Bloco da Dona Lalá completa 15 anos abrindo a sexta de carnaval em Codó

Hoje pela manhã quem abriu a folia de momo 2015 foi a turma do bloco DONA LALÁ, nome dado em homenagem ao nome da escola (Lalá Ramos), ligada a Associação Pestalozzi, onde estudam crianças e adolescentes com algum tipo de deficiência física ou mental.

Comissão de frente do Dona Lalá 2015
Comissão de frente do Dona Lalá 2015

Além de ser uma festa tradicional nós fazemos esse Carnaval da dona Lalá pra animar as nossas crianças que eles gostam muito, é muita alegria, muita diversão”, disse a professora Virleide de Jesus

Profissionais da escola cuidaram da segurança até com cordão de isolamento para evitar transtornos na brincadeira.

“Porque além da gente está preocupando com a alegria dele a gente tem que tá preocupada com a segurança deles (…) da corda, pra eles não tá saindo do cordão de isolamento tem que ter toda essa preocupação”, explicou professora Núbia Camelopestalozzi II

Ao som das marchinhas eles cairam na folia e se divertiram como nos antigos carnavais – com muita maisena e até fantasias.

“POR QUE VOCÊ GOSTA DESSA FESTA? Porque é divertido”, respondeu à TV Mirante o aluno Wanderson de Sousa

A diversão, de exatos 15 anos, também tem um caráter conscientizador para os alunos e até para a sociedade que os ver passar, segundo a fonoaudióloga Márcia Silva.

A ideia é mostrar que todos podem se divertir e ser incluído por meio da alegria

Deixe uma resposta