governo, nós não vamos tentar tirar um mandato que o povo deu, agora só não posso falar pelo segundo colocado (Biné Figueiredo). Quanto a mim, que Zito siga seu caminho, só espero que o meu povo não seja penalizado”, afirmou

Telefonemas na rádio apareceram após esta afirmação, sempre elogiosos à postura anunciada pelo jovem político. Sobretudo, os eleitores de Rolim adoraram as palavras de Nagib

Codó recebe seu primeiro Carvalho Mercadão

Seguindo o projeto de expansão da rede se Supermercados do Grupo Carvalho para Maranhão, será realizado hoje, 10, coquetel de inauguração do Carvalho Mercadão em Codó, Maranhão.

O coquetel receberá a imprensa, autoridades e personalidades da cidade. Amanhã, 11, será o primeiro dia de funcionamento da loja, que receberá os clientes com farto café da manhã de boas vindas.

Para essa loja, foram contratados 190 colaboradores, todos do município. Segundo a Diretora de Gente e Gestão, Paula Melo, os novos colaboradores já foram à Teresina e estagiaram na rede de Supermercados, para adquirir mais experiência.

Mesmo assim, na primeira semana após a inauguração da filial Codó, o Grupo Carvalho disponibilizará uma Equipe de Apoio que dará toda a assistência aos recém-contratados.

O Carvalho Mercadão é uma loja ampla, com mais de 3.300m² de área de vendas, totalmente climatizada. A unidade contará também com 19 lojas internas e 22 externas, de diferentes seguimentos.

Há estacionamento para exclusivo para clientes, são mais de 230 vagas para motos e carros. O Carvalho Mercadão está pronto para proporcionar conforto na hora das compras, oferecendo a qualidade que já é marca registrada do Grupo Carvalho.

PROMESSA – Zito diz que vai investir mais em saúde no seu segundo mandato

Zito na comemoração/por Nilton Messias

O prefeito Zito Rolim tem diversos desafios a superar em seu segundo mandato, mas nenhum deles, acredito, é maior que o da saúde.

Todas as pesquisas de opinião onde a pergunta – QUAL SUA MAIOR PREOCUPAÇÃO? – aparecia, a resposta era SAÚDE.

Apesar de todas as tentativas da mídia governista de provar o contrário, e devo admitir que os relatórios do HGM, por exemplo, são consistentes, o povo parece não sentir o que se ver na propaganda institucional ou nas entrevistas projetadas para mostrar este novo mundo.

Há reclamação de toda sorte.

ATENÇÃO MAIOR

O blog entrevistou Zito no dia de sua vitória e quis saber qual área de seu próximo governo terá maior atenção. Ele foi enfático.

“à saúde esta é a área que nós vamos mais nos dedicar inclusive já estamos preparando para darmos total estrutura para que possa melhorar ainda mais a saúde do nosso município”, afirmou Rolim

Em nome dos  45,35% dos votos válidos recebidos no último domingo (7) e de todo o resto que foi ou não às urnas para apoiar-lhe, assim espero que seja.

Plan lança no Brasil a campanha mundial “Por Ser Menina”

A Plan International, organização humanitária de origem inglesa que atua há mais de 70 anos na promoção dos direitos das crianças, conforme expressos na Convenção dos Direitos da Criança da ONU, lança mundialmente no dia 11 de outubro a campanha “Por Ser Menina”. O objetivo é promover o potencial das meninas de zero a 18 anos, tirando milhares delas da situação de pobreza, por meio da educação e do desenvolvimento de programas que estimulem habilidades específicas, garantam seus direitos e coloquem fim à discriminação baseada em gênero.

A campanha, com previsão de cinco anos, busca melhorar a vida de 4 milhões de meninas em todo o mundo, ao trabalhar por sua boa alimentação, saúde e educação, além de protegê-las contra a violência e abusos de todo tipo, contra a pobreza, a desigualdade e a degradação do meio ambiente. “A Plan constatou que as meninas enfrentam discriminação e barreiras únicas à sobrevivência e desenvolvimento, simplesmente por serem meninas, sendo uma das principais causas da pobreza. Porém, o investimento em meninas e adolescentes tem um efeito benéfico na redução da pobreza não só delas, mas de comunidades e países inteiros”, afirma Anette Trompeter, diretora nacional da Plan Brasil.

O lançamento da campanha coincide com a comemoração do Dia Internacional da Menina, estabelecido pelas Nações Unidas como resultado de um esforço da Plan International para dar visibilidade aos problemas que afetam globalmente a vida das meninas em países pobres e emergentes, como falta de acesso à escola, saúde e nutrição; elevada carga de trabalho doméstico; insegurança econômica; falta de oportunidades no mercado de trabalho, casamento e gravidez na adolescência, além dos casos de violência, muitas vezes dentro de casa.De acordo com Anette, a Plan acredita que a educação de qualidade é a chave para a erradicação da pobreza. “Para fazer essa mudança, são necessários pelo menos nove anos de educação de qualidade. Somente dessa forma, nossas crianças poderão se engajar ativamente na construção de um mundo mais justo e transformar a realidade social e econômica em que estão inseridas”, destaca Trompeter.

