Prefeito convoca para discutir problemas da rodoviária

Será realizada nesta quinta-feira, 24, em Peritoró, uma reunião convocada pelo prefeito Agamenon Milhomem para discutir a organização do terminal rodoviário da cidade, um dos mais movimentados do Maranhão, porém passivo de muitas reclamações por parte dos usuários.

Devem participar a guarda municipal, o comando da PM na região, além de dezenas de pessoas que trabalham no terminal.

A reunião começa às 8h30min da manhã e será realizada no prédio da Câmara de Vereadores de Peritoró.

Cabo Barbosa recupera motos furtadas

Desmanche

A proprietária de uma das motocicletas recuperadas, que não quis ser identificada, teve sorte. Ainda pode usar a moto, YBR cor azul, que foi furtada da calçada da casa dela na última quarta-feira de cinzas. Já o dono da outra não poderá fazer a mesma coisa, muitas peças foram vendidas depois de um desmanche.

Ambas foram recuperadas pelo cabo da PM, Roberto Barbosa, que teria ido ao local, a pedido do comando, apenas para averiguar uma denúncia feita numa emissora de rádio local. Em Levada, zona rural de Peritoró (11kms da sede) ele encontrou dois suspeitos.

Cabo Barbosa afirmou que as circunstâncias o obrigaram a agir imediatamente, mesmo sem o reforço necessário.

“Eram elementos conhecidos e eu tive que agir porque, do contrário, eu perderia a ação, mesmo sem o apoio necessário eu fiz e, graças à Deus, obtive êxito na operação”, disse o cabo

Cabo Barbosa

O rapaz preso, cuja imagem a polícia pediu para preservar, é irmão do homem que, segundo o delegado regional, Rômulo Vasconcelos, realmente praticou os furtos.

O que conseguiu escapar do policial é Edilson Medeiros de Andrade, foragido da Justiça acusado de homicídio e furtos.

Vereadora quer tirar nome de SANTA do hino da cidade

Vereador Constantino

Constantino Santos Neves, o vereador mais ligado à Igreja Católica no município de Peritoró, está com um discurso na ponta da língua pra rechaçar a opinião de sua colega de parlamento, Maria das Dores Sobral Freire, do PV, eleita com a ajuda do distrito de Livramento.

De acordo com informações de Constantino ao blog do Acélio, a vereadora saiu usou, recentemente, a tribuna da Casa falando veemente contra a presença do nome de NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS no hino de Peritoró. A edil teria anunciado sua pretensão de criar um projeto de lei cujo intuito maior seria fazer a exclusão do nome da santa, da canção pátria peritoense.

Perguntamos se Dorinha, como é chamada, é evangélica com a finalidade de saber se seria este o motivo do futuro projeto de lei. O colega de legislatura afirmou que ela foi convertida a cerca de um mês.

“Rapaz ela está com um mês que ela é evangélica. Nem os evangélicos, todos repudiaram. O padre achou um absurdo”, garantiu o vereador

NA HORA CERTA

Na próxima sexta-feira, 25, se a amiga aparecer, Constantino pretende fazer um duro discurso contra o posicionamento de Maria das Dores. Para ele, se isso virar moda seria preciso acabar com datas como o dia da Padroeira do Brasil, por exemplo, uma tradição católica que precisa ser respeitada.

“Sexta-feira eu levei meu discurso pra Câmara, dia 18, mas ela sumiu, ela não apareceu lá. Todo mundo foi pra Câmara. O padre me autorizou a falar em nome da igreja porque eu sou o vereador mais ligado à igreja Católica. Então eu vou abrir meu pronunciamento quando ela tiver”, afirmou

52 famílias já foram desabrigadas pelo rio Peritoró

Rio Peritoró

No município, o rio e alguns igarapés que são afluentes do Peritoró já tiraram de suas casas 52 famílias, destas cerca de 20% apenas retornaram com o baixar das águas, mas deixaram os móveis nas escolas temendo novos alagamentos.

