Confira o nome dos ganhadores da extração 83 do CODÓ FELIZ

Confira os ganhadores da 83ª extração do CODÓ FELIZ.

Confira agora os ganhadores das 10 rodadas da sorte de R$ 100,00.

1º PRÊMIO – R$ 1.500,00 (HUM MIL E QUINHENTOS REAIS)

NOME: DAIANE BORGES DA SILVA

Nº DA CARTELA: 19472-74

ENDEREÇO: RUA DO PURAQUER Nº 1680

BAIRRO: CODÓ NOVO

CIDADE: CODÓ – MA

VENDEDOR: JOÃO BATISTA

 

2º PRÊMIO – R$ 1.500,00 (HUM MIL E QUINHENTOS REAIS)

NOME: MARIA DO AMPARO E FRANCISCO

Nº DA CARTELA: 04236-64

ENDEREÇO: RUA DA LIBERDADE Nº 1130

BAIRRO: CODÓ NOVO

CIDADE: CODÓ – MA

VENDEDOR: FRANCISCO PINTO

 

3º PRÊMIO – R$ 1.500,00 (HUM MIL E QUINHENTOS REAIS)

NOME: ELIANE E CARLOS EDUARDO

Nº DA CARTELA: 03284-08

ENDEREÇO: TRAVESSA DO SOL Nº 1740

BAIRRO: CODÓ NOVO

CIDADE: CODÓ – MA

VENDEDOR: FRANCISCO DE ASSIS

 

4º PRÊMIO – R$ 1.500,00 (HUM MIL E QUINHENTOS REAIS)

NOME: VITOR E VITÓRIA

Nº DA CARTELA: 04753-83

ENDEREÇO: TRAVESSA SÃO JOSÉ Nº 1207

BAIRRO: CODÓ NOVO

CIDADE: CODÓ – MA

VENDEDOR: JESSICA

 

5º PRÊMIO – R$ 13.000,00 (TREZE MIL REAIS)

PRIMEIRO GANHADOR

NOME: MARIA DA NATIVIDADE SILVA XAVIER

Nº DA CARTELA: 14112-74

ENDEREÇO: RUA 31 DE MARÇO Nº 2243

BAIRRO: SÃO PEDRO

CIDADE: CODÓ – MA

VENDEDOR: IARLA VANESSA

SEGUNDO GANHADOR

NOME: FRANCISCO PEREIRA DA SILVA

Nº DA CARTELA: 17154-99

ENDEREÇO: RUA SÃO FRANCISCO – GRANJA

BAIRRO: SÃO SEBASTIÃO

CIDADE: CODÓ – MA

VENDEDOR: ADRIANO

UNABI forma 3ª turma resgatando autoestima e a cidadania de idosos e seus familiares

Terceira turma da UNABI Codó

São apenas 8 meses de um curso de extensão da UEMA promovido pela chamada Universidade Aberta Intergeracional, mas o que cada turma da terceira idade aprende nele leva à sensações, muitas vezes, nunca antes experimentadas.

Pode ser cuidar melhor da alimentação, ver a saúde mudar como destacou dona Maria da  Piedade Silva, de 78 anos.

 “Comer as comida que faz mal aí num dá saúde, comendo as comida que não faz mal é mais saúde pra gente, né, pros idosos…APRENDEU NA UNIVERSIDADE? É, aprendi aqui pra poder se cuidar, né”, disse

UM MUNDO NOVO 

Dona Teresinha

Pode ser descobrir que de agora em diante ler e escrever apenas o próprio nome são coisas do passado, após a alfabetização  dona Teresinha de Jesus Soares Lima descobriu que existe um mundo novo à sua espera e  ela está pronta.

 “Muito gratificante, muito gratificante, eu tô muito feliz…SABER LER E ESCREVER ABRE, ASSIM, UM NOVO MUNDO PARA AS PESSOAS? Sim porque hoje a gente tá vivendo no mundo da tecnologia quem não procurar ler e escrever vai sofrer muito”

Com mais esta turma de 70 alunos a Universidade Aberta Intergeracional  chega à sua terceira formação de idosos e seus familiares oferecendo alfabetização e para aqueles que já eram alfabetizados  oferecendo uma formação básica em áreas que, realmente, transformam a vida dos alunos.

Só aos 78 anos dona Maria dos Prazeres da Silva Lima teve contato com o computador e com a internet e pelo visto isso é só o começo.

