Aulas do IFMA Campus Codó recomeçam dia 31 e vão até março de 2012

O diretor do Instituo Federal do Maranhão Campus Codó, professor José Cardoso, usou hoje os meios de comunicação da cidade para falar sobre o retorno das aulas na instituição depois de quase dois meses de greve dos professores e demais servidores.
De acordo com o diretor as aulas recomeçarão dia 31 de outubro, portanto, na próxima segunda-feira. Esta semana já está havendo preparo pedagógico. Cardoso garantiu que todas as aulas serão repostas.
“Esta semana foi destinada para encontros pedagógicos, para apresentação e aprovação do calendário de reposição e eu quero tranqüilizar aos pais e alunos que serão asseguradas todas as aulas perdidas durante este período de greve”, disse
ATÉ MARÇO DE 2012

IFMA Campus Codó

Sobre o calendário de reposição, o diretor explicou que este será executado, possivelmente, até o dia 6 de março de 2012, mas serão preservados os recessos de natal e ano novo.
“Pela prévia que foi me passada nós teremos aula até o dia 6 de março, contando de segunda a sexta-feira, também resguardando aquele recesso natalino e de ano novo, porque nós entendemos que seria muito prejudicial a gente pegar direto sendo que nós temos vários alunos de outras localidades”, sustentou

Justiça convoca 600 pessoas que tiraram documentos no cartório de Timbiras

A lista com 600 nomes está afixada na Câmara Municipal, no prédio da Prefeitura de Timbiras, no Fórum e no Ministério Público.

As pessoas da lista fazem parte de cerca de 1.000 processos propostos pelo Ministério Público e a Justiça as está convocando para dirimir dúvidas que surgem quando da análise dos documentos, para assentá-lo no livro do cartório, coisa que não foi fita com muita gente, ou, sendo caso, para anular de vez tais documentos.

PROMOTOR EXPLICA

Dr. Edilson Santana

No trabalho de identificação daqueles com documentos sob suspeita o promotor de Justiça da Comarca, Edilson Santana (foto), revela que muitos já foram, efetivamente, cancelados. Grande parte pertence a gente que já morreu.

“É pra responder em processo que nós ajuizamos para investigar a identidade das pessoas que teem registro sob suspeita (…) no geral são aproximadamente mil ações e o Fórum já informou que aproximadamente 500 deles já estão sentenciados, parte deles ta vindo para ver a ciência já da resolução, maior parte deles teve, boa parte, registro com identidade confirmada e outras cancelados, mas inclusive quanto a própria existência dessa pessoa,são registros antigos, pessoas da faixa de 70, oitenta nos, mas que infelizmente não foi possível identificá-los e estes correspondem a maior parte dos registros que foram anulados”, disse

PROVAR QUE EXISTE

Comunicados da Justiça estão sendo enviados para diversas partes do Brasil onde encontram-se pessoas que tiraram documentação no cartório de Timbiras, sob intervenção desde maio do ano passado quando a Polícia Federal instaurou inquérito para investigar irregularidades.

Todos terão que aparecer para, entre outras coisas, provar que existe para o Estado.

“Quem não comparecer ao processo, quem não ajudar a Justiça a se identificar, a demonstrar que existe, que está no mundo, pode ter o registro cancelado (…) na verdde está sendo enviado ofício de citação para diversas cidades do Brasil, pessoas que foram registradas aqui. Registros feitos com irregularidades formais, essas pessoas estão recebendo em casa as citações, elas também vão responder e chegando-se a uma conclusão anula-se ou ratifica”, esclareceu Dr. Edilson Santana

Francisco Nagib ajuda garoto codoense vítima de paralisia cerebral

Nagib se emociona

Gabriel Silva, de 8 anos de idade é uma criança carismática e que gosta de brincar. Como todas as crianças, ele possui a alegria e a inocência para aproveitar o dia a dia. No entanto, um acidente, quando ainda estava no ventre materno, mudou seu destino, fazendo com que Gabriel precisasse de cuidados especiais e se transformasse em uma mensagem de Deus para todas as pessoas.

