NOVA JERUSALÉM – Moradores da Vila União estão em ruas que parecem a zona rural de Codó

Ruas e travessas de piçarra, por onde você anda na Vila União encontra reclamação dos moradores por causa da falta de infraestrutura.

A Vila  foi formada já há muito tempo, dentro da área  do bairro Nova Jerusalém, dezenas de famílias moram no local e cada vez mais vai aparecendo pois são comuns novas construções, mas a falta de infraestrutura é tão grande  que as ruas mais parecem estradas vicinais, típicas da zona rural.

Para aumentar a sensação de se estar na zona rural e não na cidade, o mato chama a atenção, ele está por toda parte.

Dona Maria do Socorro Medeiros reclamou e diz se sentir abandonada como moradora da rua Osamarina Medeiros que alaga quando chove.

 “Pelo menos a piçarra, o canal da água fria que nunca que vai feito (…) nada, nada, nada tá tudo esburacado aí (…) e aqui não vai feito nada …E AÍ QUAN DO PASSA AS CHUVAS VEM MATO? Aí vem mato, vem tudo, tá tudo aí abandonado, aqui tá abandonado essa rua aqui”, respondeu a aposentada

Na rua Doralice, a mesma reclamação contra a falta de escoamento da água.

“Aqui nós estamos precisando de muita coisa, ajeitar a rua, quando chove a gente fica perfeitamente alagada, de água escorrendo”, criticou a líder comunitária Doralice Moraes Leão

Dona Maria Edna Silva dos Santos disse  que já pensou até em se mudar da Vila União, bairro Nova Jerusalém, tamanho é o descaso com a comunidade.

“Precisando, nosso bairro aqui tá muito sujo, tem muita poeira, muito buraco, quando é o tempo da chuva  fica tudo cheio, empata as pessoas passarem, quem vem de transporte e mesmo quem vem a pé..DEU UMA CHUVINHA ONTEM…já fica tudo lameado, tá péssimo, muita catinga, muita fumaça”, disse

A PREFEITURA

O secretário Roberto Albuquerque, o Cobel, disse que está concluindo o projeto PREFEITURA NO MEU BAIRRO no Codó Novo, depois disso será a vez do bairro Nova Jerusalém o que inclui a Vila União, alvo desta reportagem.

VÍDEO – Roberto Cobel mostra trabalho que ‘só Nagib fez’ e provoca a oposição que chama de ‘gente enciumada’

 

Num vídeo feito na estrada que leva ao distrito de Cajazeiras, o secretário Roberto Cobel, de Desenvolvimento Urbuno e Rural, mostra máquina trabalhando, segundo ele, baixando morros que dificultam o acesso naquela região.

Cobel destaca que este é um trabalho pioneiro, ou seja, nenhum outro prefeito se dedicou a isso.

“Pela primeira vez está se fazendo isso em estrada vicinal rebaixando morro, diminuindo para que todos os caminhões e máquinas possam acessar com maior facilidade”

Mais a frente faz uma provocação daqueles que se opõem ao governo de Nagib, diz que o que chama de ‘trabalho de qualidade’ é o que deixa muita gente enciumada.

“Esse é o governo mais avanço, mais conquista e isso é que deixa muita gente enciumado porque não sabem como é que se trabalha, como é que se faz um trabalho de qualidade como esse governo está fazendo”

COROATÁ – Moradores da Vila Vavá estão se sentindo abandonados pelo governo municipal

Quem passa ou vive na VILA VAVÁ sabe que por lá falta muita coisa em termos de infraestrutura para o bairro.

 “Tá faltando muitas coisas, botar uma piçarra, asfaltar, dá uma limpeza beirando de um lado e outro aqui, aqui era pra ter um serviço melhor, do jeito que tá aqui não pode (…) ta parecendo é um interior, favela”, reclamou o lavrador Raimundo Silva Castro que passava no momento usando uma bicicleta

Uma das coisas que mais dão razão à diversas reclamações,  na Vila Vavá, é o mato. Em vários  pontos é ele, o mato ,quem separa travessas e ruas.