A família da lavradora, Sergiane Carvalho Frota, foi surpreendida na rua da granja, uma das mais atingidas. Muita coisa foi levada pela água.

ORIENTAÇÃO

Muitas famílias permanecem nas escolas por orientação da própria Comissão Municipal de Defesa Civil, é que a previsão é de mais chuvas para a região.

Josenilton Moura Martins está entre aqueles que preferiram acatar o conselho, embora deseje voltar o mais rápido possível para sua morada.

“Vem mais chuva…E ENQUANTO TIVER? Não pode voltar, ficar por aqui mesmo, pra nós não é muito bom não, bom é no lugar da gente mesmo”, disse

AJUDA

Famílias atingidas

Na primeira semana, a Prefeitura distribuiu cestas-básicas, mas os desabrigados estão precisando de mais ajuda. Adriana Santos, dona de casa, afirma que as necessidades mais urgentes são roupas e comida.

“A água levou a roupa quase toda, coisou os móveis, mas pra gente mesmo só a roupa e a consistia…ESTÃO PRECISANDO DE ROUPA E? e alimento… PRA ADULTO, CRIANÇA? Pra todo mundo porque a água levou”, revelou

FALA DA COORDENAÇÃO

O coordenador da Comissão Municipal de Defesa Civil, Sandro Montenegro, informou que a Prefeitura já distribuiu cestas de alimentos, o que continuará fazendo, e fez algumas adequações nos locais onde estão as famílias, tipo pequenas reformas.

Mas, no momento, segundo Sandro, toda ajuda é bem vinda, pois o período crítico ainda não iniciou. Montenegro afirmou que para abril a previsão de chuvas que a Comissão Municipal recebeu é maior que do mesmo período em 2009, quando Peritoró foi castigado pelas cheias.

Tranquilidade em Peritoró atrai turistas de várias partes do Brasil

No corredor

Peritoró, a tranquilidade que atrai

A tranqüilidade do típico carnaval do interior materializa-se em Peritoró. Esta realidade tem atraído centenas de turistas, gente que sai de bem longe para brincar o carnaval da paz na região dos Cocais.

No ponto central da festa encontramos gente da capital São Luís, como a família animada da dona de casa Raimunda Fialho. Todos estavam fantasiados e sentindo-se, verdadeiramente, em casa. Também estivemos com a família do técnico em vendas Milton Maba, que vem do Estado do Pará pela segunda vez e já tem a certeza que retornará.

A cidade também fez um investimento maior nas bandas. Entre as atrações de Peritoró esteve, no domingo, por exemplo, a banda Babado Novo. A cidade tem colhido bons frutos desse investimento.

ATRAÇÕES DA ÚLTIMA NOITE

Hoje tocarão Estouradões do Forró, Safadões e Desejo de Menina encerrando o carnaval 2011.

Confira as bandas que agitarão o carnaval de Peritoró

Texto do assessor de imprensa: Clemilton Trovão

3º ANO DO CARNAVAL DA ALEGRIA EM PERITORÓ. SÃO 5 DIAS FOLIAS, 5 DIAS DE ALEGRIA.

8 BANDAS COM VESPERAIS NO DOMINGO E TERÇA FEIRA

PROGAMAÇÃO

Sexta: Meu Xodó de Pernabuco

Sábado: Yabakana

Safadões do Forro Elétrico

Domingo: Furacão do Forro

Babado Novo

Segunda: Noda de Caju Elétrico

Terça: Menina Assanhada e

Moleke Doido Elétrico

A FOLIA ACONTECE NO LARGO DA RUA DA MENGUEIRA

VENHA BRINCAR COM SEGURANÇA E TRANQUILIDADE NO MELHOR CARNAVAL DA REGIÃO. ORGANIZAÇÃO E REALIZAÇÃO:

PREFEITURA MUNICIPAL DE PERITORÓ

ADM: UM NOVO TEMPO

Professores querem instauração da CPI DO FUNDEB

O texto abaixo foi enviado ao blog do Acélio e assinado pelo professor Clemilson Alves Viana. Revela as últimas atitudes dos professores de Peritoró na luta por um abono de 2010. Uma das novidades é a possibilidade da insturauração de uma CPI do Fundeb, caso a categoria não seja atendida.