Aos nove meses de gestação, sua mãe, a Dona de Casa Maria de Fátima, sofreu uma queda e o impacto foi em sua região pélvica. Três dias após o acidente, o pequeno Gabriel nasceu de parto normal, mas aos nove meses de vida foi diagnosticada pelos médicos uma paralisia cerebral no bebê.

O problema foi encarado com muita coragem pelos familiares e Gabriel se tornou um símbolo de superação por todos que o cercam. Gabriel e sua mãe dividem o espaço com mais quatro pessoas. O pai é autônomo e possui um orçamento modesto. As despesas com remédios e o tratamento de Gabriel chegam ao valor de 300 Reais, oriundos de seu benefício do INSS

TRATAMENTO

O tratamento de Gabriel é realizado de seis em seis meses na capital São Luis, onde o menino é assistido por neurologista e fisioterapeuta. O presidente da Fundação FC Oliveira, Francisco Nagib, já havia doado uma cadeira de rodas a Gabriel, que é usada para que o menino possa fazer parte da Associação Pestalozzi de Codó.

Dona Maria de Fátima também trabalha como manicure para ajudar no orçamento e investir no tratamento de Gabriel. A criança consome seis vidros de medicamento controlado, tem que usar fraldas e ter uma alimentação balanceada.

Mesmo com as limitações e os cuidados especiais, Gabriel adora brincar, ver o mundo através da TV e sair de casa para olhar o dia lá fora. Como a sua cadeira de rodas está na Associação Pestalozzi, Gabriel precisaria de outra cadeira para passear.

FUNDAÇÃO EM AÇÃO

Gabriel, bela alegria

Conhecendo a história do menino e a luta de sua mãe, o empresário Francisco Nagib, por meio do quadro “Fundação em Ação da Fundação FC Oliveira, atendeu ao pedido de dona Maria de Fátima para dar mais esse presente a Gabriel.

“As crianças têm o poder de nos alegrar, nos emocionar. Depois que me tornei pai, tudo o que envolve o universo infantil me toca e me chama a atenção. Talvez por tudo isso a rotina do jovem Gabriel me comoveu. Esse menino, que é um poço de simpatia, e dona Maria de Fátima que é sua mãe e sua companheira inseparável”. Explica o presidente.

Ao ser visitada por Francisco Nagib, a mãe, Maria de Fátima, desabafou ao lado do presidente da Fundação, dizendo ser muito feliz por ser mãe de Gabriel, mas que infelizmente enfrentava o preconceito por parte de algumas pessoas. “Meu filho não tem doença contagiosa. É um bebê como qualquer outro. Fico triste de ver outros nenéns brincando e meu filho não poder. Mas graças a Deus existem pessoas como Francisco Nagib, que é um anjo de Deus e pode ajudar as pessoas. Tenho fé e certeza que ele vai me ajudar novamente. Ele sabe e entende o que uma mãe de um bebe especial sente e passa no dia a dia”, disse dona Maria de Fátima, bastante emocionada.

Atendendo ao apelo da mãe, Francisco Nagib e o quadro Fundação em Ação levaram a tão esperada cadeira para Gabriel passear e ir à missa, como tanto gosta. Na casa da família, Francisco Nagib conversou com os pais, avós e bisavós de Gabriel. Lá, o empresário pode ver a união daquela família e o amor que todos sentem pela criança.

FOMENTANDO RENDA

Como em todos os trabalhos que realiza a Frente da Fundação FC, Francisco Nagib explicou para a família a função da instituição e o compromisso em buscar formas para o sustento dos cuidados especiais a Gabriel.

Nagib e Gabriel experimentam cadeira

“Não gostaríamos que você chorasse, nós viemos aqui para trazer um pouco de felicidade para sua família e para o Gabriel. Quero lhe dizer que venho trazendo a cadeira de Gabriel e, assim como em todas as casas que vamos nós sempre gostamos de fazer um algo a mais, também vou lhe dar de presente: um curso completo de manicure e um quite completo para você atender melhor os seus clientes, podendo assim sustentar com mais segurança o Gabriel”, finalizou Francisco Nagib.

