ATENÇÃO: Estão abertas inscrições para Olimpíada de Astronomia

Estudantes de escolas públicas e privadas de todo o país podem aguçar seu interesse pelos mistérios do universo. Estão abertas as inscrições para a vigésima primeira edição da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica.

A competição será realizada no dia 18 de maio e é responsável por selecionar as equipes de jovens que representarão o Brasil em Olimpíadas Internacionais.

As escolas interessadas em participar da competição devem realizar sua inscrição até o dia 18 de março por meio do site oficial da Olimpíada. As provas estão divididas em quatro níveis — três para os alunos do Ensino Fundamental e um para os do Ensino Médio. Todas as questões requerem raciocínio lógico.

Coordenação de Ciência Tecnologia e Inovação

César Pires cobra a recuperação de rodovias estaduais no Baixo Parnaíba

O estado caótico das estradas estaduais que cortam o Baixo Parnaíba foi denunciado nesta segunda-feira (19) na tribuna da Assembleia Legislativa pelo deputado César Pires. Ele cobrou providências urgentes do governo estadual para que sejam realizadas obras de restauração daquelas rodovias. “A região está isolada por ineficácia do Governo do Estado”, enfatizou.

César Pires lamentou que a MA-034 esteja cortada, apesar dos muitos discursos elogiosos ao governo estadual. “As obras que ligam os municípios de São Bernardo, no Maranhão, a Luzilânia, no Piauí, estão paradas, assim como o recapeamento da estrada de Chapadinha ao Pirangi. Na rodovia entre São Bernardo e Magalhães de Almeida, os buracos são visíveis a olho nu. E não é só por causa das chuvas, mas por inoperância do Governo do Estado”, destacou.

Ainda segundo relatou o deputado, o governo do Piauí realizou os serviços necessários em seu território, mas dentro do Maranhão só existem placas anunciando a recuperação da MA-034. “A estrada está arrebentada, destruída, cortada. Deixaram no isolamento uma região produtiva. Para chegar àquelas cidades tem que ir por Teresina, passar pelo Pirangi e voltar, ou ir por uma estrada que está quase intrafegável que liga Paulino Neves a Barreirinhas”, informou ele.

César Pires desafiou os defensores do governo a desmentir suas afirmações. “São fatos incontestáveis. Lamento que o Governo do Estado tenha deixado acontecer esse isolamento geográfico e faço um apelo para que não vejam as minhas ponderações com ódio, mas com a responsabilidade de reparar aquela triste situação para a população do Baixo Parnaíba”, ressaltou.

Carnaval

César Pires aproveitou para elogiar os prefeitos de Água Doce do Maranhão, Talita Dias, e de São Bernardo, João Igor, pelas belíssimas festas de carnaval realizadas nos dois municípios. “Fiquei feliz de ver que, nessas cidades, os funcionários municipais puderam brincar satisfeitos, por estarem recebendo em dia os seus salários, graças à competência e a responsabilidade dos prefeitos Talita e João Igor”, acrescentou.

ACQUA PISCINAS – Tudo em produtos de limpeza, acessórios e serviços

Cuidar da água da sua Piscina é essencial para a saúde da sua família e o local certo para adquirir os produtos indispensáveis para esta limpeza é na ÁCQUA PISCINA. Dispomos ainda de muito mais.

ACQUA PISCINAS

Além dos produtos para a limpeza temos serviços e acessórios, tudo com o menor preço do Leste do Estado. Venha comprar conosco. Já somos a loja do ramo mais procurada por clientes de Codó e cidade vizinhas, venha nos conhecer.

Rua Rio Grande do Norte, próximo à antiga SAMEC.

TRIZIDELA: Marcelo Coelho apresenta solução mas é contestado pelos moradores

O secretário de Estado do Meio Ambiente, Marcelo Coelho, esteve ontem à tarde, 19, no Parque Ambiental da Trizidela.

Acompanhado de  colegas do governo estadual e de vereadores de Codó com secretários municipais como Roberto Cobel, da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Rural, Coelho circulou pela obra enfrentando os protestos verbais de diversas pessoas.

Procurou responder aos mais respeitosos com paciência. À IMPRENSA disse que a solução será, segundo os engenheiros que o acompanhavam, aumentar a vazão na parte da rua Frei Henrique de Coimbra (parte de cima) e fazer com que saia direto para  o outro lado da Av. Cristóvão Colombo, a segunda parte da grande lagoa da Trizidela.

