Blog do Acélio | O blog do Acélio Trindade Codó MA | Page 20

Jonas Filho e Daniel Sousa gravam série de vídeos criticando administração de Francisco Nagib

Ontem o jornalista Jonas Filho, agora radicado na cidade de Caxias, esteve em Codó onde almoçou na companhia do radialista Daniel Sousa, da rádio Eldorado AM.

Jonas Filho e Daniel Sousa após almoço no FJM Hotel

Depois os dois saíram fazendo um tour pela cidade gravando vídeos de problemas que eles foram encontrando. Foi publicado um feito no bairro São Francisco onde Jonas mostra problemas de infraestrutura na frente de uma Academia Pública de Saúde (final da rua 20 de janeiro).

Um outro foi produzido em frente ao Centro de Educação Infantil Maria Luíza Araújo Silva, na Trizidela. O teor do dois é ácido e carregado de críticas à administração Mais Avanço, Mais Conquistas.

“Aqui é um centro de educação, aqui, oh, aqui deve ser um centro de lamão, não é? então as pessoas veem buscar educação se deparam com isso aqui, aliás isso aqui está uma verdadeira esculhambação”, diz no vídeo

Com 11 pessoas infectadas agentes de endemias intensificam recolhimento de cães com Calazar em Codó

Os agentes de endemias estão indo à casa de pessoas cujos animais já passaram por testes de Calazar e receberam diagnóstico positivo da doença. Só ontem pela manhã, numa  casa da rua da Paz,  bairro São Raimundo, na Trizidela,  três cachorros foram recolhidos com ferimentos por todo o corpo e já bem debilitados.

 Quando o serviço de saúde passa nas casas o destino dos animais já está definido – é o sacrifício, trabalho que hoje é acompanhado por uma ONG que a mais ou menos 1 ano e meio atua em defesa dos animais aqui em Codó.

Marilene Ferreira  Araújo, representante,  nos explicou porque a ONG 4 PATAS resolveu supervisionar o serviço dos agentes de endemias.

 “Até mesmo pra ver como será feita esta eutanásia e se foi feito o exame, se tiver sido feito o exame do Calazar e a família não querendo o animal  PORQUE tratamento tem (…) e  a gente vai ver o procedimento que vai ser feito, tem que ter a dignidade ao morrer o animal porque é vida, ele sente dor, ele sente fome, ele tem sede e nosso trabalho S.O.S 4 Patos é em benefício dos animais”, explicou

Por força de uma legislação o trabalho também é acompanhado pelo médico veterinário Solon da Nóbrega.

 “O Conselho Regional de Medicina Veterinária ele determina através de uma resolução que é obrigatória a presença de um médico veterinário para fazer a supervisão da eutanásia para que o animal não venha a ser acometido da morte com grandes dores ou sofrimento”

O recolhimento foi intensificado porque a doença tem atingido pessoas. Só no primeiro semestre 11 codoenses foram diagnosticados com Calazar.

 “E este serviço  é muito bom  que seja dado continuidade porque em Codó a gente tem conseguido detectar muitos casos de Calazar Canina e isso a gente vem fazendo eutanásias e acompanhando de perto para que a gente possa diminuir essa incidência”

Projeto Mutirão Prefeitura No Meu Bairro chega à Trizidela

O Projeto Mutirão Prefeitura no Meu Bairro chega agora ao bairro São Vicente Palloti, na região da Trizidela. Na manhã desta quarta-feira (25) os moradores fizeram questão de acompanhar todo trabalho realizado pela Secretária de Desenvolvimento Urbano e Rural, que inicia as benfeitorias com a capina das ruas, limpeza, terraplanagem, empiçarramento, dentre outros serviços, como de iluminação pública.

É um projeto muito bem vindo, criado pelo prefeito Francisco Nagib e que irá percorrer todos os bairros de nossa cidade. É uma operação múltipla, que contempla serviços variados de melhorias para as comunidades. Agora estamos aqui na Trizidela atendendo todas as demandas dos moradores e o prefeito faz questão e supervisionar todo o trabalho”, disse o Secretário de Desenvolvimento Urbano e Rural, Roberto Albuquerque.

