Proteja seu patrimônio aproveitando a promoção da GARRA MONITORAMENTO

Confira os preços promocionais que só a EMPRESA GARRA MONITORAMENTO pode oferecer nesta região. Nossos equipamentos estão com valores que cabem no seu orçamento para que você possa investir na sua segurança (e da sua família).

Garra – preços imbatíveis

GARRA MONITORAMENTO – PROTEJA SEU PATRIMÔNIO.

Em Codó na rua CÔNEGO MENDONÇA, 406, centro, ligue (99) 3661-2921 ou 98206-0004.

Garra

Também temos lojas em Bacabal , centro, (99) 3621-5893 ou 98189-6792 e em PINHEIRO na Av. Dr. Paulo Ramos, (98) 3381-1190 ou 98132-2838.

DMTRANS sinaliza e estabelece contramão no bairro São Sebastião

O DMTRANS está sinalizando, verticalmente, algumas ruas fora do centro da cidade onde mais este tipo de sinalização era feito.

No mais recente comunicado há novas orientações para a rua da COHEB com Tomé de Sousa e Santos Dumont, como diz o texto abaixo de autoria do departamento distribuído via whatsApp:

“Em virtude de algumas mudanças no trânsito de Codó o DMTRANS comunica à população e condutores de veículos que a rua da Coheb, a partir da rua Tomé de Sousa sentido Av. Santos Dumont, sentido proibido conforme sinalização vertical”

SAAE realiza reparos para acabar com falta d’água no residencial São Pedro

O SAAE realizou obras de reparo no poço do conjunto Habitacional Zito Rolim II que estava com problemas de falta de abastecimento d’água em sua parte mais alta. O caso foi denunciado em reportagem da TV Mirante.

Algumas substituições foram feitas para que o problema fosse resolvido.

Estas fotos foram enviadas ao blogdoacelio depois do trabalho realizado na área.

PARANÁ – Dois alunos de Codó ajudam a garantir bronze nos Jogos Escolares da Juventude

Na tarde de ontem (15), o Maranhão faturou duas medalhas de bronze no atletismo dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ 2017), etapa infantil – alunos com 12 a 14 anos –, que estão acontecendo em Curitiba, no Paraná.

Maranhão sobe ao pódio mais uma vez na edição 2017 dos Jogos da Juventude.

No revezamento 4×75 metros da categoria masculino, o estado ficou em terceiro lugar com os alunos-atletas Luís Ricardo e Brunno Cunha, de Codó, Arimagno da Silva, de São Luís, e Sóstenes Moyses, de Bacabal.

“Foi meu primeiro ano nos Jogos da Juventude. Cheguei até as semifinais dos 75 e 250 metros e na final do revezamento que levamos a medalha de bronze. Nós treinamos muito para ganhar essa medalha e conseguimos”, disse Arimagno, de 14 anos de idade.

A outra medalha de bronze foi na prova do salto em distância com o aluno-atleta Wallison Santos, do município de Governador Edison Lobão.

O técnico Arcelino Neto, de Codó, destacou que a conquista do bronze é fruto de um esforço coletivo:

“A equipe foi montada de maneira estratégica com os nossos melhores atletas. Sabíamos das chances de conseguir uma medalha, e os atletas estavam muito empenhados nessa prova, onde o espírito de equipe foi um fator decisivo”.

“Estamos contentes com as medalhas conquistadas! Vemos o resultado do trabalho e do esforço sendo recompensado para o desporto educacional maranhense. Como professor, sinto-me privilegiado em estar nesse momento com esses alunos que são fantásticos”, finalizou o técnico.

Foram encerradas as competições das modalidades individuais e a delegação maranhense conquistou o total de cinco medalhas: uma de prata no judô feminino, três no atletismo (uma prata e duas bronze); e uma prata na dupla do badminton. Neste domingo, dia 17, serão iniciadas as modalidades coletivas basquetebol, voleibol, handebol e futsal. Os Jogos Escolares da Juventude são organizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB).

Nesta segunda-feira começa a promoção SACOLA CHEIA NOROESTE

Nesta segunda-feira, 18, a NOROESTE vai surpreender você com a promoção SACOLA CHEIA. Apareça em nossa loja e leve tudo que você sempre quis comprar por um preço que você nunca viu.

VÍDEO – O talento musical e os dons de William Brandão

William de Jesus Brandão é um jovem de 24 anos que está internado, há 3 meses,  no projeto de recuperação para dependentes químicos criado, há cerca de 18 anos, pela pastora e cantora Regina Célia Alves dos Santos, da igreja Assembleia de Deus, Ministério Crescendo para Cristo, localizada na Vila Fomento, Codó.

O conheci fazendo uma reportagem sobre o projeto para a TV Mirante na manhã deste sábado. Se destaca pelo bom humor, pela conversa inteligente e firme e pelos dons que só agora tem se permitido explorar – evangelizar, criar mensagens positivas, conquistar usuários para entrar para o tratamento, cozinhar, compor músicas  e cantar. William é daqueles sujeitos que vieram preparados para vencer, mas que, por alguma razão, a vida lhes aprensentou a droga e tudo foi interrompido.

