TSE revela que Codó é o 5º maior colégio eleitoral do MA

O número de eleitores maranhenses diminuiu 1,34% em relação às últimas eleições, segundo estatística divulgada no início da tarde desta terça-feira (29), pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Estão aptos a votar nas eleições de 5 de outubro, 4.497.336, enquanto que em 2012, este número era de 4.558.855.

A estatística maranhense é contrária à registrada no país. De acordo com o TSE, houve um aumento de 5,17% no eleitorado nacional, saindo de 135.804.433 eleitores registrados na Justiça Eleitoral em 2012, para 142.822.046.

Em relação aos estados, o Maranhão ocupa o 11º lugar, atrás São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Ceará, Pará, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Já em relação à região Nordeste, o colégio eleitoral maranhense é o quarto maior.

  • A cidade com maior número de eleitores é São Luís, com 619.682 eleitores, o que representa 13,7% do quantitativo estadual.
  • Logo depois os nove maiores colégio eleitorais são Imperatriz, com 164.503 eleitores (3,6%);
  • Caxias, 107.732 (2,39%);
  • Timon, 107.676 (2,39%);
  • Codó, 81.143 (1,85);
  • São José de Ribamar, 80.943 (1,8%);
  • Açailândia, 74.765 (1,6%);
  • Bacabal, 66.503 (1,4%),
  • Santa Inês, 57.413 (1,27%)
  • e Balsas, 55.154 (1,22%).

A capital maranhense também possui o maior número de eleitores que votarão pelo sistema biométrico, com 619.682 aptos a votar. Em São José de Ribamar esse número ficou em 80.943 eleitores; em Paço do Lumiar, 52.922; e em Barra do Corda, 48.657. As outras cidades maranhenses que utilizarão o sistema são: Benedito Leite, Cajapió, Fernando Falcão, Jenipapo dos Vieiras, Nova Iorque, Pastos Bons, Raposa, São Domingos do Azeitão, São João Batista e São Vicente Ferrer.

Faixa etária A maior parte dos eleitores maranhenses está compreendida entre 25 a 34 anos, 1.167.064 eleitores. Logo depois aparecem os eleitores entre 45 a 59 anos, exatos 872.578 eleitores. O menor quantitativo é de 16 anos, 34.208 (0,76%).

As mulheres continuam a ser a maior parte do eleitorado, 2.309.955 eleitoras (51,3%) aptas a votar. Já os homens são 2.185.201 eleitores (48,5%). Segundo o TSE, 75% dos eleitores maranhenses são solteiro, enquanto que apenas 23,1%, casados.

G1 Maranhão

Caxienses se mobilizam nas redes sociais para protestar contra governo e vereadores

Por blog do Sabá

Um ano após o movimento “Vem Pra Rua Caxias”, novamente os caxienses se mobilizam para outro evento com vistas a protestarem contra o descaso da atual administração da cidade.

Sem uma liderança definida, o movimento surgiu da insatisfação coletiva dos internautas que reclamam diariamente contra a situação das ruas, dos hospitais, do lixo nas ruas e dos baixos salários pagos pela administração municipal.
Embora tenha o atual governo como principal foco de reclamações, o movimento visa também que os 19 vereadores sejam cobrados e que exerçam o papel para o qual foram eleitos.
Na pauta de reivindicações tem de tudo, desde a melhoria na saúde pública, criação de perspectivas de empregos, combate a violência e a criminalidade, melhoria no setor educacional, além de agilizar melhorias na área de infraestrutura das ruas da cidade.
Com a articulação sido iniciada no sábado, já na segunda-feira, 28, era o assunto mais comentado na blogosfera caxiense.
Mesmo sido inspirado no evento realizado no ano passado na cidade, este, marcado para o dia 11 de agosto, tem alvos definidos para receberem as críticas e as cobranças, haja vista que o anterior era genérico e não tinha uma pauta definida.
Um movimento semelhante foi realizado neste mês no município de Santa Inês, onde a população foi às ruas protestar contra os desmandos da administração do prefeito Ribamar Alves, do mesmo partido do prefeito de Caxias, o PSB.
O blog estará atento e irá informar sobre os leitores sobre os rumos do movimento.

