Arthur Quirino firma parceria com o SENAC para qualificação profissional em Caxias

Uma das metas do Prefeito Fabio Gentil é proporcionar oportunidades aos jovens, com programas de incentivos voltados para a sua formação profissional, qualificá-los e inseri-los no mercado de trabalho. O SENAC é um grande parceiro para se alcançar este objetivo.

Arthur Quirino cuidando de interesses de Caxias junto ao SENAC

O Secretário de Cultura, Turismo, Patrimônio Histórico, Esporte e Juventude,  Arthur Quirino e o Secretário Adjunto de Turismo, Fernando Santos, reuniram com a Diretora de Educação Profissional do SENAC, Daniela Silva, e o Diretor Regional do SENAC, José Ahirton Batista Lopes, em visita à direção do SENAC em São Luís, quando firmaram parcerias entre a administração do Prefeito Fabio Gentil e o SENAC, para a realização de vários cursos profissionalizantes em Caxias.

Ascom Caxias

Francisco Nagib toma café da manhã com funcionários e a nova coordenação do SAAE

O prefeito de Codó Francisco Nagib tomou café com os funcionários do Serviço Autônomo de Água e Esgoto – SAAE após uma reunião de apresentação da nova diretoria e coordenação da autarquia.

Novo diretor fala (fotos de Nilton Messias)

Na oportunidade, além do prefeito, também estiveram no encontro secretários de governo, vereadores, o empresário Francisco Carlos de Oliveira e o deputado estadual César Pires, que elogiou muito a iniciativa da nova gestão.

“Nossas expectativas sobre a nova gestão à frente do SAAE são as melhores, pois acreditamos na competência do gestor, que já começou sua administração de forma participativa. Esse fato, além de incentivar a produtividade, mantem o bom relacionamento com os funcionários”.

No encontro também foi apresentado o calendário de pagamento, feitas homenagens aos aniversariantes do mês e passadas as informações sobre a eleição da associação, prevista para o dia 15. As ações da nova diretoria, sob o comando de Evimar Barbosa, diretor do SAAE, foram recebidas com bons olhos pelos funcionários, que ficaram otimistas com as perspectivas de melhores condições de trabalho e a prestação um serviço de qualidade a população.

Colaboradores

Elogiado pela escolha técnica da diretoria do SAEE, o prefeito Francisco Nagib se comprometeu que até o final deste ano irá sanar o problema da falta de água, colocando em funcionamento os reservatórios construídos nos bairros Codó Novo, Nova Jerusalém e Santo Antônio.

Estamos muito confiantes no trabalho de Evimar Barbosa e com as novas diretrizes e metas colocadas no SAAE. O abastecimento de água é uma necessidade básica da população e o fornecimento eficiente de água de qualidade para todos é nossa missão”, finalizou o prefeito.

Ministério Público recebe representação que pede CONCURSO PÚBLICO para Codó

O PSOL foi o primeiro (não apenas entre os partidos) a se manifestar contra o projeto de lei do Poder Executivo que deseja a autorização do Legislativo para selecionar professores apenas pelo currículo em Codó.

Ontem, 31, pela manhã, conforme publicação do professor Rafael Araújo da Silva, também ex-presidente do SINDSSERM, em seu blog luta socialista, o partido entrou com uma representação no Ministério Público Estadual pedindo para que intervenha e exija a realização de concurso público.

Abaixo a íntegra da publicação, inclusive com parte da justificativa do PSOL:

O Partido Socialismo e Liberdade de Codó – PSOL acionou na manhã desta terça feira, 31, o Ministério Público Estadual para que este exija da prefeitura o cumprimento da lei, no que se refere à admissão de servidores públicos através de concurso público.
Na semana passada o prefeito encaminhou para a Câmara de vereadores um projeto de lei pedindo autorização para contratar professores com base apenas em análise de currículo, o que de modo algum altera o caráter ilegal do ato, mas apenas poderá envolver também os vereadores.
Segundo a representação protocolada pelo PSOL “Considerando a ilegalidade do referido projeto de lei, requer-se a exigência de imediata realização de concurso público para provimento de todos os cargos vagos do magistério municipal. E em caso de descumprimento por parte do prefeito municipal, seja ajuizada a respectiva Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa, bem como a punição dos vereadores que compactuarem com o referido projeto de lei”.
 
