Bolivianos são presos em Timon transportando cocaína

Dois bolivianos identificados como Luis Roca Soto, de 43 anos de idade, e Walter Calatayud Ipabari, 49, foram presos em flagrante na noite desta sexta-feira (23) na cidade de Timon, a 450 km de São Luís, após serem abordados em uma fiscalização rotineira por agentes da Polícia Rodoviária Federal.

Peças embebidas com cocaína
Peças embebidas com cocaína

De acordo com informações dos policiais, os dois bolivianos foram presos em flagrante no Km 610 da BR-316, logo após o ônibus da Empresa Viação Satélite Norte, de placa NKW-1807, que fazia o itinerário para a cidade de Fortaleza, no Ceará, ter sido abordado para averiguação.

Durante a checagem dos passageiros e de suas bagagens a equipe desconfiou dos dois bolivianos, e durante a revista deles foram encontradas peças de roupas e toalhas sem flexibilidade normal dos tecidos, estando os mesmos com aspecto esbranquiçado e endurecidos.

Intrigados, os policiais decidiram submeter os tecidos a testes primários, onde foi confirmado o resultado positivo. As bagagens contendo as peças embebidas com cocaína e os envolvidos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Federal da cidade de Teresina, no Piauí.

FONTE: G1 MA

Hoje e amanhã tem seletiva do Boi Estrelas Codoenses

O boi ESTRELAS CODOENSES foi criado em 2014 e de acordo com uma de suas organizadoras, Lucinete Viana, foi um ano para se comemorar.

Estrelas Codoenses 2014
Estrelas Codoenses 2014

“Ano passado foi nosso primeiro ano, mas graças a Deus nosso boi foi um sucesso em todos os arraias que participamos em Codó e cidades vizinhas como São Mateus e Caxias. Na Temporada 2014  tivemos o tema “O Brilho Encantador das Estrelas”, escreveu Lucinete à nossa redação

Hoje e amanhã tem seletiva para a temporada 2015 do Estrelas, os interessados devem fazer contato com Lucinete pelos números abaixo.

“E esse ano nossa seletiva será realizada nos dias 24 e 25 de janeiro. Aos que queiram participar do nosso grupo entrar em contato com Lucinete Viana (99) 981-73-0463 ou no Sindicato dos comerciários na rua Francisco Bernardino (99) 3661-4817”, informou

Segundo ela, o Boi Estrelas Codoenses virá com muitas novidades para a Temporada 2015

Secretária de Educação elogia Zito e descarta pressão de ‘entidades’

A secretária de Educação, Rosina Benvindo, falando ao repórter Leandro de Sá (TV Codó), ontem (23) na posse de 230 professores do município, concursados em agosto/2014, citou a divisão por setor de atuação e elogiou os novos efetivos.

  • 114 professores de Educação Infantil
  • 52 professores do Ensino Fundamental menor
  • 53 professores do Fundamental maior (área específicas)
  • 11 supervisores educacionais

“Nós temos hoje um número de professores com conhecimento, que poderão contribuir para o desenvolvimento dos nossos conterrâneos porque só a educação transforma”, disse

“PRESSÃO DE ENTIDADES”

Benvindo teceu grandes elogios também ao prefeito Zito Rolim e aproveitou para alfinetar as ‘entidades’, a meu ver, leia-se SINDSSERM, por nenhum outro faz tanta pressão quanto em relação à direitos na área de educação, nem mesmo o MPE (que atua de forma mais esporádica).

Disse a secretária.