Dona Maria dos Prazeres agora é uma internauta assídua

 “Eu quero avançar muito mais (…) Tô disposta enquanto tiver UEMA eu tÔ nela, não vou sair daqui, só falta eu trazer minha cama pra cá porque morando eu já estou (rindo)”, respondeu

OS EGRESSOS QUEREM MAIS

Em 8 meses  aprendem e  se apegam tanto ao cotidiano do curso que após cerimônias de formatura  como a realizada na última sexta-feira, (14) o desafio, conta a criadora da Universidade Aberta Intergeracional, professora doutora Deusimar Serra,  é pensar numa forma de  continuidade, um novo curso que atenda aos egressos.

 “Esse é o grande lance que a gente precisa se preocupar porque eles precisam dessa dinâmica da continuidade e não perder o foco, a vida continua, é uma etapa linda da vida que a gente precisa valorizar, todos nós independente da idade precisamos educar para envelhecer, educar para envelhecer significa a gente cuidar de si mesmo e ter uma velhice saudável”

PERITORÓ – Moradores da rua do Saco reclamam de falta de cuidados por parte da prefeitura

A reclamação principal de dona Luzimar dos Santos que mora há mais de duas décadas neste local é que, recentemente, a prefeitura de Peritoró foi com o asfalto pertinho da rua do Saco, no bairro Filipinho, mas  parou.

Rua do Saco – Peritoró

 “botaram asfalto por aí assim, mas por aqui não botaram…POR QUE, NA SUA OPINIÃO? Não sei acho que é porque a rua é escondida, né…AGORA EU TO VENDO MATO, LAMA DERRAMANDO? Isso, não tem esgoto, não tem disse que iam botar um cano aqui nunca botaram”, disse a aposentada

Por causa das condições da rua que nunca mudam muitos têm ido embora e o que resta das casas acaba virando um outro problema.

É que usuários de drogas passaram a fazer uso do local. Dona Cecília Gomes dos Santos teme pela segurança, principalmente, do filho que costuma sair à noite.

 “Casa abandonada, aí o bandido chega e se esconde bem aí (…) dá medo meu filho quando ele sai pra ir pra rua que ele vem fico acordada até quando termina a brincadeira que eu tenho medo dele vir e um bandido cacetar ele aí”, reclamou a aposentada

Há mato, lama e não rede de esgoto na rua do Saco. Para o pedreiro  Antonio Silva Pinto é como se estivessem morando na zona rural de Peritoró

 “Aqui tá parecendo é uma roça la´de onde a gente trabalha com roça…E DEVERIA SER COMO? Uma cidade, com pavimento, colégio de qualidade, entendeu, creche, hospital que a gente vai lá e não é bem atendido e rua bem feita, uma cidade dessa pequenininha como ela é não era pra ter nada mais feio, o que era pra tá fazendo era nos interior aqui era pra já tá pronto, uma cidade miudinha dessa ciô”

O secretário chefe de Gabinete, Francisco Silva, da Prefeitura de Peritoró informou que ainda não previsão de asfalto, nem de outras melhorias para a rua alvo desta  reportagem (rua do Saco).

Família de Dr. Cláudio Paz recebe homenagem em Santo Antonio dos Lopes

Por meio das redes sociais o médico ginecologista mais conceituado de Codó, Dr. Cláudio Paz, comunicou que sua família foi homenageada pela Câmara Municipal de Santo Antonio dos Lopes.

O parlamento daquele município tem agora o nome do pai de Cláudio Paz, o senhor Clóvis Ferreira Paz. A mãe do médico esteve na solenidade e representou o marido.

Mãe de Dr. Cláudio Paz

Segundo Dr. Cláudio seu genitor foi vereador duas vezes em Santo Antonio dos Lopes e também chegou a ser vice-prefeito.

“Bom dia ontem participamos em Santo Antônio dos Lopes de uma homenagem na qual o Vereadores colocaram na Câmara o nome de meu pai; Palácio Vereador Clovis Ferreira Paz. Minha mãe ao lado dos filhos representando a família PAZ .Meu Pai foi Vereador por dois mandatos e um de vice-prefeito”, escreveu num grupo de WhatsApp.

Os participantes do grupo também participaram após a postagem do ginecologista tecendo elogios ao trabalho desbravador de Clóvis Ferreia Paz.

“Parabéns amigo Dr Cláudio, parabéns a família paz, o Sr Cloves foi um desbravador daquela região economicamente e politicamente, está homenagens este reconhecimento faz justiça à este grande homem!”, escreveu alguém do grupo

Confira algumas das ofertas PARAÍBA para esta semana

Passe esta semana no PARAÍBA, veja novas ofertas de Natal e não deixe a pessoa que você ama sem aquele presente de fim de ano.

