Carnaval Limpo – Polícia prende traficantes e impede fuga de 17 presos

Detidos no paredão

A polícia iniciou o dia, às 4h30min, nas ruas cumprindo 12 mandados de busca e apreensão. Entre militares e civis da região foram 50 homens trabalhando na operação carnaval limpo.

No resultado, R$ 1.730,00 apreendidos como sendo frutos da venda de drogas, e mais de meio quilo de maconha.

“Já está tudo apreendido nos autos identificado o autor de cada uma dessas circunstâncias, os valores e a maconha, a droga apreendida, respectivamente aos presos”, disse o delegado Zilmar Santana

FICARAM PRESOS

10 suspeitos foram presos, 6 serão soltos. Quatro foram indiciados, entre elas uma mulher de 59 anos de idade. Na

Dona Marlene - a India

casa de Marlene Alves Rêgo, na Av. 1º de Maio, a polícia encontrou 680 gramas de maconha. Segundo o delegado regional a droga estava escondida no quarto dela.

Os demais indiciados são Rafael da Silva e Silva, dono confesso de 26 papelotes de maconha, Francisco Cunha dos Santos, de 63 anos, preso pela segunda vez por tráfico e Sebastião de Carvalho, também com passagem por roubo.

“Ccom certeza, as operações vão ser dadas continuidade, esperamos que daqui para o final do carnaval a gente equilibre essa situação de violência nessa cidade”, disse Rômulo Vasconcelos

FUGA PELO BURACO

Buraco na cela 1

Na mesma operação a Polícia Militar fez uma revista nas celas da delegacia e descobriu que logo haveria uma fuga. 17 presos estavam terminando de abrir um buraco na cela 1. Caso não fosse descoberto, hoje à noite o plano de fuga se concretizaria.

“Foi solicitada pela delegado que estava de plantão que uma suposta fuga ia acontecer, então nós chegamos no local averiguamos a situação. Lá já estava um buraco em bom andamento, nós conseguimos evitar a fuga”, informou o subcomandante da PM, tenente Ricardo de Carvalho.

APAC será criada em Codó para melhorar a vida dos presos

Dra. Lúcia e Frei Ribamar

A reunião realizada ontem, 1º, no Salão do Júri, do Fórum, tratou da situação que enfrenta hoje a delegacia de Codó, visitada pela juíza da comarca, Lúcia Helena Barros Heluy da Silva, pelo secretário-adjunto de Justiça do Maranhão, Frei Ribamar Cardoso e pelo presidente do Conselho da Comunidade, jurista Lindojon Bezerra. Os delegados reclamaram de superlotação.

“Existe evidente de pessoas detidas na delegacia acima do que deveria constar, afinal de contas não deveria haver presos em delegacia”, garantiu Zilmar Santana

É HORA DE ATITUDE

Câmara cobrando

Nesta audiência pública, os promotores de Justiça cobraram uma solução urgente. Na opinião de Gilberto Câmara é hora de atitude do Estado e da sociedade em defesa de uma execução penal mais justa no município.

“Ta na hora de fazer as ações, efetivas, ou seja, a construção dos estabelecimentos e a retirada das delegacias daquele local para que os presos possam ter os seus direitos resguardados como a população que vai procurar a delegacia”, frisou Câmara

DELEGACIA NOVA

O delegado regional, Rômulo Vasconcelos, informou aos presentes que uma delegacia será construída no município num prazo de quatro meses. A doação do terreno foi confirmada pelo prefeito, Zito Rolim, que esteve no evento. A nova delegacia, toda climatizada seguindo padrões internacionais, ficará ao lado do Tiro de Guerra.

Salão lotado

Com a saída da área administrativa do antigo CSU, o prédio ficará a disposição do sistema prisional maranhense. Isso na opinião do secretário-adjunto, ajudará no processo de humanização pretendido.