“Nós estamos aqui com os técnicos, engenheiros e especialistas em drenagem que vieram conosco, secretários de governo estão aqui conosco acompanhando hoje e vimos ver e ver o que tem que ser feito, então os engenheiros estão avaliando que a gente precisa colocar uma drenagem maior com uns tubos maiores nesta parte debaixo, fazer interligação com a lagoa, que está ali no meio, e lá na saída também aumentar e fazer outras bocas-de-lobo lá na saída para que ela entre e saia do outro lado da lagoa. Então, aumentando o volume de vazão vai resolver o problema de drenagem que está acontecendo alagando essas residências”

Disse que a obra pode começar esta semana ainda porque há homens da empresa no local.

MORADORES DISCORDAM

A TV Cidade, que cobriu a visita do secretário, entrevistou moradores minutos depois da fala de Marcelo Coelho. Todas as opiniões foram contrárias, ou seja, na opinião dos moradores a solução apresentada não dará certo, os alagamentos continuarão.

“Do jeito que eles estão falando, colocar tubo aqui não vai dá certo, vai ficar a mesma coisa que vocês tão vendo,então o que precisa aqui é tipo uma Água Fria”, afirmou um morador da área

“Nós estamos tudo alagado aqui,sem ter para onde a gente ir, aí nós fica dentro da água, não tem um autoridade do nosso lado”, disse uma senhora entrevistada

Debaixo d’água Frei Henrique de Coimbra pode ser a próxima a ser interditada

A semana começou com protestos em Codó por causa de alagamentos provocados pela construção do Parque Ambiental, uma obra do governo do Estado, construída com aterramento de uma grande Lagoa no bairro Trizidela.

Indignados com os alagamentos de quintais e casas moradores do entorno atearam fogo ontem em pneus na principal avenida do bairro. Também derrubaram os tapumes da obra.

Fogo na Trizidela

A Guarda Municipal e da Polícia Militar estiveram no local, sem intervenção.“

Ainda sem solução quem mora perto da obra continua reclamando, como os moradores da Frei Henrique de Coimbra onde seu João Pedro Paulino dos Santos passou a conviver com água na porta e no quintal.

Não há vasão para a água da chuva como antes, explica ele com ar de indignação que acha que terá que abandonar a casa.

 “A água tá é voltando…O QUE TÁ ACONTECENDO? É porque não tem pra onde ela ir, ela chega e volta (…) vai ficar o seguinte pra não morrer afogado o cabra tem que procurar um meio de sair daqui é o jeito porque não tem como continuar aqui…SE CONTINUAR DESSE JEITO? Tem que sair”, respondeu

ABANDONANDO CASAS

A situação  da rua Frei Henrique de Coimbra, situada  nos fundos do Parque Ambiental é das piores, tanto que nós encontramos até pessoas que já tiveram que abandonar a própria casa.

É o caso de dona Maria de Lourdes Machado Menezes, de 80 anos, ela já teve que sair de sua residência  e agora paga aluguel.

Dona Maria de Lourdes na frente de casa na Frei Henrique

 “Eu já sai de casa, to morando em casa alugada não sei como é que vou viver, pagar esses aluguel porque, você sabe, o idoso veve do salário mínimo, o salário mínimo hoje não dá nada…A CASA, TEVE QUE SAIR? Teve que sair, to fora, to morando fora, casa alugada pagando àgua e luz e tudo da casa”, disse

Também prejudicado com a água da chuva que perdeu a vasão por causa da obra seu José Pereira da Silva  quer a solução urgente do problema. Do contrário a rua que foi visitada ontem à tarde pelo secretário de Estado do Meio Ambiente, Marcelo Coelho,  será a próxima rua a ser interditada.

 “Tá ruim e é uma coisa boa de resolver, é só eles vir reabrir porque se eles não vier e reabrir nós v amos cortar a pista, né, porque não vamos ficar sendo prejudicado o tempo todo, aogra que começou a chuva…É PROTESTAR TAMBÉM? É protestar também, se eles não resolver nós vamos cortar a pista também”, disse

TRIZIDELA EM CHAMAS – “População tá revoltada porque tá prejudicada” – veja depoimento dos moradores

Confira agora alguns depoimentos concedidos ao blogdoacelio na manhã de hoje no protesto dos moradores da Trizidela por causa dos alagamentos causados pela obra da LAGOA DA TRIZIDELA.