“Foi o prefeito que, até agora, mais concedeu direitos aos profissionais de educação, logo que ele entrou:

  • Implantou o PCCS
  • Fez 2 seletivos para professores
  • Fez eleição para gestores das maiores escolas

Então por tudo que já foi dito aqui e agora realizando o segundo concurso dá para perceber o quanto que o prefeito Zito Rolim concedeu direitos e não foi por conta de pressão de entidades, é porque ele, realmente reconhece, o que não foi feito até agora é porque, realmente, não deu pra ser feito, não é por falta de vontade política”, concluiu

João Batista Machado fala sobre a importância da ACLAC

Fundadores da Academia Codoense de Letras
Fundadores da Academia Codoense de Letras

O escritor codoense, João Batista Machado, falou à repórter Ramíria Santiago (TV Cidade) sobre a criação da Academia Codoense de Letras, Artes e Ciência cujos primeiros sócio-fundadores tomarão posse dia 30 de janeiro, às 16h, no Salão Nobre da Prefeitura.

Questionado sobre se tratava-se de um sonho, o escritor respondeu que Codó estava ficando para trás em relação à outras cidades de porte até menor que o da Princesa do Itapecuru.

“Quase todas as cidades do Maranhão tem academia, tem em Caxias, tem em Rosário, tem em Itapecuru, tem em Viana e Codó não tem, uma cidade importante tinha que ter uma academia e isso chamou a atenção, ficamos para trás e nossa história estava morrendo, é preciso resgatar essa história toda”, afirmou

A IMPORTÂNCIA

João Batista Machado, que será o primeiro presidente da ACLAC, também relatou sua opinião sobre a importância desta criação.

“É de grande importância porque ela vai divulgar a cultura, vai publicar livros dos sócios e não só dos sócios, de outras pessoas (…) precisamos de parceria com a sociedade, com os empresários locais, pessoas do campo cultural, a parceria de todos para divulgar, publicar as obras”, concluiu

A ACLAC continua avaliando o perfil de candidatos a sócio-fundador, para isto continua recebendo documentação comprobatória de requisitos preenchidos na rua Henrique Figueiredo, centro, na residência do primeiro presidente.

Até agora, das 40 cadeiras disponíveis apenas 13 foram preenchidas.

VEJA A LISTA – TJMA condenou 45 prefeitos e ex-prefeitos

Quarenta e cinco prefeitos e ex-prefeitos foram condenados pelo Tribunal de Justiça Maranhão (TJMA), entre os anos de 2012 e 2014, por envolvimento em algum tipo de crime no exercício do cargo.

As penas aplicadas incluem cassação de mandato, bloqueio de repasses estaduais e federais; detenção em regime aberto, convertida em prestação de serviços à comunidade; afastamento; pagamento de multa de cinco vezes o valor da remuneração; e a inabilitação ao exercício de cargo ou função pública pelo prazo de cinco anos.

Entre os crimes que levaram os prefeitos e ex-prefeitos à condenação constam atraso ou fraude na prestação de contas, lesão ao erário público, desvio de verbas, falsidade ideológica, contratação de servidores sem concurso, fraude em licitações, falta de comprovação de aplicação de recursos do Fundo Municipal de Saúde (FMS), má aplicação dos recursos do FUNDEB, fragmentação de despesas e dispensa irregular de licitações.

Pelo levantamento do TJMA, foram condenados, em 2012, os prefeitos Raimundo Galdino Leite (São João do Paraíso), Mercial Lima de Arruda (Grajaú), João Batista Freitas (São Vicente Férrer), Agamenon Lima Milhomem (Peritoró), Lenoílson Passos da Silva (Pedreiras), Antonio Marcos de Oliveira (Buriticupu), Lourêncio de Moraes (Governador Edison Lobão), Rivalmar Luís Gonçalves Moraes (Viana), Cleomaltina Moreira (Anapurus), Socorro Waquim (Timon), José Ribamar Rodrigues (Vitorino Freire), Manoel Mariano de Sousa, o Nenzin (Barra do Corda), João Alberto Martins Silva (Carolina), José Francisco dos Santos (Capinzal do Norte) e Ilzemar Oliveira Dutra (Santa Luzia).

Na lista constam ainda os ex-prefeitos Raimundo Nonato Jansen Veloso (Pio XII), José Reinaldo Calvet (Bacabeira), Francisco Rodrigues de Sousa (Timon) e Jomar Fernandes (Imperatriz), além de Glorismar Rosa Venâncio, a Bia Venâncio (Paço do Lumiar) e Francisco Xavier Silva Neto (Cajapió), que foram cassados por improbidade administrativa.

