17º BPM inicia matrícula para cursinho preparatório do concurso da Polícia Militar do MA

Serão iniciadas a partir de hoje, 10, as matrículas do cursinho  preparatório para o concurso de soldado da PMMA, iniciativa do Comando do 17ºBPM/Codó em parceria com o Sindicato dos Professores do Estado do Maranhão e da Associação Comercial.

Visando aumentar o contingente de PMs codoenses e auxiliar os estudos dos jovens  que desejam tentar uma vaga no concurso, mas não têm condições de pagar um cursinho regular, o 17º Batalhão da PM vai oferecer um cursinho comunitário.

São 200 vagas. As aulas estão previstas para começar no dia 20 de outubro e vão abordar as disciplinas que serão cobradas na prova escrita que acontecerá em janeiro.

Os interessados têm os dias 10, 11, 16 e 17 deste mês, das 09 às 13hs, ou até terminarem as vagas para se inscreverem pessoalmente, no Auditório Comunitário do Quartel da PM de Codó.

No ato da matrícula é necessário  apresentar cópias dos documentos pessoais e comprovante de endereço e pagar uma taxa simbólica de R$80,00 para manutenção de despesas do curso como pagamento de professores, confecção de apostilas.

O cursinho comunitário será realizado na Associação Comercial de Codó com a duração de 3 meses e funcionará de segunda a sexta-feira no período noturno.

Por Capitã Francilene Gonçalves

 

Dia Internacional da Menina é marcado por programação em Codó

O Dia Internacional da Menina chega a sua sexta comemoração em 11 de outubro (próxima quarta-feira). A data tem como objetivo promover uma maior consciência da sociedade acerca da desigualdade de gênero e os problemas que afetam globalmente a vida das meninas, e foi estabelecido em 2012 pela ONU após atuação incisiva da Plan International. Em celebração ao Dia Internacional da Menina, a cidade de Codó será marcada por atividades da ação #MeninasOcupam.

A ação #MeninasOcupam, que faz parte do movimento global “Por Ser Menina” tem como objetivo chamar atenção da população e do poder público, visando a igualdade de gênero desde a primeira infância, promovendo o desenvolvimento integral de meninos e meninas, assegurando o exercício dos seus direitos – e contribuindo para uma realidade com maior igualdade de gênero, redução dos índices de violências, pobreza, casamento infantil, gravidez precoce, evasão escolar entre tantas outras realidades.

Na região dos Cocais a ação terá como objetivo principal promover a participação ativa de meninas em espaços de tomadas de decisão que ampliem estratégias e mitigação de problemas que afetam suas vidas.

Para que a ocupação não finalize com a ação física, foi criado um portfólio de ações, planos e encaminhamentos que serão ‘despachados’ juntos aos governantes de cada localidade. Nesse sentido, as meninas irão liderar uma agenda de encaminhamentos e solicitações para que projetos e políticas, já ‘conquistados’ em momentos anteriores, sejam efetivados na prática – realizando indicações para que os governos incluam em sua pauta de prioridades as demandas das meninas. Nesse sentindo teremos:

9 de outubro:

A primeira Menina Gerente da Unidade de Programas (Marqueline Soares da Silva, 16) – Algumas situações práticas serão postas para que ela decida, juntamente com a equipe, a melhor opção. A menina liderará a reunião geral e definição da agenda da semana, com todos os apontamentos

11 de outubro:

Prefeita Municipal de Codó (Késia da Silva e Silva, 14) – A menina apresentará um portfólio (Dia municipal da menina, Lei municipal de enfrentamento ao Bullying, Plano Municipal de Enfretamento ao Trabalho Infantil, Esboço do Plano Municipal da Primeira Infância, Carta de petição das meninas de 2012, Declaração das meninas do Brasil)

Prefeita Municipal de Timbiras (Antônia Marcelina Rodrigues Silva, 14) – A indicação para que seja submetida à câmara das Leis de Enfretamento ao Bullying, Dia da menina e outras demandas

Prefeita Municipal de Peritoró (Aline Brandão do Nascimento, 16) – A Indicação para que seja submetida à câmara das Leis de Enfretamento ao Bullying, Dia da menina e outras demandas

Secretaria de Educação de Codó (Mariana Rodrigues Bezerra, 14) – Convocatório expedida a todas as escolas municipais (e particulares como sugestão) da maratona de assinaturas contra o Bullying e cobrar providências sobre a lei em questão.