Celebração cor de rosa Para marcar o lançamento da campanha mundial Por Ser Menina (Because I am a Girl) e comemorar o Dia Internacional das Meninas, vários monumentos no mundo inteiro serão iluminados de rosa, tais como o Empire State Building (Nova York), CN Tower (Toronto), Sony Building (Berlim), Niagara Falls (Ontário, Canadá), London Eye (Londres), A Pequena Sereia (Copenhagen) e outros quatro no continente asiático. No Brasil, o Monumento às Bandeiras, próximo ao Parque do Ibirapuera, receberá iluminação rosa na virada do dia 10 para 11 de outubro. E, em São Luís (MA), a Pedra da Memória, obelisco datado de 1841, localizado à Avenida Beira-mar/Centro Histórico, sendo parte do conjunto arquitetônico da cidade Patrimônio da Humanidade, também receberá iluminação rosa na virada do dia 10 para 11.

Paralela à iluminação, a Plan espera mobilizar, via Facebook, 1 milhão de pessoas que estão dispostas a levantar a mão porque acreditam que toda menina tem direito à educação de qualidade. Para participar do apoio à campanha, basta clicar no aplicativo “Raise your Hand” na página da Plan International no Facebook:www.facebook.com/planinternational.

Plan no BrasilPresente no Brasil desde 1997, a Plan atua com programas nos estados do Maranhão, Pernambuco e Rio Grande do Norte, melhorando as condições de vida de 75 mil pessoas. Entre os eixos trabalhados pela organização estão a promoção dos direitos das crianças e adolescentes, o desenvolvimento integral de crianças de 0 a 6 anos, aprendizagens para uma vida ativa e saudável, meios de vida sustentáveis e comunidades conduzindo o seu desenvolvimento. Infância saudável (0 a 6 anos):Os programas visam desenvolver competências dos pais, cuidadores e organizações comunitárias para os cuidados necessários em relação às mulheres grávidas e crianças entre 0 e 6 anos, bem como dar assessoria aos órgãos governamentais no desenvolvimento de políticas públicas de direitos humanos. Aprendizagens para uma vida ativa e saudável (7-17 anos)Estes programas têm como objetivo aumentar  a qualidade de ensino nas escolas, em ambientes livres de violência e de discriminação, reforçando também questões sobre direitos sexuais e reprodutivos.

Emponderamento econômico de jovens e mulheresOs programas têm como objetivo apoiar adolescentes, jovens e mulheres de áreas rurais e urbanas – especialmente de comunidades quilombolas, indígenas ou que dependam de atividades de subsistência – para garantir emprego e recursos para seus negócios.

Promoção dos direitos das crianças e adolescentes contra violência e riscos de desastres.O programa desenvolve e estimula capacidades de crianças, adolescentes e líderes das comunidades na mobilização social, para que os órgãos governamentais cumpram com suas obrigações oferecendo serviços, programas e garantias de proteção integral. Também visa a prevenção da violência contra as crianças e adolescentes, além de preparar a comunidade e autoridades locais contra desastres e situações de emergência. Sobre a Plan InternationalA Plan existe desde 1937 e é uma das maiores organizações não-governamentais internacionais de desenvolvimento. Atualmente, está presente em 68 países e promove melhorias de longo prazo na vida das crianças e das comunidades.

No total, cerca de 1,5 milhão de crianças são auxiliadas pela Plan em todo o mundo. No Brasil desde 1997, a Plan realiza projetos no Maranhão, Pernambuco e Rio Grande do Norte, melhorando a vida de mais de 75 mil crianças. NOSSOS PARCEIROS NA CAMPANHAEstão apoiando a Campanha Por Ser Menina em São Luís: Shopping Rio Anil, Edifício Planta Tower, Taguatur Transportes, Grand São Luís Hotel, Cisne Branco, Tropical Shopping, Aeroporto Internacional Cunha Machado/Infraero, Terminal Rodoviário de São Luís e Shopping Monumental. Em São Paulo foi fechada parceria com o Shopping Vila Olímpia. O lançamento da Campanha também não seria possível sem a participação efetiva de vários organismos públicos: Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão, Blitz Urbana – Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania, Casa Civil do Estado do Maranhão, Polícia Militar do Maranhão, Fundação Municipal de Cultura, e Secretaria de Obras e Serviços Públicos.

Por Selma Rosa, Coordenadora de Comunicações e Relações Públicas/Plan