Abaixo o texto na íntegra:

Pague o abono!!! Ou pague o preço e o abono!!!

Professores unidos, jamais serão vencidos!

Prof. Clemilson Viana

Depois de provarmos que o recurso do FUNDEB enviado ao município de Peritoró-MA referente a 2010 foi de R$ 12.060.126,00(doze milhões sessenta mil e cento e vinte e seis reais), travamos uma luta com o governo para provar que houve sobra dos 60% do Fundeb e que é possível pagar um abono superior a R$ 3.000,00(três mil reais) por matricula aos professores do município.

Ações recentes da categoria

Depois da assembléia que realizamos em 10/02/2011, onde foi convidado o Prefeito, o Vice-Prefeito, o Sec. de Educação, o Presidente da Câmara e os demais vereadores do município, o representante do SINPROESEMMA e alguns membros do conselho do fundeb, onde o repórter da Mirante Acélio Trindade fez toda a cobertura do evento. Das autoridades convidadas se fizeram presente somente os vereadores Constantino, Sales, Naldo Lisboa e Macaúba, o Sec. de Educação, um representante do SINPROESEMMA, e dois membros do conselho do Fundeb. O Sec. de Educação falou de forma aborrecida: “quem não quiser a antecipação do salário e décimo terceiro, que deixe o dinheiro em suas contas e saque no final do mês ou quando bem entender, acrescentou, não vamos pagar abono, quem se sentir lesado que procure a justiça, só vim aqui dá esse recado do Prefeito”.

Logo no dia seguinte 11/02/2011, fomos à seção na Câmara de Vereadores e solicitamos espaço na tribuna para fazer saber aos demais vereadores a luta dos professores para receber o abono. Em 15/02/2011 fizemos audiência com Presidente da Câmara e o Articulador Político do Prefeito, com o objetivo de que eles intermediassem uma negociação com o Prefeito. Sem nenhuma resposta, em 18/02/2011(sexta feira) procuramos o vereador Constantino e o membro do Conselho do Fundeb Irmão Bentinho para irmos ao Ministério Público e ao Banco do Brasil, solicitar um extrato bancário de toda movimentação financeira do recurso do fundeb destinado ao município de Peritoró-MA referente ao ano de 2010. Solicitar Cópia do suposto relatório de transparência da aplicação dos 60% do recurso do fundeb, protocolado na promotoria pelo Sec. de Educação.

Um dia após as iniciativas da categoria citadas acima, em 20/02/2011(domingo), o governo logo sinalizou e anunciou pagar um abono no valor de R$1.272,00(Um mil duzentos e setenta e dois reais). Na segunda feria 21/02/2011, fizemos outra reunião com o Presidente da Câmara para novamente solicitar que ele intermediasse um encontro com o Prefeito e nossa comissão de professores, nessa reunião pedimos ao presidente que já levasse antecipadamente nossa mensagem ao Prefeito, a categoria não vai aceitar esse abono cala-boca, nosso abono é superior a R$ 3.000,00(três mil reais) e não vamos abrir mão dele. Novamente fomos à luta, na quarta feira 23/02/2011, retornamos ao Ministério Publico e ao Banco do Brasil e na sexta feira 25/02/2011, fomos à seção na Câmara de Vereadores, local onde tivemos uma grande discussão sobre a sobra do fundeb-2010. Mais uma vez os vereadores Constantino e Naldo Lisboa, bravamente defenderam e se colocaram a disposição dos professores, os vereadores da base aliada também manifestaram apoio à categoria e disseram ser a favor que o governo pague o abono dos professores.