Partido Socialismo e Liberdade – PSOL
Diretório Municipal de Codó

Universitários denunciam SAMU que tira ‘RONCO’ e farmácia que não cumpre plantão em Codó

Para socorrer a avó de 95 anos, debilitada desde que sofreu um AVC, na madrugada de 31 de janeiro de 2017, os irmãos Walbert e Francisco Flaubert Sousa da Silva, ambos estudantes de Direito,  passaram por um verdadeiro sufoco.

O primeiro problema aconteceu quando tentaram ser atendidos pelo SAMU. Sem conseguir contato por telefone os dois foram de moto até  ao prédio do serviço. Mesmo assim, não conseguiram atendimento.

Tudo aconteceu por volta da meia noite e meia ( de 31/01) e foi Francisco Flaubert   quem pulou as grades do local para alcançar portas e janelas, achando que isso poderia auxiliar no pedido de socorro.

 “Bati na porta mais de 3 vezes, por sinal, circundei o prédio, bati nas janelas, percebi que tinha gente lá dentro, ouviram, porque eu ouvi vozes, ouviram o meu chamado e não prestaram socorro…NADA, NENHUMA REAÇÃO? Nada nenhuma reação, ninguém presente para prestar a devida assistência”, contou em entrevista à TV Mirante.

O irmão, Walbert, completou a história.

“Sendo que as motos dos funcionários estavam lá, tinham 3 ambulâncias lá, as duas motolâncias estavam lá (…) a gente passou por volta de uns 15 a 20 minutos batendo lá, buscando algum socorro e não tivemos êxito”, complementou

A coordenadora do SAMU nos recebeu, mas não quis gravar entrevista. Disse que quer falar pessoalmente com os irmãos denunciantes, mesmo depois de ter ouvido repetidas vezes a denúncia,  e depois conversar com  a equipe que estava no plantão, só então poderá falar de providências com a imprensa.

FARMÁCIA FECHADA NO PLANTÃO

Na mesma madrugada os irmãos também constataram dois outros frequentes  problemas de Codó  – a dificuldade de se saber qual a farmácia de plantão e  quando finalmente descobriram, por meio de amigos no whatsApp,  a encontraram de portas fechadas.

“Pra se ter noção, informação de qual é a farmácia de plantão no dia não tem nenhum local onde se possa conseguir essa lista  de emergência (…) estavam fechadas ontem, ainda tem esse detalhe, então a gente sofre muito com a omissão de socorro, na verdade”, reclamou Walbert

A coordenadora de Vigilância Sanitária, Juliana Lopes Cardoso, disse que publica a lista de plantão em postos de saúde, em locais movimentados da cidade  e usa as redes sociais para divulga-la também. Quanto à denúncia de plantão não cumprido, prometeu apurar.

“Vamos fazer a inspeção, saber se houve mesmo este fato, se este estabelecimento estava fechado, aí  a gente vai penalizar conforme a lei que a gente tem…É CERTO QUE ELA NÃO PODE FECHAR? Não, não pode, se ela tá escalada naquele plantão ela tem que funcionar 24h”, afirmou

DENUNCIAR AO MP

Ainda indignados com o que enfrentaram, os irmãos pretendem denunciar o caso ao Ministério Público.

 “A gente vai manifestar ao Ministério Público e ver o que o Poder Público tem a tomar providência em respeito à nossa situação porque não é só nossa, é também da vida de muitos e muitos brasileiros , muitos codoenses que passam por esta realidade”, afirmou Francisco Flaubert.

ALAGAMENTO: Moradores querem limpeza do Água Fria na parte do Codó Novo

O Água Fria é o maior riacho urbano de Codó, nasce na periferia do Codó Novo  e divide a cidade ao meio.