Com certeza, a construção dessa nova delegacia vai nos ajudar para que o espaço esteja a nossa disposição, uma vez que estando a nossa disposição nós vamos poder reformá-lo e vamos poder criar os ambientes necessários para que aconteça todas as assistências que diz a lei de execução penal”, garantiu Frei Ribamar Cardoso

CRIAR APAC

No final da audiência decidiu-se pela criação de uma Associação de Proteção e Apoio aos Condenados, a exemplo da que já existe em Pedreiras. A juíza afirmou que o município vai trabalhar agora na efetivação da APAC.

O próximo passo é a elaboração de um estatuto, fazer uma assembléia para apresentação dos membros que foram escolhidos hoje e fazer a tentativa de começar a buscar parcerias, então este é o propósito”, afirmou Lúcia Helena

22 prisões e 2 mortes marcam fim de semana carnavalesco

De acordo com informações do delegado regional, Rômulo Vasconcelos, que estava no plantão, dois assassinatos marcaram o fim de semana. Um dos crimes teria sido por acerto de contas do tráfico de drogas.

“Um foi crime passional e o outro eu tenho certeza que foi tráfico de drogas. Os autores estão identificados, um a gente já foi atrás dele e o pai ficou de apresenta-lo, que é vulgo Jack Chan”, disse o delegado

Nas prévias carnavalescas, incluindo a festa da Prefeitura e a saída de blocos alternativos, foram feitas 22 prisões por baderna. Na opinião do regional, o número é aterrorizante uma vez que a força de segurança não suportou o aumento, para ele repentino, do número de ocorrências.

“O que acontece é o seguinte, essas prévias estão causando um terror porque o número de ocorrências aumentou assustadoramente e a polícia, a força de segurança não conseguiu acompanhar isto aí”, assegurou

Polícia prende assaltante e recupera R$ 490,00 da vítima

Rômulo Fernando

O jovem, Rômulo Fernando Ferreira, de 26 anos, foi preso pelo militar, Roberto de Jesus Costa, e policiais civis, entre eles o próprio delegado regional, depois de ter sido denunciado por sua vítima, uma mulher assaltada, cuja identidade não foi revelada pela polícia.

Ela informou que o suspeito usava uma motocicleta Biz e deu as características físicas dele. A partir de então a experiência de alguns policiais ajudou no desfecho do caso.

Pouco mais de uma hora depois da denúncia, Rômulo foi localizado pelo delegado e sua equipe. Com ele o que fora roubado – a bolsa, 16 cartões de crédito e R$ 490,00 dos R$ 610,00 que havia levado da mulher.

OUTRO CRIME

Rômulo Vasconcelos suspeita que o detido tenha participado de um outro assalto onde uma das vítimas morreu quando derrubada de uma moto no ato do crime.

Ele usou de grave ameaça, arrebatou bolsa da vítima, jogou-a em cima de uma caminhão, ela tava conduzindo também uma moto, correu o risco até de se machucar, ele também está sendo acusado do arrebatamento de um bolsa de uma senhora numa moto, esta outra senhora chegou a cair no chão. Uma outra moto passou por cima dela e esta senhora veio à óbito”, disse o regional

Ele foi autuado em flagrante por roubo e a polícia agora vai investigar a participação dele no outro crime. Rômulo Fernando vai ficar a disposição da Justiça.

S.O.S Delegacia – presos reclamam de falta de espaço para dormir e até para respirar

Como bichos

O promotor de Justiça, Alenilton Junior, e integrantes do Conselho da Comunidade ouviram a reclamação dos presos na última visita que fizeram à carceragem da 4ª Delegacia Regional de Codó.

A principal delas diz respeito à superlotação. Numa delegacia construída para abrigar 20 presos provisórios, 105 aguardam julgamento ou já cumprem pena no local.

A reclamação por revisão de processos, para ver benéficos da lei penal como a progressão de regime, é grande. O detento José Adilson dos Santos disse que todos sentem até dificuldade para respirar dentro das celas.