Vereadores da oposição

Após o encerramento da seção, fizemos uma reunião com Ilmo. Vereador Enrique, líder do governo na Câmara de Municipal, participaram da reunião mais de 15 professores. Enfaticamente deixamos claro ao líder do governo, que nós vamos lutar até a última instância mais vamos receber o nosso abono. Ainda esclarecemos que estamos trabalhando intensamente na formulação da denúncia dependendo apenas de poucas informações para concluir todo o processo no máximo até 05/03/2011. Falamos ainda que o governo poderá evitar a CPI, uma vez que, se a CPI for instaurada, vamos investigar não somente os 60% do fundeb mais todo o recurso, que isso deve desgastar ainda mais o governo tendo em vista que parte dos 40% do fundeb seja investido em construção de escolas e o prefeito não levantou um tijolo se quer em construção de sala de aulas. Sem falar nos atrasos dos salários dos professores e demais servidores contratados, como também nos atrasos de aluguéis de veículos e prédios locados para prefeitura, todos esses atrasos ainda de 2010.

O líder do governo Vereador Henrique, depois de nos ouvir pacientemente, disse que o prefeito vai pagar o abono, mais que, o dinheiro do mês de fevereiro de 2011 não dá para pagar o abono todo. Ele vai depositar no inicio de março-2011 R$1.272,00 nas contas dos professores e quer negociar o restante para pagar até o meio do ano-2011. Nós dissemos ser interessante a proposta do prefeito e acreditamos que a categoria vai aceitar, porém toda a negociação deve ser feita com o aval da categoria, documentado e assinado por ambas às partes.

Se todo conselho fosse bom seria vendido.

O Prefeito demonstrou-se cauteloso e prudente, quando agora sinaliza pagar o abono aos professores, rejeitando assim à idéia do Sec. de Educação de passar a perna na categoria.

Sindicato que não atua…

O coordenador do SINPROESEMMA profº Daniel, gastou 15 minutos na tribuna da Câmara nessa ultima sexta feira, para contestar a assembléia feita pela categoria no dia 10/02/2011, que vergonha para um Líder Sindical, criticar um movimento democrático, livre e popular, principalmente quando ele não cumpriu o seu papel e tivemos que fazer o trabalho que era de competência dele. Já sei por que ele calou em todos os momentos, como poderia cobrar a prestação de contas do fundeb ao prefeito, se ele está com dois anos à frente do Sindicato e administrou mais de cinqüenta mil reais e nunca prestou conta do dinheiro.

Peritoró aparece na lista de 27 municípios do MA com FPM bloqueado

De acordo com informações do imirante.com, o Maranhão é o Estado com o maior número de municípios que estão com os repasses do Fundo de Participação dos Municípios (famoso FPM) bloqueados pela Secretaria da Receita Federal (SRF).

“São 27 municípios que constam na última atualização dos dados no site do Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (Siafi). O bloquei é resultado de pendências no Cadastro Único de Convênios(Cauc)”, cita a reportagem

DATA DO BLOQUEIO

De acordo com a consulta feita pelo Imirante, a última atualização dos dados foi feita às 5h de ontem, quarta-feira (23) e mostra os municípios que tiveram o FPM bloqueados a partir do dia 13 de fevereiro de 2011. Da região dos Cocais aparece, apenas Peritoró aparece na lista negra.

As cidades mais próximas a Peritoró que também aparecem no levantamento são Trizidela do Vale, Matões e Miranda do Norte.

COMO CONSTATAR

Para verificar e regularizar a situação do município, o gestor público pode acessar as informações no Cadastro Único de Convênios (Cauc), disponíveis no site do Siafi.

O imirante informou ainda que para que as transferências voluntárias de recursos e de convênios sejam feitas, os municípios e o governo do Estado devem estar com a documentação regularizada, de acordo com as exigências estabelecidas pela Constituição Federal, pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), pela Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e legislação aplicável.

Atrás do Maranhão vem o Piauí, com 12 municípios, a Bahia e o Ceará, com sete municípios, cada, cujos repasses estão bloqueados.

