Francisco Nagib entrega camisas e define carros de som para blocos alternativos

Auxílio aos blocos

Terminou agora a pouco, no prédio da FCTV, a segunda reunião do empresário Francisco Nagib, do relações públicas dos grupo FC Oliveira, professor Cícero de Sousa, e mais de 18 representantes de blocos alternativos.

Na primeira ficou acertado que eles voltariam, nesta data, para saber da disponibilidade dos carros de som do grupo FC que os apoiaria nos dias em que estão programados para arrastarem seus brincantes pelas ruas de Codó.

Cícero de Sousa anunciou, bloco a bloco, que carro o atenderá, qual motorista ficará a disposição dos responsáveis pelo alternativo e em que horário.

“Isso facilita a organização desse atendimento aqui no grupo FC Oliveira e também vai melhorar a programação dos blocos que já sairão daqui sabendo que poderão contar com um carro de som, no horário aqui acordado entre todos”, garantiu Sousa

O empresário Francisco Nagib também fez a entrega de camisas para os blocos que fizeram-lhe a solicitação, quando foi feita a oferta na penúltima reunião.

“Esta é nossa forma de colaborar para o sucesso de todos. O importante pra mim é ver todos brincando e cumprindo seus compromissos para com seus foliões de maneira a deixa-los completamente satisfeitos. A partir deste ano vamos nos programar para, a cada ano, ajudar mais ainda os alternativos. Quanto mais bonito eles saem, mais bonito parecerá nosso carnaval e é isso que Francisco Nagib quer”, frisou o empresário

Participaram:

CORNOMIRIM, ME ACHA, CARA DE PAU (Bairro Sto. Antonio), TE PEGUEI (Santo Antonio)

RAÍZES; VOU SIM, QUERO SIM (Sta. Teresinha); OS MISTURADOS (Bairro Santo Antonio)

Extravasados (CENTRO); SEM VERGONHA (Com banda no Vereda)

FULERAGEM ; CARNAVAL COM CRISTO

CACARECOS; JEGUE FOLIA

BAGACEIRA; ENXAQUECA; ARRASTA TUDO

ALGODÃO DOCE

Centro Operário recebe carnaval do CRAS

Banda Euterpe

Começou hoje o carnaval das 4 unidades do Cras Codó(Centro de Referência da Assistência Social) . A festa começou sendo oferecida às crianças atendidas pelos centros em bairros como o Codó Novo e o São Francisco no Centro Operário Codoense.

Nesta quinta-feira, pela manhã será a vez dos idosos, incluindo os que fazem parte do Projeto Conviver. A animação está por conta da super banda Euterpe que já aperfeiçoa seu repertório para o carnaval 2011. A banda ficará tocando no corredor da Folia enquanto o trio elétrico sobe a avenida.

A estratégia será usada para evitar a reclamação dos barraqueiros que ficavam sem atração durante o percurso do trio.

Professor denuncia – TAC de São José de Pinho não foi cumprido

Arquivo do blogdoacelio

Tudo indica que a Secretaria Municipal de Educação voltará a ter problemas por causa da escola de São José de Pinho, zona rural de Codó. De acordo com o professor José Galvão, ouvido pelo blogdoacelio.com.br, o Termo de Ajustamento de Conduta firmado pelo Ministério Público detalhando obrigações de melhoria do colégio não foi cumprido na sua totalidade.

A escola apareceu na mídia estadual, recentemente, com fotografias tiradas pelo professor mostrando crianças de um pré-escola estudando de joelhos no chão.

COMPROMISSOS

O TAC dizia: “Compromete-se em reformar a Escola São José de Pinho observando que deverá ter reboco, pintura, pisos, cozinha eletrodomésticos e utensílios, além de banheiros de modo que esta escola possa funcionar normalmente fornecendo a merenda escolar aos alunos”.

PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

“Também deverá garantir acesso à todos instalando rampa para os portadores de necessidades especiais”.

CONTRATAR MERENDEIRA

“O compromissado compromete-se a regularizar o fornecimento da merenda escolar no que diz respeito á pessoa responsável para preparar e servir a mesma aos alunos”.

O QUE FOI FEITO?

O professor de São José de Pinho garantiu que pouco do que fora acordado foi colocado em prática. Por conta da não execução, ele vai pedir que ao Ministério Público Estadual que seja cobrada a multa estabelecida no Termo contra a Prefeitura, uma vez que o prazo para a obra expirou.