No vídeo aqui exposto seus dons – cantar e evangelizar – por meio da canção DEUS É DEUS.

O projeto ao qual pertence atende hoje à 22 internos e precisa de doações (alimentos, principalmente). Caso queira colaborar financeiramente use:

AGÊNCIA: 0248-8 (BANCO DO BRASIL)
CONTA : 6.156-5

CONTATOS: (99) 98203-3104 OU 98145-8798:

ARTIGO – O fim do dinheiro como conhecemos

Entre tantas revoluções pelas quais o dinheiro já passou, desde as moedas de ouro e prata ao cartão de crédito, voltamos agora a atenção para um movimento de mudança radical. Graças aos avanços tecnológicos, chegamos às criptomoedas. Tal qual as convencionais, as criptomoedas podem ser compradas e negociadas, e, a partir daí, serem utilizadas para adquirir desde serviços online até apartamentos, matéria-prima etc. No Brasil os estabelecimentos comerciais ainda resistem, mas ao redor do mundo alguns países já estão inclusive regulando a utilização da moeda.

A criptomoeda é considerada uma moeda fiduciária, ou seja, não possui lastro em metal, não tem representação física e é controlada por meio da tecnologia blockchain, que garante a segurança do sistema. Especialistas estimam que até 2027 cerca de 10% do PIB mundial estará armazenado em tecnologia blockchain.

Exemplo das criptomoedas, os bitcoins são virtuais, independentes e sem regulação de qualquer entidade, não existem em locais virtuais, como correios eletrônicos ou armazenamentos em nuvem, e muito menos em locais físico/virtuais como hard drivers ou pen drivers. Para “materializar” um bitcoin ou visualizar o balanço de sua conta corrente é necessário relacionar diferentes registros de transação dispostos em uma rede de bloco virtual (blockchain), que só podem ser consolidados mediante uma chave privada. No Fórum Econômico Mundial de 2017 as criptomoedas e o blockchain foram relacionados com temas como confiança nas negociações, mudanças nos serviços financeiros e outros impactantes para o cenário econômico mundial. A discussão se iniciou principalmente pelo potencial que essa tecnologia tem para dificultar tentativas de esconder ou disfarçar transações.

Apesar de uma pesquisa da consultoria PwC apontar que menos de 5% dos bancos estão bem familiarizados com o assunto, em agosto de 2016 os bancos Bank of America e HSBC revelaram ter construído uma aplicação para melhorar transações com letras de crédito. A atenção das instituições financeiras tem motivos, pois o blockchain permite que grandes volumes monetários sejam arrecadados, sem taxas ou desvios e em tempo real. Sem dúvida o blockchain irá impactar bancos, seguradoras e intermediadoras de pagamentos, mas existem infindáveis possibilidade em marketing, serviços sociais, vendas, a exemplo do que ocorreu como Uber, Airbnb e eBay.

Se esse modelo for aplicado, atividades hoje muito presentes tendem a desaparecer. Muitos dos especialistas que anteciparam e antecipam movimentos do mercado, como Don e Alex Tapscott, autores do livro Blockchain Revolution, apontam grandes mudanças em modelos de negócio que exigem intermediação, como os cartórios, que realizam atividades para garantir que as informações apresentadas por cada uma das partes em uma negociação sejam verdadeiras.

Em breve ao adquirir um imóvel, automóvel ou uma laranja orgânica poderemos consultar um blockchain que possuirá todas as informações históricas, sem a necessidade de uma entidade intermediadora. Será possível, a partir de um smartphone, realizar a leitura de um QR Code que detalhará todas as manutenções realizadas no imóvel, todas as vezes que o seguro de um automóvel foi acionado e até mesmo se a fazenda que vende orgânicos realizou recentemente a aquisição de agrotóxicos.

Como se não bastasse, a criptomoeda já é uma possibilidade disseminada de investimento, e vemos o reflexo disso nos seus preços. A cotação da moeda virtual bitcoin em comparação com o real, saiu do patamar negociados abaixo de R$ 1 mil reais, em 2015, para a cotação de R$18.000, mais de 1.800% em apenas dois anos. Ao que tudo indica, o título deste artigo não contém exageros.

*Christian Geronasso e Patrick Silva são membros do Comitê Macroeconômico do ISAE – Escola de Negócios

Prefeitura de São Mateus suspende aulas e parcela salário de professores

Deputados federais e senadores do Maranhão reuniram com o presidente Michel Temer para tentar reverter o corte de R$ 224 milhões no repasse do Fundeb a municípios e ao estado (Foto: Divulgação)

O prefeito de São Mateus, Miltinho Aragão (PSB), decretou nesta quarta-feira, 9, a suspensão das aulas na rede municipal de ensino e o parcelamento do salário do mês de julho dos professores municipais. O motivo apontado pelo gestor foi o corte de mais de R$ 1 milhão em repasses do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) feito pelo Governo Federal.