Confira algumas ofertas para hoje.

FUTEBOL: Time de Pinheiro anuncia permanência de treinador e se prepara para 1ª divisão do Maranhense

Após a participação na Serie B Maranhense e na Copa FMF, o foco do Pinheiro Atlético Clube, agora está nas disputas do Campeonato Maranhense da primeira divisão.

Com isso, a diretoria do PAC confirmou a permanecia do treinador português Luís Miguel, no comando da equipe para as disputas do estadual. A frente do Búfalo da Baixada, Miguel conquistou a Série B Maranhense e foi vice-campeão da Copa FMF.

Além da permanência de Luís Miguel, a diretoria do PAC anunciou a contratação do preparador físico Ticiano Filintus e do preparador de goleiros Junior

Do atual grupo que disputou as últimas competições, vão permanecer na equipe 12 jogadores e nos próximos dias, a diretoria do PAC deverá anunciar a contratação de pelo menos 10 jogadores.

PRÉ-TEMPORADA: A preparação para o Campeonato Maranhense da primeira divisão terá inicio no dia 02/01. A pré-temporada do Búfalo da Baixada, será realizada no estádio Costa Rodrigues na cidade de Pinheiro.

A estreia do Pinheiro Atlético Clube no Campeonato Maranhense, será no dia 24/01, contra o Maranhão Atlético Clube, no estádio Castelão em São Luís.

Tabela de Jogos Pinheiro Atlético Clube

24/01 Maranhão x Pinheiro

27/01 Pinheiro x Moto Club

31/01 Pinheiro x Cordino

09/02 Imperatriz x Pinheiro

24/02 São José x Pinheiro

27/02 Pinheiro x Santa Quitéria

A definir Pinheiro x Sampaio

Por Igor Leonardo/Agência Maranhão Esportes

INSATISFEITO COM SEU PROVEDOR? Prepare-se, está chegando um novo conceito de internet para Codó e região

Se você não está satisfeito com a internet que você tem em casa ou no seu local de trabalho, na sua empresa, prepare-se.

Já está chegando a Codó e região um novo conceito em internet, um provedor que vai deixar você 100% satisfeito. Aguarde.

Flávio Dino economiza R$ 600 mil usando trabalho de presos em obra do Estado

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), inaugurou, na sexta-feira (14), a nova sede administrativa da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap). O novo endereço da pasta é o prédio do antigo Colégio Universitário (Colun), localizado na Rua Gabriela Mistral, bairro Vila Palmeira, ao lado do Colégio Militar Tiradentes.

Flávio Dino destacou a importância do processo de modernização da administração penitenciária, com a utilização da mão de obra dos internos. A metodologia adotada pela gestão estadual alia a melhoria da estrutura física dos equipamentos, com a oportunidade de novas perspectivas profissionais para os apenados. “Isso traz uma série de benefícios. Feito com o trabalho dos internos, já temos a reforma de escolas, o mutirão Rua Digna e hoje estamos dando mais um passo nessa metodologia, com a modernização da própria estrutura da gestão penitenciária no Maranhão. Esta medida é importante para os presos, para as suas famílias e para toda a sociedade, na medida que melhora as condições da chamada ressocialização e ao mesmo tempo avança a segurança pública”, afirmou o governador.

A obra de reforma do prédio público durou quase um ano, e contou com a participação efetiva e presencial de servidores da própria Secretaria, e150 pessoas presas do Sistema Penitenciário do Maranhão, beneficiados com o trabalho interno/externo.

A nova sede foi preparada em um terreno de aproximadamente 18 mil m², sendo mais de 3.4 mil m² de área construída, com capacidade para 500 estações de trabalho. A obra teve um investimento de cerca de R$ 3 milhões, e uma economia real de R$ 600 mil com a mão de obra das pessoas presas.

“A mudança para a nova sede representa, também, a gigantesca transformação feita pelo governador Flávio Dino, no sistema prisional, de 2015 para cá. Hoje, o Sistema Penitenciário do Maranhão está fora do topo do ranking que mede a violência prisional no país, e já é referência para outros estado em áreas de segurança prisional e reintegração social”, destaca o titular da pasta, Murilo Andrade de Oliveira.

Sem registro de rebeliões ou motins com mortes, desde 2015, o Sistema Penitenciário do Maranhão tem, atualmente, mais de 2 mil pessoas presas inseridas em 136 oficinas de trabalho em funcionamento nas 46 Unidades Prisionais do estado.