“A escola não foi reformada. Só foi feito uns dois reboco e os dois banheiros e só, e pintada. O piso não houve, não houve a contratação da merendeira e por aí vai”, garantiu Galvão

Registro fotográfico do trem de nossas vidas

Ele fecha o tempo

Para quem tem pressa o trem, que marca uma era de ouro no desenvolvimento de nossa Codó, fecha o tempo

Foto 2 - Espera

Quem tiver seus compromissos que o espere, longo, pesado, à 20 kms por hora e barulhento.

Foto 3 - Liberando

Como a moral de quem é dono do espaço e não abre nem para outro trem carregado de gillet ele diz quando e como devemos seguir. Assim que o primeiro sinal de trânsito livre aparece o frenesi se mostra – pedestres, ciclistas, motociclistas, carros e seus motoristas. Buzinas, sorrisos, xingamentos. É o trem que se vai devolvendo nossa liberdade de ir e vir sem o empecilho de seus fortes trilhos.

Foto 4 - embaçado

De raiva pelo tempo perdido a vista chega a embaçar, mas codoense que é codoense sabe do que falo agora. A sensação de seguir estrada é das melhores possíveis, até que no outro dia passemos pela mesma situação. Por quanto tempo será assim? Nossos netinhos ainda farão o mesmo questionamento daqui há algumas décadas, tenha certeza.

Foto 5 - Ele vai voltar

Enquanto isso, o melhor mesmo é preparar o espírito, renovar a coragem. Nosso trem vai voltar.

Fotografias feitas no dia 7 de fevereiro na Av. Vitorino Freire

“EU NÃO ME ARREPENDO DO QUE FAÇO” garante Figueiredo Jr. após briga na Câmara

Figueiredo Jr pós briga

Estivemos na manhã desta terça-feira, 15, com o vereador Figueiredo Junior, quando também procuramos conversar com Antonio Saruê.

Este último não nos pôde atender, segundo a esposa, por estar em repouso seguindo orientação médica. Antonio Moraes Cardoso teve problemas com a pressão arterial (chegou a 19 por 11).

ELE NÃO É MAIS HOMEM DO QUE EU”

Já Figueiredo Junior amanheceu de mão direita engessada. Um dos dedos está fraturado após a briga no plenário. Disse ao blog do Acélio que só fez o que as imagens mostram porque foi chamado de moleque por Saruê, ele e seus colegas de bloco.

“Eu só desci porque ele me chamou e eu não sou mais homem do que ele e nem ele é mais homem do que eu, eu acho que a gente deve resolver na palavra, no debate e tudo, mas tem hora que os ânimos se afloram e foi o que aconteceu”, disse

O parlamentar pediu desculpas à população por seu comportamento agressivo.

“Eu peço desculpas a população de Codó que conhece o Figueiredo Junior e, com certeza, nós iremos nos controlar ainda mais agora moleque é uma palavra muito forte pra ser usada contra um pai de família, trabalhador e honesto”, afirmou

“EU NÃO ME ARREPENDO”

Mas, apesar do pedido, quando perguntado se pediria desculpas à Saruê e se estava arrependido pelo que houve, respondeu de forma firme e taxativa.

“Eu não me arrependo do que eu faço, fiz tá feito. Ele também fez porque ele chamou a mim de moleque, chamou os vereadores de moleques, numa total falta de respeito”, afirmou

Veja a briga na Camara de Codó

Pe. Josias terá que devolver 11 milhões aos cofres de Peritoró – denuncia secretário

Constantino versus Ezequias

O secretário de Educação do município de Peritoró, Ezequias da Silva e Silva, fez uma bombástica revelação na última assembléia geral de professores, quando fora sabatinado pelos educadores que cobravam um abono de 2010, de cerca de R$ 3.000,00 por matrícula.

Em meio às farpas trocadas num diálogo acirrado, Ezequias usou o microfone e disse que o ex-prefeito, Pe. Josias, foi condenado pelo Tribunal de Contas do Estado a devolver aos cofres públicos nada menos que 11 milhões de reais.

