Vice-governador do Maranhão visitará Peritoró nesta sexta-feira

O vice-governador do Maranhão, Washington Oliveira, estará em Peritoró nesta sexta-feira, 18. Ele participará do I Seminário CONJUNTURA ATUAL DAS POLÍTICAS PÚBLICAS DO MARANHÃO.

O evento será realizado no Centro Paroquial da cidade, segundo informou ao blog do Acélio, o assessor do governo municipal, Clemilton Trovão, e deve começar às 9h da manhã.

Também estará presente o prefeito de Peritoró, Agamenon Milhomem, secretários municipais e a comunidade interessada nos assuntos que serão debatidos no Seminário.

Pe. Josias terá que devolver 11 milhões aos cofres de Peritoró – denuncia secretário

Constantino versus Ezequias

O secretário de Educação do município de Peritoró, Ezequias da Silva e Silva, fez uma bombástica revelação na última assembléia geral de professores, quando fora sabatinado pelos educadores que cobravam um abono de 2010, de cerca de R$ 3.000,00 por matrícula.

Em meio às farpas trocadas num diálogo acirrado, Ezequias usou o microfone e disse que o ex-prefeito, Pe. Josias, foi condenado pelo Tribunal de Contas do Estado a devolver aos cofres públicos nada menos que 11 milhões de reais.

“No dia 19 de janeiro, na primeira sessão realizada pelo Tribunal de Contas do Estado, foram condenados alguns prefeitos e o ex-prefeito, Pe. Josias, conforme o site do TCE do dia 19 de janeiro de 2011, foi condenado pelo Tribunal a devolver 11 milhões de reais”, garantiu

CAUSA

O secretário também explicou os motivos observados no sítio do Tribunal. A devolução tem por causa desvios e despesas não comprovadas no governo do também ex-padre.

“Por desvios e por notas, por despesas não comprovadas, é isso que está no site do TCE”, revelou

CONSTANTINO DEFENDE

Quem saiu em defesa do ex-prefeito foi o vereador Constatino Santos Neves, secretário de governo da era Josias. O parlamentar, hoje contrário à Agamenon, acusou o atual prefeito de estar fazendo estardalhaços com o nome do seu antecessor, a partir de um crime de violação de correspondência.

De acordo com Constantino, o envelope com a comunicação endereçada ao ex-prefeito foi parar nas mãos de Agamenon de forma criminosa.

Ele foi endereçado para o Josias, com endereço do Josias e o nome do Josias e o Correio, irresponsavelmente, porque o diretor do Correio está a serviço da Prefeitura, pegou o envelope e deu para dona Madalena de Paula receber e ela nem é secretária do Josias, nem esposa do Josias, nem mora na casa do Josias e recebeu, abriu o envelope e entregou para o prefeito E o prefeito anda fazendo propaganda com este relatório”, disse

PRAZO

Constantino defende

O vereador garantiu que tudo será esclarecido. Pe. Josias já teria recebido até um prazo para comprovar suas despesas.

“Quero dizer pra você (Ezequias) que o Josias vai comprovar os gastos dos 11 milhões, tá!. Outra coisa, o Correio está respondendo processo por ter violado uma correspondência. O Tribunal de Contas já decidiu dá os prazos pra Josias ir rever sua decisão, tudo isso vai ser esclarecido”, concluiu

RÉPLICA

Ezequias Silva rebateu a defesa do vereador. Classificou-a de fraca e repetiu a informação que está no site do TCE para reforçar sua revelação.

“Fraca porque Josias passou 4 anos sem dá um reajuste salarial, desrespeitando trabalhador e no final do mandato ele sai deixa um abono de R$ 1.800,00 e acha que é tudo as mil maravilhas, mas na verdade agora o Tribunal mostra isso. Isso não é fala do professor Ezequias, não é falta de Dr. Agamenon, prefeito da cidade, está no site do Tribunal de Contas do Estado, ele foi condenado a devolver 11 milhões de reais”, disse

Abono – professores ameaçam entrar na Justiça e fazer greve em Peritoró

Prof. Clemilson fala

Diante da Previsão de recursos do Fundeb para 2011, que ultrapassa os 13 milhões (R$ 13.506.280,88), os professores de Peritoró apresentaram numa assembléia, realizada na tarde desta quinta-feira, 10, uma proposta de reajuste salarial de 18%.

