Na situação atual Câmara de Codó continuará com 11 vereadores em 2013

Vereadores de Codó/reunião de Comissão

O número de vereadores que a Câmara Municipal de Codó terá a partir de 2013 continua no campo da indefinição.

Atualmente ela tem 11 parlamentares, mas pode ter até 17 ano que vem, depende apenas do que for aprovado pelos atuais edis. Acontece que até agora existe apenas um projeto de emenda que modifica o Regimento Interno tramitando nas comissões da Casa e a proposta é de que o número continue o mesmo, ou seja, 11.

Como não há consenso, alguns aguardam a manifestação de outro grupo no sentido de apresentar uma outra emenda com propostas alternativas, que podem ser de treze, quinze ou dezessete vereadores. Até agora essa nova proposta não entrou para análise das comissões.

Na sessão de ontem, 9, os vereadores voltaram a falar do assunto, levantando este problema e o presidente, vereador Figueiredo Junior, do PCdoB, definiu que dia 23 de abril o projeto de emenda ao Regimento será discutido em plenário, seja ele com qual número for.

AFLIÇÃO

A indefinição mexe com muita gente. Na cidade são centenas de pré-candidatos já declarados, inclusive, nos meios de comunicação, todos aflitos com a questão.

Os partidos, por meio de suas lideranças municipais, entendem que quanto maior o número de vagas no parlamento, mais chances teem aqueles pré-candidatos menos providos de recursos financeiros para a campanha.

A definição, mais breve possível, também ajudaria na organização dos diretórios que poderiam escolher melhor quem iria concorrer em outubro ao cargo de vereador. Por enquanto, certo mesmo só a data de 23 de abril para apresentação do projeto em plenário, dado a pressão que os edis já sentem na pele por causa da demora.

VÍDEO: Os políticos esqueceram a Vila União no Nova Jerusalém, mas eles vão aparecer

Os políticos, certamente, baterão a porta dos cidadãos da Vila União, um pedaço esquecido do bairro Nova Jerusalém.

Talvez, quando isso ocorrer, se alguém tiver coragem, se lembrem que ali também moram pessoas que, obrigatoriamente, saem de suas casas para votar, que contribuem pagando seus impostos, que merecem um pouquinho mais de atenção.

Tem rua que é só vereda, mato pra todo lado, gambiarra na eletrificação e casas sem fornecimento de água potável. Não é aconselhável brincar de bola na porta, pois se ela cair muito distante, provavelmente, a criança ou o adolescente, sem quadra poliesportiva, pode se deparar com uma cascavel.

Sem saneamento básico, rede de esgoto ou coisas do tipo, a maioria vai para uma fossa ladeada de pano velho e coberta de palha de babaçu no quintal, quem não tem isso aproveita a natureza.

Tão certo quanto o sofrimento dessas pessoas na Vila União, bairro Nova Jerusalém, é que meus amados políticos vão aparecer por lá na maior cara de pau, dizendo ‘isso aqui agora vai, pode acreditar, agora eu faço”.

Veja o vídeo do blogdoacelio, mostrando pequeno trecho da sofrida Vila.

César Roberto deixa Ciretran para concorrer à vaga na Câmara Municipal

O chefe da 3ª Circunscrição Regional de Trânsito, sediada em Codó, César Roberto Oliveira Soares, desde o dia 4 de abril, é ex-chefe.

César da Boa Sorte, como é popularmente chamado, se desincompatibilizou do cargo público que ocupava, ou seja, deixou-o para concorrer à um cargo eletivo.

César já informou ao blogdoacelio que vai concorrer à uma das vagas da Câmara de Vereadores, pelo PSL, partido liderado em Codó pelo atual gestor do PAM – Posto de Atendimento Médico – Chico Pinheiro.

Pelo trabalho que desenvolveu frente ao órgão estadual, deve ser um nome que vai incomodar os já consagrados na luta pelos assentos do parlamento municipal.

O nome que irá substituí-lo, geralmente, de indicação do prefeito, deve ser decidido até amanhã.