Rapaz a dificuldade é grande, até pra respirar aqui ta difícil, ta superlotado. O que nós queremos é o seguinte, que a juíza apresse nossos casos aí, ta super cheio”, revelou o preso

REVISÃO

Entre as finalidades da visita, o promotor de Justiça incluiu a revisão dos processos. Uma espécie de mutirão já está programado para a próxima semana.

Recipientes para água de beber

“A revisão de processo por processo nós já estamos, essa visita também é pra reafirmar isso. Se tudo dé certo na próxima semana nós faremos revisão processo por processo daqui, tanto para os presos, tanto dos presos provisórios quanto dos presos definitivos daqueles que já foram condenados definitivamente pela Justiça, enfim”, garantiu Alenilton

SEM DORMIR

José Vieira está numa cela onde dormir já não é mais possível com o mínimo de dignidade.

Esperando revisão

Numa cela pra 12 tá tendo 23…QUANTOS? 23…pra dormir é no chão, é perto do banheiro, tudo molhado. A água só quando eles querem ligar pra gente tomar banho”, reclamou o preso

CONSTRUÇÃO

O delegado regional de Codó, Rômulo Vasconcelos, que acompanhou a visita, informou que já fez contato com a Prefeitura para que esta doe um terreno onde serão construídas mais duas celas, enquanto elas não chegam outra providência será tomada.

“Enquanto isso não acontece a gente vai fazer a transferência de alguns presos para São Luís para diminuir este acúmulo de presos aqui nas nossas celas”

Militar a paisana salva vida de família agredida por gang na 1º de Maio

Costas da vítima

O comerciante Marcos Paulo Batista mostrou-nos os hematomas por todo o corpo. São marcas de facão. Ele tentou defender a esposa, Edilene da Silva, e os dois acabaram sendo agredidos por 12 homens por volta das 9h da noite de domingo,13, em bares da Av. 1º de Maio (próximo a Art Vídeo).

A mulher explicou ao blogdoacelio.com.br que nem os filhos do casal foram poupados.

“Entraram no meio também, empurraram, ai eles ficaram chorando, pediram pra não agredir meu marido, eles agoniaram devidamente a meu estado no meio de uma confusão, a minha sorte foi este policial que estava lá”, disse a vítima que estava andando de muleta por conta de uma fratura na perna.

PM Luz

O militar à quem se referiu estava a paisana no local e chama-se, José Tadeu Reis da Luz. Na iminência de ver o pior acontecer, agiu sozinho em defesa da família conseguindo impedir a morte do casal que não tinha mais a quem recorrer. Um dos agressores está preso, os demais fugiram depois da investida do jovem policial.

“A situação pegou dimensões extremas, havia sérios riscos de morte pra vítimas devido ao grande número de elementos envolvidos e armados com armas brancas, paus, pedras, inclusive isso é facilmente comprovado nas lesões sofridas pelas vítimas”, explicou Luz

FALTA MÉDICO LEGISTA EM CODÓ

O caso trouxe a tona uma velho problema de Codó – a falta de médicos legistas em número suficiente para atender a demanda. Como só existe um disponível (Dr. Cláudio Paz) e este tem diversas funções, entre as quais a de secretário municipal de saúde, muitos exames precisam esperar.

Marcas de facão

As costas de Marcos Batista terão que aguardar cinco dias, para que ele marque o exame do qual precisava imediatamente.

Até sexta-feira ficou pra marcar, mas não é certo de ter o exame não…OMUNICÍPIO JÁ DEVERIA TER UM MÉDICO SÓ PRA ISSO? Só um 1 não, acho que era pra te mais porque só um médico não resolve a pendência da população”, respondeu Marcos Paulo Batista

Dona Edilene da Silva, completou a reclamação “E daqui pra lá o hematoma vai diminuir, porque ninguém vai ficar com uma coisa dessas nas costas sem tratar e atrasa tudo…Não sei como vai fazer, vai ficar difícil, muito difícil mesmo”.

PALAVRA DO REGIONAL

Os inquéritos são prejudicados, segundo o delegado regional, porque o chamado exame de corpo de delito é peça primordial para que a queixa tenha êxito no Ministério Público e, posteriormente, na Justiça.