No decreto, Miltinho Aragão diz que a folha de pagamento dos servidores da Educação em São Mateus soma cerca de R$ 1,8 milhão e que o corte na verba do Fundeb – feito pelo governo Temer – foi de R$ 1,09 milhão o que impossibilita o pagamento integral da folha.

Com isso, nesta semana a Prefeitura deverá pagar 50% do salário dos servidores da Educação e o restante somente em dezembro.

“Assim, resta ao município, diante desta crise comum a todos os municípios maranhenses efetuar o pagamento dos servidores efetivos da Educação, referente ao mês de julho/17 em duas parcelas iguais, a metade nas próximas 72 horas e a outra metade até dezembro deste exercício”, diz trecho do decreto de Miltinho Aragão.

Fundeb – O corte a que se refere o prefeito de São Mateus, é na verdade, o pagamento que as prefeituras do Maranhão e também o Governo do Estado estão fazendo a União por um adiantamento na verba do Fundeb feito em 2015.

No total, o Governo Federal cobrou dos municípios e do estado R$ 224 milhões.

Quando foi publicado que o desconto na verba do fundo ocorreria em julho, os prefeitos mobilizaram a bancada federal para evitar o corte. Em reunião com deputados e senadores, o presidente da República, Michel Temer (PMDB), garantiu que a devolução da verba seria feita de forma parcelada.

Entretanto, a promessa não foi cumprida e na metade de julho, o governo anunciou o desconto.

Mais uma vez, a bancada maranhense no Congresso se reuniu com Temer que montou uma comissão para analisar saídas jurídicas para garantir às Prefeituras um novo adiantamento como forma de diminuir o impacto da cobrança da União nas contas dos municípios.

Até o momento, o acordo de Temer com a bancada ainda não foi cumprido e os municípios tentam encontrar saída para o problema na área da Educação.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

Por Carla Lima

TSE decide transformar Zona Eleitoral de Timbiras em posto vinculado à 7ª zona de Codó

Na sessão administrativa desta sexta-feira, 15 de setembro, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, desembargador Raimundo Barros, informou aos membros da Corte sobre a resposta do Tribunal Superior Eleitoral ao estudo feito pelo Regional sobre extinção e remanejamento das zonas do interior do estado.

Pelo estudo do TRE-MA, das 29 que apresentavam quantitativo de eleitores abaixo do exigido nas Resoluções TSE 23.422/2014 e 23.520/17, 1 seria extinta, 27 preservadas e 1 teria sua permanência justificada em razão de situação excepcional.

O TSE respondeu que o Regional deve extinguir 3 zonas e preservar 25 após remanejar municípios-termos das zonas eleitorais limítrofes para recomposição dos parâmetros constituídos no artigo 3º da Resolução TSE nº. 23.422/2014. No entanto, ratificou que 1 terá a permanência por estar situada em área pertencente à Amazônia Legal.

De acordo com o TSE, serão extintas as zonas 94ª ZE (Timon), cujos eleitores serão remanejados para a 19ª ZE com sede no mesmo município; 85ª ZE (Timbiras), que será transformada em posto de atendimento vinculado à 7ª ZE (Codó); e 59ª ZE (Paraibano), que será transformada em posto de atendimento vinculado à 53ª ZE (São João dos Patos).

Já os municípios remanejados serão Codó, São Vicente de Férrer e Monção, cujas sedes passam para, respectivamente, Santo Antonio dos Lopes, Bequimão e Morros. O critério adotado para o remanejamento de zonas eleitorais foi preservar a zona mais antiga em detrimento da mais nova, por razão histórica, bem como em vista das competências acumuladas na zona mais antiga na Justiça Eleitoral do Maranhão.

Com a determinação, o Maranhão passará a funcionar com 105 zonas eleitorais, uma vez que no total, no estado, foram extintas 6 zonas: 3 do interior e 3 da capital.

FONTE: TRE-MA

Inscrições para concurso público do PROCON MA começam segunda-feira (18)

O governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Gestão e Previdência (SEGEP), lançou nesta semana, o Edital de realização de concurso do Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Maranhão (Procon/MA) com vagas para o cargo de Fiscal de Defesa do Consumidor. É a primeira vez, em 30 anos, que o órgão realiza concurso para o seu quadro de servidores. As inscrições podem ser feitas a partir de segunda-feira (18) no site http://www.concursosfcc.com.br/concursos/proma117/index.html.

De acordo com o Edital, as inscrições poderão ser feitas por meio do site da Fundação Carlos Chagas, a partir do dia 18 de setembro até o dia 16 de outubro. A taxa de inscrição é R$ 150,00. O concurso será composto de provas escritas objetivas e subjetivas, com previsão de aplicação para o dia 19 de novembro.

O presidente do Procon/MA, Duarte Júnior, enfatiza que a realização do certame é mais uma prioridade na gestão do governador Flávio Dino. “Nosso foco vai muito além de realizar o concurso, mas de garantir a imediata nomeação de todos os aprovados. Com uma gestão ética, transparente e amparada nos princípios constitucionais, estamos garantindo um serviço público ainda mais qualificado em prol da melhoria da qualidade de vida de todos os maranhenses”, concluiu.

PROCON Por Pedro Aragão