Após a entrega da cadeira, das boas notícias e os agradecimentos emocionados da mãe, o Presidente da Fundação FC Oliveira pôde também dar um passeio ao lado de Gabriel e sua mãe pela rua onde moram

Promotor de Justiça cobra fiscalização do trânsito em Codó

O Ministério Público de Codó convocou uma reunião com autoridades locais para buscar soluções em relação ao trânsito do município. O promotor de justiça, Dr. Gilberto Câmara França Junior, buscou resolver problemas emergenciais, cobrando providências das autoridades em relação à falta de fiscalização no trânsito.

De acordo com o promotor, a falta de fiscalização por parte dos agentes de trânsito está permitindo a presença de veículos de grande porte estacionados nas ruas, atrapalhando a passagem de outros veículos. Outra preocupação é a grande a incidência de pessoas dirigindo carros e motos sem habilitação.

“Essa reunião foi convocada por iniciativa dos promotores do Ministério Publico aqui do município, pois nós temos observado nos últimos tempos que houve um afrouxamento por parte dos agentes fiscalizadores. Nós convocamos as autoridades municipais e estaduais para sabermos as causas desta distensão na fiscalização”

O vereador João de Deus, presente na reunião, avaliou como positiva a iniciativa do MP. “Nós estamos todos aqui, poder executivo, legislativo, representantes do trânsito a Polícia Militar, para buscar uma fiscalização mais efetiva no trânsito de nossa cidade, visando a proteção da vida de nossos munícipes e visitantes” observou o parlamentar.

Devido ausência de fiscais nas ruas, as reclamações mais freqüentes da população falam sobre os acidentes de trânsito com vítimas fatais e as violações às leis de trânsito praticadas todos os dias pela grande maioria de condutores despreparados e ilegais.

Fonte: portalfc.com

Prefeito Zito vence concurso de merengue na zona rural

Só no merengue

De acordo com informações do vereador Antonio Saruê o último fim de semana foi de muito forró e vaquejada, com tudo mais que o momento careça, claro, para ele, alguns colegas edis e para o prefeito Zito Rolim.

SARUÊ BOTA LUZ NO BOLSO

Primeiro disse que o povo da região da Trizidela preferiu à ele em vez de Antonio Luz que pretendeu fazer uma reunião próximo ao evento que ele, Saruê, patrocinava. Gente da Gente teria, segundo o parlamentar, colocado um carro de som cedo para chamar a atenção, mas teve logo que retirá-lo antes do fim da tarde de domingo, pois o povão quis saber apenas do ex-presidente da Câmara.

ZITO CAMPEÃO DO FORRÓ

Saruê falou de uma grande vaquejada e referiu à uma grande festa “dançante”, no povoado Volta da Palmeira, onde ele teria patrocinado um concurso de forró e imagine quem teria vencido a disputa de merengue? Ele mesmo, nosso prefeito Zito Rolim.

“Ô prefeito bom de forró, prefeito o senhor é bom de forró, cio”, disse o edil na tribuna da Casa exaltando o talento do chefe do executivo ao vencer a disputa.

QUEM GOSTA MAIS?

Nunca se sabe quem gosta mais de um concurso desses, se o povo que se ver próximo de seu governante na maior animação ou a oposição que adora um pezinho para deitar e rolar. Certo é que Rolim, acompanhado de sua turma, já está em plena atividade angariando confiança para, ano que vem, ser lembrado até mesmo como um prefeito bom de forró.

Como na cidade o lance do merengue teria outra conotação, o homem desce para a zona rural e por lá o fim de semana é apenas uma criança (boa de forró por sinal).

Caldo grosso: Figueiredo Junior responde à críticas e pede para João de Deus tirar a máscara

João vs Figueiredo

O vereador, Figueiredo Junior, fez ontem, 24, um desabafo em cima de João de Deus que teria, na semana passada, concedido entrevista aos meios de comunicação da cidade. A íntegra desta fora publicada também no blogdoacelio, citado na fala do presidente Figueiredo.