NA DÉCADA DE 1990, uma canalização foi feita pela prefeitura em mais ou menos 1 quilômetro de sua extensão, na parte mais central,  na Av. Maranhão, mas  ele é muito mais que isso.

BRIGA HOMEM vs RIACHO

Por todo o resto de seu leito o ÁGUA Fria está entregue à ação daqueles que tentam dominá-lo para morar ás suas margens. Uma luta de décadas onde os dois lados têm só perdido até agora.

Há falta de limpeza por parte da prefeitura , como nos trechos dentro do Codó Novo onde o mato entupiu completamente o leito, mas também há muito daquilo que seus vizinhos fazem – muros estreitando o córrego tem pra todo lado e seu Francisco das Chagas Silva, que tem a casa alagada todo ano, reclamou.

“Diminuíram o canal, num sabe…OU SEJA, TÁ TUDO FECHANDO? É, fechando”, respondeu o mecânico.

Não são apenas muros, existem  até casas construídas sobre o leito deixando apenas uma passagem por baixo bem apertada, por isso ele recebe todo o lixo possível.

Flagramos fogão velho e muito material plástico (garrafas, copos, cadeiras). Quando a chuva chega ele transborda rapidamente e nesta hora são as pessoas que perdem muita coisa.

Janaina dos Santos Sousa disse que desde que começou a morar próximo ao riacho já teve a casa alagada mais de 30 vezes, ficou complicado adquirir novos móveis para a casa.

 “ Já entrou água na minha casa acho que bem umas 30 vezes, toda vez que chove entra, aqui a gente não pode comprar móvel….SE COMPRAR MÓVEL O QUE ACONTECE? Entra água, tem que jogar fora quando molha”, respondeu a dona de casa

O pedido dos moradores é por uma limpeza urgente  em toda a extensão do riacho .

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano e Rural, responsável, disse que já limpou o riacho no trecho que segue para o Nova Jerusalém e  prometeu iniciar a desobstrução da parte do Codó Novo esta semana

 “Fizesse uma limpeza mais o buraco, o leito, acho que melhorava mais…A SENHORA TÁ PREOCUPADA? Tô preocupada com a água dentro de casa, qualquer chuvinha já entra água dentro de casa”, respondeu a dona de casa Janaina dos Santos Sousa

Quem consegue financiamento deve ficar atento às regras para não ter o veículo leiloado

O consumidor pode não encontrar muita dificuldade na hora de financiar a compra do tão sonhado carro, mas quem consegue a liberação para o financiamento deve ficar muito atento as regras para não ter o veículo leiloado.

Deputado César Pires viabiliza benefícios para Codó

Esta semana o prefeito de Codó, Francisco Nagib, esteve reunido com o deputado estadual Cesar Pires. Na reunião de trabalho foram discutidos projetos para a zona rural de Codó. De acordo com o deputado, será doado pelo Governo do Estado um terreno de dois hectares para a construção de uma central de abastecimento, que irá receber toda a produção agrícola da região.

Prefeito Francisco Nagib e deputado César Pires

Também colocado a disposição, em regime de cessão pelo grupo FC Oliveira, um terreno de 50 hectares para a produção de gêneros alimentícios, que serão comprados pelo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

Será um grande passo do governo municipal para o incentivo da produção agrícola dos pequenos produtores daquela região. Pois os alimentos produzidos serão adquiridos pelo PAA para a alimentação escolar e o excedente de produção será comercializado nessa central de abastecimento na região do Saco. Esses produtores rurais também receberão assistência Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, o SENAR, produzindo mais, no mesmo espaço, por meio do uso correto das novas tecnologias”, explicou o deputado.

Na oportunidade, o prefeito Francisco Nagib encaminhou ao Governo do Estado, por meio do deputado Cesar Pires, a solicitação de cem kits de irrigação, para serem disponibilizado aos centros de produção de toda a zona rural de Codó.

“É imprescindível o apoio e atenção que o deputado Cesar Pires tem com o povo de Codó. É com esse apoio que estamos conseguindo avançar muito e, em menos de trinta dias de gestão, conseguir recursos e projetos para os nossos produtores rurais. Com área disponível, ajuda mecanizada e assistência técnica os nossos agricultores produzirão mais e melhor, além de terem a garantia de compra da sua produção por meio dos programas de aquisição de alimentos”, ressaltou Francisco Nagib.

