Apostilas para o concurso de CAXIAS já estão à venda no centro de Codó

Quem vai fazer o concurso de CAXIAS-MA já pode comprar apostilas no centro da cidade de Codó com o vendedor ORTEGA. Veja o que já está disponível.

Prazo para pagamento do IPVA 2018 com desconto de 10% encerra no dia 28

Um milhão e duzentos mil proprietários de veículos de 2 e 4 rodas, de passeio, utilitários e de prestação de serviços de frete, tem até o dia 28 de fevereiro para pagar o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) do exercício de 2018, em conta única, aproveitando o desconto de 10%.

Além do pagamento em cota única com desconto de 10% concedido pelo Governo do Maranhão, a outra opção é o parcelamento em três cotas iguais e sucessivas, de acordo com as datas de vencimento estabelecidas no calendário para pagamento do IPVA.

Este ano a descentralização de pagamento do IPVA permite comodidade e facilidade aos proprietários de veículos. O proprietário precisa apenas emitir o boleto de pagamento do IPVA no site da Sefaz (www.sefaz.ma.gov.br) ou site do Detran (www.detran.ma.gov.br) e se dirigir à agência mais próxima dos bancos credenciados pela Sefaz: caixas eletrônicos do Banco do Brasil, BB Mais, Correios, Banco do Bradesco, Banco Itaú, Banco Santander e BANCOOB.

Outra comodidade é o ‘TA Multicartão’ disponibilizado pelo Banco do Brasil, que permite ao cidadão que tenha cartões de outros bancos, poder inserí-los nos caixas de autoatendimento do Banco do Brasil e efetuar o pagamento do boleto do IPVA de forma rápida e segura.

Pelo site do Detran, no ícone ‘Licenciamento 2018’, o contribuinte pode emitir o Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais (DARE) com o valor do IPVA e demais despesas do licenciamento, como taxa do Detran, seguro DPVAT e eventuais multas de trânsito, que podem ser pagas nos bancos credenciados.

A consulta dos valores por modelo de veículo já pode ser feita no portal da Sefaz na internet, clicando no menu IPVA; e também no site do Detran, no ícone Licenciamento Anual.

Recebimento do documento em domicílio

Após o pagamento do imposto, da taxa e do seguro DPVAT, o contribuinte receberá em seu endereço, em até dez dias, o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV).

O CRLV devolvido pelos Correios, quando se tratar de municípios da jurisdição de São Luís, ficará disponível no Viva Cidadão da Beira-Mar, da ordem alfabética de A a J e no Viva Cidadão do Shopping da Ilha, de L a Z. Nas demais cidades do estado, o documento ficará disponível nas respectivas Ciretrans.

Fonte: Sefaz
Texto: Fernando Resende

BARRETOS/SP – Biomédica codoense conquista 1º lugar para residência médica em hospital de referência nacional

A jovem filha do conselheiro tutelar de Codó, Franck Sousa, a biomédica Kercy Fram de Jesus de Sena Pereira, alcançou mais uma grande conquista em sua vida acadêmico-profissional.

Kercy foi aprovada em primeiro lugar na disputa por duas vagas para residência no super conceituado HOSPITAL DO CÂNCER, de Barretos, interior de São Paulo. Foram três etapas e em todas elas a competente codoense ficou em primeiro lugar alcançando 91 pontos, 10 a mais que a segunda colocada.

A biomédica formou-se na Faculdade Maurício de Nassau – Teresina Piauí.

“ABRE ESTA PORRA”, vídeo de vereador delegado xingando na Câmara viraliza nas redes sociais

Um vídeo do Plantão da TV Cidade, Record, viralizou hoje, 21, nas redes sociais. O sucesso tem nome, vereador delegado Rômulo Vasconcelos. Num momento de ira, em plenário, cobrando a abertura do processo de cassação de Expedito Carneiro (mais referente à leitura da denúncia, recusada pelo presidente), o vereador descontrolou-se e proferiu a frase “ABRE ESSA PORRA”.

O vídeo da TV Cidade destaca a repetição da frase. ASSISTA.

Por descumprir ordem do juiz presidente da Câmara deve pagar multa de R$ 40.000,00

O presidente EXPEDITO Carneiro continua sendo um páreo duro para seus colegas que passaram a tentar tirá-lo do poder após realizarem a grande falha de ter concedido dois mandados sem nem ao menos ter findado o primeiro.

Ontem, conforme decisão do juiz  Carlos Eduardo de Arruda Mont’Alverne, titular da 2ª Vara , respondendo pela 1ª, era para o presidente apenas ler em plenário a denúncia de Horácio Barbosa Maciel Filho que lhe acusa de irregularidades múltiplas, incluindo supostas fraudes licitatórias.

Ocorre que Expedito veio preparado para o embate e decidiu criar uma desculpa até para justificar sua ‘birra’ em não ler a tal denúncia como ordenou o magistrado que determinou em seu desfavor uma multa de R$ 40.000,00.

O QUE ELE DIZ?

Em entrevista ao jornalista Marcos Silva, o presidente disse que não tinha o processo em mão para ser lido, havia apenas cópias não autenticadas.