O chefe do Legislativo foi pontual. Citava trechos da entrevista de João e dava sua versão a respeito. No primeiro ponto, afirmou que seu antecessor cortou salários de forma a prejudicar, sobretudo, os assessores da Casa. Com números disse ter provado que fala a verdade quando fala em perda salarial na era João.

“Então nós tivemos uma perca salarial mesmo com aumento de receita de R$ 1.198,00. Os chefes de gabinete que recebiam R$ 2.075,00 até julho de 2010 e que foi reduzido pra R$ 1.452,00 também por conta dessa formação a mais da receita nós voltamos em janeiro pra R$ 1.692, e o vereador Zaidan manteve nos dois meses que esteve aqui e em julho, já na gestão do vereador João de Deus foi reduzido pra R$ 1.090,00”, disse continuando:

“Os assessores que recebiam R$ 830,00 caiu para R$ 581,00 e em janeiro nós voltamos para R$ 678,60 e em agosto voltou-se para R$ 541,00 (…) então somado a isso dá aproximadamente R$ 3.000,00 de perda salarial, então aqui mostra que eu não sou mentiroso, tá aqui comprovado”, afirmou

SUBSERVIENTE AO PRFEITO
Figueiredo não gostou de ter sido chamado de subserviente ao prefeito Zito Rolim, de quem está mais próximo agora. Na visão dele, João de Deus é quem fazia coisas que só Deus sabe para beneficiar o governo, ele não, nunca será subserviente. Se a gestão de Rolim estiver imbuída de bons propósitos contará com a sua anuência.

“Quero dizer à vossa Excelência que as comissões estão funcionando, que os projetos estão sendo apreciados nas reuniões das comissões e que vossa excelência passou 5 meses aqui e que as comissões funcionavam com apenas 4 vereadores e que os projetos eram dados pareceres e botado em tramitação, só Deus sabe e vossa excelência como era, então subserviente quem foi, foi vossa excelência, não foi eu e jamais serei. Não irei prejudicar a gestão que aí está se estiver imbuída dos melhores propósitos”, disse

ECONOMIZOU MAIS
O presidente também criticou o alarde feito por João em cima da economia de mais de 100 mil reais quando esteve no comando da Câmara, recentemente. Figueiredo fez as contas e afirmou que em apenas um mês vai economizar mais do que João em 3 (meses). Em seguida revelou o valor estimado.

“Nós iremos fechar este mês se Deus permitir com saldo, senhores vereadores de aproximadamente R$ 160.000,00 na conta da Câmara, isso com apenas um mês de gestão porque nós assumimos dia 19 e pagamos a folha anterior”, argumentou

PRESTAÇÃOD E CONTAS
Na entrevista João de Deus o acusou de não estar nem aí para a prestação de contas dos três presidentes em menos de 10 meses. Figueiredo rebateu, dizendo.

“Nós temos que sentar pra poder adequar a prestação de contas pra que nós três não sejamos responsáveis para que não possamos ficar inelegíveis para as eleições e comprometer assim a nossa vida política. Estou preocupado sim e vossa excelência não tem procuração pra falar em meu nome, por onde vossa excelência andar, eu não lhe dei esse direito”

TIRE A MÁSCARA
Entre outras coisas, também citou o alto salário que João pagava para sua assessora maior, no valor de R$ 4.000,00, quase o salário de um vereador, em detrimento da diminuição dos demais assessores de parlamentar. Além disso, revelou que no apagar das luzes teria pago diárias de mais de 1.000,00 para sua diretora. Pediu para que João respeitasse a família dele, pois, quando no poder, teria perguntado à uma senhora que adentrava o quintal da Câmara com o cachorro “ se aquele cão era da família de Figueiredo Junior”.

E foi além, taxou o colega de demagogo, hipócrita e egocêntrico pedindo-lhe para que tirasse a máscara.