TV Mirante iniciará cobertura da agenda dos candidatos segunda-feira

Começa na próxima segunda-feira (4) a cobertura da agenda dos candidatos ao governo do estado nas eleições de 2014. Diariamente, serão exibidas imagens das ações de três candidatos. Os outros três terão os compromissos do dia exibidos em gerador de caracteres. A ordem foi definida em sorteio. As informações sobre a cobertura do período eleitoral foram apresentadas durante reunião realizada na manhã desta quarta-feira (30), entre a direção de jornalismo da TV Mirante e representantes dos candidatos.

Reunião da TV Mirante

Reunião da TV Mirante

Conforme a ordem de sorteio, serão divulgadas no primeiro dia as agendas de Flávio Dino (PCdoB, coligação “Todos pelo Maranhão”), Josivaldo Correa (PCB) e Saulo Arcangeli (PSTU). Já no segundo dia, serão divulgadas as agendas de Lobão Filho (PMDB, coligação “Pra frente Maranhão”), Luís Pedrosa (Psol) e José Luís Lago (PPL). Assim seguirá até o fim da cobertura.

Além da agenda dos concorrentes ao governo do estado, a emisssora vai realizar duas rodadas de entrevistas temáticas, ao vivo, no JMTV 1ª edição, que vai ao ar a partir do meio-dia, e JMTV 2ª edição, a partir das 19h15. A primeira rodada acontecerá no JMTV 2ª edição, a partir do dia 18 de agosto, com o candidato Lobão Filho. Em seguida serão entrevistados Luís Pedrosa (dia 19); Saulo Arcangeli (dia 20); Josivaldo Correa (dia 21); Flávio Dino (dia 22); e Zé Luís Lago (dia 25). Todos terão o mesmo tempo, que, será definido para adequação à grade de programação da TV Globo.

A rodada de entrevistas do JMTV 1ª edição começa dia 15 de setembro, com Saulo Arcangeli, seguido por Flávio Dino, Luís Pedrosa, Josivaldo Correa, Lobão Filho e José Luís Lago. O candidato que se sentir ofendido terá direito de resposta concedido no mesmo telejornal no dia seguinte, com o tempo de um minuto. O candidato que faltar não terá compensação.

Conforme estabelecido durante a reunião, os áudios e imagens das entrevistas não poderão ser utilizados em programas eleitorais, tampouco em outros telejornais da emissora.

Debate O debate entre os candidatos está previsto para ocorrer no dia 30 de setembro, e será transmitido ao vivo pela TV Mirante e G1 Maranhão.
No rádio, começa a partir do dia 11 de agosto uma rodada de entrevistas no programa Ponto Final, apresentado pelo jornalista e radialista Roberto Fernandes. As entrevistas, que terão tema livre e serão transmitidas ao vivo, serão realizadas de segunda-feira a sábado, com duração de 1h30. Todas serão transmitidas pelas 37 emissoras que compõem a Rede Mirante Sat de Rádio. A transmissão simultânea ocorre, ainda, pela internet, em áudio pelo site da rádio e em áudio e vídeo pelo Imirante.com.

Cinco jornalistas da rádio, jornal O Estado do Maranhão e portais Imirante.com e G1 Maranhão participarão das entrevistas. A ordem foi definida a partir de sorteio, e ficou da seguinte forma: Josivaldo Correa, Lobão Filho, José Luís Lago, Luís Pedrosa, Saulo Arcangeli e Flávio Dino.

No dia 22 de setembro começa a segunda rodada de entrevistas, que seguirá a seguinte ordem: Flávio Dino, Luís Pedrosa, Lobão Filho, Josivaldo Correa, José Luís Lago e, encerrando a segunda rodada, Saulo Arcangeli.

Estão programadas, pelo menos, outras duas reuniões com os representantes dos candidatos durante o primeiro turno. Os pontos de discussão da reunião farão parte de um documento, assinado por todos os representantes, que será protocolado nesta tarde, no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA).

G1 Maranhão

Prefeito FABRÍZIO afirma que Timbiras está uma maravilha e se diz perseguido

Em vídeo divulgado pelo site oitimba.com o prefeito Fabrízio do Foto aparece, em recepção à  Glaubert Cutrim, candidato a estadual, dizendo que Timbiras tem a melhor saúde da região, que trocou todas as carteiras escolares e que os professores são bem pagos.