Vice-governador do Maranhão visitará Peritoró nesta sexta-feira

O vice-governador do Maranhão, Washington Oliveira, estará em Peritoró nesta sexta-feira, 18. Ele participará do I Seminário CONJUNTURA ATUAL DAS POLÍTICAS PÚBLICAS DO MARANHÃO.

O evento será realizado no Centro Paroquial da cidade, segundo informou ao blog do Acélio, o assessor do governo municipal, Clemilton Trovão, e deve começar às 9h da manhã.

Também estará presente o prefeito de Peritoró, Agamenon Milhomem, secretários municipais e a comunidade interessada nos assuntos que serão debatidos no Seminário.

Pe. Josias terá que devolver 11 milhões aos cofres de Peritoró – denuncia secretário

Constantino versus Ezequias

O secretário de Educação do município de Peritoró, Ezequias da Silva e Silva, fez uma bombástica revelação na última assembléia geral de professores, quando fora sabatinado pelos educadores que cobravam um abono de 2010, de cerca de R$ 3.000,00 por matrícula.

Em meio às farpas trocadas num diálogo acirrado, Ezequias usou o microfone e disse que o ex-prefeito, Pe. Josias, foi condenado pelo Tribunal de Contas do Estado a devolver aos cofres públicos nada menos que 11 milhões de reais.

“No dia 19 de janeiro, na primeira sessão realizada pelo Tribunal de Contas do Estado, foram condenados alguns prefeitos e o ex-prefeito, Pe. Josias, conforme o site do TCE do dia 19 de janeiro de 2011, foi condenado pelo Tribunal a devolver 11 milhões de reais”, garantiu

CAUSA

O secretário também explicou os motivos observados no sítio do Tribunal. A devolução tem por causa desvios e despesas não comprovadas no governo do também ex-padre.

“Por desvios e por notas, por despesas não comprovadas, é isso que está no site do TCE”, revelou

CONSTANTINO DEFENDE

Quem saiu em defesa do ex-prefeito foi o vereador Constatino Santos Neves, secretário de governo da era Josias. O parlamentar, hoje contrário à Agamenon, acusou o atual prefeito de estar fazendo estardalhaços com o nome do seu antecessor, a partir de um crime de violação de correspondência.

De acordo com Constantino, o envelope com a comunicação endereçada ao ex-prefeito foi parar nas mãos de Agamenon de forma criminosa.

Ele foi endereçado para o Josias, com endereço do Josias e o nome do Josias e o Correio, irresponsavelmente, porque o diretor do Correio está a serviço da Prefeitura, pegou o envelope e deu para dona Madalena de Paula receber e ela nem é secretária do Josias, nem esposa do Josias, nem mora na casa do Josias e recebeu, abriu o envelope e entregou para o prefeito E o prefeito anda fazendo propaganda com este relatório”, disse

PRAZO

Constantino defende

O vereador garantiu que tudo será esclarecido. Pe. Josias já teria recebido até um prazo para comprovar suas despesas.

“Quero dizer pra você (Ezequias) que o Josias vai comprovar os gastos dos 11 milhões, tá!. Outra coisa, o Correio está respondendo processo por ter violado uma correspondência. O Tribunal de Contas já decidiu dá os prazos pra Josias ir rever sua decisão, tudo isso vai ser esclarecido”, concluiu

RÉPLICA

Ezequias Silva rebateu a defesa do vereador. Classificou-a de fraca e repetiu a informação que está no site do TCE para reforçar sua revelação.

“Fraca porque Josias passou 4 anos sem dá um reajuste salarial, desrespeitando trabalhador e no final do mandato ele sai deixa um abono de R$ 1.800,00 e acha que é tudo as mil maravilhas, mas na verdade agora o Tribunal mostra isso. Isso não é fala do professor Ezequias, não é falta de Dr. Agamenon, prefeito da cidade, está no site do Tribunal de Contas do Estado, ele foi condenado a devolver 11 milhões de reais”, disse

Abono – professores ameaçam entrar na Justiça e fazer greve em Peritoró

Prof. Clemilson fala

Diante da Previsão de recursos do Fundeb para 2011, que ultrapassa os 13 milhões (R$ 13.506.280,88), os professores de Peritoró apresentaram numa assembléia, realizada na tarde desta quinta-feira, 10, uma proposta de reajuste salarial de 18%.