“Essa máscara que o povo sabe e que tem presenciado, tem vivenciado de hipocrisia, de demagogia, de narcisismo, de egocentrismo quando vossa excelência diz que é o mais preparado, que nenhum vereador chega aos seus pés para administrar essa casa”, frisou

Polícia afirma que celular salvou a vida da adolescente vítima de Pituca

Uma matéria do repórter Hélbio Carvalho, da TV Mirante/São Luís, mostra momentos de tensão dentro do motel Le Baron em imagens gravadas pela polícia, quando Pituca temia ser alvejado por um tiro na cabeça caso se entregasse. A reportagem também mostra que a adolescente foi salva de um tiro por seu celular que estava na altura do peito esquerdo. Veja o vídeo, também disponível no www.youtube.com/blogdoacelio

Agentes de endemias de Codó entram em greve por tempo indeterminado

Agentes de Codó em greve

Os 71 agentes de combate às endemias do município de Codó estão de greve a partir de hoje, 23, e o motivo tem a ver com atraso de 10 dias no pagamento, agora em outubro, e defasagem de salários.

Segundo Jean Jacques Cabral Pereira, um dos líderes do movimento de paralisação, o município recebeu o repasse federal com um aumento, mostrando ao blogdoacelio uma folha onde consta a cifra de R$ 62.303,00, correspondente ao novo valor, que seria destinada a pagar os agentes.

Ainda com o aumento, os grevistas dizem que Rolim insiste em pagar apenas R$ 545,00, e agora com atraso.

“O prefeito de Codó está desobedecendo uma lei federal…FAZENDO O QUÊ, JEAN? Não paga o salário correto, o salário correto é R$ 890,00, sendo que R$ 750,,0 é o teto, bruto é R$ 890 com 10% de insalubridade do município, como repasse do Estado”, disse completando

“Fez foi piorar, agora ele atrasou até os R$ 545,00. Já ta com 10 dias, mas não pode atrasar, Acélio, é nem um dia. Se chegou de Brasília é pra pagar, o dinheiro é nosso não é dele”, frisou

SUFICIENTE PARA REAJUSTE

Irmão, Jean, Cláudio

Na visão dos agentes o novo repasse é o suficiente para o reajuste que estão pedindo.

“Só com este dinheiro aqui já dá os R$ 870,00, sem os 10% de insalubridade do município e nem sem o repasse do Estado. Ele (prefeito) ta é ficando, pagando R$ 545,00 com o que vem pra gente, em vez de botar ele faz é ficar e não dá uma satisfação pra ninguém”, afirmou Jean

TEMPO INDETERMINADO

A paralisação não tem data para ser encerrada. Os agentes de combate às endemias afirmam que só voltam ao trabalho para combater doenças perigosas como a dengue quando o prefeito Zito Rolim reajustar o salário da categoria.

“Até ele resolver esta situação e até o Ministério da Saúde tomar conhecimento porque que nós paralisamos, pra ele saber quem tem razão se é nós ou o prefeito (…) só isso qe nós queremos, nós não queremos briga com ele, nem com a população, queremos é desenvolver nosso trabalho com dignidade, mas com condição de trabalho”, encerrou Jean

Presidente do Grupo Atitude confirma pré-candidatura e revela que tem gay na Câmara que não defende a causa

Wellington Salazar

O presidente do Grupo Atitude, Wellington Salazar, confirmou ao blogdoacelio que é pré-candidato a vereador do município de Codó, pelo Partido Comunista do Brasil. O motivo de sua propositura à uma das cadeiras no legislativo municipal nasce na necessidade de existir políticos que defendam a causa dos homossexuais.

Wellington quer criar leis que efetivem políticas públicas para a classe GLBT (Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transexuais).