“No dia 19 de janeiro, na primeira sessão realizada pelo Tribunal de Contas do Estado, foram condenados alguns prefeitos e o ex-prefeito, Pe. Josias, conforme o site do TCE do dia 19 de janeiro de 2011, foi condenado pelo Tribunal a devolver 11 milhões de reais”, garantiu

CAUSA

O secretário também explicou os motivos observados no sítio do Tribunal. A devolução tem por causa desvios e despesas não comprovadas no governo do também ex-padre.

“Por desvios e por notas, por despesas não comprovadas, é isso que está no site do TCE”, revelou

CONSTANTINO DEFENDE

Quem saiu em defesa do ex-prefeito foi o vereador Constatino Santos Neves, secretário de governo da era Josias. O parlamentar, hoje contrário à Agamenon, acusou o atual prefeito de estar fazendo estardalhaços com o nome do seu antecessor, a partir de um crime de violação de correspondência.

De acordo com Constantino, o envelope com a comunicação endereçada ao ex-prefeito foi parar nas mãos de Agamenon de forma criminosa.

Ele foi endereçado para o Josias, com endereço do Josias e o nome do Josias e o Correio, irresponsavelmente, porque o diretor do Correio está a serviço da Prefeitura, pegou o envelope e deu para dona Madalena de Paula receber e ela nem é secretária do Josias, nem esposa do Josias, nem mora na casa do Josias e recebeu, abriu o envelope e entregou para o prefeito E o prefeito anda fazendo propaganda com este relatório”, disse

PRAZO

Constantino defende

O vereador garantiu que tudo será esclarecido. Pe. Josias já teria recebido até um prazo para comprovar suas despesas.

“Quero dizer pra você (Ezequias) que o Josias vai comprovar os gastos dos 11 milhões, tá!. Outra coisa, o Correio está respondendo processo por ter violado uma correspondência. O Tribunal de Contas já decidiu dá os prazos pra Josias ir rever sua decisão, tudo isso vai ser esclarecido”, concluiu

RÉPLICA

Ezequias Silva rebateu a defesa do vereador. Classificou-a de fraca e repetiu a informação que está no site do TCE para reforçar sua revelação.

“Fraca porque Josias passou 4 anos sem dá um reajuste salarial, desrespeitando trabalhador e no final do mandato ele sai deixa um abono de R$ 1.800,00 e acha que é tudo as mil maravilhas, mas na verdade agora o Tribunal mostra isso. Isso não é fala do professor Ezequias, não é falta de Dr. Agamenon, prefeito da cidade, está no site do Tribunal de Contas do Estado, ele foi condenado a devolver 11 milhões de reais”, disse

Em Nota ao blog do Acélio professores declaram greve geral a partir da próxima segunda-feira

NOTA DO SINDSSERM SOBRE A GREVE DOS(AS) PROFESSORES(AS)

“Não negociaremos nossos direitos”

A atual direção do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais tem pautado sua gestão na defesa intransigente da qualidade dos serviços públicos e dos direitos dos servidores públicos municipais. Desse modo, para alcançar estes objetivos, não “abre mão” de utilizar todas as formas de luta disponíveis no Estado Democrático de Direito, inclusive o direito de greve assegurado aos trabalhadores. Atualmente, uma série de direitos dos profissionais do magistério estão sendo desrespeitados pela atual administração, todos eles indispensáveis a melhoria da qualidade da educação pública. Para citar apenas alguns, lembramos aqueles garantidos na Lei Municipal 1.505/09, denominada Estatuto do Magistério, e na Lei Federal 1.738/08, conhecida como Lei do Piso Salarial dos Profissionais do Magistério:

I – ELEIÇÃO PARA DIRETORES NAS CINCO MAIORES ESCOLAS DO MUNICÍPIO

“O processo para designação da função de gestor de escola, desde que atendidos os critérios de qualificação do art. 36, se dará mediante Processo Seletivo (Avaliação de Títulos), regulamentado por um Edital com orientação e acompanhamento da Secretaria de Administração e da Secretaria de Educação, devendo este processo originar uma lista tríplice de candidatos associados para a Gestão e Vice-gestão Escolar, culminando o processo na eleição através dos votos dos docentes, discentes e do colegiado escolar… A implantação inicial desse processo de designação é prevista para o biênio da Gestão 2011/2012 e contemplará apenas as 05 maiores escolas da rede municipal…” (Lei Municipal 1.505/09, Art. 33).