A relação de gestores e ex-gestores que sofreram condenação, em 2013 é formada por Francisco Xavier Silva Neto (Cajapió), Deusdedith Sampaio (Açailândia), Ademar Alves de Oliveira (Olho D’água das Cunhãs), José Vieira (Bacabal), Francisco Rodrigues de Sousa, o “Chico Leitoa” (Timon), Cláudio Vale de Arruda (Formosa de Serra Negra), Ilzemar Oliveira Dutra (Santa Luzia), Maria José Gama Alhadef (Penalva), Raimundo Nonato Jansen Veloso (Pio XII) e Francisco das Chagas Bezerra Rodrigues (Riachão).

Os condenados em 2014 são Atenir Ribeiro Marques (Alto Alegre do Pindaré), Marcos Robert Silva Costa (Matinha), Antonio Reinaldo Sousa (Passagem Franca), Raimundo Nonato Borba Sales (Cantanhede), Jomar Fernandes (Imperatriz), Manoel Albino Lopes (Altamira do Maranhão), Nerias Teixeira de Sousa (São Pedro da Água Branca), José Miranda Almeida (Brejo de Areia), Alcir Mendonça da Silva (Zé Doca), Adail Albuquerque de Sousa (Montes Altos), Glorismar Rosa Venâncio (Paço do Lumiar), Antonio de Castro Nogueira (São Domingos do Maranhão), Aluísio Holanda Lima (Olho D´Água das Cunhãs) e Francisco Alves de Holanda (João Lisboa).

Assessoria de Comunicação do TJMA

Poluição sonora volta a perturbar católicos da igreja de São Sebastião

A reclamação foi feita por Elton, envolvido desde muito jovem com os movimentos da igreja católica, ao vivo na FCFM em conversa com o radialista e apresentador de TV Edmilson Filho.

Elton lembrou que o Ministério Público chegou a afixar numa árvore  uma placa que limitava o som de carro numa área de bares ao lado da Igreja de São Sebastião em 80 decibéis (Código de Postura do Município permite até 84 decibéis).

Mas a placa desapareceu.

“Uma placa pequena que foi colocada na árvore perto ali do Gela Guela, se não tô enganado essa placa já até tiraram….PASSEI LÁ, OBSERVEI TIRARAM A PLACA…tiraram, né, cê viu, então isso é um afronta ao Ministério Público, um afronta à sociedade”, comenta completando.

“Não é só missa, mas é reunião na Casa Paroquial, formação de grupos e a gente fica impedido de fazer esses encontros por causa desse barulho”, conclui o religioso.

DESAFIANDO A IGREJA

O reclamante frisou que até o padre já chegou a ser desafiado por quem costuma ingerir bebida alcóolica na área.

“Por várias vezes, Edmilson, as vezes o padre tem que sair da missa e ir lá pedir, as vezes eu vou lá e peço pra pessoa baixar pra não ter que a gente chamar a polícia pra causa um problema maior”

“Aqui em Codó tem gente que já desafiou a gente aqui na igreja, diz que não vai respeitar de jeito nenhum”, afirmou Elton

O INFERNO EM ALTO SOM

O Ministério Público chegou a encampar a luta por silêncio no referido local, conseguiu, mas sem a fiscalização posterior o inferno parece ter se instalado novamente na vida de quem precisa ser respeitado.

Capitão Marlon afirma que problema com o 190 da PM foi resolvido

O capitão MARLON Maikon concedeu entrevista hoje ao repórter Marco Silva (Programa do Povo, apresentado pelo jornalista Veridiano Sousa) anunciando o fim dos problemas com as ligações feitas para o número de emergência da PM – 190.

Capitão Marlon Maikon
Capitão Marlon Maikon

Há vários meses o cidadão estava ligando para o 190 e lá no quartel da PM, que possui 4 linhas disponíveis, simplesmente, não chamava. Agora foi resolvido segundo o capitão.