Pelas notas que nós recebemos de Brasília, faz parte, vai dá, pelo movimento de 2011, ele pode ser sim aumentado, só basta o prefeito querer, é possível…SE ELE NÃO QUISER? nós não iremos parar por aqui se possível nós iremos até Brasília, até conseguirmos nosso objetivo”, afirmou a professora Janice Pacífico

ABONO

Outra deliberação da reunião recai sobre recursos que seriam de 2010, repassados ao município agora em janeiro, de cerca de R$ 800.000,00. O educador, Raimundo Nonato Borja Batista, explicou que, pelos cálculos realizados, cada professor teria direito a receber um abono de cerca de R$ 3.000,00 e eles querem o dinheiro.

“Segundo os cálculos que nós fizemos chega a quase R$ 3.000,00 por matrícula… E O QUE VOCÊS VÃO FAZER PRA RECEBER? Nós vamos estar buscando na Justiça, impetrando ação na Justiça, se possível for nós iremos até Brasília junto ao FNDE formular uma denúncia”, respondeu professor Nonatinho

REPOSTA DO GOVERNO

Sec. Ezequias Silva

O secretário municipal de Educação, Ezequias da Silva e Silva, participou da assembléia. Sobre o reajuste disse que o governo municipal ainda estudará sua contra-proposta.

“Professores de Peritoró não têm por que reclamar, a questão que prevalece aqui é uma questão político-partidária de um grupo pequeno, pra você ter noção nós temos 370 professores efetivos, nós não temos 50 professores aqui”, disse Ezequias

Em relação ao abono explicou que ele não será possível com os recursos que os professores estão cobrando.

“ fechamos o ano de 2010 com R$ 10.800.000,00, ou seja, pagamos a folha, décimo terceiro e terço de férias e não estamos devendo ninguém, como o recurso é referente à 2010, mas caiu em 2011 ele não pode ser contabilizado como sendo de 2010, ele vai ser contabilizado em 2011. Então nós vamos pagar a folha de fevereiro hoje, metade do 13º e no final de 2011 já temos certeza que terá esta sobra desse recurso que entrou a mais”, garantiu

A LUTA CONTINUA

Insatisfeitos

Os professores não ficaram satisfeitos com as explicações do secretário, ameaçam fazer greve e, antes que a paralisação ocorra, irão procurar os meios legais para receber o abono do ano passado.

“Nós vamos colher toda a documentação que nós estamos fazendo hoje mediante decisão da categoria, vamos encaminhar uma denúncia à Câmara de Vereadores, ao Ministério Público ao Tribunal de Contas e ao FNDE e com certeza essa nossa luta não será em vão”, argumentou o coordenador da assembléia, professor Clemilson Alves Viana

Professores de Peritoró farão assembléia para cobrar abono

Os professores da rede municipal de ensino do município de Peritoró farão uma assembléia geral nesta quinta-feira, 10, às 14h, no prédio da Escola João Mohana.

De acordo com informações do professor Clemilson, ao blog do Acelio na manhã de hoje, os educadores vão cobrar um abono que deve ser repassado à eles por causa do que sobrou dos repasses do Fundeb ano 2010.

MAIS DE R$ 3.000,00 por matrícula

Pelos cálculos, cada professor, por matrícula, tem a receber mais de R$ 3.000,00.

“Não pagaram o abono dos professores e tem uma sobra de, aproximadamente, superior à R$ 3.000,00 por matrícula”, explicou

Para provar o levantamento contábil os professores que farão a Assembléia, segundo Clemilson até contra os gostos do Sindicato que estaria ligado ao atual governo, possuem toda a movimentação financeira em documentos.

“Nós temos todas as provas aqui em mãos, portarias do FNDE, do MEC, Extratos do município, nós temos tudo”, disse