12 de outubro:

Seminário Igualdade de Gênero é Problema Seu – Espaço liderado/conduzido pelas meninas, desde o planejamento e execução, com a prestação de contas de todas as ações da Plan International em fomento à igualdade de Gênero e o movimento Global Por ser Menina, desde 2012. A palestrante magna será a menina Késia Silva, 16 anos, abordando sua trajetória, experiência e engajamento com o movimento das meninas. O evento será realizado na UFMA das 9h ao meio dia e contará com alunos/as, profissionais do poder público, da educação e membros das comunidades.

Sobre a Plan

A Plan International é uma organização não-governamental de origem inglesa ativa há 76 anos e presente em 69 países. No Brasil desde 1997, a Plan possui, hoje, mais de 20 projetos que atendem, aproximadamente, 75 mil crianças e adolescentes. Sem qualquer vinculação política ou religiosa e sem fins lucrativos, está voltada para a defesa dos direitos da infância, conforme expressos na Convenção dos Direitos da Criança, da Organização das Nações Unidas. Assim sendo, a organização trabalha em prol da proteção e contra a violência e abusos de todo tipo, contra a pobreza, a desigualdade e a degradação do meio ambiente e por uma boa alimentação, saúde e educação. A Plan parte do princípio de que assegurar o direito de crianças e adolescentes é um dever e não uma escolha. Para isso, capacita as comunidades a fazer valer esses direitos. Mais informações sobre a Plan Brasil em www.plan.org.br.

 Agência Lema

Leandro Matulja/ Leticia Zioni/ Larissa Marques

www.agencialema.com.br

Informações para Imprensa:

Maria Beatriz Broco

Festinha das crianças realizada pelo jornalista Marco Silva foi um grande sucesso

O último sábado (07) ficará marcado na vida das crianças do bairro Santo Antônio. Pois foi nesse dia que o jornalista Marco Silva, com o apoio de sua família, realizou na rua Prefeito José Lago uma animada festinha para meninos e meninas do local.

Cerca de 300 crianças participaram do evento alusivo ao dia das crianças, que foi realizado pelo quarto ano consecutivo. Diferente das outras edições que contava apenas como a exibição de filmes infantis, desta vez cinco brinquedos foram disponibilizados para as crianças se divertirem, dois pula-pulas, um escorregador inflável, uma piscina de bolinhas e o tombo legal.

O jornalista Marco Silva explicou o motivo de ter escolhido o bairro Santo Antônio para realizar a festa.

“Santo Antônio é um bairro onde residem muitas pessoas carentes, que muitas vezes não tem condições financeiras de proporcionar um momento como este para seus filhos. Como eu e minha esposa somos apaixonados por crianças, resolvemos promover essa festinha aqui no bairro (…). É gratificante poder ver a alegria de cada menino e menina que estava aqui presente, eu só tenho a agradecer aos nossos amigos que nos ajudaram a realizar essa linda festa”, comentou.

O evento foi recheado de muita alegria e brincadeiras. Cada criança recebeu algodão doce, chilito, refrigerante, pirulito e geladinho. A festa foi encerrada com o sorteio de mais de 80 brinquedos.

“Gostei muito da festinha desse ano, tava tudo perfeito, os brinquedos, os lanches e os presentes. Meus meninos adoraram e só temos a agradecer as pessoas que fizeram essa festa”, agradeceu a Dona Raimunda, mãe de três crianças.

Vários colaboradores ajudaram para que a festinha obtivesse o resultado positivo. Foram eles: Secretário Marcelo Coelho, Zito Rolim, Ricardo Torres, vereador Expedito Carneiro, Sonia Variedades, ex-deputada Maura Jorge, vereador Nonato Sampaio, laboratório Ultra Lab, vereador Iltamar da Saúde, Dr. José Francisco, Valdeci Junior, vereador André Jansen, Arlindo Salazar, Farmácia Planastamina, vereador Pastor Max, Impacto Calçados, Lojas Combinações e prefeito Francisco Nagib.