II – GRATIFICAÇÃO PARA OS(AS) PROFISSIONAIS QUE TRABALHAM DA ZONA RURAL

“Os profissionais do magistério, tanto da docência como do apoio pedagógico, receberão gratificação pelo exercício da docência em escola de difícil acesso da zona rural”. (Lei Municipal 1.505/09, Art. 61, Inciso III).

III – EXONERAÇÃO DE TODOS(AS) OS(AS) DIRETORES(AS) DE ESCOLA QUE NÃO SÃO SERVIDORES DO QUADRO EFETIVO

“O professor designado para a função de gestor de escola deverá pertencer ao Subquadro de Cargos Permanentes, ter como qualificação mínima a formação de nível superior em Licenciatura com especialização na área de Gestão Escolar e experiência mínima de 03 (três) anos em docência ou apoio pedagógico.” (Lei Municipal 1.505/09, Art. 36).

I – REAJUSTE SALARIAL NO MESMO PERCENTUAL DE REAJUSTE DO FUNDEB

“O piso salarial profissional nacional do magistério público da educação básica será atualizado, anualmente, no mês de janeiro, a partir do ano de 2009… A atualização de que trata o caput deste artigo será calculada utilizando-se o mesmo percentual de crescimento do valor anual mínimo por aluno referente aos anos iniciais do ensino fundamental urbano, definido nacionalmente, nos termos da Lei no 11.494, de 20 de junho de 2007.” (Lei Federal 11.738/08, Art. 5º).

“O Poder Executivo fica autorizado a proceder a revisão salarial do Plano de Carreira sempre que houver reajuste anual do salário mínimo nacional e de acordo com os acréscimos do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica, respeitando as disponibilidades financeiras dos recursos destinados ao gasto com pessoal”. (Lei Municipal 1.505/09, Art. 60).

Além destas reivindicações os(as) professores(as) também exigem o cumprimento de outros compromissos que são fundamentais para a melhoria da qualidade da educação pública, entre eles:

I – Melhoria da infraestrutura das escolas;

II – Alimentação escolar de qualidade e em todos os dias letivos;

III – Extinção das turmas multiseriado;

IV – Transporte escolar de qualidade;

V – Merendeiras e zeladoras para as escolas da zona rural.

Todas as irregularidades apontadas pelo SINDSSERM já foram notificadas ao Ministério Público Estadual e à Administração Municipal. No entanto, até o momento, o Ministério Público, na pessoa do promotor de justiça Gilberto Câmara, não fez mais do que chamar o Secretário de Educação para uma conversa. Quanto à reação do poder público municipal diante das reivindicações da categoria, este se recusou a cumprir o Estatuto do Magistério e a Lei do Piso Salarial.

RECURSOS DO FUNDEB CRESCEM 21,7% EM 2011, MAS GOVERNO DIZ QUE NÃO TEM DINHEIRO!

No dia 30 de dezembro de 2010, o Ministério da Educação publicou a Portaria nº 1.459 do FUNDEB, a qual elevou o valor anual mínimo nacional por aluno de R$ 1.414,85 para R$ 1.722,05. Isso significa um acréscimo significativo nos recursos do Fundo (21,7%). Tal acréscimo pode ser percebido quando se compara o montante de recursos recebidos pelo município no mês de janeiro de 2010, que foi R$ 3.028.747,59, com o total financeiro recebido no mesmo mês do ano em curso, que chegou a R$ 5.275.947,80. Esses dados denunciam outro ilícito prestes a ser praticado pela atual administração municipal: uma vez que os recursos aumentaram consideravelmente e que o governo investiu no ano de 2010 cerca de 64% dos recursos do FUNDEB no pagamento de professores (o mínimo é 60%) é muito provável que este mínimo de 60% não seja alcançado este ano.

GREVE INICIA NA SEGUNDA FEIRA, DIA 21, COM MAIS MANIFESTAÇÕES DA CATEGORIA

Uma vez que as reivindicações da categoria não foram atendidas, os professores se viram forçados pelo poder público a decretar greve por tempo indeterminado, a partir da segunda feira, dia 21. Para inaugurar a greve, uma grande passeata acontecerá na segunda feira. A mesma partirá da Praça do Viveiro, com destino ao Ministério Público, à Secretaria Municipal de Educação e à sede da Prefeitura. A concentração será a partir das 08:00h. Enquanto perdurar o estado de greve, todos os dias haverá manifestações em frente à prefeitura e ao Ministério Público.