Com as obras em plena execução, a Rua Santa Rosa foi uma das primeiras a receber melhorias. Os moradores agradecem o resultado das obras, que deixam as vias melhores e mais trafegáveis. “Estamos felizes com as melhorias por aqui. Estão realmente fazendo tudo. regularizando as ruas de piçarra, fazendo limpeza e capina das ruas, trocando a iluminação pública, serviços de tapa buracos. Tudo para deixar nosso bairro mais organizado, trafegável e bonito. Obrigado prefeito”, agradeceu um morador.

O prefeito Nagib esteve acompanhando as obras, conversando com os moradores e vistoriando outras ações em construção, em parceria com os governos estadual e federal, a exemplo, da construção da CAPS, de uma creche pró-infância e de uma unidade do projeto Escola em Tempo Integral.

Além dos serviços básicos de infraestrutura, a prefeitura também vai pavimentar algumas ruas, como a Avenida Pantanal.

Continuamos trabalhando muito e em várias frentes. E o Projeto Mutirão Prefeitura no Meu Bairro irá atender as demandas de todos os nossos bairros, beneficiando milhares de codoenses. Também aproveitamos para visitar importantes obras, que em parceria com o governo do estado e federal serão entregues a nossa população”, explicou o prefeito Nagib.

Ascom – PMC

Acordo proposto pelo TSE a partidos visa reduzir disseminação de notícias falsas nas eleições

Dos trinta e cinco partidos existentes no Brasil, trinta assinaram o termo de compromisso proposto pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra a propagação das notícias falsas durante as campanhas eleitorais deste ano. Conhecidas pelo termo em inglês fake news, esse fenômeno envolve a distorção de fatos, a desinformação, a informação incompleta e enviesada e as mentiras descaradas.

Ainda há tempo hábil para que os partidos que ainda não assinaram o termo de compromisso contra as fake news o façam, pois o TSE não estabeleceu um prazo limite.

O PCdoB foi um dos partidos que se comprometeram a lutar contra as fake News. Para o líder do partido, deputado Orlando Silva (SP), notícias falsas significam risco para a democracia tanto em eleições locais quanto nacionais.

“Porque sempre que você manipular a opinião pública e adulterar a formação da opinião de um cidadão está ferindo a democracia. Por isso que creio que é muito importante o acordo e a discussão de uma legislação mais dura pra combater as notícias falsas.”

O deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS), cujo partido também assinou o compromisso do TSE, apresentou projeto de lei para incluir a punição às fake news no Código Penal. Ele diz, por trás da prática, “está o cidadão covarde, que não tem coragem de dizer o que pensa, não sustenta o que diz. Ele se esconde no obscurantismo das publicações falsas para depreciar, denegrir a imagem das pessoas”, afirma.

Líder do DEM, partido que também assinou o termo de compromisso, o deputado Rodrigo Garcia (SP), diz que, além do monitoramento da internet, é preciso que o cidadão não acredite em tudo que vê, cheque as informações e a fonte. Os partidos políticos e os próximos candidatos, acrescenta, também devem atuar para combater a prática.

“Muitas vezes, você está disputando eleições, pedindo voto, o eleitor te faz um questionamento. Muitos desses questionamentos, já na última eleição, em 2014, eram baseados em notícias falsas. Então, cabe a você explicar, com toda a tranquilidade, mostrando que aquilo não era verdadeiro. Isso deve crescer nessas eleições”, avalia.

Danos
Na prática, os danos causados pelas fake news podem ser devastadores, como conta o líder do Psol, deputado Chico Alencar (RJ) mais um partido a assinar o compromisso contra as fake news. “Vivemos uma experiência dolorosíssima, em termos de fake news, em março deste ano, após a execução bárbara de Marielle Franco, nossa vereadora no Rio, e seu motorista Anderson Gomes. No dia seguinte começaram a caluniá-la. Nós reagimos de maneira veemente, inclusive buscando a Justiça. Isso diminuiu”, afirma.

Segundo o deputado, ainda hoje a família de Marielle ouve ilações e comentários cruéis e abomináveis. “Há uma questão que é da cultura brasileira, hoje em dia muito apequenada, muito eivada de ódio, de preconceitos. Isso vai levar tempo para ser superar, mas a gente tem que começar, por isso mesmo, desde já”.

Partidos
Assinaram o acordo até o momento, segundo o TSE: PTB; PDT; DEM; PCdoB; PCB; PSB; PODE; PSDB; PSC; PRP; PV; PPS; AVANTE; DC; PPL; PP; MDB; PHS; PSL; PRB; PSOL; PR; PSD; PRTB; PATRI; PROS; PMN; SD; NOVO; e REDE.