Ascom

Morre o pai do radialista Daniel Sousa

O pai do radialista Daniel SOusa, do programa A VOZ DO POVO, rádio Eldorado AM, Manuel Gertrudes Nunes faleceu ontem, 09.

Manoel Gertrudes Nunes

“Há dois anos ele sofreu um AVC e há 10 dias ele foi hospitalizado na UPA, passou mal. Ele tava na sala vermelha, anteontem ele foi transferido para a sala amarela e hoje (9) à tarde, por volta das 2h da tarde ele veio a óbito”, explicou-nos Daniel.

O  corpo está sendo velado na rua Santa Luzia, 350, Codo Novo, de onde sairá para o enterro às 10h da manhã desta terça-feira, 10, direto para o cemitério Sabiazal.

Confira o nome dos ganhadores da 24ª extração do Codó Feliz

1º PRÊMIO –  UMA MOTO 110 0KM                                     

NOME: TARCIELLY SOPHIA E TARCISIO GABRIEL

Nº DA CARTELA: 19946-69

ENDEREÇO: TRAVESSA DA CERÂMICA Nº12

BAIRRO: SÃO JOSÉ

CIDADE: CODO MA

VENDEDOR: FERNANDA

 

2º PRÊMIO – UMA MOTO 110 0KM

NOME: JOSÉ MARIO DOS SANTOS

Nº DA CARTELA: 23455-92

ENDEREÇO: POVOADO  MONTE VIDEL

BAIRRO: ZONA RURAL

CIDADE: CODÓ MA

VENDEDOR: DOMINGAS

 

3º PRÊMIO – UMA MOTO 110 0KM

NOME: RHALLEN E FELIPE

Nº DA CARTELA: 20261-41

ENDEREÇORUA DA ESTRELA Nº 1208

BAIRRO: SÃO PEDRO

CIDADE: CODÓ MA

VENDEDOR:

 

4º PRÊMIO – UMA MOTO 110 0KM

NOME: MARIA DA SILVA OLIVEIRA

Nº DA CARTELA: 21740-94

ENDEREÇO:AV. CRISTOVÃO COLOMBO

BAIRRO: TRIZIDELA

CIDADE: CODÓ MA

VENDEDOR: MARLY DA SILVA DE SOUSA

 

5º PRÊMIO – UMA BROZ 160 0KM    

 

PRIMEIRO GANHADOR

 

NOME: MARIA JESSICA SALES  DA SILVA

Nº DA CARTELA: 05572-70

ENDEREÇO: RUA SANTO ANTONIO Nº55

BAIRRO: SÃO FRANCISCO

CIDADE: CODO MA

VENDEDOR: ANTONIO

SEGUNDO GANHADOR

NOME: SABASTÃO RODRIGUES DE AMORIM

Nº DA CARTELA: 13562-32

ENDEREÇO2º TRAVESSA GOIÂNIA Nº 112

BAIRRO: SANTO ANTONIO

CIDADE: CODÓ MA

VENDEDOR: SAMARA S.S

 TERCEIRO GANHADOR

NOME: ISIS LORENNAH RODRIGUES DA SILVA

Nº DA CARTELA: 23675-61

ENDEREÇO: RUA ALAGOAS Q.B01 CASA 06

BAIRRO: R.SANTA RITA

CIDADE: CODÓ MA

VENDEDOR: BRANCA

 

QUARTO GANHADOR

NOME: MANOEL RIBEIRO

Nº DA CARTELA: 20923-64

ENDEREÇO: TRAVEESA PLANALTO ULTIMA CASA

BAIRRO: SÃO PEDRO

CIDADE: CODÓ MA

VENDEDOR: MARIANA

SEMA inicia primeira etapa do Programa Maranhão Verde

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA) iniciou, dia 07/10 em Mirador, a primeira etapa do Programa Maranhão Verde. Trata-se do projeto “Berço do Rio Itapecuru”, instituído através do Decreto nº 33.328, de 12 de setembro de 2017, destinado a conservar e recuperar as nascentes e cursos dos Rios Itapecuru e Alpercatas, localizados no interior do Parque Estadual do Mirador.