Vila Vavá é só mato

 “Muito perigoso, já teve gente que já matou cobra nesse Igarapé aí, aqui na vila aqui, por causa do mato (…) é ruim né porque a gente  acredita neles e toda vida é desse jeito aí, aí só quem sofre é o povo”, afirmou o morador Carlos Alberto Ferreira da Silva

A POEIRA E A SAÚDE

Como não há asfalto na Vila Vavá, a poeira tem prejudicado muita gente. Dona Gracinete Araújo da Conceição nos mostrou o acúmulo até nas janelas da casa e não só isso.

 “Só vive doente…SENTE O QUÊ? Eu sinto problema de sinusite, toda hora espirrando, é doente, com febre, essas coisas assim…NA SUA OPINIÃO É DESSA? É dessa poeira aqui, tem que mandar ajeitar, um asfalto, uma coisa tem que mandar ajeitar porque aqui tá  horrível”, disse

Sem esgoto, tudo corre ao ar livre.   Falta galeria também pra escoar a água da chuva, reclamou o  morador Domingos Ferreira Silva.

 “Só pra meter umas galerias aqui e fazer um serviço que preste, se não ser não ser não presta as ruas tudo é desse jeito aí, cheia d’água…PRA TIRAR ESSE LAMÇAL? É piçarra e fazer o canal pra água…MAS NINGUÉM FAZ? Aonde? É esquecido esse bairro nosso aqui”

DESVALORIZADO

Vila Vavá

O pequeno comerciante Jorge Melo Moreira mora no final da travessa Nilton Jansen, sente o impacto da desvalorização do imóvel, dos cidadãos que vivem neste bairro de Coroatá.

“Desvaloriza porque aqui não tem acesso, só tem acesso agora no verão, aí começa a secar começa alguma pessoa andar e tudo, mas no inverno aqui tá tudo interditado…COMO ASSIM? fica alagado, tudo alagado”, respondeu com desgosto

A PREFEITURA

Por meio de sua assessoria de comunicação, a Prefeitura de Coroatá informou que já está em prática um projeto de melhoria dos bairros que também chegará à Vila Vavá.

Zap 98823-5215: Hoje tem ultrassonografista, médico do trabalho e nutricionista esportivo na NOVA POLICLÍNICA CORTEZ

Escolha um profissional da medicina que você precisa, entre os vários disponíveis, marque a sua consulta e cuide da sua saúde com a NOVA POLICLÍNICA CORTEZ.

Codó: Universidade Brasil está inscrições para o vestibular agendado 2019.2

A Universidade Brasil está com as inscrições abertas para o vestibular agendado 2019.2.  Os cursos ofertados são; Biomedicina, Farmácia, Estética e Coméstica, Serviço Social e Contabilidade.

Os cursos são 100% online e o inicio das aulas em agosto.

Não perca esta oportunidade e garanta o seu futuro. Mais informações no telefone ou pelo whatsapp 99 9 9903- 5262 e no polo da Universidade Brasil que fica localizado na Avenida Marechal Castelo Branco

Lançado em Bacabal o projeto Diálogos pelo Direito à Educação

Uma iniciativa da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o projeto Diálogos pelo Direito à Educação foi lançado, na terça-feira (17), em Bacabal, cidade localizada a aproximadamente 248 quilômetros da capital São Luís. O seminário ocorreu no auditório da subseção da OAB da cidade e contou com a participação de autoridades como o presidente da OAB seccional Maranhão, Thiago Diaz; João Batista Ericeira, membro da Comissão Especial do Direito à Educação do Conselho Federal OAB; da presidente da OAB subseção Bacabal, Andreia da Silva Furtado; do secretário municipal de Educação de Bacabal, Marcos Ferreira Silva, dentre outros.