Quando vira-se para a oposição, referindo-se diretamente aos vereadores, disse que está sendo perseguido.

“Hoje nós estamos sendo perseguidos, já 3 CPIs foram instaladas (…) simplesmente não encontraram nada, gente, tá lá pra quem quiser ver, tiveram 3 meses investigando a folha de pagamento, que encontraram? nada, nada, nada”, afirmou. ASSISTA AO VÍDEO

IHGC realizará I Sarau na Estação nesta quinta-feira

Amanhã acontece o I SARAU NA ESTAÇÃO. A realização será do Instituto Histórico e Geográfico do Codó que vai reunir, no Calçadão Cultural Maria Conceição dos Santos, artistas e escritores da terra.

Constam da programação:

  • Banda Euterpe, a partir das 16h30
  • Coral do Manah
  • ORQUESTRA Filarmônica FC, às 18h30
  • Dança do Coco (às 20h)
  • Valdimir, com show de MPB voz e violão
  • Quadrilha Pega-pega, às 21h20
  • GRUPO Afro Vermelho, às 21h35
  • Bumba-boi ESTRELA Codoense
  • Tambor de CRIOULA “Ribinha Muniz” às 22h45

Escritores como João BATISTA Machado, Maria Ireny Corrêa, Totonho Araújo (poeta), Herfeson Pessoa, Maria Judith Salazar e Melisia Abreu já foram convidados para abrilhantarem o Sarau.

A presidência do IHGdoCodó explicou os objetivos do evento no folder entregue aos convidados, entre os quais constam – promover uma integração saudável entre comunidade, estudantes, professores e acadêmicos, além de estimular a manutenção da cultura e tradição do nosso povo.

César Pires quer regularização da profissão de INFORMATA

O deputado César Pires (DEM) protocolou indicação na Assembleia Legislativa, pedindo que a Bancada Maranhense na Câmara dos Deputados adote providências para aprovar o projeto de Lei nº 5.487/2013, que dispõe sobre a regulamentação do exercício da profissão de Informata no Brasil.

César Pires

César Pires

O projeto de lei, de autoria do deputado federal Antônio Carlos Mendes Thame, engloba todos os profissionais de informática do País e está em tramitação nas técnicas comissões da Câmara dos Deputados, em Brasília (DF). A expectativa é que a matéria entre em pauta no dia 4 de agosto, depois do recesso parlamentar.

Na indicação, César Pires esclarece que o projeto de lei é fruto das sugestões apresentadas por centenas de profissionais de informática em todo o Brasil, que desejam promover a valorização do Informata, por meio da regulamentação de sua profissão.

Para o parlamentar, a atividade dos informatas tem presença marcante em inúmeros setores cruciais da economia interna e mundial, como nas telecomunicações, no mercado financeiro, no setor de energia, nas lojas virtuais e nos sites de compras coletivas.

O parlamentar entende que os informatas são sobretudo no desenvolvimento, execução e acompanhamento da implantação de soluções de tecnologia de informação em todo o país, medidas indispensáveis no mundo moderno.

LEGISLAÇÃO E REALIDADE

O projeto de lei pretende compatibilizar a legislação com a realidade tecnológica em que vivemos, na qual o usuário do computador pode desenvolver seus próprios programas e se conectar com o mundo, com todas as implicações daí decorrentes.

Na avaliação de César Pires, a regulamentação do exercício da profissão é fundamental para fomentar o reconhecimento da informática no Brasil, incentivar a educação formal no setor e alavancar o crescimento econômico com profissionais de qualidade.

Caso de criança ‘amigada’ com adolescente violento choca codoenses

O caso foi levado ao conhecimento da população codoense  por meio do repórter Sombra, da TV Codó. Uma mãe, moradora do bairro Nova Jerusalém, foi à delegacia regional denunciar que seu ex-genro, um adolescente de apenas 17 anos, inconformado com a separação, estava batendo na sua filha.