Confira o nome dos ganhadores da 42ª extração do CODÓ FELIZ

1º PRÊMIO R$ 1.500,00 (HUM MIL E QUINHENTOS REAIS)

NOME: RONIEL SALLES

Nº DA CARTELA: 16864-54

ENDEREÇO: RUA TANCREDO NEVES Nº1285

BAIRRO: SÃO RAIMUNDO

CIDADE: CODÓ MA

VENDEDOR: SILVINHA

2º PRÊMIO R$ 1.500,00 (HUM MIL E QUINHENTOS REAIS)

NOME: LARA TORRES CARVALHO E MARIA CLARISSE

Nº DA CARTELA: 07879-49

ENDEREÇO: RUA MARCOS ROCHA Nº2648

BAIRRO: SÃO JOSÉ

CIDADE: CODÓ – MA

VENDEDOR: EDINETE

 

3º PRÊMIO R$ 1.500,00 (HUM MIL E QUINHENTOS REAIS)

NOME: WANDERLÚCIA RODRIGUES DE SOUSA

Nº DA CARTELA: 10416-79

ENDEREÇO: AVENIDA 1º DE MAIO Nº1036D

BAIRRO: SÃO FRANCISCO

CIDADE: CODÓ – MA

VENDEDOR: FRANCISCO JOSÉ

 

4º PRÊMIO – UMA POP 110 0KM + CAPACETE + TANQUE CHEIO)

NOME: CÍCERO FERREIRA DE SOUSA

Nº DA CARTELA: 08349-68

ENDEREÇO: POVOADO MONTE VIDEL 1 Nº1131

BAIRRO: MONTE VIDEL 1

CIDADE: CODÓ – MA

VENDEDOR: JOSELINE BARROS

5º PRÊMIO – UMA MOTO POP 110 0KM + CAPACETE + TANQUE CHEIO

PRIMEIRO GANHADOR

 NOME: ELISANGELA DE SOUSA PORTELA

Nº DA CARTELA: 00659-96

ENDEREÇO: AVENIDA MARANHÃO 515

BAIRRO: CENTRO

CIDADE: CODÓ – MA

VENDEDOR: ANTONIO GALVÃO  

 

SEGUNDO GANHADOR

NOME: DIÊGO SOUSA PEREIRA

Nº DA CARTELA: 09688-10

ENDEREÇO: POVOADO VISTA ALEGRE

BAIRRO: ZONA RURAL

CIDADE: CODÓ – MA

VENDEDOR: LUANA SILVA DE SOUSA

Veja como se comportou a Polícia Militar no manifesto contra o governo do Estado hoje pela manhã

Veja como se comportou a Polícia Militar no manifesto dos moradores da TRIZIDELA hoje pela manhã.

FOGO E PONTAPÉ – Moradores protestam contra alagamentos após obra do governo do Estado em Codó

O Parque Ambiental é uma obra do Governo do Estado, orçada em mais de 7 milhões de reais,  iniciada em cima do que antes era uma grande lagoa, agora toda vez que chove até a principal avenida da Trizidela tem ficado alagada como já mostramos aqui no blog em vídeos enviados à nossa redação. Em  chuva recente até um jacaré foi filmado andando na Cristóvão Colombo, ele, certamente,  perdeu a morada na Lagoa.

Moradores Unidos

Por conta dos problemas ocasionados pela obra os moradores interditaram  hoje pela manhã, 19 de fevereiro, a avenida  para protestar.

 ‘Na minha casa, rua do Bacuri, tá cheia d’água, alagada, tá cheio de lama e em tempo dele tá ajeitando isso aqui, gastando dinheiro de besta, ele tava era ajeitando as ruas e dando emprego pros pessoal”, reclamou a dona de casa Ana Paula Fernandes Muniz.

Pneus foram colocados no meio da pista impedindo a passagem durante toda a manhã, depois jogaram gasolina e atearam fogo. Uma nuvem negra se formou chamando a atenção de longe no bairro. O momento  ficou mais tenso quando alguns moradores também resolveram derrubar os tapumes da obra a chutes e pedradas.

Depois  fizeram outro amontoado no meio da avenida com o material que cercava a obra.

Fogo na Trizidela

“A gente tá querendo que ele resolva o problema, NINGUÉM QUER CRIAR PROBLEMA queremos que resolva o problema nosso, entendeu? Então tem muita gente dormindo dentro d’água (…) faça a obra mais resolva o problema nosso”, disse o mototaxista Francisco Sousa Silva Filho

“Porque se botando uns tubos pode ser que dá alguma solução pro nosso povo…TEM QUE TER UMA SOLUÇÃO? Tem que ter uma solução, vamos continuar até o final da história”, completou o lavrador Raimundo Cunha.

A guarda Municipal e a Polícia Militar estiveram no local, conversaram com os manifestantes e fizeram cessar a depredação da obra. Pediram que fosse pacífica.