Após o almoço, o deputado Cesar Pires ainda foi visitar e conhecer a nova sede do Serviço de Acolhimento Institucional, que ampara crianças e adolescentes vítimas de violência sexual e com vínculos familiares rompidos. Acompanhado da  secretária de desenvolvimento social, direito da mulher, proteção alimentar e igualdade racial, Agnes Oliveira, o deputado conheceu as instalações e fez a doação de um armário guarda roupas para as crianças.

Ascom – PMC

Prefeito se reúne e escuta demandas das associações de quebradeiras de coco babaçu

No início desta semana, o prefeito de Codó, Francisco Nagib, se reuniu com representantes de presidentes das associações de quebradeiras de coco babaçu do município. O encontro aconteceu na sede das quebradeiras de coco do Codó Novo e contou com a presença do vereador Waldeck Frota, presidente de entidades, como a Pestalozzi, clube de mães, e sociedade civil.

Prefeito conversa com profissionais da extração do babaçu

Na oportunidade o prefeito conversou com as presidentes de associações, escutou suas reivindicações e falou sobre as primeiras medidas que serão feitas para atender as demandas mais urgentes, como a colocação de um vigia e o transporte para o deslocamento das trabalhadoras para a zona rural. Outras necessidades também foram apresentadas, como questões relativas a participação nos programas PNAE e PAA.

As presidentes de associações gostaram da iniciativa do prefeito, que não demorou a visitar a classe após a sua posse, no dia primeiro desse mês.

Foto de Nilton Messias

Estamos muito satisfeitas com essa visita do prefeito, que passou por aqui durante sua campanha, e agora está voltando para reafirmar seus compromissos com as quebradeiras. Ele realmente está disposto a nos ajudar e quer que apresentamos projetos e propostas para melhorar nossas associações e condições de trabalho”, comentou a presidente da associação do Codó Novo, Aurea Maria.

Para o prefeito Francisco Nagib, é importante que as associações apresentem projetos para o fortalecimento e ampliação das oportunidades de geração de emprego e renda em Codó.

Nesse belíssimo dia é gratificante voltar a associação das quebradeiras de coco, estar com pessoas humildes, dignas e trabalhadoras, onde foram passadas as demandas. Iremos resolver logo as questões mais urgente e elaborar mais detalhadamente um convênio com a associação e quero receber projetos que nos ajudem a pensar melhores condições apara todos as trabalhadoras, visando sempre a criação de emprego e renda”.

Ascom – PMC

Francisco Nagib pede autorização da Câmara para contratar professores analisando só os currículos

Por meio de mensagem Nº 01/2017, encaminhada à Câmara, que a recebeu dia 26 de janeiro de 2017, às 9h05min, o Poder Executivo pede que os vereadores votem em REGIME DE URGÊNCIA e em SESSÃO EXTRAORDINÁRIA um projeto de lei que:

“AUTORIZA, NO PRIMEIRO ANO DE MANDATO, A CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES ATRAVÉS DE AVALIAÇÃO DE CURRÍCULO COM TITULAÇÃO COMPROVADA E PLANO ANUAL DE ENSINO E DÁ OUTRA PROVIDÊNCIA

Justificando a urgência,  diz o texto enviado ao legislativo:

“O projeto em referência é de grande importância para o bom funcionamento do Sistema Municipal  de Educação, notadamente o cumprimento dos duzentos dias letivos dos discentes regularmente matriculados”

O governo MAIS AVANÇOS, MAIS CONQUISTAS também esclarece aos parlamentares que reconhece que o modo certo seria por concurso público, conforme art. 32, II, da Lei nº 1.505/2009, mas o município não dispõe deste tempo.