198 famílias do Parque participam, as quais receberão uma bolsa no valor de R$ 300,00 bimestrais.  Na ocasião, elas assinaram o Termo de Adesão e receberam o cartão para sacarem o valor.

“Já houve capacitação da população local e o Programa ainda prevê ações de educação ambiental, produção de mudas de espécies nativas, preservação, restauração, recomposição e recuperação de áreas e monitoramento e avaliação ambiental, sendo de extrema importância para o Estado do Maranhão”, explicou o Secretário de Estado de Meio Ambiente, Marcelo Coelho.

De acordo com o Governador Flávio Dino, “o programa vai ajudar na conservação do Parque do Mirador e das nascentes do Rio Itapecuru por meio da conscientização e compensação das mais de 190 famílias que moram dentro da UC”.

Maranhão Verde

O Programa Maranhão Verde, instituído pela Lei nº 10.595, de 24 de maio de 2017 e regulamentado pelo Decreto nº 32.969, de 5 de junho de 2017, é destinado a fomentar e desenvolver projetos voltados para apoio à conservação e recuperação ambiental.

O Programa busca gerar benefícios ambiental e social, promovendo a cidadania, a melhoria das condições de vida e a elevação da renda da população em situação de extrema pobreza. As famílias beneficiárias deste Programa deverão desenvolver atividades de conservação e recuperação dos recursos naturais em áreas previamente definidas, as quais podem ser: unidades de conservação, territórios ocupados por ribeirinhos, extrativistas e comunidades tradicionais, além de outras áreas definidas como prioritárias por ato do Poder Executivo.

Comitê Gestor

Visando o acompanhamento do Programa e de suas ações, foi instituído o Comitê Gestor do Programa Maranhão Verde, composto pela Secretaria do Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA) que o preside, a Secretaria de Estado de Governo (SEGOV), a Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF), a Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (SEDIHPOP), Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) e Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (IMESC). O Comitê Gestor tem, dentre outras atribuições, a aprovação do plano de ação, a definição da sistemática de monitoramento e avaliação e a indicação de áreas prioritárias para implementação do Programa.

VEJA O VÍDEO: “Eu peguei a marrêta e lasquei a marrêta na cabeça dela, matei ela”, confessa assassino frio de duas mulheres

Antonio Bezerra de Jesus, de 52 anos, disse ser natural de Codó e nunca ter dado qualquer trabalho à Polícia. Hoje, 9, pela manhã, disse ter ‘perdido a cabeça’ quando foi cobrar duas mulheres, à quem identificou somente pelos nomes de NAIA e LEURÍ. A mais velha, mãe da mais jovem, era seu alvo.

Ele disse à imprensa que a senhora vinha fazendo empréstimo usando o nome dele, 3 ao todo. Quando começaram a falar sobre este assunto na casa dele, na rua S. Silva, ele ficou agressivo e acabou matando a mulher mais velha com uma marrêta, depois, como a filha gritava demais, matou a jovem também e depois começou a cavar um buraco no quintal para se livrar dos corpos.

“Fez um empréstimo de 5 mil e pouco na minha conta, quase 6 mil, fez outro empréstimo de 2 e pouco, fez outro empréstimo de R$ 2.500,00 e é fazendo empréstimo aí chegou hoje cedo lá em casa…POR QUE O SENHOR NÃO DENUNCIOU ELA À POLÍCIA? rapaz, na hora eu não pensei nada, na hora eu peguei a marrêta e lasquei a marrêta na cabeça dela, matei ela. Aí a filha dela tava gritando demais eu lasquei a marreta na cabeça dela também…VOCÊ IA ENTERRAR NO QUINTAL? ia enterrar”. VEJA A ENTREVISTA

VEJA O VÍDEO – Polícia livra assassino de duas mulheres de linchamento no bairro São Pedro

A PM foi acionada pela manhã por vizinhos  que ouviram gritos vindos desta casa na rua S. Silva, bairro São Pedro. Quando os militares chegaram duas mulheres já estavam mortas.