“Infelizmente eu não tô com o processo em mão e eu não posso botar um processo pra ser lido se eu  não tô com ele em minhas mãos, sendo que o diretor (da Câmara) despachando aqui, junto com a assessoria jurídica, pedindo, dando prazo para que ele apresente documentações ou pelo menos as cópias autenticadas, eu não posso botar, fazer as coisas à revelia, botar pra ler só com cópias que não estão nem autenticadas”, diz na entrevista

SOBRE A JUSTIÇA

Ao final, dizendo-se perseguido por seus ex-colegas, garantiu que nunca se recusou a cumprir o mandado judicial, infelizmente, concluiu, ‘ a gente não poderia era atropelar as coisas”.

“Então foi isso que a gente tava pedindo, de maneira nenhuma a gente se recusou a fazer essa leitura, nunca se recusamos à isso, respeitamos a decisão judicial, sempre respeitamos, continuaremos respeitar, aqui ninguém desacatou, aqui ninguém descumpriu regimento, infelizmente o que a gente não poderia era atropelar as coisas”

E AGORA?

Por este descumprimento, Horácio Maciel passa a ter o direito de comunicar ao juiz o descumprimento e pedir a execução da multa de R$ 40.000,00 contra Expedito uma vez que a ordem judicial  emitida independe do tipo de papel a ser lido em plenário, isto é, se  era original, autenticado ou apenas cópia.

A ordem era para ler a denúncia.

“Ante o Exposto, DEFIRO o pedido liminar para determinar que seja realizada na sessão ordinária de 20/02/2018 a leitura da Denúncia apresentada  à Câmara de Vereadores em 06/02/2018, não podendo o impetrado (Expedito) impedir ou obstar o ato, sob pena de multa de R$ 40.000,00”, diz a decisão

“Agora tu vem me tirar daqui Leonel”, desafia Expedito

Os vereadores da base aliada do governo MAIS AVANÇO, MAIS CONQUISTAS foram ontem para a Câmara na esperança de ver Expedito Carneiro cumprir a ordem da Justiça que determinou a leitura da denúncia que lhe foi feita por Horácio Barbosa Maciel Filho.

Há uma multa de R$ 40.000,00 por descumprimento. Ainda assim, Expedito não leu e o clima esquentou.

Num dos momentos mais tensos, Expedito Carneiro desafiou o líder do governo na Câmara, Leonel Filho, a tirá-lo de sua cadeira (de presidente).

“Agora tu vem me tirar daqui Leonel”, disse o presidente em tom desafiador sob aplausos da plateia.

Leonel responde – “Eu sou uma pessoa educada, senhor presidente, eu não vou me trocar com Vossa Excelência (…) eu não vou discutir com você, sei que você tá desesperado, senhor presidente, eu sou civilizado”

Depois LEONEL também o desafiou:

“Mas saiba que você também não vai continuar com esta sessão se não cumprir a lei”.

OUÇA o àudio gravado pelo jornalista Marcos Silva

Polícia Militar dar continuidade à operação BAIRRO SEGURO

Policiais do 17° BPM estão nos bairros de  Codó realizando blitz e ações de ostensividade.

A Operação “Bairro seguro”  visa prevenir a ação de Delinquentes que praticam roubo à pessoas, tráfico de drogas, roubo e furto de veículos e porte ilegal de armas.

Os locais escolhidos são ruas e avenidas que ligam bairros populosos ao centro da cidade ou onde se registra mais delitos. A rua do Puraquê, no bairro Codó Novo, foi a escolhida para a operação desta terça feira.

Todos os dias teremos a ação da Polícia Militar em diferentes locais da cidade sem prejuízo do atendimento de ocorrências via 190.

ASSECOM/17° BPM

Qual curso do ensino superior você gostaria de cursar em Codó?

Uma mensagem circula em grupos de WhatsApp perguntando que curso de nível superior você gostaria que fosse oferecido pela Universidade Aberta do Brasil em Codó. Para quem deseja participar da enquete eletrônica é oferecido um endereço para click. VEJA:


Qual curso do ensino superior você gostaria de cursar?  Participe do levantamento de demandas para cursos de graduação e pós-graduação da Universidade Aberta do Brasil (UAB), polo do município de Codó- MA.

São várias áreas oferecidas em parceria com a Universidade do Estadual do Maranhão (UEMA), Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e o Instituto Federal do Maranhão (IFMA).

Clique aqui e participe: https://goo.gl/forms/vzWLwgzUvElshXU33

#UAB #CODÓ #MA #EnsinoADistancia

QUEBRADO: Flávio Dino deixará rombo de mais de R$ 1 bilhão, afirma Adriano Sarney

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) revelou que a economia do Maranhão apresentou déficit de R$ 1,1 bilhão em 2017, o que representa uma baixa de 311% em relação a 2016. “São dados da Secretaria do Tesouro Nacional e das Secretarias de Fazenda estaduais, que contradizem a propaganda do governo comunista e revelam que o Maranhão está quebrado.