“Desse modo, imperioso concluir que neste momento seria impossível o lançamento de um edital nos termos retro estabelecidos  que viabilizasse à Secretaria de Educação iniciar o período letivo de 2017 com todas as salas de aulas em pleno funcionamento como é devido. Assim, a realização de todas as etapas expostas acima implicaria em gravíssimo atraso no início do ano letivo, o que  comprometeria seriamente o cumprimento dos duzentos dias letivos obrigatórios para o ano de 2017”, descreve o Projeto de Lei do Executivo

Voltando a fortificar o argumento da seleção por currículo, a mensagem do executivo diz ao final:

“ Nesse passo, a seleção através da análise do currículo de titulação devidamente comprovada acompanhado de plano anual de ensino traduz-se em medida que se impõe por ser mais rápida e hábil a assegurar a continuidade do serviço público de qualidade, bem como selecionar os profissionais com a habilidade exigida por etapa e componente curricular”.

E A VOTAÇÃO?

O projeto de lei poderá ser votado a qualquer momento se a assessoria jurídica da Câmara não emitir parecer desfavorável à sua ida a plenário, quando então retornará ao Executivo para que seja ‘emendado’.

ÀS CEGAS (MINHA OPINIÃO)

Se formos considerar apenas a urgência alegada, o projeto de lei merece ser aprovado para que não tenhamos mais prejuízos aos nossos lascados alunos, afinal todo ano temos essa ladainha de contratação de professores que já vi se estender quase pelo primeiro semestre inteiro, uma desgraça.

Também devo registrar que já vi terminar o ano letivo em Codó sem professor de muitas disciplinas em sala de aula. Quer um exemplo? O caso da escola de Cajazeiras, ano passado, foi terrível (para não usar de outro adjetivo).

Se formos atentar para o ponto de vista legal, a iniciativa do governo MAIS AVANÇOS, MAIS CONQUISTAS é uma aberração total. O correto é fazer concurso e pronto, o resto é invenção temporária para a qual o legislador brasileiro e, por consequência, nossa Justiça têm fechado os olhos.

Esta da análise  ‘só dos currículos’ é de uma coragem jurídica sem precedentes.

Ademais, talvez para economizar espaço na folha, tinta, neurônios ou sei lá o quê, o referido projeto de lei, de página e meia apenas, não diz aos edis ( que não tão nem aí mesmo) uma linha sequer sobre como, na prática, se dará esta seleção.

É uma banca examinadora com notáveis educadores, mestres, doutores? é um grupo de secretários? é uma mistura de gente com o cão chupando manga? quem fará a tal análise de currículo, ainda que com a melhor das intenções?

Onde será? qual o nível de isenção e  comprometimento com a nossa educação terão os  tais ‘escolhedores’? haverá a ‘misera’  do bilhetinho com a assinatura do Q.I. embaixo com a frase ‘favor atender’?

Clareza, clareza senhores é o mínimo que esperamos neste momento, afinal o que significa mesmo MUDANÇA na cabeça deste novo governo?

Deus salve a América.

Radialista vai além de funcionários e denuncia existência de 16 empresas fantasmas na Prefeitura de Codó

O radialista Daniel Sousa esteve ontem, 30, no programa Coisas do Povo, do apresentador Francisco Lemos, na Eldorado AM, sua nova casa de trabalho, depois de 10 anos na rádio Mirante, do grupo do empresário Leonel Araújo.

Mostrou do que é capaz diante de um microfone e do lado em que se sente mais à vontade, lado da oposição.

Falou de sua carreira no rádio alimentada por um sonho de infância difícil no povoado Mundurí, zona rural de Codó, e depois começou a soltar o verbo. Na entrevista sobrou mais para Zito, neste primeiro momento, do que para Nagib seu próximo alvo, a partir de 6 de fevereiro.

IRREGULARIDADES NO MINHA CASA, MINHA VIDA

Daniel disse que não houve seriedade no sorteio das 3 etapas do programa Minha Casa, Minha Vida. Citando exemplos disse que teve quem ganhasse 8 casas, sem a menor necessidade.

Teve gente morando em Goiás beneficiada.