Rômulo Vasconcelos informou que está tentando uma solução em parceria com a direção do Hospital Geral Municipal para onde os casos são encaminhados.

Na verdade a perícia tem que ser feito de imediato, mas como o número é altíssimo nós estamos tendo prejuízos com isso porque a lesão ela pode sumir, pode desaparecer, um hematoma então isso tem que ser feito o mais rápido possível. Então nós estamos com esta dificuldade, estamos já entrando em contanto com o próprio diretor do hospital para nomear médicos para substituírem doutor Cláudio Paz, por a demanda dele é gigantesca, mas o delegado de polícia ele pode nomear outros médicos legistas pra fazer essas perícias”

Briga no mercado do peixe chama atenção para venda ilegal de Animais Silvestres

Veado Mateiro

Na manhã deste domingo,13, por pouco um vendedor de peixes e um fiscal da Colônia de Pescadores Z-37 não foram aos tapas na frente de uma rápida platéia que formou-se em meio a troca de palavras agressivas, algumas de baixo calão.

Informações dos feirantes dão conta de que o motivo é a venda de carne de animais silvestres na feirinha do peixe. No sábado, pela manhã, o fiscal teria recolhido dois veados abatidos, prontos para a venda no local. A carne apreendida foi parar na delegacia de polícia.

A colônia não quer a venda de carne que não seja de peixe no mercado e, logicamente, o feirante que ficou no prejuízo, não gostou da atitude.

O QUE DIZ A LEI

Codó está cheia destas vendas por causa da falta de fiscalização do IBAMA. Os vendedores não se deixam filmar e até ameaçam quem o tente fazer. O cinegrafista Cândido Sousa, da TV Mirante, já passou por esta situação.

Quem é praticante desse tipo de venda deve ficar atento ao que diz a legislação ambiental brasileira que age severamente quando o caso chega às autoridades.

A Lei de Crimes Ambientais, criada em fevereiro de 1998, considera os animais, seus ninhos, abrigos e criadouros naturais, propriedade do Estado, considerando que a compra, a venda, a criação ou qualquer outro negócio envolvendo animais silvestres é crime inafiançável.

Os legisladores visam proteger nossa fauna e não é para menos. No Brasil, 218 espécies animais encontram-se ameaçadas de extinção, sendo que 7 delas foram consideradas extintas por não existir registros de sua passagem, observação e presença nas matas há mais de 50 anos.

Polícia unida prende assaltante e recupera objetos roubados na Microdados

Vulgo Ismaelzinho

Ismael Fernandes Santos, de 23 anos, foi preso na porta de casa pelas polícias Civil e Militar depois de ter sido identificado pelo serviço de investigação como sendo o autor do assalto à Micro Dados, uma loja de celulares e computadores no centro de Codó, realizado por volta do meio dia de ontem, 10.

O delegado Rômulo Vasconcelos explicou que foi preciso esperá-lo chegar de madrugada. O trabalho não foi em vão. Com ele estava inclusive a arma usada para intimidar funcionários e clientes que estavam no momento do crime.

“Nós conseguimos identificar o autor do assalto, fizemos campana na porta da sua residência e ao chegar na

Produto do roubo

residência ele foi abordado, encontramos a arma com ele, a arma do crime utilizada, fizemos uma revista na casa, encontramos 4 celulares, o relógio da vítima e alguma quantidade em dinheiro, continuamos as diligências e recuperamos o restante dos celulares que foram um total de 13 celulares”, disse Dr. Rômulo

SORRIA, VOCÊ ESTÁ SENDO FILMADO

Entre os objetos aprendidos estava este HD do computador da loja que registrava as imagens do circuito interno de segurança. Foi uma das coisas que ele não esqueceu de pedir depois que recolheu o que queria ameaçando as pessoas com este revólver.

Major Xavier e Dr. Rômulo

Para o comandante da PM, major Jairo Xavier, um homem experiente e perigoso.