Dentre as principais oficinas de trabalho estão: padarias, malharias, serigrafias, fábricas de blocos de concreto e tijolos ecológicos, almofadas, redes de descanso, chinelos, vassouras de garrafas pet, hortas, sabonetes, reforma de cadeiras escolares, entre outras.

Na área de educação, são 110 turmas de ensino e 16 laboratórios de informática abertos, nos quais cerca de 1.500 internos estão matriculados, praticando alguma atividade escolar ou de capacitação profissional, por meio do programa ‘Rumo Certo’, lançado pelo Governo do Estado para aumento do nível de escolaridade e profissional de internos, seus familiares, egressos e servidores do sistema penitenciário.

Premiação GESPEN

Na ocasião da inauguração da nova sede, a Seap também realizou a premiação das melhores Unidades Prisionais do ano, por meio do Programa de Gestão Penitenciária (Gespen).
O prêmio foi concedido levando em consideração três categorias de unidades prisionais: pequena, média e grande porte. As premiadas na categoria de pequeno porte, por exemplo, foram as UPR´s de Itapecuru-Mirim, no terceiro lugar, Chapadinha, em segundo e de Coroatá, em primeiro.

Na categoria médio porte as vencedoras foram: as UPR´s de Balsas, no terceiro lugar, Açailândia, em segundo e UPR Feminina de São Luís, em primeiro. Já a vencedora na categoria grande porte foi a Unidade Prisional de Ressocialização São Luís 2 (UPSL 2).

O Gespen é um instrumento de coleta de dados e monitoramento dos resultados alcançados pelas Unidades Prisionais, tendo como objetivo dar suporte aos Diretores, aos Supervisores, aos Secretários Adjuntos e ao Secretário de Estado da SEAP na definição de prioridades e na tomada de decisões.

Justiça Eleitoral maranhense é a segunda mais antiga do país

Devido ao processo eleitoral de 2018, que ainda está em curso, os 86 anos de instalação da Justiça Eleitoral no Maranhão, completados em outubro passado, só pode ser solenemente comemorado nesta sexta, 14 de dezembro, com a realização de vários eventos, seguidos um dos outros, na sede do Tribunal Regional, em São Luís, capital do estado. Fotos do evento no Flickr e cobertura pelo canal TRE-MA do Youtube e pelo perfil @tremaranhao do Instagram.

Instalado em 21/10/32, sob a presidência do desembargador Alberto Correia Lima, na sala de sessões do Tribunal de Justiça, época em que o Maranhão se encontrava em regime de intervenção federal, governado pelo capitão Lourival Seroa da Mota (nomeado por Getúlio Vargas, então presidente da República). Regulamentada pelo artigo 63 da Constituição Federal de 1934, teve seu funcionamento interrompido em 1937 com a implantação da ditadura varguista conhecida como Estado Novo. Com o retorno do país à normalidade democrática, recria-se a Justiça Eleitoral como órgão autônomo do Poder Judiciário pelo decreto 7586/45, no fim da segunda guerra mundial, reinstalando-se em 6 de junho de 1945, tendo como presidente o desembargador Costa Fernandes.

O Regional funcionou normalmente até ter a sede atingida por violento incêndio na noite de 18/09/51, reinstalando-se 3 dias depois nas dependências do TJ. Ao longo de seus 86 anos de história, já foram presidentes 33 desembargadores, sendo o atual o desembargador Ricardo Duailibe que, durante abertura dos eventos que marcam os 86 anos de história do órgão, discursou:

“Depois do TRE do Rio de Janeiro, então capital do país, o nosso TRE passou a ser o segundo a se instalar no País, o que ocorreu às 16h20 do dia 21 de outubro de 1932, na sala de sessões do Superior Tribunal de Justiça, tendo como membros efetivos os desembargadores Henrique Costa Fernandes e Joaquim Teixeira Junior (vice-presidente), juiz federal Raimundo de Araújo Castro, Romualdo Crepory Barroso Franco (como procurador) e João Vieira de Sousa Filho, sob a presidência do desembargador Alberto Correia Lima, sendo secretariado pelo diretor Jessé Jansen Tavares. Hoje, decorridos quase 9 décadas, tenho o orgulho de presidir um tribunal que é referência, reconhecimento manifestado não só pelos demais tribunais regionais eleitorais do Brasil, mas como pelo Conselho Nacional de Justiça que, pelo segundo ano consecutivo, nos distinguiu com o Selo Ouro do Justiça em Números. Esse reconhecimento devemos à excelência do trabalho que aqui realizam todos os nossos estimados funcionários, fato que sempre foi por mim reconhecido desde que aqui cheguei como juiz da Corte”