“8 casas e eu não ganhei nenhuma casa do Minha Casa, Minha Vida…MAS COMO É QUE GANHARAM, NÃO ERA FEITO UM SORTEIO? que negócio de sorteio Lemos…AH! PELO COMPUTADOR, COMPUTADOR NINGUÉM PODE FRAUDAR, COMO QUE ERA ISSO? quem é que manuseia o computador? é o homem rapaz, é o homem, que negócio de sorteio…ALÔ, SE O MINISTÉRIO PÚBLICO QUISER LEVANTAR AÍ O QUE O DANIELZINHO TÁ FALANDO AQUI DÁ UM CALDO DANADO…teve pessoas que ganharam 8 casas, o esposo ganhou, a esposa ganhou, cunhado ganhou, primo, tem pessoas que moram no Estado do Goiás e ganharam casa que até hoje tão fechada, se o Ministério Público quiser investigar, só no Residencial Santa Rita, lá tem pra mais de 10 casas fechadas”

Quando perguntado sobre por que não denunciou isso antes, respondeu:

“E u fazia situação mas eu nunca fui a favor disso não, falei algumas vezes, eu alertei, tá errado, as casas deveriam fazer um cadastramento de casa em casa Lemos, saber que, realmente, precisa”

16 EMPRESAS FANTASMAS

Provocado pelo entrevistador que ficou beliscando a fera com vara curta, petiscando assuntos picantes, o radialista disse que nada deve ao ex-prefeito Zito Rolim, por isso se sente livre para criticá-lo à qualquer hora.

Neste ponto fez referências que necessitam de uma investigação mais aprofundada por parte das autoridades.

Afirmou que havia gente que chegava a ganhar até R$ 8.000,00 sem pisar na prefeitura e também denunciou, sem citar nomes, alguém que possuía cerca de 16 empresas fantasmas operando no governo anterior, o que resultou em grande fortuna com carrões de luxo, sítios para curtição nos fins de semana e outras mordomias.

“Se eu quiser, eu não ganhei 1 real de seu Zito Rolim, pode perguntar o Zito Rolim, todo dia 30 ele me pagava. Quando eu precisava de R$ 200,00, trezentos, quinhentos reais. Zito tu pode dá R$ 500,00, mas eu vou descontar dia 30. Agora pessoas que ganharam 8 casas, pessoas que tinham empresas fantasmas, tem pessoas que recebiam aqui em Codó como médico, professor, pessoa recebendo sem trabalhar 4, 5 6, R$ 8.000,00. Pessoas…ESTUDANDO NA BOLÍVIA…tinha alguns que ainda iam na prefeitura outros num ia nem na prefeitura não, menino, no Piauí. Eu se eu quiser eu posso falar de Zito Rolim, do ex-prefeito se eu quiser, eu não devo 1 centavo ao seu Zito Rolim, não”

“Hoje eu carrego nos ombros para mais de 300 processos, eu matei alguém? Então, muitas pessoas andam falando besteira. Antes de falar de Daniel SOusa, pare, pense, não fale besteira não. Eu não venho pra emissora de rádio pra falar besteira não, sabe o que é isso aqui oh (ouve-se barulho de papel balançando), isso aqui é documento, é papel, então pessoas  que tinha 16 empresas fantasmas na gestão passada não tem moral pra falar de Daniel Sousa, eu ganhava porque eu trabalhava, eu trabalhava, todo trabalhador é digno de seu trabalho, eu não tenho L200, eu não tenho HILUX, eu não tenho sítio comprado com dinheiro da prefeitura, não tenho balneário, eu não tenho galpão comprado com dinheiro de prefeitura….É NA BEIRA DO CODOZINHO? se fosse só na beira do Codozinho tava fácil,  outra coisa, eu não tenho, rapaz só uma pessoa pra ter mais de 16 empresa fantasmas na prefeitura

O radialista foi entrevistado durante uma hora e respondeu também à perguntas dos ouvintes por telefone. Ele estreia dia 6 de fevereiro, das 8h às 10h da manhã, pela Eldorado AM, quando deve ser revelado muito mais escândalos.

Daniel também avisou que já tem coisa errada do governo passado acontecendo no atual governo. OUÇA-O