Reportagem – Newton Araújo

Apostador do Maranhão acerta MEGA SENA e ganha R$ 73 milhões

Um único apostador, de São Luis do Maranhão, acertou as seis dezenas do concurso 2.062 da Mega-Sena, realizado na noite desta quarta-feira (23) em Pouso Redondo (SC). O prêmio foi de R$ 73.450.153,75.

Veja as dezenas sorteadas: 08 – 10 – 15 – 23 – 25 – 34.

A quina teve 192 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 27.128,74. A quadra teve 13804 apostas premiadas; cada uma ganhará R$ 539,04.

O sorteio do concurso 2.063 da Mega-Sena será no sábado (28). O prêmio é estimado em R$ 3 milhões.

FONTE: G1

Projeto inovador da Defensoria Pública em favor da população LGBT é aprovado pelo governo federal

A Defensoria Pública do Estado (DPE/MA) deu um importante passo na luta pelo fortalecimento e ampliação das ações desenvolvidas pelo Núcleo de Defesa da Mulher e da População LGBT, com o apoio do Núcleo Psicossocial da DPE. É que a instituição conseguiu aprovar, no Ministério dos Direitos Humanos, o projeto “Respeitar a Diferença é Viver sem Violência”. Com isso, a DPE/MA contará com recursos financeiros para formar uma equipe multidisciplinar com o objetivo de atender demandas relacionadas ao enfrentamento da discriminação e da violência de gênero.

De acordo com o planejamento, as atividades, que durarão 12 meses, serão executadas por defensores públicos, assistentes sociais e psicólogos. Dentre as ações, estão previstas visitas institucionais, palestras, sessões de estudos, capacitações, acompanhamentos, levantamento de instituições que trabalham na defesa e proteção do segmento LGBT, na capital e no interior do estado.

Dados – Pesquisas realizadas pelo Grupo Gay da Bahia (GBB) identificaram em 2017 um aumento de 30% no número de assassinatos de LGBT’s, em comparação aos dados apresentados em 2016. O Relatório Mundial da Transgender Europe ratifica essa estatística. Segundo a ONG internacional, dos 325 homicídios de transgêneros registrados em 71 países nos anos de 2016 e 2017, 171 (52%) ocorreram no Brasil.

O levantamento apresenta ainda, outras informações relevantes, como a constatação de que as causas da morte quando não geradas diretamente pela violência, acontecem em decorrência das diversas situações envolvendo preconceito, rejeição social e familiar. O que explicaria as altas taxas de suicídio entre o segmento LGBT. Conforme o GBB, em 2017, foram 58 casos registrados.

De acordo com a coordenadora do Núcleo Psicossocial da DPE, Silene Gomes, esses dados corroboram a necessidade da atuação ainda mais contundente da Defensoria, em paralelo à atuação que já acontece regularmente. “É necessário repensar as formas de convivência, impulsionar o respeito às diferenças e reconhecer o LGBT como cidadão de direito, com condições de viver de forma digna e pacífica”, ressaltou a assistente social.

O atendimento para o Núcleo Especializado de Defesa da População LGBT acontece por agendamento, na sede da Defensoria Pública, localizada na Rua da Estrela, nº 421, Praia Grande-Centro de São Luís. No local, o assistido recebe orientação jurídica na promoção da defesa dos direitos de mulheres, gays, travestis e transexuais, vítimas de violência ou discriminação. Além da capital, todos os núcleos regionais da DPE/MA estão habilitados para atender demandas relacionadas ao segmento.

Socorro Boaes

Assessoria de Comunicação

271 pessoas perderam emprego com carteira assinada em Codó em 1 ano e meio

O mercado de trabalho formal em Codó perdeu 20 vagas em junho, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, que foi divulgado na semana passada. O estudo também mostra que 127 postos formais foram fechados somente em 2018 no município.

Os dados divulgados mensalmente pelo Caged mostram que 271 codoenses perderam seus empregos com carteira assinada desde que o jovem Francisco Nagib assumiu a prefeitura de Codó em janeiro de 2017. O número é ainda mais surpreendente se comparado ao deixado pelo seu antecessor, Zito Rolim. O ex-prefeito deixou o comando do município com 98 postos de trabalho criados em 2016.

