Blog no Jornal Pequeno revela que Prefeitura de Codó ‘investiu’ quase R$ 2 milhões no carnaval 2012

A matéria abaixo foi postada por Raimundo Garrone, dia 12 de março de 2012. O jornalista que assina um blog na página do Jornal Pequeno na internet. Chamou a atenção do blogdoacelio pela quantia revelada daquilo que teria sido ‘investido’ no 4º carnaval de Nossa Gente.

Abaixo a íntegra da postagem de Garrone:

O carnaval foi uma verdadeira festa no interior do estado, em ritmo e investimentos duvidosos que vão fazer o contribuinte requebrar por muito tempo. Municípios como Codó ”investiram” R$ 2 milhões de reais na brincadeira, sem que se saiba do seu devido retorno para economia local.

Em dois contratos, diga-se de passagem através de pregão presencial, ao contrario da maioria que fez sem licitação, o prefeito Zito Rolim gastou R$ 1.904.600,00 para fazer a festa.

A empresa Vieira e Bezerra Ltda. faturou o serviço completo e recebeu R$ 980.500,00 para montar a estrutura do evento; e mais R$ 924.100,00 para contratar as bandas em sua grande maioria de axé, ou coisa que o valha.Nada contra as prefeituras investirem no carnaval, mas que seja de acordo com a capacidade do próprio municipio e suas necessidades básicas, já que grande parte dos recursos saíram dos cofres municipais.

Raimundo Garrone

Os convênios assinados pelo governo do estado, variam de 20 a 100 mil reais, e olhe lá.Em um rápido levantamento feito pelo blog, o município que mais se aproxima na gastança, foi Santa Inês com R$ 803.000,00, o que já é muito dinheiro.

Depois os prefeitos não podem reclamar que não há como pagar o piso nacional dos profesores, ou que dependem dos repasses estaduais e federais para realizar obras.Na hora de trocar o pão pelo circo, todos dão um jeito de conseguir dinheiro, ainda mais para o carnaval que não se pode mesurar e se gasta e à vontade, sem que se possa saber se vale o quanto pesa.

Veja como foi o tinir das moedas em alguns municípios

Codó – R$ 1.904.600,00 em dois contratos com Vieira e Bezerra Ltda.

Pedreiras – R$ 398.040,00 em contrato com Carlos Paúla Pereira de Oliveira – ME.

Santa Helena – R$ 352.500,00 em contrato com a Vieira e Bezerra Ltda.

Estreito – R$ 180.000,00 em contrato com a L.A. Carvalho Eventos.

Arari – R$ 305.000,00 em contrato com a V. Mendonça.

Urbano Santos – R$ 250.274,00 em contrato com Ricardo Show’s Entretenimento Ltda.

Poção de Pedras – R$ 150.000,00 em contrato com F. Jane Martins de Oliveira

Anapurus – R$ 294.550,00 em dois contratos com Ricardo Show’s (R$ 103.000,00) e Ricardo F. Dos Santos (R$ 190.750,00).

Amarante – R$ 83.500,00 em contrato com Enivaldo Sousa de Melo.

Mata Roma – R$ 490.000,00 em dois contratos com Ricardo Show’s.

Santa Inês – R$ 803.000,00 em dois contratos com Araújo & Frota Ltda

As empresas foram contratadas para organizar o carnaval. Em alguns casos foram dois contratos com a mesma empresa, um para contratar as bandas e outro para organizar e divulgar a festa.

Deixe uma resposta