“A luta dos professores em defesa dos seus direitos e de sua dignidade deve ser entendida como um momento importante de sua prática docente, enquanto prática ética. Não é algo que vem de fora da atividade docente, mas algo que dela faz parte. A minha resposta à ofensa à educação é a luta política consciente, crítica e organizada contra os ofensores…” (Paulo Freire, Pedagogia da Autonomia).

À luta professores(as)!

Atenciosamente,

A Direção do SINDSSERM.

Governo divulga nota e acusa Sindicato de querer greve a qualquer custo

Governo e Professores não se entenderam à tarde. A prefeitura divulgou uma nota à imprensa e o sindicato saiu gritando a palavra GREVE da reunião. O blog ainda vai ouvir o professor Antonio Celso Moreira sobre a decisão.

LEIA a nota do governo sobre cada ítem da pauta de reivindicação:

Com relação às alegações do SINDSSERM (Sindicato Dos Servidores No Serviço Público de Codó) a Prefeitura Municipal de Codó tem a expor o seguinte:

FROTA DE VEÍCULOS DO TRANSPORTE ESCOLAR

Todos os anos, passam por vistorias e revisões todos os 26 veículos que prestam serviço à Rede Municipal de Ensino, utilizados na cobertura dos 17 roteiros da zona rural. Procedimento este que só passou a ser adotado no Governo da Nossa Gente. Sendo que a última vistoria ocorreu no sábado dia 12 de fevereiro de 2011 pelo DETRAN – MA.
Resultado: Não se registrou até agora nenhum acidente envolvendo o transporte escolar do município.

MERENDA ESCOLAR
A Prefeitura reafirma todas as escolas da sede e da zona rural recebem merenda escolar regularmente, inclusive com estoque reforçado no Depósito da antiga CIBRAZÉM, onde funciona o almoxarifado central, para o início do ano letivo.

Afirmamos ainda que nenhum professor está sendo obrigado a preparar a merenda dos alunos. Em alguns casos, em determinadas localidades da zona rural, o que existem são voluntários que se dispõem a colaborar com a educação do nosso município. Em outras localidades, pessoas da própria comunidade preparam a merenda dos alunos, sendo que o Gás utilizado é fornecido pelo município.

VOLUME DE ALIMENTAÇÃO DISTRIBUIDO EM 2010:

Cartaz recursos 2010

Arroz…………………………………………………………..43,44 toneladas
Carne bovina ………………………………………………..7 toneladas
Frango……………………………………………………….7 toneladas
Macarrão……………………………………………………7,28 toneladas
Sardinha…………………………………………………….99.450 latas
Achocolatado……………………………………………..16,48 toneladas
Pães…………………………………………………………..544.000 unidades
Suco em pó………………………………………………….24,98 toneladas
Biscoito………………………………………………………20,756 toneladas
Mingau………………………………………………………14,171 toneladas
Risoto de Carne e Frango……………………………….10,7 toneladas
Carne bovina enlatada…………………………………..7.560 latas de 800g
Óleo de cozinha…………………………………………….2.931 latas
Extrato de tomate…………………………………………1.031 potes
Sal………………………………………………………………1,32 toneladas
Açúcar…………………………………………………………908 Kg(creches)
Café…………………………………………………………….941 pacotes (creches)
Corante……………………………………………………….2.156 pacotes de 100g
Feijão………………………………………………………….1,3 toneladas
Condimento………………………………………………….1.292 pacotes 100g
Leite em pó…………………………………………………..2,9 toneladas
Salsicha……………………………………………………….7.680 latas
Sopa……………………………………………………………3,73 toneladas
Alho……………………………………………………………2.484 cabeças
-Brasil Alfabetizado 2010:….13 toneladas.
(Suco, Biscoito, Achocolatado, Leite em Pó, Sopa e Mingau)
-A merenda escolar foi beneficiada também pelo PAA – PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE

ALIMENTOS

Complemento alimentar dos alunos da Rede Municipal de Ensino (Pré-Escola e Creches)
Frutas, Legumes, Verduras e Tubérculos ………….28,24 toneladas
Vale ressaltar que o cardápio de cada ano letivo é elaborado levando em consideração o Teste de Aceitabilidade realizado entre os alunos da Rede Municipal de Ensino.