A iniciativa da OAB por meio de sua Comissão Nacional pelo Direito à Educação tem por objetivo mobilizar a sociedade para a defesa desse direito. Os diálogos acontecem exatamente no momento em que o Brasil passa por uma conjuntura adversa que ameaça direitos estabelecidos na Constituição Federal.

Em seu pronunciamento, o presidente da OAB Seccional Maranhão, Thiago Diaz, ressaltou o papel da Ordem ao discutir a educação e pontuou que, ao lançar o projeto Diálogos pelo Direito à Educação, a instituição cumpre seu papel histórico de ser farol da sociedade civil.

“Viemos aqui para fomentar aquilo que realmente é importante: a defesa da educação. Educação não é despesa, mas investimento. É o que de melhor se pode fazer por um país”, afirmou Diaz ao elogiar a parceria da OAB com o Instituto de Educação Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA). “Essa parceria profícua vem rendendo frutos e vai render muitos outros em prol da educação do Maranhão”, declarou.

Convidado especial, o reitor do IEMA, Jhonatan Almada, participou do seminário com a palestra “Nossa escola pública pode ser de excelência”, por meio da qual apresentou o modelo pedagógico do Instituto e sua experiência.

“Queremos mostrar que encontramos um caminho para fazer com que a escola pública alcance resultados expressivos com o recurso que existe. Vamos chamar a atenção da sociedade para o direito à educação e, ao mesmo tempo, mostrar que é possível encontrar caminhos para melhorar os indicadores educacionais”, afirmou Jhonatan Almada.

Daniel Carvalho, secretário adjunto de Administração da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), representou o secretário da Seduc, Felipe Camarão. Daniel Carvalho falou dos desafios para que se chegue a uma educação de qualidade, defendeu pactos com as secretarias municipais, a formação de professores e apresentou programas importantes do Governo do Maranhão em prol da educação ao citar o Escola Digna.

Anita Rebeca Silva Santos, estudante de Letras da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Campus Bacabal, considerou o seminário uma iniciativa bastante importante e ficou vislumbrada com o que ouviu a respeito do IEMA.

“Interessante perceber como toda a teoria que aprendemos na sala de aula pode ser levada para a prática pedagógica e resultar em grande impacto para os estudantes, a instituição de ensino e para a sociedade”, comentou a estudante.

O projeto Diálogos pelo Direito à Educação deve continuar em todas as 17 subseções da OAB do Maranhão. A ideia é levar o debate/diálogo a toda a sociedade maranhense.

Reivindicação

Muitos dos que participaram do seminário realizado no auditório da OAB subseção Bacabal aproveitaram o momento para dialogar. Foram muitos os questionamentos e as sugestões suscitadas.

Heleno Yure Macedo, presidente da Associação Maranhense dos Estudantes Secundaristas, trouxe para debate a efetiva participação dos estudantes na construção da educação para o estado.

“A gente só constrói uma educação que é para o jovem com a participação do jovem dando opinião e dizendo como é que quer a sua escola. O que queremos é ocupar o espaço, precisamos ocupar cada vez mais os espaços de discussão, porque esse nunca foi um espaço nosso, nem sempre somos convidados. Então é um momento em que a gente se reafirma e aparece mesmo”, declarou.

Na opinião do estudante, a iniciativa do seminário é de extrema importância. “Estamos vivendo um momento de completo retrocesso na nossa educação. Este não é um espaço comum. O seminário é muito importante para que a gente consiga garantir uma educação pública gratuita e de qualidade”, afirmou.

Fonte: Iema
18/07/2019

ZAP 98209-9958 – Dor de cabeça, tontura, falta de sono? Consulte com a Neurologista da CLINICORT

Você sente Dor de cabeça ,tontura,estresse,desmaios  e falta de sono?

Não deixe que isso mais aconteça!

Apareça na CLINICORT em Codó, onde você encontra a neurologista DRA.SHIRLEY MARREIROS, de Teresina, que trata da saúde do seu  cérebro, da sua cuca e dos seus nervos.