A destruição de postos de trabalho em nível municipal contrasta com os números registrados em todo o Estado do Maranhão, que teve um saldo positivo de 4.111 empregos criados somente este ano e 2.718 em 2017.

Os dados apresentados pelo Ministério do Trabalho demostram a fragilidade da economia codoense e sinalizam que as demissões têm ocorrido com maior frequência desde que Nagib assumiu a prefeitura de Codó. O jovem prefeito precisa tomar uma atitude urgente ou mais pessoas vão perder seus empregos nos próximos meses.

Confira os dados:

Janeiro/2017: 35 pessoas perderam emprego.

Fevereiro/2017: 03 pessoas perderam emprego.

Março/2017: 41 pessoas perderam emprego.

Abril/2017: 01 pessoa perdeu emprego.

Maio/2017: 73 pessoas perderam emprego.

Junho/2017: 14 pessoas foram empregadas.

Julho/2017: 47 pessoas perderam emprego.

Agosto/2017: 20 pessoas foram empregadas.

Setembro/2017: 41 pessoas perderam emprego.

Outubro/2017: 60 pessoas foram empregadas.

Novembro/2017: 01 pessoa perdeu emprego.

Dezembro/2017: 04 pessoas foram empregadas.

Janeiro/2018: 12 pessoas foram empregadas.

Fevereiro/2018: 45 pessoas perderam emprego.

Março/2018: 128 pessoas perderam emprego.

Abril/2018: 62 pessoas foram empregadas.

Maio/2018: 08 pessoas perderam emprego.

Junho/2018: 20 pessoas perderam emprego.

Por Marco Silva/www.blogdomarcossilva.com.br

Como Lobão diz que vai lidar com o fato de em Codó estar subindo em palanque de Flávio

Quando de sua passagem por Codó na última sexta-feira, 20, o senador Edison Lobão respondeu à uma pergunta feita pelo repórter Jair Ribeiro que o questionou sobre ser do lado de Roseana Sarney e, naquela ocasião, estar num palanque com pré-candidatos da ala de Flávio Dino, entre os quais o próprio Zito Rolim (além de Weverton Rocha e Márcio Jerry).

Lobão em Codó

Veja como LOBÃO respondeu:

JAIR – COMO É QUE FICA ESTA QUESTÃO DO SENHOR SER DE UMA ALA POLÍTICA E O ZITO SER DE OUTRA ALA POLÍTICA?

LOBÃO – “Nós vamos, ao longo do caminho, nós todos vamos nos entendendo e, ao final, o povo é quem decide”

OUÇA

O que dizem os médicos envolvidos na confusão do HGM no caso da idosa com labirintite

Alexandra Mendes Ferreira,  foi quem gravou o vídeo que circulou via WhatsApp onde é retirada da sala do médico Wellington Oliveira,  enquanto pede a ficha de atendimento da mãe dela, Raimunda Maria Mendes, de 71 anos,  do povoado Cajazeiras, levada ao Pronto-Socorro do  Hospital Geral Municipal com quadro de Labirintite dia 20 de julho, sexta-feira passada.

Está no vídeo – “Não me trisca, não me trisca eu vou sair, não me trisca, cadê a ficha da minha mãe, cadê a ficha (Wellington diz – eu to atendendo o paciente)… Não, você falou que não ia me dá a ficha –  responde a mulher”

Com a idosa em  observação há 3 dias, Alexandra disse que, já no domingo pela manhã (22/07),  cobrava  que a mãe fosse medicada, pois estava apenas tomando dipirona e queria a ficha médica para provar isso.

Alexandra Ferreira concedendo entrevista

Na sequência do vídeo, outro médico, Stênio Barbosa, aparece e sugere que seja feito um Boletim de Ocorrência.

Está no  vídeo – “Tem que fazer B.O Wellington, tem que fazer B.O (Alexandra – eu vou fazer mesmo, minha a minha mãe) vamos fazer o B.O (Alexandra – e eu também vou)…a sua mãe tá sendo medicada, tá sendo medicada (Alexandra – tá não, tá não, Dr. Eu cheguei foi sexta-feira, eu tenho prova, eu tenho prova, vamos la´onde ela, vamos lá – convida a mulher)”

Alexandra disse-nos, em entrevista ontem quando nos recebeu em sua casa no residencial São Pedro,  que se  sentiu mais constrangida ainda quando chamaram a Polícia Militar para retirá-la do hospital, mas o policiais acabaram não a levando.