ELEIÇÃO DE DIRETORES DAS CINCO MAIORES ESCOLAS

Reunidos na Ferreira Bayma

No que diz respeito à eleição de Diretores das cinco maiores escolas municipais, informamos que o Secretário Municipal de Educação já publicou a Portaria de n° 002/2011, de 08 de fevereiro de 2011, constituindo Grupo de Trabalho para a elaboração do Processo de Eleição dos Gestores das cinco maiores escolas de Rede Municipal de Ensino, conforme o artigo 36 da Lei do PCCS – Plano de Carreira Cargos e Salários.

A Comissão é composta pelas seguintes professoras: Rosalva Komora de Sousa, Ednalva Mendes Rodrigues e Maria Das Graças Sousa. As quais estão elaborando p edital com as regras que regerão tais eleições nas escolas.
JUNÇÃO DE ALUNOS DE 5ª A 8ª SÉRIES NA MESMA SALA DE AULA (ZONA RURAL)

A Secretaria Municipal de Educação (SEMED) está analisando o resultado das matriculas para 2011 e, em se constatando essa “ JUNÇÃO DE SÉRIES” na mesma sala de aula, tomará as devidas providências, de maneira a não prejudicar o aluno e conseqüentemente o andamento do ano letivo.

INSUFICIÊNCIA DE PROFESSORES

A Prefeitura acaba de admitir mais 131 professores excedentes do último concurso público, além dos cerca de 300 professores admitidos em 2010.
Ainda assim, caso ainda exista déficit de professores do quadro permanente em algumas escolas da Rede Municipal de Ensino, a situação será regularizada tão logo seja realizado o Processo Seletivo de Professores que ocorrerá no mês em curso, conforme determina a Lei n° 1.505/2011 do Plano de Carreira, Cargos e Salários.

REFORMA/ CONSTRUÇÃO DE ESCOLAS
Com relação às informações do SINDSSERM de que as escolas do município encontram-se sucateadas, informamos que a maioria das escolas passou e está passando por melhorias.
Na zona urbana, foram reformadas cerca de 45 (quarenta e cinco) escolas. Na zona rural, foram reformadas quase 30 (trinta). Entre reformas e ampliações, portanto, mais de 70 (setenta) escolas foram reformadas e ampliadas nos dois últimos anos.
AUMENTO DE DESPESA COM SALÁRIO DOS PROFESSORES
Quanto a reajuste salarial para os Professores, a Prefeitura tem a esclarecer o seguinte:

1) Em 2009, o total de recursos destinados a pagamento de salário dos professores, efetivos e contratados, alcançou R$ 21.909.099,93 (vinte e um milhões, novecentos e nove mil, noventa e nove reais e noventa e três centavos);

2) Em 2010, esse total subiu para vinte e R$ 24.627.493,36 (quatro milhões, seiscentos e vinte e sete mil, quatrocentos e noventa e três centavos), representando um aumento de R$ 2.718.393,43 (dois milhões, setecentos e dezoito mil, trezentos e noventa e três reais e quarenta e três centavos), somente para o pagamento de salário dos professores.

3) Apenas com professores efetivos, a folha de pagamento da educação saltou de R$ 7.300.000,00 (sete milhões e trezentos mil reais) em 2008, para mais de R$ 18.000.000,00 (dezoito milhões de reais) no ano de 2010.

4) Até 2009, o gasto com salário dos professores não passava de 60% (sessenta por cento) do total da receita anual do FUDEB, mínimo definido em lei federal. Em 2010, no entanto, o Governo Municipal aplicou 64,30% (sessenta e quatro, vírgula trinta por cento) de toda a receita do FUNDEB na remuneração do Professor. Ou seja, o Prefeito Zito Rolim autorizou o pagamento de R$ 1.648.457,17 (um milhão, seiscentos e quarenta e oito mil, quatrocentos e cinqüenta e sete reais e dezessete centavos) a mais do que a lei determina. Isso significa que a Prefeitura deixou de investir mais de um milhão e meio de reais em infra-estrutura em 2010, para pagar melhores salários para os professores da rede municipal de ensino.

5) Para 2011, já forma admitidos mais de 200 (duzentos) novos professores e supervisores para o quadro efetivo.

6) Nesse contexto, o Gestor público deve agir com a máxima prudência possível para que a educação não fique sem recursos para investir em construção e reforma de escolas, aquisição de carteiras escolares, mais merenda escolar, entre tantas outras despesas necessárias para o bem estar do aluno e o desenvolvimento da educação como um todo.