Ele já teve passagem, como o delegado regional já frisou, já é velho conhecido da polícia e havia praticado, já foi preso aqui na cidade, teve em São Paulo onde adquiriu novos conhecimentos de marginalidade e tentou implantá-los aqui em Codó, mas se deu mal. Aqui o Sistema ta trabalhando e a sociedade pode confiar que nós vamos continuar trabalhando”

A polícia agora vai tratar de devolver o que foi recuperado à seus devidos donos. Ismael Fernandes Santos vai ficar a disposição da Justiça.

2010 Violento – 19 pessoas foram assassinadas em Codó, 23 em Coroatá

Major Jairo Xavier

Nos últimos três anos Codó vem sofrendo uma gradativa redução no número de assassinatos. De acordo com o comandante da Nona Companhia Independente, Major Jairo Xavier da Rocha, os números ficaram assim:

2008 – 34 pessoas assassinadas

2009 – 21 homicídios

2010 – 19 assassinatos

Já o ano de 2011 começou bem. A Polícia Militar não registrou nenhum homicídio no mês de janeiro. “homicídio zero”, garantiu Xavier

COROATÁ ULTRAPASSA CODÓ

No município de Coroatá a coisa ainda um pouco mais complicada. Segundo os registros da PM, 23 coroataense morreram violentamente ano passado. Esta semana, o comandante pretende ir ao município de sua jurisdição para ver o que aconteceu e como a polícia pode agir no sentido de diminuir estes números.

Azar – Polícia Civil apreende mais de 50 caça-níqueis

Apreensão na Fço. Bernardino

A polícia começou cedo a operação na manhã desta segunda-feira, 7. Em alguns bares, onde elas são encontradas com maior freqüência, os donos tiveram que ser chamados para abrir o estabelecimento para que a polícia civil fizesse a apreensão.

Uma investigação prévia foi realizada pelo delegado Rômulo Vasconcelos e seus agentes. Nestes locais, os policiais descobriram que as máquinas eram utilizadas até por crianças.

“Isso é jogo de azar e isso é crime no Brasil, várias crianças, obtivemos a informação, crianças estavam jogando nesses locais e a polícia está aí para coibir isso”, explicou o regional

OPERAÇÃO VAZOU

A polícia esteve em 28 estabelecimentos comerciais de todos os bairros e como resultado, segundo informou o delegado regional, apreendeu mais de 50 caça-níqueis.

Dr. Rômulo verifica mandados

Só não foi maior o número porque a informação de que a operação seria realizada vazou e muitas foram escondidas, por isso mesmo o delegado vai voltar às ruas de surpresa. Quanto aos proprietários que foram flagrados com as caça-níqueis Rômulo Vasconcelos explicou.

“Vão ser intimados a posteriore pra fazer um TCO de jogo de azar e se for constatado que alguns objetos, alguns equipamentos que compõem a máquina forem contrabandeados eles vão responder por contrabando”, concluiu

Do Vigário – golpe que rendeu R$ 3.430,00 termina na cadeia

Arma do estelionato

Marconde Dutra de Melo, mora em Surubim, Estado de Pernambuco, e tentou aplicar um conhecido golpe na cidade de Codó. O delegado Rômulo Vasconcelos mostrou-nos como ele ajeitava duas cédulas de R$ 50,00, verdadeiras, para tentar parecer muito mais. Simplesmente as envolvia com liga sobre um maço de bilhetes de loteria. Era o que ele usava para atrair as pessoas.

PARA ENGANAR

Segundo a polícia, Marconde na tarde da última quarta-feira, jogou o dinheiro no chão e a vítima, Francisca Silva, de 54 anos, gentilmente, o chamou para avisar-lhe. Neste momento começa a parte conclusiva do golpe.

A vítima, de acordo com o delegado que preside o inquérito, Zilmar Santana, tinha sido vista por ele fazendo um empréstimo de R$ 3.000,00 dinheiro que se juntou à mais R$ 430,00 que ela tinha na bolsa.