Menina de 12 anos viveu conjugalmente com um de 17 anos

Menina de 12 anos viveu conjugalmente com um de 17 anos

O inusitado na cena, já que a violência contra mulher tornou-se quase corriqueira apesar de aberrante e ilegal, é que a filha da denunciante, que estava ao seu lado na entrevista, tinha apenas 12 anos de idade, ou seja, ainda uma criança, e já havia morado , como se marido e mulher fossem, com o adolescente denunciado.

“Eu dou conselho pra ela, ela não quer me ouvir (…)Ele ameaça é ela e bate nela depois de largado agora, separado. Tão separado, ele quer até me bater também”, revelou

MENINA CONFESSA

Tanto a mãe, quanto a filha afirmou que o jovem agressivo é usuário de maconha. As duas foram pedir a ajuda da polícia para verem-se livres da violência que está incomodando-as.

Na entrevista a criança confessou as agressões e disse que não queria mais morar com seu ex-companheiro violento.

“Eu tenho 12 (anos)…JÁ É CASADA? Não sou casada não…ENROLADA? sim, enrolada… E ESSE RAPAZ JÁ TE BATEU QUANTAS VEZES? Um bocado de vezes…ESSE RAPAZ, ELE USA DROGA? usa…QUAL TIPO DE DROGA? Maconha..QUE MAIS? Maconha, só maconha”, respondeu a menina.

 

EDUCAÇÃO – Faltam livros na Codó onde mais de 38% da população não sabem ler, nem escrever

A cidade tem a biblioteca Central Fernando de Carvalho e a Farol do Saber, ambas públicas, mas quem já precisou delas reclama da desatualização do acervo.

 “Sempre quando chega é os mesmos livros, não renovam de jeito nenhum, a gente pede que renovem alguns, outros livros, novidade, a maioria dos jovens quer é novidade, quer ler, quer ver novidades”, reclamou o estudante Mailson Reis

 “VOCÊ ACHA QUE TINHA QUE RENOVAR TODO ANO? “Acho que todo ano, todo mês também tinha que colocar computador”, responde Eliene Castro

 CIDADE SEM LIVROS

 Acesso à compra de livros em Codó é coisa difícil. Historicamente, e já são 118 anos de emancipação política, somos uma cidade sem livraria, nem banca de revistas existe na atualidade. Só muito recentemente  um supermercado, que nunca mais renovou o estoque, e uma loja passaram a expor alguns livros, só isso.

Esta realidade dificulta a vida de quem precisa ler para aprender e a de quem deseja apenas se divertir, entretendo-se com uma boa história.

Por isso quando a venda de livros usados chega à cidade, o que não ocorre com tanta frequência, sempre tem alguém procurando alguma coisa e são os estudantes os mais interessados.

 Encontramos Valdirene da Conceição, uma estudante de enfermagem, que  enfrentou, dias antes da entrevista,   o drama que é  viver longe do acesso aos livros.

 “Quando quer um livro não tem onde comprar, a pessoa tem que viajar pra fora pra comprar livros…ATÉ PARA ESTUDANTE É COMPLICADO? É complicado, pra fazer uma prova agora de enfermagem eu tive que ir em São Luís comprar os livros”, revelou com ar de indignação

 DESATUALIZADOS, MAS FAZER O QUÊ?

Sabendo da carência os vendedores de usados trazem um pouco de tudo Direito, Enfermagem, História, literatura de outros gêneros.Nem são tão atualizados assim, mas a chance de poder ter o que ajuda disponível em casa sempre leva Gilberto Sousa, estudante de Pedagogia, à banca montada no centro da cidade.

 “A gente se planeja através do conhecimento que a gente já tem, mas precisamos de livros para podermos continuar…COMO É QUE É VIVER NUMA CIDADE SEM LIVRARIAS? É muito difícil, muito difícil”, respondeu

 OS ANALFABETOS

A CODÓ sem livros tem números relacionados bem preocupantes. Acima de 15 anos de idade, segundo o IBGE,  são mais de 38% de habitantes analfabetos.

Para esta camada da população o interesse por livros é zero, mas  o restante que, pelo menos vai ou foi à escola, tem sido  desestimulado a desenvolver o hábito da leitura por um obstáculo que até mesmo a vendedora, que vem de Teresina, Piauí,  reconhece – já deveria ter deixado de existir.