“e a gente tentou arrebentar o portão, mas até então não sabia se já tinha alguém morto, aí pediu pra alguém ir lá pelo fundo foi quando a gente constatou, pelo muro, que já tinha dois corpos já naquele corredor e foi o uso necessário, tivemos que usar algumas bombas pra ver se ele abria o portão, como não tivemos êxito foi preciso a gente arrombar o portão e efetuar o disparo, tiro de contenção, e efetuamos a prisão dele no interior da casa”, contou sargento Layres

Um grande número de pessoas se aglomerou em frente a residência enquanto até a polícia tentava entender o que levou Antonio Bezerra de Jesus, de 52 anos, a matar mãe e filha brutalmente. Na saída, a PM teve que usar até spray de  pimenta para afastar populares que chegaram a pedir para linchá-lo. VEJA A SAÍDA

“Não se pode brincar com a população, a população está bastante revoltada e a Polícia Militar foi obrigada a usar dos meios necessários para impedir que ele fosse linchado aqui em frente ao local do crime”, justificou o comandante do 17º BPM, tenente-coronel Jurandir de Sousa Braga.

Em sua defesa o assassino confesso disse que uma das vítimas, a quem identifica apenas pelo primeiro nome NAIA, a mãe, já tinha feito 3 empréstimos no nome dele sem que tivesse recebido um centavo sequer. Chamou-a para a casa onde mora e no momento de cobrá-la perdeu o controle matando-a a marretadas.

A filha, contou Antonio Bezerra à imprensa, começou a gritar e, por isso, ela que  nada tinha a ver com os tais empréstimos,  também foi  assassinada  com estes dois instrumentos apreendidos na casa – um cassetete e uma marreta. Depois disso, contou Rômulo Vasconcelos, um dos delegados que acompanharam a prisão, o indiciado, friamente,  ainda começou a cavar um buraco no quintal, pretendia se livrar dos corpos.

“E aqui ele resolveu matar essa senhora, com isso a filha também entrou na contenda, na briga e ele acabou matando também a filha. Arrastou o corpo também da sala para o quintal, entendeu? E lá ele tava cavando o buraco  pra enterrar os dois corpos”

Até o fechamento desta reportagem a Polícia ainda não havia identificado as duas mulheres. Antonio Bezerra de Jesus já está sob custódia policial e será indiciado por duplo crime de feminicídio.

CONSCIÊNCIA AMBIENTAL: Conheça Alcimar Amaral, um exímio plantador de árvores

Árvores absorvem a poluição, reduzem erosão do solo, protegem rios, produzem oxigênio e estes são apenas alguns dos benefícios que elas proporcionam  – com elas a paisagem, em qualquer lugar,  também é outra.

“Uma cidade cheia de árvore é muito bonita, muito importante porque isso aí faz bem pra natureza”, completou o mototaxista Carlos Moreira da Conceição

Baseado em tantas utilidades o paraense, radicado em Codó há mais de uma década, Alcimar Amaral, trouxe de lá um hábito cada vez mais raro na sociedade moderna – o de  plantar árvores.

Quando chegou, morou primeiro no bairro São Francisco, onde começou a desenvolver seu prazer.

No Conjunto Mutirão, bairro São Francisco, onde tudo começou nós já temos resultado efetivo desta vocação ambiental. Só numa das avenidas  são mais de 80 árvores plantadas, todas já bem crescidas, robustas e servindo à comunidade.

Dona Maria de Jesus Soares Silva ainda lembra o dia em que esta ‘saboneteira’ foi plantada, à época o local era um lixeiro, mas ela se viu envolvida por aquele ato de seu Alcimar.

 “Eu pensava que ela ia crescer pra ficar uma árvore bonita…POR ISSO TOMOU DE CONTA? Foi eu quem tomou de conta”, respondeu a aposentada

Quem também tomou de conta de três árvores foi dona Cipriana Costa da Silva  e fez até mais, transformou a sombra que hoje existe pra todo mundo no que chama de ‘nossa pracinha’, um local para reunião de amigas.