7) Para do Governo Municipal, a prioridade na educação é o bem estar do aluno, em segundo lugar, vem a remuneração do Professor, em seguida vem a preocupação com a infra-estrutura de ensino.

Celso e Ricardo

Elevar o gasto com pessoal muito além do possível significa colocar em risco o bem-estar dos alunos, na medida em que ficar prejudicada a capacidade de investimento nas escolas e na sala de aulas.

Dessa forma, qualquer aumento salarial, conforme a parte final do o art. 60 da Lei 1.505/2009, pode ser concedido, desde que “…respeitando as disponibilidades financeiras dos recursos destinados ao gasto com pessoal.”

São estas as considerações que se tem a expor até o momento, à disposição para esclarecimentos complementares.
Codó, 14 de fevereiro de 2011.

Ricardo Araújo Torres
Secretário Municipal de Governo

Militar a paisana salva vida de família agredida por gang na 1º de Maio

Costas da vítima

O comerciante Marcos Paulo Batista mostrou-nos os hematomas por todo o corpo. São marcas de facão. Ele tentou defender a esposa, Edilene da Silva, e os dois acabaram sendo agredidos por 12 homens por volta das 9h da noite de domingo,13, em bares da Av. 1º de Maio (próximo a Art Vídeo).

A mulher explicou ao blogdoacelio.com.br que nem os filhos do casal foram poupados.

“Entraram no meio também, empurraram, ai eles ficaram chorando, pediram pra não agredir meu marido, eles agoniaram devidamente a meu estado no meio de uma confusão, a minha sorte foi este policial que estava lá”, disse a vítima que estava andando de muleta por conta de uma fratura na perna.

PM Luz

O militar à quem se referiu estava a paisana no local e chama-se, José Tadeu Reis da Luz. Na iminência de ver o pior acontecer, agiu sozinho em defesa da família conseguindo impedir a morte do casal que não tinha mais a quem recorrer. Um dos agressores está preso, os demais fugiram depois da investida do jovem policial.

“A situação pegou dimensões extremas, havia sérios riscos de morte pra vítimas devido ao grande número de elementos envolvidos e armados com armas brancas, paus, pedras, inclusive isso é facilmente comprovado nas lesões sofridas pelas vítimas”, explicou Luz

FALTA MÉDICO LEGISTA EM CODÓ

O caso trouxe a tona uma velho problema de Codó – a falta de médicos legistas em número suficiente para atender a demanda. Como só existe um disponível (Dr. Cláudio Paz) e este tem diversas funções, entre as quais a de secretário municipal de saúde, muitos exames precisam esperar.

Marcas de facão

As costas de Marcos Batista terão que aguardar cinco dias, para que ele marque o exame do qual precisava imediatamente.

Até sexta-feira ficou pra marcar, mas não é certo de ter o exame não…OMUNICÍPIO JÁ DEVERIA TER UM MÉDICO SÓ PRA ISSO? Só um 1 não, acho que era pra te mais porque só um médico não resolve a pendência da população”, respondeu Marcos Paulo Batista

Dona Edilene da Silva, completou a reclamação “E daqui pra lá o hematoma vai diminuir, porque ninguém vai ficar com uma coisa dessas nas costas sem tratar e atrasa tudo…Não sei como vai fazer, vai ficar difícil, muito difícil mesmo”.

PALAVRA DO REGIONAL

Os inquéritos são prejudicados, segundo o delegado regional, porque o chamado exame de corpo de delito é peça primordial para que a queixa tenha êxito no Ministério Público e, posteriormente, na Justiça.

Rômulo Vasconcelos informou que está tentando uma solução em parceria com a direção do Hospital Geral Municipal para onde os casos são encaminhados.

Na verdade a perícia tem que ser feito de imediato, mas como o número é altíssimo nós estamos tendo prejuízos com isso porque a lesão ela pode sumir, pode desaparecer, um hematoma então isso tem que ser feito o mais rápido possível. Então nós estamos com esta dificuldade, estamos já entrando em contanto com o próprio diretor do hospital para nomear médicos para substituírem doutor Cláudio Paz, por a demanda dele é gigantesca, mas o delegado de polícia ele pode nomear outros médicos legistas pra fazer essas perícias”