RECOMPENSA

Quando ela, inocentemente, o avisou de que o dinheiro havia caído o estelionatário mostrou-se muito grato e lhe ofereceu, insistentemente, a recompensa de R$ 50,00 mais uma chinela que ela poderia pegar na loja do pai de Marconde ( a loja não existe, segundo levantou o delegado).

Marconde Dutra de Melo

Quando viu que a senhora não caiu nas suas ofertas de recompensa, contou Zilmar Santana que ele tomou, a força, a bolsa de dona Francisca Silva, nas imediações da Praça da Bandeira, par onde a levou com falsas promessas, para afastar-lhe de maior movimentação.

Populares viram a ação, chamaram a PM e esta efetuou a prisão do estelionatário em flagrante.

ARREPENDIDO

Ele até chorou dizendo-se arrependido, mas não negou a prática do crime. Afirmou que era sua primeira vez em Codó para onde veio vender roupas e nunca havia praticado estelionato.

O delegado não acreditou e acha que mais vítimas aparecerão quando o virem na televisão ou na internet.

A polícia também apreendeu o carro usado por Marconde para chegar à cidade e 12 cartões de crédito.

PM recebe novos policiais e realiza operação de Trânsito

Blitz no centro

O comando da Nona Companhia Independente aproveitou a chegada de 11 novos policiais militares à Codó e iniciou na manhã desta sexta, 4, uma operação de trânsito que será freqüente a partir de agora. São mais de 30 homens fechando pontos estratégicos e encontrando velhas irregularidades.

O trabalho no momento deixou de ser apenas educativo, o Código de Trânsito está sendo seguido na íntegra.

“Durante a blitz estamos apreendendo motos que estão a a dois, três anos atrasados, sem placas, constantemente essas motos são apreendidas. O cidadão adquire a moto, no entanto, não regulariza a situação” explicou a tenente Francilene Gonçalves

O oficial que está a frente do trabalho, tenente Ricardo de Carvalho, explica que a blitz ele vai continuar até a noite porque o intuito é barrar o número de acidentes nas ruas da cidade. Ano passado eles passaram de 1.400, por isso a repressão.

oficiais PM Francilene e Ricardo

Preocupado para que não haja uma crescente no número de acidentes de trânsito no nosso município, então nós estamos fazendo o dia todo operação de trânsito, de orientação também. O Cidadão que a gente nota que esqueceu um documento, a gente pede para que vá em casa, traga o documento e mostre”, disse o tenente

Em operações iguais, ano passado segundo Ricardo de Carvalho, cerca de 40 motocicletas furtadas e roubadas foram recuperadas.

Assaltantes de Coroatá são presos roubando em Timbiras

Os cinco detidos são de Coroatá. De acordo com o sargento, Denilson Carlos Gomes Oliveira, que comandou a prisão, eles já estavam acostumados a praticar assaltos em Timbiras.

Usando motocicletas sem placa, abordavam as vítima, levavam tudo que podiam e tomavam rumo ignorado pelos policiais.

tive uma informação ontem que eles se encontravam na cidade com os mesmos veículos de segunda-feira, quando fizeram assalto. Então foram muito infantis em retornar pra cidade com o mesmo veículo, com a mesma roupa e, com isso, fazer a apreensão dos mesmos”, disse o segundo sargento.

MAIORES e menores

Entre os detidos apenas dois são maiores de idade – Francisco das Chagas dos Santos Aragão, de 22 anos, e Balbino Gonçalves de Carvalho, de 24.

O delegado, Zilmar Santana, os autuou em flagrante por porte ilegal de armas, roubo e corrupção de menores. Quanto aos adolescentes, de 16 anos, do grupo explicou.

“Eles vão ser encaminhados para o centro da Juventude Canaã ou outro Instituto em São Luís pra ficarem a disposição da Justiça”, assegurou Santana

Além de duas motocicletas, a polícia apreendeu com eles uma arma de fabricação caseira, um revólver calibre 32 municiado e um celular roubado.