 “Pensa que eu to só? To não, as colegas tão tudo encostando perto de mim, conversando, tomando café, é assim…ENTÃO A SENHORA GOSTA DO TRABALHO QUE ELE FEZ AQUI? Gosto, gosto demais”, afirmou a idosa bem simpática

POR TODA A CIDADE

Os plantios estão por toda a cidade – Parque Eldorado, Campo do Tiro de Guerra e agora onde ele mora, no residencial São Pedro.

 “Quando eu vim foi um impacto, um impacto grande que a gente olhou assim – meu Deus não tem um pé de árvore, tinha caju, mas caju anão quem é que vai ficar embaixo pra ter sombra”, explicou Alcimar

A realidade depois de dois anos já é outra – frutíferas como caju, manga e goiaba crescem junto às nativas e à algumas já ameaçadas de extinção como um  belo mogno no centro do residencial.

“A pessoa passa, encosta, aquela sobrinha boa, né, importante esse trabalho que ele tá fazendo pro residencial…E DEIXA O VISUAL MELHOR TAMB ÉM? Com certeza, né, tudo mais verdinho é mais bonito, né”, elogiou o mototaxista Acácio da Silva Ribeiro

Alcimar pede árvores, compra quando pode e até  começa do zero cultivando as próprias mudas. Costuma dizer que trabalha para o futuro, um futuro com mais árvores no mundo.

“E é um prazer pra nós, eu faço não é pra mim, eu faço, na realidade, é pra comunidade e pro futuro (…) rapaz essa árvore aqui vai custar, tu vai morrer e não vai ver ela crescer e aí? Tem que plantar e seu eu ver ela crescer? Melhor pra mim e melhor pra criança”, concluiu

 

Falta de rádio frequência prejudica timbirenses que precisam do SAMU desde o início do ano

Quem apela para a ajuda do SAMU em Timbiras quer duas  coisas urgentes, como revelou-nos o aposentado Raimundo Alvino de Sousa.

“Quer que  fique bom …E QUE CHEGUE LOGO? Que chegue logo…E QUANDO NÃO CHEGA? quando não chega fica difícil”, disse

A unidade básica de Timbiras é uma extensão do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de Coroatá é pra lá que, primeiro,  vão os pedidos de socorro dos timbirenses que usam o 192.

 “O problema é a ligação que a gente faz eles não atende na hora, no momento certo (…) Coroatá, e aí fica nessa de espera de algum socorro de fora né…ISSO PRO CIDADÃO É MUITO RUIM? Muito ruim, com certeza”, reclamou o lavrador Raimundo Francisco Frazão Santos

Só que esta não é a única dificuldade.

 Um timbirense pede uma ambulância, este telefonema cai direto em Coroatá que, por sua vez, faz contato com a unidade de suporte básico por meio de rádio frequência, o problema é que este rádio  não existe aqui desde o início do ano de 2017.

Por causa da falta do rádio, de comunicação interna entre as cidades,  quem precisa em Timbiras liga para Coroatá e é orientado a procurar diretamente a sede da unidade porque não há outra forma de comunicação entre o paciente e o SAMU daqui (Timbiras).

Imagine isso num momento de emergência na  vida de quem é da zona rural como seu Antonio Borges.

 “Quando a ambulância não vai tem que dá um jeito lá, freta um carro vai lá n o interior mesmo e vem…TEM QUE SE VIRAR? É o jeito se virar”, respondeu

Conseguimos ouvir o secretário de Saúde de Timbiras, Lesoir Farias Moursinho. Revelou que o problema vem desde o início do ano e  disse que tentou colocar um telefone celular disponível à população,  mas a central em Coroatá não aceitou porque não há médico para fazer a regulação em Timbiras.

Quanto a falta do rádio de comunicação interna destacou que o problema está na licitação para a compra do equipamento que ainda não saiu, nem sairá  este mês. VEJA A ENTREVISTA concedida ao blogdoacelio