Flávio Dino (PCdoB) quer deixar esse rombo para a próxima governadora”, declarou em discurso na tribuna da Assembleia, nesta terça-feira (20).

De acordo com o deputado, os dados econômicos constam em reportagem do Valor Econômico, publicada no início desta semana, que refletem a situação de todos os estados brasileiros.

Neste contexto, o Maranhão apresenta o pior desempenho do país, ficando atrás de estados como Acre, Alagoas, Piaui, Pará e Tocantins.

ASCOM Adriano Sarney

Maranhão terá 13.825 agentes de saúde formados em técnico em enfermagem

O Ministério da Saúde irá qualificar 13.825 agentes comunitários de saúde (ACS) e de combate às endemias (ACE) como técnicos em enfermagem no estado do Maranhão. A medida faz parte da nova Política Nacional de Atenção Básica (PNAB), que amplia a atribuição desses profissionais, proporcionando maior resolutividade aos atendimentos realizados à população. Ao todo, serão investidos R$ 1,25 bilhão na formação dos agentes, que terão o curso totalmente gratuito, livres de taxas, mensalidades ou quaisquer contribuições relativas à prestação do serviço.

O curso será ofertado por instituições de ensino públicas e privadas do estado, habilitadas pelo Ministério da Educação e habilitadas no Programa de Formação Técnica para Agentes de Saúde (PROFAGS). Para participar do programa, as instituições precisam se credenciar para indicar a quantidade de vagas possíveis de serem atendidas, por município de abrangência e por semestre. Após isso, as entidades encaminharão para avaliação do Ministério da Saúde documentos que comprovem habilitação jurídica, regularidade fiscal e trabalhista, além de qualificação técnica e econômico-financeira. O edital, para as entidades interessadas em participar do programa, está disponível no site www.saude.gov.br.

“A medida permitirá uma ampliação do acesso à Atenção Básica, levando um atendimento de qualidade e com alta resolutividade à população brasileira, evitando custos desnecessários e assistência mais complexa. Estamos contando com as instituições para que qualifiquem, com o que possuem de melhor, esses agentes de saúde”, destacou o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

Em todo o país, serão mais de 250 mil vagas de qualificação. O curso será totalmente gratuito, livres de taxas, mensalidades ou quaisquer contribuições relativas à prestação do serviço. Um dos objetivos do Ministério da Saúde com a formação desses profissionais é ampliar o acompanhamento da saúde da população no atendimento que é feito nos domicílios e nas comunidades, reduzindo agravos.

A expectativa é de que a partir de março, os agentes comunitários de saúde e de combate às endemias já possam dar início ao curso, que terá o prazo de dois anos (1.800 horas/aula) para concluir a formação. Após esta qualificação, os profissionais poderão fortalecer as ações de promoção da saúde e de prevenção de doenças, passando a fazer curativos em domicílio, medir a pressão e a glicemia, entre outras atribuições que levarão atendimento primário à casa do paciente. Eles, também, poderão ajudar no combate ao Aedes aegypti, transmissor dos vírus da zika, dengue e chikungunya. Atualmente, segundo estimativa do Ministério, até 30% dos agentes que atuam no SUS já possuem a formação em Técnico em Enfermagem.

MAIS RECURSOS – A Atenção Básica é a principal porta de entrada para o Sistema Único de Saúde (SUS). Em janeiro, o Ministério da Saúde liberou R$ 26,9 milhões para ampliar e qualificar os serviços e o atendimento à população do estado do Maranhão. Desse total, R$ 6,9 milhões serão incorporados no Piso de Atenção Básica Fixo (PAB Fixo) do estado, com base na atualização da população dos municípios, segundo cálculos do IBGE. A última atualização aconteceu em 2013.

O restante do valor, na ordem de R$ 20 milhões, diz respeito ao credenciamento/habilitação de novos serviços, beneficiando diretamente a população, que poderá contar com 430 novos Agentes Comunitários de Saúde, 53 novas Equipes de Saúde da Família, 87 novas Equipes de Saúde Bucal, 09 novos Núcleos de Apoio à Saúde da Família, 12 novos polos de Academias da Saúde, 01 nova Equipe de Saúde Prisional e 19 novas Unidades Odontológicas Móveis.

Prioridade da atual gestão, a Atenção Básica, onde 80% dos problemas de saúde podem ser resolvidos, tem recebido recursos crescentes para melhorar a saúde da população que depende da rede pública. Em 600 dias, foram investidos mais de R$ 1 bilhão para custear e reforçar os serviços e equipes. O valor garante ampliação nos atendimentos e contempla mais de 20 milhões de pessoas que vivem em 2.386 municípios brasileiros.

O número de consultas realizadas nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) é um resultado concreto dos constantes investimentos do Governo Federal, registrando um crescimento de 230,6% em apenas um ano, passando de 196,3 milhões em 2016 para 649 milhões ano passado. Atualmente, 70% da população brasileira recebe cobertura da Atenção Básica, com 41.668 UBS funcionando e atuação de 264.188 Agentes Comunitários de Saúde e 41.991 Equipes de Saúde da Família.

Por Victor Maciel, da Agência Saúde