O magistrado continuou: “é o momento oportuno também para reconhecermos e agradecermos a todos aqueles que nos ajudaram a presidir as Eleições Gerais de 2018, ano em que tivemos que transmitir ao eleitorado maranhense a importância do voto responsável com critérios, do voto consciente, do engajamento dos jovens no processo eleitoral, do combate às práticas ilícitas, não apenas cumprindo com nossa obrigação constitucional de realizar as eleições, mas também despertando no eleitor a importância da sua participação em momento nacional que exigiu de todos nós reflexão e muita responsabilidade em nossas escolhas. Portanto, agradecemos a todos aqueles que prestaram relevantes serviços à nossa Justiça Eleitoral nas Eleições de 2018, iniciando com a imprensa que, em muito, nos ajudou no combate às chamadas fakes news, procurando divulgar fatos verdadeiros e sempre aqui presente, fiscalizando toda nossa atuação, dessa forma atestando o nosso trabalho, comprometido com a seriedade, imparcialidade e com total transparência. Em seguida e, não menos importante, temos que reconhecer e também agradecer todos àqueles que compuseram o Comitê de Segurança Institucional das Eleições de 2018 e o Comitê Consultivo de Internet para combate às fake news e que, nessa sessão, estão sendo também homenageados. Graças a esse trabalho sério e preventivo, realizado em conjunto, tivemos eleições tranquilas, sem qualquer incidente significativo, garantindo que a verdadeira vontade do eleitor fosse respeitada”, finalizou o presidente.

Em nome dos agraciados, o reitor Saulo Henrique Brito Matos Martins (Ceuma) destacou: “nos sentimos honrados em sermos homenageados por esta medalha que resume a vida deste maranhense corajoso, determinado e convicto de seus valores e objetivos. Creio que cada um de nós aqui agraciado compartilha deste mesmo sentimento. Sobre democracia, é preciso destacar que, certamente, neste ano, vivemos as eleições nacionais mais conturbadas da história deste país. Em contrapartida, na esfera local, registramos um pleito tranquilo, democrático, ágil e transparente, motivo pelo qual enaltecemos o trabalho de toda a equipe da Justiça Eleitoral”.

Página Digital da Memória da Justiça Eleitoral do Maranhão

O Centro de Memória da JE do MA, que fica localizado no térreo do prédio-sede foi criado através da Resolução 9.026, de 14 de dezembro de 2016, inaugurado pelo então presidente, desembargador Lourival Serejo. Como nos demais estados, a história do TRE confunde-se com a própria política maranhense, uma vez que parcela significativa da construção da democracia e da cidadania local se fez presente por meio da atuação do órgão, que, ao longo dos anos, procurou desenvolver ações em prol de uma cultura de valorização e preservação dos documentos relevantes. Entre outras atribuições, destacam-se, a difusão, a compreensão e a importância do papel da Justiça no processo eleitoral. No intuito de preservar e divulgar a Memória Institucional, sucessivas presidências encontraram no reconhecimento da cultura de conservação histórica a ideia de que a valorização do passado representa verdadeiro modelo de gestão estratégica.

Apresentando a página virtual da Memória, o desembargador Lourival Serejo, ex-presidente da Corte Eleitoral, ressaltou que o espaço virtual objetiva facilitar, com mais intensidade, o acesso à história da Justiça Eleitoral, permitindo assim a visibilidade de toda uma memória – com o conhecimento de notícias e equipamentos utilizados passados – que até bem pouco tempo atrás era oral.

Agraciados com a Medalha

– ministros Reynaldo Soares da Fonseca e Laurita Hilário Vaz (Superior Tribunal de Justiça), que receberão a comenda em outra oportunidade, visto que agenda institucional de última hora impediu-os de receber na data programada;

– desembargador Tyrone José Silva (vice-presidente e corregedor regional eleitoral em exercício do TRE-MA);

– procurador regional eleitoral José Jairo Gomes (TRE-DF);

– coronéis Jorge Allen Guerra Luongo (comandante geral da PMMA), Pedro de Jesus Ribeiro dos Reis (subcomandante-geral da PMMA), Eurico Alves da Silva Filho (coordenador de planejamento da PMMA) e Ismael de Souza Fonseca (comandante do Centro Tático Aéreo);

– general de brigada Luiz Gonzaga Viana Filho (comandante da 22º Brigada de Infantaria e Selva) e coronel Marcus Vinicius Soares Guimarães de Oliveira (comandante do 24º Batalhão de Infantaria Leve Barão de Caxias);

– capitão de mar e guerra Marcio Ramalho Dutra e Mello (Capitania dos Portos do Maranhão);

– reitor Saulo Henrique Brito Matos Martins (Ceuma); e

– coronel engenheiro Luciano Valentim Rechiuti (diretor do Centro de Lançamento de Alcântara).