+1 : Sérgio Murilo garante que Biné tem Ficha Limpa no TCE e pode ser pré-candidato

Mostrando uma Certidão Negativa de Crimes Eleitorais, datada de 28 de março de2012, o apresentador, Jeroan Almada, do programa Codó Agora, TV Cidade, Record, entrevistou o contador do governo Codó Para Todos, Sérgio Murilo.

O assunto foi o mesmo tratado pelo contador de Zito Rolim na TV Codó recentemente, ou seja, vamos dizer ao povo que ‘este homem’ tem ficha limpa e pode ser candidato a prefeito. Jeroan sustentou. “Não há nenhum impedimento em relação a pré-candidatura do ex-prefeito Biné Figueiredo”.

Sérgio, popularmente conhecido como Xurica, foi mais enfático, dizendo:

Sérgio Murilo

“Eu to aqui pra falar daquilo que eu entendo um pouquinho que é prestação de contas, pra dizer que o senhor Biné Figueiredo nada deve ao Tribunal de Contas, não tem contas rejeitadas, as que já foram julgadas, foram aprovadas”.

LAPADINHA EM ROLIM

Só para arrematar, o contador disse sentir saudade do tempo em que o prefeito ia à Câmara Municipal, obedecendo a Lei de Responsabilidade Fiscal, de 4 em 4 meses. Sérgio Murilo disse que chegava a sentir prazer em ver o legislativo lotado para assistir a prestação de contas.

Teve tempo até para tirar uma onda de “ah! eu não sabia que Biné é pré-candidato”.

“Quer dizer, é de primeira mão que eu estou sabendo por você aqui que seu Biné Figueiredo é pré-candidato, fico muito feliz em saber disso, como filho de Codó, saber que ele pretende se candidatar, porque era com muita alegria que eu via aquela Câmara Municipal cheia de gente na galeria, lotada, nas audiências públicas, exigidas pela lei de responsabilidade fiscal, o prefeito tem a obrigação de apresentar quadrimestralmente ao Poder Legislativo essa avaliação, eu fico muito feliz, entendeu Jeroan? Por conta dessa situação, era prazeroso”, disse

Foi uma ‘lapadinha’ de leve nas costas de Rolim que, sejamos justos, em 4 anos, salvo engano, esteve na Câmara 1 só vez fazendo o que diz a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Nova pesquisa para prefeito de Codó encontra-se registrada no site do Tribunal Superior Eleitoral

Em breve alguém vai querer divulgar dados de uma pesquisa que já se encontra registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo MA-00014/2012, de 5 de abril de 2012.

Pelo que consta do registro, que se torna de domínio público no site oficial do Tribunal, a empresa contratada para realizar a pesquisa, é a mesma contratante, que teria utilizado recursos da ordem de R$ 4.000,00 para concluir o serviço, feito de 29 a 31 de março de 2012.

Segundo o registro no TSE, a empresa ouviu 500 pessoas na cidade e na zona rural, no que chamam de 19 localidades, distribuídos em 9 bairros e 10 povoados.

“Pesquisa realizada nos seguintes bairros e povoados: CENTRO, CODÓ NOVO, SÃO SEBASTIÃO, SÃO PEDRO, SÃO BENEDITO, SÃO FRANCISCO, SANTO ANTANIO, TRIZIDELA, SANTA TEREZINHA, KM 17, CAJAZEIRA, MONTE VIDEL, BACABINHA, COCAL, SACO, BACURI, BOA VISTA, PALMEIRA DO NORTE, SANTA RITA”, diz o registro

METODOLOGIA UTILIZADA

Sobre a metodologia empregada, diz o registro:

“Amostragem quantitativa estratificada nas variáveis de sexo, idade, grau de instrução, renda familiar e localização geográfica. A pesquisa foi realizada com eleitores a partir de 16 anos de idade, com entrevistas pessoais domiciliares e questionários previamente elaborados de acordo com o objetivo do estudo”, descreve completando com outros detalhes a respeito:

  • O universo pesquisado foi os eleitores do município de Codó, com amostra representativa, utilizando-se como base fontes e dados do IBGE e TSE atualizados.
  • Tamanho da amostra: 500 eleitores. Ponderação por sexo: 50,80% do sexo masculino e 49,20% do sexo feminino.
  • Ponderação por faixa etária: 16 a 24 anos 16,00%, 25 a 34 anos 22,40%, 35 a 44 anos 22,80%, 45 a 59 anos 27,80%, e 60 anos a mais 11,00%.
  • Ponderação por escolaridade: analfabeto até o primário 49,00%, 1º grau completo e incompleto 24,20% e 2º e 3º graus completo e incompleto 26,80 ponderação por renda familiar: até dois salários mínimos 85,40%, de três a cinco salários 10,40%, acima de cinco salários 4,20%.
  • Abrangência geográfica da pesquisa: a pesquisa foi distribuídas em 19 localidades, sendo 09 bairros e 10 povoados.
  • A margem de erro estimada para este levantamento é de 3,8% pontos percentuais para mais ou para menos e o intervalo de confiabilidade é de 95%.

SEM GRÁFICO E RESULTADO

No site do TSE não foi postado o resultado da pesquisa, com os respectivos gráficos. Encontramos apenas o questionário que traz indagações do tipo – SE A ELEIÇÃO PARA PREFEITO DE CODÓ FOSSE HOJE, E QUEM O SR. (A) VOTARIA? (ESPONTÂNEA) // ou ainda – SE A ELEIÇÃO FOSSE HOJE E OS CANDIDATOS FOSSEM ESTES EM QUEM O SR(A) VOTARIA?

Os nomes sugeridos são: Zito Rolim, Biné Figueiredo, Francisco Nagib, Pedro Belo, Ricardinho Archer (filho) e Antonio Joaquim.

Depois o questionário isola os nomes e questiona em quem o entrevistado votaria se os candidatos fossem apenas: Zito e Biné, E DEPOIS se fossem apenas Zito e Francisco Nagib.

Mais detalhes você entra acessando o link abaixo:

http://pesqele.tse.jus.br/pesqele/publico/pesquisa/Pesquisa/visualizacaoPublica.action?id=416

Narcizo Ferreira garante que não usa trabalho com ‘quadrilhas’ para se promover politicamente

Narcizo Ferreira

O presidente da Associação que reúne o maior número de quadrilhas juninas de Codó, Narciso Ferreira, também ex-conselheiro tutelar, esteve no programa Confidencial, do último sábado, 7, com o jornalista, Marcelo Rocha.

A conversa foi de uma hora e meia. Entre outras coisas, Narciso declarou sua paixão pelo trabalho que desenvolve no universo junino.

“Quadrilha é uma coisa muito gostosa de se fazer, você fazendo com carinho, com amor, eu tenho paixão, gosto mesmo da Arrastão do Codó Novo”, disse

POLÍTICA

Marcelo Rocha não deixou de provocá-lo, politicamente. Questionou o entrevistado sobre se o que ele faz não tem por interesse maior uma eleição para o cargo de vereador, almejada pelo presidente. De forma inteligente e muito serena, Narciso respondeu que não, pois já faz isso há décadas e não apenas em ano eleitoral.

“E nem a gente faz movimento pra eles votarem na gente, a gene faz movimento para incentivar as quadrilhas, porque a política, a eleição é esse ano, se o objetivo fosse só a eleição. Ano que vem eu não fazia quadrilha, não tava na associação”, argumentou

TRABALHO SOCIAL

Noutro trecho da conversa, ele soltou algo mais para reforçar seu argumento. Afirmou que se o trabalho social é usado como trampolim político, perde a razão de ser, deixa de ser um trabalho social.