Durante o protesto ninguém representando o obra estadual apareceu para conversar com os manifestantes que pretendem voltar a fazer novos protestos, inclusive proibindo a continuidade da obra

“Nosso plano é esse, é entrar na obra, primeiramente estamos aqui pra sermos ouvidos se não formos ouvidos aí nós vamos parar a obra, nós moradores vamos parar a obra…PORQUE ESTA DECISÃO? Porque nós estamos sendo prejudicados”, garantiu o cidadão Hernandes da Silva e Silva

Horácio Maciel diz que denunciou Expedito e denunciará qualquer um tendo provas

O blogdoacelio entrevistou o ex-vereador, atualmente funcionário público municipal, Horácio Barbosa Maciel Filho, autor da denúncia contra o presidente da Câmara, Expedito Carneiro, que recebeu no final de semana passado ordem judicial que manda Expedito ler a denúncia amanha, terça-feira,20, em plenário,sob pena de ser multado em R$ 40.000,00 caso não o faça.

Horácio lamentou o fato de ter que representar o presidente no Ministério Público e até levar o caso ao conhecimento da JUSTIÇA.

“Eu me sinto triste, Acélio, porque você liga o rádio, televisão, os meios de comunicação e você ver só denúncias dos nossos políticos. Isso pra nós codoenses é vergonhoso saber que Codó também tá envolvido neste tipo de coisa”, assegurou

CRÍTICAS À COMUNICAÇÃO

Ele também lamentou o fato de vir sendo criticado pela mídia por ter tomado esta atitude e justificou, mais uma vez, sua atitude, inclusive reafirmando que fez a denúncia contra o presidente da Câmara levantando supostas fraudes em processos licitatórios e fará contra qualquer Poder desde que esteja munido de provas.

“Falam todo dia de denúncia de corrupção e quando nós denunciamos tem radialista, blogueiro que diz que você tá vendido, tá comprado, quer dizer, a denúncia taí pra todo mundo fazer, tá lá no portal da transparência qualquer um de nós pode fazer, nós cidadão, cidadã nós que pagamos nossos impostos, nós é que pagamos os políticos desse país, por que não fazer a denúncia, se tiver outras denúncias e eu tiver prova eu irei denunciar, tanto do Executivo, do Legislativo

DECISÃO A SER CUMPRIDA AMANHÃ

Horácio levou à Justiça o fato de que protocolou  na Câmara, no dia  06/02/2018, uma denúncia alegando diversas supostas irregularidades, inclusive graves fraudes em processos licitatórios, quando pediu o processamento da denúncia na Casa Legislativa.

A denúncia pede abertura de processo de cassação de mandato do vereador mas ela, como manda o regimento, não foi lida na sessão ordinária, o que daria início ao rito processual administrativo dentro da própria Câmara, culminando com um imediato afastamento de Carneiro.

Haveria de ser lida por força do que consta do art. 5º do Decreto-lei 201/67, inciso II, que diz:

“De posse da denúncia, o Presidente da Câmara, na primeira sessão, determinará sua leitura e consultará sobre o recebimento. Decidido pelo recebimento, pelo voto da maioria dos presentes, na mesma sessão será constituída a Comissão Processante, com 3 vereadores sorteados entre os desimpedidos, os quais, elegerão, desde logo, o presidente e o relator”.

Esta recusa de leitura em plenário foi o motivo principal do MANDADO DE SEGURANÇA e foi sobre isso que decidiu o novo  juiz da comarca de Codó, Dr. Carlos Eduardo de Arruda Mont’Alverne, titular da 2ª Vara , respondendo pela 1ª.

A DECISÃO

O magistrado considerou que Expedito descumpriu o rito de abertura, uma vez que a denúncia, realmente, não foi lida na primeira sessão “merecendo credibilidade a argumentação do impetrante”.

Adiante o Dr. Mont’alverne descreve sobre a necessidade de se apurar a denúncia em nome do princípio da legalidade que, na Administração Pública, é inflexível.

“Se há necessidade de apuração de irregularidades, é salutar que isso seja levado à efeito, sobretudo para a preservação da MORALIDADE”, escreveu o juiz

Baseado na prova de que a leitura não fora feita como manda o decreto o magistrado determinou a leitura para o dia 20 de fevereiro de 2018, próxima terça-feira, em sessão ordinária.

Se Expedito não fizer a leitura ou tentar impedi-la pagará uma multa de R$ 40.000,00.

“Ante o Exposto, DEFIRO o pedido liminar para determinar que seja realizada na sessão ordinária de 20/02/2018 a leitura da Denúncia apresentada  à Câmara de Vereadores em 06/02/2018, não podendo o impetrado (Expedito) impedir ou obstar o ato, sob pena de multa de R$ 40.000,00”, diz a decisão