“Essa série de transtornos com relação à comunicação com a nossa equipe, mas esse problema foi resolvido, nós estamos com as linhas em plena condição de funcionamento e a população terá esse serviço disponibilizado para que possa manter contato com o nosso pessoal”, garantiu o oficial do 17ª Batalhão.

Por vias das dúvidas e diante do vai e vem deste 190 (por causa da má prestação de serviço da operadora OI), Marlon Maikon achou melhor também deixar os números alternativos, que são:

9 – 9977 – 1540 (viatura)
9 – 9977 – 1541 (viautura)
9 – 9977 – 1542 (viatura)
9 – 8809 – 2389 (Fica com o oficial do dia)

Juíza Eleitoral reforça necessidade do recadastramento biométrico em Codó

Dra. Gisele Rondon - juíza Eleitoral 7ª zona
Dra. Gisele Rondon – juíza Eleitoral 7ª zona

Em entrevista a repórter Edvânia de Paula (exibida nesta sexta-feira pelo Jornal dos Cocais, apresentado pelo jornalista Leandro de Sá), a juíza eleitoral da 7ª Zona, Gisele Ribeiro Rondon, falou sobre o  recadastramento biométrico que continua acontecendo no Cartório, situado à rua Cônego Mendonça, no centro de Codó.

“Convocamos os eleitores da Comarca  de Codó para que compareçam ao Cartório Eleitoral, deste Fórum, e recadastrem-se”, reforçou a magistrada

MUDANÇA NO HORÁRIO

Dra. Gisele, também comentou sobre o horário de atendimento. Segundo a juíza, em fevereiro haverá mudança.

“Nosso horário de atendimento por causa do recesso no mês de janeiro está sendo das 8h da manhã, até as 13h. A partir do mês de fevereiro nós voltaremos com horário normal que será das 8h da manhã até  as 14h, até o final do recadastramento”, alertou

Ela também destacou a importância do voto biométrico (aquele feito apenas com a leitura da digital).

“Ele (eleitor) vai colocar sua digital e somente aí será liberado o seu voto”, concluiu lembrando que todos os eleitores codoenses terão que fazer o recadastrmento.

Diretores da AMMA recebem reivindações de juízes de Caxias sobre a comarca

Em visita à Comarca de Caxias, na terça-feira (20), o presidente e o vice-presidente da AMMA, Gervásio Santos e Angelo Alencar, reuniram-se com os juízes Sidarta Maranhão, João Pereira Neto, Paulo Afonso, Paulo de Assis e a juíza Marcela Lobo. Na pauta, a situação estrutural da comarca.

Juízes falam com prefeito Léo Coutinho
Juízes falam com prefeito Léo Coutinho

Os diretores ouviram as principais reivindicações dos magistrados de Caxias, um dos cinco principais municípios do Maranhão, segundo o IBGE. A principal delas é equiparar Caxias às demais comarcas, a exemplo de Timon e Imperatriz, em termos estruturais.

Dentre os pontos reivindicados está a instalação de mais uma Vara e, futuramente, que a Comarca de Caxias seja elevada à entrância Final, junto com Imperatriz e Timon.

Outra questão apontada pelos juízes foi quanto à estrutura do Fórum Artur Almada Lima, inaugurado há cerca de três anos, sob a responsabilidade da Construtora Lotil. O prédio moderno, amplo e bem estruturado, apresenta sérios problemas de rachaduras no piso e paredes.

O juiz Sidarta Gautama, quando no exercício da diretoria do Fórum e preocupado com a situação, solicitou uma inspeção do CREA, que atestou o comprometimento da estrutura do prédio. O relatório foi encaminhado para o setor de Engenharia do Tribunal. As providências continuam sendo aguardadas.

Os diretores da AMMA se comprometeram em reiterar o pleito para a instalação de mais uma Vara e que quando forem reabertas as discussões sobre a elevação das comarcas, Caxias será incluída na discussão.