Pelas notas que nós recebemos de Brasília, faz parte, vai dá, pelo movimento de 2011, ele pode ser sim aumentado, só basta o prefeito querer, é possível…SE ELE NÃO QUISER? nós não iremos parar por aqui se possível nós iremos até Brasília, até conseguirmos nosso objetivo”, afirmou a professora Janice Pacífico

ABONO

Outra deliberação da reunião recai sobre recursos que seriam de 2010, repassados ao município agora em janeiro, de cerca de R$ 800.000,00. O educador, Raimundo Nonato Borja Batista, explicou que, pelos cálculos realizados, cada professor teria direito a receber um abono de cerca de R$ 3.000,00 e eles querem o dinheiro.

“Segundo os cálculos que nós fizemos chega a quase R$ 3.000,00 por matrícula… E O QUE VOCÊS VÃO FAZER PRA RECEBER? Nós vamos estar buscando na Justiça, impetrando ação na Justiça, se possível for nós iremos até Brasília junto ao FNDE formular uma denúncia”, respondeu professor Nonatinho

REPOSTA DO GOVERNO

Sec. Ezequias Silva

O secretário municipal de Educação, Ezequias da Silva e Silva, participou da assembléia. Sobre o reajuste disse que o governo municipal ainda estudará sua contra-proposta.

“Professores de Peritoró não têm por que reclamar, a questão que prevalece aqui é uma questão político-partidária de um grupo pequeno, pra você ter noção nós temos 370 professores efetivos, nós não temos 50 professores aqui”, disse Ezequias

Em relação ao abono explicou que ele não será possível com os recursos que os professores estão cobrando.

“ fechamos o ano de 2010 com R$ 10.800.000,00, ou seja, pagamos a folha, décimo terceiro e terço de férias e não estamos devendo ninguém, como o recurso é referente à 2010, mas caiu em 2011 ele não pode ser contabilizado como sendo de 2010, ele vai ser contabilizado em 2011. Então nós vamos pagar a folha de fevereiro hoje, metade do 13º e no final de 2011 já temos certeza que terá esta sobra desse recurso que entrou a mais”, garantiu

A LUTA CONTINUA

Insatisfeitos

Os professores não ficaram satisfeitos com as explicações do secretário, ameaçam fazer greve e, antes que a paralisação ocorra, irão procurar os meios legais para receber o abono do ano passado.

“Nós vamos colher toda a documentação que nós estamos fazendo hoje mediante decisão da categoria, vamos encaminhar uma denúncia à Câmara de Vereadores, ao Ministério Público ao Tribunal de Contas e ao FNDE e com certeza essa nossa luta não será em vão”, argumentou o coordenador da assembléia, professor Clemilson Alves Viana

Professores de Peritoró farão assembléia para cobrar abono

Os professores da rede municipal de ensino do município de Peritoró farão uma assembléia geral nesta quinta-feira, 10, às 14h, no prédio da Escola João Mohana.

De acordo com informações do professor Clemilson, ao blog do Acelio na manhã de hoje, os educadores vão cobrar um abono que deve ser repassado à eles por causa do que sobrou dos repasses do Fundeb ano 2010.

MAIS DE R$ 3.000,00 por matrícula

Pelos cálculos, cada professor, por matrícula, tem a receber mais de R$ 3.000,00.

“Não pagaram o abono dos professores e tem uma sobra de, aproximadamente, superior à R$ 3.000,00 por matrícula”, explicou

Para provar o levantamento contábil os professores que farão a Assembléia, segundo Clemilson até contra os gostos do Sindicato que estaria ligado ao atual governo, possuem toda a movimentação financeira em documentos.

“Nós temos todas as provas aqui em mãos, portarias do FNDE, do MEC, Extratos do município, nós temos tudo”, disse