Após vencer um câncer na família Silas Brasil cria projeto Tuntum Solidário e beneficia centenas de pessoas

Sofia hoje está curada, mas foi quando seus pais lutavam contra o câncer que ela teve há 2 anos que eles  tiveram contato maior com a pessoas que se mostraram solidárias, e neste período conheceram o projeto  Gratitude, do Grupo Mirante, como nos explicou Silas Brasil.

 “E dentro do projeto Gratitude, tem o Gratitude Talk’s, é uma ção que motiva as pessoas a fazerem solidariedade com história de vida de outras, conheci Rafaela, Fernanda e Adriana e tive, a partir desse momento , a certeza de que eu podia fazer”, disse Silas, pai de Sofia.

Com esta certeza de que podia fazer ele conseguiu mobilizar muitos outros cidadãos com a mesma vontade e, assim,  criou o projeto TUNTUM SOLIDÁRIO.

No último sábado, 29/11, encontramos muita gente sendo atendida a partir desta  iniciativa. Dona Maria das Graças Tavares de Sousa deu uma passadinha na praça central da cidade para ver como anda a pressão arterial. Estava tudo bem.

“Porque a gente fica saudável, fica tranquilo, dorme bem…SABENDO QUE TÁ BEM? Pois é”, respondeu-nos a aposentada

Teve teste de glicemia, aquele que mede o nível de açúcar no sangue, testes rápidos para descoberta de doenças sexualmente transmissíveis e um grande salão de beleza com profissionais voluntários foi montado na praça onde  dona Joana Lima, era só alegria.

“Pra gente ficar com o cabelo chique, pra gente ficar maravilhosa, pra gnete ficar mais linda, a gente ficar mais presença, tudo a gente precisa disso…DÁ UMA MEXIDA NA AUTOESTIMA? Com certeza, mexe é toda”, frisou sorrindo alegremente a aposentada

O TUNTUM SOLIDÁRIO conseguiu também a ajuda do governo do Estado que mandou a chamada Carreta da Mulher que realizou diversos exames preventivos.

“Passa primeiro pelas informações do paciente, os dados dele, logo em seguida vem para a triagem, medição de Pressão Arterial, a glicemia e em seguida vai para outros departamentos, que é a consulta médica, preventivo, a mamografia”, explicou a enfermeira Karen Dayse Silva Rodrigues

MEDALHISTA NO TUNTUM SOLIDÁRIO

Tocado pelo sentimento da solidariedade quem também esteve no projeto foi o medalhista olímpico José Carlos Gomes Moreira, o Codó.

 “Não tem um ser humano que não vá passar por um momento não só de saúde, financeiro qualquer outro, então você tá sempre disposto a ajudar, solidariedade no ser humano é essencial (…) ajudem, venha colaborar ou com cesta-básica, o que for, a gente precisa das pessoas que possam ajudar, a solidariedade hoje é uma dádiva”, justificou o codoense que deu palestra para jovens e recebeu dezenas de pessoas para fotos ao lado da medalha olímpica que carrega como troféu maior de sua coroada carreira como velocista mundo afora.

Silas Brasil, o homem que transformou sua gratidão pela ajuda que recebeu com a filha em ação para beneficiar dezenas de outras pessoas sentiu, na primeira experiência,  que o Tuntum Solidário não pode mais parar.

“Com certeza, eu já vi que nós temos pessoas suficiente para abraçar a causa, pessoas de bom coração e eu espero que seja o primeiro de muitos”, garantiu Silas

RESULTADOS POSITIVOS

Foram feitos 512 atendimentos de saúde nas carretas da Saúde da Mulher no Tuntum Solidário, mais 200 testes rápidos (AIDS/HIV/SÍFILIS), aferição de pressão arterial e vacinação.

50 mulheres participaram do aulão Fitnes e muitas outras dos serviços de beleza. Houve sorteio de diversos prêmios e foram arrecadadas mais de 2 toneladas de alimentos que serão doadas para a casa de apoio do Hospital Aldenora Belo onde a filha de Silas ficou algumas vezes  quando estava em tratamento.

Deixe uma resposta