“Eu acho injusto, você usar um trabalho social que você faz, usar diretamente para uma campanha política, porque senão o trabalho social deixa de fazer sentido”, disse

Maranhão já teve cinco governadores em apenas quatro meses

Governadora Roseana Sarney

Com a posse, quinta-feira (5), do deputado Marcos Caldas no governo do Estado, onde cumpre interinidade até a próxima sexta-feira (13), o Maranhão atinge a marca histórica e surpreendente de ter cinco governadores no curto espaço de quatro meses. E poderia ter sido mais, não fossem os interesses pessoais dos que estão na linha de substitutos da titular do cargo.

Além de Roseana Sarney (PMDB), que é a única legitimada pelas urnas para exercer o cargo, também passaram pelo Palácio dos Leões, o vice-governador Washington Oliveira (PT), o deputado Arnaldo Melo (presidente da Assembleia Legislativa), o desembargador Jamil Gedeon (ex-presidente do Tribunal de Justiça) e agora Marcos Caldas (vice-presidente da Assembleia Legislativa).

Tantas alternâncias não fariam o menor sentido, não fosse a vaidade de alguns dos que tiveram o privilégio de governar o estado, ainda que fosse por apenas alguns dias. O atual presidente do TJ, Antônio Guerreiro Júnior, só não se tornou governador também porque isto afetaria um projeto político pessoal, pois sua esposa é candidata a prefeita do município de Guimarães, ou seja, ele a tornaria inelegível, segundo a lei eleitoral.

Quando saiu do país no início do ano, para uma viagem à França, a governadora Roseana Sarney passou o cargo ao vice, mas este se licenciou e passou o comando ao presidente da Assembleia, e este, depois de cumprir quatro dias de mandato, entregou a faixa ao então presidente do TJ, dando-lhe a chance de inaugurar, como governador, o novo forum de Justiça de Caxias, sua cidade natal.

Com a nova viagem internacional, agora para os Estados Unidos, Roseana novamente passou o cargo ao vice, e este se licenciou, quando já estavam licenciados também o presidente da Assembleia e do Judiciário, restando como opção o vice do Legislativo, que substituiu o presidente. Arnaldo Melo também não pôde se tornar governador interino porque sua filha é candidata a prefeita de Colinas.

O vice-governador Washington Oliveira também abriu mão de continuar no cargo após o 5 de abril, porque esta é a data limite para desincompatibilizações dos que vão concorrer na eleição deste ano.

FONTE: Site MARANHÃO HOJE

FORTALECIDOS: Dr. Mário Braga (PTC) e Dr. Mendes (PRTB) podem firmar aliança para eleições 2012

Dr. Mário e Dr. Mendes

O médico, Mário Braga, presidente do Partido Trabalhista Cristão, é um homem articulado politicamente, que se move nos bastidores, é, sem dúvida, um daqueles que nunca pode ser desconsiderado numa batalha eleitoral.

PRESIDENTE DO CRM

Existem duas boas novas a respeito deste que nunca pára. A primeira diz respeito à sua própria profissão. Dr. Mário é o novo delegado regional do Conselho Regional de Medicina, com poderes de administração sobre mais de 30 cidades.

Na cidade ele está ainda ‘tomando terreno’ para assumir a presidência. Vendo as condições estruturais e internas do CRM, com sede no Conjunto Novo Milênio, em Codó, Aaté então sob o comando do também competente médico, Dr. Carlos. Logo teremos novas notícias a respeito.

UNIÃO COM DR. MENDES

A segunda informação que chegou ao blog relaciona o médico Mário Braga com o advogado que preside a subseção da Ordem dos Advogados do Brasil em Codó, Dr. Francisco Mendes, também presidente do diretório municipal do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro.

Na última terça-feira, 3, os dois estiveram reunidos, a portas fechadas, no escritório particular de Mendes para, segundo revelaram à nossa redação, ‘tratarem de acordos políticos de teor até então desconhecidos”.

O QUE VIRÁ?

Estando fechada a aliança de Dr. Mendes com Dr. Mário, a cidade tende a ganhar. São dois jovens talentos políticos que podem nos surpreender de forma benéfica.