  “Era  uma boa coisa que tá necessitando em Codó, O povo de CODÓ precisa estudar mais e precisa ter o livro, ninguém estuda sem o livro, ninguém viaja sem bagagem e  a bagagem é o livro para quem quer estudar”, argumentou filosofando

Depois de 11 anos sábado começa a EXPOCODÓ

Empresários garantem local para grandes negócios

Empresários garantem local para grandes negócios

A última exposição agropecuária realizada no parque Walter Zaidan ocorreu em 2003. Clélio Guerra presidia a Associação dos Criadores, a organizadora, na época. Esteve a frente de 7 exposições e tem boas lembranças daquele tempo.

 “Realizamos evento de rodeiro, julgamento de Nelore no ranking nacional, ranqueamos ela no nacional de Nelore, concurso leiteiro, grandes festas que foram realizadas aqui na época”, destacou o ex-presidente da ACRIVI.

 Depois disso o evento parou e o parque ficou abandonado. Este ano a Associação dos Criadores do Vale do Itapecuru – ACRIVI – resolveu trazer de volta a chamada EXPOCODÓ, começando tudo do zero. Só na recuperação do parque já foram investidos algo em torno de R$ 170.000,00.

Homens continuam trabalhando o dia inteiro na área limpando e recuperando tudo. Barracas estão  construídas, um parque de diversão já está instalado aguardando a abertura e  o local onde ficarão os animais  também já está pronto.

O presidente, Iêdo Barros,  afirma que muitos criadores já confirmaram presença.

 “Estamos confirmados com criadores de Pernambuco (…) temos um pessoal de Coroatá confirmado, pessoal de Bacabal fora os criadores aqui da nossa região, então a nossa previsão é uma previsão muito boa sobre este evento”, disse

FILANTROPIA

Entidades filantrópicas como a Pestalozzi e  e trabalhadores da agricultura familiar  de São Benedito dos Colocados e Projeto de Assentamento CIT Novo Horizonte terão espaço gratuito no evento que será realizado entre 2 e 10 de agosto.

Outra grande atração ficará por conta da música. Um bom número de shows  também já está definido.

 “São 17 bandas, são 11 bandas locais e mais 6 bandas a nível nacional, então, assim, é muita festa, muito show não vai deixar a desejar. De forró a sertanejo universitário, de pop rock a pagode nós vamos ter todos os estilos aqui dentro”, garantiu Totonho Araújo

O retorno da Expocodó já conta com o interesse dos investidores. Várias empresas têm visitado o ambiente para garantir um lugar de exposição. Encontramos por exemplo com a direção da Mercedes Bens, de São Luís. Ao blog falou o ferente Vicente Férrer, sobre sua expectativa.

 “A nossa expectativa é boa, a gente já tem informações de que outros eventos que já fizeram em Codó dessa magnitude sempre deu bons movimentos, surgiram bons negócios e a nossa expectativa é essa de tá junto com os clientes e os amigos”, disse

Dia 4 de agosto começam as inscrições para regional de Beach Soccer em Codó

Está chegando o dia de início das inscrições  para a a etapa regional do Campeonato Maranhense de Beach Soccer que será realizada aqui em Codó entre os dias  18 e 22 de agosto.  De acordo com o presidente da Federação no Estado, Eurico Pacífico, até 21 equipes poderão participar.

Eurico e Argemiro visitam arena de Beach Soccer

Eurico e Argemiro visitam arena de Beach Soccer

A partir do dia 4 de agosto as equipes já poderão se inscrever no prédio da Secretaria de ESPORTES de Codó – no Ginásio Deolindo Rodrigues – e não haverá cobrança em dinheiro.

“As equipes para que elas possam se inscrever, elas terão que fazer a doação de 15 quilos de alimentos não-perecíveis.  A totalidade dos alimentos arrecadados serão doados para entidades filantrópicas da cidade de Codó, NÓS TEREMOS, no máximo, 21 equipes para participarem dessa competição que eu tenho certeza será um sucesso”, explicou Pacífico quando de sua passagem por Codó para acertar a realização com o secretário municipal Argemiro Filho.