 “Eu falei que eu era serva do senhor e que eu era reconhecida por andar na verdade, jamais faria aquele tipo de atitude de falar palavrões e xingamentos, eles me entenderam e me acalmaram…VOCÊ SE SENTIU CONSTRANGIDA NAQUELE MOMENTO? Demais, eu me senti humilhada, desamparada”, afirmou

O OUTRO LADO DA HISTÓRIA

 Nós fomos ao hospital na terça por volta das 10h da manhã ouvir a diretora, a atendente informou que ela estaria em Codó à tarde.

Em razão disso divulgamos aqui apenas o que Esther Moura, via whatsApp já havia afirmado ao blogdoacleio –  que a família queria uma transferência impossível para aquele momento porque não era caso de transferência da paciente,  que foi necessário chamar a polícia porque a filha da paciente estava agredindo aos profissionais de saúde que trabalhavam naquele instante e, por fim, afirmou que em nenhum momento a idosa de 71 anos ficou sem assistência médica.

Alexandra rebateu:

 “O que ela diz sobre mim, é negado, primeiramente porque ela não estava no local do acontecido e, segundo,  o direito dela é de estar lá como diretora para poder resolver isso”

O QUE DIZEM OS MÉDICOS

Ouvimos os dois médicos que aparecem no vídeo. Stênio Barbosa explicou porque sugeriu a abertura de um Boletim de Ocorrência na delegacia contra Alexandra.

 “Estava agredindo  verbalmente os técnicos de enfermagem, agredindo verbalmente os dois enfermeiros, o que estava na assistência e  o que estava na classificação de risco e, de repente, eu vi que ela adentrou o consultório do Dr. Wellington que estava de plantão com o celular filmando e agredindo verbalmente e foi nessa hora que eu falei, gente vamos atrás da polícia porque ela não pode agir dessa maneira”, justificou

Wellington Oliveira é para quem Alexandra pede a ficha de atendimento. O médico disse que só é possível fornecer o prontuário depois que a paciente recebe alta e mediante pedido formalizado ao hospital. Quanto à alegação e falta de medicação da paciente, defendeu-se.

“Foi resolvido os problemas como a pressão alta foi controlada, o vômito foi controlado, tava estável, a dor de cabeça também, mas persistiu a tontura e como ela já tinha histórico de AVC então não poderia, simplesmente, mandar pra casa, tinha que observar e já tinha passado dois dias, no terceiro dia a gente costuma internar, como eu já tinha feito a internação, foi solicitado os exames, foi solicitado a tomografia que era o que ia nos indicar se, realmente, era só tontura ou não, já ninguém dos familiares nos contou que ela tinha Labirintite”, afirmou

OUÇA A ENTREVISTA DOS MÉDICOS

A cidade de Santo Antônio dos Lopes vem se transformando com ações continuadas e significativas

A prefeitura de Santo Antônio dos Lopes vem realizando ações importantes e transformando a cidade em um lugar cada vez mais bonito e melhor para seus moradores. Um exemplo desse trabalho, é o bairro Santa Madalena, que foi revitalizado com obras de bueiros, asfalto, sarjeta e meio fio em toda a extensão da rua Nova e transversais, deixando o bairro bonito de ver.

Segundo o secretário de Infraestrutura, Manoel de Sousa Lima (Manelinho), os moradores passavam por muitos constrangimentos por conta dos buracos, lama e poeira, gerando reclamações constantes. “Cumprindo uma determinação do prefeito Bigú de Oliveira, nós fizemos uma obra que resolveu o problema da drenagem da agua, acabamos com os buracos, a lama, poeira e deixamos o bairro todo arrumadinho, do jeito que o povo merece.” Afirmou o secretário.

O morador, Jose Antônio, ressaltou que gora sim o bairro está bonito e acabou de vez com os problemas que deixavam as pessoas tristes e chateadas com aquela situação. “Graças a Deus e a boa vontade do prefeito Bigú, hoje o nosso bairro está sendo elogiado e todo mundo feliz com o serviço realizado pela prefeitura.” Ficou muito bom e bonito, afirmou o morador

Fonte – Secom/prefeitura de SAL