Mais informações pelo telefone: 3661 3227/Whatsapp, (99) 9 8209 9958

PERIGO TOTAL – De janeiro a junho já são 779 acidentes e 8 mortos no trânsito de Codó

Levantamento feito pelo Hospital Geral Municipal, criado de maneira muito inteligente pelo servidor Léo Costa,  já registra, de janeiro a junho de 2019,  exatamente 779 acidentes de trânsito.

A média mensal nunca diminuiu, ou seja, continua assustador o número de acidentes no município.  O mês de junho fechou com 140 registros feitos pelo HGM, muitos envolvendo condutores de motocicletas, principalmente, com sinais de embriaguez.

Segundo o levantamento, só não houve mortes no mês de fevereiro, mas de janeiro a junho já morreram 8 pessoas no trânsito de Codó.

Preocupante.

FOTOS – Noroeste festeja hoje 8 anos de bons preços, empregos e ótimo atendimento em Codó

Hoje a LOJA NOROESTE está completando 8 anos de funcionamento em Codó. Uma programação especial está em andamento.

Já foi feito o sorteio de R$ 500 em compras e muitos outros serão feitos até o final da tarde. Houve também o corte do bolo de aniversário.

Vá a loja e aproveite porque o dia todo tem muita promoção nos 8 anos de NOROESTE EM CODÓ.

ESPORTE: Inscreva-se e participe da I Corrida Santa Rita Santa Filomena

Vai acontecer dia 10 de agosto, feriado das padroeiras de Codó, a I CORRIDA SANTA RITA, SANTA FILOMENA. Os organizadores já delimitaram o percurso e a premiação.

As inscrições já podem ser feitas. Participe.

Garanta já sua cartela do CODÓ FELIZ e concorra a R$ 21.000,00 no próximo domingo

Já tá todo mundo comprado, só falta você, a cartela da extração 112 do CODÓ FELIZ. Veja a premiação, são R$ 21.000,00 distribuídos, com 12 mil só no quinto prêmio.

FOTOS – Conselho Tutelar realiza 3º arraiá do ECA em Codó

Aconteceu na noite de ontem, 17, o 3° Arraiá do ECA, em comemoração aos 29 anos do Estatuto da Criança e do adolescente.

Já é a terceira vez que os conselheiros tutelares de Codó realizam está linda festa, com várias atrações culturais.

Teve a presença da quadrilha Pé Ligeiro e o boi Mirim Encanto Codoenses. Todas as atrações formadas por crianças e adolescentes. Compareceram  à sede do Conselho  autoridades como a promotora de Justiça, Valéria Chaib, vereador Iltamar Muniz, técnicas do Creas, diretoras de departamentos, membros do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, ex-conselheiros e convidados

Este evento tem a total organização dos Conselheiros Tutelares Itamara Muniz, Rosa, Arleia, Odair, Zé Raimundo e Sousa, juntamente com todo os colaboradores do órgão.

Ascom/CT Codó

FESTA: Nesta sexta-feira acontece o arraial do IFMA Campus Codó

Dia 19, amanhã, acontece o arraial do Instituto Federal do Maranhão, Campus Codó. Muitas atrações pra você se divertir e se alimentar com muita comida típica.

A festa vai começar a partir das 19h. Compareça.

Churrascaria D’lla Grill estará atendendo para almoço e jantar na 47ª Expo Codó

A Churrascaria D’lla Grill estará atendendo ao público para almoço e jantar. Cortes grelhados saborosos como Picanha, Alcatra, Filé, Carneiro, Suíno, além de Peixada, em porções para uma até quatro pessoas.

A Churrascaria D’lla Grill aguarda os clientes e amigos em um amplo espaço, na Praça de Alimentação, com muito conforto e segurança durante os nove dias da 47ª Expo Codó, que será realizada pela ACRIVI entre os dias 27 de julho à 4 de agosto, no Parque de Exposição Walter Zaidan .

Aguardamos você e sua família