“A minha proposta enquanto candidato é tentar mostrar pra sociedade codoense que existe uma parte da população que merece atenção, em especial a parte dos homossexuais, então eu quero que na Câmara os homossexuais tenham um representante, que a partir daí os políticos que nós temos em nossa cidade passe a desenvolver políticas públicas pra esta parte tão esquecida da sociedade codoense”, afirmou

“TEM GAY NA CÂMARA QUE NÃO DEFENDE”

Um dos pontos interessantes da entrevista é onde Wellington Salazar revela que existe vereador homossexual no parlamento de Codó que se omite na defesa dos direitos desta parte da sociedade renegada ao acaso. O presidente do grupo não citou nomes.

“Absolutamente (ignorado), embora tendo homossexual no legislativo municipal, mas que não levanta a bandeira e passa por cima”, disse

“VEREADOR DE TODOS”

Salazar reforçou no final que será vereador de todos os codoenses, mas com atenção maior voltada a causa gay.

“Completamente (diferente) porque eu não vou ser candidato somente dos homossexuais, eu vou ser candidato da população codoense, do povo de Codó, mas os homossexuais vão uma bandeira especial”, concluiu

Professora diz que salário pago por Zito “não dá nem pra pagar combustível de uma moto”

Fátima Falcão

A professora Fátima Falcão, mulher de larga folha de serviços prestados à educação do município de Codó, que inclusive já foi até gestora regional de educação quando comandou 6 municípios para o Governo do Estado, usou da palavra na V Conferência Municipal do PCdoB.

Ela teceu duras críticas à forma como os governantes de Codó, do Maranhão e do Brasil utilizam os recursos públicos. Na visão dela, ninguém, principalmente, por aqui, dá prioridade ao que chamou de bem-estar do ser humano.

“Se houvesse uma aplicação correta a educação do Brasil, não é só de Codó não, se houvesse uma aplicação correta de nossos deputados, senadores, vereadores, ministros, presidente, se todos se juntassem pelo bem-estar do ser humano todo mundo tinha saúde digna, todo mundo tinha educação digna, mas infelizmente o que se observa hoje no Brasil e em especial em Codó é uma briga pelo poder, poder pelo poder, pelo dinheiro”, argumentou

USANDO DA INOCÊNCIA

Para Fátima Falcão, os políticos se utilizam da inocência das pessoas que não estudaram fazendo doações no intuito de ludibriá-las.

“Usam a inocência de pessoas que não estudaram, pessoas que não tiveram a oportunidade de conhecer a vida, o mundo, o Brasil, o Maranhão e o Codó”, disse

SALÁRIO DO PROFESSOR

A professora, que lembrou aos presentes que estava afastada da política partidária e acreditando nas propostas do Partido Comunista do Brasil voltou a militância recentemente, fez citações à realidade codoense no que concerne aos salários pagos pelo governo Cuidando de Nossa Gente.

Tomando como gancho a fala do procurador-geral do município, advogado Ricardo Torres, Fátima Falcão disse que o salário de R$ 1.400,00 alegado por ele em seu discurso não paga nem o combustível de uma moto uma vez que o professor pra ganhar “melhorzinho” tem que trabalhar dois ou três turnos, ficando sem tempo para planejar suas aulas.

“Ricardo Torres citou que o salário saiu de R$ 600,00 para R$ 1.400,00. Agora analisem, se sustenta. Pra você trabalhar uma manhã inteira, ir pra casa planejar, estudar porque pra dar uma aula para que o aluno aprenda, que haja concentração, pra você aprender o que é química, a fórmula da água que é H2O, pra você entender, pra fazer entender, pra ganhar R$ 1.400,00 não paga a gasolina da moto, imagine de um carro, Há! mas professor tem carro? Tá demais, tem que andar é a pés”, disse irritada a professora

“VAMOS ESTUDAR JUVENTUDE”

Fechando sua fala, a educadora exortou aos jovens que estudassem para que tivessem sua liberdade plena e caíssem nos contos da maioria dos políticos brasileiros.

‘Então o que o Brasil precisa fazer, e é por isso que eu acredito no PCdoB (…) Nós temos que ser livres, nossas idéias, nossos pensamentos, temos que ser livres por isso que eu aconselho os jovens a estudar”, disse