Certificado de Reconhecimento a Colaboradores

Como forma de reconhecer o trabalho em prol da eleição, os membros do Regional entregaram certificados àqueles que compuseram o Comitê de Segurança e ainda a profissionais de imprensa.

Galeria de Presidentes

A foto do desembargador Raimundo Barros, que foi presidente do TRE-MA de 23/02/17 a 17/12/17, foi posicionada na galeria neste 14/12/18.

Galeria de Corregedores

A foto do desembargador Ricardo Duailibe, que foi corregedor do TRE-MA de 23/02/17 a 17/12/17, foi disposta na respectiva galeria também neste 14/12/18.

Galeria de Diretores-Gerais

O cargo em comissão (livre nomeação e exoneração) de diretor-geral é exercido por servidor efetivo ou não, graduado em Direito. No TRE-MA, 10 pessoas já desempenharam a função, sendo uma delas mulher: Maria Irtes de Oliveira Cavaignac, entre 1993 e 2002.

A Galeria dos Diretores-Gerais foi criada pelo desembargador Ricardo Tadeu Bugarin Duailibe e está localizada no 5º andar do prédio-anexo da sede em São Luís. No presente, o diretor-geral é Flávio Vinícius Araujo Costa.

Representando os diretores-gerais que tiveram suas fotos aposicionadas na respectiva Galeria, o servidor Hebert Pinheiro Leite lembrou que todos eles dedicaram suas vidas ao fortalecimento da JE e que não via na Galeria uma condecoração direcionada exclusivamente aos diretores-gerais, mas sim um tributo a todos os servidores, atuais e pretéritos, da Casa e de outras instituições. “A realidade é que não se vislumbra a existência do Estado sem o servidor público. Um servidor qualificado e comprometido com a cidadania e com o desenvolvimento é condição essencial e insubstituível para que o Brasil caminhe à frente, reduza as desigualdades e se torne social e economicamente desenvolvido”.

Biblioteca Padre João Mohana

A Biblioteca Padre João Mohana é uma unidade subordinada à Coordenadoria de Gestão da Informação da Secretaria de Administração e Finanças. As atividades iniciaram em 1978, sob a presidência do desembargador Lauro de Berredo Martins e o acervo adquirido gradativamente não só através de compras e doações do TSE e dos TREs, mas também de outras instituições relacionadas à área jurídica. A primeira bibliotecária foi Maria de Fátima Soares da Fonseca e a atual é Maria Izabel Everton Álvares.

Em 14/12/18 foi afixada a foto do padre João Mohana na Biblioteca.

__________________________________________________

TRE-MA – Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão
ASCOM – Assessoria de Imprensa e Comunicação Social

Equipe de FUTSAL que está no Campeonato Maranhense reclama de falta de apoio da Prefeitura de Codó

A equipe de FUTSAL de Codó que participa atualmente do CAMPEONATO MARANHENSE está enfrentando dificuldades para ir a São Luís continuar na competição uma vez que já passaram para a fase de OITAVAS DE FINAL.

Todas as vezes que tem viajado estão pedindo ajuda ao empresariado local e com a ‘vaquinha’ de R$ 50 dos próprios jogadores que fazem parte do Sub-19.

“Pedimos a contribuição de cada jogador que ajudaram com R$ 50, mais a ajuda de alguns empresários local, seu FC Oliveira ajudou nós,  foi que a gente conseguiu ir lá e passamos três dias”, disse o treinador.

Segundo nos informou o treinador, contatos já foram feitos inclusive com a Superintendência de Esportes, mas até hoje nenhuma manifestação positiva foi dada.

“O mínimo que a gente queria era o transporte, o resto a gente se virava, com alimentação essas coisas, mas eles não se posicionaram em nada”, reclamou

Neste sábado a equipe viajou novamente às próprias custas para São Luís e deve voltar amanhã.

“O prefeito tá sabendo da situação, o superintendente passou pra ele, mas nenhuma posição dele”, afirmou